Saque da parcela de maio do Bolsa Família encerra em 28 de agosto

Beneficiários do Programa Bolsa Família que ainda não sacaram a parcela do mês de maio/2019, terão até o dia 30 de agosto para sacarem o benefício. A convocação é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS). Caso isto não ocorra até a data, a renda retornará para o Ministério da Cidadania. Cerca de 246 beneficiários se encontram nessa situação.

Basta o beneficiário comparecer na sede da SDS, localizada na Rua Almiro Vinhaes, nº 45, próximo ao Estádio Mário Pessoa, e apresentar o RG e número do NIS. O atendimento é das 7 às 13 horas. Caso o titular do benefício tenha o cartão, mas não possua a senha, convém ligar para o 0800 726 0207 e, no mesmo dia, se dirigir a um credenciado lotérico CAIXA, com documento de identidade para recadastrá-la.

Quem não tiver o cartão Conta Fácil nem cartão do Bolsa Família, deve procurar uma lotérica e fazer o cartão conta fácil com RG e CPF. Caso tenha dificuldade, procure o CRAS mais próximo da sua residência. Segundo o Governo Federal, o programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

Acompanhe a lista completa dos beneficiários em Ilhéus:

(mais…)

Prefeitura explica regras de suspensão do Bolsa Família aos beneficiários do seguro-defeso

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS) da Prefeitura de Ilhéus recebeu na última semana, informe do Ministério da Cidadania, sobre as novas regras dos processos de suspensão do Bolsa Família, considerando os casos em que pessoas beneficiárias do programa, tenham recebido cumulativamente o seguro desemprego para pescador artesanal, o seguro-defeso.

Em uma primeira etapa, foram reavaliadas as suspensões dos beneficiários do Bolsa Família que tenham recebido o seguro-defeso de abril de 2015 a março de 2019, e que tenham sido beneficiárias pelo programa naquele período. Quando se identifica que a família teve menos de duas suspensões aplicadas ao benefício, um novo comando de suspensão deve ter sido aplicado.

De acordo com a Prefeitura de Ilhéus, outros aperfeiçoamentos estão em fase de estudo. As famílias serão comunicadas por mensagem no extrato de pagamentos do Bolsa Família com a informação sobre o impedimento do saque e o motivo da suspensão. Após o período da suspensão, o benefício voltará a ser pago à família automaticamente.

Cabe ressaltar que as famílias não receberão as parcelas dos meses de suspensão por recebimento do seguro-defeso. A suspensão dos benefícios do programa de transferência de renda a famílias com pessoas que recebem o seguro é realizada a partir de informações compartilhadas pelo Ministério da Economia, gestor daquela política, operacionalizada pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Por isso, caso o responsável familiar (RF) alegue que ninguém de sua família recebeu o seguro-defeso no período de abril de 2015 a março de 2019, a Prefeitura deve orientá-lo a entrar em contato com a Central de Atendimento da Previdência Social, através do telefone 135, para informações referentes ao seguro-defeso.

Como o seguro-defeso não é um benefício gerido pelo Ministério da Cidadania, a operacionalização da suspensão no Programa Bolsa Família é feita mensalmente, depois do pagamento do seguro-defeso. A identificação das famílias beneficiárias do Bolsa Família é feita a partir da base de pescadores beneficiários do seguro.

Quando essas pessoas têm um requerimento de seguro-defeso pago, faz-se uma segunda avaliação, quando se confirma a presença da família na Folha PBF no mês de competência do seguro-defeso. A partir dessa confirmação, os benefícios do Bolsa Família às famílias são suspensos.

Eventuais ocorrências de erro deverão ser relatadas ao Ministério da Cidadania, pela Central de Relacionamento, no telefone 121.

Da Secom/Ilhéus.

SERVIDORES DA SAS AGUARDAM SALÁRIOS

Texto baseado em um e-mail recebido pelo Blog do Gusmão.

Depois das denúncias contra o secretário afastado, Augusto Macedo, o problema que se instala agora na secretaria de ação social de Ilhéus é o atraso dos salários dos servidores.

Ao procurar esclarecimentos na secretaria, a informação recebida é que não há previsão para quitar o pagamento.  Segundo o autor, a verba do governo federal destinada aos programas sociais, como Bolsa Família, Peti, Projovem, e que custeia também os salários, nunca atrasa. “Chega na conta da prefeitura no dia 20 de cada mês”, garante o leitor.

Os funcionários estão insatisfeitos também, pelo não recebimento do vale-transporte. Em um ano, saíram vales equivalentes a dois meses.

CARTÕES DO BOLSA RENDA SERÃO ENTREGUES

Acontecerá nessa terça-feira (4), a solenidade de entrega de 145 cartões magnéticos do programa Bolsa Renda, na sede da USEMI (União dos Servidores Municipais), em Itabuna.

Aproximadamente 206 famílias carentes, que não são assistidas pelo Bolsa Família ou tem mais de três filhos, serão beneficiadas.

Márcio Abreu, diretor de combate à pobreza na cidade afirmou que a meta da prefeitura de Itabuna é chegar a 500 beneficiários até julho. Vale ressaltar que além do apoio financeiro, o programa ainda possibilita a participação das pessoas em cursos de capacitação para a geração de emprego.