MORADORES RECLAMAM DA FALTA DE DIVULGAÇÃO DOS NOVOS HORÁRIOS DA COLETA DE LIXO EM ITABUNA

Prefeitura-de-Itabuna-altera-coleta-de-lixo-no-feriadão_1A Biosanear, empresa que assumiu a coleta de lixo em Itabuna no mês de agosto, prometeu melhorar o serviço na cidade, que sempre foi motivo de queixa da população.

Embora na maioria dos bairros e no centro da cidade o serviço tenha sido intensificado e teve melhorias notáveis quanto à freqüência dos caminhões de lixo, os moradores ainda enfrentam problemas.

Muitas pessoas, sem saber a que horas o caminhão está passando, deixam o lixo em suas portas no horário no qual estava acostumado. O que acontece é que mesmo com uma melhor assiduidade na coleta, algumas ruas ficam com um aspecto ruim devido ao acúmulo de detritos.

A população aguarda da Biosanear e da Prefeitura de Itabuna, a divulgação dos novos horários para colaborar com a limpeza da cidade. “Na minha rua o caminhão passava depois das 23h, agora não sei o horário certo, mas continuo colocando o lixo na porta depois das 20h, porém já aconteceu de na manhã seguinte ele estar no mesmo lugar, e muitas vezes aberto, provocando mau cheiro na porta”. Relata Maria de Lourdes, moradora do bairro de Fátima.

EMPRESA PROMETE MELHORAR A LIMPEZA PÚBLICA DE ITABUNA

Paula de Queiroz, gerente operacional da Biosanear.
Paula de Queiroz, gerente operacional da Biosanear.

O lixo é sempre alvo de reclamação dos moradores de Itabuna. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) garantiu fazer fiscalização rigorosa para que o serviço de coleta de lixo na cidade alcance o nível de qualidade exigido pela população.

A secretaria já determinou à Biosanear, empresa vencedora da licitação, que apresente o plano de cobertura, com a definição dos horários de coleta por região da cidade.

A gerente operacional da Biosanear, Paula de Queiroz, adiantou que a empresa vai realizar, em parceria com a prefeitura, uma campanha de conscientização e a divulgação dos novos horários de coleta que serão definidos esta semana.

Segundo a gerente, a população pode ficar tranquila, pois o serviço será desempenhado da melhor forma possível. “A primeira semana é sempre mais difícil, mas a partir da segunda semana a população já vai sentir a diferença”, completou Paula.

MP QUER COOPERATIVA DE CATADORES NA COLETA DE LIXO DE ILHÉUS

catadoresO Ministério Público da Bahia recomendou à prefeitura de Ilhéus que possibilite a participação de cooperativas de catadores de materiais recicláveis na concorrência pública para a contratação de pessoal para a coleta de lixo no município.

A recomendação propõe ainda que os secretários e o prefeito adotem medidas para que o município não arque com gastos decorrentes do saneamento, que por lei, está sob a responsabilidade dos geradores dos resíduos.

Caso o município faça o recolhimento do material, as empresas têm que ressarcir os gastos. 

APÓS EVENTO, RUAS AMANHECEM SUJAS EM ITABUNA

Avenida Aziz Maron amanhece suja. Imagem: Gabriela Caldas
Avenida Aziz Maron amanhece suja.
Imagem: Gabriela Caldas

Desde o dia 28 de julho acontece em Itabuna o Festival Multiarte na praça Rio Cachoeira, para valorizar a cultura na cidade. O problema é que após o evento a Avenida Azis Maron e ruas ao redor amanhecem sujas.

Moradores reclamam que a limpeza não é feita de maneira adequada após o evento. “A prefeitura deveria mandar limpar bem cedo, antes de abrir o comércio e movimento na cidade. As ruas ficam sujas e com um mau cheiro, até a hora que eles resolvem limpar.” Afirma funcionário de clínica localizada na avenida.

Na manhã dessa sexta-feira (02), tinha lixo acumulado nas ruas e nenhum funcionário de limpeza ainda no local.

NA JURACY MAGALHÃES, UM PORCO FAZ A SUA REFEIÇÃO

Porco se alimentando de lixo na Avenida Juracy Magalhães em Itabuna. Imagem: Gabriela Caldas
Porco se alimentando de lixo na Avenida Juracy Magalhães em Itabuna.
Imagem: Gabriela Caldas

O lixo é um grave problema em Itabuna, como já foi relatado por este blog. Relembre aqui.

Nos finais de semana, isso se agrava ainda mais. E muitos criadores de porcos aproveitam o acúmulo de detritos para colocar seus animais para se alimentar nesses locais.

Moradores afirmam que já entraram em contato com o Centro de Zoonoses de Itabuna, já que não é a primeira vez que isso acontece na região do bairro de Fátima. Mas nada foi feito ainda. “Imagina alguém comer a carne de um animal desses? A Secretaria de Saúde precisa agir, este é um grande problema de saúde pública na cidade”. Afirma Néia Santos, moradora da região.

MORADORES DE ITABUNA RECLAMAM DO EXCESSO DE LIXO NAS RUAS

Acúmulo de lixo na Rua Ruffo Cunha - Bairro de Fátima. Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão
Acúmulo de lixo na Rua Ruffo Cunha – Bairro de Fátima. Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão

O lixo tem sido alvo de muitas reclamações dos moradores de Itabuna. Em vários bairros a coleta não está sendo feita de maneira adequada. O acúmulo do mesmo, além de provocar mau cheiro, deixa um aspecto ruim nas ruas.

Na manhã desta quarta feira (10), manifestantes fecharam a estrada que liga o distrito de Itamaracá até o bairro Ferradas. Eles protestaram pela reforma da pista e, principalmente, pela retirada do lixo, que não é feita com frequência no local.

É muito fácil encontrar detritos acumulados nas esquinas e nos terrenos baldios, até mesmo no centro da cidade. “A prefeitura deveria colocar mais lixeiras pelas ruas. Instalar contêineres em alguns pontos estratégicos, para que o lixo não fique espalhado. E o principal, intensificar a coleta.” Afirma Sirlene Santos, moradora do bairro de Fátima.

CHUVA PROVOCA ALAGAMENTOS EM ITABUNA

Trecho alagado na Avenida Ilhéus no começo da chuva Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão
Trecho alagado na Avenida Ilhéus ainda no começo da chuva.
Imagem: Gabriela Caldas/Blog do Gusmão

Na manhã desta segunda-feira (08), a chuva intensa provocou alagamentos em diversos pontos de Itabuna. Esse é um problema constante na cidade em época de torrentes. O principal motivo do alagamento é o excesso de lixo nas ruas que provoca o entupimento dos bueiros.

As vias da cidade estão esburacadas, o que torna o problema do alagamento ainda mais sintomático. Os buracos ficam cobertos pela água e os motoristas correm o risco de cair neles, provocando acidentes que danificam os veículos.

Para os motociclistas o problema é ainda mais grave. “Os buracos ficam escondidos quando chove. É muito perigoso, pois a depender do tamanho, além de danificar a moto, a gente ainda corre o risco de cair e se machucar. É preciso fazer alguma coisa para melhorar isso” Afirma um motociclista. 

PREFEITURA INTENSIFICA COLETA DE LIXO NO FERIADÃO

Prefeitura de Itabuna altera coleta de lixo no feriadão_1A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) vai intensificar o serviço de coleta de lixo na zona urbana de Itabuna durante o feriadão. O secretário Marcos Monteiro garantiu que estarão em atividade oito caminhões compactadores, duas caçambas e uma retroescavadeira, além do serviço de varrição de ruas com toda a sua equipe.

Marcos Monteiro pediu à população para que só coloque lixo na porta de casa sempre antes do horário da passagem do carro da coleta na rua onde mora, pois a contribuição da população é essencial para o êxito dos serviços de limpeza pública.

PREFEITURA ALTERA COLETA DE LIXO DURANTE O SÃO JOÃO

Prefeitura de Itabuna altera coleta de lixo no feriadão_1Devido aos festejos juninos, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) decidiu alterar, temporariamente, a coleta domiciliar de lixo na zona urbana de Itabuna. O serviço será feito exclusivamente no domingo (23). Com isso, não haverá a coleta na segunda-feira (24).

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro, afirma que oito caminhões compactadores, as equipes de varrição, duas caçambas e uma retroescavadeira estarão em atividade no domingo.  Na terça-feira (25), o departamento de limpeza pública vai executar um “faxinaço” em toda a cidade.

CRISE NA COLETA DO LIXO: “PREFEITURA DE ILHÉUS É A MAIOR CALOTEIRA”, AFIRMA SINDICALISTA

Foto do sindicalista José Carlos Santos. Nesta entrevista bombástica ao Blog do Gusmão, ele pergunta os motivos que fazem o prefeito Newton Lima ter uma postura passiva diante das loucuras de Carlos FReitas.
José Carlos Santos.

Durante participação no Programa Alerta Geral dessa segunda-feira, 13, apresentado por Gil Gomes na Rádio Santa Cruz, o sindicalista José Carlos Santos (Sindlimp) afirmou que a prefeitura de Ilhéus especializou-se em dar calote nas empresas de limpeza urbana.

José Carlos disse que a empresa Solar Ambiental tem a receber mais de 4 milhões de reais da gestão anterior (do ex-prefeito Newton Lima). O governo atual (de Jabes Ribeiro) há mais de 60 dias não efetua os pagamentos. Dessa forma, a Solar Ambiental não pagou os funcionários, que por sua vez, decidiram paralisar a coleta. 

Na opinião do sindicalista,  Isaac Albagli (secretário de desenvolvimento urbano) demonstra desconhecimento, quando exige que as empresas tenham dinheiro em caixa para efetuar os pagamentos.

Ouça o representante do Sindlimp.

LIXO ACUMULADO NO HOSPITAL SÃO JOSÉ

Bahia Online:

Lixo hospitalar acumulado (Foto: reprodução\Danilo José)
Lixo hospitalar acumulado (Foto: reprodução\Danilo José)

Há pelo menos 15 dias o lixo acumulado no Hospital São José, em Ilhéus, não é recolhido pela Prefeitura, expondo pacientes a perigos de contaminação e causando, inclusive, mal cheiro no ambiente. A denúncia é da diretora do HSJ, Naide Silveira. Ela alega que o lixo não é o da categoria “hospitalar”.

Por esse motivo, assegura, a Santa Casa de Misericórdia paga cerca de 15 mil reais, todo mês, para ser incinerado em Itabuna. É o lixo doméstico, cuja rersponsabilidade de coleta é do município, revela Naide Silveira.

A situação não é somente registrada no Hospital São José. Nos Postos de Saúde e até na Fundação Nacional da Saúde, o lixo está exposto ou guardado em salas e banheiros que deveriam estar funcionando para a população. Em alguns casos, como no bairro de Olivença, há informações de que o lixo acondicionado em sacos plásticos “é contaminado”.

COLETA DE LIXO PODE PARAR

A EWA está de partida.
A EWA está de partida.

Segundo o radialista Gil Gomes (Rádio Santa Cruz) as empresas EWA e Solar Ambiental, responsáveis pela coleta de lixo em Ilhéus, podem parar a qualquer momento.

Três meses de atraso motivam a paralisação.

A empresa EWA já teria emitido avisos prévios para todos os trabalhadores.

Na gestão do prefeito Jabes Ribeiro, a coleta de lixo é o único setor que funciona regularmente, sem render grandes queixas.

LIXO ACUMULADO NO LOTEAMENTO JOIA DO ATLÂNTICO

Foto enviado por um leitor.
Foto enviado por um leitor.

O problema do lixo em Ilhéus é tido como coisa do passado, infelizmente ainda não é. No Joia do Atlântico, lugar de praias belíssimas, a sujeira acumulada é suficiente para interditar uma rua.

Em contato com este blog, moradores disseram que desde o carnaval não há coleta.

Comerciantes com medo de perder a freguesia pagam até vinte reais para que retirem o lixo das proximidades. 

LIXO NA PONTA DA TULHA

É inegável que o trabalho emergencial de coleta de lixo em Ilhéus está funcionando. A cidade já toma nova face. Problemas, no entanto, ainda existem. E não são poucos.

Apesar do esforço em limpar a parte central, onde está boa parte do patrimônio histórico e cultural, regiões distantes ainda sofrem com o lixo.

É o caso da Ponta da Tulha. Por lá, a coleta ainda não aconteceu desde que as duas empresas começaram a operar, na última quarta-feira (02).

Na manhã desta segunda (07), uma turista de Brasília, que está passando férias na zona norte, participou ao vivo do programa Alerta Geral, comandado por Gil Gomes na Santa Cruz AM. Segundo ela, a grande quantidade de lixo no local tem afastado outros visitantes, que já deixaram a cidade.

Além do odor vindo das pilhas de sujeira, animais como ratos e urubus têm incomodado bastante os turistas e moradores da área.

MUTIRÃO LIMPA RUAS DO CENTRO E BAIRROS

Mutirão amenizou o problema do lixo na cidade.
Ação amenizou o problema do lixo.

Cento e dezessete caçambas de lixo e entulho coletadas do centro histórico e diversos pontos de Ilhéus. Esse foi o saldo da mobilização encabeçada pelo radialista Vila Nova, da Conquista FM, para amenizar o problema da coleta e varrição na cidade.

A ação contou com o apoio de empresas locais e limpou áreas nos bairros Teotônio Vilela, Nelson Costa, Urbis, Nossa Senhora da Vitória, Santo Antônio de Pádua, Centro, Barra de Itaípe, Pontal, Malhado, Iguape, Avenida Itabuna e Esperança.