Aumenta o número de cães e gatos intoxicados por água sanitária e álcool

Gatos e cães jamais devem ser limpos com água sanitária e álcool, afirmam veterinários.

A pandemia do novo coronavírus gerou nas pessoas mais atentas uma série de novos cuidados com a higiene. Os hábitos redobrados querem evitar a contaminação pelo Sars-Cov-2 dentro de casa. Alguns cuidados são excessivos e têm gerado intoxicação em cães e gatos domésticos.

Médicos veterinários ouvidos pelo BG chamam atenção para o aumento das ocorrências de cães e gatos intoxicados. Donos dos chamados “pets” estão limpando as patas dos bichos com água sanitária ou álcool.

Esses animais além de lamberem, absorvem essas substâncias prejudiciais pelas patas, “é como se eles estivessem bebendo”, explica um veterinário que prefere não ser identificado.  Por isso, vários têm chegado nas clínicas tontos, bêbados e muito fragilizados devido ao uso corriqueiro de álcool e água sanitária.

Para a limpeza das patas, os profissionais recomendam o uso de um pano limpo, levemente umedecido com água e o sabão usado pelo bicho no banho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *