GOVERNO TENTA EVITAR SAÍDA DE RUY

Dr-Ruy-aUma grande liderança do PT no estado foi incumbida de evitar a saída do médico Ruy Carvalho do Partido do Trabalhadores.

A tarefa foi designada pelo próprio governador Jaques Wagner que teme perder sua principal liderança em Ilhéus.

A simpatia do prefeito Newton Lima pelo ministro Geddel (PMDB), outro que sonha com Ondina, fez a cúpula petista voltar os “olhos” para Ruy.

Em contato com o Blog do Gusmão agora há pouco, Dr. Ruy reafirmou que a decisão já foi tomada, mas, não entrou em detalhes.

TARSO GENRO DEFENDE JULGAMENTO PARA TORTURADORES DO REGIME MILITAR

Fonte: Agência Brasil.

Tarso GenroO ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou neste sábado, durante a comemoração dos 30 anos da Lei da Anistia no Brasil, que julgar os torturadores da ditadura não significa revanchismo, mas um ato de justiça e respeito aos direitos humanos. “Tortura é crime imprescritível e inanistiável. Julgar esses casos representa a continuidade do processo de democratização do País”, disse o ministro em evento realizado no Arquivo Nacional, no centro do Rio de Janeiro.

Segundo o ministro, levar os torturadores aos tribunais é fundamental para que, aos poucos, os direitos fundamentais e a dignidade humana sejam internalizados pelas instituições e pela sociedade brasileira. “Para que nunca mais haja tortura no País, seja contra presos políticos, seja contra presos comuns que ainda são torturados no Brasil”.

Para Tarso Genro, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve considerar procedente a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental que foi apresentada pelo Ministério Público para responsabilizar civil e penalmente as pessoas que cometeram tortura durante a ditadura.

“Aqueles que alegam que o governo exige o julgamento dos responsáveis por crimes de tortura na época da ditadura no Brasil para desmoralizar o Exército são os mesmos que estiveram a serviço da tortura nesse período”, disse o ministro.

(mais…)

ENCONTRO EM JEQUIÉ REAFIRMA GEDDEL COMO ADVERSÁRIO DE WAGNER EM 2010

DSC00333

O PMDB do ministro Geddel Vieira Lima realizou neste domingo (16), o 11º Encontro Regional do partido, em Jequié, no sudoeste da Bahia.

O Blog do Gusmão esteve no evento para conferir a festa peemedebista, e tirou algumas conclusões.

O PMDB tem estrutura, força política e um discurso preparado para entrar na disputa com muitas chances de vitória.

A pré-candidatura de Geddel, hoje, é consenso no partido. Não há espaço para teses divergentes.

Dos 115 prefeitos filiados, 25 estiveram na “Cidade Sol”,  e todos, absolutamente todos, externaram grande insatisfação com o atual governo.

O ministério da integração nacional, segundo relato de muitos prefeitos, está suprindo as carências que “Ondina” não consegue sanar. Isto faz de Geddel uma espécie de governador “paralelo”, com mais prestígio do que Wagner em muitos municípios.

As constatações descritas indicam que Geddel tem condições de complicar, ou, impedir a reeleição de Wagner.

Os democratas e tucanos da Bahia, enfim unidos através do nome do ex-governador Paulo Souto, não devem subestimá-lo. Pelo  que este blogueiro observou, os palanques do “MDB” já foram montados, por sinal, com muita facilidade. Situação parecida, ainda não é possível notar nas hostes dos remanescentes do “carlismo”.

Após o final do evento, o ministro Geddel concedeu uma entrevista coletiva, onde fez diversas críticas ao governo Wagner.

Ouça agora na Rádio Gusmão.

Duração: 14 minutos.

Nascemos no meio da crise “fora Valderico”

A câmara de vereadores pediu o afastamento do prefeito de Ilhéus, Valderico Reis, em maio de 2007.

No dia 11, à tarde, Valderico resistia bravamente dentro do Palácio Paranaguá, enquanto os vereadores buscavam um meio de tirá-lo do poder. Por volta das 14:00 horas, peguei minha handycan hc 1000 e fui para a praça JJ Seabra, esperar que os vereadores e centenas de pessoas invadissem o palácio.

Nas escadarias do suntuoso prédio, encontrei Roberto Rabat fumando, e com um gravador na mão. Nos apresentamos. Daí veio a pergunta do “Pai dos Blogs” : ” você tem como colocar as imagens na internet?”

Respondi que sim.

Tudo começou exatamente desse jeito.