Ilhéus: Adolescente morre afogado na Ponta da Tulha

Estudante morreu em praia da Ponta da Tulha.

Fonte: Pimenta Blog

Um adolescente morreu afogado na Ponta da Tulha, na zona norte de Ilhéus, na sexta-feira (6). O estudante Gabriel Lopes Pereira, de 15 anos, que era morador de Barra do Choça, no sudoeste da Bahia, chegou a ser socorrido ainda com vida, mas não resistiu.

De acordo com testemunhas, o adolescente foi arrastado pelas ondas. Ele fazia parte de uma excussão com cerca de 50 pessoas da região sudoeste. O sepultamento de Gabriel Lopes está previsto para tarde deste sábado (7), no cemitério de Barra co Choça.

Exclusivo. Bento Lima e proprietária de empresa que vende medicamentos são indiciados

Marão e Bento Lima.

Na manhã desta terça-feira, 03, a Polícia Federal notificou o todo poderoso secretário do governo Marão, Bento Lima, e a proprietária da empresa Okey Med, Ludmila Sepulveda.

A dupla é investigada pelo Ministério Público Federal numa ação penal por conta de contratos firmados com a Prefeitura de Ilhéus para aquisição de medicamentos e insumos para a secretaria municipal de saúde. De acordo com o MPF, houve irregularidades nas licitações.

Também foram notificados: Gustavo Aurélio Seara Niella, Fábio Alves Ferreira, (advogado ligado ao grupo de Bento Lima).

Os indiciados passam por investigação. Não há decisão da justiça desfavorável aos nomes citados neste texto.

Atualizado às 16h52m

O BG cometeu um erro de apuração, e por isso, pedimos desculpas aos nossos leitores.

Os nomes citados acima foram notificados nesta terça-feira, 3, devido a compra suspeita de um carro que foi utilizado pelo ex-prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana.

O procedimento investigativo que apura compras realizadas pela Prefeitura de Ilhéus junto a Okey Med existe, porém, é sigiloso.

Ainda hoje o BG vai dar mais detalhes sobre o indiciamento de nomes importantes do governo Marão.

Mulher que trocou agressões com motorista de ônibus não foi identificada

Imagem extraída de vídeo.

O BG publicou ontem um texto sobre um vídeo que circulou no WhatsApp, no dia 27, que mostra um motorista da empresa de ônibus ViaMetro e uma mulher trocando agressões no interior do ônibus Você pode ler  a matéria completa clicando aqui.

O motorista foi afastado das funções na empresa. Ele esteve na delegacia para registrar a ocorrência e apresentava lesões leves no rosto. Após o registro , ele foi encaminhado para o DPT onde fará exame de corpo de delito. A mulher , cuja identidade é desconhecida, não registrou ocorrência na Delegacia Especial de Atenção à Mulher (DEAM).

Ilhéus: motorista é afastado após agredir passageira em ônibus

Imagem extraída de vídeo.

Na noite da quarta-feira, 27, um vídeo circulou no WhatsApp e deixou algumas pessoas revoltadas. No vídeo, um motorista da empresa de ônibus ViaMetro e uma mulher discutem no interior do veículo. O homem tenta retirar a mulher à força do ônibus e ela resiste. As imagens foram gravadas no bairro Teotônio Vilela.

Em resposta ao BG, a ViaMetro afirmou que está apurando os fatos e que o motorista foi agredido e fez a ocorrência e exame de corpo de delito. Ele prestou queixa e estava com leves arranhões no rosto. A autora, desconhecida até o momento, não registrou ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM).

Segundo o representante da empresa, a mulher se negou a pagar passagem. Por meio de nota a empresa lamentou o ocorrido e informou que afastou o motorista da função.

 

Ilhéus: desenvolvimento do Polo de Informática é debatido na Seplan

Foto: Ascom/Seplan.

O desenvolvimento do Polo de Informática de Ilhéus foi discutido nesta segunda-feira (25), na Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan), entre representantes do setor e o secretário Walter Pinheiro. Entre os destaques do encontro, ficou definida uma sensibilização de parlamentares e entidades nacionais do setor para a necessidade de alterações no texto de um Projeto de Lei que está tramitando no Congresso Nacional, como substituto à Lei da Informática.

“Estamos vivendo um momento delicado com alterações na Lei da Informática, impostas por uma condenação da OMC [Organização Mundial do Comércio] a alguns benefícios fiscais no país, inclusive a Lei de Informática, e estamos num momento de altera-la para manter alguns incentivos para as empresas que estão localizadas fora do eixo de Manaus”, disse o presidente do Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos Eletrônicos, Computadores, Informática e Similares de Ilhéus e Itabuna (Sinec), Silvio Comin.

Ainda segundo ele, dentre as alterações, uma proposta do governo tinham algumas medidas e condições extremamente desfavoráveis para as empresas do Brasil, principalmente para as do Nordeste e Ilhéus. “O secretário já tinha ciência, como conhecedor do setor, e vai nos apoiar para que consigamos deixar a situação um pouco mais tranquila para a manutenção dos nossos empreendimentos na Bahia”, explicou Comin.

Autor do texto em vigor desde 2007 da Lei da Informática, o secretário Walter Pinheiro, ressalta que o país precisa de uma política de investimentos e incentivos ao setor das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) que contribua para o desenvolvimento regional. (mais…)

Ilhéus: Acúmulo de lixo preocupa população

Foto enviada por leitor via WhatsApp.

Em contato com a redação do BG, um leitor enviou várias fotos da estrutura dos antigos galpões da Codeba, localizados nas proximidades do Terminal Urbano.

As fotos mostram o local em ruínas, tomado pelo lixo e repleto de urubus. O estado do local  chama a atenção pelo fato de estar próximo a um estabelecimento que comercializa frutos do mar.

A Prefeitura de Ilhéus tem obrigação de limpar a  área que se tornou  um caso de ameaça à saúde pública.

 

Nilton Cruz afirma que há centenas de denúncias contra o governo Marão; “uma hora a conta vai chegar”

Nilton Cruz e o prefeito Mário Alexandre. Fotos: Internet.

Nilton Cruz, pré-candidato a prefeito de Ilhéus pelo PT, voltou a criticar o governo Marão. Os questionamentos foram ditos no último sábado, 16, no evento que deu posse à nova direção municipal do Partido dos Trabalhadores, que será mais uma vez presidida pelo professor Ednei Mendonça (sinal de que o PT de Ilhéus não consegue renovar).

No evento realizado na sede do Sindicato dos Professores (APPI), Nilton Cruz afirmou que o prefeito tem gerido de maneira equivocada o município, inclusive na área de saúde, vitimando estabelecimentos como o Hospital de Ilhéus, que está à beira da falência, “por conta da política de fazer negócios com a gestão pública”.

Ele ainda ressaltou que a gestão não se importa com o povo, com o dinheiro desviado nem se as licitações estão sendo realizadas de maneira correta. “Com o atual processo de remodelação do Brasil, me surpreende que essas pessoas acreditem que a justiça não vai chegar até elas. Já existem centenas de denúncias no Ministério Público Estadual contra a atual gestão municipal e uma hora a conta vai chegar”, profetizou Nilton.

Defensoria Pública ajuíza Ação Civil para suspensão do aumento da tarifa de transporte

DPE/BA também pede indenização no valor de R$ 974.390,40, respectivo ao dano social causado pelas lesões na qualidade de vida da população.

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA ajuizou uma Ação Civil Pública contra o município de Ilhéus e as concessionárias de transporte público da cidade, solicitando a suspensão imediata do aumento da tarifa de ônibus. Atualmente o valor é de R$ 3,80, mas as condições de segurança, qualidade e acessibilidade nos veículos da frota municipal estão sendo descumpridas pelas empresas.

A ACP ainda pede o pagamento de uma indenização no valor de R$ 974.390,40, respectivo ao dano social causado pelas lesões na qualidade de vida da população, além da função punitiva, podendo este valor ser destinado a outros órgãos ou entidades que realizem atividades de interesse difuso ou coletivo.

A defensora pública Fabianne de Oliveira Souza, que atua em Ilhéus e propôs a ação citada, explica que é mais uma atuação da Defensoria contra o que qualifica como contínuo desrespeito no serviço prestado pelas concessionárias que operam no sistema de transporte coletivo de passageiros e pelo município.

“A DPE/BA espera, ao provocar o Judiciário sobre este tema, fazer com que cessem tais ilegalidades, mas também que se abra um espaço para discussão e participação da sociedade na construção de um modelo mais justo”, afirmou Fabianne Souza.

Na ação proposta pela Defensoria são citados diversos fatos não cumpridos que foram prometidos como parte do acordo entre Prefeitura e concessionárias de transporte público em dezembro de 2018. Naquela ocasião a passagem aumentou de R$ 3,50 para R$ 3,80, um aumento de R$ 0,30 (8,57%).

Entre os motivos estão a precariedade da situação da frota e da deficiência na prestação dos serviços das empresas concessionárias, a falta de estruturas e até de existência de abrigos para passageiros, a ausência de acessibilidade para pessoas com deficiência, devido à demora na renovação da frota, equipamentos subutilizados, danificados e ainda funcionários não adequadamente treinados. Além disso tem o aumento acumulado de 39,87% nos últimos quatro anos, que supera com folga os 23,66% do acumulado da inflação no país neste mesmo período.

De acordo com a defensora Fabianne Souza, o juiz que está com o caso já despachou para que a Prefeitura se manifeste sobre o assunto em até 72 horas, mas o Município ainda não foi oficialmente intimado.

Atuação da PM no combate a crimes ambientais é homenageada em Ilhéus

Policiais militares com destaque operacional no combate aos crimes ambientais em Ilhéus foram homenageados.

Policiais militares com destaque operacional no combate aos crimes ambientais em Ilhéus foram homenageados na tarde da terça, dia 12. A solenidade de agraciamento foi promovida por instituições que atuam em defesa do meio ambiente em parceria com o Abrigo São Vicente de Paulo e o Rotary Club e teve a presença da procuradora-geral de Justiça Adjunta Sara Mandra Rusciolelli.

Também durante o evento, foram homenageadas pessoas e instituições que contribuíram para a defesa do meio ambiente e urbanismo, do consumidor e do idoso e premiadas as melhores redações da rede pública de ensino, vencedoras de concurso desenvolvido pelo abrigo. Sara Mandra Rusciolelli fez a entrega do prêmio ao estudante vencedor do 1º lugar no concurso de redação na categoria ensino médio e o promotor de Justiça Paulo Eduardo Sampaio, que atua na comarca, entregou o certificado ao vencedor do 2º lugar.

A premiação pela atividade policial ambiental é um programa pioneiro realizado pela 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus e pelo Comando Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa – Porto Seguro), em parceria com outras entidades. O programa objetiva capacitar, aprimorar e premiar os policiais de destaque do 2º Pelotão Cippa no combate a crimes ambientais. Também participaram da solenidade o prefeito Mario Alexandre Corrêa; o comandante do Comando de Policiamento Regional Sul da Polícia Militar, coronel PM Teixeira; o presidente do Abrigo, padre Valdir Gonçalves; dentre outras autoridades.

 

Vídeo mostra momento em que assaltantes invadem Fórum de Ilhéus

Fórum de Ilhéus.

No início da manhã de ontem,12, três homens armados invadiram o Fórum de Ilhéus com o objetivo de roubar armas. Como não encontraram as armas que ficam apreendidas, roubaram os funcionários da Justiça que estavam no local. Clique aqui e veja a matéria completa.

O BG teve acesso ao vídeo que mostra o momento exato em que os assaltantes entram no local e roubam as vítimas.

Veja o vídeo:

Por falta de internet, governo Marão deixa Salobrinho sem marcação de exames

Cartazes com avisos feitos pelos funcionários do posto. Foto enviada por WhatsApp.

Em contato com o BG, um morador do Salobrinho, bairro com cerca de 13 mil habitantes, reclamou da situação do Posto de Saúde do local.

Segundo ele, a unidade é uma “vergonha e como se já não bastasse o descaso com a comunidade, a marcação de exames está suspensa por período indeterminado por falta de pagamento da internet”.

As imagens enviadas pelo leitor mostram que as informações são passadas à população através de cartazes confeccionados em cartolina por funcionários do posto.

Entramos em contato com a  Prefeitura de Ilhéus para entender o que está ocorrendo na unidade de saúde do Salobrinho, mas até o momento não recebemos resposta. O espaço está aberto.

José Nazal divulga mapa com novos CEPs de Ilhéus

José Nazal (Rede Sustentabilidade) vice-prefeito de Ilhéus.

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal divulgou um mapa com as novas denominações e CEPs de logradouros e ruas do município. De acordo com Nazal, os mapas são o resultado da primeira etapa do trabalho realizado em atendimento à Lei Municipal 4.024/2019.

“Foram incluídas algumas ruas no cadastro do CEP, outras foram alteradas e ainda e há algumas inconsistências a serem corrigidas. Participarei de uma reunião com os Correios na próxima semana, para finalizar a primeira etapa”, declarou Nazal.

A segunda etapa do trabalho trata da aplicação da lei nos distritos. Segundo explicou Nazal, na cidade, a denominação é feita por rua e nos distritos isso não acontece. O processo para a designação das ruas dos distritos está em fase de discussão com os Correios.

Após a conclusão da segunda etapa, um guia com os CEPs atualizados será emitido pelos Correios. “Essa alteração só pode acontecer quando houver mudança substancial como essa que ocorreu. O guia foi disponibilizado pela última vez em julho de 2012, e após sete anos os Correios fazem esse ajuste de grande importância para Ilhéus”, afirmou José Nazal.

A regularização dos CEPs vai permitir a inclusão de cidadãos nos sistemas digitais; possibilitar a abertura de empresas conforme exigência da Junta Comercial da Bahia (JUCEB) e o atendimento por parte dos Correios. “Esse trabalho vai ajudar que as pessoas residentes nessas ruas possam, no futuro, receber compras realizadas via internet e consigam identificar com segurança e tranquilidade o endereço da empresa ou do microempreendimento que é proprietário”, explicou Nazal.

Clicando aqui você pode ver os bairros com logradouros e CEPs atualizados.

Correios atualizam CEPs em logradouros públicos de Ilhéus

O vice-prefeito José Nazal foi um dos principais articuladores desse projeto.

Ilhéus oficialmente tem hoje sua malha urbana de ruas, logradouros e praças com denominação definida. Após 90 dias de trabalho de adequação e atualização, os Correios finalizaram o reordenamento e cadastro do Código de Endereçamento Postal (CEP) em logradouros públicos já existentes, em cumprimento da Lei Municipal 4024/19. A atualização dos CEPs já se encontra disponível no site dos Correios.

O vice-prefeito José Nazal Soub, cuja participação foi imprescindível para que o processo acontecesse, disse que a desatualização gerava problemas que atingiam diretamente órgãos que lidam com informações físico-territoriais no desenvolvimento dos trabalhos, a exemplo do IBGE, Coelba, Embasa e a própria Prefeitura. “Foi feita a alteração do nome de todas as ruas que possuíam nomenclatura toponímia alfanumérica. Isso auxiliará, inclusive, o novo Censo, previsto para acontecer em agosto de 2020”.

Nazal salienta que os trabalhos de adequação e cadastro de nomes nas comunidades urbanas da zona rural estão em andamento, e prevê conclusão em até trinta dias. A lei exigiu que fosse encaminhada a atualização dos CEPs, às concessionárias públicas e aos Correios. Por sua vez, o Legislativo pode solicitar ao Executivo a implantação de placas em todas as ruas do município, para que moradores e turistas possam se orientar de maneira correta.

O trabalho surgiu com a implantação do projeto de Geoprocessamento e o diagnóstico inicial apontou a necessidade de organizar e melhorar a qualidade da informação, além de integrar as diversas bases de dados. O estudo possibilitou o mapeamento e organização dos dados dos logradouros, um cadastro de bairros renovado e preciso, sendo a base para a constante atualização dos arquivos. Os Correios enviarão uma mala-direta com as novas informações à cada residência das ruas que sofreram alteração e inclusão.

Porto Sul: Acordo firmado por MPF e MPBA prevê R$ 45 milhões para evitar impactos ambientais em Ilhéus

Área prevista do Porto Sul, em Aritaguá. Foto: Google/reprodução.

Termo de Compromisso Socioambiental (TCSA) firmado pelo Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) prevê aporte financeiro superior a R$ 45 milhões, aplicados durante seis anos, para implementação de medidas voltadas a prevenir danos ambientais evitáveis e mitigar impactos não evitáveis na região do Complexo Portuário e de Serviços Porto Sul. O empreendimento está previsto para ser instalado no distrito de Aritaguá do município de Ilhéus, a 452 km de Salvador. O TCSA, homologado pela Justiça Federal em 17 de outubro, foi celebrado com o Estado da Bahia e a mineradora Bahia Mineração (Bamin) – empreendedores do Porto Sul –, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e o Município de Ilhéus (BA).

O acordo foi firmado após o ajuizamento de quatro ações civis públicas, recomendações e outras medidas. Com o acordo, três dessas ações foram extintas. Segundo o Termo, os recursos deverão ser aplicados, em seis parcelas, para o fortalecimento dos órgãos de controle e fiscalização ambiental dos três entes federativos (R$ 3,6 milhões); apoio e estruturação das Unidades de Conservação (UC) Federais e Estaduais da região (R$ 14 milhões); e o restante do valor para medidas preventivas e precaucionais de danos ambientais prognosticados em estudos desenvolvidos em escala de paisagem, como a implementação de Sistema de Gestão Ambiental Integrada, com o desenvolvimento e aprimoramento de ferramentas de Planejamento Territorial da região, aprimoramento do sistema de Monitoramento e Controle Ambiental, mediante aquisição e instalação de Plataforma de Coleta Automática de Dados Hidrológicos e Pluviométricos e de Unidades de Monitoramento Remoto (UMR’s), entre outras.

O recurso deverá ser gestado e executado por uma instituição privada sem fins lucrativos ou uma instituição financeira que será escolhida, no prazo de 90 dias, pelo Estado do Bahia por meio de processo seletivo. A instituição selecionada ficará responsável por receber e gerir os R$ 45 milhões, destinando-os em conformidade com o previsto no Termo, e prestar contas, semestralmente, da aplicação dos recursos. Um Comitê Técnico de Execução do TCSA, composto por servidores do Estado e do Inema, fará o acompanhamento, fiscalização, avaliação e prestação de contas aos MPs e demais signatários do acordo. Eventual descumprimento do Termo gera multa de R$ 10 mil por obrigação descumprida (total ou parcialmente), cumulada com multa moratória correspondente a R$ 3 mil a cada 30 dias de atraso, enquanto persistir a inadimplência, além da multa em caso de atraso no pagamento dos valores acordados.

Assinaram o acordo o procurador da República Tiago Modesto Rabelo (MPF); a promotora de Justiça Regional do Meio Ambiente Aline Valéria Salvador; o governador da Bahia Rui Costa; além dos secretários da Casa Civil e do Meio Ambiente; procurador-geral do Estado; diretora e procurador-geral do Inema; promotores do Núcleo de Patrimônio Público e Meio Ambiente do Estado da Bahia; diretor-presidente e advogados da Bamin; o prefeito e o procurador-geral do Município de Ilhéus.

PSOL divulga notas em defesa de Shi Mário

Shi Mário recebeu notas de defesa das executivas municipal e estadual do PSOL.

Na última quinta-feira, 31, policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Crime de Ilhéus, na residência de Mário Bittencourt Schneider, no bairro Hernani Sá. Os investigadores afirmam que por meio da página “IlheusDaDepressao”, hospedada no Facebook, Shi Mário, como é conhecido, disseminou acusações sem provas contra o promotor do MPE-BA, Paulo Sampaio, da 11ª Promotoria de Ilhéus. Crime,  que segundo as investigações, ocorreu nos dias 17 e 19 de setembro deste ano.

Na casa do servidor municipal foram apreendidos dois smartphones e um notebook que segundo a polícia, serviam para difundir ofensas e acusações sem provas na internet. Segundo a polícia, Shi Mário, se valendo do anonimato, acusou o promotor dos crimes de corrupção e prevaricação enquanto autoridade que fiscaliza o transporte público no município. Clique aqui para saber mais.

Em defesa do servidor público, o partido ao qual ele é filiado emitiu uma nota da executiva municipal e outra da executiva estadual do PSOL. Leia na íntegra as notas enviadas ao Blog do Gusmão.

NOTA PSOL ILHÉUS

A Executiva Municipal do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL de Ilhéus, vem travando uma verdadeira batalha contra os abusivos aumentos da tarifa do transporte coletivo de passageiros. Vale lembrar que em dezembro de 2018 o Diretório Municipal do partido entrou com uma representação no Ministério Público do Estado da Bahia. Além do PSOL, outras três organizações também questionaram o aumento da tarifa e as precárias condições do transporte, o que evidencia o possível descumprimento do contrato de concessão envolvendo Prefeitura e as empresas prestadoras do serviço. As denúncias ao MP geraram o Inquérito Civil de nº 001.9.217708/2018, instaurado em 07/01/2019, através da Portaria nº 001/2019, que hoje está na 11a. Promotoria de Justiça sob responsabilidade do promotor Dr. Paulo Sampaio. Em 08/07/2019 o representante legal do partido no município, Jorge Luiz, protocolou no MP requerimento solicitando CERTIDÃO DE OBJETO E PÉ do inquérito instaurado. Em agosto/2019 a certidão foi fornecida, porém sem apontar avanços efetivos, apenas informa que ofícios foram enviados às empresas.

Já se passaram dez meses após a instauração do Inquérito Civil e a providencias não aparecem, a tarifa continua alta, o serviço de péssima qualidade, enquanto isso estudantes e população em geral sofrem dia a dia as consequências desse caos e a morosidade das autoridades em adotar providências. Essa situação tem indignado os militantes do PSOL e mais ainda, a população usuária do transporte coletivo.

O PSOL Ilhéus e a sua militância não vão se calar. A nota de repúdio da Executiva Estadual do PSOL Bahia (que segue abaixo) também expressa o sentimento de toda a direção e militância do PSOL municipal.

Executiva Municipal do PSOL Ilhéus, em 02 de novembro de 2019.

PSOL BAHIA: Nota de repúdio a perseguição política a Shimário Shineider, do PSOL de Ilhéus.

A Executiva Estadual do PSOL Bahia vem manifestar irrestrita solidariedade ao militante do partido, Shimário Shineider, fiscal de posturas da cidade de Ilhéus e ativista do Direito a Cidade e em defesa do transporte público e para todos.

Em um evidente espetáculo promovido com o objetivo de constranger e perseguir Shimário Shineider que vem denunciando o cartel do transporte público na cidade de Ilhéus sem que as autoridades competentes tomem providências a respeito, a Polícia Civil, a mando do promotor do MPE Paulo Sampaio, da 11a. Promotoria de Ilhéus, expediu mandado de busca e apreensão na casa de Shimário, apreendendo computadores e smartphone, e conduziu o militante a delegacia para prestar depoimento. Isso tudo em função das acusações que Shimário pretensamente teria feito no perfil do Facebook “Ilhéus da Depressão” sobre a leniência das autoridades do judiciário quanto ao cartel do transporte na cidade de Ilhéus.

Impressiona que diante de tantos e graves crimes cibernéticos cometidos cotidianamente sem a ação eficaz das autoridades judiciárias, o caso de Shimário tenha recebido atenção desproporcional em uma evidente tentativa de constranger e perseguir um militante que se dedica cotidianamente a lutar pelo Direito a Cidade, a Reforma Urbana e por Transporte Público acessível a todos a todas.

Nós do PSOL reiteramos a nossa solidariedade a Shimário, colocamos assessoria jurídica a disposição do filiado para tomarmos as todas as medidas cabíveis e faremos uma ampla denúncia, em nível municipal, estadual e federal, através de nossa bancada parlamentar e de nossos militantes nos movimento sociais, reverberando por todo país o clima inquisitorial que querem impôr na cidade de Ilhéus.

Democracia popular já!

Em defesa de Shimário Shineider!