TÂNIA BARBOSA FALA SOBRE A MONTAGEM DA PEÇA “LENDAS DA LAGOA ENCANTADA”

Tânia Barbosa.

Nessa entrevista ao Blog do Gusmão, gravada na última quarta (24), a atriz e diretora de teatro, Tânia Barbosa, fala sobre  o novo espetáculo “Lendas da Lagoa Encantada”.

O projeto da Companhia Boi da Cara Preta (grupo residente da Casa dos Artistas) está em fase de pesquisa e montagem.

Tânia conta algumas peculiaridades do folclore ilheense, presentes no imaginário da comunidade que vive próxima à Lagoa.

A entrevista está imperdível!

Confira.

 

 

 

CRÍTICA ESPECIALIZADA “RASGA ELOGIOS” AO TEATRO POPULAR DE ILHÉUS

“Entre muitas coisas admiráveis em Teodorico Majestade, destaca-se a consciência dos atores, que são ótimos cômicos, mas não se deixam levar pela própria graça, explorando efeitos à caça do riso fácil. Há um rigor explícito na condução da trama, uma sobriedade na interpretação, que longe de diluir a comicidade torna-a crítica e consequente. Um belo e digno exemplo de teatro popular”. Sebastião Milaré

A apresentação de “Teodorico Majestade – As Últimas Horas de Um Prefeito”, na VI Mostra Latino Americana de Teatro de Grupo, emocionou o público presente na sala Jardel Filho, do Centro Cultural São Paulo.

A encenação do Teatro Popular de Ilhéus, no dia 1º de maio, encerrou o evento que reuniu 33 companhias teatrais da America latina e da Europa.

Além de propiciar o êxtase das pessoas que assistiram, Teodorico Majestade rendeu elogios de dois analistas respeitados no meio teatral: os críticos Sebastião Milaré e o colombiano José Assad.

(mais…)

O TEATRO ILHEENSE NA VI MOSTRA LATINO AMERICANA

Elenco e equipe de produção do TPI, no aeroporto de Ilhéus, minutos antes do embarque para São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (27).

O Teatro Popular de Ilhéus tem bons motivos para comemorar. Os artistas foram selecionados para a VI Mostra Latino Americana de Teatro de Grupo, que iniciou ontem (terça, 26) e vai até o dia 1º de maio. Apenas quatro grupos brasileiros foram incluídos no evento que acontece na capital paulista.

No último dia, o TPI vai apresentar o consagrado “Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito”, espetáculo em cordel, que conta as peripécias de Teodorico, prefeito corrupto de Ilha Bela, que junto com sua turma, foi expulso da cidade, já que a população não suportava mais tantos desatinos com o dinheiro público.

Teodorico Majestade.

A VI Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo, realização da Cooperativa Paulista de Teatro e do Instituto Internacional de Teatro no Brasil (ligado à UNESCO), terá como eixo a produção teatral associada à história política da América Latina e da Europa. A Guatemala traz sua versão do calendário maia e seus mártires; de Manaus, o escritor e diretor Márcio Souza vem com seu Teatro Experimental para narrar a história dos judeus sefarditas. O transnacional Conexão Latina aborda o Sandero Luminoso no Peru e o Nuevodrama visita a história da Argentina e de seu teatro. A Espanha, convidada especial da VI Mostra, vem com o grupo Monimicón e as crianças perdidas na ditadura de Franco; Londrina traz o ciclo do café como centro de seu trabalho.

Antunes Filho ocupará o espaço híbrido da Mostra onde o processo de ensaios em teatro e os métodos de criação cênica são exibidos ao público. Serão sete dias de intensas atividades com espetáculos, demonstrações dos processos criativos das companhias, encontros de redes teatrais e reflexão crítica.

A Mostra é formativa para os artistas e para o público. Todos os convidados permanecerão durante a semana em São Paulo para a troca de experiências. Todas atrações permitirão o acesso livre dos espectadores. A Mostra publicará durante o encontro, o Jornal Latino-Americano, a cargo do pesquisador teatral Valmir Santos, que contará com quatro críticos, dois brasileiros e dois latino-americanos, e promoverá o debate entre os participantes e uma formação mais ampla dos espectadores.

A programação pode ser conferida no site www.mostralatinoamericana.com.br.

VERCIL RODRIGUES É O MAIS NOVO IMORTAL DA ALI

A Academia de Letras de Ilhéus (ALI) elegeu seu mais novo imortal, trata-se do jornalista e escritor Vercil Rodrigues, que foi eleito na última quarta-feira (20), para ocupar a cadeira de nº 21, que tem como patrono Francisco Borges de Barros. A vaga estava aberta desde maio de 2010, com a morte do poeta Edgar Pereira Souza.

O agora acadêmico Vercil Rodrigues é formado em História, bacharel em Ciências Jurídicas, tem dois livros lançados: Breves Análises Jurídicas e Análises Cotidianas. Vercil é também vice-presidente da recém fundada Academia Grapiúna de Letras (AGRAL).

A posse acontecerá no dia 5 de maio, às 18h30min na sede da Academia, na Rua Antônio Lavigne de Lemos, 39, centro de Ilhéus.

ROCK’N ROLL COM POESIA

Acontece no próximo sábado, às 20 horas, na Casa dos Artistas, um programa cultural diferente, o espetáculo Catedrais Suspensas, em que a banda Enttropia, uma das mais atuantes do cenário cultural ilheense, funde o seu rock’n roll puro sangue e letras emblemáticas aos poemas viscerais de Gustavo Felicíssimo, que os interpreta no palco, proporcionando um show inovador e ao mesmo tempo surreal e vibrante para o público.

Mais informações: 73.8842.2793 (Gustavo)

COMPRE UMA FEIJOADA E GANHE UM ESPETÁCULO

A Casa dos Artistas promove de 4 a 15 deste mês o Feijão da Casa, sempre ao meio-dia.

Quem comprar uma suculenta feijoada, preparada pela Barrakitica, assistirá ao espetáculo “O Fiscal e a Fateira”.

A peça tem o texto do saudoso Équio Reis, com atuação de Romualdo Lisboa e Ely Izidro.

A promoção “casadinha” custa R$ 15,00.

A Casa dos Artistas fica na Rua Jorge Amado, nº 39, centro, lhéus.

Veja um trecho do espetáculo.

MOSTRA CINEMULTI EM ITACARÉ

De 30 de abril a 29 de maio, Itacaré receberá a sua primeira mostra de cinema cultural, com apresentação de 23 curtas e 10 longas metragens, distribuídos durante cinco finais de semana, em vários pontos da cidade.

Porto de Trás, Bairro Santo Antônio, Passagem, Praça da Mangueira e Taboquinhas irão receber um público interessado em descobrir, debater e curtir algumas das melhores produções brasileiras da atualidade.

Todas as exibições da Mostra Cinemulti serão gratuitas, e no final das projeções, haverá bate papo com diretores, produtores e atores dos filmes exibidos.   Durante o evento serão oferecidas ainda 80 vagas para jovens da comunidade, em cinco oficinas de capacitação em audiovisual.

LIVRO DE JORGE AMADO COMPLETA 80 ANOS

Do blog Sopa de Poesia

O livro foi escrito quando Jorge tinha apenas 18 anos e sua primeira edição foi publicada em 1931, no Brasil. Mais tarde, foi traduzido para três línguas diferentes: espanhol, francês e italiano, além de ter sido editado em Portugal.

O livro foi considerado “revolucionário” pelo Estado Novo e, junto a outros títulos de Jorge, foi queimado em praça pública, em Salvador, em 1937.

O País do Carnaval conta a história de Paulo Rigger, um brasileiro que não se identifica com o país. É um relato sobre a formação e a situação dos intelectuais brasileiros nos momentos que antecedem a Revolução de 1930.

O que pouca gente sabe é que antes disso, em 1929, Jorge escreveu uma novela com Dias da Costa e Edison Carneiro e a publicou em “O Jornal”, onde trabalhava.

Trata-se de Lenita, de fato sua primeira obra publicada, mas que ele renegou. No ano seguinte, 1930, portanto, um ano antes de O País do Carnaval, a obra é editada em livro por A. Coelho Branco Filho, no Rio de Janeiro.

SARAU FILOSÓFICO DISCUTE A FELICIDADE

Felicidade!

Este é o tema do Sarau Filosófico desta quinta-feira (24), às 18h, na Casa dos Artistas.

O evento, que chega à terceira edição, é promovido pelo Departamento de Filosofia e Ciências Humanas da UESC, sob a coordenação do professor Adineto Miranda.

Estudantes, professores, artistas e o público vão debater a idealização da felicidade, como busca contínua do ser humano.

A Casa dos Artistas fica na rua Jorge Amado, nº39, centro, Ilhéus.

A entrada é franca.

ESPETÁCULO DISCUTE O PAPEL DA MULHER NO MUNDO ATUAL

A Casa dos Artistas apresenta neste sábado (19), às 19h, o espetáculo “Véu: uma poética do só”.

Encenado pelo ator-performer baiano, Luis Antonio Júnior, a idéia propõe uma reflexão sobre a vida das mulheres no mundo contemporâneo, com foco na violência contra o gênero feminino, tanto no âmbito familiar, como nas demais esferas da vida social.

Trata-se de um “solo in process”, sempre com novas informações, pautado no teatro físico, que utiliza a linguagem do corpo na formação de uma dramaturgia. A estrutura da encenação é fragmentada a partir de uma atmosfera ritualística.

“Véu” também oferece duas oficinas (teatro e criação de bonecas de pano) com temas relacionados ao espetáculo.

“Teatro”: é voltada para pessoas de 16 anos, com ou sem experiência. Serão trabalhados jogos e dinâmicas que ressaltam a “contação” de histórias e o teatro físico. Essa oficina será gratuita e acontecerá no sábado (19), das 9 às 17h.

Criação de bonecas de pano: direcionada apenas para mulheres, será ministrada por Ana Paula Carneiro. As participantes vão compartilhar suas histórias, no momento que estiverem montando uma boneca de pano. O brinquedo será utilizado na encenação do espetáculo. A oficina, também gratuita, acontecerá no sábado (19), das 9 às 12h.

A Casa dos Artistas fica na Rua Jorge Amado, nº 39, no centro de Ilhéus.

A entrada para assistir “Véu: uma poética do só”, também é franca.

COMPANHIA FRANCESA APRESENTA “TRILOGIA” EM ILHÉUS

A Companhia Samorodok, de Montpellier (França), apresenta nesta semana em Ilhéus, “Trilogia”, uma obra coreográfica, dividida em três espetáculos com solos de dança contemporânea.

Segundo o ucraniano Waldemar Kretchkowsky, coreógrafo e intérprete da obra, os três solos (O Cavaleiro na Pele de Tigre, Minha Pina e Inside), estão conectados e podem ser vistos como três obras distintas.

A dança, nesta obra, trafega numa cronologia normal na vida dos homens: confrontação, esgotamento e aceitação.

O Cavaleiro na Pele de Tigre, inspirado numa saga georgiana criada pelo célebre escritor Chota Roustaveli, do século XII, corresponde à  confrontação. Será apresentado no Teatro de Ilhéus, nesta quinta-feira (17), às 20h.

Minha Pina, que homenageia a grande coreógrafa alemã, Pina Bausch, corresponde ao  esgotamento. Será apresentado na Casa dos Artistas, na próxima sexta-feira (18), às 20h.

Inside, um solo mais intimista que coloca em cena o processo de criação, reduzindo o espaço e recriando-o através da dança, corresponde à  aceitação. Será apresentado na Casa dos Artistas, sábado (19), às 20h.

O ingresso para cada espetáculo custa R$ 5,00.

4º RECITAL DE POEMAS NO MUSEU DA PIEDADE

 

Peças do Museu da Piedade

O Instituto Nossa Senhora da Piedade, em Ilhéus, realizará de 14 a 17 de março, o 4º Recital de Poesia”.

De acordo com a professora Anarleide Menezes, gestora do Museu da Piedade, a programação fará parte da Semana da Poesia e contará com Exposição e Enquetes Cênico Poéticos.

Além dos alunos, estarão participando ex-alunos, professores, amigos do Instituto Nossa Senhora da Piedade, além de artistas locais. “A temática dos eventos, para este ano versa sobre a simplicidade que traduz a arte popular, menos complexa, porém de beleza profunda e essencial à vida humana.  A arte que se encontra nas casas, nas praças, nas ruas e nas feiras permeada pelas emoções de quem a forjou”. Explica a professora.

O Instituto, através do Museu da Piedade, promove o evento, que reúne tradição, cultura e a farta alegria típica das nossas crianças e jovens de todas as idades. Todos os eventos são abertos ao publico interessado.

POETAS LANÇAM LIVRO NO ROCK E POESIA II

O Rock & Poesia II chega ao final da sua 2ª temporada com dois grandes motivos para celebrar o sucesso do projeto. Neste sábado (11), a partir das 20:00 horas, o “rock and roll” da banda Infected Minds e a poesia de Rubem Garcia darão conta do recado no teatro Pedro Matos, na Casa dos Artistas.

Na ocasião, será lançada a 2ª edição do livro “Diálogos – Panorama da Nova Poesia Grapiúna”, uma antologia poética que reúne trabalhos de grandes “carpinteiros das palavras” do Sul da Bahia.

Os poetas Heitor Brasileiro Filho, André Rosa, Noélia Estrela, Marcus Vinícius Rodrigues, Piligra, George Pellegrini, Rita Santana, Fabrício Brandão, Daniela Galdino, Mither Amorim e Geraldo Lavigne estarão presentes para uma noite de autógrafos.

Segundo Gustavo Felicíssimo, um dos idealizadores do evento: “a segunda edição de um livro de poemas é um acontecimento incomum. Neste caso, vale destacar que a primeira edição já é uma raridade”.

O ingresso custa 10,00 reais (inteira) e 5,00 (meia).