Funcionários da São Miguel estão proibidos de impedir saída dos ônibus

Funcionários da São Miguel durante a paralisação.

Nesta quinta-feira (25) o juiz da 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus, José Cairo Junior, atendeu ao pedido de reintegração de posse solicitado pela empresa de transporte coletivo São Miguel.

Desde a segunda-feira (22), funcionários ocupavam a sede da empresa e impediam que os ônibus saíssem para realizar suas rotas.

De acordo com a decisão, os funcionários devem abandonar imediatamente as dependências da garagem e não criar novos meios de impedir que os demais empregados tenham acesso à empresa.

A decisão também pede que os funcionários mantenham distância mínima de 50 metros da sede da empresa caso desejem fazer manifestações pacíficas. Em caso de descumprimento, cada réu da ação poderá ter que pagar por dia até R$ 500 de multa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *