Marão “falta com a palavra”, afirma nota dos sindicatos

Foto: Ascom/APPI.

Nota dos sindicatos: Sinsepi, Sindiguardas, APPI/APLB, Sindiacs.

Embora tenha se comprometido publicamente a esgotar todos os recursos judiciais cabíveis a fim de evitar a demissão de centenas de servidores municipais admitidos antes de outubro de 1988, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, surpreendeu a todos os sindicatos representativos da categoria e publicou, na madrugada de hoje, 8 de janeiro, o Decreto nº 128 que determina o afastamento dos funcionários com mais de 32 anos de trabalho.

O prefeito alega a necessidade de cumprir sentença judicial do juiz local da Fazenda Pública, mesmo tendo feito apelação ao Tribunal de Justiça da Bahia solicitando a suspensão da medida. Através dos sindicatos, os servidores atingidos afirmam que seus contratos são legais, que foram admitidos quando não havia exigência de concurso público e por nunca terem sido ouvidos no processo. “Nós vamos resistir até o último momento em busca de nossos direitos”, afirma o presidente da AAPI\APLB, Osman Nogueira.

Por outro lado, o governo municipal divulga que serão economizados R$ 35 milhões ao ano com o afastamento dos servidores, quando a relação constante do decreto mostra que o valor da folha dos atingidos equivale a R$ 1.590.000 por mês. “Após 35 anos de serviços ininterruptos prestados à população, por meio de contratos regidos pela CLT, os servidores estão sendo vítimas de perseguição e assédio moral. Um ato injusto e desumano praticado pelo prefeito”, assegura o presidente do Sindiguardas, Pedro Oliveira.

Os sindicatos representativos da categoria (Sinsepi, Sindiguardas, APPI/APLB, Sindiacs) estão adotando medidas judiciais com a finalidade de suspender o efeito do Decreto do prefeito Mário Alexandre. “Ele se comprometeu conosco que daria uma resposta ao nosso pedido ou marcaria uma reunião conosco. Nada fez nesse sentido. Nos sentimos traídos”, salienta o sindicalista Osman Nogueira.

NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTO DO CENTRO DE OLHOS ESPECIALIZADO (CENOE)

O CENOE – Centro de Olhos Especializado esclarece que o Processo Administrativo nº 003639/2018, movido pela Prefeitura Municipal de Ilhéus que gerou o relatório que suspendeu os atendimentos do hospital e o direito de participar do chamamento público, foi completamente anulado, pela própria Procuradoria Municipal de Ilhéus, por conta dos erros e vícios identificados no processo.

Conforme o trecho da conclusão abaixo extraído do parecer da Procuradoria sobre o caso: “Em face do exposto, opino pela nulidade absoluta do processo administrativo ora analisado, por entender ter havido violação dos princípios do contraditório, ampla defesa e devido processo legal”.

A Procuradoria Geral do Município de Ilhéus entendeu que não foi respeitado o direito de defesa do CENOE e que o processo administrativo não correu da forma correta como a lei determina e diante disso, a própria procuradoria abre processo interno para apurar irregularidades da secretaria de saúde neste processo.

Assim, o CENOE reafirma seu compromisso com a população, colocando-se à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Sob a proteção de Deus e com o apoio dos colaboradores e parceiros, o CENOE continuará trabalhando como sempre trabalhou a serviço da saúde dos seus pacientes.

SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE 9 OPORTUNIDADES DE TRABALHO

Uma vaga para garçon no Sinebahia Ilhéus.

Confira abaixo as vagas de emprego disponíveis na próxima segunda-feira, 17, na agência do Sinebahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

TÉCNICO DE MANUTENÇÃO ELETRÔNICA

Ensino Médio Completo

Experiência na função

Possuir curso de Eletroeletrônica

01 VAGA

AUXILIAR DE COZINHA

Ensino Fundamental Completo

Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho

Residir preferencialmente na Zona Sul de Ilhéus

Disponibilidade de Horário

02 VAGAS

OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 06 meses comprovada em carteira de trabalho

Residir preferencialmente na Zona Sul de Ilhéus

01 VAGA

(mais…)

DA ÍNDIA AO HAITI. TUDO A VER

Por Mohammad Jamal.

Não justifique sua passividade perante aos fatos argumentando que está só de passagem nesse mundo. Não vai colar. Há um argumento decisivo empregado pelo senso comum contra a liberdade; ele consiste da nossa indisfarçável impotência. Longe de podermos modificar nossa situação ajustando-a a nosso bel-prazer; parece que não podemos modificar-nos a nós mesmos. Não sou livre nem para escapar ao destino do meu país, da cidade em que resido nem sequer para construir atitudes reacionais efetivas contra meus supostos representantes constitucionais nos descaminhos. Os coeficientes de adversidades e problemas são de tal ordem que anos de paciência são necessários para obtermos o mais ínfimo resultado. Posto que profundamente tomados pelo enraizamento das adversidades sobre nossa tolerante submissão; infundidos que estamos de temores à vista duma resignada passividade que nos conduziu ao estado de combalida e debilitada cidadania. Neste momento, não reunimos suficiências para fazermos face ao gigantismo daquilo que nos atribula em aflição.

Privilégio: ser autorizado a respirar, sem ter de subornar alguém primeiro. Refiro-me a esses “institutos democráticos” atribulativos que nos coisificam como seres inanimados, sem vontade própria como se fôramos incapazes em razão e sanidade. De fato, estamos com pouco valor e quase nenhuma importância perante a Constituição Brasileira. Nesse caso em particular, ante o Estado, somos apenas e simplesmente povo! Ou seja, nada senão povo… E povo não reage, não late, morde! “Quem faz isso são marginais travestidos em grupos paredistas, fazendo-se passar por povo.”. No povo, monta-se.

(mais…)

CONHEÇA A CAMPANHA DE PRÉ-VENDA DO LIVRO “VARAL”

Imagem: Archibaldo Daltro.

O livro Varal reúne fotografias de Archibaldo Daltro Barreto Filho e poesias e contos dos seus amigos. É uma obra de muitas mãos. O olhar de Quico sobres os varais que encontrou nas suas andanças é o fio condutor que dá unidade à coletânea de imagens e escritos.

Pelo destaque da fotografia, a edição do livro prezou pela qualidade do seu material. Capa e miolo foram feitos em papel couchê nigbo fosco.

Para custear a impressão da obra, Quico iniciou a Vaquinha do Varal. Trata-se de uma campanha de pré-venda dos livros. Os interessados em adquirir os exemplares os compram com antecedência e, depois do lançamento oficial, vão recebê-los em sua casa. O prazo de adesão vai até a próxima segunda-feira (17), quando se dará início às entregas. Confira o passo a passo.

Primeiro você escolhe quantos exemplares vai comprar. Os preços variam conforme o número de livros. Por exemplo, na compra de um a quatro, o valor unitário é de 45 reais. A partir de cinco livros, cada um sai por 40 reais. No pacote de dez, a unidade custa 35 reais.

Escolhido o número de exemplares, o próximo passo é fazer o depósito ou a transferência do pagamento para a editora Pinaúna Ideias Integradas Ltda. Confira os dados bancários:

• Banco do Brasil
• Agência: 5747-9
• Conta Corrente: 3341-3
• R. Social: Pinaúna Ideias Integradas Ltda.
• CNPJ: 12.971.494/0001-30

Depois, é só enviar o comprovante do pagamento e o endereço de entrega para: [email protected]

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 16 VAGAS DE EMPREGO NESSA SEXTA-FEIRA

Há duas vagas para técnicos em enfermagem.

Confira abaixo as oportunidades de emprego do Sinebahia Itabuna. As vagas estarão disponíveis nessa sexta-feira, 14.

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

MONITOR DE RESSOCIALIZAÇÃO / AGENTE DE DISCIPLINA

Ensino Médio Completo

Experiência mínima de 6 meses na função

Possuir Curso de Vigilante ou Bombeiro Civil

8 VAGAS

PSICÓLOGO (VAGA TEMPORÁRIA)

Ensino Superior Completo em Psicologia

Experiência mínima de 6 meses na função

1 VAGA

TÉCNICO DE ENFERMAGEM

Ensino Médio Completo

Curso Técnico de enfermagem

Experiência mínima de 6 meses na carteira

2 VAGAS

(mais…)

POR QUE APOIO O BLOG DO GUSMÃO

Por Thiago Dias.

Conheci Emílio Gusmão, criador e editor deste veículo, no segundo semestre de 2007, numa aula do professor Otávio Filho, no curso de comunicação social da UESC. Emílio havia acabado de criar o Blog do Gusmão. Ganhara destaque com a cobertura jornalística do processo de impedimento do então prefeito Valderico Reis. Estudioso e entusiasta da cibercultura, Otávio apresentou o trabalho do blog à turma de calouros como exemplo de viabilidade profissional para a comunicação em Ilhéus. Tinha razão.

Em 2013 ingressei no Blog do Gusmão. Por cinco anos, convivi e aprendi com o seu criador. As discussões acadêmicas são importantes porque abrem os caminhos do pensamento, mas foi aqui, no dia a dia da redação, que tive a oportunidade de aprender sobre o webjornalismo e o papel da imprensa numa cidade como Ilhéus.

Digo com tranquilidade: essa jornada me valeu a graduação mais valiosa, a de um saber-fazer. Emílio Gusmão foi o professor que iniciou bons profissionais que hoje atuam na comunicação ilheense. Isso soa pretensioso – e há mesmo muita pretensão em todo o dizer, especialmente quando a palavra se submete ao controle das opiniões e da lei. Como o próprio Gusmão gosta de citar, não lembro se em referência a Brecht ou a Abujamra, “enforque-se na corda da liberdade”.

Hoje, Emílio solicitou minha opinião sobre a Vakinha, campanha para arrecadar o dinheiro necessário ao pagamento dos advogados que defendem o blog em quatro processos judiciais movidos pelo prefeito Mário Alexandre (PSD) e o secretário de administração Bento Lima. Não encontrei nenhum modo de opinar sobre o caso que não passasse pela retrospectiva feita acima.

(mais…)

MÁRIO INVENTA CONDENAÇÃO DA JUSTIÇA CONTRA O BLOG DO GUSMÃO

No Facebook, prefeito chama acordo civil de condenação.

Ontem (12), publicamos nota de retratação e composição civil, como resultado de um acordo entre este blog e o prefeito Mário Alexandre (PSD), após audiência de conciliação.

Como se sabe, a composição civil não é uma decisão da Justiça, mas sim o fruto do entendimento entre as partes, que optam por não judicializar um conflito. Ao aceitar o acordo, Mário renunciou ao direito de iniciar o processo com a queixa. Agora, falta hombridade ao prefeito para lidar com a sua escolha.

No entanto, pessoas ligadas ao prefeito usaram a internet para espalhar uma mentira sobre o acordo, dizendo que a Justiça obrigou o blog a se retratar. Repetimos: não houve decisão do Poder Judiciário contra o blog. Desafiamos o prefeito e seus apaniguados a provar que houve.

É de se espantar que o procurador geral do município, Jefferson Domingues, estudioso do direito por ofício, venha a público dizer que a “Justiça” reconheceu uma “fakenews”. Como o procurador deve saber, não há decisão da Justiça nesse caso, já que as partes fizeram um acordo.

Domingues ainda compartilhou a publicação de outra pessoa ligada ao prefeito. O texto diz que o blog foi “obrigado judicialmente a se retratar”. Mentira!

O prefeito também usou a internet para mentir sobre o acordo, dizendo que o o blog foi “condenado por publicar mentiras”. Não há condenação, é bom que se repita.

O blog manteve a primeira versão, também ouvida pelo vice-prefeito José Nazal (REDE), sobre o encontro entre Mário Alexandre e dirigentes da Valec, em Brasília. Como resultado do acordo, publicamos a segunda versão do episódio e admitimos que não temos provas materiais do suposto estado de embriaguez do prefeito. Tais provas só poderiam ter sido obtidas por meio de um exame de alcoolemia realizado naquela ocasião.

Mário não gosta das publicações sobre os excessos que ele comete. Contudo, a imprensa regional já se manifestou sobre o assunto, a exemplo do prestigiado Blog Pimenta – veja aqui.

Enquanto o prefeito publica mentira na internet, seu grupo político acumula derrotas. Foi assim ontem, na eleição da Câmara de Vereadores, e em outubro, quando a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) não conseguiu se reeleger. Nas ruas, o governo não tem credibilidade. A aprovação do alcaide é baixa e sua liderança, contestadíssima. Para muita gente, Mário não dignifica o cargo que ocupa.

Por conta dessa atitude de má-fé, o Blog do Gusmão não vai mais fazer acordos com o prefeito e seus secretários.

O prefeito Mário Alexandre faz uma campanha para tentar calar o Blog do Gusmão com processos descabidos. Inclusive este texto pode ser objeto das investidas judiciais do alcaide. Pedimos a contribuição dos nossos leitores para a Vakinha que tem o objetivo de cobrir as despesas com advogados nas ações movidas contra o blog. Caso queira colaborar, acesse aqui.

JABES IMPÕE DERROTA A MARÃO NA DISPUTA DA CÂMARA

Mário Alexandre e Jabes Ribeiro.

O prefeito Mário Alexandre já estava em Brasília quando foi surpreendido pela notícia de que o seu antecessor, Jabes Ribeiro (PP), articulou a eleição de César Porto para a Presidência da Câmara de Vereadores de Ilhéus. Eleito ontem (13), com onze dos dezenove votos, o vereador do PDT vai comandar o Legislativo ilheense no biênio 2019-2020.

Marão é o maior derrotado dessa disputa. Até segunda-feira (10), a menos de 48h da votação, o partido do prefeito, o PSD, tinha dois candidatos: Paulo Carqueija e Jerbson Moraes. Em nota divulgada no Facebook, o partido anunciou o acordo tardio que unificou a candidatura governista com Carqueija. Na foto da postagem, os óculos escuros de Jerbson não esconderam sua frustração.

Na segunda-feira, este blog já havia alertado que a disputa entre os vereadores do PSD expôs a fragilidade da liderança de Marão, que preside o diretório municipal da sigla – lembre aqui.

César Porto, presidente eleito da Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Além de César Porto, a próxima Mesa Diretora da Câmara vai ser composta por Luiz Carlos Escuta (vice-presidente/PP), Fabrício Nascimento (1º secretário/PSB) e Juarez Barbosa (2º secretário/PMDB).