OBRA INACABADA PREOCUPA NO PONTAL

Segundo o blog do procurador federal Israel Nunes (clique aqui), moradores da Rua Hermínio Ramos, no bairro do Pontal, em Ilhéus, estão preocupados com uma obra iniciadas há alguns meses, mas que nunca é concluída.

O canteiro tem atrapalhado e muito o trânsito no local, além de servir como morada “segura” dos mosquitos da dengue, um risco nessa época do ano.

DENGUE EM ALTA

Chegou a 2200 o número de casos de dengue em Itabuna e Ilhéus. Pelo menos 16 notificações foram da forma hemorrágica da doença.

A situação mais crítica é em Ilhéus. O número de casos aumentou quase 15% em relação ao mesmo período de 2010. No município foram 1.680 notificações neste ano, em 2010 foram 1.303 casos.

Em Itabuna, houve queda no número de notificações neste ano, comparado a 2010. Mas a quantidade de casos da doença tem aumentado nos últimos dois meses.

Informações do A Região.

MUTIRÃO CONTRA A DENGUE NO NELSON COSTA

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em parceria com a secretaria de saúde de Ilhéus, realizará um mutirão de limpeza contra a dengue, neste sábado (30), no bairro Nelson Costa.

Serão distribuídas à comunidade tampas e telas para cobrir reservatórios de água. Serviços de roçagem em áreas públicas e terrenos baldios também serão feitos.

O mutirão, sob a coordenação de Orlando Mendes, responsável pelo combate ao mosquito em Ilhéus, começa às 8h. Toda a comunidade está convidada para participar.

COMBATE À DENGUE E SAMU

Geraldo Simões

O deputado federal, Geraldo Simões – PT, participou na última sexta-feira (18), ao lado do ministro da saúde Alexandre Padilha e do governador Jacques Wagner,  da entrega de viaturas do SAMU para as cidades de Ilhéus e Itabuna.

O deputado ressaltou a importância do serviço prestado pelo SAMU e agradeceu por ter seu apelo atendido.

Geraldo Simões elogiou também a iniciativa do ministro da saúde e do governador em promover e participar do encontro de sensibilização de gestores municipais para o controle da dengue , como importante ação para priorizar o combate à doença no estado, buscando diminuir a incidência dos casos e reduzir o risco de epidemia nos municípios mais vulneráveis.

BAHIA TEM 1.600 CASOS DE DENGUE EM JANEIRO. ILHÉUS CORRE RISCO DE EPIDEMIA

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), em janeiro de 2011, o estado registrou mais de 1.600 casos de dengue. Apesar da redução de 31,3% em relação ao ano passado, Ilhéus está entre as cidades com risco de epidemia.

Barreiras, Cristópolis, São Gabriel, Irecê, São Gabriel, Feira de Santana, Jussara, Ibipeba, Ilhéus, Ibititá e Gentio do Ouro concentram aproximadamente 61% dos 1.600 casos.

DENGUE EM ILHÉUS: MPE EXIGE EXPLICAÇÕES DO PREFEITO NEWTON LIMA

O Ministério Publico Estadual (MPE), através da diligente promotora Karina Cherubini, decidiu cobrar explicações do prefeito Newton Lima, sobre a problemática da dengue em Ilhéus.

O Conselho Municipal de Saúde enviou ao MPE documentos que comprovam o número excessivo de atestados médicos, entregues por um grupo de agentes de endemias. O vice-prefeito Mário Alexandre, também ortopedista, está entre os médicos que mais justificam as faltas. Alguns mata-mosquitos não vão trabalhar e nem sequer justificam.

Devido ao problema, de janeiro a novembro de 2010, 56 mil imóveis deixaram de ser visitados.

O MPE deseja saber por quais motivos o poder público municipal não adotou as medidas administrativas cabíveis.

A resposta do prefeito deverá ser encaminhada até os primeiros dias do próximo janeiro.

N BLOGS DISCUTE A DENGUE EM ILHÉUS

Na última sexta-feira (19), a TV Cabrália/Record News abriu espaço para quatro blogueiros de Ilhéus, em torno da discussão de um problema de saúde pública, que tem a política como uma das causas.

A dengue em Ilhéus foi debatida, e alguns fatores responsáveis foram identificados, como por exemplo, interferência de vereadores e excesso de atestados emitidos por médicos que são pretensos candidatos a prefeito ou vereador.

Maurício Maron, Guy Valério, Jamesson Araújo e este blogueiro, ao lado do apresentador Tom Ribeiro, debateram o problema com riqueza de dados e informações.

O “N Blogs” vai ao ar todas as sextas-feiras, às 19 horas, no canal 36 do sinal público e aberto.

Assista a última edição.


MPE ACIONA NEWTON E MARLEIDE

Os efeitos das inúmeras irregularidades cometidas por Marleide Figueiredo e Jailson “Sarney” Nascimento à frente da secretaria de saúde, em 2009, começam a atormentar o prefeito Newton Lima, o gestor que nunca sabe de nada.

O Ministério Público Estadual, através da diligente promotora Karina Cherubini, moveu no dia 06 de outubro, uma ação civil por improbidade administrativa contra Marleide e Newton, devido à contratação irregular de 45 agentes de endemias (dengue), ocorrida no final de 2009.

Em novembro do ano passado, Marleide lançou um edital – duramente questionado pelo Conselho Municipal de Saúde – para viabilizar a entrada dos agentes. A seleção, que levantou suspeitas de favorecimento a “Sarney”, ocorreu atropelando procedimentos exigidos pela lei, como publicação e homologação do resultado. Além do mais, o MPE recomendou que a secretaria fizesse um concurso público. O fato foi noticiado por este blog (clique aqui), que também publicou uma entrevista com a promotora (clique aqui).

Apesar das ilegalidades, os agentes trabalharam por seis meses, e o contrato foi prorrogado por mais dois, ferindo mais uma vez a legislação.

Sendo assim, o MPE decidiu acionar Newton e Marleide, e pede que a justiça determine a devolução aos cofres públicos do valor pago aos agentes (R$ 179.520,00). A ação também pede a indisponibilidade de bens dos dois.

O número do processo é 0009653-47.2010.805.0103.

36 AGENTES DEMITIDOS

Um leitor do Blog do Gusmão reclama da secretaria municipal de saúde em relação ao combate à dengue. Segundo seu relato, 36 agentes de saúde não tiveram o contrato prorrogado e por isso, 828 imóveis não serão visitados.

O leitor está preocupado, pois o verão está próximo, período de maior incidência do mosquito da dengue.

CASTELO NOVO SOFRE COM CASOS DE DENGUE

Um leitor do Blog do Gusmão, morador do distrito Castelo Novo, em Ilhéus, está revoltado com o descaso da secretaria municipal de saúde em relação ao combate à dengue no local. Já foram detectados 18 casos da doença e mesmo assim, os agentes de endemias pouco comparecem.

Segundo o relato do leitor, os  distritos estão esquecidos pelo poder público municipal.

AGENTES DE COMBATE À DENGUE RECLAMAM INSALUBRIDADE

Segundo leitora do Blog do Gusmão, a secretaria de saúde de Ilhéus, não paga aos agentes de combate à dengue, o valor referente a insalubridade, desde o tempo em que foram contratados, há seis meses. Como se não bastasse, a secretaria prorrogou o contrato por mais dois meses, sem constar na carteira de trabalho esse período, desconsiderando a contribuição previdenciária.

COORDENADOR DE COMBATE À DENGUE FOI INTOXICADO

O coordenador de combate à dengue da secretaria de saúde de Ilhéus, Orlando Mendes, sofreu uma tentativa de assassinato durante uma confraternização entre os funcionários, ocorrida no dia 18 de junho.

Durante a festa, Orlando tomou três caipirinhas, e, depois de um curto tempo, passou a sentir tonturas. Decidiu se retirar para sua residência, mas a situação piorou. Seu familiares o conduziram para o hospital Regional, onde chegou quase desfalecido.

Decidiram transferi-lo para o hospital Calixto Midlej, em Itabuna, onde ele chegou enfartado. Orlando contou à sua esposa que havia tomado apenas 3 drinks, levantando a desconfiança de que provavelmente fora vítima de envenamento.

Um exame de urina detectou altas doses de anfetamina em seu organismo. Felizmente, ele conseguiu se recuperar, e o caso foi parar na delegacia, onde será investigado.

A nomeação de Orlando, em março deste ano, desagradou um grupo de agentes de endemias que detinha o controle do programa de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Antes de ser intoxicado, ele vinha combatendo o grande número de faltas e a apresentação “em massa” de atestados médicos. Antes dele, os números de infestação eram altíssimos.

Clique na imagem para conferir o resultado do exame.


NÚMERO DE CASOS DE DENGUE HEMORRÁGICA CRESCE EM ILHÉUS

Do Jornal A Região.

Dengue deixa pelo menos 10 pessoas internadas em Ilhéus, município que está em situação de risco por causa do aumento no número de casos da forma mais grave da doença. Somente no Hospital Geral Luiz Viana Filho há 10 pessoas com os sintomas. Foram notificados 57 casos de hemorrágica no município neste ano.

É exatamente a mesma quantidade notificada no mesmo período do ano passado, quando quase todos os municípios do sul da Bahia registraram um grande número de pessoas doentes. De dengue clássica já são 854 casos notificados.

O principal hospital público de Ilhéus tem recebido uma média 40 pessoas infectadas por dia. Os dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde mostram que Ilhéus está entre 10 municípios com mais notificações de dengue clássica.

(mais…)

O AVANÇO DA DENGUE EM ILHÉUS

Com informações do jornal A Região.

Segundo o boletim mensal da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Estadual de Saúde, Ilhéus seguiu na direção contrária da maioria dos municípios baianos, que registraram redução no número de casos de dengue clássica e hemorrágica.

Os dados oficiais mostram situação crítica na cidade, que tem o segundo maior número de casos confirmados de dengue hemorrágica no estado. Com 17, o município está empatado com Brumado, que enfrentou uma epidemia nos dois primeiros meses deste ano.

O Blog do Gusmão, desde setembro de 2009, passou a denunciar que o programa de combate ao mosquito da dengue estava sendo usado politicamente, pelo grupo do vereador Jailson Nascimento (PMN), presidente do legislativo municipal.

A guerra contra o Aedes Aegypti foi tocada de maneira insatisfatória, ao ponto da Fundação Nacional de Saúde, através de um relatório, afirmar que apenas 20% das residências recebiam visitas,  seguindo a periodicidade determinada pelo ministério da saúde.

Após muita pressão do governo federal, o prefeito banana (Newton Lima), resolveu enfim, tirar a turma do “Honorável da Dengue”, e nomeou uma equipe técnica para tentar resolver o problema.

Este blog possui diversas matérias sobre o avanço da dengue em Ilhéus, clique aqui e aqui.

MOSQUITOS DA DENGUE ATACAM A SOARES LOPES

O CREAS foi esvaziado.

Depois que a secretaria de serviços públicos efetuou a capinagem de diversas áreas da avenida Soares Lopes, em Ilhéus, os mosquitos da dengue “decidiram” tirar a paz dos moradores.

O número de exemplares do Aedes Aegypti, encontrado nas casas é tão grande, que obrigou a secretaria de saúde a mobilizar vários agentes de endemias para o combate.

Infelizmente, de todos os imóveis visitados, um  sobrado alugado pela prefeitura, onde funciona o CREAS (centro de referência especializado de assistência social) é o mais afetado.

O sobrado foi desocupado no dia de hoje, para não colocar em risco a saúde dos funcionários. Não foram encontrados focos do Aedes no CREAS.