CNN Brasil vai estrear no segundo semestre de 2019

Imagem: divulgação.

O setor de televisão por assinatura do país contará com mais um canal de notícias a partir do segundo semestre. Trata-se da CNN Brasil, que surge a partir do licenciamento feito pelo grupo liderado pelo empresário Rubens Menin e o jornalista Douglas Tavolaro. Com o novo desafio, Tavolaro se desligou do cargo de vice-presidente de jornalismo da Record TV nesta segunda-feira, 14.

Além de marcar presença no line up das principais operadoras de TV, a CNN Brasil promete ser ativa em ambiente online. “Canal de notícias multiplataforma” é a forma pela qual o projeto é definido por seus idealizadores. Para isso, a marca tende a seguir os passos da empresa responsável pelo licenciamento no âmbito nacional. A CNN norte-americana conta, por exemplo, com perfis em Facebook, YouTube, Twitter e Instagram — além de site oficial.

Com o acordo com a CNN International Commercial (CNNIC), a futura emissora hard news do Brasil contará com os conteúdos produzidos pelas mais diversas praças do conglomerado de mídia espalhadas pelo mundo. O acordo, no entanto, prevê a manutenção das operações da CNN International e a CNN en Español. Comunicado enviado à imprensa informa que as duas divisões não fazem parte do negócio selado para o mais novo negócio.

Movimentando o setor

A chegada da CNN Brasil deve movimentar o mercado da comunicação do país. Informações dão conta de que a empresa pensa em contar com ao menos 400 jornalistas em sua estreia. Apuração da reportagem do Portal Comunique-se indica que o processo seletivo será aberto ao decorrer das próximas semanas. Além de comunicadores, a lista de vagas contemplará profissionais de parte técnica e administrativo. A ideia principal é “recrutar e treinar jornalistas e equipes de produção”.

Sob comando de Rubens Menin e Douglas Tavolaro, a CNN Brasil visará a produção de conteúdo informativo. Vinte e quatro horas por dia. Sete dias por semana. Para isso, o projeto terá redações em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Fora o espaço na TV por assinatura e nas mídias digitais, a marca pretende ser reconhecida como agência de notícias. Além da estrutura, o projeto terá correspondentes internacionais em seus quadros de colaboradores.

Do site Comunique-se.

TVE EXIBE DOCUMENTÁRIO EM HOMENAGEM AO MESTRE MOA DO KATENDÊ

O documentário ‘Mestre Moa do Katendê – A primeira Vítima’, que presta homenagem à memória e ao legado cultural afro-baiano do capoeirista Mestre Moa, assassinado em outubro deste ano após discussão política, será exibido nesta sexta-feira, 30, às 20h15, na TVE Bahia. O doc., dirigido por Carlos Pronzato e produzido por Paulo Magalhães, conta a trajetória do Mestre Moa e reúne entrevistas e imagens de atos culturais em memória do capoeirista.

Produzido em apenas 14 dias, o filme contou com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto no Estado da Bahia (Sindae) e estreou em Salvador na Terça da Benção, festa tradicional do Bloco Olodum, que acontece no Pelourinho.

Moa era mestre de capoeira, músico, compositor, dançarino, ogã, artesão, educador e ativista da causa negra. Em 1979 teve sua música “Badauê” gravada por Caetano Veloso, no LP Cinema Transcendental. A canção é um Afoxé que conta a história do Bloco Afro Badauê, fundado pelo mestre e tocada no carnaval de Salvador no final dos anos 70. Além de Caetano Veloso, Mestre Moa teve composições gravadas por blocos afros como o Ilê Ayê.

Em 45 minutos, o documentário ‘Mestre Moa do Katendê – A primeira Vítima’ reuniu depoimento de familiares, amigos, parceiros musicais e pesquisadores que relatam a trajetória do Mestre Moa e sua saga pela valorização da arte e cultura do negro no Brasil.

GLOBO VAI ADAPTAR MAIS UM LIVRO DE JORGE AMADO SOBRE O SUL DA BAHIA

Após duas adaptações de Gabriela, Cravo e Canela chegou a vez do romance Cacau. Fotos: Internet.

A Rede Globo vai adaptar mais uma obra de Jorge Amado cuja trama acontece no sul da Bahia. Trata-se do romance Cacau, de 1934, que pertence à fase engajada do escritor grapiúna com a ideologia comunista.

Dessa vez será uma série para a TV que será dirigida por Ricardo Linhares. Segundo informações do colunista Daniel Castro, do UOL, terá de oito a doze episódios. “É um Jorge Amado que nunca foi produzido, e que eu vou adaptar para uma minissérie”, conta Linhares à coluna Notícias da TV. “Não há uma previsão de estreia, pois ainda estou escrevendo a sinopse. Tive que interrompê-la quando participei de Deus Salve o Rei, e retomei após a novela. Devo entregar [à direção da Globo] no fim deste mês.

A obra de Jorge Amado recebeu doze adaptações para a televisão. As de maior sucesso e benéficas para Ilhéus foram duas adaptações de Gabriela, Cravo e Canela, em 1975 e 2012, a primeira uma novela e a segunda uma minissérie que foi ao ar no centenário de nascimento do escritor.

Resumo do romance Cacau.

(mais…)

MORRE BEATRIZ SEGALL, A ODETE ROITMAN DA NOVELA VALE TUDO

Foto: O Globo.

De O Globo.

A atriz Beatriz Segall morreu nesta quarta-feira, aos 92 anos. Segall estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e tinha recebido alta no dia 21 de agosto. Recentemente, no entanto, ela voltou a ser internada. O motivo da internação não foi divulgado a pedido da família. Segundo a assessoria do hospital, ela morreu em consequência de problemas respiratórios.

Que ninguém convidasse Beatriz Segall e Odete Roitman para a mesma festa — a atriz e a personagem mais popular que ela interpretou viviam em mundos bem distintos. “[Odete] entrou para a história da televisão brasileira, isso é indiscutível. Agora, eu não sou uma atriz de um papel só, fiz muitas outras coisas, recebi alguns prêmios e não construí minha carreira só com ela”, desabafou Beatriz em 2013, em entrevista à revista ÉPOCA, numa das muitas vezes em que foi requisitada para falar sobre o enorme sucesso que a má, mesquinha, vaidosa e arrogante vilã da novela “Vale tudo” (de 1988, mas várias vezes reprisada) fez.

Na mesma entrevista, ela explicava seu cansaço: “As pessoas que acham que estão sendo originais e soltam a velha pergunta: ‘Quem matou Odete Roitman?’. Ninguém aguenta mais ouvir falar sobre isso. Mas se for uma abordagem bacana sobre a personagem, nunca me nego a falar.”

De vez em quando, porém, como quando falou ao GLOBO, em 1988 (época em que era parada na rua a toda hora por causa da novela), Beatriz revelava até algum carinho pela criação de Gilberto Braga: “A Odete diz coisas que são consideradas impatrióticas, mas que são verdades. Isso provoca alguns tipos de ações ou reações. Parece que todo mundo se envolveu muito com a Odete Roitman.”

EX-DEBATEDOR DA GLOBO NEWS DIZ QUE O CANAL ALIMENTA AGRESSÕES E CONFLITOS NAS RUAS

Da Rádio Brasil Atual

O cientista político Reginaldo Nasser, professor de Relações Internacionais da PUC de São Paulo, sugere o boicote contra a Rede Globo.

Nasser considera que a emissora tem tido uma postura antiética na cobertura jornalística da atual crise política do Brasil. O professor se recusou a participar como debatedor do programa Globo News Painel.

Ouça a entrevista de Reginaldo Nasser.

COM PARTICIPANTE DE ITABUNA, MISS BAHIA SERÁ TRANSMITIDO PELA BAND

Alessandra Nóbrega (foto: divulgação)
Alessandra Nóbrega (foto: divulgação)

A Band vai exibir ao vivo através da TV e internet, amanha (sábado, 25) o Miss Bahia 2013. A transmissão começa a partir das 22h, direto do Hotel Sheraton da Bahia.

A novidade nesse ano é que a emissora é responsável também por toda a produção do concurso. Ao todo foram mais de 700 inscritas, e dessas, 30 foram selecionadas para concorrer a uma vaga na etapa nacional, o Miss Brasil 2013.

A itabunense Alessandra Nóbrega, estudante de nutrição na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), participa do concurso. 

É possível votar por sms, sendo preciso apenas enviar uma mensagem com o nome “Alessandra” para 72260.  O envio só tem validade pelas operadoras Oi, Claro ou Vivo. A transmissão na internet será feita neste link.

Conheça as outras participantes do Miss Bahia 2013.

MARIA MACHADÃO RENDE PRÊMIO A IVETE

Na última segunda-feira (13), a cantora Ivete Sangalo ganhou o prêmio de Revelação da TV no 15º Prêmio Contigo! de TV pela interpretação da personagem Maria Machadão na novela Gabriela, produzida pela Rede Globo e baseada na obra de Jorge Amado.

Por conta de outros compromissos, a cantora não pôde comparecer ao evento, mas em sua conta no Twitter comemorou: “Uhuuuu!!! É nosso! Obrigada demais pelo prêmio de atriz revelação que divido com a super Titina Medeiros! Machadão foi um sonho na minha vida! Obrigada Contigo! Walcyr Carrasco, Maurinho Mendonça , Roberto Talma, felicidade é pouco!“.

GABRIELA DEPILADA?

Do Yahoo TV

Limpinha demais.

A atriz Juliana Paes terá de colocar pelos pubianos para uma cena de nu frontal de sua personagem Gabriela, na novela das 23h inspirada na obra de Jorge Amado. A informação é do jornal “Extra”.

A decisão foi tomada depois que críticos de TV e o público nas redes sociais perceberam que a Gabriela de Ju Paes era muito “limpinha”, sem pelos nas axilas e com dentes muito brancos. Isso seria um erro, já que Gabriela enfrentou uma vida muito difícil.

Ainda como conta o “Extra”, Juliana nunca pensou ter que passar por essa situação, já que fez depilação a laser nas axilas e na virilha justamente para não se preocupar mais com os pelos.

Tem que entrar na personagem, Juliana, com a cara e a coragem!

REGRAVAÇÃO DE GABRIELA: DIRETOR E ESCRITOR DA GLOBO VISITAM ILHÉUS

Em 2012, Ilhéus voltará às telinhas do Brasil, para isso, equipes técnicas da Rede Globo já foram a campo colher informações para a regravação de Gabriela, inspirada na obra de Jorge Amado. Walcyr Carrasco (escritor e dramaturgo) e Mauro Mendonça Filho (diretor de TV) estiveram na fazenda Primavera (da família Berbert de Castro), na última quinta-feira (03), para iniciar a escolha dos locais onde serão gravadas cenas da novela. Os dois passaram quatro dias em Ilhéus, visitando pontos onde é possível encontrar casario antigo. Na imagem de Mary Berbert, aparece também o fotógrafo José Nazal.

A TV SANTA CRUZ E O NOME DO MÉDICO

Nada contra os profissionais de jornalismo da TV Santa Cruz.

Mas vai aqui um questionamento à direção da emissora.

No último sábado (27), a TV exibiu reportagem sobre um caso de negligência médica, onde uma mulher, com nove meses de gravidez, não recebeu os cuidados necessários ao parto, e por isso, perdeu a criança. O fato, muito triste, aconteceu no Hospital Manoel Novaes em Itabuna.

O pai, emocionado, explicou o drama, mas, infelizmente, a TV Santa Cruz não divulgou o nome do médico, informação básica capaz de alertar as famílias que aguardam um novo membro.

Quando um jovem de 18 anos, pobre, se envolve num crime que dá boa pauta, a Globo local identifica o suposto criminoso. Sendo assim, por que tanto cuidado (ou medo) com um médico acusado de impedir o nascimento de uma criança?

COMPARAÇÃO COM BEIRA-MAR IRRITA RENAN CALHEIROS

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) se irritou quando questionado sobre sua presença no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa. Renan já foi condenado duas vezes pelo colegiado, mas acabou absolvido em plenário.A paulada final veio quando o repórter Danilo Gentili do CQC, da TV Bandeirantes, comparou a presença de Renan no conselho, com uma hipotética nomeação do traficante Fernandinho Beira-Mar para chefiar a Secretaria Nacional Antidrogas.

Muito irritado, Renan berrou pelos corredores do senado e solicitou a intervenção da polícia administrativa, que determinou a saída da equipe por falta de autorização para gravar no local.

Informações do Estadão.

HORAS DE ESPERA SALTANDO POCINHAS

Por Malu Fontes

O marketing tem, sim, o poder de matar ou fazer explodir positivamente um jeito de se fazer Carnaval em Salvador. O debate é velho, mas não mais velho que a repetição das mesmas imagens, dos mesmos enquadramentos que, durante uma semana, se vê, com raras exceções, em todas as emissoras locais de TV.

Algumas dessas emissoras reivindicam para si e suas crias um protagonismo maior do que o da própria festa em si. E quando acha-se que já se viu tudo o que poderia haver de pior, eis que alguma transmissão vai ao ar para provar que tudo sempre pode piorar. Este ano a piora foi o caso da mocinha Lola Melnick (ucraniana, dizem), uma espécie de cover estéril da recém-falecida condessa Carola Scarpa (que Deus a tenha!). A curvilínea calipígia foi enviada pela emissora de Sílvio Santos para matar de vergonha os profissionais locais do jornalismo da TV Aratu, retransmissora do SBT em Salvador.

(mais…)