“INDEPENDÊNCIA NÃO SE FAZ COM GRITO”, ENTREVISTA COM O PROFESSOR ARLÉO BARBOSA SOBRE O 2 DE JULHO

2 de julho

Arléo Barbosa.
Arléo Barbosa.

Essa entrevista foi publicada no dia 02 de julho de 2010. Vale a pena repeti-la.

Conversamos nesta manhã (sexta-feira/02) com o professor e historiador Carlos Roberto Arléo Barbosa, que nos concedeu uma explicação sucinta e ao mesmo tempo rica, sobre a importância do 2 de julho para a história do Brasil e da Bahia.

Arléo desmistifica o 7 de setembro e o grito “Independência ou Morte” de D Pedro I. Segundo ele, o país tornou-se independente através das lutas travadas na Bahia  e não da frase emblemática dita pelo primeiro imperador, “às margens do Ipiranga”.

Vale a pena ouvir o significado de algumas personalidades humildes que se transformaram em heróis da nossa história.

 

 

JAQUES WAGNER DEFENDE A DEMOCRACIA

(Foto: Manu Dias\GovBa)
Wagner e Dilma (Foto: Manu Dias\GovBa)

No Conversa com o Governador desta semana, o governador Jaques Wagner comenta o que foi debatido e quais as soluções sugeridas, após o encontro, para as demandas surgidas com as manifestações populares em todo o país nas últimas semanas.

Para Wagner, a reforma política é a mais importante. “A classe política deve isso ao povo brasileiro. A presidenta Dilma propôs um plebiscito para viabilizar a participação popular e ter um congresso específico, com a determinação de votar apenas a reforma política.

Ouça:

A LINGUAGEM TÉCNICA DISTANTE DA TRANSPARÊNCIA

Morgana Krieger.A prestação de contas da prefeitura de Ilhéus, relacionadas ao 1º quadrimestre desse ano, foi criticada por Morgana Krieger, diretora administrativa do Instituto Nossa Ilhéus.

A exposição das contas aconteceu ontem (terça, 28) na Câmara de Vereadores.

A linguagem técnica do secretário municipal da fazenda, Marco Antonio Porto, desagradou e não esclareceu.

Ouça a participação de Morgana Krieger no Programa Alerta Geral, apresentado por Gil Gomes na Rádio Santa Cruz.

A diretora do Nossa Ilhéus é bacharela em direito e mestre em administração pública pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

ENTREVISTA FRANCA COM JABES RIBEIRO: “NÃO LIGO PARA AS FOFOCAS E INTRIGAS DA OPOSIÇÃO QUE DESTRUIU ILHÉUS”

Jabes Ribeiro. Imagem: Emílio Gusmão.
Jabes Ribeiro. Imagem: Emílio Gusmão.

Após dois meses de tentativas frustradas, na última sexta-feira, 24, este blog conseguiu, enfim, entrevistar o Prefeito de Ilhéus.

A agenda de Jabes Ribeiro, sempre repleta de compromissos, não facilitou.

O tempo de espera serviu para maturar uma entrevista franca, direta e corajosa, como é peculiar ao Blog do Gusmão.

Principais destaques:

Newton Lima saiu, Jabes Ribeiro entrou, após cinco meses não há diferenças;

saúde e educação não funcionam satisfatoriamente e nós cobramos prazos para que voltem à normalidade;

relação difícil com a base governista na câmara de vereadores;

por que para o governo não é interessante ter vereadores da oposição nas comissões permanentes?

A função do irmão John Ribeiro no governo, tido pela oposição como um perseguidor;

Jabes criticou a oposição que faz protestos na escadaria do Palácio Paranaguá (sobrou para a deputada Ângela e o PT);

a gestão não é transparente;

Jabes e os discursos repetitivos;

Vereador Cosme Araújo (PDT) afirma que o prefeito será afastado até o final do ano;

o prefeito que viaja demais;

governo de direita que deseja demitir servidores e cuja máquina não sabe arrecadar;

no final do mandato Jabes Ribeiro vai morar em Ilhéus ou Salvador?

O prefeito tantas vezes criticado neste blog foi convidado a criticá-lo.

Ouça a entrevista.

ENTREVISTA COM LEDÍVIA ESPINHEIRA: A TÉCNICA QUE TEM DIFICULDADES COM A POLÍTICA

Ledívia Espinheira: enfrentamento dos vícios da política "de cabeça em pé".
Ledívia Espinheira: enfrentamento dos vícios da política com a “cabeça erguida”. Foto: Emílio Gusmão.

Na última sexta-feira, 24, este blog entrevistou pela primeira vez a secretária de saúde de Ilhéus, Ledívia Espinheira.

Ledívia é reconhecida pela competência técnica (indicada por Jorge Solla) e por não ter jogo de cintura com a política. Essa deficiência tem criado dificuldades para o prefeito Jabes Ribeiro.

Principais destaques da entrevista:

o Blog do Gusmão cobrou um prazo para que os postos de saúde fechados voltem a funcionar;

a relação complicada com os vereadores e a falta de jogo de cintura com a política;

lixo hospitalar acumulado nos postos de saúde;

a previsão de um “setembro negro” para a saúde pública de Ilhéus, quando alguns hospitais poderão fechar as portas para os usuários do SUS, já que a prefeitura anunciou a suspensão dos pagamentos;

Ledívia Espinheira está otimista apesar da crise que perdura e ressalta a importância da visão técnica.

Ouça a entrevista.

POLUIÇÃO NO BALNEÁRIO DE OLIVENÇA

Piscinas podem estar poluídas.

A edição desta quarta-feira (15) do Programa Alerta Geral, apresentada por Gil Gomes na Rádio Santa Cruz, contou com duas participações que revelaram sérios problemas no Balneário de Olivença, em Ilhéus.

Primeiro, a ouvinte Aldacir afirmou que há quase um mês o Balneário não funciona nos finais de semana, causando prejuízos econômicos ao comércio local e transtornos aos visitantes. Segundo ela, o Balneário passa por dificuldades na administração e os funcionários estão sem receber horas extras.

Em seguida, Maria do Socorro Mendonça, presidente do Instituto Nossa Ilhéus, revelou a existência de relatórios que apontam níveis alarmantes de poluição nas águas do Balneário, o que representa risco à saúde dos banhistas.

Ouça as participações abaixo.

 

DECISÃO DA JUSTIÇA PREJUDICA ESCOLINHA DE FUTEBOL

Decisão judicial publicada em 2009, a favor da construtora INCON, tem prejudicado 300 crianças da Avenida Esperança que eram alunas da Escolinha de Futebol Meninos de Ilhéus, organizada pela ONG Human Network do Brasil.

Além da prática de esporte, o projeto oferecia cursos e outros benefícios à população.

Para entender o problema, ouça a entrevista de José Brantes Filho, diretor da ONG, ao programa Alerta Geral apresentado por Gil Gomes (Rádio Santa Cruz).

 

ENTREVISTA COM ARNON MARQUES FILHO: “GOVERNO MUDOU O REGIME DOS SERVIDORES PARA SE LIVRAR DO FGTS”

Arnon Marques Filho.
Arnon Marques Filho.

O atual governo de Ilhéus não implanta políticas de longo prazo capazes de resolver os problemas do município.

Tudo indica que esteja criando “jeitinhos” para viabilizar o funcionamento da máquina por um curto tempo.

Essa é a impressão deste editor ao analisar a entrevista do advogado trabalhista Arnon Marques Filho.

Com 27 anos de militância no direito trabalhista, Arnon Marques já atuou em mais de 2000 processos envolvendo servidores municipais.

Nessa entrevista ao Blog do Gusmão, o advogado analisa a mudança do regime jurídico do funcionalismo municipal, aprovada no dia 26 de março na Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Principais destaques:

Segundo Arnon Marques o governo municipal criou o estatuto “Viúva Porcina” (inexistente, que foi sem nunca ter sido);

a mudança do regime jurídico buscou livrar a prefeitura do pagamento do FGTS, deixar a máquina adimplente e firmar convênios;

só a união pode alterar direitos trabalhistas;

os concursos públicos definem o regime jurídico dos servidores nos editais, e essa condição não pode ser alterada por leis dos municípios;

quem não concorda com a mudança (e a perda de direitos) deve procurar a justiça do trabalho;

o novo estatuto, quando estiver no papel, só vai atingir os servidores contratados após a vigência da nova lei. Os anteriores continuarão regidos pelo CLT. Essa é a tendência, conforme decisões do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região;

os precatórios trabalhistas consomem em média R$ 230 mil, por mês, do orçamento municipal. Segundo Arnon Marques, esse valor não é suficiente para inviabilizar a máquina pública.

Ouça a entrevista.

 

 

JABES DISTANTE DA TRANSPARÊNCIA

Gil Gomes.
Gil Gomes.

No editorial de hoje do Programa Alerta Geral, o radialista Gil Gomes (Rádio Santa Cruz) fez indagações sobre pontos nada transparentes do governo Jabes Ribeiro.

Ausência de licitações na secretaria de assistência social (compra de cestas básicas), no setor de tributos, na locação de caçambas, no transporte escolar e na coleta de lixo indica que o governo abriu mão de compromissos estabelecidos na campanha.

Segundo Gil, austeridade e ilegalidade não caminham juntos.

ENTREVISTA COM JOAQUIM BASTOS: 100 DIAS DE GOVERNO E PROJETOS INSCRITOS NO VALOR DE 67 MILHÕES

Joaquim Bastos: secretário de planejamento de Ilhéus.
Joaquim Bastos: secretário de planejamento de Ilhéus.

A passagem de Joaquim Bastos pela reitoria da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) ficou caracterizada pela intensa captação de recursos externos.

Nos oito anos em que esteve à frente da instituição, foram erguidos novos pavilhões de aulas e pesquisa, parque desportivo e foram comprados muitos equipamentos. O ex-reitor garante que 80% dos recursos utilizados não vieram dos cofres do governo estadual.

Desde janeiro, Joaquim Bastos assumiu uma difícil missão.  Como secretário municipal de planejamento, ele deverá pensar a Ilhéus do futuro, tendo como ponto de partida uma combalida prefeitura, sem orçamento e inadimplente com suas obrigações fiscais.

Apesar das dificuldades,  o ex-reitor e professor aposentado anuncia que em 100 dias na secretaria, já conseguiu inscrever quatro projetos que somam 67 milhões de reais.

Ouça a entrevista que fizemos com Joaquim Bastos na última sexta-feira, 12

Principais destaques:

Ilhéus incluída no programa cidades digitais;

centro da cidade terá internet gratuita;

como tirar a prefeitura de Ilhéus da inadimplência;

os bairros Nossa Senhora da Vitória, Altos da Legião, Aureliano e Amparo, Centro Social Urbano, Iguape, Savóia, Novo Ilhéus, Banco da Vitória e Salobrinho provavelmente serão beneficiados com muitas obras.

Ouça a entrevista.

SECA NA BAHIA: SEGUNDO GEDDEL, WAGNER ABANDONOU O PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS

O deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) e Geddel Vieira Lima
O deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) e Geddel Vieira Lima. Foto: Blog do Gusmão.

O ex-ministro da integração nacional e atual vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica, Geddel Vieira Lima, visitou o eixo Ilhéus-Itabuna no último sábado, 13.

Pré-candidato ao governo do estado, Geddel prestigiou a posse do novo diretório do PMDB de Itabuna, que será presidido pelo ex-deputado estadual Renato Costa.

Na passagem do ex-ministro pelo Aeroporto Jorge Amado, este blog aproveitou a ocasião para entrevistá-lo.

Principais destaques:

Geddel afirma que o governador Jaques Wagner cometeu “erros brutais” no combate à seca;

fala da crise na segurança pública e defende moradias seguras para os policias;

o ex-ministro critica a lentidão no Porto Sul;

a possibilidade do prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, deixar o cargo por força da justiça e o vice-prefeito Cacá Colchões (do PMDB) assumir;

Geddel quer ser o candidato único da oposição em 2014 e se esquiva de analisar os pré-candidatos do governo;

o relacionamento ruim (ou não) com a Presidenta Dilma Rousseff.

Ouça a entrevista.

SERVIDORES MUNICIPAIS DE ILHÉUS FARÃO ATO PÚBLICO NO DIA 18

Lu do Sinsepi.
Lu do Sinsepi.

O presidente do sindicato dos servidores públicos de Ilhéus, Lu do Sinsepi, anuncia grande ato público no dia 18 de abril, com a participação de todos os sindicatos e associações.

A categoria quer participar ativamente da elaboração do estatuto dos servidores e questiona os métodos utilizados pelo governo municipal na mudança do regime jurídico.

Lu do Sinsepi afirma que os servidores continuam regidos pela CLT e questiona o secretário de administração, Ricardo Machado, sobre o fim do recolhimento do FGTS.

O Blog do Gusmão conversou com o sindicalista.

Ouça.

JABES, VALDERICO E NEWTON FORAM DENUNCIADOS MUITAS VEZES PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

Karina Cherubini.
Karina Cherubini.

Nesta entrevista concedida ao radialista Gil Gomes (Rádio Santa Cruz AM), na manhã de hoje (12), a promotora Karina Cherubini fala sobre o número de ações movidas contra os últimos três prefeitos de Ilhéus.

A promotora reclamou da lentidão do poder judiciário e demonstrou preocupação caso a “PEC da impunidade” (37/2011) seja aprovada pelo Congresso Nacional.

A PEC retira do Ministério Público o poder de investigação.

Ouça a entrevista.

 

EXCLUSIVO! BLOG DO GUSMÃO ENTREVISTA O CACIQUE BABAU

Cacique Babau. Imagem do Blog do Gusmão.
Cacique Babau. Imagem do Blog do Gusmão.

Desde 2009 o Blog do Gusmão tentava entrevistar o Cacique Babau.

Fizemos vários pedidos à Fundação Nacional do Índio (Funai) e ao Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

As entidades, sempre na defensiva, nunca deram resposta. Na verdade buscavam proteger o aguerrido e polêmico líder dos índios Tupinambá da Serra do Padeiro.

Para a nossa surpresa, na última segunda-feira, 08, encontramos o Cacique Babau no gabinete da 1ª vice-presidência da Assembléia Legislativa da Bahia. 

Na ocasião, este blogueiro assessorava o Vereador Fábio Magal (PSC) durante uma audiência com o deputado estadual Yulo Oitica (PT), vice-presidente do parlamento baiano.

Assim que o avistamos, fomos em sua direção e solicitamos a entrevista.

Mesmo desconfiado, Babau topou a conversa e pela primeira vez falou a um veículo de imprensa do Sul da Bahia.

Principais destaques:

segundo Babau, o povo Tupinambá é o verdadeiro dono da terra e tem direitos assegurados;

A incompetência do governo federal e a demora em resolver a questão;

As divisões entre os índios Tupinambá;

A suposta ligação “espiritual” entre o lendário Caboclo Marcelino e o Cacique Babau;

A Polícia Federal já prendeu o cacique. Babau analisa a relação com o braço policial do governo;

Babau critica a forma como os índios são tratados pela imprensa;

A relação conflituosa com os fazendeiros;

A possibilidade de novas ocupações, “tomar tudo”;

A marginalização da causa dos índios Tupinambá.

Ouça a entrevista.