ILHÉUS: MILITANTES DO PT RECEBEM JOSÉ DIRCEU

Petistas de Ilhéus e Zé Dirceu (no centro) fazem o sinal de Lula. Imagens enviadas por um militante do PT.

O ex-ministro José Dirceu foi recepcionado por militantes do Partido dos Trabalhadores, de Ilhéus, na última sexta-feira, 20.

De acordo com alguns petistas, o evento aconteceu na casa do empresário Nilton Cruz (da Amazon Bahia) e reuniu filiados, membros da direção municipal do partido, a ex-vereadora e ex-presidente da APPI, Carmelita Ângela, e o vereador Makrisi. Durante o encontro José Dirceu recebeu muitos elogios pela fidelidade às causas do PT e ao ex-presidente Lula.

Os militantes ouvidos pelo blog consideram que Dirceu é vítima de arbitrariedades cometidas pelo judiciário, principalmente do ministro do STF, Joaquim Barbosa, e do juiz federal, Sérgio Moro.

O ex-ministro deixou o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, na madrugada de 27 de junho. Por 3 votos a 1, Dirceu foi beneficiado por um habeas corpus concedido pela Segunda Turma do STF. A maioria dos ministros, dessa turma, entendeu que ele pode responder o processo em liberdade por haver chances de sua pena ser reduzida nos tribunais superiores.

RUI COSTA ANUNCIA NOVA LISTA DO “PARTIU ESTÁGIO”

Segundo edital do Partiu Estágio. Imagem: Manu Dias.
Segundo edital do Partiu Estágio. Imagem: Manu Dias.

Nessa terça-feira (3), a Secretaria de Administração do Estado (Saeb) divulgou a lista dos 2.897 universitários aprovados no segundo edital do Programa Partiu Estágio. A convocação foi anunciada ao vivo pelo governador Rui Costa (PT) em sua página oficial no Facebook.

Os estudantes contemplados serão comunicados pelo endereço eletrônico informado no ato da inscrição. Os selecionados têm o prazo de 10 dias para entregar os documentos pessoais listados no edital.

A jornada de trabalho é de 20 horas semanais. Durante a vigência do contrato, o estudante tem direito a bolsa mensal, auxílio-transporte e recesso remunerado proporcional.

Acesse a lista completa dos alunos homologados.

OPOSIÇÃO DIZ QUE RUI COSTA NÃO COMBATE A VIOLÊNCIA

Governador Rui Costa. Foto: Mateus Pereira/ GOVBA
Governador Rui Costa. Foto: Mateus Pereira/ GOVBA

Após a Bahia aparece como um dos estados com mais municípios violentos do Brasil, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), os parlamentares da oposição afirmaram que Rui Costa (PT) negligencia a segurança pública e deixa os baianos nas mãos dos bandidos.

Em discurso no plenário, o deputado Adolfo Viana (PSDB) afirmou que “é absurda a posição da Bahia no mapa da violência. Há muito tempo que temos mostrado que o governo prioriza apenas a propaganda, omitindo a triste realidade do nosso estado”.

Na pesquisa do IPEA, Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, aparece como o segundo município mais violento do país.

SINDICATO CONTESTA RUI COSTA SOBRE REPOSIÇÃO SALARIAL

Rui Costa.  Imagem de arquivo: Thiago Dias/Blog do Gusmão.
Rui Costa. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Em nota divulgada nessa terça-feira (23), o SINDSEFAZ (Sindicato dos Fazendários da Bahia) afirmou que é “falso” o argumento usado pelo governo para não repor as perdas salariais dos servidores.

Segundo o sindicato, o governador Rui Costa (PT) tem dito que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) proíbe a reposição quando ultrapassado o limite prudencial de gastos com o funcionalismo. O SINDSEFAZ discorda dessa interpretação.

Essa lei, diz a nota do sindicato, “não desautoriza a revisão anual dos pagamentos dos servidores”. Conforme o diretor do SINDSEFAZ, Cláudio Meirelles, a Constituição Federal garantiu esse direito ao servidor público. Ele cita o artigo 37 (inciso X) da Carta Maior. “A remuneração dos servidores públicos e o subsídio de que trata o § 4º do art. 39 somente poderão ser fixados ou alterados por lei específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices”.

Ainda de acordo com a nota, a própria LRF desmonta o argumento do governador. O sindicato destacou o artigo 22 da lei, que deixa o reajuste salarial dos servidores fora do alcance da proibição alegada. Por isso, para o sindicato, não repor as perdas salariais é uma decisão política do governo Rui Costa.

Segundo Cláudio Meirelles, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2016 os servidores do Estado acumularam perdas salariais de 17,63% pelo IPCA-IBGE e de 18,41% pelo INPC-IBGE. “Caso não haja revisão dos salários em 2017, chegaremos ao final do ano com quase um quinto de perda no nosso poder aquisitivo”, concluiu.

EVERALDO ANUNCIAÇÃO É REELEITO PRESIDENTE ESTADUAL DO PT

Everaldo Anunciação
Everaldo Anunciação. Imagem: ASCOM/PT.

Nesse domingo (21), a etapa baiana do 6º Congresso Nacional Marisa Lula Letícia da Silva reelegeu Everaldo Anunciação para a presidência do PT na Bahia. Ele vai comandar o diretório estadual por mais 2 anos.

Everaldo venceu o deputado federal Valdenor Pereira. Os delegados eleitos no Processo de Eleição Direta (PED) dos municípios realizaram a votação.

O presidente reeleito afirmou que vai manter a intensidade da sua relação com os movimentos sociais. “Os mandatos são importantes, no entanto, são os movimentos que mais estimulam a participação popular nas lutas nas ruas do país, por isso tem que haver equilíbrio nesta relação”.

Segundo ele, após a eleição interna, o partido deve seguir unido na luta pelas Diretas Já e pela eleição de Lula. Também destacou a importância de reeleger o governador Rui Costa e de garantir uma vaga no Senado para Jaques Wagner.

PT DE ILHÉUS AFIRMA QUE MILHARES DE PESSOAS FORAM ÀS RUAS CONTRA “O GOLPE”

imagem PT
Imagens: ASCOM/PT-Ilhéus.
Imagens: ASCOM/PT-Ilhéus.
Imagens: ASCOM/PT-Ilhéus.

Segundo o Partido dos trabalhadores, cerca de duas mil pessoas foram às ruas de Ilhéus na tarde desta quinta-feira, no ato público contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

De acordo com o texto informativo do PT, o movimento foi organizado por movimentos sociais, centrais sindicais, profissionais liberais e pessoas de diferentes classes.

A concentração foi na Praça da Catedral, onde militantes e artistas entoavam musicas e palavras de ordem em defesa da democracia. Em seguida o grupo passou pelas ruas do centro comercial, encerrando na praça J.J.Seabra, com um grande ato público.

CICLO DE DISTRIBUIÇÃO DE RENDA NO BRASIL ACABOU

cesar benajamin e dist de renda
Cesar Benjamin: “O ciclo de distribuição sem reformas, que marcou os governos do PT, foi superficial e já terminou”.

A afirmação é do cientista político Cesar Benjamin, editor da Contraponto Editora.

Leia o texto de Benjamin publicado no facebook, no último sábado, 26.

Tenho feito boletins trimestrais de conjuntura para a Fundação João Mangabeira, sempre temáticos. Os três primeiros foram sobre sistema elétrico, mercado de trabalho e indústria. O próximo será sobre concentração/distribuição de renda. Começo a pensar numa sequência preliminar de ideias:

1. Nos últimos anos, a afirmação mais frequente em defesa dos governos do PT tem destacado que eles promoveram um inédito e expressivo processo de distribuição de renda no Brasil. O estudo das séries históricas não confirma isso.

2. Processos de distribuição de renda não são inéditos no país. O mais substancial de todos ocorreu entre 1946 e 1964.

3. O ciclo de distribuição sem reformas, que marcou os governos do PT, foi superficial e já terminou. Está em curso uma reversão dos ganhos obtidos.

4. Ancorado em gastos bancados diretamente pelo Estado, esse ciclo curto deixou como herança uma gigantesca crise fiscal.

5. Nesse período, a economia brasileira experimentou retrocessos importantes em seu grau de complexidade e em sua inserção no sistema internacional. A pauta de exportações se deslocou para bens primários. O trabalho qualificado, base de um aumento sustentável da renda, regrediu. O preço disso será um ajuste para baixo na renda disponível nos próximos anos, independentemente de quem estiver no governo.

Não sei se, ao redigir, manterei essa sequência de ideias. Mas acho que vou adotá-la como ponto de partida.

O boletim anterior, sobre a desindustrialização do Brasil, está no link.

Abraços,
Cesar Benjamin.

ELEIÇÕES GERAIS JÁ

Vladimir Palmeira.

Por Vladimir Palmeira

O Brasil vive uma crise de hegemonia. A presidente Dilma desmoralizou-se com o estelionato eleitoral que praticou. Na campanha, para ela, não havia necessidade de ajuste fiscal. Vitoriosa, implementou um ajuste sob a batuta de um representante do Bradesco. Mas, como tudo o que ela faz, sem rumo, fez pela metade. Há uma enorme crise de confiança.

Dilma não governa. Mas, de outro lado, a oposição também comete estelionato eleitoral. Aécio e sua banda de música votaram no Congresso contra o ajuste fiscal que defendiam na campanha.

Dois partidos desmoralizados. Mas não só isso: divididos. A bancada do PT rachou quase ao meio na hora de saber se votaria a favor ou contra Cunha. Nomes importantes do PSDB, como FH, criticaram as posições de Aécio.

No meio de tudo isso, o tradicional PMDB, que sempre está e esteve no poder. Dividido também, entre Cunha e Renan, entre Renan e Temer, entre sair do governo e nele ficar.

Ninguém dirige o país. Executivo e parlamento se desintegram. Governo e oposição se dividem. O país fica sem rumo.

A crise é agravada pelo desnudamento do enorme esquema de corrupção patrocinado pelas empreiteiras, realizado pela Operação Lava-a-Jato. Dizem os jornais que Renan Calheiros teria dito a interlocutores: “A qualquer hora posso ser preso”. 

(mais…)

EX-MINISTRO DO GOVERNO LULA, CARLOS MINC DEIXA O PT

Carlos Minc.
Carlos Minc.

Carlos Minc, ex-ministro do meio ambiente do segundo mandato de Lula e atualmente deputado estadual, decidiu deixar o PT. Alega conflitos éticos e cita a decisão da sigla de apoiar para prefeito do Rio de Janeiro, o peemedebista Pedro Paulo Carvalho, que já confessou ter agredido a ex-mulher.

Minc tem vinculações políticas e históricas com o movimento das mulheres, e já foi considerado simbolo do PT do Rio.

Leia a carta de desligamento.

Prezados amigos(as), parceiras(os), companheiros(as),

É com imensa tristeza que vos comunico através da presente carta o meu desligamento do Partido dos Trabalhadores.

Tenho orgulho de tudo que fiz no PT: o combate às desigualdades, às discriminações e a luta pela proteção do meio ambiente e pelo desenvolvimento sustentável. Entendo que honrei meus mandatos, no legislativo e no executivo, sempre agindo de acordo com os ideais eco-libertários, éticos e com os programas partidários.

Avançamos imensamente, tiramos milhões da pobreza, colocamos milhões de jovens nas universidades e escolas técnicas, mas cometemos muitos erros, na política, na ética, na economia. Não soubemos entender e reverter estes erros, que acabaram sendo também objeto de manipulação e amplificação através de tratamentos diferenciados e seletivos da oposição e de alguns setores da mídia, da Justiça e do Ministério Público. E nós, que sempre defendemos a luta contra a impunidade e os privilégios, ficamos emparedados.

Fato é que, infelizmente, não ocorreu a implementação de um movimento de correção de rumos, de “refundação do partido”, como sustentou o companheiro Tarso Genro.  Esta combinação perversa nos levou ao isolamento crescente e ao estigma da corrupção, que afastou, sobretudo, os formadores de opinião, as classes médias, a juventude, os intelectuais, dentre outros. Isso tudo acabou criando bases para o ressurgimento da direita reacionária (que andava escondidinha…), e para a radicalização insana da política, com ameaça real às grandes conquistas obtidas e até mesmo às liberdades democráticas. 

(mais…)

ENTRE O CAPITAL E A SANHA PETISTA

petrobras

Por Emilio Gusmão

Vários petistas espalham no facebook que o juiz Sergio Moro faz parte de uma campanha para desvalorizar a Petrobras. Conforme a ideologia cínica, Moro estaria em conluio com o PSDB e o objetivo é entregar o pré-sal às petrolíferas estrangeiras. Não defendo a privatização da Petrobras, mas pergunto: do jeito que está quais benefícios tem trazido ao povo brasileiro?

Sei que controlada por empresas estrangeiras serviria apenas à acumulação de capital, e isto seria péssimo, contudo, nas mãos do PT/PMDB/PP serviu para o quê?

Estaria a nossa principal empresa diante da cobiça de bandos?

Voltando às interpretações que os petistas fazem da operação Lava Jato e do juiz Moro, pesquei esse pensamento de Terry Eagleton, parte de um texto que está no livro “Um Mapa da Ideologia” da Editora Contraponto.

“A ideologia, como Freud poderia dizer, é uma espécie de patologia da vida cotidiana – um sistema de distorção tão disseminado que oblitera tudo e apresenta toda a aparência da normalidade”.

GOVERNADOR DECRETA LUTO DE TRÊS DIAS PELA MORTE DE ZEZÉU RIBEIRO

Zezéu-Ribeiro-2
Zezéu Ribeiro.

Da SECOM-Governo da Bahia

O governador Rui Costa decretou luto oficial de três dias no estado pela morte, nesta quarta-feira (25), do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Zezéu Ribeiro, aos 65 anos. Ao ser comunicado sobre o falecimento, ele lembrou a recente visita que fez a Zezéu, em São Paulo, e destacou a atuação dele na defesa de políticas de habitação e na superação das desigualdades regionais no país. Leia a nota de pesar na íntegra abaixo.

“Ainda ontem, estive no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, visitando o companheiro Zezéu Ribeiro, que lutava pela vida. Quis o destino que hoje ele viesse a falecer e que aquele encontro fosse nossa despedida. Lembro de quando nos conhecemos, mais jovens e iniciando a luta por uma Bahia mais justa, companheiros de ideais e do Partido dos Trabalhadores. A memória é de um companheiro exemplar, de sorriso fácil e de grande dedicação à causa pública e ao bem comum.

Zezéu foi um grande homem, um político de destacada atuação por onde passou, sua partida é uma grande perda para a Bahia e para o Partido dos Trabalhadores. Arquiteto e urbanista, ele foi um dos maiores defensores das políticas de habitação e da superação das desigualdades regionais no país. Fica aqui o agradecimento por tudo que passamos juntos, pelas contribuições que deu ao partido e à Bahia. Em sua memória decretamos três dias de luto oficial”.

URUÇUCA: DENÚNCIA DE SINDICALISTA ENVOLVE A PREFEITA FERNANDA SILVA

Testemunhas ouviram José Carlos acusar a prefeita Fernanda Silva. As provas não foram apresentadas.
Testemunhas ouviram José Carlos acusar a prefeita Fernanda Silva. As provas não foram apresentadas.

Na última terça-feira, 26, o radialista Edilson Silva, de Uruçuca, solicitou que a câmara de vereadores local investigue as denúncias do sindicalista José Carlos (do Sindlimp) contra a gestão da prefeita Fernanda Silva (PT).

No ofício enviado ao presidente da câmara, Erivaldo Guimarães, o radialista narra as acusações feitas pelo sindicalista no dia 18 de novembro, na galeria do legislativo. Várias testemunhas teriam ouvido José Carlos dizer que a empresa A&S Construtora pagava R$ 40 mil reais de propina ao governo.

Segundo Edilson Silva, o teor da denúncia envolveu diretamente a prefeita Fernanda Silva (PT). Até o presente momento, o sindicalista não apresentou provas.

O outro lado.

Segundo o secretário de planejamento de Uruçuca, José Nazal, a prefeita Fernanda Silva vai processar o sindicalista. Não conseguimos manter contato com o assessor de comunicação da prefeitura, Jean Macêdo.

Leia o ofício.

Páginas 1, 2 e 3.

Atualizado às 13h22min.

Conseguimos falar com Jean Macedo. O assessor de comunicação disse que a prefeita estava reunida com advogados para tomar providências. O sindicalista José Carlos será processado por ter feito acusações sem provas.

Segundo Macêdo, Edilson Silva trabalha numa rádio comunitária que pertence ao ex-prefeito Moacyr Leite (PP), adversário ferrenho do atual governo. O radialista também será processado.

URUÇUCA: DENÚNCIA GRAVE CONTRA O GOVERNO DO PT

Caso seja verdadeira, a denúncia do sindicalista José Carlos jogará por terra a boa imagem da gestão do PT.
Caso seja verdadeira, a denúncia do sindicalista José Carlos jogará por terra a boa imagem da gestão do PT, liderada pela prefeita Fernanda Silva.

No último dia 18, o clima esquentou na câmara de vereadores de Uruçuca.

Em alto e bom som, o sindicalista José Carlos, do Sindlimp, afirmou que a AS Construtora, empresa que presta serviços à prefeitura, pagava 40 mil reais de propina a membros do governo liderado pelo PT.

Até agora, José Carlos não apresentou provas, entretanto, afirmou dispor de uma filmagem que comprova o suposto esquema.

A denúncia foi exposta na galeria da câmara, já que a mesa diretora impediu o pronunciamento do sindicalista no plenário.

O requerimento que autorizaria o discurso do sindicalista foi barrado pela bancada da prefeita Fernanda Silva (PT).

Por volta das 20h de hoje, entramos em contato com o secretário de planejamento de Uruçuca, José Nazal. Ele estava ocupado durante um evento na FTC de Itabuna, e, não pôde nos indicar um integrante do governo capaz de emitir explicações.

DIRETOR DO HOSPITAL REGIONAL IRONIZA O VEREADOR ALISSON MENDONÇA

Julio Guzman.
Julio Guzman.

Ontem a legislativo de Ilhéus discutiu o empréstimo de um aparelho de ar condicionado da câmara para o setor de raio-x do Hospital Regional.

Segundo o vereador Josevaldo Machado (PC do B), presidente da câmara e autor da ideia, o setor não está funcionando por falta de climatização ideal.

O vereador Alisson Mendonça (PT) foi contrário à ideia com o argumento de que abriria um precedente para que outras unidades de saúde pedissem equipamentos não só para a câmara, como para outros órgãos.

Segundo Alisson, a crise que afeta o Hospital Regional, sempre superlotado, acontece devido à ausência do município na rede de atenção básica.

No momento do debate na câmara, Alisson ligou para o deputado federal Geraldo Simões (PT) que prontamente manteve contato com Jorge Solla, secretário estadual de saúde. Solla prometeu resolver o problema com rapidez.

Com a promessa, o empréstimo do aparelho ficou para ser discutido em outra sessão, caso o raio-x continue ocioso.

Apesar das explicações, o médico cubano Julio Guzman, diretor do Hospital Regional, não gostou da postura de Alisson Mendonça.

Em comentário enviado a este blog, além de explicar a questão do setor de raio-x, Guzman ironiza o vereador e diz que o hospital é alvo de uma “sinuca política”.

Clique em leia mais para ler o comentário.

(mais…)

“ESTOU PENSANDO”, DIZ ALISSON SOBRE O CONVITE DO SOLIDARIEDADE

Alisson Mendonça.
Alisson Mendonça.

Ontem em Salvador, o vereador ilheense Alisson Mendonça (PT) teve uma conversa sedutora com os deputados federais Luiz Argolo e Arthur Maia, ambos do novo partido Solidariedade.

Alisson foi convidado para ingressar na sigla recém-criada pelo líder da Força Sindical, Paulinho da Força.

A este blog, o petista deixou evidente que não fechou a nova porta que lhe foi aberta.

“A conversa foi muito boa, interessante, mas ainda estou pensando. Tenho 10 anos no PT”.

Segundo Alisson, sua entrada no Solidariedade depende de novos arranjos. Ele afirmou que deseja continuar na base de apoio do governador Jaques Wagner, na oposição ao prefeito Jabes Ribeiro e aliado dos deputados Geraldo Simões (federal) e Rosemberg Pinto (estadual).

Comentário do blog.

No PT, Alisson não conseguirá ser candidato a prefeito de Ilhéus. Continuará como um coadjuvante de luxo do “cartório” chefiado pelo casal Edinei e Carmelita, ligados ao deputado federal Josias Gomes.

Se Everaldo Anunciação assumir o comando estadual do PT, mais dificuldades surgirão.

Alisson não está confortável no PT de Ilhéus. Poderá migrar para o Solidariedade com duas condições: o controle do partido no município e a continuidade do apoio a Geraldo Simões e Rosemberg Pinto.

Penso que os caciques do novo partido vão investir em Valmir Freitas, também do PT. O mais votado de Inema pode entrar “de coração” no novo projeto, desde que entendam suas necessidades.