Cinemas têm até janeiro para garantir acessibilidade a cegos e surdos

A partir do dia 1º de janeiro de 2020, todas as salas de cinema do país serão obrigadas, sob pena de multa, a oferecer aparelhos de acessibilidade para deficientes visuais e auditivos. A determinação está na Instrução Normativa 128/2016, da Agência Nacional do Cinema (Ancine). Até o dia 16 de setembro deste ano, os exibidores precisam ter atingido a meta de 35% das salas dos grandes complexos e 30% das salas dos grupos menores.

Segundo o secretário-executivo da Ancine, João Pinho, o dia 16 de junho foi o primeiro prazo para o cumprimento das metas, com a exigência de 15% das salas de grandes complexos oferecendo os recursos de legendagem, legendagem descritiva, audiodescrição e Língua Brasileira de Sinais (Libras) para quem solicitar.

“Agora a gente entrou efetivamente na segunda fase, que é monitoramento do cumprimento em si. Ainda tem um pouco de orientação, mas já começa com a fiscalização pelos complexos. Estamos acompanhando semanalmente pelos sistemas internos da agência e de acordo com o plano de fiscalização, que envolve visitas técnicas quando necessário. Estamos divulgando a lista dos cinemas que se declaram acessíveis”.

Segundo o último levantamento feito pela agência, divulgado no fim de junho, a meta de 15% havia sido cumprida. A lista das salas com os recursos pode ser consultada na internet e o próximo levantamento deve ser divulgado no início de setembro.

Pinho explica que as exigências de acessibilidade para o setor de cinema no Brasil começaram em 2014, com a obrigatoriedade de todos os filmes produzidos com recursos públicos oferecerem os recursos para audiência de cegos e surdos. E desde 16 de junho todos os filmes, inclusive estrangeiros, já estavam adaptados.

(mais…)

COMBATE À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA É TEMA DO DOCUMENTÁRIO A LUTA SAGRADA

Filme reúne depoimentos de representantes de diversos segmentos que lutam contra intolerância religiosa. Foto: A Tarde.

Salvador é o ponto de partida do filme documentário A Luta Sagrada – O Combate à Intolerância no Estado da Bahia, que será lançado nessa terça-feira, 11, às 18h, na Sala de Arte – Cinema do Museu, no Corredor da Vitória.

Ambientado em Salvador e em cidades do Recôncavo baiano, o filme reúne depoimentos de representantes de diversos segmentos religiosos e institucionais na luta das religiões de matriz africana contra a intolerância religiosa no estado da Bahia. Segundo o Ministério Público da Bahia, houve aumento de 300% no número de casos.

Com a direção do cineasta Filó Filho, A Luta Sagrada é uma realização do Acervo Cultne e a União de Negros Pela Igualdade (Unegro), com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

“A intolerância religiosa é uma das mais desprezíveis formas de desrespeito aos direitos humanos e às liberdades individuais, e A Luta Sagrada traz isso à tona, para que busquemos valorizar a paz e a boa convivência entre as religiões existentes na sociedade”, destaca Filó Filho. 

Veja a chamada do filme.

L.A.T.A – LEGIÃO ANÔNIMA TRABALHADOR AUTÔNOMO

Por Thiago Dias

Era noite no Pontal. A senhora vociferou: “Largue! Largue meu lixo! Não mexa! Não venha bagunçar meu lixo”!

Pensei que a mulher enxotava um cão. Mas o animal do qual ela defendia seu lixo nos era semelhante. Notei isso quando o homem levantou e caminhou até o próximo monte de sacolas. Delas, ele re-colheu duas latas. Depois disso, o trabalhador seguiu seu caminho e a senhora voltou ao grupo de vizinhos reunido na calçada.

As personagens se foram. A impressão produzida pela cena, não. Intimamente, solidarizei-me com o homem tratado feito cão. Mas não ousei manifestar-me contra o sentimento de posse que aquela mulher nutria pelo seu lixo. Não convinha desafiar sua raiva. Muito menos explicar-lhe o valor ecológico e socioeconômico da Legião Anônima de Trabalhadores Autônomos.

Ou será que aquele catador sempre bagunça o lixo da senhora e, dessa vez, ela lhe flagrou? Certamente, isso justificaria a violência da velha. Afinal, não se pode sair por aí revirando o lixo alheio, sem pedir licença ao dono. 

______

¹ Link para descrição do documentário que inspirou esse título

“IMAGEM NO AR” E “O EX-MÁGICO” NO CINECLUBE DESTA TERÇA

O Cineclube Équio Reis desta terça-feira (18) traz dois vídeos: Imagem no ar, de Lívia Gouveia, Malu Carvalho e Thalline Gonçalves , e O ex-mágico, dirigido por Adrian Greyce.

O primeiro apresenta a história de uma jovem aficionada pelo rádio, criando imagens para tudo o que escuta. Já o segundo traz a história de um homem sombrio que vive da magia e decide cometer suicídio.

O Cineclube acontece na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes. A entrada é franca e as exibições começam às 19 horas.

ANTÔNIO PITANGA EM ILHÉUS

Antônio Pitanga

Telma Avarenga/Correio:

Antônio Pitanga desembarca em Ilhéus no mês que vem, para o  III Festival de Cinema Baiano (Feciba). O ator vai conferir a exibição do documentário Água de Meninos – A Feira do Cinema Novo, de Fabíola Aquino.

O baiano, radicado no Rio, é um dos entrevistados do longa, que traça um paralelo entre a antiga feira – que sofreu um incêndio devastador na década de 60 – e a Feira de São Joaquim.

Depois da sessão, o pai da atriz Camila Pitanga baterá um papo com o público. O festival vai de 7 a 13 de junho.

FILME COM CENAS GRAVADAS EM ITAJUÍPE GANHA PRÊMIO EM PORTUGAL

“A Coleção Invisível”, longa dirigido pelo cineasta francês radicado na Bahia, Bernard Attal,  ganhou o prêmio de Melhor Longa Metragem no 4 º Fest-In (Festival de Cinema Itinerante de Língua Portuguesa), que ocorreu de 3 a 10 de abril, em Lisboa, Portugal.

O filme teve cenas gravadas em Itajuípe, que foi escolhida entre 40 cidades sul-baianas. Mais de  400 moradores foram cadastrados para atuar como figurantes e, segundo o prefeito Marcos Dantas, em pouco mais de trinta dias de filmagens a economia local lucrou cerca de um milhão de reais.

O longa contou ainda com participação do ator itajuipense Wesley Macêdo, de 14 anos. Wesley arrancou elogios de atores veteranos, como Paulo César Peréio.

A produção traz no elenco Vladimir Brichta, Walmor Chagas, Ludmila Rosa, Frank Menezes e Paulo César Pereio, entre outros atores. Conta a história de Beto (Brichta), um DJ cuja família é dona de um antiquário que está em crise. Para tentar resolver o problema da loja, ele viaja para o interior da Bahia, quando conhece Samir (Walmor Chagas) e sua vida muda.

Confira o trailer:

HOMENAGENS PARA GLAUBER ROCHA NO SENADO

Glauber Rocha.

O mais celebrado cineasta baiano será homenageado no Senado Federal durante o mês de agosto. Morto em 1981, Glauber Rocha dirigiu grandes clássicos do cinema, entre eles, “Terra em Transe”, “Deus e o Diabo na Terra do Sol” e “O Dragão da Maldade”.

Nascido em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, Glauber faturou grandes prêmios, como A Crítica do Festival de Cannes e o Prêmio Luis Buñuel na Espanha, com a produção “Terra em Transe”.

A homenagem do Senado inclui programações especiais realizadas pela TV e Rádio, sempre aos domingos, as 21h, e uma sessão especial, no dia 23, em plenário.

Para a veiculação na TV foram selecionados  três filmes e o documentário “Redescobrindo o Brasil – Glauber Rocha”, dirigido por Maria Maia e produzido pela TV Senado.

Informações do A Tarde.

ENTREVISTA DO CINEASTA SILVIO TENDLER À REVISTA CAROS AMIGOS

O cineasta Silvio Tendler fala, em entrevista exclusiva para a revista Caros Amigos, de sua vida, dos seus filmes, do cinema brasileiro e da cultura em geral. Demanda, com veemência, a existência de política pública para o cinema nacional não comercial e de mais espaços para exibição.

Os filmes do cineasta carioca procuram resgatar a memória brasileira e circulam principalmente em universidades, escolas e movimentos sociais. Tendler começou a se interessar por cinema cedo: nos anos 60. Então, entrou para movimento cineclubista e mais tarde enveredou para o filme-documentário. Hoje, tem mais de 40 curtas, médias e longas-metragens.

Os documentários mais conhecidos dele são Utopia e Barbárie (2009), Memórias do Movimento Estudantil (2007), Encontro com Milton Santos (2006), Glauber o filme (2003), JK (2002), Marighella (2001), Quilombos (1996), Josué de Castro (1994) e Jango (1984).

(mais…)

MOSTRA CINEMULTI EM ITACARÉ

De 30 de abril a 29 de maio, Itacaré receberá a sua primeira mostra de cinema cultural, com apresentação de 23 curtas e 10 longas metragens, distribuídos durante cinco finais de semana, em vários pontos da cidade.

Porto de Trás, Bairro Santo Antônio, Passagem, Praça da Mangueira e Taboquinhas irão receber um público interessado em descobrir, debater e curtir algumas das melhores produções brasileiras da atualidade.

Todas as exibições da Mostra Cinemulti serão gratuitas, e no final das projeções, haverá bate papo com diretores, produtores e atores dos filmes exibidos.   Durante o evento serão oferecidas ainda 80 vagas para jovens da comunidade, em cinco oficinas de capacitação em audiovisual.

LUIS BUÑEL NO CINE CLUBE ÉQUIO REIS

Excelente filme em cartaz, nesta terça-feira (15), às 19 horas, na Casa dos Artistas, com entrada gratuita.

Trata-se de “Viridiana”, do polêmico Luis Buñel.

Às vésperas de ser ordenada freira, Viridiana passa uns dias na mansão do seu pervertido tio, que, obcecado com sua beleza, tenta seduzi-la de todas as maneiras. Com a morte repentina do tio, desiste da vida religiosa, indo morar na mansão. Movida pelo espírito de caridade cristã, ela abriga e alimenta todos os mendigos da região. Porém, os miseráveis não se comportam do jeito que ela esperava.

A Casa dos Artistas fica na Rua Jorge Amado, nº39, Centro, Ilhéus. Veja o trailer.

 

A ESTREIA DO 1º FESTIVAL DE CINEMA BAIANO FOI UM SUCESSO!

Com o Teatro Municipal de Ilhéus cheio, o Festival foi aberto por uma mesa composta por Pawlo Cidade, representante da Fundação Cultural de Ilhéus, Samuel Mattos, diretor do Departamento de Letras e Artes da UESC e Edgard Navarro, cineasta. Depois, foi exibido o filme “Batatinha, poeta do samba”, seguido de um bate papo com o diretor Marcelo Rabelo, que instigou o público a um papo sobre cinema e música popular.

Hoje (10), pela manhã, iniciaram as oficinas gratuitas de produção, roteiro e direção de arte. Ás 18:30h, será exibido o histórico “Superoutro”, de Edgard Navarro, no Cine Santa Clara e, às 20:30h, “Cantador de Chula”, de Marcelo Rabelo, no Teatro Municipal de Ilhéus. Os cineastas estarão presente para participar de um bate papo com o público após a exibição dos filmes. Para cada uma destas sessões, a entrada custa apenas R$ 5,00. Acesse: www.feciba.com.br .

Abertura do Feciba no Teatro Municipal de Ilhéus. (Foto: Blog do Gusmão)

FECIBA DIVULGA PROGRAMAÇÃO

Cena de "Filhos de João" premiado com 4 estatuetas, no 42º Festival de Brasília e que será exibido no evento.

O 1° Festival de Cinema Baiano (FECIBA) divulgou a programação no site oficial (www.feciba.com.br). O evento acontecerá entre os dias 9 e 13 de janeiro. O circuito de exibições vai abranger o teatro Municipal de Ilhéus, o Cine Santa Clara e a Fundação cultural de Ilhéus.

Durante o FECIBA serão exibidos longas e curta-metragens em cinco categorias de mostra: mostra atualidade, mostra retrospectiva,  mostra sexualidade,  mostra pararela  e a mostra competitiva de curtas-metragens, cuja curadoria foi feita pela associação Baiana de Cinema e Vídeo (ABCV) e que vai premiar com R$ 2 mil, R$ 1 mil e R$ 800,00 o primeiro, segundo e terceiro lugares, repectivamente, e com R$ 500,00 para duas menções honrosas. Todos os premiados serão escolhidos por meio do voto de público presente.

Até o dia 20, os interessados podem se inscrever nas oficinas de roteiro, produção e direção de Arte e na mostra paralela. O passaporte que da acesso a todas as sessões está com preço promocional de R$ 15,00 até esse dia.

(mais…)

1º FESTIVAL DE CINEMA BAIANO RECEBE INSCRIÇÕES

As inscrições para oficinas e mostra paralela de produções independentes do 1º festival de cinema baiano (FECIBA), que acontece em Ilhéus, entre os dias 09 e 13 de janeiro de 2011, já estão abertas.

Para participar da mostra parelela, os produtores independentes  devem adquirir o passaporte e enviar o vídeo até o dia 20 de dezembro para o endereço: Rua Daniel Leão, nº 20, bairro Manoel Leão, Itabuna-BA, CEP 45 601-010. Serão exibidos 20 curtas-metragens de, no máximo, 20 minutos em formato DVD.

O evento disponibilizará gratuitamente três oficinas de capacitação em audiovisual. A Oficina de Roteiro será ministrada por Clarissa Rebouças, roteirista de peças de teatro, documentários e ficção, graduada em Cinema e Vídeo pela Faculdade de Tecnologias e Ciências e especialista em roteiro pela UNIJORGE, ambos os cursos de Salvador. A Oficina de Produção será ministrada por Paula Gomes, produtora cultural, roteirista e diretora de diversos filmes atuais do cinema baiano, com destaque nacional e internacional; estudou Cinema e TV na Escuela Septima Ars de Madri e se especializou em direção e produção no CPF –SICA, em Buenos Aires. E a Oficina de Direção de Arte será ministrada pela cenógrafa e diretora de Arte, Carol Tanajura, que atuou em diversos longas-metragens, como “Eu me lembro”, de Edgard Navarro e “Trampolim do Forte”, de João Rodrigo Mattos, além de atuar também em curtas-metragens.

(mais…)

ILHÉUS VAI SEDIAR O 1º FESTIVAL DE CINEMA BAIANO

Entre os dias 09 e 13 de janeiro de 2011, Ilhéus vai ser palco do 1º festival de cinema baiano (FECIBA). O circuito de exibição abrange os espaços do teatro municipal, o cine santa clara e a fundação cultural de Ilhéus.

O festival apresentará produções baianas nunca exibidas na região e, contará com uma mostra competitiva de curtas-metragens. Os vencedores receberão prêmios que vão variar entre 800 e 2.000 reais, escolhidos pelo voto popular.

A programação terá espaço também para bate papo e oficinas gratuitas, de roteiro e produção. As inscrições deverão ser feitas através do site. (www.feciba.com.br.)

O 1° FECIBA é uma realização do núcleo de produções artísticas (Núproart) e da panorâmica produções e, conta  com o apoio financeiro da secretaria de cultura do estado da Bahia. Para participar do festival, basta adquirir o passaporte que dará acesso a todas as sessões a um preço bastante acessível.