Professora lança livro sobre aborto na Faculdade de Ilhéus no dia 17

A enfermeira e professora Eliene Maria Santos Tranzillo.

A enfermeira e professora Eliene Maria dos Santos Tranzillo lança o livro Aborto – As implicações espirituais e para a saúde da mulher, no próximo dia 17, terça-feira, às 19 horas, no auditório Professora Adélia Melo, na Faculdade de Ilhéus. A obra, editada pela Livraria Mente Aberta, faz parte de um trabalho de pesquisa desenvolvido em nível de pós-graduação. O lançamento é aberto à comunidade acadêmica e  sociedade civil.

A professora é graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), além das especializações em Saúde Pública; Obstetrícia e Auditoria em Serviços e Sistemas de Saúde. Ela é Mestra em Saúde Pública e professora do Curso de Enfermagem da Faculdade de Ilhéus.

Segundo Eliene Tranzillo, “este livro apresenta oportunas considerações sobre as implicações para a saúde física, psíquica e espiritual da mulher”. Ela explica que, na verdade, o livro é fruto de um sonho, no qual uma pessoa a orientava a fazer uma pós-graduação, cuja modalidade ela resistia. Após um período de dúvidas e consultas, a professora seguiu a recomendação e associou o sonho ao trabalho que desenvolve com gestantes carentes em Nova Ferradas. À época, a enfermeira era auditora do Centro Cirúrgico e Obstétrico do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, e para cumprir o requisito de conclusão da Pós, resolveu escrever sobre um fato que a inquietava – o número exponencial de curetagens pós-abortamento, sobretudo, em adolescentes que se mantinham no ciclo de abortamento/concepção, concepção/abortamento.

Tranzillo descreve através de resultado de pesquisas que “um conflito psicológico surge na mulher que se envolveu com o ato abortivo, que não sendo hoje, ressurgirá mais tarde, quando o declínio dos anos a convidar para reflexão”.

Este é o seu segundo livro. O primeiro, foi realizado em parceria com a enfermeira e professora da UESC, Andrea Evangelista Lavinsky, intitulado “Gerenciamento dos Resíduos Hospitalares: uma questão de sobrevivência”, que trata da problemática do lixo e suas implicações para a saúde das pessoas e do meio ambiente.

Waldeny Andrade lança livro em defesa do Bioma Mata Atlântica

Livro também será lançado em Ilhéus.

Em contraposição à onda de queimadas e agravos ambientais que causam danos aos biomas brasileiros, particularmente Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, o jornalista e radialista aposentado e escritor Waldeny Andrade lança em sessão de autógrafos, às 18 horas do próximo dia 11 de dezembro, no Shopping Jequitibá, o seu mais novo livro. “Noite no Vale do Cotia” é uma incursão pelo mundo da ficção literária que narra a luta pela preservação do que ainda resta da cobertura nativa no Sul da Bahia.

Neste seu quarto livro, editado pela Via Litterarum, o escritor narra história de uma família nordestina que foge dos agravos do semiárido e aporta em Itabuna, atraída pela fama do cacau numa época em que a economia cacaueira passa por mais uma de suas recorrentes crises econômico-financeiras. A saga dessa gente a faz construir uma fazenda de cacau aonde pretende manter em pé a densa floresta nativa abundante e intocada, seus corpos d’água, a fauna e flora.

Contra si, os pioneiros têm o desafio imposto por grandes fazendeiros que, com a pecuária como alternativa para obter mais dinheiro, avançam sobre a mata nativa com a consequente a devastação da Mata Atlântica. O thriller se passa na área rural de Palestina, atual município de Ibicaraí, onde corre o imaginário Ribeirão Cotia, um dos tributários do Rio Salgado que, com o Rio Colônia, forma mais adiante o Rio Cachoeira.

Fazendo contraponto com a vida real, o escritor Waldeny Andrade na obra ficcional lembra que, depois de anos de devastação de suas matas ciliares e das florestas no seu entorno, o Rio Cachoeira definha aos olhos de todos, tendo se transformado em um gigantesco esgoto a céu aberto que corta Itabuna e outros municípios à montante. Do mesmo modo que as cidades da Bacia do Rio Almada que recebe quase todo o esgotamento sanitário por falta de infraestrutura e omissão dos governos.

É certo que depois do sucesso editorial do seu terceiro livro “Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás”, o escritor Waldeny Andrade tenha amadurecido ainda mais na arte de contar estórias e histórias, aprimorado a técnica literária e se apossado de uma narrativa rápida e eletrizante. Na contracapa, embora o ficcionista diga que “Noite no Vale do Cotia” seja um painel real sobre a Região Cacaueira e que qualquer associação de nomes citados seja simples coincidência, o leitor certamente vai tirar suas próprias deduções pela riqueza de elementos trazidos nesta obra. O livro também será lançado em Ilhéus em local, data e horários a confirmar.

Livro e exposição Restinga exalta a biodiversidade do Litoral Norte da Bahia

Lançamento ocorrerá na próxima quinta-feira (07), no Iberostar Praia do Forte.

Os estudos de mais de uma década sobre a restinga do Litoral Norte da Bahia foram reunidos no livro Restinga – Herpetofauna do Litoral Norte da Bahia (Barro de Chão, 2019). Com autoria coletiva, a publicação traz os resultados das pesquisas e monitoramento realizados ao longo dos últimos 15 anos, especialmente sobre répteis e anfíbios. Em 572 páginas, a publicação ressalta toda a dinâmica e beleza da biodiversidade local e contará com distribuição gratuita para pesquisadores, moradores, universidades, escolas públicas, postos avançados e unidades de conservação. O lançamento será na quinta-feira (07), às 20 horas, no Iberostar Praia do Forte, durante o Seminário Nacional de Turismo e Mata Atlântica, organizado pela Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) da Unesco.

Organizado pelo pesquisador Moacir Tinoco, PhD em Biologia da Conservação pela Universidade de Kent (Inglaterra), Restinga é o resultado do monitoramento contínuo de anfíbios e répteis do projeto Herpetofauna do Litoral Norte da Bahia. Desde 2009, pesquisadores da Universidade Católica do Salvador (UCSal), em parceria com outras instituições, estudam a região, considerada um hotspot da biodiversidade. “É uma alegria poder materializar, num projeto de altíssima qualidade, um trabalho que envolveu dezenas de pesquisadores nesse estudo de longa duração”, destaca Tinoco, também coordenador-executivo do Plano de Ação Nacional para Conservação da Herpetofauna Ameaçada do Nordeste (PAN Herpetofauna do Nordeste), do ICMBio.

Do ponto de vista do uso e ocupação da região, o livro é o maior estudo já realizado na região e ressalta toda a importância da biodiversidade e conservação da natureza, dos aspectos culturais, hidrográficos, físicos e etnobiológicos do Litoral Norte. Ao longo de 14 capítulos, Restinga analisa cerca de 170 espécies selecionadas para integrar o livro. A publicação também faz uma análise detalhada do território geográfico, englobando as regiões econômicas dos territórios de identidade Região Metropolitana de Salvador e Agreste de Alagoinhas e suas unidades de conservação, seja de uso sustentável ou de proteção integral, nas esferas municipais, estaduais e federais, públicas ou privadas.

A finalização da obra foi um desafio. “É uma área extensa, com grande diversidade de plantas e animais, considerada como hotspot para a conservação da herpetofauna. Apesar do esforço e dedicação, foi uma alegria participar deste projeto e contribuir com a popularização da ciência”, define Tinoco. O livro traz ainda os aspectos históricos, de como ocorreu a formação da restinga, como o ecossistema se apresenta hoje, quais são as principais ameaças e o que pode ser feito para sua conservação. (mais…)

Lançamento de “Josias Miguel, 70 anos de histórias – O livro” acontece no dia 11, em Ilhéus.

A biografia tem 272 páginas e foi escrita pelo jornalista Walmir Rosário.

O empresário Josias Miguel dos Santos apresenta o livro “Josias Miguel, 70 anos de histórias”, onde conta fatos desde seu nascimento, em Patrimônio da Palha, município de Vila Valério, no Espírito Santo, até os dias de hoje. O lançamento da sua biografia será realizado nesta sexta-feira (11), às 20 horas, no Espaço de Eventos Psiu, localizado no km 2,5 da rodovia Ilhéus-Olivença, com a presença da família, amigos e convidados.

Nas 272 páginas do livro – escrito pelo jornalista Walmir Rosário – Josias Miguel narra a trajetória de vida, desde a morte do seu pai – Zé Gavião –, que nem mesmo chegou a conhecer por ele ter sido assassinado quando ainda tinha seis meses de vida. Esse fato marcou desde cedo a trajetória da família, que foi separada por motivos de sobrevivência e os reencontros posteriores.

No livro, Josias Miguel revela uma faceta bem diferente da que muitos conhecem: o capixaba que não leva desaforo para casa, explodindo no primeiro momento, esquecendo em seguida sem guardar mágoa e rancores. Também conta como se tornou empresário de sucesso, empresário de bandas, showman, apresentador de televisão, assessor e marqueteiro político de sucesso, o homem que sempre bateu de frente com qualquer um pelas suas convicções pessoais. (mais…)

Campanha de incentivo a leitura recebe mais de 600 livros no seu lançamento

Foto: Ascom MPBA

A doação de mais de 600 títulos marcou o lançamento da campanha “Asas ao Pensamento”, hoje, às 9h no Ministério Público estadual. A campanha foi lançada simultaneamente em Salvador, Feira de Santana e Camaçari. Entre os primeiros a contribuir com livros para os adolescentes que cumprem medida socioeducativa nas Comunidades de Atendimento Socioeducativo (Case) estiveram a coordenadora do Centro de Apoio da Criança e do Adolescente (Caoca), procuradora de Justiça Marly Barreto, o secretário geral do MP, procurador de Justiça Paulo Gomes Júnior e o coordenador do Centro de Apoio Operacional da Educação, promotor de Justiça Valmiro Macêdo. “A leitura tem um potencial transformador e levar esse conhecimento emancipador aos jovens privados de liberdade é o nosso objetivo”, destacou a coordenadora do Caoca.

As doações podem ser feitas durante todo o mês de outubro por membros, servidores e pela população em geral em oito pontos de coleta localizados em Salvador, Feira de Santana e Camaçari. Os livros doados devem tratar sobre as temáticas étnico-raciais, de diversidade sexual e de gênero, de ensino superior, de cursos técnicos, idiomas, módulos pré-Enem, quadrinhos e romances. Os assuntos das publicações foram escolhidos pelos próprios beneficiários, os socioeducandos da Case. Os livros doados devem estar em bom estado de conservação.

m Salvador, os pontos de coleta ficam localizados nas sedes do MP no Centro Administrativo e no bairro de Nazaré; no Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), no Jardim Baiano; no Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher e da população LGBT (Gedem), na Rua Arquimedes Gonçalves, em Nazaré; no Núcleo de Paternidade Responsável (Nupar), localizado no Palacete Ferraro, em Nazaré; e na Fundação Estadual da Criança e do Adolescente, em Brotas. Em Feira de Santana e em Camaçari, os pontos ficam nas sedes das Promotorias de Justiça (Rua Miranda Mangabeira, em Feira de Santana; e Rua do Contorno Dois de Julho, em Camaçari).

Waldeny Andrade lança livro em defesa da biodiversidade

Waldeny Andrade (foto: Luiz Conceição)

“Noite no Vale do Cotia” é a mais nova incursão pelo mundo da ficção literária do escritor, jornalista e radialista aposentado Waldeny Andrade na luta pela preservação do que ainda resta da cobertura nativa no Sul da Bahia.

A obra, baseada em fatos reais, será lançado na Semana do Meio Ambiente, em junho, narra uma história de mistérios, usura, perseverança, crimes e traições tendo como foco o homem.

Neste seu quarto livro editado pela Via Litterarum, o irrequieto escritor narra história de uma família, proveniente do Nordeste brasileiro, que foge da seca e aporta em Itabuna, atraída pela fama do cacau numa época em que a economia cacaueira passa por mais uma de suas renitentes crises econômico-financeiras.

A saga dessa gente leva a construir uma fazenda de cacau, onde pretende manter em pé a densa floresta nativa, seus corpos d’água, a fauna e flora então abundantes.

Contudo, tem contra si o desafio imposto por grandes fazendeiros com a alternativa pecuária avançando sobre a região de predominância cacaueira e a consequente a devastação da Mata Atlântica.

O thriller se passa na área rural de Palestina, hoje Ibicaraí, município de onde corre o imaginário Ribeirão Cotia, um dos tributários do Rio Salgado que, com o Rio Colônia, forma mais adiante o Rio Cachoeira. Este, atualmente recebe, do mesmo modo que nas cidades da bacia do Rio Almada, quase todo o esgotamento sanitário por falta de infraestrutura e omissão dos governos.

É certo que depois do sucesso editorial do seu terceiro livro “Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás”, o escritor Waldeny Andrade tenha amadurecido ainda mais na arte de contar estórias e histórias, aprimorado a técnica literária e se apossado de uma narrativa rápida e eletrizante.

Na contracapa, embora o ficcionista diga que “Noite no Vale do Cotia” seja um painel real sobre a Região Cacaueira e que qualquer associação de nomes citados seja simples coincidência, o leitor certamente vai tirar suas próprias deduções pela riqueza de elementos trazidos nesta obra.

Da Assessoria.

Editora Via Litterarum lança o Atlas Socioeconômico Litoral Sul da Bahia

A Editora Via Litterarum lançou a primeira edição do Atlas Socioeconômico Litoral Sul da Bahia, estudo elaborado pelo geógrafo Alan Azevedo, que compreende um amplo conjunto de informações econômicas, geográficas e cartográficas sobre o Território de Identidade Litoral Sul da Bahia e os seus 26 municípios.

A publicação está disponível na internet (clique aqui).

O Atlas revela as relações complexas que envolvem o desenvolvimento econômico desse território. Dentre os temas abordados destacam-se o novo perfil demográfico regional, os indicadores sociais, a dinâmica recente dos nascimentos, a economia, as finanças públicas municipais, a previdência social, o mercado de trabalho formal, o saneamento básico, a representação feminina na política, dentre outros. Trata-se de uma referência essencialmente prática para uso de grupos, comunidades e instituições, públicas e privadas.

O autor, Alan Azevedo Pereira dos Santos, nasceu em Itabuna, possui graduação em Geografia (Licenciatura) pela UESC, especializações em Ensino de Geografia e Planejamento de Cidades pela mesma instituição e é professor de Geografia da rede estadual de ensino da Bahia.