Nota da Secretaria de Educação sobre o Processo Seletivo para contratação de professores.

Inscrições para o processo seletivo da Prefeitura de Ilhéus. Foto: Clodoaldo Ribeiro.

A Secretaria Municipal de Educação enviou uma nota sobre o Processo Seletivo realizado pela Prefeitura de Ilhéus no início do mês. Veja a nota na íntegra.

Em relação a matéria veiculada no seu blog , sobre o resultado da seleção para professores, gostaríamos de esclarecer que:

  • Foi divulgado um resultado preliminar onde o candidato teria dois dias para recorrer, se assim desejasse
  • A duplicidade no nome de uma candidata, ocorreu por erro material, que será corrigido na publicação com o resultado final .

A secretaria de educação preza pela seriedade da seleção e afirma que todo processo está sendo conduzido com respeito e responsabilidade.

Estamos à disposição para qualquer esclarecimento

Jamile Maron

Embasa amplia atendimento presencial na zona sul de Ilhéus durante o verão

Imagem ilustrativa.

A Embasa iniciou, ontem (21), atendimento presencial em Olivença, localidade situada na zona sul de Ilhéus, visando dar mais comodidade aos clientes durante o verão. Na loja provisória, situada na Praça Cláudio Magalhães, o usuário poderá solicitar negociação de débitos, restabelecimento do abastecimento de água do imóvel e emissão de segunda via de conta, entre outros serviços. A demanda por atendimento cresce 30% no período, especialmente em áreas litorâneas e com fluxo de turistas.

O ponto de atendimento abre de segunda a sexta-feira, de 08 às 12h e 13h30 às 16h30; e aos sábados, de 08h ao meio-dia, até 20 de março. A loja de atendimento da Embasa no centro da cidade continuará funcionando normalmente.

Valério Bomfim: “governo Marão gasta R$ 94 mil em horas extras para 30 servidores”

Sindicalista afirma que os agentes de trânsito não têm água para beber.

De acordo com Valério Bomfim, agente de trânsito e sindicalista, a gestão da Sutram tem agido com irresponsabilidade e incompetência ao deixar os funcionários, que cumprem plantões de 12 horas, sem água para beber.

“De quem é a responsabilidade pela compra e abastecimento? Será que os chefes da Sutram, que ganham um salário médio de R$ 4.000,00 estão sem água de beber? Observe que eles, os chefes trabalham no ar condicionado, enquanto nós, expostos ao sol”, desabafou Valério.

Ele afirma que dinheiro não é o problema na Sutram, já que são gastos mensalmente R$ 94.000,00 em horas extras para 30 pessoas. O servidor questiona o prefeito Marão e afirma que há mais de R$ 400 mil na conta bancária do órgão, fato que não justifica o tratamento recebido pelos agentes.

Valério afirma que há perseguição política na Sutram e que a atual gestão municipal não tem capacidade para permanecer na prefeitura. “Se for pelo trabalho da Sutram e pelo tratamento dado aos seus agentes, pode arrumar a mala, ou troque as chefias, pois todos estão fazendo campanha contra a sua reeleição” disparou Bomfim contra Marão.

O servidor disse que vai protocolar denúncia na justiça na segunda-feira, 20, para ver se alguma providência será tomada.

Trânsito da Rua Barão do Rio Branco terá desvio neste sábado (18) para obra

Baía do Pontal, Ilhéus. Foto: Internet.

Os motoristas que forem trafegar neste sábado (18) pela Rua Barão do Rio Branco, no trecho fundo do aeroporto, bairro do Pontal, devem ficar atentos para o desvio no trânsito, que deve ocorrer a partir das 7h para realização das obras do acesso viário sul da nova ponte.

Conforme o diretor da Sutram, Gilson Nascimento, os automóveis poderão trafegar com atenção na nova pista até a entrada da Rua Treze de Maio. O desvio destina-se a conclusão da rotatória de retorno da via da nova ponte.

“As obras costumam levar um certo tempo, e se destinam para o bem maior que é a melhoria da mobilidade na nossa cidade”, frisou Nascimento.

Na última semana, a Sutram alterou trânsito na mesma via para melhorias, com obras voltadas para drenagem pluvial e asfalto, até a conclusão da benfeitoria urbana. Os motoristas devem estar atentos às placas de sinalização e à orientação dos agentes de trânsito.

IPTU 2020: carnês já estão disponíveis no site da Prefeitura de Ilhéus

Carnês já estão disponíveis.

A Prefeitura de Ilhéus já disponibilizou os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2020. Os contribuintes que optarem pela emissão online deverão acessar o endereço eletrônico: https://bit.ly/2G1C62N e na opção Portal do Contribuinte selecionar a aba: “Emissão DAM IPTU”. A versão impressa dos carnês será enviada para os donos dos imóveis a partir do mês de fevereiro.

Este ano, o contribuinte que pagar em cota única até 30 de março terá um desconto de 15%. A outra opção é o pagamento parcelado, em nove vezes, sendo o vencimento da primeira parcela em 30 de abril de 2020. O valor do IPTU é definido através de critérios como área construída do imóvel, padrão construtivo e localização. Além disso, são consideradas as alterações nos valores de índices nacionais.

Presença de Marão na Lavagem da Catedral gera vaias e tumulto

Marão é vaiado durante trajeto até a Catedral. Imagem extraída de vídeo.

Na última quinta-feira, 16, durante a tradicional Lavagem das Escadarias da Catedral de São Sebastião, no centro de Ilhéus, o prefeito Marão foi bastante vaiado pelos servidores afastados por ele da Prefeitura de Ilhéus.

Com faixas em que estavam escritas frases como “Marão, o traidor” e “Marão, o mentiroso”, e ao som de muitas vaias, os manifestantes encurralaram o prefeito à frente do Bar Vesúvio e buscaram mais uma vez pelos seus direitos.

É possível ver no vídeo o esforço feito por funcionários que ocupam cargo em comissão para blindar e aplaudir o prefeito Marão. Há um ano o prefeito afastou quase 300 pessoas de seus cargos. O caso segue na justiça e não há previsão de retorno para os trabalhadores.

Na manhã de ontem, os servidores rejeitaram uma proposta feita pelo governo municipal para que apenas um pequeno grupo deles retornasse às atividades laborais. Segundo um dos critérios da negociação, quem ainda não tem o tempo de serviço a seu favor poderia voltar ao posto de trabalho, desde que, ao completar o tempo, se afaste imediatamente da função pública.

Os trabalhadores também teriam que bancar o valor da folha em 60 por cento, abrindo mão, mensalmente, deste percentual de recursos junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para pagamento de precatórios. Outra medida, inadmissível na visão dos servidores afastados, seria não permitir a possibilidade uma nova adesão ao Programa de Desligamento Voluntário (PDV), o que garantiria melhores condições de aposentadoria ao servidor que cumprisse o seu tempo de serviço.

Mais detalhes sobre a proposta do prefeito aos servidores podem ser vistos no Jornal Bahia Online.

Veja o vídeo:

Acidente no Porto do Malhado: guindaste não suporta peso de retroescavadeira; veja o vídeo

Retroescavadeira cai em porão de navio. Foto enviada via WhatsApp.

Um vídeo que circula via WhatsApp mostra o momento exato em que uma escavadeira elétrica despenca das amarras de um guindaste.

O acidente, segundo a pessoa que narra o vídeo, teria acontecido no Porto do Malhado em Ilhéus, mas a Codeba não confirmou a informação até o momento.

Não há informações sobre vítimas.

No vídeo, é possível ver claramente que as cintas, que são parte do guindaste, não suportaram o peso da máquina, que segundo um leitor do blog, se chama escavadeira hidráulica.

Veja o vídeo:

Governo Marão abandona estrada do Retiro

Estrada está em péssimas condições. Foto enviada pelo leitor via WhatsApp.

Em contato com a redação do BG, um leitor reclamou da situação da estrada vicinal que dá acesso à localidade do Retiro, localizada no nordeste do município de Ilhéus.

A estrada está repleta de buracos enormes que geram problemas como atraso nos horários do transporte coletivo e quebra de os carros de passeio e ônibus.

Ele afirma que alguns taxistas desistem de fazer corridas para o local com medo de danificar o veículo.

Sindicato dos Comerciários de Ilhéus terá reunião com direção do Makro

Foto: Reprodução

O Sindicato dos Comerciários de Ilhéus foi pego de surpresa com o fechamento da unidade do Makro na rodovia Ilhéus/Itabuna e deverá ter uma reunião com a direção da empresa, para ouvir o que ela propõem para os funcionários. Eles também teriam sido surpreendidos com a notícia do encerramento das atividades.

O cálculo feito pela entidade sindical é que neste momento só estivessem em atividade metade dos 150 funcionários inicialmente contratados. O Makro está funcionando desde setembro de 2010 e teria proposto aos funcionários que desejassem a transferência para Minas Gerais.

Veja mais detalhes do encerramento das atividades clicando aqui.

*Com informações do Diário Bahia.

Makro fecha loja de Ilhéus; mais de 100 funcionários foram demitidos

Makro. Imagem: Guia do Empreendedor.

Nesta quarta-feira (15) a loja da rede Makro de Ilhéus encerrou as atividades. Todos os funcionários foram demitidos e o clima é de tristeza no local, não tem informação que o posto de combustível do grupo será fechado ou não.

A rede Mineirão Atacarejo poderá assumir a unidade nos próximos dias. O grupo mineiro já trabalha no sistema atacarejo e é conhecido por assumir as lojas da Makro.

Apesar de ficar próxima da zona urbana de Itabuna, a loja estava situada em Ilhéus e os impostos arrecadados, provenientes das compras efetuadas pelos clientes eram repassados para a cidade.

Segundo informações, mais de 100 funcionários foram demitidos. A loja foi inaugurada em setembro de 2010. À época, parte da imprensa local afirmou que a rede só foi atraída para Ilhéus pela promessa de inauguração do Porto Sul. Quase 10 anos depois, o Porto Sul continua sendo uma promessa e a loja de rede Makro fechou.

*Com informações do Políticos do Sul da Bahia.

Ilhéus: servidores da Prefeitura são expostos a riscos por falta de equipamentos de segurança

Servidor sobe escada sem equipamentos de segurança. Imagem extraída de vídeo.

Após assistir um vídeo que circula nas redes sociais, o técnico em segurança do trabalho, Uallesson Nascimento, em contato com a redação do BG, denunciou a Prefeitura de Ilhéus por expor os servidores a riscos de queda ao realizarem o serviço de iluminação pública.

Segundo ele, o servidor municipal (do vídeo abaixo) trabalha numa altura superior a dois metros sem o equipamento de proteção individual (EPI) de uso obrigatório exigido pela NR 35. Ele afirmou que a PMI expõe também a vida dos servidores que dão apoio ao serviço e também das pessoas que circulam no local ao não fazer o isolamento da área.

Uallesson também informou que os servidores não utilizam protetores coletivos contra queda ou projeção de materiais. “Eles estão infringido também a NR 10 quando deixam os servidores expostos a trabalho com eletricidade, sem as medidas de proteção necessárias contra choque elétrico. É notória a situação de risco de morte. É possível que os servidores não possuam conhecimento das normas regulamentadoras ou se as conhecem, ignoram e expõem suas vidas”, informou o técnico.

No vídeo, um homem conhecido como Dantas, exalta o governo Marão e em meio aos elogios sequer percebeu que os servidores não usam luvas isolantes, cinturões, óculos de proteção e capacetes anti-impacto.

O BG vai encaminhar esta reclamação ao Ministério Público do Trabalho.

O BG entrou em contato com o secretário de Serviços Urbanos, Hermano Fahning, mas até a publicação deste texto não recebemos nenhuma resposta.

Veja o vídeo:

Água empoçada invade casa de morador da Princesa Isabel; governo Marão nada faz

Foto enviada pelo morador via WhatsApp.

A redação do BG recebeu uma denúncia que envolve a má prestação de serviço por parte da Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Ilhéus.

Um morador da Rua Anísio Pereira da Silva, na Avenida Princesa Isabel, reclama da água da chuva que desce do Alto Formoso e cai diretamente em seu quintal. Esse problema não é novo e segundo ele, a água da chuva não tem para onde escoar, formando uma enorme poça que acaba se rompendo e caindo nos quintais da rua de baixo. As águas da chuva acabam levando o lixo acumulado no Alto Formoso para os quintais da rua Anísio Pereira.

O morador afirma que o secretário de Infraestrutura, Átila Dócio, diz não poder fazer nada em relação ao local e que nenhum representante da Prefeitura foi verificar o problema. “Pago meu IPTU em dias, preciso que essa situação seja resolvida”, afirmou o morador.

Por volta as 11h53min entramos em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação e pedimos esclarecimentos, mas até a publicação da matéria  não conseguimos resposta.

Estudante acusa seguranças do Batuba Beach de racismo

O estudante Lucas alega ter sofrido racismo por parte dos seguranças do evento.

O jovem Lucas Lelis, estudante de enfermagem, alega ter sofrido racismo no último sábado, 04, durante uma festa realizada no Batuba Beach, em Olivença. Lucas prestou queixa crime na manhã da terça-feira, 07, contra a empresa que prestou serviços de segurança particular no evento.

Segundo Lucas, os seguranças o acusaram ter furtado um Iphone. Além disso, o estudante afirmou que ele e a amiga que o acompanhava sofreram racismo. No boletim de ocorrência, Lucas informou que ele e a amiga Daniela foram abordados por um dos seguranças no camarote da festa e convidados a se retirar do local após acusação de furto.

O estudante disse que os seguranças afirmaram ter vídeos que os incriminavam e que o sistema de localização do Iphone indicava que o aparelho estava no exato local em que eles estavam no camarote.

Sem chance de defesa, Lucas disse ter perdido a maior parte do show, após ter passado por constrangimento público na abordagem policial, que constatou que não havia nenhum Iphone com eles. Após o vexame, os jovens foram levados para outro camarote como forma de compensação.

“Ficou evidente a situação de racismo, tendo em vista que eu e minha amiga éramos os únicos negros no grupo. Vamos acionar a Justiça. Não podemos continuar sofrendo essas situações somente por conta da nossa cor. Isso precisa acabar”, desabafou Lucas.

Por volta das 10h26min. desta quarta-feira, mantivemos contato com o publicitário Thiago Dutra, que em outras ocasiões se dirigiu ao BG como representante do Batuba Beach.

Segundo Dutra: “estamos levantando melhor as informações”.

O espaço está aberto para a versão da empresa.

Afastamento dos não-estáveis: APPI afirma que Marão mentiu sobre valor da folha de pagamento

Marão mente para servidores não-estáveis.

A APPI/APLB distribuiu pelo centro de Ilhéus, panfletos que contestam a versão dada pelo governo Marão sobre o a demissão de quase 300 servidores da Prefeitura, em 07 de janeiro 2019.

Segundo a gestão, a medida de afastar servidores contratados entre os anos de 1983 e 1988, teria como objetivo diminuir a folha salarial do município. A associação afirma que o prefeito mentiu ao dizer que a ação traria uma economia de R$ 2 milhões aos cofres públicos.

Segundo o panfleto, em outubro de 2016, antes de Mário Alexandre assumir a Prefeitura, a folha custava R$16.251.964,83. Em outubro de 2017, o valor chegou a R$18.059.175,12. No mesmo mês, em 2018, antes do afastamento dos servidores, a folha alcançou o valor de R$ 19.785.254,78. Já em outubro de 2019, após o afastamento, a folha custou R$ 19.759.299,74; aumentando em R$ 25.955,04 a diferença para 20018.

De acordo com o panfleto, Marão preferiu demitir servidores com 33 anos de serviços ininterruptos para contratar temporariamente pessoas para atuarem nas secretarias de Saúde, Assistência Social e Educação. A indignação dos servidores afastados aumenta ainda mais com o fato de o prefeito ter afirmado que esgotaria todos os recursos jurídicos em prol da classe e não cumprir o combinado, fazendo com que os trabalhadores vivam sem situação precária.

Obra de esgotamento sanitário da Embasa na zona sul de Ilhéus chega a sua fase final

Estação de tratamento de Ilhéus.

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) está prestes a concluir sua maior intervenção em Ilhéus nos últimos dez anos: a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) Ilhéus/ Pontal, investimento da ordem de R$60 milhões que atingiu 80% do cronograma físico executado. A previsão é de que o serviço de coleta, tratamento e destinação final de esgotos seja gradativamente disponibilizado à população beneficiada, de mais de 65 mil pessoas, a partir de maio. A intervenção vai elevar a cobertura de atendimento para cerca de 80%, índice semelhante ao das capitais mais saneadas do país.

O principal equipamento é uma moderna Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) localizada no distrito do Couto, com capacidade de tratamento de 148 litros por segundo e eficiência de 99%. Também está em conclusão a implantação de 14 estações elevatórias responsáveis pelo bombeamento dos esgotos até a ETE. “Os moradores do entorno podem ficar tranquilos em relação às elevatórias, pois elas possuem grupo gerador cabinado, ou seja, vão funcionar com o mínimo de ruído em caso de intermitência do fornecimento de energia elétrica e possuem baixa possibilidade de emissão de odores incômodos. Basta que todos utilizem adequadamente a rede de esgoto e cuidem para que não haja vandalismo ou manuseios indevidos dos equipamentos”, ressaltou o gerente de expansão Heber de Andrade Melo.

A prefeitura, com o auxílio da Embasa, está definindo e regularizando a questão fundiária dos locais onde funcionarão as estações elevatórias dos bairros Pontal e Sapetinga, levando em consideração os anseios da população e pré-requisitos técnicos. Isso é fundamental para que as últimas frentes de serviço possam avançar. “Já temos exemplos positivos de funcionamento de estações elevatórias em áreas de convivência, como o da Praça Nossa Senhora da Luz, em Salvador. Ilhéus já conta em seu território com 22 dessas estações e estão previstas obras de requalificação na elevatória da Praça São Sebastião, local turístico”, afirmou Heber.

A equipe de trabalho social do SES de Ilhéus realiza, desde o início da obra, um intensivo processo de mobilização social para adesão ao sistema de esgotamento sanitário pela população que será atendida pelo empreendimento e para o engajamento com a conservação dos recursos naturais e o uso correto dos equipamentos implantados. “Dentre as diversas ações desenvolvidas, destacamos o exercício do controle social que acontece através das reuniões mensais com a Comissão de Acompanhamento da Obra (CAO) e a manutenção de canal de atendimento para interlocução constante com a comunidade”, ressaltou Rosana Rocha, supervisora de ação social do interior.