Ministros se reúnem para discutir ações de combate ao novo coronavírus

Foto: Rafael Carneiro/ Ministério da Cidadania.

O governo federal deve lançar, nas próximas semanas, uma campanha nacional de esclarecimento sobre o novo coronavírus (Covid-19), informou ontem (26) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Ele e outros oito ministros participaram de uma reunião, no Palácio do Planalto, para tratar das ações para o enfrentamento à síndrome respiratória, que teve um primeiro caso de infecção confirmado no Brasil. Foi também a primeira reunião interministerial comandada pelo novo ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto.  O presidente Jair Bolsonaro, que retornou a Brasília nesta quarta-feira, após tirar uns dias de descanso no carnaval, não participou da reunião. Ele retoma sua agenda normal a partir de hoje (27).

“Nós vamos ter que fazer uma comunicação um pouco maior para a população, a gente já tinha esse plano de comunicação, dependendo se tivéssemos um caso ativo, então a gente deve começar uma campanha para as pessoas poderem perceber a importância de lavar as mãos, de ter higiene, se caso tiver febre, tosse, entrar em contato com o telefone da Ouvidoria, o 136, a página do Ministério da Saúde, porque nessa época se produzem muitas fake news, para as pessoas terem uma informação de qualidade, ali nessa página tem um plano de contingência por estados, por cidades”, informou Mandetta.

Ele não disse quando a campanha começará a ser veiculada na mídia, mas destacou que será semelhante a campanhas anteriores sobre epidemias mundiais, como a da gripe H1N1. “Esse é um plano que a gente já tinha, ele é basicamente informativo, para a população ficar tranquila, saber o que pode fazer“, acrescentou.

Mais cedo, o Ministério da Saúde confirmou que um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro, foi confirmado como primeira pessoa contaminada pelo coronavírus no país. Por enquanto, disse Mandetta, não há nenhuma mudança nas regras de circulação em portos e aeroportos do país. “Não tem mudanças de conduta, não tem mudança em relação ao trânsito de pessoas”, enfatizou.

O governo informou que todos os estados do país atualizaram e enviaram ao Ministério da Saúde seus planos de contingência, com ações para enfrentamento à doença. O Ministério da Saúde também realizou licitação para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscaras, para distribuir a todos os estados do país, ampliando os estoques já disponíveis. Ainda de acordo com as autoridades, as unidades básicas de saúde já contam com protocolo atualizado para o devido atendimento à infectados e possuem salas especiais para triagem. Casos suspeitos serão encaminhados para hospitais de referência nos estados, que possuem leitos disponíveis para cuidados intensivos, caso necessário.

Participaram da reunião desta quarta-feira os ministros Braga Netto (Casa Civil), Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Itamaraty), Sérgio Moro (Justiça), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Augusto Heleno (GSI), Tereza Cristina (Agricultura) e Jorge Oliveira (Secretaria Geral). Também participaram representantes do Ministério da Economia, do Desenvolvimento Regional, da Polícia Federal e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

TV Cabrália faz reportagem sobre o desaparecimento de Carolina Fernandes

Carolina e Rafael.

A TV Cabrália fez uma reportagem sobre desaparecimento de Carolina Fernandes Miron, de 38 anos, desde o sábado, dia 15. O sumiço de Carolina tem causado muito sofrimento e apreensão em seus familiares, principalmente nas duas filhas, uma de 15 anos e outra de 18.

Carolina foi vista pela última vez no bloco “As Muringuetes” que desfilou no bairro do Pontal. Ela nasceu no Rio Grande do Sul, morava em Ilhéus há oito anos e estava separada há dois anos do pai de suas filhas.

Veja o vídeo:

Sesab descarta caso suspeito de coronavírus em Jequié

Foto : Romildo de Jesus/Secom.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) descartou a suspeita de contaminação por coronavírus da paciente com sintomas respiratórios admitida no Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, na última segunda-feira (24).

De acordo com a nota, a paciente fez viagem recente ao norte da Itália (Siena), zona considerada de risco para transmissão do coronavírus COVID-19, no último dia 14 de fevereiro, seguida de aparecimento de quadro gripal em 20 fevereiro.

A paciente permaneceu em isolamento de precaução, desde seu atendimento na emergência, tendo sido confirmado pelo LACEN-BA infeção pelo vírus da influenza A, excluindo portanto infecção por COVID-19.

Fonte: Metro1.

Sumiço de Carolina Fernandes: namorado quase desconhecido e ciumento também desapareceu

Carolina e o namorado Rafael. Casal está desaparecido. Foto enviada por familiares da moça.

Reportagem: Emilio Gusmão.

O desaparecimento de Carolina Fernandes Miron, de 38 anos, desde o último sábado, dia 15, tem causado muito sofrimento e apreensão em seus familiares, principalmente nas duas filhas, uma de 15 anos e outra de 18.

Carolina foi vista pela última vez no bloco “As Muringuetes” que desfilou no bairro do Pontal. Ela nasceu no Rio Grande do Sul, morava em Ilhéus há oito anos e estava separada há dois anos do pai de suas filhas.

Há pouco tempo iniciou um novo relacionamento com um homem chamado Rafael. Os familiares dela têm poucas informações sobre o novo companheiro. Alguns sequer sabiam do namoro e outros afirmam que ele não tem parentes em Ilhéus.

O temperamento introspectivo de Rafael, pouco comunicativo e fechado, tem gerado desconfianças. Um familiar disse em depoimento à Polícia Civil que o rapaz também é ciumento e agressivo, e que já teria agredido fisicamente Carolina. Não há registro de nenhum fato a esse respeito na delegacia.

Carolina e Rafael na praia.

O casal reside no Centro de Ilhéus nas proximidades do Supermercado Alana. Ela teve uma pequena padaria no Pontal e também labutou, durante certo tempo, na confecção de camisas e uniformes feitos sob encomenda.Comenta-se que o namorado possui um sítio em Acuípe, próximo de Olivença.

Carolina gosta de política, é militante do PT e das causas feministas. Tentou ser candidata a vereadora nas eleições de 2016 com o nome “Carol Ilhéus”, mas a candidatura não foi adiante, pois ela não cumpriu o prazo de mudança do domicílio eleitoral.

Ela também morava com a filha mais nova que no momento está muito abalada e torcendo para que a mãe seja encontrada em perfeitas condições.

A família registrou um boletim de ocorrência na delegacia (7ª Coorpin). O BG busca mais informações junto à Policia Civil.

Adriano da Nóbrega não sofreu tortura, diz perito

Adriano da Nóbrega. Foto: Reprodução.

Fonte: Agência Brasil

O novo exame do ex-policial militar Adriano da Nóbrega, realizado na quinta-feira (20), no Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro, não apontou sinais evidentes de tortura. A informação foi divulgada pelo médico legista Talvane de Moraes, que acompanhou a necrópsia como convidado de dois legistas contratados pela família de Adriano: Francisco Moraes Silva e Ari Fontana, que vieram do Paraná.

“Não [há sinais de tortura]. Que eu tivesse [visto], não”, disse o perito. Ele destacou, porém, que os resultados finais vão depender de exames complementares. “Eu não observei isto. Eu fiquei fora, não trabalhei com o corpo, fiquei só observando. A perícia do corpo terminou, mas agora vem o resultado do laboratório para complementar”, acrescentou.

O procedimento começou às 16h30 e se estendeu até as 21h. O novo exame foi determinado pelo juiz da comarca de Esplanada (BA), Augusto Yuzo Jouti, que atendeu a pedidos do Ministério Público (MP) da Bahia e da defesa do ex-policial, morto no dia 9 de fevereiro durante confronto com policiais baianos. O laudo do novo exame deve ser apresentado à Justiça baiana em 15 dias.

Além dos peritos do IML do Rio e dos convidados, estiveram presentes duas advogadas da família, uma irmã de Adriano e um representante do MP da Bahia. Ao final do procedimento, com exceção do perito, os demais saíram por uma porta lateral, sem falar com a imprensa.

Rui Costa afirma que vídeo de autópsia de Adriano divulgado por Flávio é falso

O governador Rui Costa.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou hoje que o vídeo compartilhado pelo senador Flávio Bolsonaro (Sem partido-RJ) afirmando ser da autópsia do ex-capitão Adriano da Nóbrega, é falso.

“Posso lhe garantir que aquilo não é nem do IML da Bahia, nem do IML do Rio. Imagem, hoje, edita do jeito que quiser…. Nas imagens (verdadeiras) do corpo tem uma saída de bala nas costas, e as costas aí estão lisas — disse o governador após sair de uma reunião no Senado”, afirmou.

Na tarde de ontem, o senador divulgou em suas redes um vídeo que afirmava ser do corpo do ex-capitão da PM do Rio, morto em uma operação policial na Bahia após passar um ano foragido da Justiça.

Na gravação divulgada pelo senador sem aviso de conteúdo sensível, o cadáver aparece de costas e em determinado momento, é filmada a etiqueta com a identificação do corpo utilizada pela perícia da Bahia.

Do Metro1.

Empossada a Comissão de Ética de Enfermagem do Hospital Regional Costa do Cacau

Foto: Ascom/HRCC.

Da: Ascom HRCCC

Composto por um quadro de profissionais dotados de capacidade técnica e científica, preparados para oferecer um atendimento de qualidade e humanizado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, realizou na última quinta-feira (13), solenidade para posse da Comissão de Ética de Enfermagem da unidade.

Durante o evento, a presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA), Maria Inez Morais Alves de Farias, empossou os enfermeiros integrantes da comissão de ética do HRCC. Na ocasião, estiveram presentes os conselheiros titulares, Andreia Santos de Jesus, e o suplente, Gregório Neto Batista de Sousa.

O diretor assistencial do Hospital Regional Costa do Cacau, Almir Gonçalves, destaca que a Comissão dá suporte aos gestores na questão ética, incentivando o cumprimento e a interpretação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.

“A Comissão de Ética é extremamente importante e a existência do grupo na instituição valoriza os profissionais de Enfermagem, garantindo um atendimento humanizado, com qualidade, segurança e ética”, avaliou Gonçalves.

Anderson Franco, gerente de enfermagem do HRCC, disse que de acordo com a resolução 572/2018 do Conselho Federal de Enfermagem, onde houver serviço de enfermagem é autorizada a criação da comissão de ética. “É um órgão representativo dos conselhos regionais e possui função educativa, consultiva e de orientação ao exercício ético-profissional, além de oferecer suporte ético aos gestores, incentivando o cumprimento e a interpretação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem”, destacou.

A equipe de enfermagem do HRCC participa de atividades de capacitação e atualização periódicas, além de estar disponível em todos os setores, os protocolos operacionais padrões, tanto de rotina como sistêmico, inclusive os profissionais podem fazer consultas de rotina de como proceder, tornando a assistência de enfermagem sistemática e padronizada.

Comissão do HRCC – Titulares: Gisele Santiago Bonfim (presidente), Lorena Borges (vice-presidente), Rosângela Aragão (secretária), Tamara Nascimento e Jéssica Brandão. Suplentes: Gorete Santana, Daiana Moscozo, Clecia Rodrigues, Glécia Jesus de Oliveira e Ana Caroline Campos.

Itabuna: quadrilha rouba caminhão e leva 30 sacas de cacau de depósito

Foto: Verdinho.

Um motorista de caminhão de frete foi surpreendido, na tarde da terça-feira, 18, por uma quadrilha em Itabuna.

O motorista informou à Polícia Civil que um casal o abordou e perguntou se ele estava disponível para fazer um trabalho, ao que ele respondeu que sim. O homem então sugeriu que a mulher fosse com o motorista no caminhão com o objetivo de ensinar o local aonde ele iria fazer o trabalho, que seria no bairro Lomanto.

Ao chegar ao bairro, quatro homens abordaram o caminhão e anunciaram o assalto. Com o caminhão em mãos, a quadrilha foi até um depósito, rendeu os funcionários e roubou 30 sacas de cacau, cujo valor é de aproximadamente R$ 24.300,00.

Os assaltantes colocaram a carga no caminhão roubado e fugiram. O dono do veículo foi deixado no depósito, junto com as outras vítimas do assalto. A Polícia Civil investiga o caso.

*Com informações do Verdinho Itabuna.

Caso Bruno Loureiro: polícia prende mais um envolvido no homicídio

Jailson Cruz foi preso na manhã desta terça, 18.

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira, 18, mais um envolvido na morte de Bruno Loureiro, encontrado na manhã do dia 06 de fevereiro deste ano, em uma praia da cidade de Canavieiras.

Jailson Cruz foi encontrado após o trabalho de inteligência da Polícia Civil. Ele foi levado para a delegacia de Ilhéus e está à disposição da justiça.

De acordo com as investigações, a morte de Bruno teve relação com a autoridade que ele teria na pousada em que era gerente, pois possuía uma procuração para cuidar das finanças da empresa.

Relembre o caso clicando aqui.

*Com informações do Fábio Roberto Notícias.

Em carta, governadores reclamam de postura de Bolsonaro e o convidam para próximo fórum

Carta de governadores enviada ao presidente Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução.

Governadores de 19 estados e do Distrito Federal divulgaram nesta segunda-feira (17) uma carta aberta em que reclamam da postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de se pronunciar sobre temas de alçada estadual sem conversar com os gestores regionais e aproveitaram para convidá-lo para participar do próximo fórum organizado por eles, a ser realizado dia 14 de abril.

“Recentes declarações do presidente da República Jair Bolsonaro confrontando governadores, ora envolvendo a necessidade de reforma tributária, sem expressamente abordar o tema, mas apenas desafiando governadores a reduzir impostos vitais para a sobrevivência dos Estados, ora se antecipando a investigações policiais para atribuir fatos graves à conduta das polícias e de seus governadores, não contribuem para a evolução da democracia no Brasil”, afirma o documento.

A carta se refere indiretamente a embates recentes de Bolsonaro com governadores. Em um deles, o presidente desafiou-os a zerar o ICMS – um imposto estadual – sobre os combustíveis para em troca zerar impostos federais para o mesmo produto. Em 2019, a arrecadação do governo federal sobre combustíveis atingiu R$ 27,4 bilhões.

Além disso, no fim de semana, Bolsonaro indicou que a morte do ex-capitão da Polícia Militar do Rio de Janeiro Adriano da Nóbrega em uma ação policial na Bahia no último fim de semana pode ter sido uma queima de arquivo. (mais…)

Ex-presidente do Podemos emite nota sobre posição da direção estadual em romper com Valderico Junior

Rafael Ceo, ex-presidente do Podemos Ilhéus.

Rafael Ceo, ex-presidente do Podemos em Ilhéus, emitiu uma nota em relação ao rompimento com a pré-candidatura de Valderico Junior por parte da Executiva Estadual. A direção estadual do Podemos decidiu apoiar a reeleição de Mário Alexandre (PSD). Confira a nota na íntegra.

NOTA OFICIAL

Caros amigos e amigas,

Como muitos sabem, dias atrás fomos surpreendidos com o deslocamento do Podemos, sigla da qual era presidente, para o lado da atual gestão municipal o qual fazíamos oposição. Foi um movimento silencioso e rasteiro já que por inúmeras vezes tínhamos a confirmação da direção estadual de que não haveria riscos de ruptura com o projeto atual de apoiarmos o pré-candidato Valderico Junior.

Infelizmente aconteceu e no momento nos deixou chateados. Afinal, escolhemos o Podemos, dentre alguns motivos, pelo alinhamento de ideias com as posições declaradas do partido em ser a mudança, em romper com esse sistema promíscuo, de balcão de negócios. Caminhamos juntos e fazíamos o nosso papel ativo contra esse sistema político tradicional onde a barganha impera nos bastidores dos grupos que visam o poder. O poder pelo poder.

Talvez não por coincidência, mas as máscaras começaram ser reveladas neste período onde muitos já vivem o clima de carnaval e querem aproveitar o momento para fantasiar toda a experiência negativa que vivemos em Ilhéus nos últimos anos. Sai um partido, mas ficam as melhores pessoas. Somos maiores que tudo isso e não aceitaremos este jogo que beneficia poucos e vai contra os interesses do povo.

Para finalizar, uma frase de uma das músicas mais tradicionais do carnaval nordestino, composta por Capiba, em 1963, como uma forma de protesto: “Somos madeira de lei que cupim não rói.”

Rafael Ceo

Governo da Bahia empresta obras de Frans Krajcberg para casa de festas

Foto : Divulgação.

O governo da Bahia firmou um contrato de comodato para a realização de um empréstimo de obras do artista plástico Frans Krajcberg para o Cerimonial Loreto, espaço de festas administrado pela Fundação Baía Viva, na Ilha dos Frades, baía de Todos os Santos. As obras ficarão no local  por três meses, de acordo com informações da Folha de S. Paulo.

As obras de Krajcberg pertencem ao governo da Bahia desde 2009. O artista doou seu acervo de 48 mil itens, como esculturas, gravuras, pinturas e fotografias, com o objetivo de preservá-los após sua morte. Suas artes estão armazenadas no Sítio Natura, antiga casa e ateliê do artista em Nova Viçosa, extremo-sul da Bahia.

O termo de doação ao governo da Bahia prevê que a coleção seja mantida para “fins culturais e ecológicos”, e por isso, a cessão tem sido alvo de críticas pelos admiradores do artista. “A cessão nos causa arrepios. Ela viola não só os termos da doação, mas também as regras mais elementares da preservação de um patrimônio desta importância”, afirma Leonardo Amarante, vice-presidente da Associação Amigos de Frans Krajcberg. Ele também critica os valores inferiores dos seguros.

O Ipac (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia) é o responsável pela cessão das obras. O diretor do órgão, João Carlos Cruz de Oliveira ressaltou que parte do acervo já foi emprestada para instituições culturais do Rio de Janeiro e São Paulo e “precisa ser melhor conhecido pelos baianos”.

A Fundação Baía Viva é presidida por Isabela Suarez, filha do empresário Carlos Seabra Suares, um dos fundadores da OAS. A fundação já teve atuação questionada pelo Ministério Público Federal e foi ré em processo por crime ambiental por realização de obras sem licença na Ilha dos Frades.

*Com informações do Metro1.

Marão emprega cabos eleitorais de olho na reeleição

Marão instrumentaliza a máquina.

No dia 08 de janeiro de 2019, o prefeito Mário Alexandre (PSD) suspendeu 268 servidores não estáveis da folha de pagamento da prefeitura.

Os trabalhadores que entraram sem concurso entre 5 de outubro de 1983 e 5 de outubro de 1988 foram pegos de surpresa, uma vez que o prefeito Mário Alexandre assegurou que insistiria em meios legais para mantê-los no quadro.

O prefeito Mário Alexandre se valeu de uma decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, Alex Venícius Miranda, cujo objetivo legal era estabelecer os concursos como a única porta de acesso à estabilidade do serviço público. Posteriormente, a desembargadora Silvia Zarif, do TJ-BA, determinou a reintegração dos servidores, mas o prefeito não cumpriu a determinação.

Passados 13 meses do afastamento cruel dos servidores, Marão utiliza os recursos públicos economizados para nomear apadrinhados e reforçar por meio do clientelismo seu projeto de reeleição.

De 20 de dezembro até hoje, 10 pessoas assumiram cargos comissionados na prefeitura de Ilhéus.

O BG levantou os seguintes nomes com respectivos cargos e salários: Francine Dias de Oliveira (Chefe de Seção de Vigilância Sanitária, R$1.700); Jeovana Catarino da Silva S. Nascimento (Chefe de Divisão de Vigilância R$3.800); Jackson Lima Araújo Sobrinho (Chefe da Divisão de Licitação e Contratos, R$ 3.800); Alan dos Santos Pereira (Chefe de Seção de Praias, R$1.700); Luciano Matos Sampaio (Gerente de Projetos Turísticos, R$5.600); Jorge Farias dos Santos (Chefe de Setor de Unidades de Conservação e Coleta Seletiva de Resíduos, R$2.500); Márcia Pereira Conceição (Chefe de Seção de Edição do Jornal Oficial, R$ 1.700); Emenson Santos Silva (Assessor de Assuntos Legislativos e Parlamentares, R$8.000); Bárbara Santiago da Silva (Administrador Regional I, R$ 1.500) e  Gilberto Fagundes dos Santos (Administrador Regional I, R$ 1.500).

Somados, os cargos geram o total de trinta mil e trezentos reais por mês à prefeitura. Muitas destas pessoas não têm perfil técnico para desempenhar as funções.

Fora essas nomeações elencadas, o governo Marão inchou a folha com a contratação temporária de servidores indicados no “dedaço”, por meio de seleções simplificadas.

Número de suspeitos de coronavírus no Brasil cai para seis

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

Fonte: Agência Brasil

O Brasil tem, atualmente, seis pessoas suspeitas de ter o coronavírus Covid-19. Os dados foram atualizados pelo Ministério da Saúde na tarde de hoje (13). De ontem, quando havia 11 casos suspeitos, para hoje, seis casos foram descartados – três em São Paulo, dois no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais – e um foi incluído, no Rio Grande do Sul.

Apesar da queda no número de casos suspeitos, o ministério evita considerar que o Brasil está livre de sofrer um surto. Para o secretário-executivo da pasta, João Gabbardo, a escala de contaminação pode ser lenta e ainda chegar ao país. Além disso, não se descarta a hipótese do constante aumento de casos na China e em outros países ainda trazer consequências para o Brasil.

“O fato de ter passado 14 dias e achar que as pessoas que deveriam ter vindo da China já ficaram mais de 14 dias não significa que, futuramente, não venham pessoas, tanto da China como de outros países, e que possam ser portadores do vírus”, disse Gabbardo. “Porque à medida que o vírus crescer em outros locais, como Alemanha ou Estados Unidos por exemplo, essas pessoas virão para o Brasil e também poderão trazer a doença”.

Em relação aos brasileiros que vieram de Wuhan, cidade considerada o epicentro do vírus, e estão separados cumprindo quarentena em Anápolis, o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Wanderson Oliveira, disse apenas que “estão todos ótimos, super bem, a gente tem mantido contato”.

Gabbardo também esclareceu que o ministério já prevê a aplicação de um protocolo da Organização Mundial de Saúde no qual será dispensada uma investigação detalhada para confirmar coronavírus caso o país chegue a 100 casos confirmados da doença. Apenas os sintomas e determinadas características que aparecerem no raio-x serão suficientes para caracterizar a contaminação. Esse procedimento está sendo adotado em Hubei, província na qual está localizada Wuhan.

Apesar do Brasil ainda não ter nenhum caso confirmado, Oliveira afirmou que o governo trabalha com “todos os cenários”, justificando tal planejamento mesmo para uma hipótese ainda distante da realidade do país.

“Nós estamos trabalhando para todos os cenários possíveis. Inclusive nos piores cenários, ou seja, a gente ter uma circulação mais intensa do vírus, baseado no que a China vem vivendo, ou até mesmo não termos casos. A nossa obrigação é deixar os serviços preparados para atuarem em condições de tranquilidade”.

Ainda não existe nenhum caso de coronavírus confirmado na América do Sul. Até hoje, quando houve o anúncio de uma nova metodologia adotada pela China, 60.364 casos foram contabilizados no mundo. Somente na China são 59.826 casos. O número de mortes chegou a 1.370 e 6.292 pessoas foram curadas. Nesta quinta-feira houve a maior confirmação de casos desde o início do surto.

Mário Negromonte é afastado do TCM após decisão do Supremo

O ex-ministro Mário Negromonte.

O Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhou ofício ao presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Plínio Carneiro Filho, para que seja cumprida imediatamente a decisão que determinou o afastamento do ex-ministro Mário Negromonte do cargo de conselheiro da Corte, conforme publicou a coluna Satélite, do jornal Correio, nesta quinta-feira (13).

Em julgamento realizado no dia 19 de novembro do ano passado, o STF negou o pedido para trancar a ação penal movida no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra Negromonte, acusado pela Lava Jato de corrupção, e revogou a liminar que garantia a ele permanecer no TCM.

O ex-ministro, contudo, continuou no cargo, já que o Supremo nem havia publicado o acórdão do julgamento nem comunicado o presidente do TCM sobre o afastamento.

Na segunda (10), de acordo com a publicação, a notificação foi remetida à presidência do TCM. Na quarta (12), o Supremo publicou o acórdão. Com isso, Negromonte tem que deixar o cargo e está proibido de entrar na Corte enquanto não for julgado em definitivo no STJ. Caso desobedeça a ordem, poderá ser preso.

Mesmo afastado, Negromonte continuava atuando no TCM no final de 2019 e chegou ainda a ser sorteado para relatar contas de 2020 de Salvador.

Fonte: Política Livre.