ILHÉUS RECEBE ESPETÁCULO PREMIADO

Imagem: Lara Cosan.
Imagem: Lara Cosan.

O espetáculo “Calango deu! Os causos da Dona Zaninha” vai circular por Juazeiro, Vitória da Conquista e Ilhéus por meio do programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016. Sucesso de público e crítica, dirigida por Isaac Bernat, essa é a primeira obra da Cia. Caititu, escrita e interpretada por Suzana Nascimento.

Baseado na cultura popular mineira, o espetáculo indicado a 8 categorias ao prêmio FITA 2015, recebeu os prêmios de melhor atriz para Suzana Nascimento e melhor cenário para Desirée Bastos.

O monólogo foi construído ao longo de 5 anos de uma pesquisa que abrange vocabulário, hábitos, histórias, músicas e crenças. Dona Zaninha é uma guardiã desses ricos acervos de memórias – uma genuína contadora de causos, hilária por seu jeito e seu linguajar, mas profunda com suas “sabências” sobre o tempo.

(mais…)

QUER SER PM NO RIO? CONCURSO ABRE INSCRIÇÕES NESSA SEXTA

O concurso abriu 6 mil vagas para o cargo de soldado.
O concurso abriu 6 mil vagas para o cargo de soldado.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro divulgou um edital de concurso público nesta quinta (5). O  Centro de Recrutamento e Seleção de Praças abriu 6 mil vagas para o cargo de soldado; 5.400 são para homens e 600, para mulheres.

Com gratificação e vale-transporte, a remuneração chega a R$2.909,50. Os soldados que fazem curso de qualificação recebem R$ 350 a mais, e os que trabalham nas UPPs, R$ 750. O prazo de inscrição começará nessa sexta-feira (6) e terminará no dia 7 de julho, no site da Exatus. A taxa é de R$ 100.

Para participar, é preciso ter ensino médio completo, carteira de habilitação (exceto na categoria A), altura mínima (1,60m para mulheres e 1,65m para homens), idade entre 18  e 30 anos. Conforme a legislação estadual, 20% das vagas serão para negros e indígenas.

Provas físicas e intelectuais estão entre as etapas do concurso. O edital está neste link.

JOGADORES DO COLO-COLO DESFILAM EM ILHÉUS

Os jogadores do Colo-Colo puxaram a carreata.  Fotos: Blog do Gusmão/Thiago Dias.
Os jogadores do Colo-Colo puxaram a carreata. Fotos: Blog do Gusmão/Thiago Dias.

Nesta segunda-feira (12), os jogadores do Colo-Colo puxaram a carreata de comemoração pela volta do time à elite do futebol baiano. O Tigrão chegou invicto na final da “Segundona” e vai disputar o título contra o Jacobina. Os jogos finais estão marcados para os dias 18 e 25 de maio. 

A torcida do Colo-Colo se concentrou em frente ao Estádio Mário Pessoa. Dezenas de carros e motos deixaram o bairro Cidade Nova em direção à zona norte da cidade. 

A carreata seguiu para o norte, mas, terminará na Av. Soares Lopes.
A carreata seguiu para o norte, mas, terminará na Av. Soares Lopes.

A carreata terminará na Avenida Soares Lopes, onde a torcida vai se concentrar para a festa. 

NOTA DA REDE SUSTENTABILIDADE SOBRE PARECER DA PROCURADORIA GERAL ELEITORAL

principal-eixo-de-novo-partido-de-marina-silva-sera-a-sustentabilidade_1A Rede Sustentabilidade esclarece que o parecer do vice procurador-geral Eleitoral Eugênio Aragão se refere à primeira petição protocolada no Tribunal Superior Eleitoral e não considera as novas certidões juntadas ao processo nesta semana.

Ainda, a contabilização das certidões solicitada pelo Ministério Público é parte do processo. Cabe, agora, esperar o pronunciamento da relatora Laurita Vaz em relação ao pedido.

Reafirmamos que a #rede cumpriu com todas as exigências da legislação eleitoral. Desde fevereiro, foram coletadas mais de 910 mil assinaturas de apoio de eleitores em todas as unidades da federação. Dessas, 660 mil foram enviadas aos cartórios – quase 35% a mais que o mínimo necessário. Além disso, todas as unidades da federação atingiram número mínimo de assinaturas, quando a lei exige que isso seja feito em nove estados. Esses números deixam claro o caráter nacional da Rede Sustentabilidade.

Na última quinta-feira, a #rede anexou ao processo de criação do partido junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mais 136 mil assinaturas de apoio certificadas por mais de 1800 cartórios eleitorais em todo o país. Somadas às 304 mil entregues no dia 26 de agosto, a #rede chega ao número de 440 mil assinaturas validadas.

Há, ainda, 130 mil assinaturas invalidadas sem fundamento legal – muitas delas foram devolvidas pela impossibilidade de conferência resultantes do sistema falho adotado para conferência de assinaturas pela Justiça Eleitoral. Dentre outros problemas, há o fato dos cartórios eleitorais descartarem após cinco anos a assinatura original do eleitor no registro eleitoral, e os altos índices de abstenção nas últimas eleições (superior a 16%), que impedem a comparação com os cadernos de votação. Outras 80 mil ainda aguardam análise nos cartórios.

NOTA PÚBLICA DA VIAMETRO

coletivoA Viametro Transportes Urbanos, empresa que atua no sistema de transporte público do município de Ilhéus, lamenta profundamente o ato de vandalismo, ocorrido na noite de segunda-feira, dia 17, por volta das 21 horas, no bairro Hernani Sá, que resultou no incêndio do ônibus. Felizmente, não houve vítimas, pois o veículo encontrava-se vazio.

A direção da empresa repudia a depredação e queima criminosa de ônibus, pois esse tipo de ato põe em risco a vida das pessoas e compromete a rotina do serviço público de transporte.

A Viametro entende que a população tem todo o direito de fazer manifestações por melhoria da qualidade e valor dos serviços, mas nem a empresa e nem os cidadãos de bem que residem em Ilhéus admitem atos de vandalismo de qualquer natureza.

Assim, a Viametro reafirma o seu compromisso de garantir transporte público de qualidade aos ilheenses e se coloca à disposição da comunidade para discutir assuntos relativos aos serviços prestados na área de transporte de passageiros.

NOTA DE REPÚDIO À MATÉRIA HOMOFÓBICA PUBLICADA PELO BLOG O TABULEIRO‏

1Nós, do Coletivo LGBT Gênero e Poder da Universidade Estadual de Santa Cruz, desejamos declarar publicamente o nosso repúdio à matéria publicada em 10 de setembro pelo Blog O Tabuleiro intitulada “Jovens trocam carícias nos arredores do Palácio Paranaguá”.

Com uma foto de dois rapazes sentados bastante próximos, o texto diz que nos arredores do Palácio Paranaguá, em Ilhéus, local ocupado pelo Coletivo Reúne Ilhéus há mais de dois meses, acontece de tudo, tratando como completamente anormal/exótico o relacionamento entre duas pessoas do mesmo gênero. 

O Blog insiste em formar a opinião de que os jovens se excederam, usando expressões como “carícias íntimas” e “afetos calientes”, a imagem publicada pelo mesmo, contudo, não mostra nada de excessivo e, certamente, em todos os locais da cidade nos deparamos com demonstrações de afeto muito mais intensas do que esta, que virou alvo de atenção dos pedestres e do O Tabuleiro. 

O que diferencia os carinhos trocados diariamente em público, mas que passam despercebidos, dos expostos na matéria é o fato de o casal ser formado por duas pessoas do gênero masculino (como foi enfatizado na matéria). O homossexual não tem o direito de abraçar, beijar, encostar a cabeça no ombro? É necessário que ele se mantenha em locais escondidos, perigosos, sujos para que o seu amor não fira os olhos dos homofóbicos?

Para finalizar, o Blog faz questão de dizer para os leitores que o vínculo que existe entre casais homoafetivos é de “descaração”. Que nós vivemos em uma sociedade homofóbica, machista, classista e racista, é sabido por todas e todos, mas, para nós, é inaceitável que um blog, com grande possibilidade de alcançar os mais variados setores sociais, reforce, por meio de suas reportagens, opiniões preconceituosas e discriminatórias.

O Coletivo LGBT Gênero e Poder, o Reúne Ilhéus, assim como toda a sociedade ilheense, não pode aceitar que um Blog, em vez de se juntar na luta pelo combate às opressões, as alimente, as fortaleça, estimulando os cidadãos a se desrespeitarem. Por isso, nós exigimos que o Blog O Tabuleiro se retrate publicamente pela forma desrespeitosa como tratou a comunidade LGBT ao noticiar matéria tão repleta de ironias e ofensas!

Coletivo LGBT Gênero e Poder da Universidade Estadual de Santa Cruz.

CIDADANIA REQUER RESPONSABILIDADE… MAS ACIMA DE TUDO CORAGEM

A diretora das Escolas Nucleadas de Inema e Pimenteira, Maria Amélia de Jesus Marques Morais, emitiu resposta para a nota de repúdio dos professores que trabalham nos dois distritos, publicada neste blog na última sexta-feira (06). Relembre aqui.

A respeito da nota publicada no “Blog do Gusmão”, no dia 06.09.2013 às 16h04m, intitulada: “NOTA DE REPÚDIO DOS PROFESSORES DE INEMA E PIMENTEIRA”, cumpre-me na condição de professora das escolas em pauta, atualmente exercendo cumulativamente a direção dos dois centros, esclarecer que a referida publicação não representa o pensamento dos professores lotados nos liceus em questão, visto que quase a totalidade deles manifestaram a mim seu repúdio a infeliz iniciativa, ainda mais quando o assunto é a ética, a decência e o trabalho reconhecido desenvolvido pela Secretária de Educação do Município de Ilhéus (Ba), professora Marlúcia Rocha. Compreendo que parte das reivindicações apresentadas no texto são fruto de um processo democrático, portanto, muito natural e necessário, contudo, pelo bem daquilo que chamamos de liberdade responsável e exercício pleno da cidadania, devemos estabelecer sempre os limites, as fronteiras que nos colocam diante da possibilidade do cometimento de injustiças que no caso em pauta, ofendem alguém com serviços prestados à educação.

Aqui não pretendo exercer a defesa da professora Marlúcia Rocha, mesmo porque não disponho de qualificação técnica para tanto, sou apenas e muito orgulhosamente mais uma professora e mesmo que a tivesse não fui constituída para tal fim, contudo, faz-se imperioso e vejo como meu dever exigir que os ditos “anônimos” que “assinam” a “nota” respeitem os professores de Inema e Pimenteira, pessoas honradas e trabalhadoras, que lutam dia após dia por uma educação melhor para jovens e crianças e dado as suas elevadas atribuições não dispõem de tempo para o levantamento de questões que não desfrutam de bases concretas, situando-se apenas, tão somente nos assuntos que dizem respeito ao dia a dia de seu ofício, exercendo responsavelmente sempre que julgar necessário seu direito de manifestação e assim contribuem para a consolidação da liberdade de expressão como direito básico do homem, conquista maior de um povo.

O anonimato ofende a democracia e a magnitude de uma imprensa que conquistou seu espaço indo aonde está o povo, sendo a voz dos esquecidos e o grito dos injustiçados. Respeitemo-la, pois é instrumento de defesa do cidadão à medida em que observa, forma e informa, faz acontecer ante a lentidão e a inoperância. Sejamos, pois, autênticos, afirmemos de cabeça erguida quem somos e o que pensamos, desprezando, pois, o manto que envolve os covardes, pois não precisamos de tais artifícios. A VERDADE NOS BASTA !!!

Assim, espero que a “vergonha” se faça presente, apontemos, critiquemos, exerçamos nossos direitos e o façamos de “cara limpa” e “peito aberto”, anunciemos nossas identidades e exerçamos nossa cidadania através dos meios legais disponíveis a qualquer cidadão de bem, mas acima de qualquer coisa estejamos munidos de provas e só assim alcançaremos a credibilidade e o respeito das pessoas e de nós mesmos.

Lamentando o episódio e apoiada na solidariedade de nossos profissionais, coloco democraticamente nossas escolas e seus quadros docentes à disposição para quaisquer questionamentos e /ou dúvidas que possam advir.

Paz e bem.

Maria Amélia de Jesus Marques Morais

Diretora das Escolas Nucleadas de Inema e Pimenteira

NOTA DE REPÚDIO À CÂMARA DE VEREADORES

ilheus 24 horasNOTA DE REPÚDIO À CÂMARA DE VEREADORES, EXTENSÃO DECLARADA DO PODER EXECUTIVO DE ILHÉUS. 
REÚNE ILHÉUS – 29 DE AGOSTO DE 2013

Muito já foi dito desde que Ilhéus ingressou, corajosamente, nas jornadas de junho. O REÚNE ILHÉUS construiu sua força e argumento em praça pública, com muitas vozes, cores, sabedoria e emoções transbordantes de cada ilheense que se aproximou para contribuir. Entre esses clamores, estava o posto de saúde sem atendimento, a humilhação do idoso no transporte coletivo, a inacessibilidade do portador de deficiência física, o aluno primário que não teve acesso à escola, o horror dos hospitais, a cidade às escuras, o lixo apodrecendo nas ruas, o jovem aflito sem oportunidades, o trabalhador estrangulado por seu salário, o negro morrendo nos morros, a agricultura familiar esquecida, o indígena alijado pelo estado, as drogas consumindo os homens, os buracos evidenciando o fosso profundo em que nossa cidade se sonega a cada dia. Se o ilheense é atingido e conhece tal realidade, o que dirá então seus representantes, eleitos por sufrágio legal, vereadores e prefeito. Conhecedores da dura realidade como são, seus esforços em alcançar os mandatos revelam a gana imensurável em sanar os problemas do município. Coerente, não é? SÓ QUE NÃO! A coerência passou muito longe das atitudes dos eleitos em Ilhéus. Ontem, dia 28 de agosto, o REÚNE ILHÉUS esteve presente na sessão da Câmara de Vereadores, acompanhando a tramitação da denúncia para requerimento de CEI (Comissão Especial de Inquérito), que passaria pela apreciação dos vereadores presentes. O REÚNE ILHÉUS acreditou que os funcionários da casa do povo, mais conhecidos como vereadores, reconhecessem o valor premente de uma investigação do transporte público na cidade, essencial para o esclarecimento sobre as relações atualmente inexplicáveis entre o poder público e as licitantes. O REÚNE ILHÉUS entende que um comportamento investigatório, comprobatório e transparente é o único caminho possível hoje entre a população e seus governantes. Infelizmente, os nossos vereadores não pensam assim. A Câmara revelou algo que muitos de nós ainda resistiam em acreditar: existe uma oposição que vota, até então, pela justiça social, e uma bancada de governo que vota por Jabes Ribeiro. Ou seja, existem doze vereadores que exercem seus mandatos cegamente, guiados pelo calor das pretensões de uma gestão autoritária. Nunca governaram para o povo. Não suficiente uma situação constrangedora como essa assistida, o Presidente da Câmara, o vereador Josevaldo Machado, ainda se comporta ditatorialmente, tratorando requerimentos de colegas que se colocam a favor da democratização do andamento da sessão. Para o senhor Josevaldo, o Regimento Interno da casa é maior, muito maior, que a Constituição Federal. Para além disso, nenhuma explicação plausível foi dada sobre o arquivamento da denúncia da CEI. Foi arquivado e pronto, fim de conversa. Não é a toa que os servidores amordaçaram suas bocas, simbolicamente, durante aquela tarde. Vivemos uma ditadura civil em Ilhéus. Não há a quem recorrer, nem ao executivo, nem ao legislativo, nem à justiça. É desesperador. Frente a isso, o REÚNE ILHÉUS se prostrou em frente ao plenário em protesto, não podendo mais conter os gritos de revolta na garganta de tantos estudantes e trabalhadores. Em seguida o vereador Rafael Benevides pulou por cima da estrutura do salão e o vereador Gurita, membro da Comissão de Transportes e Líder do governo Jabes Ribeiro, avançou desvairadamente com o punho erguido para o rosto de um jovem manifestante. Ele gritava: “Eu vou passar, eu vou passar de qualquer jeito!”. Emblemático. Representa, inequivocamente, a intenção desses homens perante o cidadão ilheense. Passar por cima, atropelar, esbofetear. 
É amargo demais provar dessa decepção. Lamentamos dolorosamente por Ilhéus e esperamos que nossos homens e mulheres estendam suas memórias até as próximas eleições.
O REÚNE ILHÉUS, apesar de tanta violência e intransigência do poder público, continua sua luta por essa cidade abençoada em beleza, força e capacidade. Estamos juntos, ilheenses.
Esperávamos que fosse um entendimento mútuo. 
Uma vez que não é, venceremos essa guerra. 

REÚNE…ILHÉUS!

NOTA PÚBLICA DO REÚNE ILHÉUS

reúne-ilheus-foto-históricaO movimento REÚNE ILHÉUS surgiu a partir de um interesse popular e espontâneo em colaborar com a construção e controle social de políticas públicas na cidade de Ilhéus, sendo seu primeiro foco o transporte coletivo, acompanhando a onda nacional de levantes sobre o tema, que parte de uma discussão repleta de prerrogativas sobre a municipalização, ampliação e melhoramento dos serviços públicos. Dada a terrificante realidade do transporte coletivo em Ilhéus, o movimento cresceu em força e argumento, atingindo níveis de estudo de documentação e investigações ainda maiores que poderia tencionar. Pela defesa da dignidade humana e do cidadão ilheense, respeitando seu direcionamento político, o REÚNE ILHÉUS sempre se apresentou como um grupo SUPRAPARTIDÁRIO, ou seja, estamos acima de qualquer partidarismo, embora nossa composição abarque membros de vários partidos e também apartidários. Anteontem, dia 16 de agosto, alguns integrantes do movimento realizaram uma viagem para Salvador em obrigações particulares, desvinculadas das atividades da ocupação e movimento. Num ato de descuido, alguns deles, até mesmo pela forte integração à causa e sentido orgânico do grupo, usaram o termo “Membros do REÚNE ILHÉUS” para legendar uma imagem inserida numa situação partidária. O REÚNE ILHÉUS nega essa associação com veemência.

Convidamos, também, toda a população de Ilhéus para acompanhar o requerimento da Comissão Especial de Inquérito sobre o transporte coletivo na cidade, uma denúncia que o movimento elaborou através de um massivo trabalho sobre a caixa preta do transporte. Venham todos conhecer a realidade da ocupação em frente à Prefeitura. Juntos somos muitos.

NOTA DE REPÚDIO DOS PROFESSORES DE INEMA E PIMENTEIRA

Professores de Ilhéus, dos distritos de Inema e Pimenteira, emitiram uma nota de repúdio. Confira na íntegra.

Nota de repúdio:

Os professores das Escolas Municipais de Inema e Pimenteira, do município de Ilhéus-BA, vem, mais uma vez, de público, formalizar veemente repúdio à ação nefasta da atual gestão e informar o descaso e a falta de respeito para com esses profissionais, alunos e demais segmentos da comunidade escolar.

Não se constitui nenhuma novidade as informações aqui explicitadas, uma vez que, é de conhecimento geral o desrespeito, a falta de compromisso ético e moral com a educação pública municipal, principalmente quando se trata das escolas de difícil acesso. Novamente, reiteramos que não temos condições reais tampouco econômicas de suprir às demandas de natureza básica como meio de sobrevivência em nossos locais de trabalho como também de custear passagens para as localidades de Inema e Pimenteira.

O que consideramos contraditoriamente vergonhoso, um desastre político e um equívoco, principalmente quando os técnicos do governo consideram nos tempo de hoje o orçamento da educação como gastos de custeio e não investimentos.

Para sermos bem mais elucidativos nesta questão, trazemos como referência nosso salário que hoje no município de Ilhéus é de R$ 1.623,60 (40 hs). Vale ainda dizer que se dessa importância for subtraída, aluguel, despesas pessoais, energia, alimentação e transporte para essas localidades, sem nenhum tipo de auxílio do município, do nosso ponto de vista, se constitui como sendo irreal, ilegal e imoral. Propomos a quem é de direito uma reflexão sob essa realidade.

Será que o nosso atual gestor municipal juntamente com sua comitiva aceitaria receber como salário a importância de R$ 1.623,60 durante todo seu mandato?

(mais…)

PENÚLTIMO DIA PARA INSCRIÇÕES NO CONCURSO DA DESO

desoA Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO) encerra amanhã (terça-feira,4) as inscrições iniciadas no início do mês passado para concurso .

Há oportunidades para os níveis: fundamental, médio, técnico e superior. Os salários vão de R$ 872,14 a R$ 3.256,10.

Os candidatos interessados deverão se inscrever no site www.aocp.com.br. As taxas de inscrição variam de R$ 20,00 a R$ 50,00.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO DERBA

Em resposta à matéria publicada no BLOG DO GUSMÃO, título “A FALTA DE RESPEITO DO DERBA”, no dia 21 de maio de 2013, o Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba) esclarece:

O engenheiro Sérgio Berbert foi enviado à sessão da Câmara de Vereadores de Ilhéus sobre a ponte Ilhéus-Pontal, na tarde de segunda-feira (20) apenas para ouvir os anseios  e dúvidas tanto dos vereadores quanto da população, para posteriores esclarecimentos, na impossibilidade do comparecimento do Diretor Geral do Derba, Saulo Pontes, que já estava com um compromisso inadiável, agendado há alguns dias, para a manhã seguinte na Assembleia Legislativa da Bahia. Saulo Pontes comunica que no próximo dia 29, estará em Ilhéus participando do Seminário Regional Litoral Sul, quando apresentará todos os detalhes técnicos e poderá dirimir dúvidas que envolvam o projeto e a construção da ponte, conforme informado pelo engenheiro Sérgio Berbert durante a sessão.

Att,

Ascom/Derba

ALUNOS DA UNOPAR RECLAMAM

logo_unoparAlunos do período noturno da faculdade UNOPAR, localizada na avenida Itabuna, em Ilhéus, reclamam da falta de segurança e do transporte coletivo.

Segundo eles, o ponto de ônibus, quase em frente a instituição, é pouco iluminado, se tornando um atrativo para assaltantes. Já existem relatos de roubos no local.

Por esse motivo, alguns alunos preferem pegar o ônibus em um ponto próximo a subida da ladeira do Pacheco, mas estes perceberam que motoristas não estão cumprindo seus horários.

Na opinião dos alunos, a UNOPAR deveria tomar medidas em relação aos problemas, como por exemplo, disponibilizar seguranças no ponto de ônibus próximo a instituição.

ITABUNA: ENTREVISTAS DA SELEÇÃO DA EDUCAÇÃO

Brasao_ItabunaAs entrevistas dos candidatos aprovados na primeira etapa do processo seletivo simplificado para admissão temporária de pessoal para a Secretaria da Educação de Itabuna serão realizadas entre as 8 e 18 horas do dia 7 de maio, na Sala da Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Itabuna (Arsepi), no Centro Administrativo Municipal.