Shoppings, academias de ginástica, salões de beleza e barbearias são autorizados a funcionar em Itabuna

Avenida Cinquentenário em Itabuna.

Shoppings, academias de ginástica, salões de beleza, barbearias, comércio de animais vivos, restaurantes, hotéis e pousadas poderão funcionar em Itabuna, a partir deste sexta-feira (31). A autorização, que faz parte da terceira fase do plano de flexibilização da economia, foi permitida por meio de publicação de um decreto no Diário Oficial do Município (DOM).

Segundo a prefeitura, o avanço de fase só foi possível porque o Hospital de Base ganhou oito leitos de UTI, o que ampliou para 28 o número total de leitos de UTI na cidade.

Ainda de acordo com a prefeita, apesar da liberação, algumas medidas e protocolos de prevenção deverão ser adotados para reduzir as chances de proliferação da Covid-19 na cidade, como alteração no horário de funcionamento.

O Jequitibá Plaza Shopping só poderá funcionar por meio período, das 12 às 20h, de segunda a sexta-feira. O funcionamento pela manhã está proibido.

Já as academias de musculação, dança e ginástica, que no primeiro decreto estavam autorizadas apenas para a fase quatro, foram incluídas na terceira fase e só podem funcionar das 5h às 19 horas, também de segunda a sexta-feira. (mais…)

TJBA suspende liminar e comércio de Itabuna pode voltar a funcionar ainda hoje (30)

 

O Tribunal de Justiça da Bahia cassou a liminar que tinha determinado o fechamento do comércio de Itabuna na quarta-feira (29). A decisão foi do desembargador Raimundo Sérgio Cafezeiro.

O comércio de Itabuna pode voltar a funcionar nesta quinta-feira (30). A prefeitura poderá colocar em ação a próxima fase da reabertura do comércio.

*Com informações do site Políticos do sul da Bahia.

Itabuna: comércio não essencial poderá ser fechado após justiça negar recurso da prefeitura

Avenida Cinquentenário em Itabuna.

A justiça negou o recurso feito pela Prefeitura de Itabuna sobre a decisão de fechar o comércio não essencial no município. O pedido foi negado na terça-feira (28), e mantém fechado o comércio não essencial por tempo indeterminado.

O juiz da Fazenda Pública, Ulysses Maynard Salgado, que proferiu a decisão, solicitou também a realização de um estudo técnico-científico que avalie os riscos da retomada de flexibilização do comércio na cidade.

 A Prefeitura de Itabuna ainda não se manifestou sobre a decisão.

*Com informações do site iPolítica.

Fernando Gomes afirma que vai recorrer da decisão judicial que mandou fechar o comércio

Fernando Gomes, prefeito de Itabuna.

Pelo Instagram, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, informou que não recebeu nenhum documento oficial da justiça sobre o fechamento do comércio não essencial na cidade, mas está pronto para recorrer da decisão.

Fernando garante que o coronavírus não avançou em Itabuna, mas anunciou a instalação de mais oito leitos de UTI, somando um total de 28.

“Como o comércio vai ficar fechado? Vai matar o povo de fome? Já tem quatro meses parado”, justificou o prefeito.

Fernando disse que o comércio tem funcionado com segurança e medidas cautelares necessárias.

Veja o vídeo:

Justiça determina fechamento de comércio não essencial de Itabuna, após pedido do MP-BA

A Justiça determinou o fechamento imediato do comércio não essencial na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, nesta segunda-feira (27), para conter o avanço do coronavírus. A prefeitura informou que ainda não foi notificada da decisão, mas que vai recorrer.

O comércio não essencial está aberto desde do dia 9 de julho, dias após um declaração polêmica do prefeito da cidade. No fim de junho, Fernando Gomes (PTC) disse que o comércio seria reaberto “morra quem morrer”.

A decisão foi proferida pela 1ª Vara da Fazenda Pública da cidade, após pedido feito pelo Ministério Público da Bahia. Itabuna é o terceiro município com mais casos registrados da Covid-19 na Bahia: 4.926 casos, ficando atrás apenas de Salvador (52.236) e Lauro de Freitas (7.215). Até o último boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), Itabuna contabilizava 111 mortes pela doença.

A Justiça determinou que a prefeitura adote as medidas de flexibilização das regras de distanciamento social e das restrições ao funcionamento da atividade econômica e comercial por meio de fases, com base em estudos técnico-científicos de avaliação de risco, como variação do número de mortes e taxa de casos positivos da Covid-19.

Ainda no documento, a Justiça pontua que a prefeitura deve adotar a proibição de eventos religiosos com público superior a 50 pessoas, não somente estabelecer um limite de capacidade, que atualmente é de 50%.

Caso haja descumprimento de qualquer medida determinada pela Justiça, a prefeitura terá que pagar multa diária de R$ 50 mil, além da adoção de medidas decorrentes do descumprimento da ordem, que pode configurar crime de improbidade administrativa.

Do G1 Bahia.

Igreja Batista Teosópolis de Itabuna distribui donativos para projetos e comunidades carentes

Doações foram entregues para instituições e famílias carentes de Itabuna.

O Ministério da Ação Social da Igreja Batista Teosópolis de Itabuna, no sul-baiano, vem distribuindo donativos para várias instituições, projetos e comunidades carentes de Itabuna. Foram doadas 1.500 máscaras de proteção para o setor de Hemodiálise da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna; para mães da atendidas pela Maternidade Ester Gomes por meio do Projeto “Fale com a parteira”; Albergue Bezerra de Menezes; e para o Abrigo do Dr. Baldoíno, além de pessoas de comunidades pobres da cidade.

A Igreja Batista Teosópolis, uma das mais tradicionais da cidade, também contribuiu para aquisição de material para confecção de máscaras do Hospital de Base de Itabuna, além de doar kits com toalha e lençol para o Hospital de Base e para a Santa Casa, especialmente aos profissionais de saúde que estão confinados para atendimentos aos pacientes da Covid-19.

Cestas básicas

O Ministério da Ação Social da Igreja vem realizando, mensalmente, a distribuição de 60 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social. Uma equipe de psicólogos membros da igreja e voluntários vem atendendo profissionais de saúde e da segurança pública.

Emerson Oliveira assume interinamente secretaria de saúde em Itabuna

Emerson Oliveira.

Do Pimenta:

O enfermeiro Emerson Oliveira, diretor da Vigilância à Saúde, foi nomeado secretário interino da Saúde de Itabuna pelo prefeito Fernando Gomes. A nomeação ocorreu na tarde desta segunda (13).

À frente da Vigilância à Saúde, Emerson coordena as ações de testagem e monitoramento da covid-19 em Itabuna. Já ocupando o cargo, ele determinou o pagamento dos salários de todos os servidores da Secretaria.

O atraso de salário levou os mais de 1,3 mil funcionários da Pasta a paralisar as atividades hoje. Desde a última quarta (8), a Secretaria da Saúde estava sem comando. Contrário à reabertura do comércio, Juvenal Maynart deixou o cargo.

Itabuna se aproxima dos 2 mil casos ativos da Covid-19

79 pessoas já morreram vítima da Covid-19 em Itabuna.

De acordo com o boletim epidemiológico da Prefeitura de Itabuna, o município possui 1.963 casos ativos da Covid-19.

Segundo as informações, 225 pessoas ainda aguardam o resultado de exame e 451 aguardam a coleta de material.

Os internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) somam 21. Apenas 2 leitos desse tipo estavam disponíveis até ontem (sábado, 11).

Os casos confirmados da Covid-19 em Itabuna somam 3.495.

Itabuna: loja foi multada por ter mais de 100 pessoas no interior e em fila

Comércio movimentado no segundo dia de reabetura (Imagem: reprodução \ G1)

O segundo dia de reabertura do comércio de Itabuna rendeu uma multa para uma loja de eletrodomésticos, localizada na Avenida Cinquentenário. De acordo com as informações da Prefeitura Municipal, a empresa deverá desembolsar R$ 1.700 como penalidade. Após denúncias indicando aglomeração na loja, fiscais constataram que mais de 100 pessoas estavam no interior e em fila para entrar no loja.

Itabuna: morre técnica em enfermagem da linha de frente contra Covid-19 no Hospital de Base

Patrícia Oliveira.

Itabuna perdeu uma técnica em enfermaem que estava na linha de frente contra a Covid-19 no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem). Pátrícia da Silva Oliveira, de 49 anos, foi contaminada pelo novo coronavírus e não resistiu à doença. Ela deixa um filho de 14 anos. Em nota, o prefeito Fernando Gomes lamentou o ocorrido. “Deu sua vida ajudando a salvar outras”, disse.

 

Itabuna já realizou mais de 18 mil testes para a detecção da COVID-19

20 mil testes já foram adquiridos. (Foto: divulgação \ Secom Itabuna).

A Secretaria de Saúde de Itabuna adquiriu cerca de 20 mil testes rápidos e pretende ampliar as ações para detectar a Covid 19 em outras categorias e locais com grande incidência de casos da doença.

De acordo com secretario municipal de saúde, Juvenal Maynart, a identificação de casos positivos assintomáticos ou ainda no estágio inicial permite um maior controle sobre a incidência da doença. “ É nesse momento que se traça um quadro real sobre a pandemia na cidade, com o trabaho de prevenção, e servindo de base para a reabertura da economia da cidade, cujos estudos estão sendo feitos através de uma parceria com Universidade Federal do Sul da Bahia e a Universidade Estadual de Santa Cruz”, disse.

A ampliação do teste rápido para detectar a Covid-19 é uma das principais ações desenvolvidas pela secretaria de saúde de Itabuna no enfrentamento à doença, já que a maioria das pessoas, não apresentam os sintomas da doença.

Mais de 18 mil testes rápidos já foram realizados na cidade. Com isso foi possível identificar, isolar e fazer o acompanhamento dos pacientes positivados, evitando o contágio de outras pessoas. Além da realização de testes em casos suspeitos através de drive thru no estacionamento do Teatro Municipal Candinha Dória e de moradores do bairro de Fátima, local de maior incidência da doença, a Secretaria de Saúde vem efetuando a testagem de categorias profissionais como trabalhadores em supermercados, funcionários dos correios, bancários e servidores públicos municipais.

Os espaços que registram casos positivos são interditados temporariamente e passam por um processo de desinfecção. A Prefeitura também fiscaliza o cumprimento das regras de higienização, distanciamento e uso de máscaras protetoras.

Itabuna confirma 3 novos óbitos por Covid-19

1.655 casos estão ativos em Itabuna.

De acordo com o boletim epidemiológico da Prefeitura de Itabuna, atualizado nessa sexta-feira (03), o município confirmou 3 novos óbitos pela Covid-19. O número total de vidas perdidas por causa da doença chega a 72. Ainda de acordo com as informações municipais, são 2.863 casos confirmados, 10.980 notificados, 2.190 em monitoramento, 1.655 casos ativos e 19 internados em UTI. O número de curados é de 1.136.

Varela sobre Fernando Gomes: “sugiro que vá a um psiquiatra”

Varela e o cartão vermelho para Fernando.

O apresentador Raimundo Varela gravou um vídeo dando “cartão vermelho” para o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes. Varela comentou a frase “morra quem morrer”, usada por Fernando na decisão da reabertura do comércio, no próximo dia 9. “Ele tá com algum problema (…) eu sugiro que vá a um analista, pra depois ir no psiquiatra, porque eu acho que ele tá com problema nas faculdades mentais”, disse. Varela ainda finalizou afirmando: “o próximo endereço dele é a casa de saúde mental”.

Confira:

Itabuna e Itapetinga terão toque de recolher a partir desta sexta-feira

Itabuna.

A locomoção noturna fica restrita em Itabuna e Itapetinga a partir desta sexta-feira (3). A medida de enfrentamento ao novo coronavírus foi publicada em decretos no Diário Oficial do Estado (DOE), com atuação conjunta dos poderes públicos estadual e municipal.

Em Itabuna, a restrição compreende o período das 18h às 5h e é válida até 8 de julho, quando ficam proibidos a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias. Já em Itapetinga, a circulação noturna não será permitida até 19 de julho, das 19h às 5h.

Outro decreto publicado no DOE desta sexta-feira (3) prorroga a medida em Itaberaba, onde a restrição noturna continua até 9 julho, das 18h às 5h.

Segundo Valderico Junior, gestão de ACM Neto é exemplo para o futuro de Ilhéus

ACM Neto, Valderico Junior e o deputado estadual, Pedro Tavares (Foto: divulgação \ arquivo)

O empresário Valderico Junior, pré-candidato a prefeito de Ilhéus pelo DEM, participou ontem do JM Pergunta, quadro de entrevistas ao vivo do site Políticos do Sul da Bahia.

Na conversa, o jornalista João Matheus Feitosa lembrou a Junior que o prefeito ACM Neto (DEM) assumiu o governo de Salvador quando a prefeitura da capital baiana era uma “massa falida”, mas conseguiu resgatar a cidade. JM quis saber se Valderico tem consultado o presidente nacional do DEM sobre como criar boas condições de investimento próprio para um município.

O empresário lembrou que o deputado estadual Pedro Tavares (DEM) foi quem lhe apresentou ao prefeito da capital baiana.

“Neto tem facilitado muito nosso conhecimento. A gente não precisa inventar a roda, se deu certo em Salvador e a gente tem esse acesso. A administração de ACM Neto é um modelo para o Brasil. Vira e mexe, você vê políticos vindos de outros estados conhecer a máquina [administrativa]. Ele nos permite estar dentro desse conceito de trabalho e fazer com que a gente possa, de uma forma bem objetiva, facilitar para que Ilhéus tenha seu fluxo de caixa independente e apresente bons projetos”, respondeu Valderico Junior.

Em outro momento, Valderico Junior destacou a importância de dar continuidade aos aspectos positivos de determinado governo, sem vaidades personalistas. Citou um exemplo.

“Matheus é o prefeito de Ilhéus hoje. Faz uma obra. Francisco entra depois, esquece e abandona aquela obra, porque foi Matheus que fez. Não entende que aquilo é um bem público. No meu entendimento, Matheus, se você fez uma obra e deu tudo certo, eu tenho que chegar e potencializar aquilo que foi feito por você. E não fazer politicagem – falando: ‘Não, foi Matheus quem fez’ – e abandonar um bem público”, explicou.

De acordo com Junior, a continuidade das políticas públicas com bons resultados é um caminho para planejar o futuro do município, que vai completar 500 anos em 2034.

“Nós temos que pensar Ilhéus por vinte anos. O gestor que pensar por quatro anos está fadado ao erro, como todos os outros que passaram. Como a gente quer Ilhéus daqui a vinte anos, independente de quem estiver no poder? Como a gente vê e imagina Ilhéus? [Isso serve] para que a gente possa pautar metas e, na gestão, chegar ao objetivo final”, enfatizou o presidente municipal do DEM.

ASCOM-DEM-Ilhéus