Santa Casa de Ilhéus esclarece acidente que feriu uma funcionária

A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, entidade responsável pelo Hospital São José, emitiu nota de esclarecimento sobre o acidente ocorrido na última sexta-feira, 11, que feriu uma funcionária (veja aqui). Leia a nota.

Foto: Alfredo Filho.

A nova autoclave esterilizadora da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus já está em fase final de instalação. A qualificação será realizada por técnicos especializados que trabalham com o objetivo de garantir que a máquina opere conforme as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, mantenedora da Maternidade Santa Helena de Ilhéus, através de sua direção, prestou esclarecimentos a respeito do acidente ocorrido na sua Central de Material e Esterilização, provocado por um defeito no equipamento chamado autoclave, (utilizado em laboratórios de pesquisas e hospitais para a esterilização de materiais).

Nele é realizado a autoclavagem que consiste em manter o material contaminado em contato com um vapor de água em temperatura elevada, por um período de tempo suficiente para matar todos os micro-organismos.

A Central de Esterilização da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus funciona há décadas e nunca houve registro de defeitos em seus equipamentos que ocasionasse danos na estrutura física ou lesões em funcionários. O acidente ocorrido na sexta feira, dia 11 de janeiro de 2019, em que lesionou a funcionária Brígida Maria Santana que operava o equipamento, surpreendeu a equipe que adotou as medidas necessárias.

As manutenções de rotina nos equipamentos e os treinamentos adequados dos funcionários sempre foram as condições seguras para a prevenção de acidentes. Os funcionários que utilizam regulamente EPIs, são treinados e conscientizados sobre os riscos a que estão expostos no ambiente de trabalho.

A Santa Casa de Ilhéus, como é do conhecimento público, ampliou os seus serviços e para melhor prestá-los adquiriu e já está em fase final de instalação na sua Central de Material e Esterilização, um moderníssimo autoclave, com extraordinária  capacidade de processamento e que em breve estará em funcionamento.

Para atender a sua demanda de material esterilizado e também por motivo de desativação e remoção de um dos seus autoclaves, para a instalação de um novo, a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus vinha como certamente continuará fazendo, esterilizando os seus materiais na Central de Esterilização do  Hospital Costa do Cacau e eventualmente utilizava o autoclave que ocasionou o evento em comento para esterilizar alguns materiais de urgência.

O problema apresentado no manuseio do autoclave ocasionou a abertura abrupta da porta de vedação com um forte deslocamento de ar que empurrou a funcionária e operadora do equipamento, jogando-a contra a parede, e provocando lesões no tórax, com a fratura de algumas costelas.

Os socorristas agiram com rapidez, levaram a funcionária acidentada para o atendimento médico de urgência, onde ela foi adequadamente atendida por uma equipe multidisciplinar e posteriormente internada em apartamento onde recebe acompanhamento médico e psicológico.

O acidente conforme apurou a equipe técnica, foi um infortúnio, a profissional que operava o equipamento tem conhecimento e preparo técnico para executar as funções, utilizava EPIs, e estava aguardando o tempo de esvaziamento do vapor quente, quando o fato ocorreu. Todos os cuidados que o caso exigia foram tomados, inclusive com a emissão da CAT, e a funcionária está recebendo e receberá toda a atenção e os cuidados que forem necessários ao seu pronto restabelecimento.

Magela esclarece aumento no salário de Érica Silva

Érica Silva e Geraldo Magela. Fotos: Chico Andrade/PMI/reprodução.

Em contato com o BG nesta segunda-feira, 14, o secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, negou que a reforma administrativa vai aumentar o salário de Érica Silva, chefe do setor de alta e média complexidade, para R$ 4.500 (relembre aqui).

A enfermeira que hoje recebe R$ 2.500, com a reforma receberá R$ 3.200, valor menor do que é pago às servidoras da mesma profissão que trabalham 40 horas, aprovadas no último concurso público, em 2016. Magela explicou que o reajuste também será concedido à chefia da atenção básica, ou seja, não será um benefício exclusivo.

Ele também esclareceu uma polêmica espalhada no Whatsaap sobre outros valores pagos a Érica, que recebeu três diárias (novecentos reais) para um treinamento em Vitória da Conquista entre os dias 10 a 12 de janeiro, sendo que os demais servidores envolvidos receberam uma ou duas.

De acordo com o secretário, ocorreu um erro no setor de recursos humanos da pasta e Érica Silva, que não teve nenhuma culpa no caso, vai devolver o valor de uma diária.

Marão “maquiou” cumprimento de sentença, denunciam sindicatos

 

Lista de afastados deixou de fora supostos protegidos. Foto: Pimenta.

Contratados supostamente protegidos por Marão na SDS ganham quase 3 milhões de reais.

Além de estarem indignados com a edição do decreto nº 128/2018, baixado pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, que afastou de seus empregos centenas de servidores admitidos antes de outubro de 1988, as lideranças sindicais da categoria denunciam que o chefe do executivo omitiu a extinção de 111 contratos temporários do processo seletivo do edital 002/2017 da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), como determinou a sentença do juiz da Vara da Fazenda Pública, Alex Venicius. Esses permanecem nas suas funções, trabalhando normalmente, não foram exonerados e receberam, inclusive, os salários de dezembro, diferentemente dos atingidos que foram retirados de folha.

Para o presidente da APPI/APLB, Osman Nogueira, esse fato demonstra o caráter político da medida do prefeito. “Ele está perseguindo os servidores de 83 a 88, ferindo a dignidade de todos nós. O prefeito assinou um decreto com o interesse de mostrar o valor do salário de alguns companheiros, enquanto omitiu nomes e o valor do salário dos que foram contratados por seleção para a SDS. Além de fazer isso na calada da noite, rompendo o acordo com os sindicatos, a medida mostra claramente o tratamento desigual com a categoria”, acrescenta Nogueira.

Na opinião do presidente do Sindiguarda, Pedro Oliveira, o Decreto nº 128 precisa ser anulado, porque não corresponde à verdade nem atende ao que quer a sentença equivocada do juiz. Ele explica que na relação dos demitidos existem servidores que já se aposentaram e aderiram ao PDV – Programa de Desligamento Voluntário -, proposto pelo próprio prefeito e aprovado pela Câmara de Vereadores. Além disso, muitos servidores sustentam que o valor de diversos salários estão errados, porque foram acrescidos o 13º salário, em alguns casos, e 1/3 de férias em outros. “Isso que o prefeito Mário Alexandre está fazendo é muito desumano”, enfatiza Pedro Oliveira.

Por sua vez, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município, Joaques Silva, afirma que a estratégia do governo municipal de expor os servidores demitidos, destacando apenas os altos salários, generalizando com os que recebem baixos salários, apesar de três décadas do serviço público pode gerar ações judiciais por danos morais. “Ele esquece que foi vice-prefeito e está como prefeito, há dois anos, e sempre soube dessa realidade. Poderia ter auditado os salários para ver se há ilegalidades”, pondera o sindicalista.

O levantamento feito pelos sindicatos descobriu que foram mantidos nos cargos técnicos e assistentes sociais, cuidadores, coordenadores, psicopedagogos, advogados, auxiliar de serviços gerais, psicólogos, dentre outras funções. Segundo a sindicalista Enilda Mendonça, a permanência destes servidores na SDS representa um custo anual de R$ 2.941.040,41.

Equipamento explode e fere funcionária no Hospital São José

Hospital São José. Foto: Alfredo Filho.

Um equipamento chamado autoclave, que serve para esterilização de materiais hospitalares, explodiu por volta das 18h30 desta sexta-feira, 11, dentro do centro cirúrgico do Hospital São José, em Ilhéus.

Devido à explosão, uma funcionária chamada Brígida, instrumentadora cirúrgica, foi arremessada contra a parede e teve a cabeça machucada. Ela foi levada ao pronto-socorro e o seu estado de saúde é estável, sem queimaduras.

Tentamos manter contato com a assessoria do Hospital em busca de mais informações. Não conseguimos resposta.

Marão suspende salário de professora cinco dias depois de lhe prestar homenagem

Marão e Célia Daud (no canto direito da imagem): reverência, suspensão e corte de salários em menos de uma semana. Foto: Secom/Ilhéus.

A professora Célia Daud, com mais de 30 anos prestados à educação em Ilhéus, foi homenageada pelo prefeito Mário Alexandre na última quinta-feira, 03.

Ex-docente da UESC reconhecida pela competência, Daud recebeu a honraria pelos anos de serviços dedicados ao município. Foi agraciada com medalha, placa alusiva, flores e posou para fotos ao lado do prefeito.

Cinco dias depois do merecido reconhecimento público, Marão assinou um decreto que suspendeu o pagamento dos salários da professora Celia Daud e interrompeu bruscamente suas atividades como educadora (veja aqui).

Comentário do blog.

O governo está repleto de alienígenas. Essas criaturas extraterrenas do chão ilheense levam o prefeito a cometer erros inadmissíveis. Marão não pode ser considerado vítima, pois nomeou os elementos de outro mundo que desconhecem pessoas e realidade locais.

Ofício assinado pelo desatento Marão e encaminhado ao governador Rui costa, redigido por um elemento exótico, contribuiu para a extinção da Inspetoria da Sefaz, em Ilhéus. O ofício alegou que o prédio dó órgão estava em desuso, quando 30 servidores estaduais lá trabalhavam na cobrança de impostos e no incremento da arrecadação do município (relembre aqui).

Na derrapada mais recente, outros alienígenas escolheram a professora Célia para uma homenagem, dias antes de Marão e Bento Lima decidirem afastá-la.

Marão faz um governo sem diálogo e troca de informações entre os secretários e o seu gabinete. As pastas são ilhas (ou feudos) desconectadas. O próprio gestor pouco despacha no Centro Administrativo. Prefere a reclusão voluntária em sua casa no Condomínio Aldeia Atlântica.

A homenagem à professora Célia e o seu afastamento em menos de uma semana provam que o governo Marão está perdido entre seres de um mundo estranho.

Atualizado às 16h09min.

Conforme apuramos junto ao governo, o decreto 128 de 07 de janeiro de 2019, que afastou 268 servidores não estáveis foi publicado com erros. Segundo o prefeito Mário Alexandre, a relação incluiu servidores que aderiram ao Programa de Demissão Voluntária em dezembro de 2018. A professora Célia Daud também aderiu ao PDV no mês passado, mas inadvertidamente foi incluída na lista.  

Ilhéus: Inspetoria da Sefaz foi extinta. Pedido de Marão contribuiu

Prédio da Inspetoria da Sefaz, em Ilhéus. Foto: Emilio Gusmão.

Fontes da Inspetoria da Secretaria Estadual da Fazenda, de Ilhéus, informam que o órgão está praticamente extinto. Empresários com pendências deverão procurar a Inspetoria de Itabuna.

No sistema da Sefaz já é possível constatar que a fiscalização será realizada pela repartição da cidade vizinha. A migração dos dados ocorreu sem qualquer tipo de aviso aos funcionários lotados em Ilhéus.

Conforme as fontes, o pedido do prefeito Mário Alexandre ao governador Rui Costa ajudou. O Blog do Gusmão publicou, com exclusividade, que o gestor solicitou o prédio da Sefaz para instalar o setor de tributos do município (veja aqui).

Dois deputados estaduais (Eduardo Salles e José Neto) tentam reverter o erro do prefeito e manter a inspetoria. O ajuste fiscal determinado pelo governador, que prevê cortes substanciais de gastos, é um entrave. Dificilmente a decisão será revista e Ilhéus perderá na arrecadação.

Atualizado às 11h49min.

Entramos em contato com o prefeito Mário Alexandre e a Secom para ouvir a versão do governo municipal. Aguardamos resposta.

Prefeitura de Ilhéus convoca 196 candidatos aprovados no concurso de 2016

A Prefeitura de Ilhéus nomeou os demais candidatos aprovados no concurso público 002-2016, conforme a portaria nº 612, publicada no Diário Oficial do Município, na noite de segunda-feira, 7 (veja aqui). O documento destaca a necessidade de nomeação de concursados nas diversas secretarias do município para assumir vagas reais existentes.

Ao todo, foram chamados 196 candidatos homologados em 2016, que deverão obedecer a um cronograma de apresentação, entre 14 de janeiro e 14 de abril. Na data prevista, cada grupo deve dirigir-se ao Departamento de Recursos Humanos, situado à Rua Santos Dumont, s/n, centro, Anexo de Secretarias, 2º andar, das 12 às 18 horas, munidos dos documentos requisitados na portaria. Devido ao grande número de convocados, o cronograma foi estabelecido, a fim de que o atendimento aconteça de forma organizada e confortável para todos.

No dia 14 de janeiro, serão atendidos os candidatos aprovados para as vagas de médico do trabalho, técnico de segurança do trabalho, auxiliar administrativo, assistente administrativo, auxiliar de serviços gerais, orientador social, agente social, motorista, educador físico, assistente social, psicólogo e auditor fiscal para ocupar postos de trabalho nas secretarias de Administração e Desenvolvimento Social.

Em 14 de fevereiro, deverão se apresentar os aprovados para os cargos de técnico de enfermagem socorrista, técnico auxiliar de farmácia, condutor socorrista, farmacêutico, médico veterinário, nutricionista, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, odontólogo, contador, administrador, engenheiro civil, engenheiro de trânsito, assistente administrativo, topógrafo, técnico em edificações, cadista técnico, pedreiro, encanador, operador de retroescavadeira, pintor, mecânico de máquinas pesadas e auxiliar administrativo aprovados para as secretarias de Saúde, Fazenda, Infraestrutura e Comando da Guarda Municipal.

Dia 14 de março, será a vez dos aprovados para vagas de assistente de informática, salva-vidas, guarda municipal, agente de trânsito, analista de recursos humanos, arquivologista, auxiliar administrativo, assistente administrativo, técnico em arquivo e médico neurologista nas secretarias de Administração e Infraestrutura, Transporte e Trânsito.

Por fim, no dia 14 de abril, se apresentarão os candidatos aprovados para as funções de museólogo, fiscal ambiental, assistente administrativo, auxiliar administrativo, técnico agrícola, educador físico e operador de patrol, que trabalharão nas secretarias de Turismo, Cultura, Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Agricultura e Pesca, Educação e Administração.

Da Secom/Ilhéus.

Exclusivo: Blog do Gusmão levanta nomes dos servidores afastados por Marão e Bento Lima

O Blog do Gusmão levantou os nomes dos servidores municipais não estáveis afastados temporariamente pelo prefeito Marão e pelo secretário de administração Bento Lima.

O levantamento foi realizado no Portal da Transparência de Ilhéus a partir do número de matrícula.

Não foi possível identificar os nomes de 10 servidores, uma vez que a matrícula não foi registrada no portal.

Veja a lista em ordem alfabética.

Matrícula/Nome/Cargo
001093 ADAILTON ALMEIDA DOS REIS ASSIST DE SERV SOCIAL
003457 ADAIRTON DIAS GUIMARAES PROFESSOR B
000367 ADNAIR JESUINO DOS SANTOS PROFESSOR C
001108 ADRIANO RODRIGUES DE SANTANA ASSIST SERV INST REP E MANUT.
001120 ALBA MAGNOLIA ALVES RIBEIRO ASSIST ADMINISTRATIVO
000371 ALBERTO BISPO DOS SANTOS SOUZA PROFESSOR B
001122 ALBERTO CARLOS DOS SANTOS GUARDA MUNICIPAL
001127 ALDACY SILVA SALES ASSIST ADMINISTRATIVO
002430 ALINALDO GONCALVES DAMASCENA VIGILANTE
001132 ALMERINDO BELO DE JESUS GUARDA MUNICIPAL
002429 ALTANDSON FELIX DA SILVA AUX SERV GERAIS.
000364 ANA CLAUDIA GOMES DE AZEVEDO PROFESSOR B
000184 ANA CRISTINA DE SOUZA PROFESSOR B
002558 ANA LUCIA CONCEICAO LIMA AG ADMINISTRATIVO
000176 ANA MARIA NASCIMENTO DA SILVA PROFESSOR B
000181 ANA PAULA DOS REIS CHEQUER LUZ PROFESSOR B
000383 ANGELA MARIZE FIGUEIREDO DA SILVA PROFESSOR B
001151 ANGELICA FIGUEREDO MARQUES ECONOMISTA
000382 ANNA MARIA SENNA SCHINKE PROFESSOR C
001169 ANTONIO DOS SANTOS PINHEIRO GUARDA MUNICIPAL
001181 ANTONIO JORGE OLIVEIRA SANTOS GUARDA MUNICIPAL
001188 ANTONIO MANOEL ALMEIDA BATISTA MEDICO
001148 ANTONIO MENDES DE OLIVEIRA ASSIST SERV INST REP E MANUT.
000422 ARIANA ALMEIDA SILVA PROFESSOR C
001204 ARIVALDO JOSE DOS SANTOS MOTORISTA
000410 AUREA DIVA DE ARAUJO MENDES PROFESSOR B
001224 BENEDITO NASCIMENTO PARAISO VIGILANTE
000426 CACILDA DE OLIVEIRA ALMEIDA PROFESSOR C
001229 CAIO MARIO F DA SILVA MEDICO

(mais…)

Decreto de Marão afasta 100 professores e 22 guardas municipais. Veja o levantamento

Servidores municipais durante protesto. Foto: Sinsepi.

O decreto nº 128, assinado por Mário Alexandre e Bento Lima que afasta temporariamente 268 servidores não estáveis, afeta, sobretudo, o corpo docente da secretaria municipal de educação. Cem professores foram suspensos e não receberão salários.

Em obediência ao poder judiciário, também foram afastados 22 guardas municipais, 19 auxiliares de serviços gerais, 18 assistentes administrativos, além de vários servidores que exercem outras funções.

A lista afasta, infelizmente, pessoas muito conhecidas e de relevantes serviços prestados à população, a exemplo dos médicos Carlos Lira (obstetra), Silvana Otero (ginecologista) e Leônidas Azevedo (pediatra), a arquiteta Marilene Lapa e o jornalista e ex-secretário de comunicação de Ilhéus, Valério de Magalhães.

Cento e vinte e cinco servidores ganham entre R$ 5 mil a R$ 10 mil, oitenta e sete recebem de R$ 2.500 a R$ 5 mil.

Vale destacar que não há ilegalidades nos salários, uma vez que os servidores conquistaram as correções na justiça trabalhista, com base nos direitos previstos no plano de carreira, cargos e salários aprovado no final da gestão do ex-prefeito João Lyrio (1889-1992).

O Blog do Gusmão fez um levantamento, confira.

Marão e Bento Lima suspendem servidores não estáveis da folha de pagamento

Bento Lima e Mário Alexandre.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e o secretário de administração, Bento Lima, suspenderam os servidores municipais não estáveis das funções administrativas e da folha de pagamento.

O decreto nº 128, publicado às 23h37min., da noite de ontem (segunda-feira, 07), cumpre decisão judicial de 1ª instância (veja aqui) e deixa sem salários 268 servidores que ingressaram na Prefeitura de Ilhéus, sem concurso público, entre 5 de outubro de 1983 a 5 de outubro de 1988.

A medida também determina a rescisão dos contratos de todos os servidores que prestam serviços temporários na Secretaria de Desenvolvimento Social, e o recadastramento dos agentes comunitários de saúde e combate de endemias. Os servidores dessa função que não se enquadrarem nos ditames da sentença, também serão afastados.

A Prefeitura não divulgou os nomes dos servidores suspensos. A lista informa o número de matrícula de cada um, cargo, secretaria em que está lotado e a remuneração.

Conforme o decreto, com a suspensão dos não estáveis o erário municipal deixará de pagar R$ 1.590.155,88 ao conjunto de servidores.

Governo Marão deixa litoral norte repleto de lixo. Proprietários de casas de aluguel e pousadas reclamam

Em plena alta estação, quando a presença de turistas e vistantes aumenta consideravelmente e movimenta a economia local, o governo Mário Alexandre permite que a cidade permaneça repleta de lixo em todos os cantos.

A gestão tem perseguido a empresa Solar Ambiental com atrasos constantes nos pagamentos. Sem condições de investir na aquisição de novos caminhões e com dificuldades para pagar colaboradores e fornecedores de combustíveis, a terceirizada não teve condições de se preparar para o verão.

Ao ser questionado pela imprensa, o governo Marão deu uma justificativa ridícula, alegou que o número altíssimo de visitantes pegou todos de surpresa. A desculpa é uma confissão de amadorismo, incompetência e falta de planejamento.

Enquanto isso, proprietário de casas de veraneio e pousadas do litoral norte reclamam das montanhas de sujeira, resquício previsível das festas de Natal e Réveillon. Veja as imagens enviadas por moradores da Vila Mamoan.

Ilhéus: novo sistema de notas fiscais vai estar disponível no dia 15

Foto: Secom/Ilhéus.

O novo sistema de arrecadação fiscal eletrônica municipal que está sendo implantado em Ilhéus estará disponível para os contribuintes a partir do próximo dia 15. Até lá, as notas fiscais eletrônicas podem ser emitidas normalmente pela internet, mas os demais serviços estão sendo feitos presencialmente, no setor de Tributos da Prefeitura Municipal, localizado no térreo do Palácio Paranaguá, centro histórico da cidade, que está funcionando normalmente, das 12 às 18 horas.

De acordo com o gerente municipal de Administração Tributária, Adriano Sales, após o processo de implantação do novo sistema o município disponibilizará a emissão de todos os serviços fiscais pela internet, a fim de facilitar o acesso à informação. “O objetivo é garantir agilidade e mais qualidade para os serviços prestados ao contribuinte. Estamos fazendo todos os testes para não termos problemas”, ressalta.

O gerente Adriano Sales explica que a mudança se faz necessária, por causa da normalização de diversas bases de dados que operavam de forma não integradas no sistema anterior, provocando redundância e inconsistências nas informações.

Base de dados – Segundo ele, a partir das mudanças o contribuinte terá garantia na informação, evitando redundância, em razão de que o novo sistema trabalha com endereçamento único e também procederá a integração com a base de dados da Receita Federal.

No início do mês de dezembro, a Prefeitura de Ilhéus realizou reunião com contadores da cidade, a fim de apresentar a instalação do novo sistema. Os técnicos da empresa responsável pela implantação do novo programa, edza, de Salvador, Daniel Matos de Carvalho e José Clemente Zanatta, explicaram sobre o funcionamento da ferramenta.

Adriano Sales informa que os usuários receberão login e senha para acesso ao novo sistema eletrônico pelo e-mail cadastrado.

Da Secom/Ilhéus.

Movimentação no Aeroporto de Ilhéus cresce 50%

A movimentação de passageiros no Aeroporto Jorge Amado, de Ilhéus, aumentou cerca de 50% no mês de dezembro de 2018 em comparação ao mesmo período do ano anterior. No mês passado, aproximadamente 53 mil pessoas embarcaram ou desembarcaram no equipamento no sul baiano. Em dezembro de 2017, o aeroporto havia recebido 35 mil pessoas, informa a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra).

“O terminal aeroportuário é um vetor de desenvolvimento econômico do sul do estado, principalmente na atração de turistas e negócios. Para dar mais comodidade aos usuários, melhorias estruturais e de operação foram feitas pelo Estado. Além disso, outras providências operacionais serão tomadas para requalificar o local”, destaca o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

O crescimento também foi de 50% em relação ao número de frequência de voos no equipamento no sul do estado, que opera com aviação regular. Em dezembro do ano passado, foram 210 voos que passaram pelo aeroporto Jorge Amado. Enquanto que no mesmo período de 2017, a quantidade foi de 140 aeronaves utilizando o local.

Navio Msc Fantasia traz turistas a Salvador e Ilhéus

Com capacidade para 3.952 passageiros, o navio MSC Fantasia aportou em Salvador, na quinta-feira, 3,com turistas que foram recepcionados por baianas tipicamente vestidas. Vindo do Rio de Janeiro, o transatlântico segue para Ilhéus. Os visitantes desembarcaram, pela manhã, com a expectativa de conhecer ou revisitar a arquitetura do século XVIII e a cultura baiana preservada pelas artes.

Entre novembro de 2018 e abril de 2019, cerca de 160 mil visitantes chegarão ao Porto de Salvador. Ilhéus também faz parte desse roteiro, com 20 escalas e cerca de 80 mil passageiros, totalizando na alta temporada  240 mil pessoas, aproximadamente, vindas pelo mar ao território baiano. O incremento médio é de 7% em relação à temporada anterior.

O desembarque de passageiros aquece a economia local e movimenta pontos turísticos nas proximidades do Porto de Salvador, como o Mercado Modelo, o Elevador Lacerda e o Pelourinho, no Centro Histórico. “A Bahia está preparada para recepcionar os visitantes com elevado profissionalismo. A alegria e a hospitalidade do povo baiano vão muito além. São um convite para que os turistas voltem”, afirmou o secretário Estadual do Turismo, José Alves.

Para o secretário, as boas-vindas dadas pelo receptivo da Bahiatursa prosseguem com a prestação de serviços de excelência no atendimento ao visitante que busca gastronomia, história e cultura. “Temos muita satisfação em bem recebê-los, prestar atendimento de qualidade e demonstrar que eles devem voltar à Bahia em busca de novas experiências”. 

ONG REALIZA PRIMEIRA FEIRA DE ADOÇÃO DE ANIMAIS FILHOTES EM ILHÉUS

O Instituto Planeta dos Bichos em parceria com a Prefeitura de Ilhéus realiza no próximo domingo, 6, a primeira feira de adoção de animais filhotes de 2019. A ação vai acontecer entre 10 e 16 horas, na praça central do bairro Hernani Sá. Nessas feiras, é possível adotar, escolher exatamente o filhote que quer e se informar sobre as necessidades gerais que o bicho de estimação pode ter nos primeiros meses.

Segundo a presidente da ONG, Maria da Conceição Barbosa (Ceiça), cerca de 20 filhotes de cães e alguns gatinhos estarão à disposição. “Todos os animais já estão vacinados e vermifugados, prontos para encontrar um novo lar. É preciso salientar que o pet não é um brinquedo, é um animal que tem sentimentos, precisa ser bem tratado e receber muito carinho”, orienta.

Ceiça disse ainda que, nas feiras, “são passadas informações importantes sobre origem, raça e se os animais são castrados, além de ser uma ótima oportunidade para tirar dúvidas com profissionais veterinários de plantão. No mês de fevereiro, será realizada outra feira de adoção, dessa vez com os animais da ONG. São cães que foram resgatados das ruas e tratados no instituto”, informou.

Com dez anos de existência, o Instituto Planeta dos Bichos já cuidou de muitos animais na cidade. Pessoas que doam o seu tempo e esforços para combater o abandono e maus-tratos aos animais. Naturalmente, estes voluntários não podem ficar com todos os animais que encontram. Por isso, um de seus maiores esforços é justamente encontrar donos responsáveis para os bichinhos.

A adoção é gratuita e os interessados passarão por uma entrevista com voluntários da ONG. Para adotar, basta apresentar documento de identidade com foto e ser maior de idade. Precisa ter residência fixa, manter contato e receber visita da instituição, além de preencher um termo de compromisso. Os interessados em doar ração ou medicamentos, podem entrar em contato através dos números: 73 99119-2105 ou 99169-3405.

Com informações da Secom/Ilhéus.

Bento Lima e Jefferson Domingues defendem o afastamento dos não estavéis, afirma advogado

Jefferson Domingues e Bento Lima. Fotos: Facebook e Secom/Ilhéus.

“Pode haver também uma tentação para tirar do serviço público servidores sindicalistas combativos e lutadores, a exemplo de Lu do Sinsepi, Professor Osman da APPI e Pedro do Sindguarda”. Davi Pedreira.

Em entrevista ao Blog do Gusmão na última quinta-feira, 27, o advogado do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e do Sindguarda, Davi Pedreira, afirmou que o secretário de administração de Ilhéus, Bento Lima, e o procurador-geral do município, Jefferson Domingues, são favoráveis ao afastamento dos servidores públicos não estáveis.

Os dois homens fortes do governo Marão defendem o cumprimento da sentença do juiz Alex Venicius Miranda, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, que determinou o desligamento dos servidores que ingressaram na Prefeitura de Ilhéus, sem concurso público, entre 5 de outubro de 1983 a 5 de outubro de 1988. A decisão também prevê o desligamento de agentes comunitários de saúde e combate de endemias, além de outros servidores (mais detalhes aqui).

Bento e Jefferson contrariam o prefeito Mário Alexandre que tem declarado publicamente disposição de lutar no judiciário pela permanência dos servidores. Fontes do primeiro escalão do governo confirmaram ao blog que a dupla tem defendido o afastamento em reuniões com os secretários.

Davi Pedreira. Foto: Google.

Segundo Davi Pedreira, “há quem julgue que o prefeito possa se aproveitar da sentença para promover a diminuição da folha de pagamento, uma vez que pode afastar cerca de mil trabalhadores. Pode haver também a tentação para tirar do serviço público servidores sindicalistas combativos e lutadores, a exemplo de Lu do Sinsepi, Professor Osman da APPI e Pedro do Sindguarda”.

Na opinião do advogado, a sentença tem erros absurdos. Não tem amparo na Constituição considerar não estável quem ingressou no serviço público entre 5 de outubro de 1983 a 5 de outubro de 1988. A Carta Magna não afirma isso. Sobre essa questão sempre houve um silêncio. O afastamento só é aceitável caso tenha ocorrido um problema disciplinar ou de outra ordem, mediante apuração devidamente registrada num processo administrativo. Davi Pedreira afirma que a decisão do magistrado Alex Miranda não encontra jurisprudência nos tribunais superiores.

Outro erro da sentença, segundo o advogado, é o suposto apadrinhamento político. “Como podem 50 guardas municipais e 50 garis, que entraram na prefeitura em 1985 ou 1986, terem sido apadrinhados durante mais de 30 anos? Quantos prefeitos a cidade teve ao longo de mais de 30 anos? Que padrinho forte é esse? Para mim esse argumento não é jurídico, é politico”.

Pedreira também questiona o advogado Hiderhilton Santos Araujo, autor da ação popular movida por Karoline Vital Góes, Arnaldo Souza dos Santos Júnior e Rosana Nascimento Almeida, candidatos aprovados no concurso de 2016. O advogado trabalhista vinculou a nomeação dos seus clientes ao afastamento de centenas de servidores. “Está escrito na ação: chame os candidatos aprovados e não convocados no concurso e demita os servidores que em 1988 não tinham cinco anos de serviço. Isso é complicado vindo de um advogado trabalhista”.

Sobre o afastamento dos agentes comunitários de saúde e combate de endemias, contratados após 14 de fevereiro de 2006, Davi Pedreira manifestou surpresa com a decisão, uma vez que não foi requerido na ação popular, extrapolando os objetivos dos autores.

Tentamos ouvir o governo Mário Alexandre na última segunda-feira, dia 31. Enviamos mensagens à jornalista Vera Rabelo, supervisora de redação da Secom-Ilhéus. Não recebemos resposta até o fechamento desta reportagem.