HOJE ASSESSORES, AMANHÃ TRAÍRAS

Nascimento Junior e Magal, Roque do Sesp e "Pequeno". Trairagens podem acontecer.
Nascimento Junior e Magal, Roque do Sesp e “Pequeno”. Trairagens podem acontecer.

O Jornal do Radialista informa que o vereador ilheense Roque do Sesp (PROS) e o ex-presidente da associação do Hernani Sá, Odailson “Pequeno”, estão em processo de rompimento.

A atuação de “Pequeno” na comunidade da Urbis deixa o vereador enciumado. Para cortar as “asinhas”, Roque tem pedido aos secretários do governo Jabes, do qual é fiel aliado, que não atendam as solicitações do líder comunitário.

“Pequeno” corre por fora para ser candidato a vereador em 2016. Roque está de olhos abertos.

Do lado oposto, no gabinete do vereador Fabio Magal (PSC), outra trairagem pode estar em curso.

A associação dos guardas municipais de Ilhéus decidiu lançar um candidato a vereador em 2016. O nome mais cotado é Nascimento Junior, presidente da organização e principal assessor de Magal.

Fontes da guarda informaram a este blog que Nascimento pode ser candidato, ou, no mínimo, deverá apoiar o nome escolhido pela associação. Não será correto ir de encontro a uma decisão que ele próprio ajudou a aprovar. Caso decida ser incoerente, deverá sair da presidência.

Acontece que o salário de Nascimento na assessoria de Magal é quase o triplo do que a prefeitura lhe paga. Dessa forma, o momento não é oportuno para “deixar o barco”. Segundo os nossos informantes, a associação dos guardas vai juntar uma graninha para aliviar a perda de receita do seu líder, após o provável rompimento com o parlamentar.

Certa vez, Magal se queixou para um ex-assessor que Nascimento lhe causou desconforto ao discordar do valor financeiro destinado para uma festa da guarda municipal. Nascimento teria dito para Magal, na frente de outros companheiros de farda, que a quantia doada não era compatível com a importância da instituição. Depois desse fato, Magal afirmou ter errado quando elevou a importância de Nascimento no seu grupo. “Ele tem duas caras”, reclamou.

Com o passar do tempo, e muitos elogios exagerados, o assessor recuperou a confiança do patrão, pois nunca mais “bateu de frente”.

AFUNDOU O MANDATO DE CARANHA, PODE AFUNDAR O MANDATO DE MAGAL

A cor da farda poderia ser laranja.
A cor da farda poderia ser laranja.

Este é o guarda municipal Nascimento Junior, auxiliar do vereador Fabio Magal (PSC).

Entre 2005 e 2008, o guarda foi assessor parlamentar do ex-vereador Caranha, também de Ilhéus.

Moradores do bairro Hernani Sá comentam que ele foi um dos responsáveis pelo péssimo desempenho de Caranha.

Nascimento tem fama de incompetente, desleal e aprecia “suco de laranja”.

O vereador Fabio Magal deve ter cuidado com esse “vício” do guarda e com certas drogas vendidas numa farmácia do Nelson Costa.

Sua assessoria pode estar “quase” que inteiramente contaminada.

VEREADOR COBRA EXPLICAÇÕES SOBRE O PROJETO ORLA

Magal e Isaac em fevereiro de 2013. O secretário só mandou fechar a valeta. Depois, não deu mais qualquer satisfação.
Magal e Isaac em fevereiro de 2013. O secretário só mandou fechar a valeta. Depois, não deu mais qualquer satisfação. Imagem e texto: Ascom Fabio Magal.

No dia 16 de outubro, em requerimento (Nº 228/13) encaminhado para a Câmara de Vereadores, o vereador Fabio Magal (PSC) cobrou explicações do prefeito Jabes Ribeiro (PP) e do secretário de Desenvolvimento Urbano de Ilhéus, Isaac Albagli, sobre o Projeto Orla. “A obra deveria ter sido concluída em novembro de 2013 e ainda não saiu inteiramente do papel”, lembrou o parlamentar.

Orçado em R$ 3.289.416,48 (três milhões, duzentos e oitenta e nove mil, quatrocentos e dezesseis reais e quarenta e oito centavos), o projeto prevê a reurbanização do trecho entre o km 0 da rodovia Ilhéus – Olivença e o Loteamento CEPLUS.

Com outro requerimento (Nº 186/2013), o vereador Fabio Magal garantiu um espaço no plenário da câmara para que os senhores Necival Novaes Pires, Cleiton Lau Borges e Ezenildo Andrade Viera manifestassem a opinião e as dúvidas dos moradores do São Francisco sobre o atraso da obra. Esse bairro da zona sul de Ilhéus seria um dos locais beneficiados.

Em fevereiro de 2013, Magal e Isaac visitaram as obras do Projeto Orla. Os recursos para o término da obra viriam do Ministério do Turismo, repassados pela Caixa Econômica Federal. Apenas a valeta da rua que aparece na foto (anexada), próxima ao Supermercado Meira, foi tapada. Depois, Isaac não deu mais nenhuma explicação.

Segundo Magal, algumas questões devem ser esclarecidas. “Por que a obra foi paralisada? Quando os trabalhos serão retomados? Qual é a nova data prevista para a conclusão? O valor estipulado inicialmente será o bastante para a realização do projeto?”, questionou o edil. O prefeito e o secretário ainda não responderam.

ANTES ADVERSÁRIOS, AGORA INIMIGOS

Jabes e Magal: ruptura e inimizade.
Jabes e Magal: ruptura e inimizade. Imagem: Emílio Gusmão.

O prefeito de Ilhéus está muito contrariado com o vereador Fabio Magal (PSC).

Nos eventos públicos, Jabes Ribeiro evita qualquer tipo de contato com o adversário.

No último sábado, 02, Magal foi até o alcaide e lhe estendeu o braço direito, para o tradicional cumprimento das mãos.

JR permaneceu inerte, sentado, com as mãos nas pernas.

Magal exigiu: “estenda a mão pra mim Jabes”

O prefeito desviou o olhar.

No dia 07 de maio, o parlamentar denunciou JR ao procurador geral de Justiça do Ministério Público da Bahia, Márcio Cordeiro Fahel.

Segundo Magal, JR não cumpre diversas leis.

GOVERNO DE JABES TERÁ 1 ANO PARA INDIVIDUALIZAR FGTS DOS SERVIDORES

Emenda de Magal impõe prazo para o governo de Jabes.
Emenda de Magal impõe prazo ao governo de Jabes.

No dia 13 de dezembro, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou a emenda aditiva nº 01/2013. Aprovada pela câmara, a proposta alterou o artigo 4º do Projeto de Lei nº 175/2013 (enviado pelo prefeito) que trata do FGTS dos servidores.

De acordo com Magal, caso não seja vetada por Jabes Ribeiro, a emenda vai obrigar a Prefeitura de Ilhéus a individualizar as contas vinculadas do FGTS dos servidores municipais, no prazo de até 12 meses depois da promulgação.

Ainda segundo o parlamentar, no dia 11 de dezembro, o secretário de Administração de Ilhéus, Ricardo Machado, observou a necessidade de realizar a individualização do FGTS. Contudo, esta obrigação do governo municipal ainda não constava no projeto de lei que trata o assunto.

ILHÉUS PODE ADOTAR UM PLANO DE PREVENÇÃO DA OBESIDADE INFANTIL

obesidade infantil

No dia último dia 03, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou o Projeto de Lei 174/2013, para instituir o Plano de Prevenção da Obesidade Infantil. “Esse é um problema de saúde pública no Brasil”, afirmou o parlamentar.

A obesidade é uma doença crônica, desenvolvida por distúrbios nutricionais. Atuar com estratégias de prevenção é a melhor forma de combatê-la. Estatísticas da Organização Mundial Saúde apontam que crianças e adolescentes são os mais afetados por essa patologia. Por isso, em Ilhéus, o vereador direcionou o programa para a Rede Municipal de Educação.

O Plano de Prevenção da Obesidade Infantil consiste em uma série de medidas para informar e conscientizar a população sobre os riscos da doença. Prevê que as secretarias municipais de Educação e Saúde atuarão de forma conjunta, para elaborar conteúdos didáticos sobre o tema e prestar serviços de consulta médica e nutricional aos jovens ilheenses. Além disso, os estudantes participarão de atividades físicas adequadas para cada faixa etária.

No ato da matrícula, todos os estudantes vão responder questionários com informações que ajudem a diagnosticar a obesidade ou indicar o risco de desenvolvê-la. Além disso, realizarão o exame biométrico, que vai estabelecer relação entre as medidas de altura e peso dos jovens. Isso vai garantir que nenhuma criança ou adolescente da rede municipal não seja beneficiada pelo Programa de Prevenção da Obesidade Infantil.

ILHÉUS PODE ADOTAR O IPTU VERDE

IPTU VERDE

No dia 12 de novembro, o vereador Fabio Magal (PSC) apresentou o Projeto de Lei Nº 168/2013 para instituir o Programa IPTU Verde em Ilhéus.

Segundo Magal, a ideia é incentivar o cidadão a melhorar a infraestrutura verde da cidade, por meio de benefícios fiscais. A lei propõe descontos no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para os contribuintes que desenvolverem medidas para minimizar impactos no meio ambiente..

A lei prevê pontuações para os contribuintes comprometidos com a missão de transformar Ilhéus numa cidade sustentável. Os pontos somados pelo cidadão dependem do valor previsto para cada medida adotada. A pontuação acumulada, por sua vez, corresponderá ao desconto que a Prefeitura de Ilhéus vai lhe conceder no IPTU.

Por exemplo, o proprietário que captar e reutilizar água da chuva (ou de outras fontes) receberá dez pontos. Caso também separe seus resíduos sólidos e os envie para uma cooperativa de catadores, ele ganhará mais 6 pontos. Outra medida prevista é a utilização de energia solar para aquecimento hidráulico – 6 pontos. No total, 23 possibilidades de intervenção foram contempladas.

Os donos de imóveis que somarem entre 70 e 79 pontos receberão desconto de 10% no IPTU; entre 80 e 89, 13%. Aos que acumularem entre 90 e 99 pontos, a Prefeitura de Ilhéus concederá 16% de redução. A pontuação máxima chega a 100 e, nesse caso, o valor reduzido será 20%.

De acordo com Fabio Magal, se aprovada, a lei vai incentivar a criação ou expansão de áreas verdes – o que tornará a cidade mais bonita e aprazível para morar.

Diversos municípios do Brasil já adotaram o IPTU Verde.

DA FORMA COMO JABES TRATA ALIADOS E OPOSITORES

Jabinho? Só para os amigos.
Jabinho? Só para os amigos.

O guarda civil municipal, Nascimento Junior, é o braço direito do vereador ilheense Fabio Magal (PSC).

Formado em administração de empresas, “Secão”, como é conhecido, tem experiência em assessoria legislativa, já que trabalhou com o ex-vereador Caranha.

No início do ano, “Secão” pediu ao prefeito Jabes Ribeiro para ficar à disposição do legislativo municipal.

Como Magal era aliado de Jabes, o consentimento foi imediato.

“Secão” também pediu um documento que oficializasse a transferência. Jabes respondeu: “tem certas coisas na política que não dependem de documentos”.

O tempo passou e trouxe o rompimento entre Jabes e Magal. Há cerca de trinta dias, o assessor recebeu um recado do prefeito, transmitido pelo presidente da câmara, Dr. Jó (PC do B).

“Secão! Jabes disse que você não pode ficar na câmara, pois sua transferência não foi oficializada”.

Bem antes do recado, o guarda municipal já havia retornado ao trabalho, temendo ser alvo de uma arapuca.

QUANTO JABES GASTA COM DIÁRIAS?

Às quintas-feiras, a Avianca disponibiliza um voo para Salvador que sai de Ilhéus por voltas das 13h05min.
Às quintas-feiras, a Avianca disponibiliza um voo para Salvador que sai de Ilhéus por volta das 13h05min.

No dia 16 de outubro, o vereador Fabio Magal (PSC) enviou requerimento à mesa diretora da Câmara Municipal de Ilhéus. No documento, ele solicitou informações sobre as despesas da Prefeitura de Ilhéus com diárias pagas ao prefeito Jabes Ribeiro (PP), aos secretários e a outros agentes públicos.

De acordo com Fabio Magal, além de informar os valores, entre janeiro e outubro, a Prefeitura de Ilhéus deve encaminhar um relatório elaborado com documentos que comprovem os gastos.

No relatório, o governo municipal precisa esclarecer os objetivos de todas as viagens realizadas por seus agentes.  Além dos esclarecimentos por escrito e as notas fiscais que atestam cada despesa, Magal solicita também que o documento seja composto com fotografias.

Por fim, o vereador Fabio Magal acrescentou que “o Poder Legislativo necessita dessas informações com urgência, para cumprir um de seus papeis, ou seja, fiscalizar as ações do Poder Executivo”.

Caso o prefeito Jabes Ribeiro não preste esclarecimentos, o vereador avisa que recorrerá ao Ministério Público Estadual.

MAGAL VAI PRESIDIR O PSC DE ILHÉUS

Eliel Santana, Irmão Lázaro e Fabio Magal.
Eliel Santana, Irmão Lázaro e Fabio Magal.

A direção estadual do Partido Social Cristão (PSC) anunciou que o vereador Fabio Magal vai assumir a presidência da legenda em Ilhéus. O anúncio foi divulgado na última segunda-feira (28), em Salvador, durante um encontro estadual com lideranças do PSC.

O presidente estadual do partido, Eliel Santana, destacou a fidelidade de Magal, que poderia deixar o PSC para se filiar a uma das duas legendas criadas há pouco tempo, no entanto, o vereador nunca cogitou tal possibilidade.

Durante a reunião, no Centro Empresarial Iguatemi, Eliel voltou a convidar Fabio Magal para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do estado. O vereador agradeceu o convite, mas, ainda não se decidiu.

O Irmão Lázaro também participou da reunião política. Ele é cantor de grande sucesso no meio evangélico e é pré-candidato a deputado estadual pelo PSC.

ENEM: MAGAL QUER EVITAR DESESPERO E PEDE MAIS ÔNIBUS

ônibus no enem

Na última terça-feira (1º de outubro), o vereador Fabio Magal (PSC) enviou o requerimento Nº 205/2013 à mesa diretora da Câmara, com o intuito de solicitar às empresas Viametro e São Miguel o aumento das suas frotas durante a realização do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Magal espera que as empresas atendam seu pedido, pois milhares de estudantes farão as provas do ENEM em Ilhéus, nos dias 26 e 27 (sábado e domingo) de outubro. O vereador lembrou que habitantes de alguns municípios vizinhos também vão fazer o exame em escolas ilheenses. Portanto, é importante que o sistema de transporte coletivo esteja preparado para suprir o aumento dessa demanda social.

Pensando no aumento significativo do número de pessoas que usarão o transporte público durante o ENEM, Fabio Magal considera que elaborar um plano especial para os dias das provas, permitirá que as empresas de ônibus atendam seus passageiros com eficiência. Isso evitará que a falta ou a demora no acesso ao serviço prejudiquem os estudantes.

O vereador disse que no dia 03 de novembro do ano passado, um acidente na Ponte Ilhéus – Pontal gerou um imenso engarrafamento no trânsito da zona sul. Esse problema, somado à diminuição do número de veículos nas frotas das empresas (normal nos finais de semana), atrasou muitos estudantes que não conseguiram chegar aos locais das provas.

Magal também vai solicitar à secretaria municipal de desenvolvimento urbano, responsável pelo trânsito, uma operação especial na zona sul, nos dias do Enem.

Nesse ano, em todo Brasil, 7.834.024 milhões de pessoas inscreveram-se no ENEM, segundo o Ministério da Educação (MEC). 

FABIO MAGAL DENUNCIA O ABANDONO DO POSTO DE SAÚDE DO HERNANI SÁ

20130927_113455Na última sexta-feira (27), o vereador Fabio Magal (PSC) se deparou com a realidade do Posto de Saúde do Hernani Sá e resolveu registrar a condição em que se encontra aquele patrimônio municipal. Magal fotografou o descaso.

Indignado, também gravou um vídeo em que mostra as dependências da unidade de saúde condenadas ao “leu”. As imagens foram publicadas no youtube.

Segundo o vereador, na entrada da unidade médica, uma placa anuncia ao visitante os custos da reforma, que deveria ter sido iniciada no dia 1º de julho de 2013. A conclusão dos reparos está prevista para o final desse ano (31 de dezembro). Contudo, não há sinal de reconstrução naquele espaço, apenas evidências do seu abandono.

A Prefeitura de Ilhéus transformou o pátio do posto de saúde num depósito de entulhos. O mato está retomando seu terreno – cresce livre. No espaço interno, o patrimônio também revela degradações. As paredes estão sujas e, em muitas partes, descascadas.

O recurso para a reforma do Posto do Hernani Sá é de R$ 135.730,00. Esse dinheiro saiu do Fundo Nacional de Saúde, por meio do Programa de Recuperação de Unidades de Saúde (do Governo Federal). A Prefeitura de Ilhéus é responsável pela realização dos reparos.

O vereador Fabio Magal convida o Poder Executivo a fornecer esclarecimentos ao povo ilheense sobre o estado de abandono em que se encontra o Posto de Saúde do Hernani Sá. A comunidade quer saber quais obstáculos impedem o início da reforma, que está atrasada em quase três meses. 

Veja mais fotos.  (mais…)

CÂMARA DE ILHÉUS APROVA O PROJETO DO PRONTUÁRIO ELETRÔNICO

prontuario_eletronico 3

A Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou por unanimidade (em duas votações) o Projeto de Lei N° 118/2013 apresentado no dia 27 de agosto pelo Vereador Fabio Magal (PSC). A proposição cria o prontuário eletrônico na rede municipal de saúde de Ilhéus, associado ao cadastro do cidadão no Sistema Único de Saúde (SUS).

O prontuário é o documento que conserva e transmite as informações sobre o acompanhamento médico do paciente. A vantagem da versão eletrônica é a mobilidade com que as informações sobre diagnósticos e quadros clínicos podem transitar nas redes digitais dos sistemas de saúde.

Atualmente, na rede municipal de saúde de Ilhéus, as informações dos pacientes são registradas em prontuários de papel. Cada médico gera um novo documento que fica suscetível à ação do tempo e à desorganização das unidades de atendimento. Muitas vezes, cada nova consulta gera um novo prontuário. Com a digitalização, o paciente terá a cronologia dos seus atendimentos disponíveis na rede, com todas as informações relacionadas a exames, diagnósticos e medicamentos utilizados. O objetivo é facilitar o trabalho dos profissionais da medicina e propiciar mais segurança aos clientes do SUS.

Durante a votação do projeto, o médico e vereador Roland Lavigne (PPS) propiciou um debate importante sobre a matéria e enriqueceu ainda mais a proposta de Magal.

O projeto será encaminhado ao Prefeito Jabes Ribeiro. O alcaide terá 15 dias úteis para sancioná-lo ou vetá-lo. O Projeto de Lei N° 118/2013 prevê que o prontuário eletrônico entrará em vigor em 180 (cento e oitenta dias) após o inicio do primeiro exercício financeiro posterior a sua publicação.

JABES EXONERA ADMINISTRADOR INDICADO POR MAGAL

Roberto Corsário é o novo administrador da Urbis.
Roberto Corsário, novo administrador do Hernani Sá.

O rompimento entre o vereador ilheense Fabio Magal (PSC) e o prefeito Jabes Ribeiro começa a repercutir na folha de pagamento da prefeitura.

Desde a última terça-feira, o bairro Hernani Sá tem novo administrador.

Jabes exonerou Ely dos Santos (indicado pelo ex-aliado) e colocou no lugar Roberto de Jesus, conhecido na comunidade como Roberto Corsário.

Ao contrário do que se esperava, Corsário não foi indicado pelo vereador Roque do Sesp (PSC), o defensor de todas as horas do prefeito.

O novo administrador é da cota pessoal de Jabes.

Roberto Corsário tem um bom histórico em defesa da educação pública e foi candidato a vereador nas duas últimas eleições municipais. Em 2008 conseguiu 57 votos. Em 2012 obteve 43.

MORADORES DO SÃO FRANCISCO VÃO INTERDITAR A RODOVIA ILHÉUS-OLIVENÇA

Cansados de esperar, moradores decidiram agir contra a Prefeitura de Ilhéus.
Cansados de esperar, moradores decidiram agir contra a Prefeitura de Ilhéus.

Na manhã da última quinta-feira (12), moradores das ruas Portugal, Santa Felicidade e Jacarandá (bairro São Francisco) decidiram interditar a qualquer momento o Km zero da Rodovia Ilhéus-Olivença. A decisão foi comunicada ao Vereador Fabio Magal (PSC) durante reunião.

O ato vai significar um sinal de protesto contra a Prefeitura de Ilhéus que há mais de 8 anos condena os moradores a constantes alagamentos em dias de chuvas.

O problema já deveria ter sido resolvido com as obras do Projeto Orla, financiadas pela União via Ministério do Turismo e Caixa Econômica Federal. Entretanto, várias paralisações no serviço prolongam ainda mais o sofrimento da comunidade.

Em janeiro, ao assumir o governo, o prefeito Jabes Ribeiro e o secretário Isaac Albagli anunciaram a conclusão dessa obra no bairro São Francisco (zona sul de Ilhéus). Passados seis meses, a obra foi novamente paralisada. A enorme vala que estava aberta foi aterrada, mas a rua continua sem calçamento. A rede de escoamento pluvial não funciona e os moradores continuam a lamentar as inundações. Quanto já foi gasto e mais quanto será necessário para concluir essa obra?
Em janeiro, ao assumirem o governo, o prefeito Jabes Ribeiro e o secretário Isaac Albagli anunciaram a conclusão dessa obra no bairro São Francisco (zona sul de Ilhéus). Passados nove meses, a obra ainda não foi concluída. A enorme vala que estava aberta foi aterrada, mas a rua continua sem calçamento. A rede de escoamento pluvial não funciona e os moradores continuam a lamentar as inundações. Quanto já foi gasto e mais quanto será necessário para concluir essa obra?

Os alagamentos causam prejuízos aos comerciantes e colocam em risco a saúde dos moradores. Uma senhora, ao andar na água empoçada, furou um dos pés num prego afixado numa estaca de madeira.

Um proprietário de restaurante, para não amargar prejuízos maiores, é obrigado a transportar seus clientes no próprio carro, já que o seu estabelecimento fica rodeado de água em tempos chuvosos.

Caos após as chuvas. Como sair de casa?
Caos após as chuvas. Como sair de casa?

Fabio Magal ofereceu assessoria jurídica para que a comunidade ingresse com uma ação civil contra o município e se dispôs a ajudar nos atos de protesto.

Na próxima terça-feira, 17, o vereador vai apresentar um requerimento para que três moradores possam expor o problema na tribuna da câmara.

Se os trabalhos legislativos ocorrerem normalmente, na sessão posterior (quarta-feira, 18) os representantes da comunidade farão o “uso da palavra”.