Marão perde a noção do ridículo e desrespeita luto oficial

Apesar das 141 pessoas falecidas por Covid-19, o prefeito dança. Imagem extraída de vídeo.

O atento repórter Thiago Dias, do site Ilhéus Comércio, lembrou que Ilhéus esteve em luto oficial da sexta-feira (31) até ontem (domingo, 2). O decreto do prefeito Mário Alexandre foi publicado na última quinta-feira devido à morte do radialista e ex-vereador Néo Bastos.

Ilhéus, segundo o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, contabiliza tristemente 141 mortos e 442 casos ativos de Covid-19. Sendo assim, não há qualquer justificativa para o prefeito Mário Alexandre aparecer dançando com seu ajudante de ordens, Bohaninha (pré-candidato a vereador).

Marão, que testou positivo para a Covid-19, dança de maneira ridícula num vídeo que circula pelas redes sociais, gravado no domingo (2).

Veja a falta de seriedade no período de pandemia.

Ilhéus: Covid-19 mata motorista de ambulância

Batatinha: mais uma vítima da Covid-19 em Ilhéus.

Um motorista de ambulância da Secretaria de Saúde de Ilhéus, que ajudou a salvar muitas vidas em sua atividade profissional, faleceu devido as complicações respiratórias da Covid-19.

O servidor municipal Antonio Eduardo Rocha, apelidado como “Batatinha”, faleceu na manhã desta segunda-feira (3).

A morte do servidor repercute bastante nas redes sociais, uma vez que era uma pessoa muito querida pelos colegas. Ele estava lotado no SESP.

Néo Bastos era um homem de alma leve, da paz, e o seu descanso eterno poderia ter esperado

Manuel Félix Kruschewsky Bastos (Néo Bastos). 25/06/1959 – 30/07/2020.

Por Emilio Gusmão.

Quando uma pessoa amiga falece, normalmente potencializamos suas virtudes e olvidamos seus defeitos. Já que “a memória é uma ilha de edição”, como escreveu o poeta Wally Salomão, é bom que seja assim. Dorival Caymmi dizia que viveu muito por ter privilegiado só as boas lembranças.

Eu não fui amigo íntimo de Néo Bastos e só conheci suas virtudes. Posso afirmar que ele era um homem de alma leve, cordial e de excelente conversa. Era aquela pessoa que possibilita plena satisfação nos bate-papos fortuitos sobre assuntos diversos, com ênfase no futebol.

Seu jeito calmo, voz macia e o vocabulário correto e simples remetem a um estado de ser típico de nossa cidade. A tranquilidade marca Ilhéus, e Néo era uma figura humana que representava muito bem esse espírito, essa maneira de viver. Bater um papo com Néo propiciava um bem-estar parecido com os efeitos de uma caminhada contemplativa numa de nossas praias. Néo era um homem de paz.

Percebo que a Covid-19 tem levado, preferencialmente, pessoas admiráveis. Néo Bastos não merecia morrer dessa forma. Vai me fazer muita falta nas conversas não programadas na fila do Banco do Brasil, em frente ao Cine Santa Clara e nas ruas estreitas do Centro da Cidade.

A paz sempre esteve contigo, Néo, por isso, penso que o seu descanso eterno veio cedo. É uma pena.

Não irei ao seu velório, pois a conversa, mesma rápida, não poderá acontecer. Porém, assim que o tempo abrir farei uma caminhada na praia.

Vila Nazaré, o bairro mais carente de Ilhéus, já tem um caso de Covid-19; não há registro em quatro localidades do interior

A Vila Nazaré aparece na parte de baixo desta imagem. Foto: José Nazal.

O bairro Vila Nazaré, o menor e mais carente de Ilhéus, já tem um caso registrado de Covid-19. A informação é do vice-prefeito, José Nazal, que acompanha diariamente a tabulação dos dados.

A “vila do sofrimento”, que pena com alagamentos em tempos chuvosos e onde no passado muitas pessoas morreram atropeladas quando tentaram atravessar a BR-415, é uma localidade com 125 residências e 500 habitantes pouco lembrada pelo poder público. Até no Google é difícil encontrar imagens do lugar.

O cotidiano de Vila Nazaré inspirou o dramaturgo Romualdo Lisboa a escrever o espetáculo “Nazareno contra o dragão da Maldade”, em 2010. A peça recebeu muitos elogios do público e da crítica e notabilizou o bairro como espaço de agonia social.

Em Ilhéus, o bairro com maior número de casos registrados é a Conquista (441), seguido do Malhado (308), Teotônio Vilela (290) e Avenida Esperança (208).

Das localidades do interior do município, Japu, Banco Central, Inema e Pimenteira são as únicas em que não há registro de casos.

Vale a pena lembrar que Ilhéus se notabiliza pela subnotificação acima da média, ou seja, a forma de atuação da Secretaria Municipal de Saúde é carregada de falhas e não merece confiança.

Veja a situação do seu bairro no mapa abaixo, elaborado por José Nazal.

Jabes Ribeiro responde a Rosemberg Pinto: rejeição de Mário ganha de todos e o PP segue firme com a candidatura de Cacá

Jabes Ribeiro e Rosemberg Pinto.

O ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP), respondeu ao deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) sobre o quadro pré-eleitoral da cidade.  No último sábado, 25, o parlamentar sugeriu que se o PP não lançar candidato à sucessão de Mário Alexandre, poderá ocorrer deslocamento de progressistas para a candidatura de Valderico Junior (DEM), nome contrário ao governador Rui Costa.

Provocado pelo BG, Jabes disse que: “As declarações do deputado Rosemberg são próprias da sua função de líder do governo na Assembleia [Legislativa]. No entanto, a realidade é outra. A construção de alianças resulta de interesses comuns e trabalhados ao longo do tempo. Não percebo esse interesse de nenhuma das partes envolvidas, seja no campo municipal ou estadual. Na democracia, atitudes impositivas tendem a dar errado. O [partido] Progressista segue firme com a candidatura do companheiro Cacá”.

Sobre a análise de Rosemberg, relacionada ao desempenho “não tão bom” de Valderico Junior até o momento, o ex-prefeito disse que Mário, Cacá e o nome do DEM apresentam situação quase igual. “O detalhe é a rejeição de Mário que ganha de todos. Ainda é cedo para qualquer análise mais segura”, ponderou Jabes.

Exclusivo. Juiz determina o bloqueio dos bens de Geraldo Magela; secretário de saúde é acusado de aplicar “golpe” numa idosa de 73 anos

Dona Clarice (a vítima) e o acusado Geraldo Magela.

 

O magistrado Júlio Gonçalves da Silva Júnior, da 4ª Vara Cível de Ilhéus, determinou por meio de liminar, o bloqueio das contas bancárias e dos bens do secretário de saúde de Ilhéus.

Geraldo Magela é acusado de ter aplicado um “golpe” em Clarice de Cunto, uma idosa de 73 anos que lhe vendeu uma casa em Olivença, onde ele reside atualmente. O caso foi publicado com exclusividade pelo BG no dia 27 de maio deste ano (clique para relembrar).

Julio Gonçalves também determinou a busca por carros que estejam em nome de Magela, esposa e duas filhas, bem como, mandou inalienar (impedir venda e transferência) de um apartamento localizado no bairro Zildolância, em Itabuna, que pertence à mulher do secretário.

A casa que pertenceu a Dona Clarice, hoje habitada por Geraldo Magela, localizada na rua Marechal Castelo Branco (conhecida como rua do meio), em Olivença. Foto: Blog do Gusmão.

O juiz também determinou que a Defensoria Pública do Estado da Bahia faça a defesa do agente público que comanda o SUS em Ilhéus. Os oficiais de justiça nunca conseguiram intimar Geraldo Magela, e por esta razão, foi intimado via edital público. Mesmo assim, ele nunca se defendeu no processo, apesar de ter conhecimento que uma de suas filhas esteve presente na audiência de conciliação.

No deferimento da liminar, o magistrado ressalta que Dona Clarice de Cunto é “hipervulnerável”  e está com a saúde física e psicológica ameaçada devido ao acontecimento que a prejudicou.

Às 14h01min., o BG enviou mensagens via Whatsaap para a Secretaria Municipal de Comunicação com objetivo de ouvir Geraldo Magela. Não recebemos resposta.

O secretário não costuma atender nossas ligações e nos bloqueou no Whatsaap após a publicação da primeira reportagem sobre o fato.

Leia o conteúdo da liminar publicada no dia 14 de julho.

(mais…)

Covid-19: informativo da UESC questiona número de casos não definidos de Ilhéus

Marão e a realidade “ignorada”.

O Informativo Epidemiológico da UESC publicado ontem (quarta-feira, 22) coloca em dúvida a tabulação de dados realizada pela Secretaria de Saúde de Ilhéus. Os especialistas da universidade ressaltaram o alto índice de casos não definidos (23,8%) “por ausência ou por inconsistência das informações registradas”. Este índice específico, que equivale a 2579 casos, é maior do que o número de casos positivados (2174). O fato requer atenção, recomendam os professores.

O número de casos não definidos de Itabuna é bem menor (852) e o índice não atinge dois dígitos (7,6%).

O BG ouviu outro especialista, que não é da UESC e prefere não ser identificado. Segundo o profissional:  “essa afirmativa infere uma baixa qualidade no registro das informações. Isso pode se dar devido ao preenchimento inadequado do instrumento de notificação. Caberia à vigilância (ou a quem está responsável pela investigação desses casos) a busca das informações necessárias ao fechamento”.

O especialista comentou outros dados que reforçam a inconsistência na tabulação e fez algumas perguntas: “dos registros da base de dados, 160 (18%) de Ilhéus e 128 (10%) de Itabuna não puderam ser analisados por ausência ou por inconsistência das informações registradas. Isso prova que a qualidade do preenchimento das fichas de notificação é muito ruim. Falta capacitação para os profissionais que estão notificando os casos? Não está sendo dada a devida importância para o preenchimento desse instrumento? A equipe que foi designada para alimentar o sistema de informação não está buscando essas informações por meio da procura desses pacientes?”.

Opinião do BG.

A possibilidade de Ilhéus se consolidar como o epicentro da Covid-19 no interior da Bahia ou no sul do estado, com certeza vai atrapalhar o projeto de reeleição do prefeito Mário Alexandre. Esse título vexatório, caso aconteça, seria utilizado com muita ênfase pelos adversários que já perceberam a alta desaprovação do prefeito e do seu governo. Fontes do Centro Administrativo da Conquista afirmam que os erros não são corrigidos de propósito, pois integram parte da pré-campanha.

Contudo, o governo não consegue esconder o número de mortos (115) que supera o da vizinha Itabuna (99), com índices maiores nos demais dados. Esta triste constatação prova a preferência pelo verbo “subnotificar”.

Ilhéus: TCM encontra superfaturamento em contrato do lixo e irregularidades em obras; prefeito Mario Alexandre terá que devolver R$ 1.6 milhão

TCM flagrou o governo Marão em contratos mais do que duvidosos.

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios julgaram procedente as conclusões de uma auditoria realizada por técnicos do TCM na Prefeitura de Ilhéus, que apontou irregularidades em processos licitatórios relacionados a obras e serviços de engenharia, bem como, a ocorrência de superfaturamento em despesas com limpeza pública, no exercício de 2017.

A decisão ocorreu na sessão desta terça-feira (21), realizada por meio eletrônico. O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, relator do processo, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito Mário Alexandre , para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa, diante da gravidade dos fatos identificados na auditoria.

Foi determinando ao gestor o ressarcimento aos cofres municipais, com recursos pessoais, de R$1.656 milhão – valor apurado do sobrepreço no processo licitatório (concorrência pública nº 01/2013) que teve por objeto a prestação de serviços de “coleta e transporte de resíduos sólidos urbanos, domiciliares e comerciais, utilizando caminhões compactadores e respectiva guarnição”. Os conselheiros do TCM ainda multaram o prefeito em R$50 mil. (mais…)

Secretaria de saúde de Ilhéus evita diagnósticos clínicos de Covid-19

A Secretaria de Saúde de Ilhéus não tem considerado os casos em que os diagnósticos de Covid-19 foram realizados clinicamente, ou seja, sem a realização de exames ou testes.

Esse tipo de procedimento acontece quando os moradores de uma casa passam a apresentar os sintomas da doença, depois de uma pessoa do mesmo lar ter sido diagnosticada por meio de exame. Nestes casos, diante dos sintomas característicos da Covid-19, os médicos podem diagnosticar os pacientes que os sentem, mesmo sem a realização dos testes, uma vez que mantiveram contato com pessoas reconhecidamente infectadas.

O Informativo Epidemiológico Microrregião Ilhéus-Itabuna, publicado pela UESC na última quinta-feira (16), informa que até o dia 15 de julho, em Ilhéus apenas 9 pessoas foram registradas com a doença por meio do diagnóstico “clínico epidemiológico”. Em Itabuna, 42 pacientes foram registrados após o mesmo procedimento.

Com essa prática, a secretaria comandada pelo controverso Geraldo Magela ignora uma regra comum da medicina: “a clínica é soberana”.

Ilhéus e Itabuna têm o mesmo número de mortos por Covid-19; coincidência mostra que Ilhéus tem subnotificação acentuada, afirma especialista

Itabuna e Ilhéus.

O Boletim Epidemiológico da SESAB deste sábado (16) revela que Ilhéus e Itabuna acumulam o mesmo número de mortos por Covid-19. Cada cidade tem 126 pessoas falecidas devido às complicações geradas pelo vírus Sars-Cov-2.

O número igual de vítimas fatais mostra que há subnotificação acentuada de casos em Ilhéus, afirma um especialista ouvido pelo BG. Segundo o Boletim, Itabuna soma 3.938 casos registrados, enquanto Ilhéus tem 2135.

Já que o número de mortes é igual, a diferença no número de casos registrados não deveria ser tão representativa, diz o especialista que pediu para não ser identificado.

Dados do Informativo Epidemiológico Microrregião Ilhéus-Itabuna, publicado pela UESC na última quinta-feira (16), corroboram a subnotificação, uma vez que mostram uma diferença grande entre os números de casos ativos das duas cidades.  Até o dia 15 de julho, Itabuna tinha 1113 casos ativos e Ilhéus 625.

Bahia tem mais oito municípios com transporte suspenso; total chega a 380

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, em Baianópolis. Foto: diocesedebarreiras.org.br .

Baianópolis, Baixa Grande, Barra do Mendes, Brejões, Ibititá, Mundo Novo, Planaltino e Serra Dourada terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de domingo (19). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (18).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 31 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Boquira, Caém, Caraíbas e Malhada de Pedras, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

(mais…)

Bahia registra 2.284 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Segundo informações da secretaria estadual de saúde, na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.284 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +2,0%), 45 óbitos (+1,7%) e 3.827 curados (+4,2%). Dos 118.657 casos confirmados desde o início da pandemia, 94.923 já são considerados curados, 20.996 encontram-se ativos e 2.738 tiveram óbito confirmado de Covid-19.​

Faculdade de Ilhéus oferece linha de crédito sem fiador e sem consulta ao SPC

Faculdade de Ilhéus. Foto: Pedro Augusto.

A Faculdade de Ilhéus acaba de lançar mais uma modalidade de crédito educacional para quem deseja ingressar em um curso superior. Através do Mais Acesso, o cidadão ou cidadã poderá obter o financiamento até 50 ou 40 por cento do curso, sem a necessidade de fiador e sem consulta ao SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), e realizar a graduação profissional.

Ao longo de sua existência, a instituição tem adotado uma série de medidas para facilitar o acesso dos interessados ao curso superior. Nesse sentido, lançou também o novo Vestibular On-Line 2020.2, cujas inscrições estão abertas e são gratuitas. Através do site, a pessoa pode efetuar a inscrição e, por meio de uma plataforma digital, realizar imediatamente a prova do vestibular ou prestá-la no momento mais adequado, sem sair de casa.

A Faculdade completa, em outubro, 18 anos de atuação no município de Ilhéus, mas com abrangência regional, tendo em vista acolher estudantes de outras cidades circunvizinhas. O Vestibular On-Line disponibiliza vagas para os cursos de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Nutrição, Odontologia e Psicologia.

Mais Acesso – A nova forma de financiamento, sem fiador e sem consulta ao SPC, tem como objetivo desburocratizar ainda mais a realização do curso superior em uma instituição com credibilidade na área de produção do conhecimento. Os interessados podem obter informações mais detalhadas pelo telefone (73)2101-1700.

Além do crédito educacional Mais Acesso, a Faculdade possui um sistema próprio de financiamento, o Cred-IES–Cesupi, que oferece crédito para subsidiar até 70 por cento da mensalidade, do início ao fim do curso. Após a conclusão da graduação, o estudante negocia diretamente a quitação do financiamento.

A Faculdade também incentiva a realização do curso de graduação profissional com o financiamento até 100 por cento do curso através do FIES, programa de crédito estudantil do Governo Federal.

O estudante que deseja fazer sua graduação na Faculdade de Ilhéus também tem como opção o aproveitamento obtido na prova do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio. Caso o interessado já possua graduação, o acesso a qualquer curso oferecido na instituição dispensa o exame de vestibular.