Terminam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, são ofertadas vagas na modalidade a distância.

Estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem se inscrever, até esta sexta-feira (10), para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio do ano. Serão oferecidas mais de 51 mil vagas em instituições de ensino superior do país.

Pela primeira vez, além dos cursos de graduação presenciais, o Sisu 2020.2 vai ofertar vagas na modalidade a distância (EaD). Além de ter feito o Enem de 2019, os interessados não podem ter zerado a redação. Estudantes que fizeram o exame na condição de treineiros também não podem participar.
Inscrição

Por meio do site do Ministério da Educação (MEC), na tela “Minha inscrição”, o candidato poderá escolher até duas opções de cursos, por prioridade, na mesma instituição ou em universidades diferentes. Para fazer a primeira escolha, basta clicar em “Fazer inscrição na 1ª opção”. A pesquisa de vagas pode ser feita por nome do município, instituição ou curso. Após selecionar a opção, basta clicar em “Escolher este curso” para continuar.

Nesta fase, o candidato deverá indicar se irá participar do Sisu pelas vagas de ampla concorrência, pela Lei de Cotas (Lei nº 12.711/2012) ou pelas políticas afirmativas das instituições. No caso das universidades e dos institutos federais, os alunos de escola pública que se candidatarem às vagas reservadas serão divididos em grupo e subgrupo, conforme renda familiar e raça. Clique em “Escolher esta modalidade” para continuar.
Critérios

De acordo com o edital do Sisu, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Lista de espera

Segundo cronograma divulgado pelo MEC, o resultado da primeira chamada do Sisu será divulgado no dia 14 de julho. O candidato que não foi selecionado em uma das duas opções, em primeira chamada, deverá manifestar seu interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre os dias 14 e 21 de julho.

A partir daí, basta acompanhar as convocações feitas pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera, observando prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

MEC revoga portaria que acabava com cotas para negros e índios

Medida foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O Ministério da Educação tornou sem efeito a Portaria nº 545/2020, publicada no último dia 18, que revogava a Portaria nº 13/2016, que estabelecia a necessidade de criação, naquele ano, de políticas afirmativas nos cursos de pós-graduação. A Portaria nº 559/2020 , que torna sem efeito o ato da semana passada, foi publicada hoje (23) no Diário Oficial da União.

A portaria de 2016 estabelecia, que, em um prazo de 90 dias, as instituições federais de ensino superior deveriam apresentar propostas sobre inclusão de negros, indígenas e pessoas com deficiência em seus programas de pós-graduação (mestrado, mestrado profissional e doutorado), como políticas de ações afirmativas.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal (MPF), no Rio de Janeiro, estava apurando a legalidade da revogação da medida. Com o ato de hoje, a portaria volta a vigorar.

Questionado, o Ministério da Educação informou que a Portaria nº 13/2016 “foi revogada com base no Artigo 8º, do Decreto nº 10.139/2019”, que obriga a anulação de normas “cujos efeitos tenham se exaurido no tempo”. Em nota, a pasta acrescentou que a Lei nº 12.711/2012, em vigor, prevê a concessão de cotas e ações afirmativas exclusivamente para cursos de graduação.

Abraham Weintraub anuncia saída do Ministério da Educação

Em vídeo, presidente Bolsonaro e aliado confirmam mudança. (Foto: Antônio Cruz \ Agência Brasil)

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira (18), o economista Abraham Weintraub anunciou sua saída do cargo de ministro da Educação, que ocupava desde abril de 2019. Na gravação, ele aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

Os rumores da saída do ministro se intensificaram ao longo dessa semana, especialmente após a participação dele em manifestações de apoiadores do governo no domingo. Weintraub é investigado em inquérito sobre fake news, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), e também responde uma apuração na Corte por racismo por ter publicado um comentário depreciativo sobre a China.

“Sim, dessa vez é verdade. Eu tô saindo do MEC [Ministério da Educação], vou começar a transição agora e, nos próximos dias, passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar, interino ou defnitivo”, afirmou Weintraub. Ele anunciou, na sequência, que assumirá um cargo de diretor no Banco Mundial, que tem sede em Washington, nos Estados Unidos.

“Não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que recebi o convite para ser diretor de um banco, eu já fui diretor de um banco no passado, volto ao mesmo cargo, porém, no Banco Mundial. O presidente já referendou. Com isso, eu, a minha esposa, os nossos filhos, e até a nossa cachorrinha, Capitu, a gente vai ter a segurança que hoje me está deixando preocupado”, acrescentou.

O agora ex-ministro disse que seguirá apoiando o presidente da República e que compartilha dos mesmos valores, citando família, liberdade, franqueza e patriotismo. Após o anúncio de Weintraub, Jair Bolsonaro declarou que o “momento é difícil”, mas que mantém os mesmos compromissos assumidos durante a campanha.

“É um momento difícil. Todos os meus compromissos de campanha continuam em pé, e busco implementá-los da melhor maneira possível. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade e sabem o que o Brasil está passando, e o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade”, afirmou.

O governo ainda não confirmou quem assumirá o MEC no lugar de Abraham Weintraub. Informações da Agência Brasil.

Secretaria da Educação do Estado divulga selecionados para as 6.710 vagas dos cursos pelo Pronatec

Os cursos serão on-line, por causa da pandemia do novo Coronavírus

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) divulgou, na última sexta-feira (12), o nome dos contemplados para as 6.710 vagas ofertadas em cursos de qualificação profissional, pelo Programa Nacional de Acesso do Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Os cursos serão on-line, por causa da pandemia do novo Coronavírus, na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD). O processo seletivo foi realizado por meio de sorteio eletrônico, durante live no canal Educação Bahia, no YouTube, e a lista pode ser conferida no Portal da Educação.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou o empenho do Governo do Estado, em continuar oportunizando a qualificação profissional dos baianos, mesmo no contexto de pandemia.

“Queremos garantir que não vamos parar a capacidade do Estado em oferecer, mesmo em época de pandemia, a possibilidade de elevação da aprendizagem. São dois eixos importantes ofertados e que qualificam profissionais na área de Gestão, um setor muito importante de atuação, e a outra é voltada ao povo que reside no mundo rural, agricultores, assessores e técnicos, para que possam também ter sua qualificação”, afirmou.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Ezequiel Westphal, disse que estão sendo investidos R$ 3.825.220,00.

“Todo o processo foi muito exitoso, o que mostra a importância deste tipo de oferta. Para esta chamada, estamos ofertando os cursos para Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural; Agricultor Familiar; e Agricultor Orgânico (Eixo de Recursos Naturais), além dos cursos de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual (MEI); e Promotor de Vendas (Eixo de Gestão e Negócios)”, destacou.

Matrícula

A matrícula para os candidatos contemplados será on-line. Os mesmos deverão enviar, até o dia 17 de junho, para o e-mail [email protected], em uma única mensagem, os seguintes documentos no anexo: cópia legível do RG e do CPF (frente e verso); cópia legível do comprovante de endereço atualizado dos últimos 60 dias (exemplo: conta de água, luz, telefone fixo, contrato de aluguel e IPTU); e cópia legível do certificado e/ou histórico escolar em frente e verso (Ensino Fundamental ou Ensino Médio). No assunto, devem ser escritos o nome completo, o nome do curso e o município.

(mais…)

Bolsonaro revoga MP sobre escolha de reitores na pandemia

Ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. (Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles)

O presidente Jair Bolsonaro revogou hoje (12) a Medida Provisória (MP) 979/2020, que dava ao ministro da Educação a prerrogativa de designar reitores e vice-reitores temporários das instituições federais de ensino durante a pandemia de Covid-19. A MP 981/2020, que revoga a MP anterior, foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Mais cedo, o presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, já havia anunciado a devolução da medida ao Palácio do Planalto, argumentando que o texto viola os princípios constitucionais da autonomia e da gestão democrática das universidades. Na prática, a decisão de Alcolumbre fez com que a MP 979/2020 perdesse a validade.

O texto da MP já estava em vigor, mas ainda precisava ser aprovado pelo Congresso para não perder a validade. Conforme o texto, o ministro da Educação não precisaria fazer consulta à comunidade acadêmica ou à lista tríplice para escolha dos reitores.

Segundo a MP, a escolha valeria para o caso de término de mandato dos atuais dirigentes durante o período da pandemia e não se aplicava às instituições federais de ensino “cujo processo de consulta à comunidade acadêmica para a escolha dos dirigentes tenha sido concluído antes da suspensão das aulas presenciais”.

Por meio de nota divulgada na quarta-feira (10), após a edição da MP 979/2020, o Ministério da Educação (MEC) afirmou que o texto não feria a autonomia de universidades e institutos federais.

* Informações da Agência Brasil.

Governador Rui Costa afirma que ano letivo não será cancelado

Governador Rui Costa.

Em transmissão pelas redes sociais, nesta quinta-feira (28), o governador Rui Costa conversou com profissionais da imprensa do recôncavo baiano e do baixo sul e afirmou que o ano letivo não será cancelado na Bahia.

“Não existe possibilidade de cancelamento. Muito provavelmente as aulas irão atravessar esse ano e serão concluídas em 2021. Iremos fazer um grande mutirão pela educação para superar esse período, com aulas extras, em turnos opostos e nos finais de semana. Será um ano atípico, mas não podemos prejudicar o ciclo escolar de nossos milhares de jovens e crianças”.

Faculdade Madre Thaís mantém aulas on-line durante a pandemia

Todos os 14 cursos da FMT mantém as atividades online.

Enquanto a avassaladora pandemia do novo coronavírus caminha, com milhares contagiados globalmente, as instituições de ensino superior mudam suas rotinas e modos de ensinar para proteger a comunidade acadêmica.

Na Faculdade Madre Thaís (FMT-Ilhéus) todos os seus 14 cursos mantém as atividades online. Os alunos da Faculdade continuam recebendo aprendizagem.

 Cada curso, cada disciplina, cada grupo de professores produz conteúdos e os faz chegar aos seus alunos através de plataformas digitais. Porém, a tecnologia não poderá ser usada para intermediar práticas profissionais de estágio e de laboratório.

Nesta quinta-feira (28), o curso de Engenharia Elétrica, da FMT, apresenta em live sobre “Robótica e internet das coisas”. O tema será discorrido pelos professores Geraldo Porto e Sérgio Ricardo.

Geraldo Porto coordena o curso de Engenharia Elétrica e leciona as disciplinas de Física III, Eletricidade Aplicada e Instalações Elétricas Prediais.

Já o professor Sérgio Ricardo da Silva, é autor do livro Protótipo de um Robô Móvel de Baixo Custo, e sócio fundador da GSRJ Consultoria Educacional, Doutorando em Mecatrônica pela Universidade Federal da Bahia , na área de Álgebra Abstrata aplicada à Cinemática de Manipuladores Robóticos utilizando Bases de Gröbner.

O ensino a distância é a alternativa recomendada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), porém, faculta as  instituições de ensino superior optarem por simplesmente suspender as atividades acadêmicas presenciais pelo mesmo período, mas essas deverão ser integralmente repostas depois.

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

Medida foi anunciada pelo ministro da Educação pelo Twitter. (Foto: Marcelo Casall)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anuCnciou a prorrogação do prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 para a próxima quarta-feira (27). Pelo calendário inicial, as data limite para os estudantes se inscreverem era hoje (22).

As inscrições começaram no último dia 11 e podem ser feitas por meio da página do Enem na internet.

Na quarta-feira (20), o Ministério da Educação anunciou o adiamento do Enem por algo entre 30 a 60 dias, em razão dos impactos ocasionados na sociedade pela pandemia de Covid-19. As provas impressas estavam previstas para serem aplicadas em 1º e 8 de novembro e as provas do Enem digital para os dias 22 e 29 de novembro.

Inscrições para o Enem terminam nesta sexta-feira

Inscritos serão convidados a participarem de uma enquete sobre nova data das provas.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 terminam às 23h59 desta sexta-feira (22). As provas, entretanto, foram adiadas na quarta-feira (20) por 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto inicialmente no edital, por determinação do Ministério da Educação.

Ontem (21), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo exame, mais de 4, 3 milhões de estudantes tinham feito a inscrição para participar desta edição do Enem.

Neste ano, o Inep também oferecerá o Enem Digital, porém, desde a semana passada, as 101,1 mil vagas ofertadas para a versão informatizada do exame já haviam se esgotado.

A aplicação do Enem Digital será em laboratórios de informática, em diversas faculdades brasileiras, e o candidato receberá um cartão de confirmação da inscrição no exame, com o endereço da faculdade e o laboratório de informática onde fará a prova, sob supervisão de fiscais.

Inscrições

Para evitar erros na hora da inscrição, o Inep recomenda que todos os participantes façam o procedimento com calma. O aluno deve, por exemplo, verificar cuidadosamente as informações declaradas, pois, após a conclusão, algumas não poderão ser modificadas.

Os dados que constam na Receita Federal (nome, nome da mãe e data de nascimento) devem ser os mesmos declarados por quem vai fazer o Enem. Quando há divergência, o sistema informa que o participante precisa fazer a correção no órgão. A inscrição poderá ser concluída apenas após a atualização dos dados na Receita.

O participante que já concluiu a inscrição tem a oportunidade de fazer modificações em alguns itens do sistema do Enem, mas somente ao final do prazo de inscrições.

Os inscritos que se enquadram nos requisitos apresentados nos editais como beneficiários da gratuidade da taxa de inscrição ficarão isentos sem a necessidade de um pedido formal. Para os demais, a taxa de R$ 85 deve ser paga até 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), gerada ao final da inscrição.

Nova data

Nos próximos dias, o Inep fará uma consulta aos inscritos para definir novas datas para o exame, que estava previsto para os dias 1º e 8 de novembro (impresso) e 11 e 18 de novembro (digital).

Os candidatos serão convidados a responder a uma enquete na Página do Participante, para que possam manifestar sua opinião em relação ao melhor momento para realizar as provas.

(mais…)

Senado aprova adiamento do Enem 2020; matéria vai à Câmara

Senadora Daniella Ribeiro, autora do projeto, em pronunciamento via videoconferência. (Foto: Waldemir Barreto / Agência Senado)

A suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em razão do estado de calamidade pública, provocado pela pandemia do coronavírus, foi aprovada no final da noite de ontem (terça-feira, 19) no Plenário virtual do Senado, por 75 votos a 1. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta (PL 1.277/2020) da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) prevê que, em casos de reconhecimento de estado de calamidade pelo Congresso Nacional ou de comprometimento do regular funcionamento das instituições de ensino do país, seja prorrogada automaticamente a aplicação das provas, exames e demais atividades de seleção para acesso ao ensino superior.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, marcou a aplicação do exame impresso para os dias 1º e 8 de novembro, e a versão digital para 22 e 29 de novembro. As inscrições estão abertas até o próximo dia 22. Já há quatro milhões de inscritos, de acordo com o Inep, e estão esgotadas as vagas para a prova digital

Para Daniella, o adiamento do Enem 2020 impedirá a concorrência desleal entre candidatos que não têm as mesmas oportunidades de acesso à internet, especialmente entre estudantes das redes pública e privada de ensino. Informações da Agência Senado.

(mais…)

Reitor da UESC realiza live com aula inaugural do projeto Universidade para Todos

A Universidade Estadual de Santa Cruz, através da Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UESC), inaugura nesta segunda-feira(18), às 19 horas, as suas atividades referentes ao projeto Universidade para Todos (UPT). Em razão do distanciamento social imposto pela pandemia do novo Coronavírus, será apresentada em live no Instagram “@uesc.oficial”, na plataforma UPT – Estude em Casa (Durante o Distanciamento Social).

“Educação e economia: os desafios da pandemia” é o tema aula inaugural que será apresentada pelo reitor da Uesc, Alessandro Santana. A iniciativa contempla o desafio da UESC em manter o projeto UPT neste ano, frente à pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), e conta com a produção, disponibilização e divulgação, através de mediação tecnológica, de conteúdos estratégicos para a meta de ingresso na educação superior.

A expectativa é que estudantes passem a contar semanalmente com novas lives. Na plataforma “Estude em Casa”  poderão encontra produtos e produções da plataforma Anísio Teixeira, do Instituto Anísio Teixeira (IAT), e de produções das demais universidades públicas estaduais (Uefs, Uneb e Uesb) e federais da Bahia.

(mais…)

IF Baiano produz e entrega álcool 70° a serviços de saúde na região sudoeste

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) entregou, na última semana, 130 litros de álcool etílico líquido 70° INPM Glicerinado a serviços de saúde dos municípios de Guanambi e Pindaí, localizados na região sudoeste da Bahia. O álcool está sendo produzido por alunos e servidores nos laboratórios do Campus Guanambi do IF Baiano.

A iniciativa conta com o apoio das prefeituras dos municípios, através de uma parceria firmada pela direção do campus, visando o enfrentamento da pandemia do coronavírus. “Entregamos 100 litros para a prefeitura de Guanambi e 30 litros para a prefeitura de Pindaí”, informou o coordenador da produção, Ricardo Brandão, técnico de laboratório do instituto.

A ideia de produzir e entregar álcool para os profissionais de saúde surgiu dos estudantes do curso de Licenciatura em Química, em meados de março. Hoje, são 10 pessoas colaborando na produção, dentre elas, professores, técnicos e sete alunos do curso.

O álcool etílico líquido 70° INPM Glicerinado que está sendo produzido é equivalente ao álcool 77° GL, também chamado de álcool 70%, que é a concentração mínima considerada eficaz no combate ao coronavírus. Segundo Brandão, o processo de produção baseia-se na concentração em massa do álcool etílico, com a utilização do álcool 92,8º INPM ou 99,5° INPM. “O processo é rigorosamente executado sob temperatura de 20°C e aferido com o aparelho alcoômetro”, explica o servidor.

A pretensão é dar continuidade aos trabalhos e produzir mais 120 litros de álcool nesta terça-feira, 07. “Já temos a matéria-prima e estamos aguardando a chegada de mais insumos para aumentar a produção”, concluiu.

(mais…)

Pesquisadores da UESC fazem estudo para avaliar reações psicológicas durante pandemia

Pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) realizam estudo para avaliar as reações psicológicas devido à pandemia de Covid-19, da população em geral e dos trabalhadores e estudantes da saúde.

O estudo pretende contribuir para evidenciar o quanto a saúde mental tem sido afetada e quais aspectos que mais interferem nesses efeitos, de modo a fornecer informações importantes para nortear ações de atenção psicossociais e de apoio psicológico aos grupos estudados.

Trata-se de um estudo sobre “Reações psicológicas e fatores associados durante a epidemia da Covid-19 no Brasil”, que foi aprovada pela Comissão Nacional de Pesquisa e pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos – CEP/UESC.

A pesquisa tem como responsável o professor/Dr. Paulo Cesar Barbosa Ribeiro, do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas, DFCH, também, a professora/Dra Rozemere Cardoso de Souza, do Departamento de Ciências da Saúde e um grupos de pesquisadores da UESC contando com parceiros da Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP.

A meta é conseguir a participação voluntária de mais de 1000 pessoas. Para mais informações e participação, o interessado deve entrar em contato através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdqt5hJ59D5AMGSqyRk8R8muBcsIzGvIzQHpQ673xXJu9Ezsw/viewform ou do e-mail: [email protected] .

A pesquisa busca conhecer as reações psicológicas dos brasileiros ao surto da COVID-19, bem como fatores que podem contribuir para essas reações.

(mais…)

De Olho no ENEM: Faculdade de Ilhéus oferece aulas preparatórias e gratuitas

Em virtude do período de distanciamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, a Faculdade de Ilhéus resolveu antecipar o programa De Olho no ENEM, que oferece aulas preparatórias on-line e gratuitas aos estudantes que vão se submeter ao Exame Nacional do Ensino Médio, a ser aplicado no mês de novembro, pelo Ministério da Educação.

As aulas preparatórias para o ENEM serão transmitidas ao vivo, de segunda a sexta-feira, agora em novo horário, das 17 às 20 horas, com duas disciplinas por dia, e acesso através do site www.faculdadedeilheus.com.br. O programa De Olho no ENEM estreia no dia 18 de maio, segunda-feira, com aulas de Redação, Português e Literatura, com o professor Murillo César, e de Biologia, com a professora Geane Costa.

A transmissão das aulas, ao vivo, acontece no canal do De Olho no Enem no Youtube (www.youtube.com/deolhonoenem) e no Facebook (https://www.facebook.com/deolhonoenemead), simultaneamente. O aluno pode participar também com perguntas, através do chat no Youtube.

O conteúdo das aulas ficará disponível, sempre no dia seguinte, no site www.deolhonoenem.com.br, onde o aluno poderá assistir e revisar quantas vezes quiser. Além disso, também haverá questões resolvidas. Para acessar o site, é preciso fazer o cadastro, também gratuitamente! No instagram @deolhonoenem, serão publicadas as transmissões do dia.

A Faculdade de Ilhéus oferta aulas preparatórias para o ENEM há cerca de dez anos. Este é o terceiro ano em que o programa é transmitido em tempo real. Para isso, a instituição reúne uma equipe de professores experientes em disciplinas do Ensino Médio para ministrar as aulas.

A programação terá continuidade na terça-feira, 19, com aula de Matemática do professor Douglas Vinicius, no primeiro horário, seguida de aula de Física, ministrada pelo professor Ebert Melgaço. Na quarta Feira, 20, aulas de História, com o professor Dagson Borges, e de Atualidades, com o professor Elton Cosme.

Na quinta-feira, a primeira aula será de Química, com Leandro Coelho, e a segunda, de Geografia, com Elton Cosme. E na sexta-feira, aula de Literatura, com Murillo César, e de Português, também com o professor Murillo. Se houver necessidade de alguma alteração na programação da semana, será feito aviso antecipado.

(mais…)

MEC anuncia datas de inscrição do Sisu, ProUni e Fies

O ministro da Educação, Abraham Weintraub. Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Fonte: Agência Brasil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou ontem (11) no Twitter as datas de inscrição nos processos seletivos do segundo semestre de 2020 que utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso no ensino superior.

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderão ser feitas entre 16 e 19 de junho. O Sisu seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior em todo o país.

Já as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) serão de 23 a 26 de junho. O programa seleciona estudantes para bolsas em instituições privadas de ensino superior. As bolsas variam de acordo com a renda dos candidatos e podem ser parciais, de 50% da mensalidade, ou integrais, de 100%.

Para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), as inscrições serão de 30 de junho a 3 de julho. O Fies oferece financiamento a condições mais favoráveis que as de mercado para que estudantes paguem cursos em instituições privadas de ensino superior.

Em todos esses processos seletivos, o candidato pode usar a nota do Enem 2019. Ao todo, cerca de 3,9 milhões de estudantes fizeram o exame no ano passado.