Empresa Sysvale é favorita para vencer licitação em Ilhéus

Notinhas.

Fontes privilegiadas do governo Marão afirmam que a empresa Sysvale Softgroup reúne todas as condições para vencer uma licitação que será realizada nesta quinta-feira, 28, por meio de pregão eletrônico.

A Sysvale é “favoritaça” para assumir um contrato que prevê o fornecimento de um sistema de gestão saúde web para a secretaria comandada por Geraldo Magela. O edital não informa o valor estimado da aquisição.

A abertura das propostas ocorrerá às 9 horas e a disputa pública às 9h15min.

Daremos mais explicações após o resultado.

A conferir.

Por ordem de Marão, “mainha” continua deputada nos textos da Secom

Notinhas.

Ângela Sousa e Mário Alexandre: no coração do menino,”mainha” jamais deixará de ser deputada.

Contemporânea de autodeclarados presidentes de países e de filhos que governam nações (e demitem ministros) junto com os pais, a secretaria de comunicação de Ilhéus segue linha parecida.

Por ordem do prefeito Mário Alexandre, nos textos da Secom a ex-deputada estadual Ângela Sousa deve continuar sendo tratada como parlamentar.

Num texto enviado à imprensa no dia 11 de fevereiro, ao especificar os integrantes da comitiva que acompanhou o prefeito durante visita à zona rural, a mãe do gestor foi chamada de “deputada Ângela Sousa”.

Marão tem consciência de que a mãe não foi reeleita por culpa exclusiva dele. Para aliviar seus arrependimentos, adota medida inócua, que só altera fantasiosamente o rumo da linguagem numa frase inexpressiva.

Da próxima vez, se quiser Marão poderá exigir “deputada” com letra inicial maiúscula, mesmo não sendo substantivo próprio. Talvez dê mais destaque ao parágrafo. Quem sabe?

Sesab alerta para o risco de doenças no Carnaval

Sarampo. Foto: internet.

Em função do risco de ocorrência de doenças imunopreveníveis (preveníveis com vacinas) durante o período de Carnaval, a Secretaria da Saúde do Estado, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), recomenda que a população esteja atenta para o surgimento de sintomas de doenças imunopreveníveis, como sarampo, rubéola, influenza, meningite, coqueluche, entre outros agravos, e adverte que deve ser procurada uma unidade de saúde caso apresente sinais e sintomas.

Como medidas preventivas, a Sesab recomenda dicas difíceis de seguir para quem pula o carnaval no meio da galera. Lavagem das mãos várias vezes ao dia, principalmente antes de consumir algum alimento; evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável; utilizar lenço descartável para higiene nasal; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; higienizar as mãos após tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; manter os ambientes bem ventilados; evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza; evitar sair de casa em período de transmissão da doença; evitar aglomerações e ambientes fechados; adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Para os profissionais de saúde, está sendo divulgado um alerta epidemiológico, chamando atenção para a necessidade de serem intensificadas as ações de assistência e vigilância em saúde, e que seja desencadeada a notificação e investigação de casos suspeitos.

A Divep adverte que os casos suspeitos devem ser notificados em até 24 horas, no caso de unidades de Salvador ao plantão do CIEVS Salvador e/ou CIEVS Bahia, e no caso de outros municípios, ao CIEVS Bahia, através dos telefones 3116.0017; 3116.0036, 3116.0018 ou 99994.1088.

Policlínica de Itabuna e Ilhéus abre seleção para profissionais de saúde

A Policlínica Regional de Itabuna e Ilhéus, de responsabilidade do governo estadual, está em fase final de construção.

Erguida na Avenida J.S. Pinheiro, em Itabuna, a perspectiva é que inicie os atendimentos aos usuários do SUS no segundo semestre de 2019.

O equipamento será administrada por um consórcio público e já iniciou processo seletivo para contratação de profissionais de saúde (veja o edital e a retificação do mesmo).

Serão contratados médicos, enfermeiros, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, ouvidores, assessores técnicos, assistentes sociais, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia,  assistentes administrativos, dentre outras funções.

Ao todo serão oferecidas 72 vagas. Os salários variam de R$ 1.188,13 a R$ 5.000,00.

As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de março no site da Fundação Cefet. Será cobrada taxa de inscrição entre 60 a 90 reais.

Os candidatos deverão passar por uma prova de conhecimentos, com questões objetivas, que será aplicada no dia 07 de abril de 2019, às 7 da manhã.

Inscrições neste link.

Casos de dengue no Brasil aumentam 149% em janeiro; chikungunya diminui 51%

Mosquito Aedes aegypti. Foto: internet.

Da Agência Brasil.

O número de casos prováveis de dengue registrados no Brasil em janeiro deste ano mais que dobrou em comparação ao mesmo período de 2018. De acordo com o Ministério da Saúde, até o dia 2 de fevereiro, o aumento era de 149%, passando de 21.992 para 54.777 casos prováveis – uma incidência de 26,3 casos por 100 mil habitantes.

Ainda segundo a pasta, foram registradas, até o momento, cinco mortes provocadas pela doença, sendo uma no Tocantins, uma em São Paulo, duas em Goiás e uma no Distrito Federal. Em 2018, foram notificados 23 óbitos por dengue.

Por meio de nota, o ministério avaliou que os dados epidemiológicos alertam para a necessidade de intensificação das ações de eliminação de focos do Aedes aegypti em todas as regiões do país. “São ações que envolvem gestores estaduais, municipais, governo federal e a população”.

Regiões

De acordo com o boletim, a região Sudeste concentra 60% (32.821) do total de casos registrados no país em 2019. Em seguida estão as regiões Centro-Oeste, com 10.827 casos de dengue; Norte, com 5.224 casos; Nordeste, com 4.105 casos e Sul, com 1.800 casos.

Em relação à incidência, que considera a proporção de casos com o número de habitantes, Centro-Oeste e Sudeste apresentam os maiores dados: 67,3 casos por 100 mil habitantes e 37,4 casos por 100 mil habitantes, respectivamente.

Quando comparados os dados entre 2018 e 2019, o Sul apresenta o maior índice de crescimento de casos, 597,7%, passando de 258 para 1.800 casos prováveis. O Sudeste teve aumento de 472,6%, saindo de 5.732 para 32.821 casos. O Norte tem índice de 233%, saindo de 1.569 para 5.224 casos. E o Nordeste registra crescimento de 37,6%, passando de 2.983 para 4.105 casos.

O Centro-Oeste, segundo o balanço, é a única região do país que apresentou redução nos números, de 5,4%, saindo de 11.450 para 10.827 casos prováveis de dengue.

Estados

O levantamento mostra que dois estados registraram aumento de mais de 1.000% no número de casos de dengue  – Tocantins, com crescimento de 1.369%, saindo de 210 para 3.085 casos prováveis; e São Paulo com aumento de 1.072%, passando de 1.450 para 17.004 casos prováveis.

Outros dois estados, segundo o ministério, apresentaram crescimento considerado significativo: Paraná, com aumento de 648,6%, saindo de 214 para 1.602 casos; e Santa Catarina, com 644%, passando de 18 para 134 casos.

Em relação à incidência, destacam-se Tocantins, com 198,4 casos por 100 mil habitantes; Acre, com 163,7 por 100 mil habitantes; Goiás, com 108,7 por 100 mil habitantes; Mato Grosso do Sul, com 79,7 por 100 mil habitantes; Espírito Santo, com 61,9 por 100 mil habitantes; e Minas Gerais, com 58,9 por 100 mil habitantes.

Zika

Ainda de acordo com o boletim, até 2 de fevereiro, foram notificados 630 casos de infecção pelo vírus Zika em todo o país – uma redução de 18% em relação ao mesmo período de 2018, quando haviam 776 casos. A taxa de incidência da doença no Brasil é de 0,3 casos por 100 mil habitantes.

O Norte apresentou o maior número de notificações, 410 casos. Em seguida, aparecem as regiões Sudeste, com 119 casos; Nordeste, com 49 casos; Centro-Oeste, com 43 casos; e o Sul, com 9 casos.

Chikungunya

Já em relação ao chikungunya, o Brasil apresentou redução de 51% nos casos este ano em relação ao mesmo período de 2018. Até 2 de fevereiro, foram registrados 4.149 casos prováveis de infecção contra 8.508 casos notificados no ano passado.

A incidência, em 2019, está em 2 casos por 100 mil habitantes. Entre as regiões, o Norte do país apresentou o maior número de casos, 2.730. Em seguida, aparecem Centro-Oeste, com 789 casos; Nordeste, com 446 casos; Sul, com 94 casos; e Centro-Oeste, com 90 casos.

Sempre com seguranças, Marão só participa de festas de carnaval em ambientes fechados

Notinhas.

Marão transpira falsa alegria na festa do “Chap, Chap”. Imagem extraída de vídeo.

O prefeito de Ilhéus vive praticamente confinado, não por opção, mas por necessidade.

No último final de semana, Marão foi a duas festas de carnaval em ambientes fechados, a do “Chap, Chap”, no bairro da Conquista, e a do bloco “Os Caretas”, na Cidade Nova. A presença de seguranças não foi dispensada.

Rejeitado pela população sempre disposta a vaiá-lo ou a lhe fazer reclamações sobre o governo, Mário interrompeu suas participações sucessivas entre “As Muringuetes” do Pontal, bloco que mais gosta e que ajuda financeiramente há muitos anos, bem antes de ser prefeito.

Os participantes do bloco pontalense, na imensa maioria homens, saem pelas ruas vestidos como mulheres esbanjando irreverência. O estilo do bloco, sempre bem humorado, agrada bastante Marão.

Segundo informações de fontes privilegiadas, ele foi aconselhado a não sair na agremiação carnavalesca. A situação o deixou triste, mesmo assim, a ajuda financeira foi mantida.

Para tentar passar a impressão de que tudo anda bem, Marão gravou um vídeo no “Chap, Chap” para o Facebook. Na gravação ele demonstra alegria forçada, sem naturalidade, e chega a afirmar que esteve nas Muringuetes.

A informação não procede, pois a impopularidade o impediu de se aproximar do bloco.

Atualizado às 14h36min., de 27/02/2019.

Integrantes do “Chap, Chap” esclarecem que a festa deles não foi fechada. Os foliões desfilaram em algumas ruas da Conquista ao som de marchinhas de Carnaval, porém, Mário Alexandre não os acompanhou. O prefeito esteve na Praça Santa Rita rapidamente, cumprimentou algumas pessoas e foi até a sede do “Chap, Chap” para fazer a gravação do vídeo.

Nomeação de Manzo, o assessor que sabe demais, gera crise entre os vereadores Tarcisio e Escuta

 

Manzo está com medo de andar sozinho nas ruas. Foto: Whatsaap.

Osman Antônio Lima, conhecido como Manzo, tem longa trajetória na Câmara de Vereadores de Ilhéus. Foi assessor e homem de confiança dos ex-vereadores Joabes Ribeiro, Gilmar Sodré, Alisson Mendonça e Lukas Paiva. Ao todo, soma 22 anos de casa.

Humilde, extrovertido e cumpridor de palavra, com o passar do tempo ganhou a confiança de outros parlamentares que não tinham vínculos com ele. A esses, cujos nomes não convêm mencionar, fez favores diversos, até mesmo depósitos em contas bancárias de amantes.

Certa vez, inadvertidamente ele avisou à amante X que o dinheiro já estava na conta. O problema é que a mesada entrou na conta da amante Y, e uma ficou sabendo da existência da outra. Por conta da confusão, o vereador polígamo virou desafeto de Manzo.

Quando Tarcisio Paixão (PP) presidiu a Câmara (2015-2016), pagamentos a algumas empresas,  feitos em cheques, foram parar nas mãos de Manzo para que fossem descontados. As quantias retiradas das agências bancárias foram entregues a assessores do presidente.

A partir das operações Citrus e Prelúdio, o Ministério Público da Bahia tomou ciência dos cheques e Manzo foi convidado a depor. Homem simples e alheio às malandragens, contou tudo ao MP.

Lotado no gabinete do vereador Luiz Carlos Escuta (PP), Manzo afirma sofrer perseguições de Tarcisio por ter sido sincero em seus depoimentos. O ex-presidente, hoje investigado, estaria exigindo do colega Escuta a exoneração do assessor por conta dos relatos sobre os cheques. Essa informação foi confirmada por duas fontes distintas.

Escuta não está disposto a exonerar Manzo, e, por conta disso, os dois vereadores do PP estão em crise.

Não conseguimos falar com o vereador Tarcisio Paixão.

Com ampla formação agrícola, Josias Gomes afirma estar preparado para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Josias Gomes. Foto: Google.

O Blog do Gusmão entrevistou na última segunda-feira, 18, o deputado federal (licenciado) Josias Gomes (PT), definido pelo governador da Bahia, Rui Costa, como o novo secretário de desenvolvimento agrário.

Na ocasião, Josias falou sobre o novo desafio no governo baiano.

BG – Quais são os seus planos para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário?

Essa secretaria foi criada pelo governador Rui Costa, na primeira gestão dele [2015-2018], com o propósito específico de trabalhar pela agricultura familiar por ser um segmento muito importante da nossa economia.  A iniciativa deu certo. Rui escolheu um secretário com vivência [Jerônimo Rodriguez, um agrônomo] que montou uma equipe importantíssima para os movimentos sociais que lutam pela reforma agrária, e para os agricultores de um modo geral. O trabalho foi iniciado com muita solidez.

O que eu tenho que fazer é muito pouco, pois a largada foi muito boa. Deverei dar continuidade no atendimento aos trabalhadores rurais, e fazer ajustes muito pequenos para continuar o trabalho.

BG – Como recebeu essa nova missão definida pelo governador Rui Costa?

Primeiro, agradeço ao governador por confiar em mim, mais uma vez, para fazer parte da equipe. Segundo, encaro como mais uma das responsabilidades e desafios que me foram colocados. Tenho clareza que buscarei atender as expectativas do governador, com o apoio dos movimentos sociais que lutam pela reforma agrária e agricultura familiar, e por todos esses segmentos que têm lá na Secretaria de Desenvolvimento Agrário o seu espaço privilegiado de inserção com o governo.

BG – Josias Gomes se considera preparado tecnicamente para o cargo?

Eu tenho uma particularidade, Gusmão. Eu sou mestre agrícola, com diploma e formado no Ginásio Agrícola de Escada (PE), em 1973. Depois me formei em técnico agrícola no Colégio de Belo Jardim (PE), em 1976, e fiz agronomia na Universidade Federal da Paraíba, a segunda escola com esse curso de nível superior no Nordeste.

Se tem alguém que está no mundo da agricultura desde muito cedo, sou eu, pois sou filho de cortador de cana lá de Pernambuco.

BG – O que o novo secretário pode anunciar para os agricultores e assentamentos do sul da Bahia?

Eu não sou estranho a esses segmentos, pois sempre partilhei da agenda deles com o ex-secretário Jerônimo Rodriguez, por ter sido secretário de relações institucionais. Nós somos velhos conhecidos. Mesmo antes de estar no governo, sempre estive ao lado deles. Não tenho um recado específico, pois esse pessoal me conhece, e tem ciência das ações da secretaria.

Prefeitura de Ilhéus faz licitação de medicamentos que desrespeita orientações do TCU

Licitação de Marão não segue orientações do TCU.

Em primeira mão.

O secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, mandou publicar no Diário Oficial no dia 18 de fevereiro um edital de licitação para compra de medicamentos.

A publicação prevê que a modalidade empregada para conseguir o melhor preço será “por lote”. A “regra” contradiz a Súmula 247 do Tribunal de Contas da União (TCU), que tornou obrigatória a modalidade “por item”, para que haja ampla participação de concorrentes, e com isso, economia de recursos públicos.

Leia o que diz a súmula do TCU

“É obrigatória a admissão da adjudicação por item e, não, por preço global, nos editais das licitações para a contratação de obras, serviços, compras e alienações, cujo objeto seja divisível, desde que não haja prejuízo para o conjunto ou complexo ou perda de economia de escala, tendo em vista o objetivo de propiciar a ampla participação de licitantes que, embora não dispondo de capacidade para a execução, o fornecimento ou a aquisição da totalidade do objeto, possam fazê-lo com relação a itens ou unidades autônomas, devendo as exigências de habilitação se adequar a essa divisibilidade”.

Na publicação “Orientações para Aquisição de Medicamentos”, o TCU afirma que “no caso de aquisições de medicamentos, a adjudicação por lote”, como prevê a licitação de Geraldo Magela, ”restringe a participação ao certame a distribuidoras que vendam a totalidade dos medicamentos do lote e/ou a fabricantes que produzam a totalidade dos medicamentos.

De acordo com o TCU, esse tipo de licitação “pode impedir, inclusive, a participação de laboratórios públicos”

“Considerando o mercado de medicamentos, em que pode haver distribuidor exclusivo, bem como laboratórios que produzem apenas determinados medicamentos, uma alocação de medicamentos em lotes pode diminuir a competitividade e, portanto, prejudicar a escolha da proposta mais vantajosa”, orienta o Tribunal.

Outro lado.

Geraldo Magela disse ao BG que vai submeter o questionamento ao departamento jurídico, responsável pela aprovação do edital. De acordo com o secretário, a sugestão da modalidade “por lote” partiu da equipe.

Ele admitiu a possibilidade de anular o edital.

Diário Oficial revela indicações “domésticas” de Alisson no governo Marão

Notinhas.

Marão e Alisson: “domésticos”.

A edição nº 48 do Diário Oficial do Município de Ilhéus, publicada ontem (terça-feira, 19), foi preparada sob medida pelo Alto Comando de Uruçuca/Itabuna (ACUI) contra o ex-secretário da Seplandes, Alisson Mendonça.

Quando constituiu plena convicção de que o prefeito Mário Alexandre iria exonerá-lo, Alisson saiu atirando. Por meio de um vídeo, afirmou que Marão faz um governo “doméstico”.

A resposta do Alto Comando de Uruçuca/Itabuna (ACUI) foi discreta e perspicaz. As primeiras páginas da citada edição do Diário Oficial trazem as exonerações de Alisson e de dois de seus irmãos (Alexandre e Vinicius). Ao todo, dez pessoas ligadas ao ex-secretário deixaram a prefeitura.

O fato prova que Alisson, de maneira contraditória à mensagem do vídeo, fez indicações com o critério da domesticidade. A palavra que remete ao lar e à família foi usada sem o devido cuidado.

O diário também revela que as exonerações não foram “a pedido”. A determinação saiu do prefeito e do seu estafe alienígena (confira).

Vídeo: manifestantes agridem Marão na saída da Câmara de Vereadores

Marão, de camisa branca, entra rapidamente no seu carro para evitar mais agressões. Imagem extraída de vídeo.

Manifestantes agrediram com palavras o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, na tarde desta terça-feira, 19, após a sessão da Câmara de Vereadores que abriu os trabalhos legislativos de 2019.

Para entrar e sair do Palácio Teodolino Ferreira, a presença da Policia Militar e da Guarda Municipal foi importante na garantia da integridade física do gestor.

Apesar do governo ter reunido ex-servidores contratados da Secretaria de Desenvolvimento Social para fazer claque favorável, com a promessa de recontratação, o grito dos insatisfeitos foi mais forte.

Dentro do plenário, os dois grupos gritaram ao mesmo tempo e a mensagem do prefeito lida no púlpito quase não foi ouvida.

Marão faz um governo mal avaliado. No dia 01 de fevereiro o BG divulgou pesquisa sobre o desempenho da gestão.

Dos entrevistados, 73.28% afirmam que a administração é péssima ou ruim (mais detalhes aqui).

Vídeo que circula no Whatsaap mostra o prefeito sendo xingado na saída da Câmara de Vereadores. Assista.

 

Marão passa vergonha na Câmara de Vereadores

Imagem: site Pimenta.

A simples presença do prefeito Mário Alexandre nesta terça-feira, 19, na Câmara de Vereadores de Ilhéus, mobilizou um aparato de segurança comum aos governadores e chefes de Estado.

Policiais militares de grupos especiais fizeram a segurança do gestor. Para evitar superlotação, desde cedo funcionários da câmara entregaram senhas aos interessados em assistir a abertura dos trabalhos em 2019.

Segundo o site O Tabuleiro, quando chegou à Câmara de Vereadores Marão recebeu muitas vaias e foi xingado de “ladrão”, além de outros palavrões impublicáveis.

Crônica de uma morte anunciada: Alisson Mendonça deixa o governo Marão

Marão e Alisson na campanha de 2016. Foto: arquivo BG.

Na manhã desta terça-feira, 19, o secretário de planejamento e desenvolvimento sustentável de Ilhéus, Alisson Mendonça, divulgou vídeo no facebook em que informa sua saída do governo Marão.

Alisson já tinha ciência de que o prefeito Mário Alexandre iria exonerá-lo a pedido de 11 vereadores.

Dessa forma, resolveu adiantar o processo. Na gravação, o secretário afirma que Marão não consegue dar unidade à sua equipe e faz uma gestão muito doméstica.

Assista.

Uruçuca: Moacyr reitera união entre os poderes

Prefeito Moacyr Leite durante abertura dos trabalhos legislativos de 2019. Foto: Ascom/Uruçuca.

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite, participou na última sexta-feira, 15, da abertura dos trabalhos Legislativos na Câmara de Vereadores do Município. Junto com os secretários municipais, o prefeito desejou sucesso e reiterou a renovação do trabalho realizado nos últimos anos, apontado pelos vereadores como fundamental para o desenvolvimento do município. 

Moacyr parabenizou a nova mesa diretora da casa e os demais vereadores presentes e garantiu que seguirá firme em conjunto com os parlamentares por uma Uruçuca cada vez melhor. “Não medirei esforços para nos manter na rota do crescimento, melhorando os serviços e realizando obras, como a população merece”.

Na oportunidade, Moacyr apresentou um balanço dos dois primeiros anos de governo e os projetos e propostas para os próximos anos. O prefeito foi muito aplaudido pelos presentes. A Presidente da Câmara, Magnólia Barreto, confirmou que a união foi fundamental para a realização de projetos importantes para a comunidade e adiantou que continuará trabalhando em parceria com a prefeitura para que Uruçuca continue no caminho do desenvolvimento.