HOMEM FEDIDO, TÔ FORA!

Por Maria José Moreno.

fedidoAs mulheres, normalmente, gostam do cheiro masculino. O suor do homem instiga. Isso não quer dizer que o “cecê” nos atraia. Tem homem que não gosta de tomar banho e usa essa história como desculpa. Homem cheiroso é muito melhor e com um bom perfume, melhor ainda.

Sai pra lá com seu fedor, sua catinga e seu “sebo de rôla”. Quer dar “uma” mais tarde? Então, tome seu banhozinho, viu bem? Que nesse calor não tem quem agüente!

Outra coisa, quem inventou pedicure não fez exclusivo para o público feminino. Eles vêm passar os pezinhos à noite, nada mais romântico! O problema é que são ásperos, iguais a uma lixa. A nossa pele, sempre sensível, rejeita na hora.

(mais…)

SÍNDROME DE PICA?

Do blog do Professor Israel Nunes.

radiografiaCalma, caros leitores. Não é uma postagem obscena. Síndrome de Pica é o nome de uma doença que acomete muitas pessoas, especialmente mulheres grávidas e crianças, e que consiste em um apetite compulsivo por objetos não comestíveis, como terra, tecidos, cola, gelo e cabelo.

Em pessoas com doença mental é extremamente perigoso, pois envolve apetite por ingerir objetos pontiagudos, como agulhas, pregos e alfintes. E é aqui que queremos chegar.

Uma criança de 02 (dois) anos foi internado com aproximadamente 50 agulhas de tricot espalhadas pelo corpo, uma delas tendo perfurado o pulmão, o que levou os médicos a realizarem um dreno.

Não sou médico nem especialista, então resolvi consultar um, que me disse estar a par do caso e asseverou que, pelas fotos da radiografia exibidas na Internet, com certeza não se tratava da Síndrome de Pica, visto que não é possível que, tendo sido todas as agulhas ingeridas pela criança, tenham uma distribuição corporal tão sem uniformidade.

Leia mais.

ASSASSINATO DE RAYLUCIENE PEREIRA: 10 MESES DE IMPUNIDADE

A professora estava feliz com a gravidez.
A professora estava feliz com a gravidez.

A morte trágica da professora Rayluciene Pereira de Castro Nery, assassinada em Itabuna no dia 25 de janeiro deste ano, dentro de sua residência, está completando 10 meses.

As investigações comandadas pela delegada Sione Porto estão paralizadas.

Rayluciene, na última quinta- feira, dia 19 de novembro, completaria 38 anos de idade. Evangélica e diretora do colégio em Inema (distrito de Ilhéus), onde trabalhava de segunda a sexta, estava casada há 03 anos, e vinha todos os finais de semana para Itabuna, descansar na companhia do marido.

A professora sonhava com a maternidade, e fazia tratamento para engravidar. Conseguiu uma vez, mas perdeu. Depois de um tempo, conseguiu novamente. Na data fatídica estava com 04 meses de gestação. Amigos enfatizam que ela estava radiante com a gravidez.

No dia 25 de janeiro de 2009, fim de tarde, na rua Santa Cruz, centro de Itabuna, Rayluciene foi assassinada dentro do seu quarto, com um tiro na boca, fazendo com que dois dos seus dentes perfurassem seu cérebro. Ela caiu agonizando.

Parentes e amigos da professora exigem justiça e a conclusão imediata das investigações.

NO LUGAR DO PRECONCEITO, O TOQUE, AO INVÉS DA DOR, O PRAZER

dia+mulher1

Por Maria José Moreno.

A sexualidade feminina, sempre resguardada, tabú na maioria das culturas, vem de fato se descortinando. Grande parte das mulheres não se tocam, não se masturbam e não conseguem se realizar sexualmente. É muito freqüente a queixa de “fêmeas” casadas há muitos anos, que nunca tiveram um único orgasmo. Muitas fazem do sexo o momento de satisfação do parceiro, e o que deveria ser prazer, na verdade, com a intensificação do coito, se transforma em dor.

Para mães e pais.

Não se surpreendam, caso vejam suas filhas tocando o próprio corpo, não tratem isso como algo impróprio, não bloqueiem a descoberta do prazer, que inicia com o amadurecimento dos órgãos, ainda na primeira infância. Os homens são especialistas em obter o próprio orgasmo, pois quando começam a descobrir a genitália, normalmente são gabados pelos pais: “meu filho está crescendo”, “já tá um hominho”, comentários que servem de incentivo.

(mais…)