Ubaitaba: Samu deve ser entregue até o fim do mês

Equipe que fará parte do Samu. Foto: Ascom/Ubaitaba.

O Secretário Municipal de Saúde de Ubaitaba, José Carlos Lona confirma que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), será entregue à população até o final deste mês de janeiro.

A obra para a base do SAMU está sendo realizada com recursos próprios do município e a mesma fica localizada no fundo do hospital São Vicente de Paula. A Prefeitura Municipal informa que a obra de ampliação e criação de salas está sendo concluída para cumprir as normas da Vigilância Sanitária e Ministério da Saúde.

Para melhor atendimento no socorro às vítimas haverá uma equipe de nove profissionais que passaram por treinamento de 160 horas nas cidades de Itabuna e Ilhéus.

Servidores estaduais relatam dificuldade na realização das matrículas

Fila no Colégio CEEP Nelson Schaum. Foto: BG.

Em contato com a redação do BG, servidores da rede estadual de ensino reclamaram da dificuldade para realização de matrículas para o ano letivo de 2020.

A reclamação é geral e milhares de pessoas perderam a segunda-feira, 20, e não conseguiram fazer matrículas em toda a Bahia. Um deles afirmou que a versão do sistema de 2020 é pior do que a de 2019.

O sistema de matrículas ficou fora do ar durante muito tempo, ocasionando demora no atendimento, deixando muitos pais nervosos com a espera e sobrecarregando os servidores.

Quem optou por fazer a matrícula pela internet também não conseguiu.

Em algumas cidades, como Ilhéus, servidores informaram aos responsáveis pelos alunos que não há vagas para cursos profissionalizantes, enquanto a Governo do Estado afirma o contrário e orienta que sejam realizadas matrículas para qualquer tipo de curso, seja ele regular, médio ou profissionalizante.

Os pais aguardam em longas filas para que possam realizar as matrículas enquanto a secretaria estadual da área não se manifesta sobre uma solução.

Estudantes de Ilhéus participam de campeonato organizado pela Fórmula 1 

Alunos participarão de etapa em Salvador. foto enviada via WhatsApp.

Projetar um carro movido a gás carbônico, desenvolver um plano de negócio, estratégia de marketing e ações sociais. Esse é o desafio que a equipe Aslan, composta por 5 alunos da escola Sesi e orientada pelo professor de robótica Felipe Oliveira vai ter. Os alunos participarão do programa ‘F1 in Schools’ que desafia estudantes de 9 a 19 anos matriculados em escolas SESI a criarem empresas para competir em uma pista de corrida em miniatura.

O campeonato, que faz parte de um projeto internacional realizado pela própria Fórmula 1, reproduz desafios profissionais envolvidos em uma corrida de carros do início ao fim, desde a criação da escuderia até o enfrentamento nas pistas.

Não é só a velocidade que conta: é necessário utilizar diversos recursos tecnológicos para projetar, modelar e testar um protótipo de um carro de F1. Nessa preparação para o mundo profissional, os jovens competidores precisam pensar em marketing, patrocínio, plano de negócios e estratégias em mídias sociais. Além de desenvolver a escuderia para participar da primeira etapa estadual que será na capital, também está sendo desenvolvido um projeto social que conta com o apoio da população e de empresários da região.

A escuderia Aslan formada por alunos da escola SESI Adonias Filho estará participando da primeira etapa do campeonato ‘F1 in Schools’ nos dias 8 e 9 de fevereiro em Salvador. Até lá a equipe realizará algumas ações sociais como aulas de robótica em creches e doações de alimentos em abrigos.

Para que essas ações sociais possam ser realizadas de uma forma mais efetiva a equipe conta com o apoio de todos. Quem tiver interesse em apoiar a equipe com a doação de alimentos ou como patrocinador, pode conhecer mais sobre o projeto por meio do Intagram @eqpaslan.

Grupo desiste de construir resort em Una e Ilhéus; construção em área indígena foi a causa

Um dos empreendimentos do Grupo Vila Galé no Brasil. Foto: Reprodução.

O Grupo Vila Galé confirmou ontem (20), por meio do seu presidente, Jorge Rebelo de Almeida, que a empresa desistiu do projeto de construir um ‘resort’ entre as cidades de Una e Ilhéus. A decisão de criar uma unidade na Bahia foi anunciada publicamente em 11 de novembro de 2019.

Em outubro, políticos e ativistas das causas indígenas, protestaram contra a instalação do resort após divulgação de uma notícia no portal ‘The Intercept’, segundo a qual o projeto hoteleiro ocuparia uma reserva indígena.

Em tom de ironia, o presidente do Vila Galé confirmou a decisão dizendo que “Desistimos porque foram colocadas notícias a circular a dizer que estávamos a maltratar os indígenas. Um hotel não sobrevive a uma coisa destas. E, depois, temos tantas alternativas para fazer hotéis no Brasil…”.

A construção do resort ocuparia uma área com cerca de 470 quilômetros quadrados, e teria um investimento de cerca de 45 milhões de euros. A previsão era construir um ‘resort’ com 1.040 camas e gerar mais de 500 empregos diretos e 1.500 indiretos.

*Com informações do Jornal Bahia Online

Alagoinhas é uma das quatro cidades mais afetadas por erro na correção do Enem 2019

Ministro da Educação, Abraham Weintraub (à dir.) ao lado de Alexandre Lopes, presidente do Inep, — Foto: Reprodução/Twitter.

Fonte: G1 Bahia

O município de Alagoinhas, a cerca de 122 km de Salvador, é uma das quatro cidades mais afetadas por erro na correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. A informação foi divulgada pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes na noite da segunda-feira (20), nas redes sociais.

Segundo Alexandre Lopes, as cidades de Viçosa, Ituiutaba e Iturama, em Minas, e Alagoinhas, na Bahia, concentram 95% das situações de falha na correção do exame.

“Viçosa, Alagoinhas, Ituiutaba e Iturama, teve mais alguns casos espaços, mas 95% dos casos estão nessas quatro cidades. Nós pegamos todos os quase 4 milhões de participantes e corrigimos a prova deles com todos os gabaritos possíveis e calculamos todas as proficiências possíveis. Então olhamos todos os casos, todas as situações que poderiam ter modificações de notas”, contou o presidente do Inep.

No vídeo, o ministro da Educação, Abraham Weintraub afirmou que a falha de correção do Enem atingiu seis mil provas.

“Inconsistência de menos de seis mil pessoas concentradas em quatro cidades em Minas Gerais e na Bahia, principalmente no segundo dia. O problema, basicamente, foi na hora da impressão, em que a máquina pulou. Então, foi um problema com a impressão da prova. Não foi na hora de contabilizar. A pessoa, praticamente, tem uma nota inteira da segunda prova negativada. A nota fica muito baixa”, comentou ele, antes de pedir para Lopes confirmar as cidades onde os problemas foram identificados. (mais…)

Mega-Sena pode pagar R$ 32 milhões nesta terça

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O concurso 2.226 pode pagar um prêmio de R$ 32 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre nesta terça (21) em São Paulo (SP). A aposta mínima custa R$ 4,50. Devido à Mega Semana de Verão, que acontece sempre em janeiro, os sorteios serão realizados nesta semana nesta terça (21), quinta (23) e sábado (25).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Morre o cantor Nozinho

Nozinho ficou conhecido na região por interpretar as músicas do cantor Tim Maia.

 

Faleceu na tarde desta segunda-feira, 20, o cantor Nozinho. Ele sofria de diabetes e estava internado no Hospital Regional da Costa do Cacau desde a última segunda (12). Segundo informações de familiares, Nozinho sofria um quadro de infecção generalizada.

O músico teve atuação destacada no cenário artístico da região e ficou conhecido por ser um respeitado intérprete dos sucessos de Tim Maia.

Abaixo, um vídeo de 2014 em que Nozinho canta a música “Velho Camarada”, num dueto com o cantor Jorge Lago (falecido em 2007).

O velório acontecerá no SAF no bairro da Conquista a partir das 22h e o sepultamento ocorrerá na terça-feira, 21, às 10h.

Regina Duarte aceita convite para secretaria de Cultura de Bolsonaro, dizem interlocutores

Presidente Jair Bolsonaro e ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em reunião com Regina Duarte — Foto: Reprodução

A atriz Regina Duarte aceitou o convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro para a Secretaria de Cultura do governo federal. A decisão foi confirmada ao blog por membros da classe artística. Os dois se reuniram nesta segunda-feira (20), no Rio de Janeiro.

Após a reunião, o Palácio do Planalto confirmou que Regina irá a Brasília na quarta-feira (22) para conhecer a estrutura da Secretaria Especial de Cultura – mas não cravou que ela assumirá o cargo. O comunicado do Planalto diz:

“Após conversa produtiva com o presidente Jair Bolsonaro, Regina Duarte estará em Brasília na próxima quarta-feira, 22, para conhecer a Secretaria Especial de Cultura do governo federal. ‘Estamos noivando’, disse a artista após o encontro ocorrido nesta tarde no Rio de Janeiro.”
Pela manhã, Regina publicou em rede social que teria uma conversa “olho no olho” com o presidente da República. “Olha só , querido seguidor, que dia importante para ter sido chamada ao Rio para uma conversa ‘olho no olho’ do nosso Presidente da República”, dizia a postagem.

“De tudo quero tirar uma lição , um aprendizado . E vambora ! Com muito amor no coração”, concluiu a atriz.

A Globo afirmou que “a atriz Regina Duarte tem contrato vigente com a Globo e sabe que, se optar por assumir cargo público, deve pedir a suspensão de seu vínculo com a emissora como impõe a nossa política interna de conhecimento de todos os seus colaboradores”.

Fonte: G1

SineBahia Itabuna oferta 32 vagas de emprego nesta terça-feira (21)

Há uma vaga para auxiliar administrativo (PCD).

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nesta terça-feira, 21 de janeiro. A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

OPERADOR DE TELEMARKETING (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não exige experiência

05 VAGAS

INSPETOR DE DISCIPLINA (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não exige experiência

02 VAGAS

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Completo

Não exige experiência

01 VAGA

AUXILIAR DE LIMPEZA (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Médio Incompleto

Não exige experiência

01 VAGA

AUXILIAR DE COZINHA (PCD)

Vaga Exclusiva Para Pessoas Com Deficiência

Ensino Fundamental Incompleto

Não exige experiência

01 VAGA

AUXILIAR DE LIMPEZA

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

Disponibilidade para trabalhar a noite

01 VAGA

(mais…)

Começa hoje pagamento do Bolsa Família

Foto: Arquivo.

Fonte: Agência Brasil

Começa hoje (20) o pagamento de janeiro do Bolsa Família para os beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 1. O número vem impresso no cartão do programa. Quem tem cartão com final 2 pode sacar o benefício no segundo dia de pagamento, e assim por diante, até o dia 31.

Em fevereiro, os primeiros pagamentos serão feitos no dia 12 e seguem até 28. De acordo com o Ministério da Cidadania, serão repassados R$ 2,5 bilhões para mais de 13 milhões de famílias em todo o país. O valor médio do benefício é de R$ 191.

Criado em 2003 como programa de distribuição de renda, o Bolsa Família atende a famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 85 por pessoa, e de pobreza, com renda mensal entre R$ 85,01 e R$ 170.

No caso das famílias pobres, têm acesso ao benefício aquelas com gestantes, crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos. Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, em contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Para fazer parte do programa, o responsável pela família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou um posto de atendimento do Bolsa Família no município. É necessário levar documentos de identificação pessoal, como carteira de identidade ou carteira de motorista e certidão de nascimento de todas as pessoas que vivem na residência.

A semana em que 47 povos indígenas brasileiros se uniram por um manifesto anti-genocídio

O cacique Raoni, ao centro, entre líderes indígenas de 47 povos, que estiveram reunidos por quatro dias no Mato Grosso para relançar a “aliança dos povos da floresta”.Ricardo Moraes/ Reuters

Fonte: El País

Em um momento de pouco diálogo e muitas brigas no meio político internacional, 47 povos indígenas brasileiros se reuniram entre os dias 14 e 17 de janeiro para dar uma aula de diplomacia. O Encontro dos Povos Mebengokrê e Lideranças Indígenas do Brasil era um desejo que o cacique Raoni Metuktire nutria há três anos: um momento em que as diferentes lideranças de povos indígenas que vivem espalhados pelo território brasileiro estivessem finalmente juntos e que, em união, pudessem assinar um compromisso de defesa de seus direitos. Intitulado Manifesto do Piaraçu – das Lideranças Indígenas e Caciques do Brasil na Piaraçu, o documento de quatro páginas sintetiza as principais demandas de todos os signatários e o compromisso de esforço coletivo para construção de uma agenda política nacional e internacional em defesa da natureza.

A construção do texto final se assemelhou aos procedimentos diplomáticos para assinatura de acordos internacionais. Primeiro foram realizadas mesas de conversa por três dias. As grandes pautas abordadas foram os assassinatos de lideranças; os empreendimentos governamentais previstos para serem construídos sobre as Terras Indígenas; a atividade garimpeira e do mercado de mineração; a ação de madeireiros ilegais; a municipalização do sistema de saúde indígena, que ignora o tratamento especial dado atualmente a essas comunidades; e o desmonte da Funai.

O relatório original de trinta páginas foi então finalmente convertido por jovens indígenas formados em Direito em um documento enxuto, apresentado em português, por meio do qual eles denunciavam o “projeto político do Governo brasileiro de genocídio, etnocídio e ecocídio”. “As ameaças e as falas de ódio do atual governo estão promovendo a violência contra os povos indígenas, os assassinatos de nossas lideranças e a invasão de nossas terras”, afirma o relatório. “O atual presidente da República está ameaçando os nossos direitos, a nossa saúde e o nosso território. (…) O governo atual está nos atacando, querendo tirar a terra de nossas mãos.”

Sob a cobertura de palha da Casa dos Homens, espaço que usado como plenária ao longo do encontro, Raoni estava cercado de outros caciques Kayapó enquanto os jovens liam a primeira proposta do texto. Os anciões pediram que os 47 povos pudessem se organizar em delegações ―pequenos grupos que se reuniram em rodas pela aldeia―, formados pelos anciões de cada povo e um jovem que pudesse traduzir o documento do português para a língua nativa de cada um. Após cada delegação ouvir a tradução em seu idioma, as lideranças fizeram uma lista de propostas de emenda ao documento. (mais…)

Após erro na correção do Enem 2019, participantes temem perder vagas nas universidades federais

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil.

Foto: G1

A apreensão dos candidatos a uma vaga no ensino superior aumentou desde que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, reconheceu no sábado (18) que houve “inconsistências” na correção dos gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Segundo Weintraub, a falha ocorreu na transmissão das informações – quem fez prova de uma cor teve o gabarito corrigido como se fosse outra cor.

O desempenho no Enem é critério para concorrer no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece 237 mil vagas em universidades federais em todo o país. O período de inscrições foi mantido: vai de terça-feira (21) a sexta-feira (24).

Virgínia Medina, 20 anos, tenta pela quarta vez entrar em medicina – o primeiro ano foi como “treineira”. Ela procurou o Inep e, até a manhã de domingo quando conversou com o G1, não sabia se as suas notas estavam sendo revisadas.

“Meu medo é o erro não ser corrigido e eu ser prejudicada no Sisu. Foi um ano inteiro de investimento. Eu morei em outra cidade para fazer cursinho, paguei as aulas, estudei bastante e agora comecei a me preocupar, porque aquela nota não condiz com a minha preparação” – Virgínia Medina, 20 anos, que fez prova em Viçosa (MG).

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, 3,9 milhões de pessoas fizeram as provas em 3 e 10 de novembro. A princípio o erro havia atingido apenas a correção de gabaritos do 2º dia, quando houve provas de ciências da natureza e matemática. Neste domingo (19), o Inep afirmou que a revisão será feita nos dois dias do exame.

Até a manhã de sábado, o MEC e o Inep não sabiam informar quantas pessoas poderiam ter sido atingidas, mas admitiram o erro em ao menos quatro provas de Viçosa (MG) – justamente a cidade em que Virgínia fez o exame. O governo não descartou que as falhas podem ter ocorrido em outros estados e afirmou que investiga o caso. (mais…)

Concurso da PM registra abstenção de 20,67%

Concurso da PMBA, domingo (19).

As provas do concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar registraram índice de abstenção de 20,67% ontem (19).

De acordo com a Secretaria de Administração do Estado (Saeb), 89 mil candidatos realizaram as provas objetivas e discursiva do certame.

As provas correspondem a primeira e segunda etapas do concurso e ocorreram em 183 locais, distribuídos entre as cidades de Salvador e mais seis cidades baianas.

Com início às 9h15, a avaliação teve cinco horas de duração e contou com 80 questões, entre gerais e específicas, além de uma redação.

O concurso teve, no total, 112,3 mil inscritos, sendo que 89,1 mil compareceram para realizar as provas. Outros 23 mil não se apresentaram nos locais de prova.

Os candidatos podem acompanhar o andamento das demais fases do concurso através do site institucional do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, empresa responsável pela organização do concurso.

Fonte: Metro1

Valério Bomfim: “governo Marão gasta R$ 94 mil em horas extras para 30 servidores”

Sindicalista afirma que os agentes de trânsito não têm água para beber.

De acordo com Valério Bomfim, agente de trânsito e sindicalista, a gestão da Sutram tem agido com irresponsabilidade e incompetência ao deixar os funcionários, que cumprem plantões de 12 horas, sem água para beber.

“De quem é a responsabilidade pela compra e abastecimento? Será que os chefes da Sutram, que ganham um salário médio de R$ 4.000,00 estão sem água de beber? Observe que eles, os chefes trabalham no ar condicionado, enquanto nós, expostos ao sol”, desabafou Valério.

Ele afirma que dinheiro não é o problema na Sutram, já que são gastos mensalmente R$ 94.000,00 em horas extras para 30 pessoas. O servidor questiona o prefeito Marão e afirma que há mais de R$ 400 mil na conta bancária do órgão, fato que não justifica o tratamento recebido pelos agentes.

Valério afirma que há perseguição política na Sutram e que a atual gestão municipal não tem capacidade para permanecer na prefeitura. “Se for pelo trabalho da Sutram e pelo tratamento dado aos seus agentes, pode arrumar a mala, ou troque as chefias, pois todos estão fazendo campanha contra a sua reeleição” disparou Bomfim contra Marão.

O servidor disse que vai protocolar denúncia na justiça na segunda-feira, 20, para ver se alguma providência será tomada.

Houve ‘inconsistências’ na correção da segunda prova do Enem 2019, diz ministro da Educação

Ministro da Educação, Abraham Weintraub (à dir.), afirma que houve ‘inconsistências’ na correção do Enem 2019; pronunciamento foi feito ao lado de Alexandre Lopes, presidente do Inep, — Foto: Reprodução/Twitter.

Fonte: G1

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou na manhã deste sábado (18) que foram encontradas “inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado”, referindo-se ao Exame Nacional do Ensino Médio, de 2019.

Segundo Weintraub, o erro atingiu “alguma coisa como 0,1%” dos candidatos que prestaram o exame.

“Nós encontramos inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado. Um grupo muito pequeno de pessoas teve o gabarito trocado quando foram fechados os envelopes. Uma inconsistência fácil de ser consertada. Estamos falando de alguma coisa como 0,1% das pessoas que fizeram, dos milhões [que prestaram a prova]” – Abraham Weintraub, ministro da Educação

O ministro afirmou que o erro está sendo corrigido. De acordo com o Inep, 3.935.237 pessoas fizeram o Enem 2019 em 3 e 10 de novembro – 72,81% dos 5.095.388 inscritos.

“Apesar de estatisticamente [os participantes afetados] não serem significativos, individualmente não pode haver injustiça como essa. A gente está corrigindo e até segunda-feira será resolvido”, afirmou.

(mais…)