Rui defende aproximação política entre o Norte e o Nordeste

Foto: Jailson Sam.

O governador Rui Costa aproveitou a agenda em Brasília para estimular a aproximação do Nordeste ao Norte. Os governadores dos estados das duas regiões, em encontro na tarde desta terça-feira, 23, em Brasília, planejam trabalho conjunto, a exemplo do Consórcio do Nordeste, cujo presidente é o governador da Bahia. “No Consórcio [do Nordeste], vamos trabalhar em rede. Queremos entrar com uma série de compartilhamentos e uniformidade de dados”, explicou Rui.

A largada dada pelo Nordeste tem reflexo na organização do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal, formado pelos estados do Acre, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Amazonas, Roraima e Tocantins. A ideia é buscar soluções conjuntas e parcerias entre os dois consórcios.

A iniciativa de aproximação não está apenas no âmbito do Executivo. O governador da Bahia adiantou que o Legislativo está fazendo o mesmo. Uma das agendas de Rui na capital do país foi com os senadores que preparam o lançamento da Frente Parlamentar de Defesa do Norte e Nordeste para esta quarta-feira, 23.

O governador informou aos colegas que esteve com os senadores das regiões e que sensibilizou os parlamentares sobre a necessidade de apoio ao pacote de medidas anunciado mais cedo pelo Fórum Nacional de Governadores. “Precisamos de desenvolvimento regional e nós mesmos podemos fazer isso, juntando forças. Temos a maioria no Senado”, argumentou Rui ao contabilizar 48 senadores do Norte e Nordeste.

Nesta terça-feira, 23, o governador ainda deve participar da reunião de bancada com deputados baianos. Esta será a quinta agenda do dia em Brasília.

Fazendários param em toda Bahia em protesto contra arrocho salarial

Foto: Ascom/Sindsefaz.

Os fazendários do Estado paralisaram atividades nesta terça, 02, mantendo sem funcionamento a maior parte das repartições da Secretaria da Fazenda, postos fiscais e postos do SAC. A categoria também participou da caminhada que saiu do Campo Grande e foi até a Praça Municipal, em Salvador, que reuniu também os trabalhadores em Educação, técnicos da UNEB e UEFS, servidores da Saúde e funcionários da Justiça.

Os servidores reclamam do congelamento salarial, que já provocou perdas de 25% nos vencimentos desde 2013. O funcionalismo questiona também o sucateamento do Planserv, o aumento da alíquota previdenciária para 14% e o não pagamento da URV no executivo, itens que fazem parte da pauta geral de reivindicações, que atinge a todos os funcionários públicos do Estado.

Já os fazendários cobram outros pontos específicos da categoria, como o cumprimento do teto constitucional, mudança em gratificações dos técnicos administrativos, aumento do ponto da gratificação dos servidores do fisco e cumprimento das decisões judiciais transitadas em julgado.

O Sindsefaz (Sindicato dos Fazendários) questiona o discurso de que não há recursos para reajustar os vencimentos dos servidores. A entidade informa que entre janeiro e março deste ano a arrecadação subiu R$ 505 milhões se comparado com o mesmo período de 2018, um crescimento de 9,5%. “O governo diz que não tem dinheiro para atender nossos pleitos, mas nas ruas, no rádio e na TV somos bombardeados com uma intensa propaganda de feitos da atual gestão”, denuncia Claudio Meirelles, diretor de Organização do Sindicato.

Bahia lidera geração de empregos no Nordeste

A Bahia é o estado que mais gerou empregos no Nordeste em fevereiro de 2019, com 5.706 novos postos de trabalho com carteira assinada. Entre os estados brasileiros, ocupou a 8ª posição. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

A contribuição positiva foi conferida mais pelo interior do estado (municípios não metropolitanos), com um saldo de 3.668 empregos. Os destaques foram as cidades de Barreiras (503), Santo Antônio de Jesus (390) e Luís Eduardo Magalhães (389). A RMS, por sua vez, gerou 2.038 empregos no período.

Em fevereiro, os setores responsáveis pelo saldo positivo da Bahia foram Serviços (+2.564 postos), Construção Civil (+1.666 postos), Indústria de Transformação (+662 postos), Administração Pública (+435 postos), Comércio (+147 postos), Agropecuária (+130 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (+110 postos).

Informações: Ascom/Setre.

Bahia possui 34 obras paralisadas

Recuperação do Museu de Arte Moderna da Bahia se arrasta desde 2013. Foto: Marina Silva/Correio.

No Estado da Bahia existem 34 obras, executadas com recursos da administração estadual ou com verbas da União, que estão com seu andamento suspenso ou paralisado, informa o Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA).

Tais obras representam contratos que, somados, atingem a um total de R$ 307,5 milhões e os principais motivos de paralisação ou suspensão da execução dos serviços foram questões técnicas que vieram a ser conhecidas somente após a licitação, descumprimento de especificações técnicas ou prazos e problemas relacionados à contratada, a exemplo de recuperação judicial ou dissolução societária.

Clique aqui para conferir a relação das obras paralisadas ou suspensas.

O presidente do TCE/BA, conselheiro Gildásio Penedo Filho, ressaltou que o propósito do levantamento é buscar soluções para a retomada dessas obras “de forma a contribuir para o desenvolvimento do país e para o melhor uso dos recursos públicos e o aprimoramento da oferta de bens e serviços para a população”. Na Bahia, o levantamento abrangeu obras iniciadas a partir de 2009, paralisadas há mais de 90 dias e cujo montante seja superior a R$ 1,5 milhão.

Por meio de ofícios dirigidos aos secretários e dirigentes máximos dos órgãos e entidades do Estado, o TCE/BA solicitou o preenchimento de um formulário padrão com informações específicas sobre as obras paralisadas, com o objetivo inicial de traçar um perfil das situações existentes.

(mais…)

Morador de Salvador ganha R$ 1 milhão da Nota Premiada Bahia

Um morador do bairro de São Cristovão, em Salvador, é o ganhador do segundo prêmio especial de R$ 1 milhão da campanha Nota Premiada Bahia. O sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira , 20, no auditório da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com base na Loteria Federal.

Concorreram ao prêmio os cidadãos cadastrados no site da campanha e que solicitaram a inclusão do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) nas Notas Fiscais de Consumidor Eletrônicas (NFC-e), em compras feitas no período entre junho de 2018 e fevereiro deste ano.

Promovida pelo Governo do Estado, por meio da Sefaz, a campanha Nota Premiada Bahia já tem a adesão de mais de 440 mil pessoas. Além dos sorteios especiais de R$ 1 milhão, como o que foi realizado nesta noite, a ação sorteia, mensalmente, dez prêmios individuais de R$ 100 mil cada. O sorteio regular de março está marcado para o próximo dia 27.

O titular da Sefaz-BA, Manoel Vitório, lembra que “qualquer pessoa pode participar, concorrendo a prêmios e exercendo a solidariedade. Basta realizar o cadastro no site. A campanha é de educação fiscal, incentivando o cidadão a solicitar a nota nas compras que realizar no mercado varejista”.

Nos sorteios mensais, concorrem apenas os bilhetes gerados pelas compras efetuadas no mês anterior. Os resultados podem ser conferidos no site da campanha, além do Instagram (@notapremiadabahia), Facebook (/sefaz.govba) e Twitter (@sefazba).

Para participar, o consumidor deve acessar o site da Nota Premiada Bahia e informar o número do CPF, selecionando, em seguida, as instituições que deseja ajudar — uma social e outra de saúde. A partir daí, no momento da compra, é necessário apenas inserir o CPF na nota fiscal para concorrer aos prêmios em dinheiro.

“Todos ganham com a campanha. A partir de um cadastro simples, o cidadão tem a chance de ganhar prêmios milionários e ainda escolhe duas instituições para ajudar. O governo, por sua vez, também ganha, pois há o combate da sonegação fiscal”, destaca o superintendente de Desenvolvimento Fazendário, Antônio Félix Macedo.

Desde que foi lançada, em dezembro de 2017, a Nota Premiada Bahia já premiou 132 pessoas em 13 sorteios mensais e dois sorteios especiais (o primeiro ocorreu em junho do ano passado), além de dar apoio a 708 instituições filantrópicas.

Governo do Estado vai pagar R$ 35,5 milhões a policiais por redução de mortes

Fotos: Alberto Maraux.

Policiais militares, civis e técnicos que contribuíram diretamente para a diminuição de 16% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte – na Bahia, receberão uma gratificação de R$ 35,5 milhões do Governo do Estado. O valor faz parte do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), ação de reconhecimento e com caráter motivacional promovido pela Secretaria da Segurança Pública.

O período analisado para pagamento da gratificação foi o segundo semestre de 2018, comparado ao mesmo período do ano anterior. A Bahia ficou com diminuição de 16%, representando em números absolutos 2.542 ocorrências no ano passado, contra 3.025 em 2017. Salvador, Região Metropolitana e Interior fecharam com quedas de 22,9%, 20,6% e 12,5%, respectivamente.

Na total serão contemplados 24.222 servidores, sendo 19.459 da PM, 3.668 da PC, 753 do DPT e 342 de unidades diretamente ligadas a SSP. O valor mínimo pago será de R$ 371 e o máximo de R$ 2.476.

“Mais uma etapa desta ferramenta que reconhece os esforços de cada servidor policial e também motiva para que o trabalho continue de forma incessante. Conquistamos uma grande redução em 2018 e, este ano, precisaremos redobrar as ações para garantirmos novo decréscimo”, comentou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Da Secom/BA.

Bahia atraiu seis milhões de turistas neste Verão

Morro de São Paulo. Foto: Rennan Calixto.

O verão termina na próxima quarta-feira, 20, mas a Bahia já pode comemorar alguns resultados da estação. Seis milhões de turistas visitaram o estado neste período, o que representa expansão da atividade em aproximadamente 7,5%, segundo a Secretaria de Turismo do Estado (Setur). “Ocupação hoteleira em alta é sinônimo de movimentação econômica e geração de empregos”, ressaltou Fausto Franco, titular da pasta. Segundo o secretário, foram mais de R$ 6 bilhões movimentados na Bahia neste período. 

Na alta temporada, os destinos mais procurados foram Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo, Salvador e Praia do Forte. “A ampliação da infraestrutura, como a melhoria nos aeroportos, das estradas e o pleno funcionamento do metrô na capital, contribuíram muito para atrair visitantes”, acrescentou Fausto. São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal destacaram-se entre os principais emissores de turistas nacionais. Entre os estrangeiros, as nacionalidades mais presentes foram a argentina, espanhola, italiana, francesa, alemã e norte-americana. Este fluxo turístico colocou a Bahia entre os cinco estados mais visitados durante as férias escolares, de acordo com o Ministério do Turismo. 

Até novembro, a Bahia estará presente em 32 feiras internacionais de turismo e 21 eventos nacionais, a fim de divulgar atrativos turísticos e trazer um número ainda maior de visitantes. Novos investimentos em comunicação digital também serão feitos ao longo do ano para aproximar ainda mais a Bahia dos mercados emissores.

Texto: Secom/BA.

TAP fecha acordo para implantar programa stopover na Bahia

O Governo da Bahia assinou nesta quinta-feira, 14, na Bolsa de Turismo de Lisboa, protocolo de intenções com a TAP, companhia aérea portuguesa, para a implantação do programa stopover no Estado. Esse mecanismo fortalece a atividade turística ao permitir que o passageiro viaje para mais destinos pelo preço de um. Ou seja, o turista pode voluntariamente fazer uma escala ou conexão com duração maior que 24 horas (em voos internacionais), antes do destino final, sem elevação da tarifa.

Representante do governo estadual na BTL, o secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco, firmou o acordo com a TAP, visando a articulação para entrada em operação do programa, provavelmente a partir de julho. O stopover foi muito bem sucedido em Portugal, onde os passageiros podem fazer escalas para visitar Lisboa e Porto, sem acréscimo tarifário. “Com essa medida, vamos oferecer o destino Bahia de forma diferenciada e muito mais atraente”, resumiu Fausto Franco.

A ideia é trabalhar em conjunto com a cadeia produtiva do turismo a fim de oferecer aos passageiros que optarem por escala em Salvador descontos especiais em hotéis, restaurantes, lojas, atrações culturais, transporte terrestre, etc.

Ceará, Distrito Federal, Pernambuco e Rio de Janeiro também assinaram o protocolo para implantação do stopover da companhia portuguesa. A presidente da Embratur, Teté Bezerra, acompanhou a solenidade que marca o anúncio dos destinos que serão contemplados com o programa.

Líder do PT quer homenagear ator Zé de Abreu com a Comenda 2 de Julho

Zé de Abreu, presidente autoproclamado.

O líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo, deu entrada nesta terça-feira, 12, num projeto de resolução para conceder a Comenda 2 de Julho ao ator Zé de Abreu.

O projeto destaca a postura firme do artista em defesa da democracia, da liberdade e da cultura popular. Nascido em Santa Rita do Passa Quatro, em São Paulo, José de Abreu é um dos maiores atores brasileiros em atividade. Na juventude, dividia a faculdade de Direito em São Paulo com o curso de dramaturgia. Como militante político pertenceu a Ação Popular e deu apoio logístico a VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária).

Foi preso político e obrigado a se exilar em 1968 e só retornou para o Brasil em 1974. Zé de Abreu participou de 58 novelas, programas, especiais, séries e minisséries na televisão. Em fevereiro de 2019, em reação a autoproclamação de Juan Guaidó à presidência da Venezuela, Zé de Abreu declarou-se Presidente do Brasil por meio de uma rede social. O fato mobilizou defensores da democracia dentro e fora do Brasil.

A Comenda 2 de Julho é a maior honraria da Assembleia Legislativa da Bahia.

Com ampla formação agrícola, Josias Gomes afirma estar preparado para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Josias Gomes. Foto: Google.

O Blog do Gusmão entrevistou na última segunda-feira, 18, o deputado federal (licenciado) Josias Gomes (PT), definido pelo governador da Bahia, Rui Costa, como o novo secretário de desenvolvimento agrário.

Na ocasião, Josias falou sobre o novo desafio no governo baiano.

BG – Quais são os seus planos para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário?

Essa secretaria foi criada pelo governador Rui Costa, na primeira gestão dele [2015-2018], com o propósito específico de trabalhar pela agricultura familiar por ser um segmento muito importante da nossa economia.  A iniciativa deu certo. Rui escolheu um secretário com vivência [Jerônimo Rodriguez, um agrônomo] que montou uma equipe importantíssima para os movimentos sociais que lutam pela reforma agrária, e para os agricultores de um modo geral. O trabalho foi iniciado com muita solidez.

O que eu tenho que fazer é muito pouco, pois a largada foi muito boa. Deverei dar continuidade no atendimento aos trabalhadores rurais, e fazer ajustes muito pequenos para continuar o trabalho.

BG – Como recebeu essa nova missão definida pelo governador Rui Costa?

Primeiro, agradeço ao governador por confiar em mim, mais uma vez, para fazer parte da equipe. Segundo, encaro como mais uma das responsabilidades e desafios que me foram colocados. Tenho clareza que buscarei atender as expectativas do governador, com o apoio dos movimentos sociais que lutam pela reforma agrária e agricultura familiar, e por todos esses segmentos que têm lá na Secretaria de Desenvolvimento Agrário o seu espaço privilegiado de inserção com o governo.

BG – Josias Gomes se considera preparado tecnicamente para o cargo?

Eu tenho uma particularidade, Gusmão. Eu sou mestre agrícola, com diploma e formado no Ginásio Agrícola de Escada (PE), em 1973. Depois me formei em técnico agrícola no Colégio de Belo Jardim (PE), em 1976, e fiz agronomia na Universidade Federal da Paraíba, a segunda escola com esse curso de nível superior no Nordeste.

Se tem alguém que está no mundo da agricultura desde muito cedo, sou eu, pois sou filho de cortador de cana lá de Pernambuco.

BG – O que o novo secretário pode anunciar para os agricultores e assentamentos do sul da Bahia?

Eu não sou estranho a esses segmentos, pois sempre partilhei da agenda deles com o ex-secretário Jerônimo Rodriguez, por ter sido secretário de relações institucionais. Nós somos velhos conhecidos. Mesmo antes de estar no governo, sempre estive ao lado deles. Não tenho um recado específico, pois esse pessoal me conhece, e tem ciência das ações da secretaria.

Belmonte, a capital do Guaiamum, vive estado de alerta em relação à dengue

O guaiamum de Belmonte tem a companhia do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Fotos: Google.

O Boletim Epidemiológico de Arboviroses da Bahia, edição 2018, informa que 44 municípios apresentaram índices relacionados à dengue que configuram estado de alerta.

Belmonte faz parte da lista por ter apresentado coeficiente de incidência (CI) acima de 100 casos por 100 mil habitantes. Ao todo, foram registrados 250 casos de dengue em 2018 na “Capital do Guaiamum”.

Entre os 10 municípios que apresentaram maior CI para dengue na Bahia, 8 estão localizados na região oeste.

De acordo com o boletim da secretaria estadual de saúde, em 2018 ocorreram 3 óbitos devido à doença nos municípios de Bom Jesus da Lapa (01), Canápolis (01) e Casa Nova (01).

Veja a tabela publicada no boletim.

O boletim pode ser lido neste link.

CREA-BA vai atuar na avaliação técnica das barragens

Reunião em Barra do Rocha. Foto: Alline Meira/Ascom/Amurc.

Na 3ª reunião com prefeitos, vereadores, autoridades e a sociedade civil organizada nesta quinta-feira, 7, em Barra do Rocha, para discutir ações preventivas relacionadas à barragem da Mirabela e demais barragens instaladas na região, foi firmado um acordo de cooperação técnica entre o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA/BAHIA) e a Amurc/municípios.

O termo de parceria assinado entre o CREA-BA e a AMURC, visa, dentre outras ações de parceria, a segurança das barragens instaladas nos municípios banhados pelo Rio de Contas. O presidente do órgão, Luis Edmundo Prado de Campos se comprometeu através das entidades de classes que fazem parte do Conselho, analisar tecnicamente os documentos fiscalizatórios apontados pelas empresas gestoras e o órgão público licenciador e fiscalizador.

A parceria prevê a visita do CREA aos empreendimentos, caso necessário, com o objetivo de verificar mais de perto os equipamentos fiscalizados. Entre outros encaminhamentos da reunião promovida pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira e o Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas (CIMURC), ficou definido a realização de audiências públicas com os municípios banhados do Rio de Contas, com a participação do CREA e autoridades regionais para discutir ações preventivas locais.

A reunião contou com a participação do prefeito de Jequié e presidente do Cimurc, Luiz Sérgio Gameleira, que chamou a atenção da existência de outras barragens na região, como Maracás, de Pedra do Cavalo e a do Funil. A ideia, segundo ele, é fortalecer o grupo de municípios banhados pelo Rio de Contas e junto com as empresas estabelecer um calendário de prestação de contas dessas barragens.

Ainda sobre o assunto, o prefeito de Barra do Rocha, atual vice-presidente da Amurc, Luís Sérgio Alves destacou que o presidente da União dos Municípios da Bahia – UPB, Eures Ribeiro, está agendando uma audiência com o governador do Estado e os órgãos responsáveis pela fiscalização das barragens da Bahia. A ideia, segundo o gestor, é pensar em conjunto com as instituições, ações preventivas para os municípios.

Rui reafirma educação como prioridade de governo durante abertura dos trabalhos da Alba

Foto: Manu Dias.

O governador Rui Costa participou na tarde desta segunda-feira, 4, da abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Salvador. Durante a sessão solene, o chefe do executivo realizou a leitura da mensagem anual, em que tratou da importância de manter a sintonia com a Casa, relembrou conquistas e listou os principais desafios para os próximos quatro anos.

Rui afirmou que “a correria continua. O caminho é olho no olho, verdade e seriedade. É não olhar em qual município estamos atuando e ter como maior preocupação o que realmente importa: governar para cuidar de gente”.

No discurso, o governador fez questão de ratificar a educação como grande prioridade do quadriênio. “Nosso foco será a aprendizagem e usaremos a nossa estrutura educacional para capacitar professores, diretores e coordenadores pedagógicos, mobilizar a comunidade e envolver as famílias para potencializar o ato de aprender”, disse.

Rui destacou que “educação não é tarefa apenas dos gestores públicos. É algo que se constrói pela sociedade e pelas famílias. Portanto, faremos uma grande mobilização para colher, ao longo dos quatro anos, uma melhoria substancial nos indicadores educacionais na Bahia”.

Ainda sobre educação, ele ressaltou que “a fim de continuar melhorando a infraestrutura escolar, serão construídas 60 unidades escolares e entregues 600 quadras cobertas até 2022″ e que “uma estrutura física melhor possibilita que os estudantes tenham melhor desempenho”.

Relação com a Alba

Na ocasião, o governador também parabenizou o deputado Nelson Leal, escolhido para presidir a Alba, e os demais deputados e deputadas estaduais eleitos e reeleitos. O governador fez uma saudação especial à bancada feminina, que “se ampliou nessa legislatura, mostrando que a mulher vem ocupando os espaços que lhe são devidos em todas as instâncias da vida social”.

Em resposta, no encerramento da sessão, o presidente da Alba declarou que “o modelo de gestão da Assembleia será compartilhado entre todos os 63 deputados” e que “o governador pode contar com a Casa, para que juntos possamos nos debruçar sobre os problemas vividos pelos baianos”.

Marcelino Galo assume liderança da bancada do PT na Assembleia Legislativa

Sai Joseildo (à direita), entra Marcelino na liderança do PT na ALBA. Foto: Ascom.

Foi escolhido por unanimidade, em reunião realizada ontem, 29, o novo líder da bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa da Bahia. A partir do dia 1º de fevereiro, o cargo que hoje é do deputado estadual Joseildo Ramos (PT) será ocupado pelo deputado estadual Marcelino Galo (PT).

De acordo com Joseildo, que deve assumir mandato como deputado federal com o anúncio do restante da reforma do secretariado de Rui Costa (PT), a decisão foi pensada de forma estratégica. “O líder do Governo é liderado pela bancada do PT e o líder do PT é liderado pela bancada do Governo. Marcelino Galo e Rosemberg Pinto estão comprometidos em criar o ambiente ideal para fortalecer e dar a devida sustentação a essa nova fase do Governo Rui Costa”, afirmou.

Lista parcial de secretários traz Davidson Magalhães no Trabalho e Bebeto fora, por enquanto

O governador Rui Costa anunciou uma lista parcial do novo secretariado que vai ajudá-lo na gestão da Bahia até 2022. A divulgação ocorreu no programa #Papo Correria, desta terça-feira, 29, transmitido no Facebook.

A relação traz Davidson Magalhães (PC do B) na secretaria do trabalho, tira Walter Pinheiro da educação e o coloca no planejamento. André Curvello continua na comunicação e Fabio Vilas-Boas permanece na saúde. A de agricultura traz o Professor da UESB, Lucas Teixeira Costa. O deputado federal Bebeto Galvão (PSB), em final de mandato, até o momento não aparece no grupo. Novos secretários serão anunciados nos próximos dias.

Veja a lista.

Ufob abre seleção para mestrado em ciências humanas e sociais

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) está com inscrições abertas até 18 de janeiro para a seleção do mestrado em Ciências Humanas e Sociais. Para concorrer às 14 vagas, é preciso ter diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento e preencher o formulário eletrônico. Após isso, é preciso pagar a taxa de inscrição no valor de R$100 (saiba aqui como fazer).  Os candidatos participantes do cadastro único para programas sociais do Governo Federal podem solicitar isenção de pagamento da inscrição até 8 de janeiro.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais (PPGCHS) é composto pela área de concentração “Sociedade e Cultura” e duas linhas de pesquisa: ‘Linguagem, cultura e poder’ e ‘Sociedade, políticas públicas e sustentabilidade’. De acordo com o Edital, a área de concentração visa investigar temas fundantes da vida em sociedade e relações culturais. Estruturada nos Estudos Culturais, privilegia os textos da cultura ou as textualidades culturais em suas análises da sociedade.

O processo seletivo terá cinco etapas: prova de conhecimentos gerais; anteprojeto de pesquisa;  entrevista; prova de língua estrangeira; e avaliação de currículo. O resultado final será divulgado em 29 de março.

Clique nos links para ver o edital e a retificação do mesmo.

Mais informações no site ppgchs.ufob.edu.br.