Homem que fugia da justiça de Brasília é preso em Arraial D’ajuda

André Luiz de Paula, preso em Arraial D’ajuda. Foto: Ascom/Policia Civil.

Procurado pela justiça do Distrito Federal pelos crimes de furto qualificado, estelionato, associação criminosa e uso de documento falso, André Luiz de Paula, de 40 anos, foi preso na terça-feira, 15, por investigadores da Policia Civil, lotados em Arraial D’ajuda, em Porto Seguro.

Segundo o delegado Sinésio Júnior, o foragido foi localizado quando fazia compras numa loja de conveniências, no bairro Santiago.

André teve o mandado de prisão preventiva cumprido e deverá ser recambiado para Brasília.

Marão nomeia filha de César Porto na Controladoria

César Porto e Marão: conciliação e filha nomeada. Fotos: Vermelhinho/reprodução.

Decreto publicado na terça-feira, 14, no Diário Oficial do Município, nomeou a advogada Gabriele Silva Ribeiro como “Chefe de Setor de Apoio à Comissão Permanente de Controle Interno – COPECI”, vinculada à Controladoria Geral do Município, com salário de 2.500 reais.

Gabriele é filha do presidente da Câmara Municipal, vereador César Porto, líder do grupo de 11 vereadores insatisfeitos com o governo Mário Alexandre. Os parlamentares pediram o afastamento dos secretários: Alisson Mendonça (Seplandes); Alcides kruschewsky (Turismo); e Valmir Freitas (Agricultura e Pesca).

Comentário do blog

Parece que as coisas estão se ajeitando dentro do fluxo normal da velha política.

Nazal afirma que Marão escolheu secretários sem compromisso com Ilhéus

Marão sumiu de Olivença, afirma Nazal. Foto: Clodoaldo Ribeiro.

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal (Rede), fez críticas ao prefeito Mário Alexandre, na tarde da última sexta-feira, 11, na cerimônia de abertura da Puxada do Mastro de São Sebastião, em Olivença.

Estavam presentes: o secretário municipal de turismo Alcides kruschewsky; o major Pinheiro (comandante da 69ª PM); Ariovaldo “Camisa” (presidente da Associação dos Machadeiros de Olivença) e os caciques tupinambás Nane e José Raimundo, além de várias pessoas que assistiram a solenidade.

Quando a palavra foi concedida ao cacique José Raimundo, o prefeito Mário Alexandre, que estava ausente, foi questionado por ter prometido em 2018 promover uma festa mais estruturada e bonita, capaz de trazer de volta as características mais tradicionais  da Puxada do Mastro.

Na festa desse ano, sequer um carro de som para a execução do hino nacional foi enviado pela prefeitura. O equipamento utilizado pelos machadeiros foi emprestado.

Insatisfeito, José Raimundo pediu que José Nazal levasse as reclamações dos indígenas e dos machadeiros ao prefeito.

No seu momento de fala, Nazal externou alegria por estar na festa, lembrou de suas raízes em Olivença (terra de alguns familiares e que morou na infância) e elogiou os secretários Alcides kruschewsky e Pawlo Cidade (cultura) por terem organizado a festa apenas com apoio de empresários.

Ao se manifestar sobre a postura do prefeito, lembrou que na campanha de 2016 a dupla Marão e Nazal prometeu fazer visitas periódicas em Olivença, atender na medida do possível as reivindicações da comunidade e, sobretudo, apoiar e manter a tradição secular da Puxada do Mastro. “Na campanha dissemos aqui que as decisões seriam tomadas em conjunto. Esse foi o compromisso que Mário fez comigo”.

Segundo Nazal, ao assumir o governo Mário escolheu alguns secretários que não têm compromisso com Ilhéus. “Essas pessoas é que estão decidindo tudo. Eu não posso fazer nada, pois vice não manda e não governa. Eu não tenho qualquer influência. Já disse a Mário que nos primeiros anos busquei fazer críticas dentro do governo. De agora em diante vou expor, reclamar e apontar os erros publicamente”, advertiu o vice.

José Nazal disse que o sumiço do prefeito “ficou feio” e que estará sempre disposto a dialogar com a população, olhando-a de frente e com sinceridade.

Por volta das 13h55min., deste domingo, 13, tentamos falar com o prefeito Mário Alexandre via celular e por meio de mensagens no Whatsaap. Não conseguimos ouvi-lo.

PC do B de Ilhéus emite nota sobre afastamento dos servidores não estáveis

A executiva municipal do PC do B/Ilhéus, por meio de uma nota, se posicionou sobre o afastamento dos servidores não estáveis, medida adotada pelo prefeito Mário Alexandre na última segunda-feira, 07.

Na gestão passada, de Jabes Ribeiro, o ex-presidente do partido na cidade, Rodrigo Cardoso, foi contra as ameaças de demissão feitas pelo ex-prefeito. Por conta desse ato de coerência, se afastou do comando partidário pressionado pelo “chefe” estadual dos comunistas, Davidson Magalhães, cunhado do ex-gestor.

Sobre esse tema, o BG considera que o PC do B, devido ao exemplo de Rodrigo Cardoso, tem credibilidade no posicionamento. Leia a nota.

PCDOB ILHÉUS / NOTA – DEMISSÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS EFETIVOS

A direção executiva do PCdoB de Ilhéus, em nome de toda a militância, vem a público solidarizar-se com os servidores efetivos demitidos pela Prefeitura Municipal de Ilhéus, conforme publicação do Diário Oficial, na última segunda-feira (7).

Diante à situação, questionamos a justeza da decisão judicial – já que muitos funcionários prestam serviços e dedicam suas vidas há anos ao Município, estando a maioria próximos da aposentadoria; e a própria juridicidade da mesma, frente ao princípio da segurança jurídica.

Em vários casos semelhantes pelo país, os tribunais superiores reconheceram a legalidade do vínculo de servidores contratados antes da promulgação da constituição e garantiram a reintegração dos mesmos, não sem antes as decisões dos executivos municipais terem gerado grandes dificuldade às famílias desses servidores.

Ressaltamos, nesse processo, a importância da mobilização dos sindicatos representativos das categorias envolvidas diante dessa situação, que desde o primeiro momento assumiu a linha de frente da defesa dos servidores no âmbito jurídico e político.

Lamentamos que a decisão de governo do prefeito Mário Alexandre, tenha ocorrido sem o devido diálogo com as entidades representativas e se antecipando ao prazo da decisão judicial.

Causa estranheza a insensibilidade do tom dado pelo governo “Marão”, tanto no decreto, quanto nos comunicados à imprensa, ao ignorar as consequências nas vidas de centenas de famílias, e colocar o foco no corte de custos, inclusive publicando valores de salários, questões irrelevantes, se a decisão do prefeito se prestava ao cumprimento da sentença judicial. O que revela, na prática, a decisão política em promover as demissões.

Dessa forma, o governo municipal, que já demonstrava ineficiência para superar as dificuldades do município, em diversas áreas, como Saúde, coleta de lixo e Infraestrutura, dentre outras; sacrificou recentemente a maioria da população, com mais um aumento absurdo da tarifa do transporte coletivo; agora demonstra com clareza sua falta de compromisso com o direito histórico de centenas de servidores efetivos.

O PCdoB reunirá o pleno de sua direção municipal nos próximos dias para avaliar novas decisões frente à grave situação do município.

“Ilhéus não é casa de puta”, afirma presidente do Sindicato Rural sobre lançamento do livro de José Dirceu

Milton Andrade, presidente do Sindicato Rural de Ilhéus.

Em entrevista ao BG nesta quinta-feira, 10, o presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade, expôs o descontentamento da instituição ruralista em relação às atividades do ex-ministro José Dirceu (PT) na cidade.

Na visão do sindicalista patronal, a sociedade ilheense e um conjunto de instituições não foram favoráveis ao lançamento do livro, pois a região que mais sofreu com o PT foi o Sul da Bahia (ele se refere à disseminação criminosa do fungo da vassoura-de-bruxa nos cacauais, que a Policia Federal não apontou culpados). “Zé Dirceu não tem parente aqui, não tem negócio aqui. Por qual motivo ele está em Ilhéus?”

Perguntamos se o Sindicato Rural e as demais entidades contrárias podiam falar pela sociedade de Ilhéus.

Segundo Milton Andrade, as instituições têm a obrigação de se manifestar contra qualquer fato que abale a sociedade local. “Para isso elas existem”.

Ele também questionou a Academia de Letras de Ilhéus. “Os membros da Academia de Letras só são imortais para a literatura?” Na opinião dele, o manifesto da academia, que justificou a não realização do evento devido às infiltrações nas paredes, foi medíocre. “Ele deveriam perguntar quem é Zé Dirceu e o que ele fez pela região”.

Perguntamos se o Sindicato Rural e as demais instituições vão se manifestar contra o lançamento do livro, mudado para a Tenda do Teatro Popular de Ilhéus no dia 18 de janeiro.

“Se uma instituição pretende abrigar o evento, problema dela. Ela que assuma o ônus perante a sociedade. Todo mundo é livre e desimpedido”.

No final da entrevista, Andrade foi taxativo: “A gente não vai permitir qualquer um vir aqui e fazer festa. Ilhéus não é casa de puta”. Também manifestou otimismo com o governo do presidente Jair Bolsonaro, “temos certeza que ele vai fazer grandes melhoras na nossa região”.

Marão e Bento elaboram reforma administrativa e demais secretários estão inseguros

Dentro da política, Mário dança a música que Bento toca.

Membros do alto escalão, ouvidos pelo BG, afirmam que o prefeito Mário Alexandre e o secretário de administração Bento Lima planejam, sozinhos, uma nova reforma administrativa. O fato de Marão só confiar em Bento para confabular a nova formação do governo de Ilhéus causa desconforto e insegurança nos demais secretários.

Bento manipula o prefeito dentro do jogo das intrigas políticas, afirmam as fontes. Desprovido da competência necessária para governar e tomar decisões, Marão praticamente entregou a caneta ao seu lugar tenente, cuja aptidão também é questionada.

A reforma, conforme apuramos, objetiva acomodar assessores da deputada estadual Ângela Sousa que ficarão desempregados com o fim do mandato no dia 31 de janeiro. Vereadores insatisfeitos também serão contemplados com mais cargos.

A última reunião do secretariado ocorreu logo após o primeiro turno das eleições (em 7 de outubro passado). Quase não há diálogo e os gestores das pastas perderam o ânimo, pois o critério principal de permanência é o “suor” derramado na tentativa frustrada de reeleger a mãe do prefeito.

Outra condição importante é ser aliado de Bento e concordar com todas as suas diretrizes. Os que divergiram abertamente nas poucas reuniões do secretariado e nos bastidores sabem que não ficarão. Dentro do governo foi liberada uma caça às bruxas.

Entramos em contato com a Secom/Ilhéus no objetivo de ouvir o prefeito e o secretário. Aguardamos resposta. 

Em tempo: o Blog do Gusmão não faz jornalismo declaratório, ou seja, a partir de uma fonte apenas. As informações contidas nessa reportagem foram colhidas de no mínimo três informantes ouvidos em separado, sem que um saiba do outro.

Livro de Zé Dirceu vai ser lançado na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus

Ícone do PT vai lançar livro “Zé Dirceu”no TPI.

Em primeira mão.

O novo livro do ex-ministro José Dirceu será lançado na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, no dia 18 de janeiro, numa sexta-feira, às 18h.

Romualdo Lisboa, diretor do TPI, nos passou a informação na manhã desta quinta-feira. O evento aconteceria na Academia de Letras de Ilhéus, que segundo informações, optou por cancelá-lo após repercussão negativa em entidades afinadas com o antipetismo e com a ideologia de ultradireita do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo Romualdo, a Tenda do TPI está à disposição do petista Zé Dirceu desde setembro de 2018. “Ainda não compreendi por qual razão eles procuraram um espaço sob forte influência da direita”, disse o diretor.

Médicos desmentem SESAB. Paralisação no Hospital Costa do Cacau continua

Na tarde da última segunda-feira, 07, a Secretaria de Saúde da Bahia soltou uma nota negando que os médicos do Hospital Regional Costa do Cacau tivessem iniciado uma paralisação.

Os atendimentos ambulatoriais não estariam suspensos, conforme previa o comunicado do corpo clínico divulgado por este blog.

Na manhã desta terça-feira, 08, médicos em contato com o BG disseram que a paralisação é pra valer. Só os casos de urgência e emergência recebem atendimento. 

Haverá uma reunião na próxima quinta-feira, 10, em Salvador, cuja pauta incluirá os quatro meses de salários atrasados, a superlotação do pronto-socorro e a falta de insumos no hospital inaugurado em dezembro de 2017. A empresa que administra o HRCC tem recebido pagamentos do Governo do Estado, mas não faz os repasses, afirmam os médicos. 

Até o dia 10 os profissionais só vão atender os usuários do SUS com risco de vida.

Leia a nota da SESAB, já desmentida em parte.

“A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia esclarece que o Hospital Regional da Costa do Cacau (HRCC), que é administrado pelo Instituto Gerir, encontra-se com o atendimento normal, seja em nível ambulatorial ou emergência. Na oportunidade, informamos que são realizados pagamentos regulares e consecutivos a todos os fornecedores, sendo o último efetuado em 11 de dezembro de 2018, no montante de R$ 5,328 milhões ao Instituto Gerir. Cabe ressaltar que a unidade encontra-se em fase de transição para que uma nova Organização Social assuma a gestão da unidade pelos próximos 60 meses. A divulgação do vencedor foi publicada no Diário Oficial de 5 de janeiro de 2019”.

Médicos do Hospital Costa do Cacau iniciam paralisação

Foto: Clodoaldo Ribeiro.

Na manhã desta segunda-feira, 07, os médicos do Hospital Regional Costa do Cacau, de responsabilidade do governo da Bahia, decidiram paralisar suas atividades por conta da falta de insumos, superlotação do pronto-socorro e quatro meses de salários atrasados.

Os profissionais, por força da lei, manterão apenas os atendimentos de emergência e de urgência. Necessidades ambulatoriais serão encaminhadas para outras unidades hospitalares e para as UPAS.

O regime restritivo de atendimento será mantido até o dia 25 de janeiro, prazo que o Instituto Gerir fixou para resolver os problemas. Na mesma data os médicos pretendem avaliar a paralisação e decidir se vai continuar.

Informe dos médicos disparado à imprensa.

A resposta de Alisson Mendonça e os nomes dos 11 vereadores que pediram a exoneração dele

Alisson abraça Jerbson Moraes, um dos seus algozes. Foto: Ilhéus Notícias/reprodução.

No último sábado, 5, o Blog do Gusmão após muitas tentativas conseguiu falar com o secretário de planejamento e desenvolvimento sustentável de Ilhéus, Alisson Mendonça. Na sexta-feira, 04, publicamos que 11 vereadores pediram ao prefeito Mário Alexandre o afastamento de Alisson do governo (veja aqui). Tentamos ouvir do secretário um posicionamento sobre o fato.

Educado, porém irônico, Alisson colocou em dúvida e questionou o método de apuração, “você só ouviu três vereadores, quando deveria ter ouvido onze”. Respondemos que três fontes ouvidas em separado, sem que uma saiba das outras, é suficiente para o jornalismo. “Porreta essa!”, disse o secretário alvo dos vereadores. Afirmou que não ficaria como um “bobo” desmentindo um fato que não aconteceu.

As três fontes ouvidas pelo blog identificaram os onze parlamentares que pediram a exoneração de Alisson: Nerival (PC do B), Juarez (PMDB), Jerbson Moraes (PSD, partido do prefeito), Paulo “Meio Kg” (PV), Fabricio Nascimento (PSB), Nino Valverde (PSB), César Porto (sem partido), Abraão (PDT), Thadeu Muniz (PDT), Tarcisio Paixão e Luiz Carlos “Escuta (ambos do PP).

11 vereadores pedem o afastamento do secretário Alisson Mendonça

Alisson Mendonça. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

 

Liderados pelo presidente da Câmara Municipal, César Porto, onze vereadores de Ilhéus comunicaram ao prefeito Mário Alexandre que não aceitam a permanência do secretário de planejamento e desenvolvimento sustentável Alisson Mendonça no governo. A saída de Alisson é condição indispensável para que haja entendimento com o grupo.

A exigência dos vereadores foi transmitida a Marão durante um encontro na Pousada Morro dos Navegantes no dia 31 de dezembro, pela manhã.  Na ocasião, o grupo também pediu a exoneração dos secretários Valmir de Inema (Agricultura) e Alcides Kruschewsky (Turismo), por serem muito ligados a Alisson.

Os vereadores reprovam a forma como o secretário conduz a interlocução com o legislativo. Outro questionamento se dá em relação ao espaço que ele ocupa no governo, muito além da sua importância política, dizem. De acordo com os três edis ouvidos pelo blog, Alisson conseguiu a nomeação de alguns parentes e muitos apaniguados.

No encontro, vereadores e o prefeito só beberam água mineral e de coco. Na saída, o prefeito tentou levar dois integrantes do grupo para sua casa. Os demais desconfiaram que ele tentaria diminuir a quantidade de rebelados. Os dois convidados não aceitaram o chamado. Todos entraram e saíram juntos da reunião.

Policia encontra cachaça dentro de prisão na noite de reveillon

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste.

Agentes da Polícia Civil apreenderam duas garrafas pet com cachaça durante a noite de réveillon, na carceragem de Brumado, informa o site Achei Sudoeste.

Além do “birinight”, também foi encontrado um tablete de maconha que estava no teto da carceragem.

Durante o período festivo de final de ano, a polícia civil aumentou o seu efetivo na delegacia, o que dificultou qualquer alteração por parte dos custodiados.

De acordo com a 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), as vistorias nas celas da carceragem serão mantidas e acontecerão sistematicamente.

Cippa fecha rinha de galos de briga no São Domingos

Foto: CIPPA/Porto Seguro.

A Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA/Porto Seguro), com apoio da 70ª CIPM, fechou uma rinha de galos treinados para brigas, no Loteamento São Domingos, em Ilhéus. A operação ocorreu nesta quarta-feira, 02.

No imóvel foram apreendidos 48 galos domésticos utilizados nas brigas; R$ 2.000,00 em espécie e 1 cédula de cinco dólares; 19 cheques cuja somatória dos valores resulta em R$ 16.945,00; 11 notas promissórias cuja somatória dos valores resulta em R$ 6.000,00; 4 cartões magnéticos, sendo 3 da Caixa Econômica Federal e 1 do Banco do Brasil; 10 canhotos de cheque do Banco Itaú; 2 Certificados de Registro de Veículo, sendo 1 de GM Prisma Joy e 1 de Honda CBX/250; 3 capangas, 25 buchas, 30 biqueiras de borracha, 7 esporas plásticas, 15 biqueiras de metal, 2 tesouras, 1 escova, 1 flanela;  1 cadeado, 2 correntes de prata, 1 celular marca Motorola; 2 frascos com medicações não identificadas, 1 Bepeben, 1 colírio Higicler, 1 Solmucol, 1 NGF-S, 1 caixa vazia de Benerok/Complexo B, 2 seringas vazias, 1 frasco com mel; 3 pássaros da fauna silvestre nativa, sendo 1 sabiá e 02 canários da terra.

Galos de briga confinados. Foto: CIPPA/Porto Seguro.

Sandoval Nascimento dos Santos, identificado como o responsável pela rinha, foi conduzido e apresentado na Delegacia de Proteção Ambiental de Ilhéus. Com fundamento no Art. 32 e no Art. 29 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais) ele responderá no judiciário pelo erro cometido.

Dinheiro e materiais apreendidos. Foto: (CIPPA/Porto Seguro).

Ufob abre seleção para mestrado em ciências humanas e sociais

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) está com inscrições abertas até 18 de janeiro para a seleção do mestrado em Ciências Humanas e Sociais. Para concorrer às 14 vagas, é preciso ter diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento e preencher o formulário eletrônico. Após isso, é preciso pagar a taxa de inscrição no valor de R$100 (saiba aqui como fazer).  Os candidatos participantes do cadastro único para programas sociais do Governo Federal podem solicitar isenção de pagamento da inscrição até 8 de janeiro.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais (PPGCHS) é composto pela área de concentração “Sociedade e Cultura” e duas linhas de pesquisa: ‘Linguagem, cultura e poder’ e ‘Sociedade, políticas públicas e sustentabilidade’. De acordo com o Edital, a área de concentração visa investigar temas fundantes da vida em sociedade e relações culturais. Estruturada nos Estudos Culturais, privilegia os textos da cultura ou as textualidades culturais em suas análises da sociedade.

O processo seletivo terá cinco etapas: prova de conhecimentos gerais; anteprojeto de pesquisa;  entrevista; prova de língua estrangeira; e avaliação de currículo. O resultado final será divulgado em 29 de março.

Clique nos links para ver o edital e a retificação do mesmo.

Mais informações no site ppgchs.ufob.edu.br.

Governo Rui Costa exonera 293 servidores do Detran

Decreto de Rui pegou o “companheiro” Jerberson, liderança do PT de Ilhéus.

O ajuste fiscal do segundo mandato do governador Rui Costa (PT) já começou.

Passada a alegria efêmera dos festejos de Natal e réveillon, 293 servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) que ocupavam cargos de confiança foram exonerados.

De acordo com a portaria 1545 de 28 de dezembro de 2018, assinada pelo diretor geral do Detran, Lucio Gomes Pereira, os cargos em comissão foram extintos.

Entre os prejudicados está o estudante de geografia da UESC, Jerberson Josué, ex-candidato a vereador nas eleições municipais de Ilhéus em 2016, e cabo eleitoral do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT).

A relação completa dos exonerados está no Diário Oficial da Bahia, neste link. Após acessar a página clique em executivo, secretaria e administração para ver a lista.

MÉDICOS DO HOSPITAL COSTA DO CACAU DÃO PRAZO DE 10 DIAS AO INSTITUTO GERIR

Médicos do HCC ameaçam entrar em greve.

Por meio de uma carta protocolada nesta quarta-feira, 26, os médicos do Hospital Costa do Cacau deram prazo de 10 dias ao Instituto Gerir para que apresente proposta de pagamento dos salários atrasados de setembro, outubro, novembro e dezembro (prestes a findar) de 2018.

Os médicos questionam também o desabastecimento de insumos e a saída de firmas terceirizadas. Segundo informações colhidas pelo Blog do Gusmão, a falta de materiais básicos diminuiu bastante o número de cirurgias eletivas realizadas pelo hospital.

Na mensagem encaminhada à diretoria do Gerir, os profissionais informam ter ciência de que a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) tem feito repasses regulares à administradora do hospital. A comprovação está no portal Transparência Bahia.

Se a questão não for resolvida, o corpo clínico ameaça entrar em greve e formalizar denúncias na SESAB, Ministério Público, Conselho Regional de Medicina e Sindicato dos Médicos.

Caso a greve aconteça, os atendimentos de urgência e de emergência serão prejudicados. Usuários do SUS de Ilhéus e região, bem como, milhares de turistas que visitam o sul da Bahia na alta temporada estarão sob risco de vida.

Em relação aos atrasos, a Sesab divulgou a seguinte nota.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia informa que realiza pagamentos regulares e consecutivos ao Instituto Gerir, que faz a gestão do Hospital Regional Costa do Cacau, sendo o último realizado em 11 de dezembro de 2018, no valor de R$ 5.328.650,46. Além das auditorias do SUS e das fiscalizações contratuais periódicas nas quais todos os fornecedores estão submetidos, a Sesab instaurou sindicância a fim de apurar os questionamentos levantados pela imprensa sobre o pagamento dos trabalhadores.