Estudo sobre Covid-19 em Irecê é barrado após entrevistadores estarem contaminados; pesquisa é prevista para Ilhéus e Itabuna

Uma equipe de pesquisadores oriunda de São Paulo e contratada pela empresa Ibope Inteligência desembarcou na última quinta-feira (14) na cidade baiana de Irecê para realizar um estudo e também fazer testes rápidos na população.

Porém, a Secretaria de Saúde do município não foi informada e ao tomar conhecimento, o prefeito Elmo Vaz (PSB) determinou que o caso fosse averiguado. O grupo foi encaminhado para a delegacia e foi constatado que o mesmo tinha autorização do Ministério da Saúde para realizar o trabalho.

A gestão municipal, então, fez algumas exigências e para surpresa geral, o teste rápido realizado na sexta-feira (15/05) detectou que, dos 14 profissionais, 3 estavam contaminados com coronavírus. Diante dos fatos, a pesquisa foi suspensa e a equipe de pesquisadores retornou para São Paulo. A pesquisa está prevista para acontecer em Ilhéus e Itabuna (veja aqui).

Em nota, a Prefeitura Municipal de Irecê se pronunciou sobre o caso:

       1. Na quinta-feira, dia 14/05, a Secretaria de Saúde de Irecê recebeu denúncia que pessoas estavam realizando a testagem para a Covid-19 com coleta sanguínea em bairros de nossa cidade, informando que a Secretaria de Saúde teria sido comunicada e que estavam a serviço do Ministério da Saúde e representavam a Ibope Inteligência;

       2. Imediatamente, uma equipe da Secretaria foi até um dos locais e constatou o fato relatado na denúncia. A Polícia Militar também recebeu a denúncia e acompanhou e apoiou na abordagem da equipe da Secretaria, sinalizando a necessidade de que o entrevistador fosse encaminhado até a delegacia;

(mais…)