O DESINTERESSE DO PREFEITO DE ILHÉUS PELA EDUCAÇÃO

Sebastão Maciel foi secretário de educação de Ilhéus entre setembro de 2007 a março de 2010. Assumiu os rumos da pasta em circunstâncias inusitadas, no meio do turbilhão, após a saída do prefeito cassado Valderico Reis.

Quem indicou Maciel foi a filha do prefeito, Carolyne Tavares Lima.

Newton assumiu o poder a contragosto, não tinha nomes para formar o secretariado. Foi então que “Carol” teria dito: “Painho! Coloca  Maciel na secetaria de educação. Ele foi meu professor. Muito bom por sinal”.

A referência da “Princesa Lima” foi suficiente.

Após deixar a função, Maciel tem “confidenciado” para alguns amigos, que durante o seu período à frente da secretaria, apenas 5 vezes conversou com o prefeito sobre o trabalho desenvolvido.

O desinteresse do gestor se reflete no quadro caótico que tomou conta das escolas municipais, onde faltam professores, merenda escolar, carteiras, banheiros e etc….

Resumindo, tá faltando um prefeito.

BACHARELANDO EM DIREITO LANÇA LIVRO JURÍDICO

O  professor e Bacharelando em Ciências Jurídicas, Vercil Rodrigues, lança – em parceria com a Direitos Editora – o livro Breves Análises Jurídicas que aborda assuntos referentes ao Direito Constitucional, Eleitoral, Processual, Direito de Família, Penal, Educacional, Alternativo, Direito das Pessoas com Deficiências, Direito da Criança e do Adolescente, dentre outros.

O livro Breves Análises Jurídicas marca a primeira obra jurídica realizada por um estudante de Direito no País. “A literatura jurídica está mais enriquecida com a publicação deste livro escrito por um acadêmico de direito, situação que constitui verdadeiro pioneirismo no Brasil e uma disposição que importa rompimento de uma barreira, considerando o ineditismo do ato, verdadeira e agradável surpresa, situação que mais se concretiza quando lemos o teor cuidadoso da obra Breves Análises Jurídicas”, afirmou Eurípedes Brito Cunha, advogado e ex- presidente da OAB da Bahia.

Segundo o Pós-Doutor e Mestre em Direito pela UFBA, Ricardo Maurício Freire, “Breves Análises Jurídicas tem  o grande mérito de condensar trabalhos que giram ao derredor da relevante e atual temática dos direitos fundamentais”.

PROFESSORA ITABUNENSE GANHA PRÊMIO NACIONAL

A professora Luciana Santos Silva foi a vencedora do V Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero.

O V Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, na categoria Mestres e Estudantes, contou com a vitória da professora Luciana Santos Silva, itabunense, graduada em Direito pela Universidade Estadual de Santa Cruz e Mestre em Ciências Sociais pela PUC-SP.

O trabalho vencedor teve como objeto de estudo a Lei Maria da Penha e suas representações. “Analisamos as representações de Gênero no debate sobre a constitucionalidade da Lei Maria da Penha, apresentando como resultado que o campo jurídico ao se manifestar sobre a constitucionalidade da Lei reproduz os padrões patriarcalistas”, afirmou a professora.

(mais…)

ATENÇÃO CGU: EM ILHÉUS ESTÃO “COMENDO” O DINHEIRO DA MERENDA ESCOLAR

A prefeitura de Ilhéus recebeu em março R$ 339.540,00 do FNDE (fundo nacional de desenvolvimento da educação), para a compra de merenda escolar que deveria alimentar as crianças das escolas municipais.

Não se sabe o motivo, mas, as crianças não estão recebendo as refeições bancadas pelo governo federal. Não custa nada perguntar: onde está o dinheiro? Fizeram o quê com a grana?

Atenção Controladoria Geral da União e ministro Jorge Hage, está na hora de fazer uma devassa nas contas do poder executivo ilheense.

Com a palavra o prefeito Newton Lima, o secretários Jorge Bahia (finanças) e Lidney Campos (Educação).

Clique aqui para conferir os valores enviados ao município.

POSIÇÃO ESTRATÉGICA

Senildo: o elo entre a secretaria e os professores.

O PT de Ilhéus teve todas as condições para assumir a secretaria de educação do município.

Preferiu rejeitar, evitando uma briga entre “companheiros”, já que a direção do sindicato do professores (APPI) é ligada ao partido.

De qualquer forma, indicaram Senildo Paulino (alcunhado pelos “geraldistas” como o “pombo correio de Josias”) para assumir um cargo, “na cola” de Lidney Campos, a nova secretária.

Paulino é um burocrata sindical de larga experiência. Tomara que os educadores saiam ganhando, do contrário, ficará a impressão de que encaixaram mais uma “boquinha sedenta”, situação que nunca coube ao competente militante petista.

CONSELHOS ESCOLARES FISCALIZAM RECURSOS EM ITABUNA

Secretário de Educação, Gustavo Lisboa

A Secretaria da Educação está ampliando cada vez mais os processos de aplicação de recursos municipais em Itabuna. Isso se deve ao programa de descentralização implantado nas escolas desde 2003.

Segundo o secretário da educação, Gustavo Lisboa, esse sistema proporcionou o encaminhamento direto dos recursos públicos para cada colégio do município. Além desse projeto, o sistema de colegiados escolares – que visa o acompanhamento da gestão dos recursos – também está obtendo bons resultados atualmente.

Gustavo afirmou que a Controladoria Geral da União (CGU) não encontrou irregularidades no uso dos recursos, mas sugeriu mudanças nos procedimentos licitatórios. “A licitação não era realizada, até porque o volume de recursos por unidade escolar nunca ultrapassava o limite de R$ 8 mil mensais”.

O secretário disse ainda que em abril aproximadamente 50 licitações serão realizadas nas escolas.

BAHIA LANÇA PLANO ESTADUAL DOS DIREITOS HUMANOS

A solenidade de lançamento do Plano Estadual dos Direitos Humanos e do Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos aconteceu na segunda-feira (22), no Hotel Sol Bahia, em Patamares.

O Plano Estadual dos Direitos Humanos é o resultado de várias discussões que estão sendo desenvolvidas desde 2007 na Bahia e tem como objetivo respeitar os direitos humanos no estado.

(mais…)

ALUNOS DE URUÇUCA SEM MERENDA ESCOLAR

Do blog É Política.

Já iniciaram as aulas e os estudantes das escolas municipais de Uruçuca não estão recebendo a merenda escolar garantida por lei.

No ano passado, os alunos da zona rural ficaram cerca de seis meses sem receber o alimento. Na época, o Conselho de Alimentação Escolar (CAE), afirmou que a merenda não estava sendo disponibilizada por causa das irregularidades na gestão do ex-prefeito Dilson Argolo.

Mas e agora? O que impede essas crianças de ganharem a merenda escolar, hein Moacyr Leite?

IMEAM INICIA AULAS EM TEMPO INTEGRAL

Na próxima segunda-feira (22) acontecerá a aula inaugural do Instituto Municipal de Educação Aziz Maron, em Itabuna. O evento será às 9 horas da manhã e contará com a presença do prefeito Capitão Azevedo e do secretário da educação, Gustavo Lisboa.

O grande diferencial do colégio este ano é a implantação de um horário integral de ensino, onde serão oferecidas aulas formais e oficinas para os alunos.

Segundo Azevedo, a proposta de adaptar um colégio para ensinar em dois turnos, é principalmente para estimular a educação e a inclusão social dos jovens.

DEFENSORA DE VALDERICO ASSUMIRÁ SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

A professora Lidney Campos, atual diretora do IME, assumirá a secretaria de educação de Ilhéus.

Na tarde desta terça-feira (16), a educadora participou de uma reunião com o prefeito Newton Lima, no Palácio Paranaguá, e foi confirmada no cargo.

Lidney afirmou que se considera preparada para a função, já que trabalha na rede municipal de ensino há 23  anos e conhece todos os problemas.

Em 2006, a diretora mobilizou uma campanha em defesa do prefeito Valderico Reis, posteriormente cassado pela câmara (clique aqui).

O fato passado não é um grande empecilho para o governo atual, pois muitos com postura idêntica lá se encontram.

MACIEL PEDIU EXONERAÇÃO DE MANEIRA DISCRETA

Maciel cansou e pediu pra sair.

Amigos visitantes acreditem se quiser!

O secretário de educação de Ilhéus, o professor Sebastião Maciel, pediu exoneração do cargo. O pedido foi entregue ao prefeito Newton Lima, de maneira bem discreta, discretíssima!

No último sábado (13), durante o aniversário da primeira-dama Inês Tavares, comemorado no Ilhéus Iate Clube, Maciel, ao se despedir do ex-chefe no final da festa, inseriu a carta de “adeus” no bolso da camisa do gestor, e fez a seguinte recomendação: “quando puder leia”.

Foi ou não foi um ato digno de um grande mestre?

PROVÁVEL SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DEFENDEU VALDERICO

No governo do ex-prefeito de Ilhéus,  cassado pela câmara de vereadores, Valderico Reis, estourou em agosto de 2006 um escândalo na secretaria de educação, na época comandada pelo professor Almir Pereira.

O legislativo municipal sob o comando do hoje deputado federal Raimundo Veloso (PMDB), montou uma CEI (que não deu em nada), para apurar o destino de R$ 1,440 milhão, que deveria ser investido num projeto para oferecer cursos de informática e inglês para oito mil alunos da rede pública de ensino. A verdade é que a grana sumiu.

A professora Lidney Campos, hoje cotada para assumir a secretaria de educação, promoveu um movimento que reuniu diretores de escolas, em defesa do fatídico e corrupto governo e contrário à vereadora Carmelita Ângela (PT), autora da denúncia.

Esse passado, de posições políticas questionáveis, não pode referendá-la para tão importante função.

UESC VAI REALIZAR O I PGDAY BAHIA

Será realizado no próximo dia 26, no Auditório Jorge Amado da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), o “PGDay” ou Dia do PostgreSQL.

Postgres ou PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados de código aberto iniciado em 1986, na Califórnia e tem se tornado uma alternativa interessante para gerência de dados e bancos de dados.

Durante o dia serão realizadas palestras e discussões sobre o assunto, expondo a todos a vantagem do uso do PostgreSQL no âmbito regional.

Estarão sendo recolhidas, no dia do evento, doações de alimentos não perecíveis ou produtos de higiene pessoal, que serão doados a uma entidade carente.

PROFESSORES DEFENDEM AUTONOMIA DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS

A Comissão de Educação da Assembléia Legislativa da Bahia recebeu os representantes da associação dos professores das universidades estaduais baianas que reivindicavam a incorporação da gratificação CET aos salários e a restrição da autonomia das universidades estaduais.

Segundo os docentes, a lei que restringe as decisões das universidades dificulta o funcionamento das mesmas e centraliza excessivamente as decisões.

(mais…)