Anvisa faz alerta sobre ivermectina e não recomenda uso contra Covid-19

Prefeituras pelo Brasil anunciaram que vão distribuir o medicamento à população.

Do UOL:

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) fez um alerta ontem diante das notícias recentes de que algumas prefeituras pelo Brasil distribuirão o medicamento ivermectina como forma de tratamento e até prevenção à covid-19. Segundo o órgão ligado ao Ministério da Saúde, o seu uso não é recomendado para a doença causada pelo coronavírus.

A agência foi taxativa ao afirmar em nota que “não existem estudos conclusivos que comprovam o uso desse medicamento para o tratamento da covid-19”. Além disso, reforçou que “o uso de medicamentos sem orientação médica e sem provas de que realmente estão indicados para determinada doença traz uma série de riscos à saúde”.

A Anvisa lembrou que a ivermectina é um medicamento recomendando contra parasitas. Em estudos recentes, o remédio até mostrou resultados positivos contra uma ampla gama de vírus, mas a conclusão foi feita com base apenas em estudos in vitro, ou seja, sem a etapa seguinte de testes em humanos.

“Os resultados encontrados in vitro não podem ser tomados como verdadeiros in vivo”, advertiu o órgão, acrescentando que há apenas um estudo em andamento no Brasil para a comprovação da eficácia do medicamento contra a covid-19. A iniciativa, porém, tem previsão de conclusão para julho de 2021 e não teve a anuência da Anvisa.

O órgão ligado ao Ministério da Saúde ainda demonstrou preocupação com a falta de dados sobre a ivermectina “que indiquem qual seria a dose, posologia ou duração de uso adequada para impedir a contaminação ou reduzir a chance de gravidade da doença.”

Mesmo não existindo ainda medicamentos aprovados para a prevenção e tratamento da covid-19 no Brasil, cidades como Itajaí (SC) começaram nesta semana a distribuir doses da ivermectina à população. Só no município catarinense, mais de 3 milhões de doses foram compradas.

Prorrogado toque de recolher em Itaberaba até 16 de julho

A circulação noturna de pessoas em Itaberaba segue restrita até o dia 16 de julho. A medida de enfrentamento ao novo coronavírus, que terminaria nesta quinta-feira (9), foi prorrogada mais uma vez, em atuação conjunta dos poderes públicos estadual e municipal.

Conforme decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta (10), a restrição compreende o período das 18h às 5h, quando ficam proibidos a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias.

Ubatã terá lockdown de três dias a partir da próxima segunda-feira

Lockdown terá início na próxima segunda-feira (13).

A cidade de Ubatã terá lockdown (bloqueio total) e toque de recolher a partir da próxima segunda-feira, 13, como forma de conter o avanço da Covid-19. O anúncio das medidas foi realizado pelo secretário de administração, Expedito Rigaud, em entrevista a Rádio Povo, na quinta-feira, 9.

De acordo com o pronunciamento, os estabelecimentos deverão permanecer fechados até o próximo dia 16, com exceção dos serviços essenciais, como farmácias e postos de combustíveis. Ainda de acordo com o gestor, o toque de recolher vai funcionar das 18h às 5h, com restrição ao tráfego de pessoas até o fim do mês de julho.

Conforme o último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quinta, Ubatã já registrou 218 casos da Covid-19, com 81 pacientes curados e cinco mortes confirmadas.

* Com informações do A Tarde.

Valença: idoso com coronavírus teve causa da morte como pneumonia; MP pede esclarecimentos

Valença.

O Ministério Público estadual, por meio das promotoras de Justiça Cláudia Didier de Morais Pereira Santos e Andréa Ariadna Santos Correa, oficiaram ontem (quinta, 09)  a Secretaria de Saúde de Valença para que preste esclarecimentos sobre a liberação do corpo de um idoso de 80 anos à sua família.

A liberação teria sido feita sem que a família fosse informada de que a causa da morte poderia ser infecção por coronavírus. O MP apurou que o idoso morreu de pneumonia na Santa Casa de Misericórdia, no dia 4 de julho.

Segundo as promotoras, como havia suspeita da doença, foram realizados exames laboratoriais, que vieram a confirmar o resultado positivo para Covid-19. As promotoras afirmam que a falta de informação fez com que a família realizasse o velório do idoso em caixão aberto, expondo a risco a saúde pública.

No ofício, elas questionam se o corpo foi liberado com pendência de exames e, em caso positivo, “por que a família não foi informada sobre a suspeita e os cuidados para o manejo do corpo nesse caso”, o que é exigido por diretrizes do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde. Questionam também se as pessoas que tiveram contato com o corpo do idoso estão sendo monitoradas ou estão em isolamento.

As promotoras perguntam ainda se, nos casos de suspeita de contaminação e morte por coronavírus, as funerárias estão sendo informadas e requisitam informações a respeito das medidas adotadas pelo Município de Valença para evitar a proliferação do coronavírus e proteger os profissionais de saúde, os parentes dos infectados e outros pacientes internados nas unidades de saúde. A secretaria tem dez dias para responder os questionamentos do MP.

Rui alerta para crescimento de casos de Covid-19 no interior e fala em colapso do sistema de saúde

Rui Costa alertou para desrespeito ao distanciamento

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (10), o governador Rui Costa falou sobre o combate à pandemia de Covid-19 na Bahia e fez um alerta para a população de que o desrespeito às medidas de distanciamento social está dificultando e atrasando a superação dos efeitos da pandemia no estado.

“Nós estamos fazendo um investimento grande em todas as regiões com a implantação de novos leitos e de unidades de retaguarda, mas isso não será suficiente se cada um não fizer sua parte. Desde o período das festas juninas, temos registrado um crescimento alarmante no número de casos no interior. Se as taxas de contágio continuarem crescendo, chegará um momento que, independente do investimento que façamos na criação de novos leitos de UTI, o nosso sistema de saúde pode entrar em colapso”.

O governador afirmou que medidas mais rígidas devem ser tomadas nos municípios para conter o aumento no número de infectados.

“Hoje temos cerca de 90 cidades com taxas muito altas e estamos muito preocupados. Nos últimos dois dias eu me reuni com 64 prefeitos e hoje irei conversar com mais 33 para identificar as razões e elaborar ações que barrem esse crescimento. Mas tudo passa, sem dúvida, pela importância das pessoas ficarem em casa a fim de evitar o contágio. Por isso nós precisamos de medidas drásticas para os próximos dias com o objetivo de impedir a formação de aglomerações”.

Rui também fez um apelo para os jovens. “Eu gostaria de mandar essa mensagem para nossos jovens, que hoje representam o grupo mais expressivo de contaminados na Bahia. Gostaria de pedir que pensem em seus pais, tios e avós, que já não têm a mesma saúde que vocês. Ao sair de casa, além de se colocarem em risco, também estão expondo eles ao vírus. Já aguentamos por tanto tempo e, se todos fizerem sua parte, em breve iremos superar e doença terrível.”

Covid-19: áudio do Dr. Espírito Santo recomenda uso de Ivermectina; epidemiologista da UESC afirma que efeitos positivos não foram provados

Ivermectina: a substância “milagrosa” mais comentada nas redes sociais.

 

Reportagem: Emilio Gusmão.

Num áudio que circula no Whatsapp, o médico geriatra Antonio Espírito Santo, profissional muito respeitado em Ilhéus, recomenda o uso da substância Ivermectina para reforçar o organismo contra os efeitos nocivos da Covid-19.

A Ivermectina é uma medicação usada para o tratamento de verminoses, sarna (escabiose) e piolhos (pediculose). Segundo o médico, a substância é muito usada na África e esse fato justifica a baixa incidência do novo coronavírus no continente.

Antonio Espírito Santo menciona cidades onde o uso gerou bons resultados e revela que profissionais da medicina têm usado a medicação.

Ouça o áudio do médico.

 

Sobre o uso da Ivermectina, o BG ouviu a epidemiologista e professora da UESC, Anaiá da Paixão Sevá, membro da equipe responsável pelo Informativo Epidemiológico Microrregião Ilhéus-Itabuna, publicado às quintas-feiras no site da universidade.

Anaiá Sevá disse que ainda não há estudos científicos comprovando a eficácia da medicação para o tratamento da Covid-19. A informação baseada na África não se justifica do ponto de vista epidemiológico, pois não é possível garantir que a baixa incidência está vinculada ao uso da Ivermectina. Podem existir fatores genéticos ou de outras características dos africanos que impedem ou amenizam os sintomas da Covid-19, explica a professora.

Anaiá Sevá: epidemiologista e professora da UESC. Foto: Jornal da USP.

“Será que todos os [pacientes] que não estão doentes foram de fato vermifugados? E os [pacientes] que estão doentes não foram vermifugados? Essa afirmação sobre a África pode ser considerada uma falácia ecológica. Esse erro ocorre quando abrange dados de uma população inteira (no caso de um continente) para justificar a causa [ou a baixa incidência] de uma doença sem especificar outros fatores”, disse a epidemiologista.

A professora reconheceu a existência de casos no Brasil em que pessoas usaram Ivermectina no tratamento da sarna, e posteriormente tiveram Covid-19, mas não a desenvolveram de forma grave. No entanto, ela adverte que não há estudos capazes de provar quais danos seriam causados, caso essas pessoas não tivessem usado o vermífugo. Anaiá explica que estudos com “grupos de controle” podem indicar o histórico e as características de quem usou ou não a Ivermectina, para que a eficácia da substância seja avaliada.

A professora admite a eficácia da Ivermectina em alguns casos observados, mas lembra que até agora, não há estudos comparativos entre quem tomou e quem não tomou.

“A medicação precisa sempre ser indicada pelo médico que está acompanhando o paciente. Todo medicamento, se for usado de forma incorreta, pode ser perigoso e causar efeitos prejudiciais à saúde”, advertiu Anaiá Sevá.

Preso na Bahia, Geddel Vieira testou positivo para Covid-19

Geddel.

Em um teste rápido, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, 61 anos, foi diagnosticado como positivo para a infecção por Covid-19. As informações foram dadas pelo advogado do ex-ministro ao portal G1 na quarta-feira (8).

Geddel cumpre pena no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, pela condenação no caso do bunker dos R$ 51 milhões.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia (Seap), Geddel tem apenas sintomas leves e já fez um exame de contraprova. Ainda de acordo com a secretaria, ele segue isolado de outros detentos.

* Com informações da Agência Estado.

Bahia tem mais cinco municípios com transporte suspenso; total chega a 376

Nova Fátima está na lista de municípios com transporte suspenso na Bahia.

Cocos, Itiúba, Iuiu, Nova Fátima e São Gabriel terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de sexta-feira (10). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (9).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 376 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Cocos, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Coronel João Sá, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

(mais…)

Feira de Santana: TJ-BA decide que Embasa deve cumprir lei e reduzir taxa de esgoto de 80 para 40%

O Tribunal de Justiça da Bahia apresentou um parecer favorável para a Associação de Defesa e Proteção dos Direitos do Consumidor do Estado da Bahia (Protege) na ação civil pública que pediu a redução de 80 para 40% sobre o consumo de água, para a tarifa de serviço de esgotamento sanitário no Município de Feira de Santana, prestado pela Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa).

A ação foi movida em 2018 por conta do descumprimento de uma lei municipal de 2016 de autoria do vereador Pablo Roberto. A Embasa recorreu e manteve a cobrança, porém na segunda-feira (6), o Tribunal de Justiça da Bahia determinou o cumprimento da lei. Segundo o advogado Magno Felzemburgh presidente da Protege, a decisão foi tomada por unanimidade.

“A lei foi aprovada pela Câmara Municipal e promulgada, porém não foi cumprida. Ingressamos com uma ação civil pública na justiça. A sentença foi dada favorável ao Protege pela juíza da 4ª Vara Cível Dalia Queiróz, que determinou que a Embasa cumprisse a lei. A Embasa recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça na segunda-feira (6), por unanimidade deu voto a favor do Protege, ou seja, contra a Embasa. A Embasa apelou e perdeu”, informou Magno ao site Acorda Cidade.

Segundo ele, a decisão cabe recurso. Ele disse também que o relator, o desembargador Mário Augusto Albiani Júnior, foi claro ao afirmar que o convênio entre a prefeitura e a Embasa não interfere no cumprimento da lei municipal.

“A resposta que o Tribunal deu foi a favor do consumidor de Feira de Santana e também respeita a autonomia legislativa da Câmara Municipal. Agora vamos aguardar os prazos de recurso, mas foi confirmada a decisão de que realmente quem decide sobre este percentual é o município de Feira de Santana. Mesmo que a Embasa tenha feito convênios com a prefeitura a termos de cooperação, o desembargador foi bem claro. Nada disso interfere no cumprimento de uma lei municipal. A decisão ainda não foi publicada, mas já está a disposição no site do Tribunal de Justiça”, afirmou.

* Informações do Acorda Cidade.

Mais seis cidades têm transporte suspenso na Bahia; total chega a 371

Lençóis entrou para a lista de municípios com transporte suspenso na Bahia.

Boa Nova, Caetanos, Guajeru, Lajedinho, Lençóis e Várzea da Roça terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quinta-feira (9). A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (8).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Mundo Novo, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 371 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Coronel João Sá, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

A restrição também inclui Governador Mangabeira, Guajeru, Guanambi, Guaratinga, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itamari, Itambé, Itanagra, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itororó, Ituberá, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Laje, Lajedão, Lajedinho, Lajedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macururé, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã, Nova Ibiá e Nova Itarana.

(mais…)

Fundador da Ricardo Eletro é preso por sonegação e lavagem de dinheiro

Ricardo Nunes.

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) e a Receita Estadual deflagraram na manhã desta quarta-feira (8) a operação “Direto com o Dono” que mira sonegação fiscal e lavagem de dinheiro na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ricardo Nunes, fundador da rede de lojas Ricardo Eletro, foi 1 dos presos.

A polícia cumpre 3 mandados de prisão e 14 de busca e apreensão. Desde as 6h da manhã, policiais cumprem mandados de busca e apreensão no centro da Ricardo Eletro, na região de Contagem (MG).

Outros 2 empresários do ramo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos também são alvos da operação. Segundo as investigações, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados em 5 anos. Informações do Poder360.

Bahia registra 3.675 casos novos de Covid-19 e 48 óbitos nas últimas 24 horas

Boletim Epidemiológico 07/07.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.675 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,2%), 48 óbitos (+2,2%) e 3.428 curados (+5,7%). Dos 91.954 casos confirmados desde o início da pandemia, 63.207 já são considerados curados, 26.531 encontram-se ativos e 2.216 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 394 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,25%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.293,00), Itajuípe (2.152,16), Ipiaú (1.796,26), Uruçuca (1.520,54) e Itabuna (1.496,56).

O boletim epidemiológico contabiliza 91.957 casos confirmados, 186.383 casos descartados e 90.571 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (7).

Na Bahia, 10.222 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.312 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.486 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 887 leitos exclusivos para o coronavírus, 717 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 81%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Bolsonaro testa positivo para Covid-19

Foi confirmado agora há pouco que o presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, testou positivo para Covid-19. Bolsonaro apresenta sintomas como febre alta e baixa saturação de oxigênio, motivo que o levou a cancelar sua agenda nessa manhã (07). Bolsonaro afirmou que, antes de saber o resultado, já estava tomando cloroquina.

Jequié: Presidente da Câmara testa positivo para Covid-19

“Tinho”.

O presidente da Câmara Municipal de Jequié, no Médio Rio de Contas, sudoeste baiano, Emanuel Campos, declarou ontem (segunda-feira, 6) que testou positivo para o novo coronavírus.

Segundo o Blog do Marcos Frahm, “Tinho”, como o presidente é conhecido, disse que na sexta-feira (3) teve dificuldades para respirar, redução de paladar, além de febre, cansaço e dores no corpo e na cabeça.

Desde então passou a ficar em isolamento domiciliar. O vereador afirmou que um dia depois, no sábado (4), foi no centro de atendimento à Covid-19 da cidade onde foi atendido. O estado de saúde é considerado estável, sem agravamento. Segundo último boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Jequié tem 1.252 casos e 36 mortes pela doença.

Bahia tem mais 11 cidades com transporte suspenso; total chega a 366

Rio de Contas entrou para a lista de municípios com transporte suspenso na Bahia.

Biritinga, Cardeal da Silva, Coronel João Sá, Ibitiara, Irajuba, Itanagra, Mirangaba, Piatã, Rio de Contas, Salinas da Margarida e Varzedo terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de quarta-feira (8).

A decisão, que tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana, foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (7).

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de van. O decreto ainda mantém suspensas, até 12 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Lafaiete Coutinho, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Lista de municípios

No total, a Bahia possui 366 cidades com transporte suspenso. São elas: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antas, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araçás, Aracatu, Araci, Aramari, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Botuporã, Boquira, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cafarnaum, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Coronel João Sá, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Feira de Santana, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro, Glória e Gongogi.

(mais…)