Guarda municipal afastado por Marão teve crise de choro e disse: “esse trabalho é a minha vida”

Guardas municipais tentam consolar Pinheiro (de camisa clara e bermuda) em sua casa.

O decreto do prefeito Mário Alexandre que afastou 268 servidores municipais não estáveis submeteu o guarda municipal Antonio dos Santos Pinheiro a uma intensa crise de choro, no dia 07 de janeiro, data que a medida veio à tona.

Com 34 anos de serviços prestados a Ilhéus, Pinheiro tem uma filha adolescente com necessidades especiais. Os cuidados com a jovem exigem viagens a São Paulo, a cada seis meses, para tratamento.

Ao saber da decisão do prefeito, Antonio caiu num pranto incontrolável. Vários guardas municipais foram até sua casa para tentar tranquilizá-lo.

Pinheiro disse aos colegas de profissão que ser impedido de vestir a farda azul da Guarda Municipal é o sintoma mais doloroso do seu drama. “Esse trabalho é a minha vida. Não sei se vou suportar o golpe”.

A filha de Pinheiro viajou nesta segunda-feira, 14, para São Paulo a fim de cumprir mais uma etapa do tratamento.

Comentário do editor.

Nos 16 meses que trabalhei na Superintendência Municipal de Meio Ambiente, o guarda municipal Pinheiro foi o mais atencioso, educado e alegre. Nunca criou dificuldades para cumprir o serviço e sempre agiu de maneira exemplar.

Faço questão de escrever os últimos parágrafos desse texto, na primeira pessoa, para que fique registrada a minha solidariedade a um valioso e correto servidor público. Lamento que Pinheiro esteja passando por esse drama.

Sinebahia Itabuna oferece 8 vagas nessa terça-feira

Há uma vaga para auxiliar de fibra ótica.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nessa terça-feira, 15.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

ESCRITURÁRIO / CONTROLADOR DE ESTOQUE

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na função

Possuir CNH ‘B’

1 VAGA 

VENDEDOR PRACISTA

Ensino Médio Incompleto

Experiência mínima de 6 meses com vendas externas

Possuir CNH ‘D’

1 VAGA 

MÉDICO CLÍNICO GERAL

Ensino Superior Completo em Medicina

Experiência mínima de 6 meses na função

1 VAGA

(mais…)

Preso avô acusado de estuprar duas netas

Valdívio Pereira Freire, preso em Jucuruçu. Foto: Ascom/Polícia Civil.

A Policia Civil de Itamaraju cumpriu mandado de prisão provisória de Valdívio Pereira Freire, o “Del”, de 52 anos, na última sexta-feira, 11, no município de Jucuruçu, extremo sul da Bahia. Ele é acusado de estuprar duas netas, de onde e sete anos, naquela cidade.

Segundo a delegada Waldiza Rocha, a denúncia foi feita por familiares das duas crianças, em setembro do ano passado. “Acompanhadas da família, as vítimas relataram que sofreram os abusos por diversas vezes e não contaram aos pais, na época, porque eram ameaçadas de morte pelo autor”, explica. Valdívio está preso à disposição da Justiça.

Marão “maquiou” cumprimento de sentença, denunciam sindicatos

 

Lista de afastados deixou de fora supostos protegidos. Foto: Pimenta.

Contratados supostamente protegidos por Marão na SDS ganham quase 3 milhões de reais.

Além de estarem indignados com a edição do decreto nº 128/2018, baixado pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, que afastou de seus empregos centenas de servidores admitidos antes de outubro de 1988, as lideranças sindicais da categoria denunciam que o chefe do executivo omitiu a extinção de 111 contratos temporários do processo seletivo do edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), como determinou a sentença do juiz da Vara da Fazenda Pública, Alex Venicius. Esses permanecem nas suas funções, trabalhando normalmente, não foram exonerados e receberam, inclusive, os salários de dezembro, diferentemente dos atingidos que foram retirados de folha.

Para o presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira, esse fato demonstra o caráter político da medida do prefeito. “Ele está perseguindo os servidores de 83 a 88, ferindo a dignidade de todos nós. O prefeito assinou um decreto com o interesse de mostrar o valor do salário de alguns companheiros, enquanto omitiu nomes e o valor do salário dos que foram contratados por seleção para a SDS. Além de fazer isso na calada da noite, rompendo o acordo com os sindicatos, a medida mostra claramente o tratamento desigual com a categoria”, acrescenta Nogueira.

Na opinião do presidente do Sindiguarda, Pedro Oliveira, o Decreto nº 128 precisa ser anulado, porque não corresponde à verdade nem atende ao que quer a sentença equivocada do juiz. Ele explica que na relação dos demitidos existem servidores que já se aposentaram e aderiram ao PDV – Programa de Desligamento Voluntário -, proposto pelo próprio prefeito e aprovado pela Câmara de Vereadores. Além disso, muitos servidores sustentam que o valor de diversos salários estão errados, porque foram acrescidos o 13º salário, em alguns casos, e 1/3 de férias em outros. “Isso que o prefeito Mário Alexandre está fazendo é muito desumano”, enfatiza Pedro Oliveira.

Por sua vez, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município, Joaques Silva, afirma que a estratégia do governo municipal de expor os servidores demitidos, destacando apenas os altos salários, generalizando com os que recebem baixos salários, apesar de três décadas do serviço público pode gerar ações judiciais por danos morais. “Ele esquece que foi vice-prefeito e está como prefeito, há dois anos, e sempre soube dessa realidade. Poderia ter auditado os salários para ver se há ilegalidades”, pondera o sindicalista.

O levantamento feito pelos sindicatos descobriu que foram mantidos nos cargos técnicos e assistentes sociais, cuidadores, coordenadores, psicopedagogos, advogados, auxiliar de serviços gerais, psicólogos, dentre outras funções. Segundo a sindicalista Enilda Mendonça, a permanência destes servidores na SDS representa um custo anual de R$ 2.941.040,41.

CIPPA apreende equipamentos de som no Vilela e no Alto do Coqueiro

Equipamentos sonoros apreendidos no Teotônio Vilela e no Alto do Coqueiro. Foto: CIPPA/Porto Seguro.

A Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA/Porto Seguro) apreendeu um carro tirando o sossego dos moradores do bairro Teotônio Vilela, na sexta-feira, 11, por volta das 23h20min.

Uma guarnição do 2° Pelotão de Ilhéus flagrou Danis Fontes Freire com seu veículo fazendo uso de aparelhagem sonora com volume acima do permitido. Aferição realizada com decibelímetro constatou 90,8 dB de pressão sonora.

No sábado, 12, por volta das 22h50min.,um fato parecido aconteceu no Alto do Coqueiro. Segundo a PM, Adria Ellen Santos Demétrio estava dentro da própria residência com som alto, atrapalhando o descanso das pessoas. A CIPPA mediu 95,6 dB de pressão sonora e apreendeu a aparelhagem.

Danis e Adria vão responder no poder judiciário por crime de poluição sonora.

Nazal afirma que Marão escolheu secretários sem compromisso com Ilhéus

Marão sumiu de Olivença, afirma Nazal. Foto: Clodoaldo Ribeiro.

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal (Rede), fez críticas ao prefeito Mário Alexandre, na tarde da última sexta-feira, 11, na cerimônia de abertura da Puxada do Mastro de São Sebastião, em Olivença.

Estavam presentes: o secretário municipal de turismo Alcides kruschewsky; o major Pinheiro (comandante da 69ª PM); Ariovaldo “Camisa” (presidente da Associação dos Machadeiros de Olivença) e os caciques tupinambás Nane e José Raimundo, além de várias pessoas que assistiram a solenidade.

Quando a palavra foi concedida ao cacique José Raimundo, o prefeito Mário Alexandre, que estava ausente, foi questionado por ter prometido em 2018 promover uma festa mais estruturada e bonita, capaz de trazer de volta as características mais tradicionais  da Puxada do Mastro.

Na festa desse ano, sequer um carro de som para a execução do hino nacional foi enviado pela prefeitura. O equipamento utilizado pelos machadeiros foi emprestado.

Insatisfeito, José Raimundo pediu que José Nazal levasse as reclamações dos indígenas e dos machadeiros ao prefeito.

No seu momento de fala, Nazal externou alegria por estar na festa, lembrou de suas raízes em Olivença (terra de alguns familiares e que morou na infância) e elogiou os secretários Alcides kruschewsky e Pawlo Cidade (cultura) por terem organizado a festa apenas com apoio de empresários.

Ao se manifestar sobre a postura do prefeito, lembrou que na campanha de 2016 a dupla Marão e Nazal prometeu fazer visitas periódicas em Olivença, atender na medida do possível as reivindicações da comunidade e, sobretudo, apoiar e manter a tradição secular da Puxada do Mastro. “Na campanha dissemos aqui que as decisões seriam tomadas em conjunto. Esse foi o compromisso que Mário fez comigo”.

Segundo Nazal, ao assumir o governo Mário escolheu alguns secretários que não têm compromisso com Ilhéus. “Essas pessoas é que estão decidindo tudo. Eu não posso fazer nada, pois vice não manda e não governa. Eu não tenho qualquer influência. Já disse a Mário que nos primeiros anos busquei fazer críticas dentro do governo. De agora em diante vou expor, reclamar e apontar os erros publicamente”, advertiu o vice.

José Nazal disse que o sumiço do prefeito “ficou feio” e que estará sempre disposto a dialogar com a população, olhando-a de frente e com sinceridade.

Por volta das 13h55min., deste domingo, 13, tentamos falar com o prefeito Mário Alexandre via celular e por meio de mensagens no Whatsaap. Não conseguimos ouvi-lo.

Dos medos, o pior. Um breve ensaio

Por Mohammad Jamal.

No livro, Virginia acorda de mau humor, sentindo-se triste e “indócil como um lobo” (p. 2); a irmã, Vanessa, faz de tudo para alegrá-la, sem sucesso, até que tem uma ideia: dar vida ao desejo de Virginia de ter um lugar perfeito para onde voar quando tudo parece ruim e sombrio. Entra em cena, assim, o poder da arte e o da imaginação criativa, capazes de amenizar a tristeza e ajudar no enfrentamento dos humores e sentimentos mais difíceis. A história de Kyo Maclear possui diferentes camadas de significado, que podem ser lidas de modo independente, mas que se complementam, contribuindo para a compreensão geral, sobre tudo do medo atávico.

Falar sobre medo é algo muito complexo e paradoxal, tendo em vista as singularidades do ser humano e as infinidades de fatores psicológicos capazes de desencadeá-lo. Medo de dirigir, medo de morrer, medo de baratas, medo de assombração, medo de envelhecer, medo de não se reeleger ou de ser investigado pela PF, medo da opinião pública, da imprensa, etc. São tantos que elencá-los seria impossível.

Além do sofrimento psíquico vivenciado pelo indivíduo fóbico, junto com o medo e a fobia, vem o sofrimento físico, as reações orgânicas e fisiológicas alteradas por conta de um estado de forte emoção e angústia. Gastrites, diarreias, alopecia, perda da libido, distúrbios do humor, alterações oníricas, pesadelos vívidos…

“O medo não é uma emoção patológica, mas algo universal dos animais superiores e do homem. O medo é um estado de progressiva insegurança e angústia, de impotência e invalidez crescentes, ante a impressão iminente de que sucederá algo que queríamos evitar e que progressivamente nos consideramos menos capazes de fazer.”. (DALGALARRONDO, 2006, p. 109)

Boi da cara preta, um acalanto; canção e letra ingênuas, sobre uma melodia muito simples, com que as mães ninavam seus filhos, já foi uma das formas mais rudimentares do canto que induz a gênese do medo na infância, não raro com uma letra onomatopaica, de forma a favorecer a necessária monotonia, que leva a criança a adormecer. Essa formula muito primitiva, existe em toda a parte e existiu em todos os tempos, sempre cheia de ternura, povoada às vezes de espectros de terror fantasioso, sentimento que as nossas crianças devem afugentar dormindo. A mente de quem cede a esse medo fantasioso e alegórico certamente crescerá tendo o medo como uma referencia no mínimo limitante; uma barreira escura onde se esconde o incógnito desconhecido que faz suar suas as mãos, a boca fica seca e coração taquicardíaco. Isso é medo; não se confunde com fobias.

(mais…)

Equipamento explode e fere funcionária no Hospital São José

Hospital São José. Foto: Alfredo Filho.

Um equipamento chamado autoclave, que serve para esterilização de materiais hospitalares, explodiu por volta das 18h30 desta sexta-feira, 11, dentro do centro cirúrgico do Hospital São José, em Ilhéus.

Devido à explosão, uma funcionária chamada Brígida, instrumentadora cirúrgica, foi arremessada contra a parede e teve a cabeça machucada. Ela foi levada ao pronto-socorro e o seu estado de saúde é estável, sem queimaduras.

Tentamos manter contato com a assessoria do Hospital em busca de mais informações. Não conseguimos resposta.

Sinebahia Ilhéus oferece 17 vagas de emprego

Sine disponibiliza uma vaga para piscineiro.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis na próxima segunda-feira, 14, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9. 

ADMINISTRADOR / ESTAGIÁRIO

Ensino Superior cursando a partir do 3° semestre em Administração ou Contabilidade

Possuir conhecimento com pacote Office

Residir na região de Una ou Canavieiras

01 VAGA 

PSICÓLOGO ORGANIZACIONAL / ESTAGIÁRIO

Ensino Superior cursando a partir do 3° semestre em Psicologia

Possuir conhecimento com pacote Office

Residir na região de Una ou Canavieiras

01 VAGA

EMPREGADA  DOMÉSTICA

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 6 meses comprovada em Carteira de Trabalho

Residir na Zona Sul de Ilhéus

01 VAGA

(mais…)

Livro de José Dirceu: Frente Popular Povo Sem Medo defende a liberdade de expressão

Nota Pública.

Os partidos políticos, os sindicatos, as associações e demais entidades participantes da Frente Democrática Popular Povo Sem Medo vêm por meio desta nota manifestar o seu repúdio às atitudes reacionárias e de intolerância manifestadas por umas poucas pessoas, historicamente no campo político da direita e que, lamentavelmente, ocasionaram uma posição de recuo da Academia de Letras de Ilhéus, que cancelou o lançamento do livro de memórias do ex-Chefe da Casa Civil e ex-deputado federal do governo Lula, Zé Dirceu.

O lançamento estava agendado para o dia 18 de janeiro e a entidade já tinha recebido o valor do aluguel. A Constituição Federal no Título II- Dos Direitos e Garantias Fundamentais, no seu Capítulo I – Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, no Art. 5º, principalmente nos incisos IV e IX, trata da liberdade de expressão; no inciso XV estabelece a liberdade de locomoção de todas as pessoas.

No Título VIII, no Capítulo V, que trata da Comunicação Social, em seu Art. 220 diz: “A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observando o disposto nesta Constituição”.

O Brasil sofre um avanço das forças políticas de direita que querem retirar direitos sociais, trabalhistas e políticos dos trabalhadores; ao passo que pretendem vender e internacionalizar as riquezas nacionais. Somos a maioria em Ilhéus, refletida em quase 61% dos votos no município. E saberemos construir a nossa unidade e manifestar a nossa força social e política. Lamentamos que a casa que deve ter como objetivo a promoção da cultura e o debate de ideias o tenha interditado, sucumbindo às pressões de setores tão obtusos e fascitizantes.

Esperamos que a Academia de Letras de Ilhéus que já teve entre os seus membros, nomes históricos e de grande importância para a sociedade ilheense e brasileira, todos democratas e socialistas, volte aos seus melhores dias. Pela liberdade de expressão! Pelas liberdades democráticas! A luta continua!

LATAM vai encerrar voos Ilhéus-Brasília

A Latam Airlines anunciou o encerramento dos voos de Ilhéus para Brasília (e vice-versa) a partir de 29 de março, informa o site especializado Coluna de Turismo

A companhia aérea ressalta que essa é uma iniciativa de otimização das operações e que segue operando normalmente na cidade com voos para São Paulo (Congonhas).

Compras estão bloqueadas no sistema de vendas. Passageiros que já reservaram poderão remarcar a data da viagem ou solicitar o reembolso dos bilhetes.

Em contato com o site, um executivo da Latam declarou que depois do carnaval o movimento projetado não atinge o mínimo necessário para a continuidade dos voos.

Com a reforma administrativa de Marão, sua amiga Érica Silva pode ganhar bem mais

Notinhas.

Marão e Érica: reconhecimento merecido.

Faz muito tempo que o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, não esconde o encantamento com a competência da enfermeira Érica Silva, chefe do setor de média e alta complexidade da secretária de saúde.

Muito antes de Mário ser prefeito e de Érica concluir o curso de enfermagem, os dois já eram grandes amigos.

Poucos compreendem o temperamento de Érica, sincera ao extremo. Essa característica, rara nos tempos atuais, quase a deixou isolada na secretaria se não fosse o amigo Marão.

Desentendimentos com a equipe levaram o prefeito a remanejar Érica da coordenação de atenção básica para a chefia de media e alta complexidade.

O clima está melhor na secretaria, por isso, com a reforma administrativa e graças à sua larga competência, Érica pode ser premiada. O prefeito pretende aumentar os proventos da amiga de 2.500 para 4.500 reais.

O prêmio será justo, pois Érica tem muitos serviços prestados à população, de grande interesse do prefeito.

Atualizado às 19h39min., de 14/01/2019.

Em contato com o BG, o secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, negou que a reforma administrativa vai aumentar o salário de Érica Silva para R$ 4.500.

A enfermeira receberá R$ 3.200, valor menor do que é pago às servidoras da mesma profissão que trabalham 40 horas, aprovadas no último concurso público, em 2016.  Magela explicou que o reajuste também será concedido à chefia da atenção básica, ou seja, não será um benefício exclusivo.

Acidente próximo a Itamarati fecha BR-101. Motorista de caminhão morreu carbonizado

Foto: Site Giro Ipiaú.

Um acidente gravíssimo na BR-101, próximo a Itamarati (Ibirapitanga), envolveu um caminhão baú e um caminhão-tanque carregado de produto químico. Os dois veículos se chocaram numa curva.

O impacto aconteceu nesta sexta-feira, 11, por volta das 08h30. O caminhão-tanque pegou fogo e também incendiou o baú. Segundo populares, um motorista cuja identidade não foi reconhecida, morreu no local preso às ferragens e teve o corpo carbonizado. As informações foram confirmadas pela Polícia Rodoviária Federal.

Foto: Site Giro Ipiaú.

Outras duas vítimas foram levadas para o Hospital de Base, em Itabuna. Caminhões do corpo de bombeiros se dirigiram para o local e controlaram o fogo.

O caminhão-baú estava carregado com resmas de papel ofício, que foram levadas por populares.

Sinebahia Itabuna oferece 24 vagas na próxima segunda-feira

Há uma vaga para mecânico de ônibus.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis na próxima segunda-feira, 14.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Vagas exclusivas para Itabuna. 

ESCRITURÁRIO / CONTROLADOR DE ESTOQUE

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na função

Possuir CNH ‘B’

1 VAGA 

VENDEDOR PRACISTA

Ensino Médio Incompleto

Experiência mínima de 6 meses com vendas externas

Possuir CNH ‘D’

1 VAGA 

COZINHEIRO

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 6 meses na carteira

3 VAGAS  (mais…)

PC do B de Ilhéus emite nota sobre afastamento dos servidores não estáveis

A executiva municipal do PC do B/Ilhéus, por meio de uma nota, se posicionou sobre o afastamento dos servidores não estáveis, medida adotada pelo prefeito Mário Alexandre na última segunda-feira, 07.

Na gestão passada, de Jabes Ribeiro, o ex-presidente do partido na cidade, Rodrigo Cardoso, foi contra as ameaças de demissão feitas pelo ex-prefeito. Por conta desse ato de coerência, se afastou do comando partidário pressionado pelo “chefe” estadual dos comunistas, Davidson Magalhães, cunhado do ex-gestor.

Sobre esse tema, o BG considera que o PC do B, devido ao exemplo de Rodrigo Cardoso, tem credibilidade no posicionamento. Leia a nota.

PCDOB ILHÉUS / NOTA – DEMISSÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS EFETIVOS

A direção executiva do PCdoB de Ilhéus, em nome de toda a militância, vem a público solidarizar-se com os servidores efetivos demitidos pela Prefeitura Municipal de Ilhéus, conforme publicação do Diário Oficial, na última segunda-feira (7).

Diante à situação, questionamos a justeza da decisão judicial – já que muitos funcionários prestam serviços e dedicam suas vidas há anos ao Município, estando a maioria próximos da aposentadoria; e a própria juridicidade da mesma, frente ao princípio da segurança jurídica.

Em vários casos semelhantes pelo país, os tribunais superiores reconheceram a legalidade do vínculo de servidores contratados antes da promulgação da constituição e garantiram a reintegração dos mesmos, não sem antes as decisões dos executivos municipais terem gerado grandes dificuldade às famílias desses servidores.

Ressaltamos, nesse processo, a importância da mobilização dos sindicatos representativos das categorias envolvidas diante dessa situação, que desde o primeiro momento assumiu a linha de frente da defesa dos servidores no âmbito jurídico e político.

Lamentamos que a decisão de governo do prefeito Mário Alexandre, tenha ocorrido sem o devido diálogo com as entidades representativas e se antecipando ao prazo da decisão judicial.

Causa estranheza a insensibilidade do tom dado pelo governo “Marão”, tanto no decreto, quanto nos comunicados à imprensa, ao ignorar as consequências nas vidas de centenas de famílias, e colocar o foco no corte de custos, inclusive publicando valores de salários, questões irrelevantes, se a decisão do prefeito se prestava ao cumprimento da sentença judicial. O que revela, na prática, a decisão política em promover as demissões.

Dessa forma, o governo municipal, que já demonstrava ineficiência para superar as dificuldades do município, em diversas áreas, como Saúde, coleta de lixo e Infraestrutura, dentre outras; sacrificou recentemente a maioria da população, com mais um aumento absurdo da tarifa do transporte coletivo; agora demonstra com clareza sua falta de compromisso com o direito histórico de centenas de servidores efetivos.

O PCdoB reunirá o pleno de sua direção municipal nos próximos dias para avaliar novas decisões frente à grave situação do município.

“Ilhéus não é casa de puta”, afirma presidente do Sindicato Rural sobre lançamento do livro de José Dirceu

Milton Andrade, presidente do Sindicato Rural de Ilhéus.

Em entrevista ao BG nesta quinta-feira, 10, o presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade, expôs o descontentamento da instituição ruralista em relação às atividades do ex-ministro José Dirceu (PT) na cidade.

Na visão do sindicalista patronal, a sociedade ilheense e um conjunto de instituições não foram favoráveis ao lançamento do livro, pois a região que mais sofreu com o PT foi o Sul da Bahia (ele se refere à disseminação criminosa do fungo da vassoura-de-bruxa nos cacauais, que a Policia Federal não apontou culpados). “Zé Dirceu não tem parente aqui, não tem negócio aqui. Por qual motivo ele está em Ilhéus?”

Perguntamos se o Sindicato Rural e as demais entidades contrárias podiam falar pela sociedade de Ilhéus.

Segundo Milton Andrade, as instituições têm a obrigação de se manifestar contra qualquer fato que abale a sociedade local. “Para isso elas existem”.

Ele também questionou a Academia de Letras de Ilhéus. “Os membros da Academia de Letras só são imortais para a literatura?” Na opinião dele, o manifesto da academia, que justificou a não realização do evento devido às infiltrações nas paredes, foi medíocre. “Ele deveriam perguntar quem é Zé Dirceu e o que ele fez pela região”.

Perguntamos se o Sindicato Rural e as demais instituições vão se manifestar contra o lançamento do livro, mudado para a Tenda do Teatro Popular de Ilhéus no dia 18 de janeiro.

“Se uma instituição pretende abrigar o evento, problema dela. Ela que assuma o ônus perante a sociedade. Todo mundo é livre e desimpedido”.

No final da entrevista, Andrade foi taxativo: “A gente não vai permitir qualquer um vir aqui e fazer festa. Ilhéus não é casa de puta”. Também manifestou otimismo com o governo do presidente Jair Bolsonaro, “temos certeza que ele vai fazer grandes melhoras na nossa região”.