FACULDADE MADRE THAÍS REALIZA EXAMES PARA A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO

Aparelho reprodutor feminino. Foto: site Drauzio Varella/reprodução.

Centenas de mulheres acima de 18 anos já foram atendidas e beneficiadas com exames preventivos ao câncer de colo de útero através do Projeto “Bem Me Quero”, realizado pelos cursos de Enfermagem e Biomedicina da Faculdade Madre Thaís (FMT). As atividades são desenvolvidas todas as terças-feiras, das 14h às 17h na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) situado no térreo da sede da Faculdade, na Avenida Itabuna, 1491.

Para participar do Projeto “Bem Me Quero” basta agendar por meio do telefone – 73- 3222-2330. Podem participar mulheres acima de 18 anos de idade, com contribuição de uma taxa de inscrição e doação de 1 kg de alimento não perecível. Vale lembrar às mulheres que irão participar do projeto que no dia de atendimento não deve estar no período menstrual, não estar utilizando creme vaginal, não ter relação sexual nas 48 horas que antecedem o exame e não realizar ducha vaginal.

O Projeto de Extensão dos cursos de Biomedicina e Enfermagem da Faculdade Madre Thaís foi idealizado em 2017 pelas professoras Enfª Renata Couto e a biomédica Dra. Milena Aleluia. Surgiu com o objetivo de atuar na promoção da saúde da mulher, reduzindo a incidência de inflamações, infecções, lesões cérvico-vaginal e câncer de colo de útero, a partir da realização do exame de Papanicoloau (preventivo) pelo Laboratório Cithos e, acompanhamento terapêutico, pela colaboração voluntária dos médicos ginecologistas Dr. Fábio Pinheiro e Dra. Juliana Pitanga.

Além dos procedimentos, são realizadas orientações e palestras educativas por parte dos discentes envolvidos sob a supervisão da coordenação, bem como a entrega de cestas básicas a instituições de caridade.

O projeto já atendeu mais de 200 mulheres na faixa etária de 18 a 74 anos de idade e mais de 190 laudos foram entregues. A maioria apresentou alterações benignas reativas ou reparativas, sendo 146 pacientes com processo inflamatório, sugestivo de alterações microbiológicas. Quanto ás células atípicas de significado indeterminado, já foram diagnosticados três casos de células escamosas atípicas de significado indeterminado (ASC-US) e outros três casos de lesão intraepitelial de alto grau (asc-H).

(mais…)

“MULHERES CONTRA BOLSONARO” REÚNE MAIS DE 1 MILHÃO DE MEMBROS NO FACEBOOK

Imagem: Facebook.

Por volta das 3h da madrugada desta quarta-feira, 12, o grupo “Mulheres contra Bolsonaro” no Facebook atingiu a marca de 1 milhão de membros. 

No dia anterior, o grupo conseguiu a impressionante média de 10 mil novas participantes por hora. O número de membros deu um enorme salto de 500 mil para mais de 1 milhão.

Criado em 30 de agosto, o grupo é gerenciado por nove administradoras e 80 moderadoras que são responsáveis por aceitar a entrada de novas participantes.

Uma das líderes do movimento explicou que a intenção do agrupamento na rede social é criar uma representação contrária a um candidato que “vai de encontro às pautas que protegem e defendem os direitos das mulheres“.

Segundo a pesquisa divulgada na segunda-feira pelo Instituto Datafolha, a rejeição de Bolsonaro entre o eleitorado feminino é de 49%.

ÂNGELA SOUSA DEFENDE MOBILIZAÇÃO CONTRA O FEMINICÍDIO

Foto: Ascom.

A deputada estadual Ângela Sousa (PSD) membro titular da Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa, esteve presente na caminhada contra o feminicídio promovida hoje, 31, em Ilhéus.

Realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), a caminhada teve início no centro da cidade e seguiu até a Praça J.J Seabra, fazendo alusão ao “Agosto Lilás”, movimento que envolve a sociedade no combate à violência doméstica.

Ângela Sousa defendeu a mobilização e destacou a necessidade de haver um processo maior de conscientização sobre essa prática de crime. No Legislativo baiano, a parlamentar comemora a aprovação, por unanimidade, de projeto de lei de sua autoria que garante a oferta de cirurgia plástica reparadora para mulheres vítimas de agressão física.

“Essa iniciativa foi aprovada em dezembro do no passado, e devolve dignidade e autoestima a mulheres que sofreram danos em sua integridade física decorrente da violência. Essa foi uma grande vitória nossa, e consolida mais um passo na luta pelo fim da violência contra as mulheres”, concluiu Ângela Sousa.

ILHÉUS RECEBE MUTIRÃO DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

saude-sem-fronteiras-rastreamento-do-cancer-de-mama-chega-em-ponto-novo-igapora-e-jacaraci
Exames serão realizados na unidade móvel do programa. Imagem: Jaquarari Notícias

Nessa quinta-feira (17), o programa Saúde sem Fronteiras vai chegar a Ilhéus. A iniciativa da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) vai realizar exames gratuitos de rastreamento do câncer de mama em mulheres com idade entre 50 e 69 anos.

O atendimento vai acontecer entre os dias 17 de agosto e 2 de setembro, das 7 às 18 horas, na unidade móvel estacionada no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães, localizado na Avenida Soares Lopes.

A diretora de Programas Estratégicos da Sesab, Jucélia Nascimento, explica a importância do exame. “Para que o câncer de mama seja detectado precocemente, é preciso que a mulher realize a mamografia e, com isso, se positivo, ela poderá ter todo o tratamento necessário para a sua recuperação”.

No dia do atendimento as mulheres deverão levar o Cartão do SUS, o documento de identidade e o comprovante de endereço.

AÇÃO DA MADRE THAÍS BENEFICIA MULHERES DE ILHÉUS

FOTO:Divulgação
Imagem: Divulgação

Em ação que visou beneficiar mulheres da comunidade de Ilhéus, alunos de enfermagem da Faculdade Madre Thaís (FMT) realizaram coleta de citologia na unidade de atendimento da faculdade. A professora Renata Couto, preceptora no Estágio Supervisionado I, coordenou a atividade.

A atividade faz parte das práticas de ensino e extensão da disciplina de Saúde da Mulher, ministrada pela mesma professora.

Vestibular

A Faculdade Madre Thaís lançou dois novos cursos de graduação no vestibular 2017.2: Gastronomia e Farmácia. A instituição também oferece as graduações em: Administração, Enfermagem, Biomedicina, Direito, Logística (tecnológico), Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Fisioterapia, Gestão de Recursos Humanos (tecnológico) e Serviço Social.

Os interessados podem fazer a inscrição na própria faculdade, que fica na Avenida Itabuna, 1.491, Gabriela Center, de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas e aos sábados das 8 às 15 horas. Também é possível se inscrever no site da FMT.

Para os candidatos que optarem pela utilização do ENEM, a inscrição será de 24 de abril a 1º de junho.

As provas serão aplicadas no dia 04 de junho (domingo), das 9 às 13 horas, na sede da Faculdade Madre Thaís.

ILHÉUS INICIA PROJETO DE CIRURGIA PLÁSTICA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA

OCKÉ
Antonio Ocké, secretário de saúde de Ilhéus. Imagem: SECOM/Ihéus.

Da SECOM/Ilhéus

Em abril, o município de Ilhéus inicia o programa de cirurgias de reconstituição de mama em mulheres que tiveram seus seios retirados de forma total ou parcial (mastectomia) por motivo de câncer. Na última quarta-feira, 9, o secretário de Saúde, Antonio Ocké, se reuniu com representantes do Hospital São José e os técnicos Fernanda Ludgero, da Alta e Média Complexidades, e Bruno Vasconcelos, do setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), para discutir estratégias visando aprimorar o atendimento às pessoas acometidas com a doença.

Na oportunidade, foram discutidas questões relacionadas às consultas, biópsias, quimioterapia, cirurgias, além da reconstituição da mama em mulheres que foram ou terão indicação de mastectomia. “Será por meio de cirurgia plástica, que é implantação de prótese de silicone. Avançamos na proposta que é o atendimento via ambulatorial por mastologista para 80 mulheres por mês via pacientes do Sistema Único de Saúde (Sus), que é considerado atualmente um dos melhores da Bahia, devido ao número e qualidade de atendimentos realizados”.

De acordo com Antonio Ocké, o enfrentamento ao câncer de mama é uma das prioridades da atual gestão. Ressaltou que “a importância de realizar esta cirurgia está além do que podemos perceber. Uma mulher que tem uma ou as duas mamas retiradas pode sofrer vários transtornos psicológicos. Assim, a cirurgia plástica dará a ela força para continuar lutando, sem se sentir diferente ou inferior às demais”.

(mais…)

O DESAFIO DE SER MULHER NA CONSERVAÇÃO

Por Suzana Padua/ Publicado em OEco

Suzana destaqueSer mulher em muitos cenários já significa ser empreendedor. Em grande parte do mundo e mesmo do Brasil, a mulher não tem vez. Isso porque por muito tempo as regras foram ditadas pelo sexo masculino. Nesse cenário, a mulher para ser profissional precisa ir contra a cultura em que foi criada. Mas, isso não detém um enorme número delas de assumirem papéis protagonistas na transformação de situações que consideram inadequados ou inaceitáveis, inclusive na melhoria da conservação da biodiversidade e do meio ambiente.

Mesmo em ambientes mais privilegiados a mulher não foi preparada para ser profissional. No meu caso, fui criada em um modelo familiar tradicional e nada relacionado a trabalho me foi cobrado. Porém, casei-me com Claudio Padua, que me incentivou a ir atrás do que eu desejava e acabei buscando conhecimentos e práticas, aprendendo com os erros e acertos na trajetória que escolhi. Sempre fui apaixonada pela vida na natureza e por isso acabei me tornando uma educadora ambiental, por perceber que sem tocar a mente e o coração do ser humano não seria possível construir valores como sustentabilidade e respeito à incrível teia de vida que herdamos em nosso planeta. Esse tem sido meu caminho, mesmo sabendo que nado contra as correntezas de um mundo que prega progresso a qualquer custo e destrói a própria chance de saborear essa linda experiência que é fazer parte de um todo maior.

O que leva uma mulher a se tornar conservacionista e empreendedora? São muitos os fatores e alguns válidos também para os homens. O inconformismo com o que acha errado e injusto desperta no empreendedor a vontade de transformar realidades desarmônicas e destrutivas. A mulher aceita com certa facilidade reconhecer que errou na forma de fazer algo ou na estratégia que adotou, e coloca o desejo de ver o resultado almejado acima de seu orgulho pessoal, ajustando o como fazer para dar certo. A mulher em sua essência nutre um sentimento que vai dos filhos a comunidades inteiras. Isso ajuda a torná-la incansável até chegar onde quer, que em muitos casos atinge coletividades que se beneficiam de sua persistência e empenho pela qualidade do que realiza. Um empreendedor, seja homem ou mulher, dificilmente aceita o “não” como resposta. Assim, muda o rumo de decisões preestabelecidas e abre portas para transformações valiosas, antes impensáveis.

(mais…)

MULHERES E CACHORROS

João Pereira Coutinho nos lembra que "há mulheres e mulheres e cachorros e cachorros".
Colunista lembra que “há mulheres e mulheres e cachorros e cachorros”.

Por João Pereira Coutinho/publicado hoje Folha de S. Paulo

Dúvidas sobre o casamento, todos temos. Mas Charles Darwin enfrentou o dilema com o racionalismo característico do século 19. Em 1838, perante o dilema de casar ou não casar com a prima Emma Wedgwood, o eminente cientista resolveu fazer uma lista com os prós e contras do matrimônio.

Conhecia a história, mas confesso que nunca tinha lido a lista com atenção. Um jornal inglês, no aniversário do nascimento de Darwin (12 de fevereiro) e antes do dia de São Valentim, publicou essa preciosidade.
Então encontramos duas colunas, nas quais razões para não casar suplantam incentivos para dar o nó.

Entre as primeiras, Darwin elenca o fim da liberdade para ir onde quiser; a necessidade de socializar com os parentes da mulher; a diminuição do dinheiro disponível para livros (e do tempo correspondente para lê-los); e a hipótese de haver discussões conjugais que são sempre uma perda de tempo (grande verdade, Charles).

(mais…)

MULHER É MINORIA NO SERVIÇO PÚBLICO

mulher no serviço pDo Correio Braziliense

Embora constituam mais da metade da população, as mulheres ainda são minoria na Esplanada dos Ministérios. A presença feminina no governo aumentou significativamente na gestão da presidente Dilma Rousseff. Atualmente, 10 qualificadas senhoras ocupam cargos de relevância no primeiro escalão do Executivo. Apesar do esforço da primeira mulher a ocupar o Palácio do Planalto, estudo da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) sobre o perfil dos servidores públicos federais na ativa mostram que, em 26 órgãos analisados, 54% (288.235) dos funcionários são homens e 46% (241.635), mulheres.

Elas predominam apenas em cinco ministérios: Desenvolvimento Social (57%), Saúde (56%), Previdência (55%), Turismo (52%) e Cultura (51%). A pesquisa exclui os cedidos e os afastados por licença médica. “É difícil prever quando ou se haverá uma inversão. Porém, se a tendência observada em uma década e meia persistir, a possibilidade de haver maioria feminina na administração pública federal ainda é remota”, explicou o diretor de Comunicação e Pesquisa da Enap, Pedro Cavalcante. A partir do Boletim Estatístico de Pessoal, do Ministério do Planejamento, ele apontou que, nos últimos 15 anos, a participação delas cresceu pouco mais de 1%. Em 1998, representavam 44,14% do funcionalismo. Houve queda, em 2005, para 43,97%. Em 2013, o percentual subiu para 45,54%.

Formação superior

No Brasil, segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais) 2012, do Ministério do Trabalho e Emprego, as mulheres expandiram a participação no mercado em 5,93% de 2011 para 2012. Saltaram de 41,90% (19,4 milhões) para 42,47% (20,1 milhões) dos 47,4 milhões de empregados com carteira assinada. A Rais mostra também que o trabalho formal no país é composto majoritariamente de trabalhadores com ensino médio completo (44,24%) ou superior completo (17,80%). No serviço público, a proporção se inverte: 45,9% têm formação superior e 26,5%, nível médio de ensino.

(mais…)

SUL DA BAHIA GANHA A LOJA SAVASTANO NOIVAS

Belíssimas noivas usando modelos da SavastanoNo mês de setembro, o sul da Bahia foi contemplado com a Savastano Noivas. De propriedade do casal de empresários Mariano e Maria das Graças Savastano, a loja oferece atendimento especial, ambientes cuidadosamente pensados para promover o conforto e realizar o sonho das futuras noivas.

A Savastano, especializada em vestidos para noivas, chama atenção por expor modelos de marcas renomadas como St. Patrick, Avenue Diagonal e White One, presentes nos países celeiros da moda como Barcelona, Milao, Londres, Paris, Tokio, Dubai e Nova York.

A loja está localizada na Rua Sóstenes de Miranda, centro de Itabuna, e oferece desde vestidos de noiva a véus, acessórios e sapatos exclusivos para deixar o dia da noiva mais deslumbrante. 

BAHIA OCUPA 2° LUGAR NO RANKING DE ASSASSINATO DE MULHERES

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.AgGWJj08BPNessa quarta-feira (25), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revelou dados que mostram que a Bahia está entre os estados com maior número de assassinatos de mulheres. A média anual é de 648 homicídios.

De 2009 a 2011 ocorreram 1.945 assassinatos de mulheres na Bahia. O estado ocupa a segunda colocação no ranking nacional, com média de 9,8 homicídios por 100 mil mulheres. A maior média pertence ao Espírito Santo, com taxa de 11,24.

O relatório destaca em sua conclusão a necessidade de reforço às ações previstas na Lei Maria da Penha, bem como a adoção de outras medidas voltadas ao enfrentamento à violência contra a mulher, à efetiva proteção das vítimas e à redução das desigualdades de gênero no Brasil, para diminuir esse índice de assassinatos.

ILHÉUS ESTÁ NA ROTA DO TRÁFICO DE PESSOAS

derrubar-tabus-e-principal-desafio-para-combater-o-trafico-de-mulheres-75410-1Relatórios do Ministério da Justiça e da Secretaria de Direitos Humanos de Políticas para as Mulheres apontaram Ilhéus e Porto Seguro, entre as cidades brasileiras receptoras do tráfico interestadual de pessoas.

As duas cidades aparecem também na Pesquisa Nacional sobre o Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes. Na Bahia, também estão na lista Feira de Santana, Juazeiro, Ipiaú, Petrolina e Salvador.

Salvador também aparece como principal ponto de envio de pessoas para a Europa. 

Com informações do Jornal A Região

REFLEXÕES SOBRE AS MULHERES NO CONTEXTO DA CACAUICULTURA

SAM_1787Por Katianny Estival.

No ano de 2012 a Organização Internacional do Trabalho – OIT instituiu o seguinte tema para comemoração do Dia da Mulher: “Empoderar a Mulher Rural e Eliminar a Pobreza e a Fome” com base na conclusão de que “as mulheres rurais recebem uma remuneração inferior à dos homens e frequentemente ficam para trás no acesso a educação, na formação, na tecnologia e na mobilidade” (OIT, 2013).

Dados de pesquisas realizadas pela OIT (2013) indicaram que 70% da força de trabalho em algumas economias são baseadas fundamentalmente na agricultura e as mulheres constituem cerca de 43% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento.

As mulheres rurais além de trabalharem nas atividades agrícolas também assumem, de maneira desproporcional, a responsabilidade do cuidado das crianças e dos idosos. As jornadas de trabalho das mulheres rurais são maiores do que as dos homens e grande parte do trabalho que realizam continua sem reconhecimento, porque não é pago e se circunscreve ao âmbito doméstico (OIT, 2013).

Os dados e informações da Organização Internacional do Trabalho (OIT, 2013) também podem ser constatados na análise teórica e empírica da realidade das mulheres agricultoras da região Sul da Bahia.

(mais…)

ITABUNA REGISTRA MAIOR ÍNDICE DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DO SUL DA BAHIA

29.29-620x350Na Bahia foram notificados 3.854 casos de violência doméstica, dos quais 1.750 em Salvador.

Pelo menos 10 municípios do sul da Bahia registraram casos esse ano. Itabuna lidera em quantidade de notificações, com 32, entre primeiro de janeiro e 21 de agosto.

Outros municípios com registros são Arataca, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Coaraci, Ibirataia, Iguaí, Ilhéus, Itacaré, Itagibá e Pau Brasil.

ITABUNA GANHA CENTRO ESPECIALIZADO DE ATEDIMENTO À MULHER

Nessa terça feira (30) o prefeito Claudevane Leite se reuniu com a secretária estadual de  políticas para as mulheres, Vera Lúcia Barbosa. Durante o encontro, se discutiu a implantação do Centro de Referência Especializado de Atendimento à Mulher Vítima de Violência (CRAM), que prestará acompanhamento psicológico e social, além de orientação jurídica às mulheres em situação de violência  em Itabuna e região.

O CRAM itabunense, previsto para 2014, está incluso entre as nove novas unidades que serão implantadas em toda a Bahia, de acordo com o projeto de expansão da rede de atendimento à mulher. Além de Itabuna, no Sul da Bahia, os municípios de Ilhéus e Camacan serão contemplados com centros semelhantes.

A secretária explicou que os recursos para equipar os espaços e capacitar as equipes multidisciplinares serão repassados pelos governos federal e estadual. Em contrapartida, o município fará a manutenção da equipe.

ITABUNA FORA DO MUTIRÃO DO CÂNCER DE MAMA

images (1)

O mutirão de rastreamento do câncer de mama acontece em vários estados do Brasil. Na Bahia, já foi realizado em Ilhéus, Feira de Santana e Ubaíra. Inexplicavelmente, Itabuna não foi incluída no programa.

Os municípios contemplados recebem a visita da unidade móvel, um caminhão equipado com aparelhos que fica de uma a duas semanas em áreas de periferia ou em núcleos rurais. O projeto inclui consultas e exames preventivos gratuitos.

Muitas mulheres deixam de fazer a mamografia por incapacidade financeira. Esse fato ressalta ainda mais a importância do mutirão.