PP divulga nota de repúdio contra dancinha ridícula de Marão

Nota de repúdio do diretório do Partido Progressista de Ilhéus.

Ilhéus merece mais respeito.

Estamos há cinco meses enfrentando um vírus mortal. Milhares de brasileiros já perderam suas vidas para essa doença terrível. Em Ilhéus, enfrentamos também a doença do desrespeito, da falta de compromisso, da falta de empatia e da falta de liderança do atual gestor.

Em um vídeo que circulou na tarde de ontem (02) nas redes sociais, o prefeito Mário Alexandre aparece dançando mesmo diante do luto oficial decretado pelo próprio alcaide.

As atitudes do prefeito não me representam e me deixam totalmente indignado. Eu sinto a dor e o medo das famílias que estão convivendo com esse vírus. Eu passei por isso, foram momentos de muitas incertezas em minha família.

O prefeito foi omisso ao não tomar as medidas necessárias no início da pandemia. Ilhéus registra o maior número de mortes do interior do Estado, taxa de letalidade acima da média Nacional, o comércio sofre, o desemprego aumenta.

Assistimos, nas últimas semanas, o aumento do número de casos e óbitos em nossa cidade. Perdemos pais, mães, filhos, tios, primos, sobrinhos, amigos. Perdemos pessoas que amávamos. Perdemos pessoas que tinham sonhos, ambições, projetos. Ainda estamos chorando essas perdas. Ainda estamos aflitos pelos enfermos. Fazer DANCINHA na rua é falta de respeito. O único compromisso que Mário tem é com o erro e com seus interesses pessoais.

As ações do prefeito Mário Alexandre desrespeitam as 141 famílias que perderam seus entes queridos. Desrespeitam todos os ilheenses que estão cumprindo isolamento. Desrespeitam os curados e os que ainda estão lutando por sua vida. Desrespeitam todos os profissionais que trabalham no enfretamento do vírus. Desrespeitam aqueles que precisam sair de casa para garantir o sustento de sua família. Desrespeitam a mim, a você, nossos amigos e a nossa família.

Chega de IRRESPONSABILIDADE.

Cacá Colchões
Presidente Municipal dos Progressistas.

Ilhéus: luto oficial de três dias é decretado pela morte de Néo Bastos

O prefeito Mário Alexandre decretou no início da tarde desta quinta-feira (30) luto oficial por um período de 3 dias, em Ilhéus, com o hasteamento de até meio mastro do Pavilhão Nacional em todos os prédios públicos pelo falecimento de Manuel Felix Kruschewsky Bastos, popularmente conhecido como Néo Bastos, falecido na madrugada desta quinta-feira por Covid-19.

Radialista esportivo, suplente de vereador no ano de 2019 e já tendo integrado a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Néo dedicou preciosos trabalhos à comunidade ilheense no decorrer de sua vida como cidadão, vereador e radialista, contribuindo para o crescimento municipal como cidadão exemplar, respeitável líder político e de ilibado espírito público.

Valderico Junior manifesta pesar pela morte de Néo Bastos

O presidente municipal do DEM, Valderico Junior, recebeu com profundo pesar a notícia do falecimento de Manuel Felix Kruschewsky Bastos. O popular Néo Bastos, radialista, membro do partido Democratas e suplente de vereador em Ilhéus faleceu na madrugada desta quinta-feira, 30, aos 61 anos, acometido por insuficiência respiratória.

“Senti um aperto no coração ao saber que nosso grande amigo Néo Bastos nos deixou. Meus mais sinceros sentimentos à família enlutada. Peço que Deus a conforte nesse momento de dor. Ilhéus amanheceu triste com essa perda irreparável. Néo, sempre muito querido por todos, era um homem gentil, sorridente e atencioso. Amigo, meu único amparo nesse momento é saber que Deus reservou um lugar no Céu para você. Descanse em paz ao lado do Nosso Senhor. Amém”, escreveu Valderico Junior, em mensagem divulgada na manhã de hoje.

Desde o início da epidemia de Covid-19 em Ilhéus, o comentarista esportivo passou a trabalhar de casa, participando por telefone da programação da rádio Gabriela FM. Apesar disso, teve contato com o novo coronavírus e desenvolveu uma forma severa da doença provocada pelo Sars-CoV-2. Ficou internado por quinze dias no Hospital de Ilhéus, de onde saiu no dia 28 de junho.

De modo geral, a terapia intensiva usa técnicas invasivas, o que não é diferente no tratamento dos casos graves da Covid-19. Por isso, mesmo depois de deixar a UTI e sem a presença do vírus no corpo, muitos pacientes carregam sequelas da doença, como limitação da capacidade respiratória por causa da inflamação dos pulmões. Parece ter sido esse o caso de Néo, que pode ter sido vítima de uma embolia pulmonar.

Néo Bastos era um homem de alma leve, da paz, e o seu descanso eterno poderia ter esperado

Manuel Félix Kruschewsky Bastos (Néo Bastos). 25/06/1959 – 30/07/2020.

Por Emilio Gusmão.

Quando uma pessoa amiga falece, normalmente potencializamos suas virtudes e olvidamos seus defeitos. Já que “a memória é uma ilha de edição”, como escreveu o poeta Wally Salomão, é bom que seja assim. Dorival Caymmi dizia que viveu muito por ter privilegiado só as boas lembranças.

Eu não fui amigo íntimo de Néo Bastos e só conheci suas virtudes. Posso afirmar que ele era um homem de alma leve, cordial e de excelente conversa. Era aquela pessoa que possibilita plena satisfação nos bate-papos fortuitos sobre assuntos diversos, com ênfase no futebol.

Seu jeito calmo, voz macia e o vocabulário correto e simples remetem a um estado de ser típico de nossa cidade. A tranquilidade marca Ilhéus, e Néo era uma figura humana que representava muito bem esse espírito, essa maneira de viver. Bater um papo com Néo propiciava um bem-estar parecido com os efeitos de uma caminhada contemplativa numa de nossas praias. Néo era um homem de paz.

Percebo que a Covid-19 tem levado, preferencialmente, pessoas admiráveis. Néo Bastos não merecia morrer dessa forma. Vai me fazer muita falta nas conversas não programadas na fila do Banco do Brasil, em frente ao Cine Santa Clara e nas ruas estreitas do Centro da Cidade.

A paz sempre esteve contigo, Néo, por isso, penso que o seu descanso eterno veio cedo. É uma pena.

Não irei ao seu velório, pois a conversa, mesma rápida, não poderá acontecer. Porém, assim que o tempo abrir farei uma caminhada na praia.

Prefeitura de Ilhéus responde a ADUSC

Foto: Site PMI/reprodução.

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), no tocante às declarações proferidas pela Associação de Docentes da UESC (Adusc) acerca de informações relacionadas à saúde de Ilhéus, comunica que a Sesau tem atendido e atende todas as orientações, condutas e protocolos estabelecidos em Notas Técnicas emitidas pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), para o adequado enfrentamento à pandemia do coronavírus na cidade.

De acordo com o médico infectologista e consultor do Comitê Operacional de Emergência de Combate à Epidemia causada pela Covid-19 (COE), Gustavo Cunha, “felizmente aqui em Ilhéus não foi chegado ao ponto de ter que decidir quem deve viver e quem deve morrer. Antes mesmo da pandemia aqui chegar, a saúde municipal se preparou, tanto que Ilhéus é hoje a cidade do interior do Estado com o maior número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) SUS para pacientes com Covid-19”.

O especialista destaca que os pacientes que se dirigiram ao Centro de Atendimento Covid-19 no Centro de Convenções, foram e têm sido atendidos conforme os protocolos de saúde dos órgãos competentes, inclusive os pacientes em situação crítica, que receberam e recebem os cuidados de terapia intensiva. “Tanto é que nenhum paciente veio à óbito diretamente ligado à falta de leitos de UTI aqui em Ilhéus. Ao contrário. Temos recebido, inclusive, pacientes de outras cidades”, explica. (mais…)

Tremor de magnitude 3,5 graus foi registrado a 100 km de Ilhéus

Foto: Divulgação/ RBSR

Um tremor de 3,5 graus na Escala Richter foi registrado na costa da Bahia, na manhã desta quarta-feira (29). Segundo o Laboratório Sismológico (Labsis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o evento aconteceu por volta das 5h19.

A cidade mais próxima do raio do epicentro é Ilhéus, mas não há relatos de que o tremor tenha sido sentido no continente, já que aconteceu no mar e teve baixa intensidade.

“Apesar de a magnitude não ser pequena, o epicentro está a aproximadamente 100 km do continente. A essa distância, é possível, mas é muito difícil que ele seja sentido no continente“, afirmou o professor Eduardo Menezes, geofísico e sismólogo do Labsis.

Segundo o professor, a população não precisa ficar assustada com um risco de um tsunami, pois esse tipo de tremor não causa ondas altas já que não há energia suficiente para tal.  De acordo com ele, os últimos registros de abalos no sul da Bahia aconteceram no continente, nas cidades de Itapé, Ibicaraí e Floresta Azul.

*Com informações do Bahia Notícias.

Manutenção preventiva interrompe abastecimento de água em bairros centrais de Ilhéus nesta sexta, 31

Imagem ilustrativa.

A Embasa informa que, para executar procedimento de limpeza e desinfecção do reservatório da estação de tratamento de água (ETA) Centro, o abastecimento será temporariamente suspenso em bairros e localidades de Ilhéus atendidos pela estação (ver lista), nesta sexta-feira, 31.

A manutenção preventiva é necessária para manter o padrão de potabilidade da água distribuída pela concessionária. A previsão é de que o serviço seja gradativamente regularizado no fim da tarde do mesmo dia, podendo levar até 48 horas em pontos mais distantes da ETA.

Assim como a Embasa, o usuário também deve possuir e limpar, periodicamente, o reservatório de seu imóvel para manter a qualidade da água fornecida. A empresa também recomenda medidas de economia até que o abastecimento seja completamente regularizado.

Bairros afetados: Alto Carvalho, Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Aureliano, Alto do Cacau, Alto do Coqueiro, Alto Legião, Alto São Francisco, Avenida Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Malhado, Morada do Bosque, Morada do Porto, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/UESC, Tapera, Teotônio Vilela, Teresópolis, Vila Cachoeira, Vila Freitas, Vila Queiroz,Vila Nazaré.

Posto de saúde inacabado gera problemas no Banco da Vitória

Posto de Saúde do Banco da Vitória poderia ser usado durante o período da pandemia. Foto enviada via WhatsApp.

O BG recebeu denúncias de moradores do Banco da Vitória sobre a obra inacabada de um posto de saúde.

Segundo membros da comunidade o local está abandonado e a construção se arrasta desde o governo do ex-prefeito Newton Lima, sendo reiniciada duas vezes.

O local está abandonado e virou ponto para dependentes químicos. De acordo com os relatos, a construção do posto está abandonada. A unidade de saúde fica próxima à escola municipal do bairro e em época de chuva, o local fica praticamente inacessível.

Foto enviada por morador.

“Em pleno momento de pandemia, esse posto seria excelente para atender a população. O outro posto de saúde do bairro fica num local de difícil acesso para idosos, cadeirantes e demais pessoas com deficiência”, reclamou um morador.

Posto de Saúde do Salobrinho vai atender apenas casos relacionados à Covid-19, população está inconformada

Posto de saúde vai atender apenas casos de Covid-19. Foto enviada via WhatsApp.

Em contato com o BG, moradores do Salobrinho reclamam da decisão que mudou o tipo de atendimento do Posto de Saúde do bairro, que só vai atender  casos de síndrome gripal e casos suspeitos e confirmados de Covid-19. O atendimento exclusivo teve início na segunda-feira (27).

A comunidade fez um abaixo-assinado solicitando à Secretaria Municipal de Saúde o retorno dos atendimentos.

“O Salobrinho tem cerca de 17 mil habitantes. Muitos moradores fazem acompanhamento, várias mulheres fazem pré-natal e idosos ficarão sem o atendimento. O prefeito Marão tem que olhar a situação dos moradores do bairro”, disse um morador.

Foto enviada via WhatsApp.

Ilhéus: mãe desesperada pede ajuda para o filho que tem problemas psiquiátricos

Vanusa e o filho Alessandro.

Vanusa de Sousa Câmara, de 46 anos, pede a solidariedade dos ilheenses para internar o filho que tem problemas psiquiátricos.

Alessandro Câmara Fagundes tem 20 anos e mora com a mãe na Rua da Felicidade, no bairro Nossa Senhora da Vitória. O jovem é acompanhado por um médico psiquiatra que está afastado do serviço municipal de saúde. Após a interrupção do tratamento Alessandro tem passado por crises frequentes, mesmo tomando as medicações que a mãe mistura na comida.

Com crises frequentes, Alessandro acaba destruindo os móveis da casa.

Vanusa é pescadora, mas foi obrigada a deixar de trabalhar para se dedicar exclusivamente ao filho, que por conta do distúrbio quebra móveis e foge de casa. Alessandro não possui o Benefício de Prestação Continuada (BPC) nem qualquer outro tipo de auxílio. Segundo Vanusa, o INSS negou o pedido três vezes e a questão está na Justiça Federal.

A mãe faz um apelo ao prefeito Mário Alexandre para conseguir uma avaliação médica e um internamento provisório. Ela deseja que Alessandro seja tratado corretamente. “A única coisa que desejo é esse internamento. Estou morrendo junto com meu filho”, disse Vanusa.

Interessados em ajudar podem entrar em contato com Vanusa pelo número/WhatsApp: 73 98173-2825.

Atualizado às 18h54min.

Por volta das 12h40min deste sábado, a dona Vanusa recebeu em sua residência a visita do médico psiquiatra Gentil Neto, que levou Alessandro para o internamento adequado. A visita ocorreu cerca de 90 minutos após a publicação do texto.  O BG agradece a todos que compartilharam a notícia nas redes sociais e ajudaram dona Vanusa a encontrar um médico para seu filho.

Embasa investe R$ 200 mil na ampliação do serviço de esgotamento sanitário no Teotônio Vilela, em Ilhéus

Foto: Ascom/Embasa.

A Embasa está realizando obras de extensão da rede coletora de esgotos no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, com investimento consolidado de quase R$ 200 mil. A iniciativa vai beneficiar cerca de 300 famílias com o serviço de coleta, tratamento e destinação final dos esgotos domésticos, além de diminuir o lançamento indevido de esgoto in natura no Rio Cachoeira, que deságua na Baía do Pontal.

Na Rua do Silêncio, a Embasa concluiu o assentamento de 460 metros de rede e melhorou o arruamento, deixando a pavimentação da via em condições melhores do que as existentes antes da intervenção. O cronograma seguirá, nos próximos dias, contemplando as ruas São Jorge, Santo Antônio, José Ribeiro, das Oliveiras e Domingo dos Reis com mais 825 metros de rede.

Durante as visitas técnicas, foi constatada a presença de elevado número de ligações de água que tiveram o fornecimento suspenso antes do início da pandemia. Por isso, a empresa está oferecendo condições especiais de negociação para os clientes em débito, o que permite a regularização dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“Nossos esforços para que os clientes façam a adesão ao sistema de esgotamento e regularizem o consumo de água ressaltam a importância do bairro para a Embasa. Nesse momento de pandemia, todos devem consumir água com responsabilidade, o que também passa pelo destino das águas servidas dos imóveis Para que o serviço seja efetivado e os benefícios da obra percebidos, os usuários precisam interligar suas instalações sanitárias internas ao ramal domiciliar, em até 90 dias, a partir do recebimento de notificação por escrito”, afirmou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

A Embasa também lembra que são proibidas as seguintes práticas: conectar a drenagem interna da água de chuva do imóvel à rede pública coletora de esgoto, assim como abrir as tampas dos poços de visita, em via pública, para escoamento da chuva. Além de proibidas por lei, essas práticas comprometem o funcionamento adequado do sistema de esgotamento sanitário, causando extravasamento em via pública.

Hermano Fahning deixa a Secretaria de Serviços Urbanos; substituto é ligado a Bebeto Galvão

Bebeto Galvão e Mário Alexandre.

O Diário Oficial do Município de segunda-feira (20) trouxe a exoneração de Hermano Fahning da Secretaria de Serviços Urbanos.

O substituto é o sindicalista João Batista Aquino dos Santos, ligado ao ramo hoteleiro e aliado político do ex-deputado federal Bebeto Galvão.

O ex-secretário municipal Hermano Fahning.

Bebeto, após fazer diversas críticas ao governo municipal, decidiu se aliar a ele sem levar em conta o alto índice de rejeição do prefeito.

A mudança de cargos visa buscar mais aliados para o prefeito Mário Alexandre que almeja a reeleição, apesar do grande desgaste.

SAMU de Ilhéus nega socorro a uma idosa com suspeita de Covid-19; parentes improvisaram maca para levá-la ao hospital

Familiares improvisam maca para transportar idosa. Imagem enviada via Whatsapp.

Marly Marques Cerqueira, uma idosa de 62 anos, não foi socorrida pelo Samu de Ilhéus na tarde da última sexta-feira (17). A mulher, que está com pneumonia, passou mal na manhã da sexta-feira, foi socorrida pelo Samu e levada ao Centro de Atendimento da Covid-19 no Centro de Convenções. Após o atendimento, uma ambulância levou a senhora de volta para casa, localizada na rua Jasiel Martins, na Barra.

À tarde, Dona Marly voltou a passar mal e quando os familiares ligaram para o Samu, o socorro foi negado. Os parentes improvisaram uma maca com tábuas para tentar imobilizar a paciente. A senhora foi levada num carro particular até o Hospital Costa do Cacau onde permanece internada numa UTI de estabilização. A mulher fez o teste rápido, que deu negativo, e aguarda o resultado do exame PCR.

Marly foi vítima de um AVC há alguns anos, perdeu os movimentos e é atendida pelo programa Melhor em Casa por estar sempre acamada. A família ficou revoltada com o tratamento dado pelo Samu de Ilhéus.

O BG entrou em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação para obter a versão da equipe do Samu. Até o exato momento não conseguimos uma resposta.

Foto enviada via Whatsapp.

Ministério Público da Bahia abre nova frente de investigação sobre o caso das amendoeiras

A Promotoria Regional de Meio Ambiente de Ilhéus, capitaneada pela promotora de justiça, Aline Salvador, instaurou um procedimento preparatório de inquérito civil público no dia 16 de julho para averiguar possíveis irregularidades no processo de supressão das amendoeiras na Av. Soares Lopes.

Após chegar ao conhecimento da Promotoria, informações veiculadas pela imprensa de que o secretário de meio ambiente, Mozart Aragão, declarou que a supressão das árvores se justificou pela questão do acesso viário à ponte Jorge Amado, a instituição solicitou informações mais específicas sobre a ação municipal em virtude do evidente impacto gerado na avifauna local.

O registro dos impactos ambientais negativos causados aos animais, à memória afetiva da coletividade, à história, ao turismo e a cultura da cidade, que subsidiaram a argumentação judicial, foram apurados pelo coletivo ambiental Preserva Ilhéus, movimento criado espontaneamente diante da abrupta intervenção feita pela Prefeitura no dia 07 de julho. A ação demonstrou evidente falta de planejamento e de participação popular, violando os preceitos contidos na Lei 10.257/01, o Estatuto das Cidades.

O inquérito instaurado no dia 16 tramitará junto a outra ação civil pública impetrada pela 11ª Promotoria de Justiça da Bahia, liderada pelo promotor de justiça Paulo Sampaio, também de Ilhéus, que requereu à justiça ainda no dia 09 de julho a suspensão imediata do corte das demais árvores. Os procedimentos atuam em conjunto e pedem esclarecimentos acerca do fato.

Da Ascom Preserva Ilhéus.