CARLOS PEREIRA “DETONA” A IMPRENSA DE ILHÉUS

O advogado e professor Carlos Pereira Neto fez duras críticas a imprensa de Ilhéus, na sua coluna de ontem (quinta/28), do programa Expresso do Meio-dia, apresentado por Rildo Mota e Ciro Zatele na rádio Conquista FM.

Ele ponderou que há exceções.

Ouça o professor e deixe o seu comentário.

Duração: 6 minutos.

DESJEJUM NO NAVIO

Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Três personalidades distintas na política, nos últimos dias, foram vistas usufruindo de um  maravilhoso “desjejum”, confortavelmente acomodadas em uma luxuosa sala, de um majestoso navio, ancorado no Porto do Malhado, em Ilhéus.

O prefeito Newton Lima, o radialista Vila Nova e o vice-prefeito Mário Alexandre foram observados comendo deliciosas roscas de chocolate com chantilly, queijos suíços, legítimos brioches franceses, presunto defumado inglês. Nas xícaras de porcelana fina (dinamarquesa), eles sorveram um delicioso café colombiano, “pingado” com leite de vaca, de Minas Gerias, de primeiríssima qualidade.

Segundo a informante deste Blog fofoqueiro, Marão foi o que mais comeu.  É obvio.

MORTE DO RADIALISTA RONALDO SANTANA – UM CRIME SEM PIEDADE E ATÉ AGORA, SEM SOLUÇÃO!

Por Elias Reis.

Ronaldo Santana, assassinado em 9 de outubro de 1997. Mandantes continuam livres.

Notícia estampada em todos os meios de comunicação do estado da Bahia: “Família de Manoel Leal será indenizada. Depois de aprovada pela Assembléia Legislativa e sancionada pelo governador Jaques Wagner, a reparação financeira à família do jornalista Manoel Leal será paga no dia 7 de abril. Manoel Leal foi assassinado no dia 14 de janeiro de 1998, na porta de sua casa, no bairro Jardim Primavera, em Itabuna O pagamento da indenização de R$ 100 mil cumpre acordo celebrado entre o Estado e os beneficiários. Ao conceder a indenização, o Estado reconheceu sua responsabilidade no dever de zelar pela liberdade de imprensa e garantir a atuação dos profissionais de comunicação”.

Apesar da indenização, esse crime permanece entre tantos assassinatos impunes no estado da Bahia, a exemplo do Radialista Ronaldo Santana, que covardemente foi assassinado no dia 09 de outubro de 1997, com quatro tiros, fato ocorrido na Rua Duque de Caxias, em Eunápolis, quando se dirigia à Rádio Jornal, onde trabalhava. O Estado não deu uma resposta à família, e abre-se um precedente.

(mais…)

LUK REI NA GELADEIRA II

Fontes palacianas contaram a este Blog uma nova versão para o afastamento do radialista Luk Rei, do microfone da Rádio Baiana de Ilhéus.

A direção da emissora estaria tentando um novo contrato com a prefeitura local, que sinalizou a possibilidade impondo condições, a principal: tirar Luk Rei e Fábio Roberto da programação.

A exigência teria sido feito por Marcos Corrêa, assessor de imprensa da administração Newton Lima, que segundo a fonte, gosta de submeter cabeças críticas à guilhotina do poder financeiro.

Os “donos” da rádio teriam aceitado parcialmente a imposição, mas, não contavam com um problema muito sério: o prefeito não assinou o contrato, alegando que não aceita chantagens, uma vez que a estação, nos últimos dias, critica ferozmente o seu governo, para depois propor um “jabá”.

Caso a versão seja verdadeira, o mais lamentável dessa “estória” é que a rádio dirige e utiliza os apresentadores da forma que bem entende, para depois oferecê-los numa bandeija, com as cabeças cortadas.

Em contato com o Blog do Gusmão, Corrêa negou enfaticamente a informação, afirmando que jamais, durante a sua longa carreira, pediu a cabeça de um colega. O assessor classificou esse tipo de atitude como nefasta à liberdade de imprensa. Ele também negou a existência do contrato, salientando que Newton sequer conhece o assunto.

LUK REI NA GELADEIRA

O radialista Luk Rei, apresentador do programa “Primeiras Notícias”, na Rádio Baiana de Ilhéus, foi colocado na geladeira pela direção da emissora.

O âncora teria dito que os políticos só querem assumir o poder para se dar bem, para se locupletar. A afirmação não agradou os donos da estação, já que pretendem projetar o vereador Jailson Nascimento, como prefeiturável em 2012.

Completados 7 dias afastado do microfone, existe a possibilidade de que Luk retorne na próxima segunda-feira (14).

CARLINHOS FREITAS AO PERCEBER QUE “SARNEY” ESTAVA NA MESA, TRAVOU

O secretário de serviços públicos, transportes e trânsito de Ilhéus, Carlos Freitas, admitiu  que ficou incomodado, ao ver o vereador Jailson Nascimento (“Sarney”), em volta da mesa que empossou o conselho municipal de transportes, durante a tarde de ontem (quarta/10), no Palácio Paranaguá.

Segundo Carlinhos: “quando eu fui pra mesa e percebi que aquele rapaz que eu considerava meu amigo, estava perto de mim, a minha língua travou. Eu não sei separar o político do pessoal. Se ele está me ofendendo como político, acaba acertando também em minha pessoa”,  ressaltou Freitas.

O Blog do Gusmão sugeriu que os dois posassem abraçados para uma foto. O secretário, como diz o caboclo: “pulou lá”.

O motivo deste entrevero é a campanha difamatória movida pela Rádio Baiana de Ilhéus (ligada ao vereador Jailson Nascimento), contra Carlos Freitas, adjetivado constantemente de “preguiçoso e coisa ruim” por dois apresentadores, durante a programação.

XERIFÃO GARANTE QUE A RÁDIO BAIANA É DE “SARNEY”

Pegou fogo a entrevista do secretário municipal, Carlos Freitas, ao radialista Marinho Santos, na rádio Conquista Fm, durante a tarde desta quarta-feira (09).

O xerifão afirmou que a rádio Baiana de Ilhéus, em constante ataque contra ele, pertence ao vereador Jailson Nascimento (“Sarney”), que contratou um “crápula” (Fábio Roberto) e um “canalha” (Luk Rei) para ofendê-lo no ar.

O secretário garantiu não ter medo do radialista Fábio Roberto (com fama de valente), ressaltando que os cemitérios estão repletos de pessoas assim.

RADIALISTA ASSASSINADO EM JEQUIÉ

Do Blog do Anderson

Sebastião Galdino (radialista assassinado)Foi morto com seis tiros de revólver, na noite desta sexta-feira (4), em Jequié, o radialista Sebastião Galdino de Jesus, diretor da Radio Missionária FM.

Segundo informações, Galdino estava conversando com uma pessoa, na porta de sua residência, que também é a sede da emissora, quando foi surpreendido por dois homens com capacetes, que fugiram numa motocicleta. Ainda com vida Sebastião Galdino, foi levado ao Hospital Prado Valadares, por um popular, mas não resistiu e veio a óbito  minutos depois.

INFORME DO SINDICATO DOS RADIALISTAS DE ILHÉUS

Radialistas recebem certificado na próxima quarta-feira

STERTO primeiro curso de atualização para radialistas regionais, promovido pelo Sindicato dos Radialistas de Ilhéus (STERT), sob a presidência do radialista Elias Reis, – em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) – foi concluído no último sábado, 21/ 11/ 2009, com aulas expositivas e bem dinâmicas. No período da manhã, a professora Eliana Albuquerque abordou os contextos jurídico e funcional da Lei nº 6.615, de 16/ 12/ 1978, e seus decretos regulamentadores nº 84.134, 94.447 e 95.684, que expõem sobre o fim do registro provisorio e das comissões de registros. A professora Eliana falou também sobre as funções do profissional da radiodifusão e a nova classificação brasileira de ocupações. À tarde, a professora de

(mais…)

INFORME DO SINDICATO DOS RADIALISTAS DE ILHÉUS

STERTDando continuidade ao curso de atualização para radialistas regionais, a Universidade Estadual de Santa Cruz, através da sua Rádio Experimental-Rádio UESC e o Sindicato dos Radialistas de Ilhéus, realizam neste sábado, 21/11, a partir das 8 h, no pavilhão Adonias Filho, aula sobre Legislação e ética no rádio, que terá como multiplicadores, mestres da área de Comunicação Social especialistas em mídia radiofônica.

O curso teve início no último dia 24/10, com o módulo nº 1 (Atualização em Português); dia 07/11, módulos nº 2 e 3 (Técnicas e textos para o rádio) e no último sábado, 14/11, o módulo nº 4, que abordou o Uso da voz e do som no rádio.

(mais…)

ANTÔNIO OLÍMPIO MERECE RESPEITO

aoPelo que representou a Ilhéus como homem público, e pelo que representa como cidadão, o ex-prefeito Antônio Olímpio, hoje com 77 anos, não merecia ter sido tratado da forma estúpida, que um locutor a serviço de um pretenso candidato a prefeito, teve a coragem de pronunciar, em uma emissora local.

O livro Notícias Históricas de Ilhéus, do historiador Arléo Barbosa, destaca a excelente administração de “AO” em sua primeira gestão ( 1977 a 1982).

Como pessoa, além de ser muito educado, é dotado de uma inteligência que surpreende. É um homem culto, um professor, que propicia conversas em alto nível, para quem tem a sorte do seu convívio.

O Blog do Gusmão manteve contato com o vereador Marcos Flávio (PPS), na tarde desta segunda-feira (16), para saber qual a reação da família. Fomos informados que a solicitação da fita já foi encaminhada à justiça, e que após a constatação dos termos ofensivos, utilizados de maneira inescrupulosa, o ex-prefeito moverá processos contra o atual diretor da emissora e o radialista responsável pelas infâmias.

Marcos Flávio informou que fez queixas ao proprietário da rádio, e que este ficou de tomar providências.

RILDO MOTA DEIXA ASSESSORIA DO SINDICATO DOS RADIALISTAS

Rildo MotaO publicitário e radialista Rildo Mota, apresentador do programa Expresso do Meio-Dia, que vai ao ar pela Conquista FM (105,9), deixou a assessoria de comunicação do sindicato dos radialistas de Ilhéus.

Rildo discorda do pedido encaminhado ao presidente da câmara de vereadores, Jailson Nascimento, requerendo nas dependências do legislativo,  uma sala para uso exclusivo da “turma da latinha”. O ex-assessor não considera justo que o sindicato utilize um espaço que é pago pelo povo, para obter algumas regalias, tais como: cafezinho, água mineral, computadores, mesas e material de escritório, todas a custo zero.

Mota bateu de frente com Elias Reis, o atual presidente, e pediu afastamento ontem (terca/29).

INFORME DO STERT-I: DATAS HISTÓRICAS E ATIVIDADES

História.

STERTA história do Dia do Radialista teve início em 1943, no Governo Getúlio Vargas. O então Presidente sancionou uma Lei com a qual fixava um piso salarial, ou remuneração mínima para os profissionais da categoria. “Consta que numa reunião realizada na Rádio Nacional teria sido decidida a escolha da data do referido decreto Lei, 21 de setembro, como referência para se comemorar o Dia do Radialista. Na primeira comemoração, todas as emissoras do Rio de Janeiro silenciaram. Os profissionais foram à rua participar de uma gincana com corridas de calhambeques e foi servido um churrasco na Quinta da Boa Vista”, informa Elias Reis, Presidente do Sindicato dos Radialista de Ilhéus.

Em Ilhéus, os profissionais de rádio começaram a se organizar, oficialmente, a partir do ano de 1989, quando da fundação do STERT-I, numa luta incansável de bravos radialistas à causa da categoria.

(mais…)