JABES RIBEIRO AGIU COM “PERNICIOSISMO ELEITOREIRO”, AFIRMA JUIZ

Jabes
Servidores não estáveis: Jabes não respeitou a Carta Magna, mesmo sendo professor de direito constitucional. Foto: internet.

Na sentença que determinou o afastamento imediato dos servidores que ingressaram na prefeitura de Ilhéus, sem concurso público, entre 05 de outubro de 1983 e 05 de outubro de 1988, os chamados “não estáveis”, o juiz Alex Venicius Campos Miranda, da 1ª vara da fazenda pública de Ilhéus, não poupou o ex-prefeito Jabes Ribeiro.

O magistrado considerou “inadmissível que Ilhéus, passados exatos 30 (trinta) anos da promulgação da Constituição, ainda contemple em seu quadro, servidores que deveriam ser desligados no raiar das luzes do histórico 05 de outubro de 1988”.

Na folha 2645 do processo, sem citar o nome de Jabes (prefeito de Ilhéus quatro vezes 1983-1988, 1996-2000, 2000-2004, 2012-2016), Alex Venicius afirmou que, “Pior ainda é acreditar que toda essa situação de verdadeira sangria dos cofres públicos teve a complacência de um gestor eleito e reeleito, com formação em direito constitucional, que, mais que ninguém, nunca poderia alegar o desconhecimento da lei. Fê-lo, portanto, por puro perniciosismo eleitoreiro, sem preocupação alguma com a gestão pública, com o sacrifício do contribuinte ilheense” (grifo nosso).

Hoje aposentado, Jabes foi professor de direito constitucional, na UESC. Quando é entrevistado por profissionais de imprensa desatentos (ou com problemas de dicção) sempre corrige o termo equivocado “mandato” de segurança.

“Fui professor do curso de direito, o certo é “mandado de segurança”, corrige com eloquência.

A decisão judicial foi publicada em primeira mão por este blog, no dia 31 de outubro deste ano (veja aqui).

Enviamos mensagens para o ex-prefeito, mas até o fechamento desta reportagem ele não respondeu.

HOMEM QUE DISSE DESAFOROS A CACÁ COLCHÕES É LIGADO A MARÃO

Em contato com o Blog do Gusmão, via Whatsaap, o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, deu sua versão para a postagem: “VÍDEO: POR SER ALIADO DE JABES, CACÁ COLCHÕES OUVE DESAFOROS NO SHOPPING POPULAR“.

Segundo Jabes, são “os mesmos de sempre”. Ele nos enviou uma foto do autor dos desaforos a Cacá Colchões, fazendo “selfie” ao lado do prefeito Mario Alexandre e da deputada estadual Ângela Sousa.

Conduta parcial: desaforos a Cacá e selfie com Marão e Ângela. Imagem: Whatsaap.

 

JUSTIÇA SUSPENDE ALVARÁS DE TÁXIS LIBERADOS POR JABES

Imagem ilustrativa. SECOM/Ilhéus
Imagem ilustrativa. SECOM/Ilhéus.

A 1ª Vara da Fazenda Pública determinou a imediata suspensão do Decreto Municipal 75, de 16 de dezembro do ano passado, assinado pelo então prefeito Jabes Ribeiro. Tal decreto concedia a emissão de novos alvarás de táxis na cidade.

A ex-gestão também criou mais pontos, e em outros já existentes houve a inclusão de novos veículos, medida contestada judicialmente pelo sindicato.

Segundo o juíz Alex Venicius Campos Miranda, não aconteceu um estudo de viabilidade técnica e econômica que justificasse a emissão de 24 novos alvarás.

O prefeito Mário Alexandre (PSD) informou dias atrás, em audiência com o Sindicato da categoria que, apesar do decreto encontrado, não autorizou a liberação dos alvarás por falta dos procedimentos agora questionados em juízo.

NOTA DE JABES IGNORA ACUSAÇÕES DA OPERAÇÃO CITRUS

Prefeito Jabes Ribeiro.
Ex-prefeito Jabes Ribeiro.

No dia 22 de março o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) participou do programa do radialista Gil Gomes, na Rádio Santa Cruz. Na ocasião, criticou as prisões da Operação Citrus e o Ministério Público do Estado da Bahia. Também se referiu a alguns dos presos como “companheiros”. Lembre aqui.

No domingo do dia das mães (14) o Fantástico, da TV Globo, exibiu matéria sobre a Operação Citrus. A reportagem associou as péssimas condições da escola de Piaçaveira com as acusações do Ministério Público sobre os supostos superfaturamento e desvios de dinheiro da Prefeitura de Ilhéus.

Ontem o ex-prefeito divulgou uma nota sobre a escola mostrada no Fantástico. No texto, disse que não conhecia a realidade dos estudantes de Piaçaveira e pediu desculpas à população de Ilhéus. No entanto, ignorou completamente as acusações do Ministério Público. 

Jabes parece ter mudado de postura em relação às investigações do Ministério Público. Se no dia seguinte ao das prisões teceu críticas duras à operação, agora decidiu se manter em silêncio sobre as acusações. 

JABES PEDE DESCULPAS POR ESCOLA MOSTRADA NO FANTÁSTICO

PicsJoin_201752511252281
Jabes Ribeiro e a escola de Piaçaveira. Imagens: JBO e Secom-Ilhéus.

Na manhã desta quinta-feira (25) o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) emitiu nota pública sobre a escola de Piaçaveira, localizada na zona rural de Ilhéus. Após reportagem do Fantástico, programa da TV Globo, as más condições da escola ficaram conhecidas por todo o Brasil.

Na nota, o prefeito se desculpou e afirmou que não tinha pleno conhecimento da situação da escola. Disse ainda que durante a sua administração reformou e ampliou quase cem unidades escolares. Leia a íntegra.

“Amigas e Amigos de Ilhéus.

Como é do conhecimento de todos, estou dedicado inteiramente ao tratamento para recuperação de minha saúde.

Tenho acompanhado, pelo noticiário, os últimos acontecimentos ligados à nossa cidade.

Vi, com tristeza, o do programa Fantástico e também fiquei indignado com a situação física da escola de Piaçaveira, na área rural. As explicações que me deram é que se tratava de imóvel particular e, portanto, a Prefeitura não poderia fazer investimentos.

A verdade é que eu não tinha conhecimento pleno dessa realidade. Mas isso não é suficiente. E aqui peço sinceras desculpas em nome do governo pela falha.

Essa triste realidade se arrasta há anos, perpassando várias administrações. Quero crer que o governo anterior ao nosso, que tinha como vice-prefeito Mário Alexandre e José Nazal como secretário, também não tinha conhecimento dessa indignidade. Mesmo agora, é razoável que o atual governo não soubesse da gravidade, pois, se assim fosse, não autorizaria o início do ano letivo no local.

Nossa administração, nos últimos quatro anos, reformou ou ampliou quase cem unidades escolares, na sede e no interior. A Escola do Salobrinho, por exemplo, que construímos com recursos próprios, possui 12 salas de aula, salas de diretoria, coordenação, secretaria, professores, almoxarifado, biblioteca, auditório, laboratório de informática, grêmio estudantil, cozinha, refeitório e pátio coberto.

Instalamos aparelhos de ar condicionado no IME central e, no plano pedagógico, recuperamos e atingimos o índice do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – para o Ensino Fundamental. Sempre atuamos com atenção prioritária à área da Educação.

Sei que há muito para ser feito. Como cidadão ilheense, espero que o atual governo – que recebeu a Prefeitura em melhores condições das que recebi em 2013 – possa avançar em benefício da nossa gente e, em especial, da juventude.

 Jabes Ribeiro”

PREFEITO DE BOM JESUS DA LAPA DÁ LIÇÃO NO GOVERNO JABES RIBEIRO

jabes-ribeiro
Jabes Ribeiro e Eures Ribeiro: sobrenomes iguais e ideias distintas sobre gestão pública.

Em 2012, Eures Ribeiro venceu as eleições para prefeito de Bom Jesus da Lapa (BA) com 58,54% dos votos válidos. Em 2016, foi reeleito com uma votação ainda maior, 78%.

Qual o segredo?

Segundo Eures Ribeiro, com gestão centralizadora e respeito absoluto ao dinheiro público é possível corresponder às expectativas da população.

O prefeito de Bom Jesus afirma que uma de suas primeiras atitudes foi romper com os aliados dispostos a se enriquecer com a grana do povo. Segundo ele, sem essa postura o gestor não consegue governar para quem mais precisa.

Eures Ribeiro discorda do seu colega ilheense Jabes Ribeiro, que insiste em colocar a culpa na crise econômica para justificar o fracasso de sua gestão. Segundo o prefeito da Lapa, “não existe crise quando o dinheiro é fiscalizado. O dinheiro que vem é suficiente, agora tem que ter o controle”.

Veja a entrevista de Eures Ribeiro ao Diário de Rio Preto, após o resultado das eleições de 2016.

SEGUNDO MARCOS FLAVIO, CINCO OU SEIS CANDIDATURAS BENEFICIAM O GRUPO DE JABES

marcos flavio
Marcos Flávio. Imagem: facebook.

Durante uma conversa com o Blog do Gusmão na manhã de hoje, o advogado Marcos Flávio advertiu que cinco ou seis candidaturas a prefeito de Ilhéus, nas eleições desse ano, vão beneficiar o grupo de Jabes Ribeiro, “o sistema que está aí”.

Presidente da OAB (subseção de Ilhéus) e membro de uma família que é adversária histórica do “jabismo”, Marcos Flávio (filho do ex-prefeito Antonio Olímpio) de maneira discreta demonstrou preocupação com esse quadro, positivo para a candidatura do prefeito Jabes Ribeiro ou do vice Cacá Colchões.

Filiado no PSDB, Marcos Flavio disse que afazeres profissionais e familiares o impedem de participar das reuniões do partido. Deu a entender não possuir condições de disputar o cargo que o pai exerceu por duas vezes (1976 a 1982 e 1993 a 1996).

Mesmo assim, informou que os tucanos de Ilhéus discutem duas pré-candidaturas: a do empresário Paulo Ganem e a dele. 

DONA DOLORES NÃO PERDIA PARA OS ALUNOS DANADOS

DONA DOLORES
Maria Dolores Vieira Passos.

Por Emilio Gusmão

Fui aluno da Escola Castro Alves por três anos. Às vezes tenho a impressão de que aprendi tudo nela. Foram anos marcantes da minha infância e a qualidade era excelente. Professora disciplinadora e competente, Dona Dolores também ensinava os alunos da Castro Alves a ter vergonha na cara. Isso era bem marcante na forma como ela lidava com os danados. “Não te faças de tolo! Conte a verdade”, determinava.

Certa vez, quando era aluno da 3ª série, Dona Dolores (diretora da escola) cobriu a ausência por um dia da professora responsável. Ciente de que ela não permitia conversas, depois de fazer o dever de classe um aluno baixou a cabeça na carteira. Ela foi até ele e perguntou: “está com sono ou está se controlando para não conversar?”.  

Os danados nunca ganhavam dela.

Leia nota da SECOM/Ilhéus sobre o falecimento de Dona Dolores.

O prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, decretou nessa quarta-feira, 6, luto oficial de três dias pela morte da comendadora Maria Dolores Vieira Passos, ocorrida na noite de terça-feira, 5 de abril, aos 94 anos. Dona Dolores, como era conhecida, nascida no dia 21 de agosto de 1921, foi sepultada na tarde de hoje, no Cemitério da Vitória.

Professora da rede pública por mais de 40 anos, ensinou por décadas no Colégio Estadual Estado do Ceará, no bairro Malhado. Após sua aposentadoria, ingressou no ramo do ensino privado, tendo dirigido a Escola Castro Alves. 

Pelos seus serviços prestados à comunidade ilheense, Maria Dolores Vieira Passos foi agraciada com a Comenda do Mérito de São Jorge dos Ilhéus, a maior honraria outorgada pelo Município, em mandato anterior do prefeito Jabes Ribeiro.

VEREADORES DERRUBAM PROJETO QUE EXIGIA TRANSPARÊNCIA COM AS MULTAS DE TRÂNSITO

vereadores do veto
Roque do SESP, Valmir Freitas, Rafael Benevides, Ivo Evangelista e Escuta votaram contra a transparência. Montagem: Blog do Gusmão.

Na última quarta-feira, 30, cinco vereadores da base do prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, derrubaram o projeto de lei nº 22/2015 que cobrava da prefeitura a divulgação periódica dos valores arrecadados com as multas de trânsito e como são utilizados. 

A proposta foi aprovada pelos vereadores em maio de 2015, e posteriormente, vetada pelo prefeito

O veto de Jabes Ribeiro foi mantido pelos vereadores Valmir Freitas, Ivo Evangelista, Luis Carlos “Escuta”, Roque do SESP e Rafael Benevides. O governo justificou que o projeto geraria mais despesas para o município.

JABES RIBEIRO: O DESGOSTO COMUM DE CRISTÃOS E PROFANOS

Jabes não agrada cristãos e profanos.
Jabes não pode ir às missas, muito menos aos cultos. Nem uma marchinha de carnaval Jabes pode dançar.

As vaias que o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, costuma receber são de origem ecumênica e algumas vezes profanas.

No Pontal foi vaiado dentro da Igreja São João Batista como se fosse “Herodes”. No carnaval, os ouvidos do gestor quase ficaram surdos com as vaias recebidas no bloco Zé Pereira. Um percussionista furou a pele do tambor de tanto incômodo com a presença de JR.

Depois “Jabinho” foi vaiado no “Vem Louvar Verão”, festival de música gospel organizado por membros da Igreja Batista Lindinópolis, do Alto da Conquista. O cantor e deputado federal “Irmão Lázaro” tentou socorrê-lo, mas não conseguiu.

Ontem, durante o “Aleluia Ilhéus”, foi vaiado por crentes neo-pentecostais, católicos e outros cristãos das mais variadas matizes. Dizem que candomblecistas também participaram do coro da insatisfação.

Entre os cristãos de Ilhéus Jabes é quase uma unanimidade negativa, só perde para Judas.

JABES NÃO CANSA DE SER VAIADO

Jabes Ribeiro.
Jabes Ribeiro.

O povo de Ilhéus vaia “Jabinho” da mesma forma que insiste em recolocá-lo no poder, ou seja, sempre.

Jabes e o povo dessa terra são incorrigíveis e nutrem amor e ódio um pelo outro. Leia o texto do Pimenta que detalha mais um vexame.

Não faça isso, Danese…

Citar políticos em grandes shows em tempos de Lava Jato é algo arriscado. E se o político está em baixa, então…

Ontem à noite, o homenageado pelo grande público na abertura do Festival Aleluia Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, foi o prefeito Jabes Ribeiro.

O cantor gospel Régis Danese gravava o DVD dos seus 10 anos de ministério e deu a famosa paradinha para agradecer. E, desavisado, colocou na listinha o nome de Jabes.

A plateia, formada majoritariamente por evangélicos, não perdoou. Vaias. Apesar da força, há quem arrisque dizer que o movimento contra o gestor teve o DNA de partidários de uma certa irmã.

Em tempo: o festival tem sequência hoje e contará com show de Adriana Arydes. Amanhã (25), as grandes atrações são o show de Jorge Vercillo e a encenação da Paixão de Cristo. O evento encerra-se no sábado (26) com Os Paralamas do Sucesso.

GOVERNO JABES DEIXA MOTOS NOVAS DA SUTRAN NO SOL E NA CHUVA

Entrega das motos com direito a plano conjunto e luvas emprestadas usadas pelos agentes. Foto: SECOM.
Entrega das motos no dia 22 de dezembro com direito a plano conjunto e luvas emprestadas usadas pelos agentes. Foto: SECOM.
Motos sob sol e chuva e sem proteção três meses depois. Foto: Emilio Gusmão.
Três meses depois, desprotegidas as motos novas estão sob sol e chuva. Foto: Emilio Gusmão.

Sete motocicletas novas e duas usadas que pertencem à superintendência de trânsito de Ilhéus estão largadas no tempo. Esse exemplo de desleixo com o patrimônio público pode ser verificado na base da SUTRAN ao lado do Ginásio de Esportes Herval Soledade.

As motos novas foram entregues no dia 22 dezembro de 2015 com direito a ato oficial e a presença do prefeito Jabes Ribeiro.

Sem qualquer justificativa, a secretaria de infraestrutura, transportes e trânsito comandada por Isaac Albagli colocou placas de Itabuna.

Constatado o erro, o secretário mandou fazer a substituição. 

Os postos que fornecem gasolina à prefeitura não aceitam abastecê-las devido à ausência de identificação.

Enquanto as novas placas não chegam os veículos tomam chuva e muito sol.

GOVERNO JABES MATA ANIMAIS DE FOME NO CENTRO DE ZOONOSES

cachorro faminto
Imagem ilustrativa: google.

A acusação é de uma fonte que prefere não se identificar. Ela tem contato permanente com os animais.

Cães, gatos e outras espécies apreendidas pelo Centro de Zoonoses da secretaria de saúde de Ilhéus passam fome.

O governo Jabes Ribeiro não tem comprado ração. Sensibilizados, funcionários levam comida de casa, mesmo assim, alguns já morreram esgotados de tanta fraqueza.

Entramos em contato com o secretário municipal de comunicação, Valério Magalhães, para obter a versão oficial.

Valério nos passou o contato do responsável pelo Centro de Zoonoses, mas a operadora informa que “esse telefone não existe”.

Atualizado às 14h21min.

O blogueiro Jamesson Araujo, do Agravo, esteve no Centro de Zoonoses e filmou a triste situação dos animais.

Assista os vídeos do Blog Agravo.

RECEITA TRIBUTÁRIA DE ILHÉUS CRESCEU 72% EM UM ANO

arrecadação ios
Ilhéus: mais recursos e menos governo.

O novo código tributário imposto pelo governo Jabes Ribeiro à sociedade ilheense ajudou a “engordar” a arrecadação do município.

Comparando 2014 a 2015, a arrecadação de ICMS também subiu, um indicativo de que a economia cresceu. Os governos federal e estadual também repassaram mais recursos.

Apesar do aumento significativo, servidores continuam sem reposição salarial e os serviços essenciais de saúde e educação permanecem precários.

Os dados e o texto abaixo são do Boletim de Conjuntura Econômica e Social, elaborado pelo Departamento de Economia da UESC.

A Receita Tributária Total (RTT) de Ilhéus em 2015 foi de R$ 63.003.455,90 ou R$ 62.052.722,85 em valor real (preços de jan./2016, IGP-DI). Em relação a 2014, quando a RTT foi de R$ 40.509.152,33 ou R$ 36.041.071,48 (preços de jan./2016, IGP-DI) houve aumento de 72,17% aproximadamente, em termos reais.

O componente da RTT que mais contribui a esse bom desempenho da arrecadação municipal de Ilhéus, mesmo o país estando em grave crise econômica, foi o Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos (ITBI), com aumento expressivo de 132,44% e, em segundo lugar, a categoria Outras Receitas Tributárias (Taxas e Contribuição de Melhoria) que aumentaram 102,37% no período 2014-2015. Já o IPTU aumentou 95,27%, o IRRF 84,03% e o ISS foi o de menor variação positiva com 47,71%.

tabela 9

O Gráfico 12 permite visualizar melhor essa variação da Receita Tributária de Ilhéus.

grafico 12
Gráfico 12 – Variação da Receita Tributária de Ilhéus, 2014-2015. Valores em R$1,00, preços de jan./2016, IGP-DI. Fonte: Portal da Transparência Prefeitura de Ilhéus. Relatório Resumido da Execução Orçamentária. Disponível em: http://transparencia.ilheus.ba.gov.br/Contas_publicas

Os impostos ICMS e IPVA são de competência estadual, porém são arrecadados nos territórios municipais, o que permite verificar, de maneira indireta, a dinâmica da economia de um município. A maior arrecadação desses impostos pode ser um indicador de que a economia do município está crescendo, assim como menor arrecadação é indicativo que a atividade econômica está reduzindo. Assim, o desempenho da arrecadação de Ilhéus, no ano 2015, apresentado por trimestres, permite verificar que o ICMS teve um crescimento real de 39,10% do terceiro ao quarto e último trimestre do ano 2015, o que pode ser considerado elevado em meio à crise na arrecadação de impostos que vivenciaram os governos federal e Estadual da Bahia no mesmo período.

Já o IPVA apresentou queda expressiva de 43,02% em termos reais no mesmo período (terceiro para o quarto trimestre), embora tivesse aumento do primeiro para o segundo e terceiro trimestre. Isto indica, possivelmente, que, o mau desempenho da arrecadação no último trimestre de 2015 seja devido a causas sazonais. Isso implica dizer que o quarto trimestre seja um período de queda da arrecadação de IPVA em relação aos outros trimestres do ano.

ILHÉUS INICIA PROJETO DE CIRURGIA PLÁSTICA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA

OCKÉ
Antonio Ocké, secretário de saúde de Ilhéus. Imagem: SECOM/Ihéus.

Da SECOM/Ilhéus

Em abril, o município de Ilhéus inicia o programa de cirurgias de reconstituição de mama em mulheres que tiveram seus seios retirados de forma total ou parcial (mastectomia) por motivo de câncer. Na última quarta-feira, 9, o secretário de Saúde, Antonio Ocké, se reuniu com representantes do Hospital São José e os técnicos Fernanda Ludgero, da Alta e Média Complexidades, e Bruno Vasconcelos, do setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), para discutir estratégias visando aprimorar o atendimento às pessoas acometidas com a doença.

Na oportunidade, foram discutidas questões relacionadas às consultas, biópsias, quimioterapia, cirurgias, além da reconstituição da mama em mulheres que foram ou terão indicação de mastectomia. “Será por meio de cirurgia plástica, que é implantação de prótese de silicone. Avançamos na proposta que é o atendimento via ambulatorial por mastologista para 80 mulheres por mês via pacientes do Sistema Único de Saúde (Sus), que é considerado atualmente um dos melhores da Bahia, devido ao número e qualidade de atendimentos realizados”.

De acordo com Antonio Ocké, o enfrentamento ao câncer de mama é uma das prioridades da atual gestão. Ressaltou que “a importância de realizar esta cirurgia está além do que podemos perceber. Uma mulher que tem uma ou as duas mamas retiradas pode sofrer vários transtornos psicológicos. Assim, a cirurgia plástica dará a ela força para continuar lutando, sem se sentir diferente ou inferior às demais”.

(mais…)