Zé Dirceu afirma que Ilhéus “não tem prefeito”

Notinhas.

Zé Dirceu e Marão. Fotos: Google e Ilhéus em Resumo/reprodução.

O polêmico e controverso ex-ministro José Dirceu, idolatrado pela esquerda que minimiza a corrupção e odiado pela direita iletrada, preconceituosa e intolerante, criticou o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, durante encontro com a militância petista na última segunda-feira, 14.

Segundo Thiago Dias, repórter do site Galera de Ilhéus, Dirceu foi taxativo ao mencionar a situação de Ilhéus, em caos sem coleta de lixo: “A cidade está completamente abandonada. Não tem prefeito”. Leia a reportagem.

O lixo acumulado foi pauta da edição estadual do noticiário Bahia Meio Dia, transmitido pela TV Santa Cruz, repetidora da Rede Globo, nesta quinta-feira, 16.

A apresentadora Jéssica Senra e a repórter Luisa Couto citaram a má impressão que a sujeira tem causado em turistas e visitantes.

Marão é o único que consegue conciliar a opinião de Zé Dirceu e a linha editorial da Rede Globo.

Com a reforma administrativa de Marão, sua amiga Érica Silva pode ganhar bem mais

Notinhas.

Marão e Érica: reconhecimento merecido.

Faz muito tempo que o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, não esconde o encantamento com a competência da enfermeira Érica Silva, chefe do setor de média e alta complexidade da secretária de saúde.

Muito antes de Mário ser prefeito e de Érica concluir o curso de enfermagem, os dois já eram grandes amigos.

Poucos compreendem o temperamento de Érica, sincera ao extremo. Essa característica, rara nos tempos atuais, quase a deixou isolada na secretaria se não fosse o amigo Marão.

Desentendimentos com a equipe levaram o prefeito a remanejar Érica da coordenação de atenção básica para a chefia de media e alta complexidade.

O clima está melhor na secretaria, por isso, com a reforma administrativa e graças à sua larga competência, Érica pode ser premiada. O prefeito pretende aumentar os proventos da amiga de 2.500 para 4.500 reais.

O prêmio será justo, pois Érica tem muitos serviços prestados à população, de grande interesse do prefeito.

Atualizado às 19h39min., de 14/01/2019.

Em contato com o BG, o secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, negou que a reforma administrativa vai aumentar o salário de Érica Silva para R$ 4.500.

A enfermeira receberá R$ 3.200, valor menor do que é pago às servidoras da mesma profissão que trabalham 40 horas, aprovadas no último concurso público, em 2016.  Magela explicou que o reajuste também será concedido à chefia da atenção básica, ou seja, não será um benefício exclusivo.

AS VIAGENS DE MARÃO A BRASILIA NO APAGAR DO GOVERNO TEMER

Notinhas.

Marão e Brasília. Fotos: Google.

Por Emilio Gusmão.

No apagar das luzes do governo Michel Temer, o prefeito de Ilhéus tem visitado, em Brasília, ministros preocupados em limpar gavetas.

No dia 13 de dezembro, a secretaria municipal de comunicação disparou texto com fotos do “esforçado” gestor nos ministérios da Saúde, Cidades e do Turismo. A redação bem resumida não informa as datas, apenas dá conhecimento que “desde quarta-feira (12)” Marão está na capital federal.

O texto não sai da superfície, não por culpa de quem o redigiu. O próprio fato em si é superficial, uma vez que a descrição vem acompanhada de promessas sem prazo e de medidas já adotadas. Análise mais atenta revela que a viagem a Brasília não foi proveitosa, pois ministros na iminência da exoneração só podem liberar o que foi planejado e aprovado com antecedência. A verdade é que os porta-retratos dos parentes queridos serão guardados nas próximas horas.

A última vez que Mário Alexandre despachou no Centro Administrativo da Conquista foi no dia 07 de dezembro. Às custas do erário municipal suas viagens a Brasília não se justificam, dizem nossas fontes, algumas com grande vivência política no Planalto Central.

O céu de Brasília é mais azul e aparentemente mais próximo do chão que suporta os prédios de Oscar Niemeyer. Essas peculiaridades também não servem como justificativa.

Os motivos são do conhecimento de “Deus Pai”, pois como disse certa vez um velho magistrado, que hoje goza da merecida aposentadoria, “só cabe a ele monitorar consciências”.

Em tempo: Marão esteve no Centro Administrativo na manhã desta sexta-feira, 21. Ficou 14 dias sem usar seu gabinete.

MARÃO, A PESQUISA PARA AVALIAR SECRETÁRIOS E OUTRAS NOTINHAS

Notinhas.

Pesquisa para tirar ele mesmo?

Nos bastidores da cena política de Salvador, onde ficam os poderosos, o prefeito de Ilhéus é motivo de piada, de zombaria.

Marão disse numa entrevista que vai mandar fazer pesquisa para avaliar os secretários do seu governo. A partir do resultado ele vai decidir quem sai, e quem fica.

Provou que não sabe governar. Nunca estabeleceu metas e não tem como cobrar resultados.

A pesquisa vai dizer que ele é o principal incompetente.

Vitamina de “baracat”.

Um prefeito tomava café com vinho, num hotel de Brasília, quando uma acompanhante ofereceu vitamina de “abacate”.

O prefeito, sempre desatento e ébrio, ouviu “baracat” e quase morreu do coração.

A língua portuguesa e seus fonemas parecidos pregam cada peça!

Meu Deus, quanta coincidência!

A empresa RBS, que aluga máquinas pesadas, venceu licitação em Una em 2016.

Em 2017, a mesma empresa venceu licitação em Ilhéus.

A dupla B&B (Bento e Bruna) trabalhou em Una na gestão passada.

O destino os trouxe para Ilhéus, junto com a RBS.

Ilhéus e Una são cidades irmãs e vizinhas. Não há como duvidar. É uma simples coincidência.

Está explicado.

HOMENS SANTOS FIZERAM A CAMPANHA DA MÃE DO PREFEITO

Notinhas.

Homens sem pecados, puros e santificados fizeram a publicidade da campanha eleitoral da deputada Ângela Sousa em 2018.

Esses ingênuos não compreendem que “a política é a maneira civilizada dos homens fazerem a guerra”, por isso, permitiram que o ex-vice-prefeito, Cacá Colchões, desfilasse em Ilhéus se autoproclamando “ficha limpa”, enquanto uma rádio local, comandada por um arquiteto da maldade, inundava a opinião pública com mensagens subliminares.

Cacá não tem condenações no judiciário, mas ficou “caladinho” durante quatro anos, em total acordo com um governo perseguidor, impopular e sem lisura, que se não fosse o promotor Frank Ferrari (MP/BA), alimentaria estudantes com “carne podre”.

Os sem pecados, que passariam virgens pelo “Jardim do Éden”, preferiram dar a outra face, contra os princípios do marketing eleitoral, e fizeram a tal “campanha propositiva”.

Na campanha de 2016, “alguém” peitou esses homens puros ao impor a frase elaborada em grupo “Cacá é Jabes de novo”. Bastou lembrar os inúmeros erros do governo da época para Cacá descer nas pesquisas.

Cacá Colchões desfilou tranquilo em 2018, apesar da operação Citrus.

KADU SEM PRESTÍGIO COM MARÃO

Notinhas.

Marão e Kadu: derrota nas eleições e despedida.

O prefeiturável de Coaraci, Kadu Castro, atual superintendente do fundo municipal de saúde, está sem prestígio com o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre.

No último domingo, a deputada estadual Ângela Sousa (mãe de Marão) conquistou 1.444 votos na terra do aliado. Kadu teria prometido em torno de 2.000.

Com o resultado aquém do prometido, somado ao chororô da derrota, é provável que ele deixe o cargo, pois eleição para deputado só daqui a quatros anos. Caso Mario tente novo mandato, hipótese quase improvável, Kadu seria um zero à esquerda uma vez que não tem votos em Ilhéus.

O secretário de saúde, Geraldo Magela, não esconde o desconforto com os métodos do superintendente e já diminuiu seu poder. O cabo eleitoral não decide mais nada sobre os pagamentos feitos pela secretaria.

Voltando às eleições do último domingo, fonte do grupo de Marão disse que Kadu levou oitenta mil “santinhos” para Coaraci. Ao dividir a quantidade de “propagandas” pelos votos conquistados por Ângela na cidade (1.444), o quociente atinge 55 “santinhos” por voto. 

“Até que não saiu caro”, disse a fonte.

O SECRETÁRIO QUE CARREGA O ISOPOR DE MARÃO

Notinhas.

O mundo político baiano sabe que o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre, aprecia bons vinhos com regularidade.

Nas festas do poder, nos momentos de descontração, Marão faz homenagens ao deus Baco e sua influência alegre no cotidiano dos homens nobres da civilização ocidental.

O bom hábito tem o auxílio subserviente do secretário de administração, Bento Lima, que circula nos eventos carregando o isopor (ou case) com as garrafas de vinhos, devidamente acondicionadas, que aliviam a tensão do chefe da cidade e geram alegria exagerada.

Sempre solícito e sem medo do ridículo, o servilismo de Bento supera a falta de competência e o torna cada vez mais forte. 

Marão o valoriza e agradece. Bento, inteligentemente vassalo, só tem a ganhar.

Ô MÃE! ACABOU O PAPEL

Notinhas.

A cada dia que passa o governo Marão/Bento fica mais desorganizado.

Cientes de que podem tomar calote, fornecedores não querem entregar mais nada à Prefeitura de Ilhéus.

A escassez é tão grande que os próprios servidores do município estão comprando água mineral e papel higiênico.

Segundo fontes, o próprio Marão ao se dar conta de que não havia papel no banheiro do gabinete foi obrigado a fazer assepsia parcial com um bloco de receitas médicas encontrado em sua pasta.

Desconfiamos que ele não lavou as mãos devido à falta de sabonete.

NA SECRETARIA DE SAÚDE, KADU MANDA MAIS DO QUE MAGELA

Notinhas.

Cadu Castro e Geraldo Magela. Imagens: Google.

A força do superintendente do Fundo Municipal de Saúde, Kadu Castro, fica cada vez mais evidente no dia-a-dia da secretaria de saúde de Ilhéus.

Na semana retrasada, o secretário Geraldo Magela determinou que o setor financeiro fizesse um pagamento ao laboratório de análises clínicas “Laboclin”.

Um servidor efetivo, de primeiro nome Hudson, disse a Magela que só pagaria com a determinação de Kadu.

A direção do Laboclin bateu de frente com o poderoso superintendente, e por isso, sofre sanções.

O pagamento só foi realizado na última semana, por livre e espontânea vontade de Kadu, indiscutivelmente o homem forte do prefeito Marão na gestão da saúde.

WALTER PINHEIRO FRACASSA NA EDUCAÇÃO

Notinhas.

Walter Pinheiro foi reprovado.

Walter Pinheiro é aquele ex-petista, senador licenciado, que divulgou com entusiasmo a possibilidade da construção de uma usina nuclear em Itacaré.

Isso foi em 2008, quando Pinheiro se deixou levar pelo então Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ajudante de ordens da família Sarney.

Pinheiro é tido como um político sério, mas fracassou na secretaria de educação da Bahia, segundo dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2017.

Com ele no comando (desde 2016), o Ideb do ensino médio da rede estadual caiu de 2.9 para 2.7 (meta 4.1).

O Ceará saltou de 3.4 para 3,8 (meta 4.3) e o Maranhão do respeitável governador Flavio Dino pulou de 3.1 para 3.4 (meta de 3.7).

O pobre Maranhão e o árido Ceará vencem a Bahia na qualidade do ensino médio.

E aí Walter Pinheiro? O senhor ainda pensa na usina nuclear?

CIRO ATRAI COBRAS PARA OS PÉS

Notinhas.

Ciro, o explosivo.

Em menos de um minuto, Ciro chamou o general Mourão (vice de Bolsonaro) três vezes de “jumento de carga”. O milico de quatro estrelas até merece uma reprimenda, porém, com outra forma.

Essa coragem indômita agrada o espírito juvenil e inflamável da esquerda, que historicamente guarda ressentimentos justificáveis do exército, mas só cria obstáculos ao candidato.

Ciro pode explodir a qualquer momento e colocar, mais uma vez, tudo a perder.

APRENDEU DIREITINHO, HEIN NERIVAL?

Notinhas.

O “escolado” Nerival. Foto: Jornal do Radialista.

O vereador Nerival, do PC do B, sapateia pra um lado, sapateia pro outro, sem querer fazer a campanha de Cipá a deputado estadual.

Os comunistas decidiram que Cipá é o candidato deles em Ilhéus, mas Nerival, que não sabe o que é comunismo e não considera a religião “o ópio do povo”, prefere fazer orações com a deputada Irmã Ângela (PSD), candidata do prefeito Marão.

Nerival argumenta que Davidson Magalhães (cacique do PC do B) é suplente de Coronel, que disputa vaga no senado pelo PSD. Sendo assim, ele também pode apoiar Ângela que é do mesmo partido.

Ao tomar posse para o segundo mandato de vereador em janeiro de 2017, Nerival disse que na Câmara de Ilhéus se aprende muita “putaria” (lembre aqui).

Pelo visto, Nerival aprendeu direitinho. Sabe mais do que o finado “Tramela” da saudosa “Fazendinha”.

O VILELA NA PIOR E MAKRISI ABRAÇADO COM MARÃO

Notinhas.

Eles riem, mas o povo do Vilela…

Reportagem da TV Santa Cruz que foi pro ar na última segunda-feira mostrou a péssima situação dos postos de saúde do bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus.

O PSF4 fez um “aninho” sem atendimento de um clínico geral. Faltam funcionários e o imóvel está ruindo.

Enquanto isso, o vereador Makrisi (PT) mantem-se fidelíssimo a Marão (PSD). Com trânsito livre na sala do todo poderoso Bento, o petista desfruta de cargos no governo e não pode criticar o prefeito.

PSD e PT são unha e carne na Bahia. Makrisi segue o caminho para o famoso templo de “Mais Um”.

Cuidado! Grande parte dos “vilelenses” sabe dar o troco na época certa.