Senador Jaques Wagner declara apoio a Cacá (11) e Everaldo em Ilhéus

O senador Jaques Wagner (PT) declarou apoio total à candidatura de Cacá (11) e Everaldo, da Coligação “O futuro é agora” (PP, PT, PC do B, DC e Rede) à Prefeitura de Ilhéus.

“Você vai decidir o futuro da nossa querida Ilhéus. Por isso, peço o seu voto para esse querido amigo Cacá Colchões. O seu vice é Everaldo Anunciação (PT). Não esqueça também dos candidatos a vereador e vereadora que acompanham Cacá”, declarou Wagner num vídeo que publicou nas redes sociais.

Wagner lembrou dos avanços vividos por Ilhéus nos últimos anos, graças as políticas implementadas e iniciadas no passado, quando município e estado projetaram um modelo de desenvolvimento. Para que a cidade volte a crescer e se desenvolver, de acordo com Wagner, é preciso mudar.

“Por isso, amigas e amigos de minha querida Ilhéus. O dia 15 de novembro tá chegando, tá pertinho, tá batendo na porta e é um dia muito importante para todos nós. Por isso, vamos juntos e com muita alegria para as urnas, eleger Cacá 11, para prefeito de Ilhéus”, completou o senador.

TRE-BA lança canal para denúncias ligadas a aglomerações em atos de campanha eleitoral

Foto: Aglomeração durante ato político no município de Muritiba. Reprodução/ TV Bahia.

 

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) lançou no sábado (31), o Disque-Aglomeração, canal exclusivo para denúncias ligadas à concentração de pessoas em atos de campanha eleitoral em municípios do estado.

O serviço funcionará todos os dias, das 9h às 24h, por meio do número (71) 3373-9000.

O Disque-Aglomeração será coordenado pela equipe do Plano Integrado de Segurança – Eleições 2020, liderado pela juíza da 18ª Zona Eleitoral, Isabella Lago, e conta, também, com o assessor de Segurança e Transporte do Tribunal, Coronel Wilson Dutra.

Conforme prevê a Resolução Administrativa Nº 37/2020, a juíza Isabella Lago poderá exercer o poder de polícia em todos os municípios da Bahia.

Do G1 Bahia

Valderico Junior denuncia abandono do CAIC, principal escola da Zona Sul

Professor Dorival Filho e Valderico Junior durante visita ao CAIC.

Na última terça-feira, 27, o candidato a prefeito de Ilhéus pelo DEM, Valderico Junior, e seu vice, o Professor Dorival Filho, visitaram o Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (CAIC). Localizado no bairro Hernani Sá, o colégio é o mais importante equipamento municipal de educação da Zona Sul.

Apesar da sua importância histórica e estratégica para a educação municipal, “o colégio está totalmente abandonado”, critica Valderico Junior.

O Professor Dorival, por sua vez, lembra que os centros integrais de ensino foram criados pelo Governo Federal, em diversas cidades brasileiras, e entregues aos cuidados das prefeituras.

Valderico Junior assumiu o compromisso de requalificar a escola para transformá-la num símbolo do resgate da educação de Ilhéus no seu governo.

Junior e Dorival falaram sobre o CAIC em dois vídeos publicados nas suas redes sociais. Para vê-los, clique aqui e aqui.

Da Ascom/DEM Ilhéus.

Cacá afirma que deixou Marão sem respostas

Cacá e Mário Alexandre.

Um dos momentos mais comentados entre os que assistiram ao debate dos candidatos a prefeito, promovido pela Faculdade de Ilhéus, na noite de quarta-feira (28), foi quando o candidato Cacá dirigiu perguntas ao prefeito Marão sobre a utilização dos recursos públicos, para ele justificar o alto custo dos preços dos contratos de serviços da Prefeitura. Marão (PSD) titubeou e não respondeu aos questionamentos de Cacá e de outros candidatos.

Na rodada de perguntas candidato para candidato, Nosso Cacá foi o primeiro a formular a questão e escolheu o prefeito candidato. Ele questionou o fato de Marão, no segundo mês de seu governo, ter “sujado” o nome do município de Ilhéus no CAUC, a certidão negativa de débito do Governo Federal, o que impediu a cidade de receber recursos federais e provenientes de emendas parlamentares.

“A gestão anterior deixou na Saúde 10 milhões de reais no caixa e você decretou estado de emergência na saúde, o que ocasionou o pedido de demissão da então secretária da pasta. Gostaria que o senhor esclarecesse por que o resíduo sólido (lixo) de Ilhéus custava, no governo passado, uma média de 800 mil reais por mês e o senhor gasta 1 milhão e 600 mil reais por mês?”, perguntou Cacá.

O Progressista ainda questionou: “por que o transporte escolar, no governo passado, não chegava a R$ 150 mil, e no seu governo, custa R$ 400 mil? Por que a iluminação pública era exatamente R$ 200 mil por mês e, no seu governo, custa R$ 372 mil? Gostaria de saber se esses contratos de alto valor agregado para o povo de Ilhéus vão continuar por mais quatro anos de sua gestão e que transparência o senhor vai ter?”

E totalmente sem graça, o prefeito Marão disse: “Não sei nem que pergunta responder”, ao fugir dos questionamentos do Nosso Cacá, que, por sua vez, lamentou, na réplica, a ausência de respostas do atual prefeito de Ilhéus, dando a entender não saber explicar os motivos que levaram ao aumento absurdo dos valores dos contratos da Prefeitura.

Da Ascom/PP Ilhéus.

Prefeito usou expressão racista durante debate, acusou Bernadete do PSOL

Bernadete Souza.

A candidata a prefeita pelo PSOL, Bernadete Souza, repudiou durante o debate promovido pela Faculdade de Ilhéus na noite da quarta-feira (28) uma expressão racista utilizada pelo atual prefeito Mário Alexandre (PSD).

Durante troca de farpas entre o ex-vice-prefeito Cacá (PP), Mário Alexandre utilizou a expressão “história negra de Ilhéus” para fazer referência, de forma pejorativa, às antigas gestões do município.

A atribuição negativa à palavra negra não passou despercebida pela candidata Bernadete Souza. Durante sua fala, ela exigiu que o prefeito pedisse desculpas. Na ocasião, Mário falou após a observação da adversária, mas não se desculpou.

*Com informações do site Ilhéus Comércio.

Prefeito erra no debate ao dizer que Ilhéus tem 40 distritos; na verdade são 11

Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus.

Durante o debate promovido pela Faculdade de Ilhéus, nesta quarta-feira (28), o prefeito Mário Alexandre (Marão – PSD) errou o número de distritos do município.

Quando questionado sobre os deslizamentos de terra comuns nos morros, Marão disse que Ilhéus tem “40 altos” e “40 distritos”, e deu ênfase à dificuldade de gerir um município com território extenso como o ilheense.

Na verdade, com o distrito sede, que abriga a cidade propriamente dita, Ilhéus tem onze distritos. Os outros dez são: Aritaguá, Banco Central, Castelo Novo, Coutos, Inema, Japu, Olivença, Pimenteira, Rio do Braço e Sambaituba.

*Com informações do site Ilhéus Comércio.

Bernadete Souza emite nota pública sobre “fake news”

As candidatas a prefeita e vice-prefeita de Ilhéus, Bernadete Souza e Jack Meira.

Nos alegra saber que a velha política de Ilhéus parece ter sentido o peso da força da mulher! Porém, nos entristece saber que ao invés de proporem um debate franco, aberto, propositivo para os ilheenses, optam em espalhar mentiras, “fake news”.

Eu, Bernadete Souza, venho tornar público e ao mesmo tempo denunciar a “fake news” de que estaria deixando a campanha para apoiar o atual prefeito e candidato Mário Alexandre. Deixo claro que representamos a mudança! Jamais deixaríamos a campanha, principalmente para apoiar a continuidade de um projeto que acontece à revelia dos interesses daquelas e daqueles que a candidatura de Bernadete Souza e Jack Meira representam.

Agora são elas!

Da Ascom/ Bernadete Souza Prefeita e Jack Meira Co-Prefeita.

Faculdade de Ilhéus transmitirá o debate entre os candidatos a Prefeito pelo Youtube nesta 4ª feira

Faculdade de Ilhéus – visão noturna (Profa. Cristine Arães).

Por iniciativa da Faculdade de Ilhéus, nesta quarta-feira, dia 28, será realizado o Momento Político, evento que reunirá os candidatos a prefeito do município nas eleições de 2020, com o objetivo de oferecer aos postulantes ao cargo a oportunidade para expor suas propostas de governo à comunidade. O encontro será realizado no auditório Profa. Adélia Melo, com início às 19 horas e transmissão ao vivo pelo canal da instituição no Youtube/faculdadedeilheusoficial.

Em virtude da pandemia da Covid-19 e em respeito às normas sanitárias de distanciamento social, somente os candidatos terão acesso ao auditório da Faculdade de Ilhéus. Nesse contexto, a instituição adotou todas as medidas cabíveis, com base nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades brasileiras, para promover o evento de forma absolutamente segura.

Com as restrições sociais impostas pela pandemia, a campanha eleitoral deste ano possui características atípicas. Desta forma, o Momento Político promovido pela faculdade vai se configurando até agora, como única apresentação conjunta e democrática dos candidatos a prefeito de Ilhéus para exposição de suas propostas e o debate de ideias.

O Momento Político, realizado em todos os anos de eleição, é coordenado pelo curso de Direito, mas conta com o envolvimento dos colegiados dos demais cursos de graduação ofertados na faculdade. As perguntas direcionadas aos candidatos foram elaboradas com a participação de estudantes, professores e funcionários da instituição.

Na oportunidade, serão abordados temas referentes às principais áreas de atuação da gestão municipal, a exemplo de turismo e cultura, emprego e renda, meio ambiente, esporte e lazer, infraestrutura, saúde, assistência social e educação. O diretor da Faculdade de Ilhéus, Almir Milanesi, acredita que o esforço feito para realização do evento possa contribuir para o esclarecimento dos eleitores, aprimoramento da democracia e valorização da cidadania.

ACM Neto vai participar da carreata de Valderico Junior nessa sexta-feira

ACM Neto, prefeito de Salvador e Valderico Junior.

O candidato a prefeito pelo DEM, Valderico Junior, informa que o presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto, vai participar da carreata da vitória, na tarde dessa sexta-feira, 30 de outubro, em Ilhéus.

“Tenho certeza de que a presença do melhor prefeito do Brasil em Ilhéus vai ser um marco decisivo para a nossa vitória”, declarou Valderico Junior. “Convido todas e todos que nos apoiam a participar desse ato”, concluiu o candidato.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, ACM Neto confirmou sua participação na carreata. Clique aqui para assistir.

Da Ascom/DEM Ilhéus.

Cacá afirma que Marão afastou servidores de maneira cruel e defende a reintegração

O candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões.

O candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá, da coligação O Futuro é Agora, reafirmou hoje, dia 24, o compromisso de adotar providências para a reintegração dos servidores admitidos entre 83-88, afastados pelo atual prefeito de forma desumana e cruel. Ao lado de Everaldo Anunciação, candidato a vice, Cacá conversou com uma comissão de servidores, na segunda-feira (19), e ouviu relatos emocionados desses trabalhadores diante das dificuldades que suas famílias vivem por causa da atitude do prefeito.

Afastados de seus postos de trabalho, desde janeiro de 2019, os servidores de 83-88 têm sofrido uma verdadeira perseguição política por parte do prefeito, que submete suas respectivas famílias a uma série de humilhações, deixando-os sem segurança alimentar e sérios problemas de saúde. Sem direito a salário, vale-alimentação ou qualquer outro benefício, os servidores aguardam a decisão do Tribunal de Justiça para a reparação de seus direitos trabalhistas.

Para Cacá, o prefeito agiu com profunda maldade contra os servidores, quando traiu os acordos mantidos com as diretorias dos sindicatos e os afastou da Prefeitura após 34 anos de serviços prestados ao município. “Isso é um erro histórico. O respeito a esses servidores é uma questão de Justiça”, afirmou Cacá.

O candidato a vice-prefeito, Everaldo Anunciação, disse que também já foi vítima desse tipo de ação política quando era servidor da Ceplac, mas resistiu e foi reintegrado pela Justiça. Para ele, o prefeito de Ilhéus tem um problema ético no trato dessas questões, além de não ter compromisso popular com o social.

Se eleito prefeito, Cacá afirmou que imediatamente reunirá os procuradores do município com os representantes jurídicos dos servidores afastados para encontrar uma solução diante desse problema. Até porque, essa atitude irresponsável do prefeito pode gerar precatórios milionários contra a Prefeitura.

Justiça proíbe passeatas, comícios e caminhadas em Ilhéus

As campanhas eleitorais de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador estão proibidas em Ilhéus. A decisão é da juíza eleitoral Raquel Ramires François que percebeu que as aglomerações geram risco à saúde dos participantes por conta da pandemia do Covid-19.

Segundo a juíza, os partidos e coligações não poderão promover comícios, passeatas e caminhadas. Caso descumpram a decisão, os candidatos poderão sofrer detenção, pagar multas, bem como retenção de veículos e da aparelhagem de som.

De acordo com o documento, não há impedimentos quanto a realização de carreatas.

Locais de votação em Ilhéus têm alterações temporárias; confira

Foto: Divulgação / TRE-BA.

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) divulgou, nesta sexta-feira (23), alterações nos locais de votações da cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. Conforme o órgão, o objetivo é equilibrar número de eleitores nas seções eleitorais e evitar aglomerações no dia da realização do pleito.

Segundo informações do TRE-BA, a 25ª Zona Eleitoral tem 212 seções que serão distribuídas em 120 urnas. Sendo assim, os eleitores que votavam nas seções 65, 66, 67 e 68 do CCEP do Chocolate – Nelson Schaun, passarão a votar no Grupo Escolar Estado do Ceará.

Já os votantes das seções 4, 5, 159, 204, 231 e 249 do Centro Educacional Álvaro Melo Vieira (CEAMEV) passarão a votar no Heitor Dias. De acordo com o TRE-BA, os eleitores do Colégio Status (seções: 12, 13, 14, 31, 32) passarão para o Colégio Ideal, próximo Cinema Santa Clara.

Também haverá mudanças para os eleitores do Sindicato dos bancários (seções: 29, 30, 187, 247), que passarão para o Colégio Impacto e aos do Grupo Escolar Estado do Ceará (84, 85, 86, 87, 88, 229, 234), que vão votar no Colégio Fênix.

As últimas mudanças são para os eleitores da Escola Estelita Rocha (seções: 350, 351, 352), que passarão a votar no Prédio Escolar de Banco do Pedro e os do Grupo Escolar do Basílio (205, 206, 227, 241, 259, 271), que vão votar na Faculdade Madre Thais.

O Tribunal Regional Eleitoral informou que ficou estabelecido que as seções com menos de 50 eleitores deverão ser agregadas, obedecendo ao limite máximo de 500 eleitores para cada uma.

O eleitor pode consultar os dados eleitorais, incluindo o novo local de votação e seção, no site do TRE-BA, baixando o aplicativo e-Título ou ligando para (71) 3373-7000.

Do G1 Bahia.

“Governo não atendeu a vontade do povo”, diz Nazal, vice de Marão

José Nazal (Rede Sustentabilidade) vice-prefeito de Ilhéus.

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal (REDE), comentou em um vídeo publicado nas redes sociais, que sua decisão de apoiar Cacá a prefeito, foi baseada no sentimento de frustração com o governo de Marão, que segundo ele, não trabalhou para atender as necessidades do povo que o elegeu.

“Decidi apoiar Cacá, por querer ver o governo trabalhar, discutindo e decidindo junto com o povo. Não vi isso acontecer. Tentei de todas as formas, e acredito que podemos ter, com Cacá, um governo que faça isso com gabarito, por uma Ilhéus cada vez melhor”, declarou Nazal.

Na época, Nazal só aceitou a missão depois de dar um aviso importante: “se sair da linha, dos interesses de Ilhéus, eu grito”. De fato, o atual vice-prefeito gritou e rompeu com Marão, após discordar de sua maneira de fazer política e das ações adotadas pela Administração Municipal.

Da Ascom/PP-Ilhéus.

Fernando Gomes tem candidatura à reeleição indeferida

Fernando Gomes, prefeito de Itabuna.

O candidato à Prefeitura de Itabuna pelo partido Partido Trabalhista Cristão, Fernando Gomes, teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral nesta quinta-feira (22). A decisão ainda cabe recurso.

A assessoria de imprensa do postulante informou que ele vai recorrer do parecer.

De acordo com a decisão do juiz eleitoral José Alfredo Vieira, o motivo do indeferimento foi ter incidido na lei das inelegibilidades, já que o candidato foi condenado, em segunda instância, pelo Tribunal de Justiça do Estado por improbidade administrativa.

As partes que moveram a ação pedindo a impugnação da candidatura, entre elas o Ministério Público Eleitoral, alegam que Fernando Gomes está inelegível por ter sido condenado por improbidade administrativa, após ter contas rejeitadas e também por estar com os direitos políticos suspensos.

*Com informações do G1 Bahia.