Ex-assessor de Ângela Sousa é acusado de ameaçar coordenador da campanha de Valderico Junior 

O coordenador da campanha de Valderico Jr. o jornalista Waldomiro Júnior, prestou queixa contra Lucas.

Na noite dessa sexta-feira, 13, o empresário Lucas Lopes da Silva, ex-assessor da ex-deputada estadual Ângela Sousa (PSD), teria sido acusado de fazer ameaças contra o coordenador da campanha eleitoral de Valderico Junior (DEM) a prefeito de Ilhéus, o jornalista Waldomiro Júnior.

Lucas estaria sendo acusado de ameaçar Waldomiro por meio de duas chamadas telefônicas. O motivo da possível ameaça teria sido a divulgação de denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra Ângela, em que Lucas também figura como réu. Nos telefonemas, o empresário disse que encontraria Waldomiro e lhe faria pagar na forma dele (Lucas) e que ninguém poderia evitar.

Em seguida, via WhatsApp, Lucas Lopes da Silva teria enviado mensagem de texto a Waldomiro Júnior. “Vou te ver irmão”, escreveu.

A ex-deputada Ângela e outros réus são acusados de fazer parte de uma organização criminosa que, segundo o MPF e a Polícia Federal, teria fraudado e superfaturado licitações de prefeituras baianas. A acusação é resultado das investigações da Operação Águia de Haia, deflagrada em 2017.

De acordo com os investigadores, os acusados desviaram cerca de 43 milhões de reais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica, o FUNDEB. Os três processos de que a ex-deputada é alvo tramitam na Justiça Federal, que, em maio de 2018, determinou o bloqueio de bens dos réus avaliados em cerca de 12 milhões de reais.

Na Ação de Improbidade Administrativa NF nº1.14.001.000922/2017-12, o Ministério Público Federal cita depoimento de Lucas Lopes da Silva à Polícia Federal, relatando repasses de cheques enviados pelo empresário Kells Belarmino Mendes para Ângela Sousa.

Conforme a denúncia, Lucas disse à Polícia Federal que pegou os cheques em um envelope e foi orientado por Ângela Sousa a usar os recursos para “custear gastos com a pré-campanha a vereadores e eventos da deputada em Ilhéus”.  Esse trecho está nas páginas 23 e 24 da acusação (documento anexo) e foi reproduzido no vídeo que teria irritado o empresário.

Na manhã deste sábado, 14, Waldomiro Júnior registrou boletim de ocorrência na 7ª Coorpin, a delegacia da Polícia Civil em Ilhéus.

O empresário Lucas Lopes, ex-assessor da ex-deputada estadual Ângela Sousa (PSD), é acusado de ameaçar Waldomiro Júnior.

Ilhéus volta a registrar mais uma morte por covid-19, segundo boletim

O boletim municipal divulgado na sexta-feira (13) mostra que em Ilhéus o número de mortes sofreu alteração, já que a cidade voltou a registrar mais um óbito. Ilhéus registra atualmente 256 óbitos.

Ainda de acordo com o boletim municipal, a cidade possui 7362 casos confirmados da Covid-19. Houve aumento de 3 casos desde o último boletim divulgado no último dia (12), quando haviam 7.359.

O número de casos ativos em Ilhéus é de 43, sendo que 17 cumprem isolamento e 26 pacientes se encontram internados na UTI. 7063 pessoas estão curadas da doença.

Pontal e Conquista estão empatados em número de casos de covid-19 em Ilhéus, conforme boletim

Os bairros Conquista e Pontal (7) estão empatados na quantidade de casos ativos de Covid-19 em Ilhéus. É o que mostra o último mapa elaborador pelo vice-prefeito José Nazal, com dados coletados até esta sexta-feira (13).

Na sequência, Teotônio Vilela, Esperança e Centro (4), Nelson Costa e Savoia (2) e Malhado, N. S da Vitória, Hernani Sá, Basílio, Barra do Itaípe, São Francisco, Iguape, Cidade Nova, Ilhéus II e São Miguel (1).

Entre os distritos, Olivença (3) é o único a registrar casos de pessoas infectadas na fase de disseminação do vírus. Confira a tabela.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Veja o mapa

Novo boletim aponta mais duas mortes por Covid-19 em Itabuna

339 pessoas já morreram vítima da Covid-19 em Itabuna.

De acordo com o Boletim da Prefeitura de Itabuna divulgado nesta sexta-feira (13), o município registrou mais duas mortes por covid-19, nas últimas 24 horas. São 13.915 casos confirmados da doença, com 239 casos ativos, trinta e dois casos a mais que no último boletim divulgado no dia 12, quando haviam 13.883 casos confirmados.

Já chega a 339 o número de pessoas que perderam a vida para a Covid-19 em Itabuna. De acordo com o informe, os óbitos inseridos a cada boletim correspondem aqueles que ocorreram em dias anteriores e estavam sob investigação, não tendo, necessariamente, ocorrido nas últimas 24h.

Itabuna tem 13. 337 pessoas curadas da doença, 8 pessoas em internamento clínico e 16 internados na UTI.

Treinamento apresenta soluções para tecnologia e informática no Hospital Regional Costa do Cacau

Foto: Ascom/ HRCC

Na última terça-feira (10), coordenadores de áreas do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, participaram de um treinamento para abertura de chamados ao setor de Tecnologia e Informática (TI), com o objetivo de agilizar as demandas geradas através do Vision, sistema digital de gestão hospitalar e prontuário eletrônico.

De acordo com Julierme Chaves, analista de TI do HRCC, e instrutor da capacitação, o encontro serviu para buscar a melhoria no fluxo de informações entre a TI e os setores do hospital. “Com essa prática alinhada, os setores trabalharam de forma mais assertiva, resultando em um atendimento mais eficaz e mais ágil para os pacientes, melhorando a assistência na unidade”, explicou.

Para o analista, a orientação do chamado ao setor de TI, através do GLPI, software de gerenciamento de tecnologia e informática pode agilizar a resolução de problemas encontrados por usuários do sistema digital.  “Essas informações foram repassadas para coordenadores, que repassarão as instruções para outros colaboradores, apresentando todo o fluxo de entrada, de abertura, atribuições e finalizações do chamado, dando o feedback a TI, melhorando a resolutividade de nossos serviços”, disse.

Ruan Lima, encarregado administrativo, responsável pelo setor de portaria, maqueiros e recepção do HRCC, relatou que o treinamento foi muito importante, principalmente para as suas atividades, ligadas diretamente aos pacientes. “Um melhor conhecimento do sistema  serve para que a gente  dinamize mais ainda as retomadas de sistemas, ou intercorrências que venham acontecer, fazendo com que não atrapalhe o fluxo da entrada do nosso cliente, desde o cadastro até o atendimento dele, melhorando ainda mais os resultados, com esse feedback, que a gente passa para a TI”, avaliou.

Para Isadora Fernandes, analista de RH do HRCC, o sistema Vision auxilia nas atividades laborais, uma vez que o suporte da TI se faz relevante no dia a dia do seu setor. “O treinamento esclareceu dúvidas, quanto ao manuseio do sistema e trouxe uma informação nova, que foi o feedback, que pretende ajustar a qualidade dos serviços prestados pela informática”, comentou.

Porto Seguro libera realização de festas de fim de ano e prevê mais de 40 réveillons

Foto: Reprodução.

Decreto publicado na última quinta-feira (12) pela prefeitura de Porto Seguro autoriza a realização de festas de fim de ano na cidade. A expectativa da prefeitura é que a cidade abrigue mais de 40 festas e para realizar os eventos, os locais devem ter o selo “Porto Mais Seguro”, que garante que o estabelecimento foi vistoriado pelas autoridades de saúde e estão aptos, dentro dos protocolos.

As arenas estão autorizadas a realizar shows com música ao vivo, desde que as apresentações sejam feitas por grupos de até oito integrantes. A venda dos ingressos deve acontecer previamente, pela internet, e os participantes devem manter o distanciamento obrigatório de 1,5m entre as outras pessoas.

Cada local deverá funcionar de acordo com o limite do espaço, não podendo ocupar mais que 60% da capacidade. Desde agosto, hotéis e pousadas de Porto Seguro podem funcionar com 70% da ocupação, assim como o transporte rodoviário

O decreto municipal permite que bares, restaurantes, clubes, cabanas e outros estabelecimentos funcionem até as 4h até o dia 27 de dezembro. A partir do dia 28, o horário limite dos eventos será estendido para 6h. Além disso, será proibida a toda a rede de hotelaria receber clientes que não estejam hospedados, durante a realização das festas. A partir do dia 1º de janeiro, a rede poderá operar com 100% da capacidade.

O uso da máscara segue sendo obrigatório em todos os lugares. Quem descumprir a norma poderá pagar uma multa de R$ 100 e responder por crimes contra a saúde pública.

Informações do G1.

Valderico Júnior é contra novas desapropriações na Nova Brasília

Foto: Ascom/DEM.

O candidato a prefeito de Ilhéus pelo DEM (25), Valderico Junior, avalia que o Governo do Estado não tem mais nenhuma justificativa para desapropriar imóveis da Nova Brasília, comunidade localizada ao lado do Morro de Pernambuco, no bairro Pontal.

Em setembro de 2020, moradores da Nova Brasília foram surpreendidos por prepostos do Governo do Estado segundo os quais seriam necessárias novas desapropriações na comunidade, além daquelas feitas para a construção da Ponte Jorge Amado.

“Não vamos abaixar a cabeça para nenhuma desapropriação arbitrária do Estado na Nova Brasília. A obra da nova ponte está pronta. Não há motivo justo para remover mais ninguém da comunidade, que existe há cinco décadas. Assumo formalmente o compromisso de defender o posicionamento dos moradores”, declarou Valderico Junior.

Por fim, o candidato lembrou que, além das desapropriações já feitas, “o Estado não construiu nenhuma escola estadual na Zona Sul para substituir o Colégio Estadual Padre Luiz Palmeira, que também foi demolido”.

Bahia registra 2.119 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.119 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 1.612 recuperados (+0,5%). Dos 371.378 casos confirmados desde o início da pandemia, 356.425 já são considerados recuperados e 7.051 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível no Business Intelligence.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,48%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.992,95), Madre de Deus (6.703,65), Itabuna (6.702,37), Almadina (6.680,09) e Aiquara (6.567,70).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 76.4568 casos descartados e 88.861 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (13).

Na Bahia, 29.970 profissionais da saúde foram para Covid-19.

Óbitos

O boletim epidemiológico desta sexta-feira (13) contabiliza 20 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19.

Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.902, representando uma letalidade de 2,13%. Dentre os óbitos, 56,11% ocorreram no sexo masculino e 43,89% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,39% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,10%, preta com 14,95%, amarela com 0,75%, indígena com 0,10% e não há informação em 11,72% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,78%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,51%).

Fonte: Ascom/Sesab

 

“Fumacê” no início da noite revolta moradores do Alto do Pacheco

Fumacê fora do horário trouxe aborrecimentos.

Causou revolta em moradores do Alto do Pacheco, em Ilhéus, a escolha do horário de passagem do carro fumacê pelo bairro. Um vídeo gravado por morador na última quinta-feira, 13, e enviado à redação do BG, mostra pessoas correndo ao perceberem a fumaça e o cheiro intenso de inseticida.

Segundo relatos, estava programado para que uma equipe da secretaria de saúde de Ilhéus passasse com o fumacê na madrugada, quando não houvesse movimento nas ruas.

Porém, o carro passou fora do horário combinado e pegou as pessoas de surpresa. A fumaça e o cheiro incomodaram muito idosos, crianças e pessoas com doenças respiratórias.

Confira o vídeo.

 

Itabuna perde a pediatra Zina Macedo, vítima da Covid-19

Zina Macedo. Foto: Reprodução.

Itabuna perdeu uma de suas grandes médicas na área de pediatria. A médica Zina de Oliveira Macedo, de 77 anos, morreu nesta quinta-feira (12) por complicações da Covid-19. Zina estava internada desde o 28 de outubro no Hospital Calixto Midlej Filho por conta da doença.

A pediatra atendeu por mais de 40 anos no antigo Ipepi, atual Centro Médico Pediátrico de Itabuna (Cemepi). Em 2018 ela foi reconhecida pelo Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) por completar 50 anos de exercício ininterrupto da profissão.

A médica deixa o esposo, João Otávio Macedo, médico nefrologista na Santa Casa de Misericórdia, e três filhos, entre eles, o delegado da Polícia Civil, Marlos Macedo.

Ainda não foram divulgadas informações sobre o sepultamento da médica, que deve ser restrito por conta da pandemia.

Itabuna registra duas mortes por Covid-19 em 48 horas

Consumidores tiveram temperatura aferida antes de entrarem no shopping em Itabuna — Foto: Reprodução/ TV Santa Cruz.

Segundo boletim da Secretaria de Saúde de Itabuna, entre os dias 10 e 12 de novembro, o município registrou duas mortes por Covid-19. Itabuna possui 13883 casos confirmados da doença, segundo o boletim desta quinta-feira, dia 12. São 15 casos a mais que no último boletim, divulgado na quarta-feira, dia 11, quando o município contabilizava 13. 868 casos. Itabuna contabiliza 254 casos ativos da doença. 

Já chega a 337 o número de pessoas que perderam a vida para a Covid-19 em Itabuna. Segundo o informativo, os óbitos inseridos a cada boletim correspondem aqueles que ocorreram em dias anteriores e estavam sob investigação, não tendo, necessariamente, ocorrido nas últimas 24h.

Itabuna tem 13.292 pessoas curadas da doença, 11 pessoas em internamento clínico , 1 em Unidade Semi-intensiva e 17 internados na UTI.

Volume de serviços na Bahia avançou 4,8% em setembro de 2020

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O volume de Serviços avançou 4,8% na Bahia em setembro, em comparação com o mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (12) na Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e sistematizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).

“Essa é a segunda variação positiva consecutiva e a sexta taxa positiva no ano de 2020, inclusive bem maior do que o resultado nacional, que ficou em apenas 1,8%, na mesma base de comparação. É importante destacar que o período entre os meses de agosto e setembro foi marcado pela retomada gradual de algumas atividades, a exemplo da movimentação de passageiros urbanos, intermunicipal e nos aeroportos, funcionamento de serviços públicos e meios de hospedagem, colaborando para a expansão do setor e geração de emprego”, ressaltou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

Os efeitos da pandemia sobre o setor de Serviços começaram a ser sentidos nos últimos 10 dias do mês de março e se aprofundaram nos dois meses subsequentes. Diante deste cenário, na comparação com setembro de 2019, o volume de Serviços na Bahia caiu 16,7%, o indicador acumulado no ano decresceu 18,4% e o indicador acumulado em 12 meses contraiu 14,4%.

(mais…)

Ilhéus registra mais uma morte por Covid-19; número de óbitos é de 255 pessoas

Subiu para 255 o número de pessoas mortas por covid-19 em Ilhéus, de acordo com boletim divulgado nesta quinta-feira (12).

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, a cidade possui  7359 casos confirmados da Covid-19. São 16 casos a mais que no último boletim divulgado na quarta-feira (11).

O número de casos ativos é de 50, sendo 24 ativos em isolamento e 26 em UTI. 943 pessoas aguardam o resultado dos exames.

Bahia registra 1.590 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.590 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 1.407 recuperados (+0,4%). Dos 369.259 casos confirmados desde o início da pandemia, 354.813 já são considerados recuperados e 6.564 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível no Business Intelligence.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (25,54%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.979,89), Itabuna (6.692,05), Madre de Deus (6.689,42), Almadina (6.661,79) e Aiquara (6.567,70).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 760.605 casos descartados e 87.993 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (12/11).

Na Bahia, 29.836 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Óbitos

O boletim epidemiológico desta quinta-feira (12) contabiliza 23 óbitos que ocorreram em diversas datas. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19.

Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.882, representando uma letalidade de 2,13%. Dentre os óbitos, 56,10% ocorreram no sexo masculino e 43,90% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,38% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,09%, preta com 14,96%, amarela com 0,75%, indígena com 0,10% e não há informação em 11,72% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,80%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,54%).

 

Conquista segue como bairro que possui maior número de casos ativos de Covid-19 em Ilhéus

Bairro Conquista. Foto: Reprodução.

O bairro Conquista (9) segue com mais casos ativos de Covid-19 em Ilhéus. Os dados são do mapa elaborado pelo vice-prefeito José Nazal, com informações coletadas até quarta-feira (11).

O bairro é seguido pelo Pontal (8), Jardim Savoia (5), Teotônio Vilela e Hernani Sá (4), Esperança e Barra do Itaípe (3), Nelson Costa e Centro (2), Malhado, Nossa Senhora da Vitória, Banco da Vitória, Tapera, Boa Vista, Cidade Nova, Ilhéus II, São Miguel e São Sebastião (1).

Olivença e Aritaguá (1), de acordo com o boletim, são os únicos distritos que possuem pessoas infectadas na fase de disseminação do vírus.

Confira a tabela.

São considerados ativos os casos que permanecem monitorados pela vigilância epidemiológica, com sintomas da Covid-19 e que podem infectar outras pessoas. Esses casos descartam pacientes curados e aqueles que infelizmente faleceram. Formam um indicador importante para saber se a pandemia ganha ou perde força.

Veja o mapa.