EXCLUSIVO! MAPAS COMPROVAM QUE TURMA DE JAILSON NASCIMENTO FEZ O MOSQUITO DA DENGUE TOMAR CONTA DE ILHÉUS

O Blog do Gusmão teve acesso a três mapas, elaborados por técnicos da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), que comprovam o péssimo trabalho desenvolvido pela equipe ligada ao vereador Jailson Nascimento, responsável pelo programa de combate à dengue em Ilhéus.

Os números são assustadores! Veja os mapas. Clique em cima para ampliar.

O Blog do Gusmão, antes de publicar esta postagem, ligou duas vezes para o celular do assessor de imprensa da câmara de vereadores de Ilhéus, Roberto Scarpita, com o objetivo de colher explicações, ou dar possibilidade para que o presidente do legislativo ilheense se defendesse das denúncias apresentadas.

O assessor não atendeu e também não retornou a ligação.

Em janeiro de 2005, pessoas ligadas ao vereador Jailson Nascimento deixaram a coordenação do programa. Em Fevereiro do mesmo ano, os números de infestação do mosquito nos lares dos ilheenses era preocupante. As áreas pintadas de verde significam que o índice de infestação é de 0 a 2,9% (risco aceitável), amarelas de 3% a 4,9 % (alerta), vermelhas acima de 5% (alto risco). Confira!
Em janeiro de 2005, pessoas ligadas ao vereador Jailson Nascimento deixaram a coordenação do programa. Em Fevereiro do mesmo ano, os números de infestação do mosquito nos lares dos ilheenses era preocupante. As áreas pintadas de verde significam que o índice de infestação é de 0 a 2,9% (risco aceitável), amarelas de 3% a 4,9 % (alerta), vermelhas acima de 5% (alto risco). Confira!

Em 2007, a equipe que trabalhava não sofria interferências políticas. O agentes trabalhavam com o sistema de zoneamento, cada um desempenha suas funções no próprio bairro que reside. Os índices de infestação caíram drasticamente. Áreas verdes: de 0 a 2,9% (aceitável). Amarela: de 3% a 4,9%.
Em 2007, a equipe responsável não sofria interferências políticas. Os agentes trabalhavam com o sistema de zoneamento (cada um desempenhava suas funções no próprio bairro que reside). Os índices de infestação caíram drasticamente. Áreas verdes: de 0 a 2,9% (aceitável). Amarela: de 3% a 4,9% (alerta).

Mapa feito neste mês (novembro). Em setembro de 2007, o vereador Jailson Nascimento conseguiu a exoneração do coordenador Orlando Mendes, e nomeou o seu apaniguado Nailton Costa. Daí em diante houve uma queda acentuada na qualidade do serviço prestado pelos agentes. O zoneamento foi abandonado dando lugar ao multirão. O mosquito volta com força total. Veja os números e confira a situação do seu bairro. Áreas verdes: de 0 a 2,9% (aceitável). Amarelas: de 3,0% a 4,9 (alerta). Vermelhas: acima de 5,0% (alto risco).
Mapa feito neste mês (novembro). Em setembro de 2007, o vereador Jailson Nascimento conseguiu a exoneração do coordenador Orlando Mendes, e nomeou o seu apaniguado Nailton Costa. Daí em diante houve uma queda acentuada na qualidade do serviço prestado pelos agentes. O zoneamento foi abandonado dando lugar ao mutirão. O mosquito volta com força total. Veja os números e confira a situação do seu bairro. Áreas verdes: de 0 a 2,9% (aceitável). Amarelas: de 3,0% a 4,9 (alerta). Vermelhas: acima de 5,0% (alto risco).

EXCLUSIVO! COMBATE À DENGUE: VEM AÍ UMA DESCULPA ESFARRAPADA

A secretária de saúde de Ilhéus, Marleide Figueiredo, tirou da cartola um coelho, uma desculpa esfarrapada para o insucesso da sua gestão no combate ao mosquito da dengue.

A informação “que voa baixo nos corredores do palácio, na altura dos joelhos”, dá conta de que, segundo Marleide, o larvicida utilizado pelos agentes não está matando as larvas do Aedes Aegypti.

O Blog do Gusmão entrou em contato com Jorge Monteiro, especialista no assunto e diretor da FUNASA, lotado em Salvador, que nos afirmou que há sim, leves indícios, de que o produto está levando mais tempo para matar as larvas, porém, esta possibilidade, ainda não comprovada, jamais deverá ser posta como justificativa para o alto risco de epidemia que Ilhéus e Itabuna estão vivendo, “na verdade, o que as duas cidades precisam fazer, é melhorar o trabalho de campo, a atuação dos agentes”, explicou Jorge Monteiro.

RACHA NO COMBATE À DENGUE: TÉCNICOS DA FUNASA NÃO SE ENTENDEM COM A TURMA DO VEREADOR

Os técnicos da FUNASA (fundação nacional de saúde) que residem em Ilhéus, quando perguntados sobre os responsáveis pelo combate à dengue, ligados à secretaria municipal de saúde, formam uma unanimidade ao dizerem: “essa turma que está a serviço de um vereador, não trabalha com seriedade, não tem compromisso com a população”.

A divergência gerou um problema gravíssimo para os ilheenses, pois o trabalho que deveria ser feito em conjunto, acaba ocorrendo em paralelo, dificultando a batalha contra o mosquito da dengue.

Segundo os servidores da FUNASA, é comum encontrar todos os dias, focos e larvas do Aedes Aegypti que passaram despercebidos diante dos agentes, que por sinal, diminuíram o número de visitas.

Eles advertem que as perspectivas não são nada animadoras.

CHEFE DO COMBATE À DENGUE ACUSADO DE FRAUDAR BOLETINS FOI INDICADO POR JAILSON NASCIMENTO

Digitalizar005O jornal A Região, em setembro de 2007, publicou uma matéria sobre a exoneração do ex-coordenador de combate à dengue de Ilhéus, Orlando Mendes, tido na época, como um dos principais responsáveis pela queda da infestação do mosquito Aedes Aegypti, constatada no ano em que deixou a função.

O importante semanário destacou que em 2007 foram registrados apenas 20 casos, “sendo quatro de dengue clássica confirmados”. Clique na imagem para conferir.

O Blog do Gusmão conversou com alguns profissionais que referendaram a competência de Orlando Mendes no comando dos “mata-mosquitos”. Um técnico que preferiu não se identificar, explicou que Mendes não coadunava politicamente com o grupo do vereador Jailson Nascimento, e que cobrava eficácia, desagradando os que eram (e continuam) ligados ao vereador.

(mais…)

O VEREADOR QUE VIROU PIADA

Jailson "Sarney" Nascimento, a piada da semana.
Jailson "Sarney" Nascimento, a piada da semana.

Um tiro no pé. Assessoria ruim ou auto-suficiência?

A ação intimidatória do presidente da câmara de vereadores de Ilhéus, Jailson Nascimento, contra o Blog do Gusmão, se transformou em piada de repercussão nacional.

As colunas do jornalista Claudio Humberto (uma das mais lidas do país), e a Tempo Presente (Levi Vasconcelos) publicaram que um vereador de Ilhéus processou um blog por tê-lo comparado com o atual presidente do senado, devido à mesma prática de empregar parentes. Ambos usam bigodes.

(mais…)

ILHÉUS REGISTRA 3 CASOS DE DENGUE HEMORRÁGICA

Ainda estamos na primavera, mesmo assim, a dengue acaba de retornar com força total à Ilhéus.

Segundo informações recebidas por este Blog, nos últimos 6 dias, 3 casos de dengue hemorrágica foram registrados na “Terra de Gabriela”, e deram entrada no hospital regional.

O hospital São José também recebeu 4 pessoas que estão sendo hidratadas, com suspeita da doença.

A secretaria de saúde contratou dois médicos para atender os pacientes picados pelo mosquito. Funcionários do regional afirmaram ao Blog do Gusmão que os profissionais não estão trabalhando, deixando os doentes ao “Deus dará”.

Trinta minutos antes de publicarmos esta postagem, tentamos manter contato com a secretária de saúde Marleide Figueiredo. Fomos informados de que ela estava participando de uma reunião.

JAILSON NASCIMENTO TIROU EQUIPE TÉCNICA DO COMBATE À DENGUE PARA COLOCAR SEUS APANIGUADOS POLÍTICOS

Interferências de Jailson no programa de combate à dengue, levaram Ilhéus ao risco de uma epidemia.
Interferências de Jailson no programa de combate à dengue, levaram Ilhéus ao risco de uma epidemia.

O Blog do Gusmão solicitou ao conselho municipal de saúde de Ilhéus, uma cópia da ata, que registrou a reunião realizada no dia 14 de julho, deste ano.

Nesse dia, o médico sanitarista Júlio Guzman, conceituado profissional no combate à dengue, bem referendado por todos os técnicos consultados por este Blog, fez denúncias graves sobre a forma que o programa municipal de combate à dengue está sendo tratado pela secretaria de saúde.

Guzman exercia a função de consultor da vigilância epidemiológica do município, e, ao constatar que a secretaria priorizava o uso da máquina política, deixando de lado os critérios técnicos, para ele indispensáveis no combate ao mosquito, pediu exoneração, e relatou  algumas irregularidades.

(mais…)

A DENGUE E A “POLITICAGEM” EM ILHÉUS

O Blog do Gusmão teve acesso a documentos que comprovam o “aparelhamento” político da secretaria de saúde de Ilhéus, envolvendo muitas áreas, inclusive a equipe de combate à dengue.

São denúncias de irregularidades feitas por técnicos especializados, que indicam vários erros cometidos.

A cidade pode sofrer uma grande epidemia no próximo verão.

Estamos buscando os motivos que nos levaram a esse estado de alerta.

JAILSON TENTA EMPREGAR SEGURANÇAS AMIGOS NO COMBATE À DENGUE

Jailson quer encaixar amigos que estão desempregados, no programa de combate à dengue.
Jailson quer encaixar amigos que estão desempregados, no programa de combate à dengue.

O palanque eleitoral montando pelo presidente da câmara de vereadores, Jailson Nascimento (PMN), dentro da secretaria de saúde de Ilhéus, não se cansa de “bolar” métodos para fomentar a máquina assistencialista do vereador do malhado.

Desta vez, o objetivo é empregar seguranças particulares desempregados, no programa de combate à dengue. Os guardas prestavam serviços para uma empresa ligada ao edil, que tinha contrato com a secretaria de saúde, antes da prefeitura ter sido obrigada pelo ministério público, a efetivar os guardas municipais aprovados no último concurso.

Os “vigilantes” seriam convertidos em “mata mosquitos” depois de passarem por uma “seleção” cuidadosamente elaborada.

Só que a prefeitura assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) com o ministério público, assumindo o compromisso de promover concursos,  com o objetivo de evitar a prática dos contratos emergenciais. O documento é uma pedra no sapato de Jailson, que é tido como “aquele que manda” na saúde de Ilhéus.

O conselho municipal adotou posição contrária aos planos do vereador, e encaminhou sugestão para a secretária Marleide Figueiredo, para que firme convênio com o corpo de bombeiros, no combate ao mosquito Aedes Aegypti. A parceria existe em outras cidades. Segundo informações, Marleide está analisando a proposta.

ILHÉUS PODE TER UMA GRANDE EPIDEMIA DE DENGUE NO PRÓXIMO VERÃO

Um importante profissional da saúde que trabalha em Ilhéus advertiu ao Blog do Gusmão, que os registros de casos de dengue nesta época do ano estão além do normal.

O número de pacientes que comprovadamente foram picados pelo mosquito Aedes Aegypti no inverno, leva a crer que o programa de prevenção organizado pelo município está cometendo muitas falhas, pois neste período é normal que haja uma redução drástica dos casos.

As perspectivas para o próximo verão são as piores possíveis, e segundo a previsão do conceituado (a) profissional, Ilhéus poderá ter uma epidemia tão grande quanto a que foi vivida por Itabuna, no início deste ano.