Lives e performances musicais em tempos de pandemia será o tema da 7ª mesa redonda online do curso de comunicação social da UESC


O projeto de extensão “Diálogos avançados em comunicação”, do curso de Comunicação Social da UESC, tem promovido, desde o início de maio, o ciclo de debates “Diálogos em tempos de pandemia”. A iniciativa conta com a participação de especialistas da comunicação e áreas afins, que têm realizado uma série de discussões acerca de diversos aspectos relacionados ao contexto de pandemia que estamos vivenciando.  A próxima mesa redonda online acontece no dia 27 de agosto, às 14 horas, com o tema “Lives e performances musicais em tempos de pandemia”.

O objetivo desta mesa é debater o fenômeno das lives musicais emergido neste período de distanciamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. As lives musicais, além de preencher o isolamento, movimentou o mercado musical e provocou reflexões sobre as eventuais tensões na intersecção entre música e mídia. Nesse momento, observa-se a intensificação da plataformização da música através das redes sociais digitais (YouTube, Instagram e Facebook), fomentando um debate sobre novos meios de monetarização do mercado musical, adequação da estética e performances das lives a partir dos algoritmos das plataformas de conteúdos digitais e a formação de redes sociotécnicas baseadas em nichos musicais.

Os convidados para falar sobre a temática são os professores Jorge Cardoso e Felipe Trotta. Jorge Cardoso Filho é graduado em jornalismo (UFBA),mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas  (UFBA) e doutor em Comunicação (UFMG) . Realizou estágio doutoral (sandwich) sob a supervisão de Martin Seel, na Goethe-Universität Frankfurt am Main (2009). Atualmente é docente do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, tendo atuado como diretor entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2020. Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, UFBA. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – PQ nível 2. Jornalista Membro da IASPM – Rama América-Latina e da INTERCOM. Coordena o Grupo de Estudos em Experiência Estética: Comunicação e Artes (GEEECA), cadastrado no CNPq. Autor e organizador de livros, entre os quais se destacam: Práticas de Escuta do Rock (2013), Experiência Estética e Performance (2014) e Comunicação, Estética e Política (2020). Tem experiência na área de Teorias da Comunicação e das Linguagens, atuando principalmente nos seguintes temas: Música, Estética da Comunicação, História dos Meios e Crítica Cultural. (mais…)

Uesc: Consu autoriza aulas não presenciais durante a pandemia

Na segunda-feira (3), o Conselho Universitário (Consu), da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc),  autorizou, em caráter excepcional e temporário o uso e desenvolvimento de estratégias de ensino e aprendizagem, por meio de formas de ensino não presencial, prioritariamente por processos de educação mediada por Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), recursos educacionais digitais e outras, em substituição às atividades presenciais para o ensino de graduação e pós-graduação, denominado Ensino na Modalidade Não Presencial

O documento será encaminhado ao Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), para regulamentar a organização e funcionamento das atividades acadêmicas nos aspectos técnicos, didáticos e científicos relacionados ao Ensino na modalidade não presencial, bem como o Calendário Acadêmico Excepcional.

A Uesc não chegou a iniciar o ano letivo de 2020. A suspensão das  atividades presenciais, em decorrência da pandemia gerada pelo novo coronavírus, foram autorizadas pelo Consu, depois de ampla discussão provocada pelo reitor Alessandro Fernandes com os representantes dos segmentos da comunidade acadêmica.

As funções administrativas da gestão e a pós-graduação continuaram em home office. As atividades consideradas essenciais ligadas, principalmente a pesquisa, obedecem rigoroso protocolo de segurança para poder funcionar. (mais…)

Redes Sociais e Pandemia serão temas da 5ª mesa redonda online do Curso de Comunicação Social da UESC

Como temos nos conectado em tempos de distanciamento social? Qual a importância e o impacto das redes sociais para nossa convivência nesse período de pandemia? Como empresas, instituições, grupos diversos e os sujeitos sociais têm utilizado essas plataformas para divulgação de mensagens, produtos e ideias? Essas e outras questões serão discutidas na 5ª mesa redonda do ciclo de debates “Diálogos em tempos de Pandemia”, promovido pelo Projeto de Extensão Diálogos Avançados em Comunicação, do Curso de Comunicação Social da UESC.

 O evento terá transmissão online no próximo dia 23 de julho, quinta-feira, às 14h e tem como tema “Redes Sociais e Pandemia”. A discussão vai tratar das formas pelas quais plataformas digitais como Facebook, Instagram, Twitter, Youtube, dentre outros, são usadas para fins de entretenimento, econômicos, políticos, identitários, educacionais, etc. Assim como levantar questões sobre suas inovações, contradições e impacto na vida das pessoas atualmente.

 Duas especialistas da área da comunicação foram convidadas para falar sobre a temática. A professora, escritora e pesquisadora Pollyana Ferrari, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Pós-doutora em Comunicação pela Universidade Beira Interior (UBI/Portugal), ela é doutora e mestre em Comunicação Social (USP) e graduada em Jornalismo (PUC-SP). É professora titular do Programa de Estudos Pós-Graduados em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD/PUC-SP) e líder do Grupo de Pesquisa do CNPq Comunidata. Também é professora dos cursos de graduação em Jornalismo e em Multimeios da PUC de São Paulo. Autora dos livros “Comunicação Digital na era da participação”, “Jornalismo Digital”, “Hipertexto Hipermídia”, “A força da mídia social”, “No tempo das telas”, “Comunicação na era da participação” e “Como sair das bolhas”. Atua como pesquisadora nas áreas do jornalismo de dados, narrativa transmídia, fact-checking e social media. (mais…)

Uesc realiza o “III Debates Constitucionais”

O evento será inteiramente on-line.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) realizará, entre os dias 22 a 24 de julho, o III Debates Constitucionais, com o tema “Competências e Direitos Fundamentais em tempos pandêmicos”. Esta edição, inteiramente ON-LINE, conta com o apoio do Departamento de Ciências Jurídicas (DCJUR/Uesc) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/BA-Subseção Ilhéus), e tem como objetivo conferir abordagens diferenciadas dos fenômenos jurídicos vivenciados atualmente no país, a fim de constituir reflexões acadêmicas mais engajadas, sem destacar aspectos puramente ideológicos ou políticos.

Produto de extensão da Linha de pesquisa “Direitos Fundamentais e democracia” do Grupo de Pesquisa em Direitos Humanos (GPDH/Uesc), a terceira edição dos ‘Debates Constitucionais da UESC’ refletirá também sobre o quadro atual da pandemia por coronavírus, o qual exige criatividade, cautela e engajamento dos aplicadores do direito, uma vez que o ordenamento jurídico brasileiro não possui todas as respostas necessárias ao enfrentamento do problema; e a crise institucional que fez emergir insegurança jurídica e desigualdades, principalmente em relação aos mais vulneráveis.

O evento é gratuito e as inscrições já podem ser feitas na sua página oficial, cuja programação reúne juristas e professores, e tem como público-alvo toda comunidade acadêmica, além de profissionais do direito e áreas afins. Os participantes serão certificados com carga horária de 30h.

As palestras serão transmitidas pelo YouTube, às 19h, no canal do evento. Para mais informações, consulte a página oficial e inscreva-se.

Pandemia, raça, gênero e classe é tema da 4ª mesa redonda online do Curso de Comunicação Social da UESC 

O Projeto de Extensão Diálogos Avançados em Comunicação, do Curso de Comunicação Social da UESC promove, no próximo dia 09 de julho, quinta-feira, às 14h, a quarta mesa redonda do ciclo de palestras “Diálogos em tempos de Pandemia”.

Com transmissão online, o tema da vez será “Pandemia, raça, classe e gênero: uma reflexão do ponto de vista sanitário, econômico e educacional”.

O objetivo é discutir quais os impactos sociais, econômicos, educacionais e culturais da COVID-19 sobre diversos grupos raciais/sociais na atualidade, a partir de uma análise de seus contextos de vida, situação de moradia, níveis de renda e condições educacionais. Como também abordar as maneiras pelas quais os meios de comunicação contemporâneos, hegemônicos e não hegemônicos, tratam essas questões em seus espaços de atuação, no Brasil e na América Latina.

A convidada da tarde é a professora Márcia Santos Lemos, da Universidade do Sudoeste da Bahia. Doutora em História Social, a palestrante é coordenadora do Laboratório de Estudos Marxistas UESB e concentra seus estudos nas discussões sobre mulheres, feminismo e ideologia, assim como na formação social brasileira na contemporaneidade. Os mediadores da mesa serão os professores do Curso de Comunicação Social, Verbena Córdula Almeida e Samuel Mattos.

O ciclo de debates “Diálogos em tempos de pandemia” tem o apoio do Departamento de Letras e Artes (DLA) e da TV UESC e começou no mês de maio. Com a participação de pesquisadores e especialistas de diversas áreas de conhecimento, o evento problematiza as mudanças sociais percebidas com a chegada da pandemia do novo coronavírus e os desdobramentos históricos, políticos, socioeconômicos, culturais e educacionais causados pela crise atual.

 O projeto é aberto ao público em geral e continua nos próximos meses. Todas as mesas são transmitidas pelo canal do Youtube da TV UESC através do site: www.youtube.com/tvuesc.

Reitoria transfere início das aulas de graduação da UESC

UESC.

Por meio de nota pública, a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) anunciou que vai transferir o início das aulas da graduação. Veja a nota na íntegra:

Considerando a condição de Pandemia pelo Covid-19, declarada pela Organização Mundial de Saúde – OMS, apesar de não haver casos suspeitos na comunidade acadêmica, a Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, constituiu um Comitê Gestor com o objetivo de preparar ações de enfrentamento da crise.

Assim sendo, a Reitoria da UESC decidiu transferir o início das aulas de Graduação para o dia 23 de março de 2020. As demais atividades da Universidade permanecem em funcionamento dentro da normalidade.

O reitor Alessandro Fernandes de Santana, garantiu que a Universidade Estadual de Santa Cruz não poupará esforços para tal enfrentamento e que a UESC está seguindo todas as orientações das autoridades sanitárias.

Maiores informações e orientações serão disponibilizadas nos canais de comunicação da instituição de ensino superior e através da imprensa em geral.

UESC: matrículas começam na próxima quinta-feira (30)

UESC.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) informou na manhã desta quarta-feira (29), o cronograma com os prazos e procedimentos de matrícula dos candidatos a ingresso pelas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e via Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

SISU 2020 – PERÍODO DE INSCRIÇÕES

Considerando que no final da tarde do dia 28/01/2020 foram divulgadas as relações dos candidatos selecionados na Chamada Regular do SiSU 2020, informamos que o período para a Solicitação de Matrículas com a entrega dos documentos, para os Cursos de Graduação desta Universidade, ocorrerá nos dias 30 e 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro de 2020, nos Colegiados de Curso, das 08h às 12h e das 13h às 16h.

Reitor e vice da UESC tomam posse dia 4 de fevereiro (terça-feira)

Mauricio Moreau e Alessandro Fernandes.

A solenidade de posse do reitor e vice reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), será dia 4 de fevereiro (terça-feira), às 19 horas no Centro de Arte e Cultura Governador Paulo Souto, no campus da UESC.

Os professores Alessandro Fernandes de Santana e Maurício Santana Moreau foram eleitos em votação direta realizada pela Comunidade Universitária, em 26 de novembro de 2019 e tomarão posse para um mandato de quatro anos (2020-2024) .

UESC oferece 1.704 vagas em 33 cursos de graduação

UESC.

As inscrições para o 1º semestre de 2020 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foram abertas na madrugada desta terça-feira (21). Os estudantes podem se inscrever até as 23h59min do próximo domingo (26), já que o prazo foi prorrogado após erros nas correções de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) está disponibilizando, no Sisu 1.704 vagas nos 33 cursos de graduação em Bacharelado e em Licenciatura. Em bacharelado, a UESC oferece os cursos de: Administração, Agronomia, Biomedicina, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Comunicação Social, Direito, Economia, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Física, Geografia, Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (Lea), Medicina, Medicina Veterinária, Matemática e Química.

Em licenciatura, os cursos são: Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia e Química

Cálculo da nota

No momento da inscrição, é possível escolher até duas opções de curso, de acordo com a ordem de preferência. Alguns cursos, no entanto, têm certas restrições. O Sisu dá liberdade para as instituições de ensino definirem como usarão o Enem. Assim, determinado curso pode exigir, por exemplo, uma média mínima no Enem – que é a soma de todas as notas obtidas nas provas do exame, dividida por cinco – ou mesmo uma nota mínima em determinada prova. Isso faz com que, dependendo da nota obtida, estudantes não sejam classificados para determinados cursos.

É possível também conferir pesos diferenciados para as provas. A nota em ciências da natureza ou em matemática pode valer mais para um curso de física ou química, por exemplo. Dessa forma, a nota do estudante pode variar dependendo do curso para o qual ele está concorrendo.

Nota de corte

O Ministério da Educação (MEC) divulga, uma vez por dia, na página do Sisu as notas de corte, que são as menores para os candidatos ficarem entre os selecionados na modalidade escolhida. A nota de corte é calculada com base no número de vagas e no total de candidatos inscritos. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição. Ela não garante que o estudante seja selecionado.

É possível alterar as opções de curso feitas até o final do período de inscrição. O Sisu considera válida a última opção registrada pelos estudantes.

Alessandro Santana vence eleição para reitoria da UESC

Alessandro Santana.

A comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) realizou a eleição para reitor e vice-reitor da instituição de ensino superior para o período 2020 a 2024, na terça-feira, 26. Concorreram ao pleito, a chapa 1: Alessandro Santana, (reitor), Maurício Moreau (vice); chapa 2: Cristiano Bahia (reitor), George Albuquerque (vice); chapa 3: Guilhardes Júnior (reitor), Agna Menezes (vice) e a chapa 4: Pedro Marinho(reitor), Ronan Corrêa (vice). As chapas1, 2 e 4 vão compor a lista tríplice que será enviada ao governador Rui Costa.

Vinte e uma sessões serão instaladas no campus, situado no bairro Salobrinho, em Ilhéus. O encerramento, de acordo com a comissão eleitoral, aconteceu às 21 horas. Logo em seguida ocorreu a apuração no auditório do Pavilhão Max de Menezes, ao fim da apuração foi anunciado o resultado com a indicação dos três mais votados.

O prazo para impugnação do resultado será no dia seguinte (27). O julgamento das impugnações e homologação do resultado final no dia 29. O prazo final para encaminhamento, por parte da Comissão Eleitoral, das decisões dos recursos ao Conselho Universitário será no dia 9 de dezembro. Nesta data o Consu autoriza ao presidente do Conselho, o reitor Evandro Sena Freire encaminha a listra tríplice ao governador para homologação do reitor e vice-reitor.

O colégio eleitoral da Universidade Estadual de Santa Cruz é composto pelos corpos docente, discente e técnico-administrativo e seus votos têm peso igual de um terço, cada. Puderam votar os estudantes, professores substitutos, visitantes e técnico-administrativos, incluindo os em Regime Especial de Direito Administrativo, desde que comprovada vigência de seus contratos pela Gerência de Recursos Humanos. Foram impedidos de votar os servidores técnico-administrativos em cargos comissionados com menos de cinco anos de exercício na UESC.

Professor Guilhardes Júnior é pré-candidato a reitor da UESC

Professor Guilhardes Junior. Foto: ASCOM/UESC.

As eleições para escolha do novo reitor da UESC acontecem em novembro mas os nomes dos pré-candidatos já começam a surgir. Dentre os postulantes, aparece o do atual Diretor do Departamento de Ciências Jurídicas, prof. Guilhardes Júnior.

Guilhardes tem experiência e vivência na Universidade. Foi presidente do Centro Acadêmico de Direito e também do DCE. Por lá foi também servidor técnico administrativo e iniciou a carreira docente como professor substituto. Há oito anos trabalhando na gestão do Curso de Direito, contribuiu para que o curso tivesse uma maior abertura para a sociedade e figurasse como um dos melhores da Bahia, inclusive obtendo o Selo OAB Recomenda, que distingue os melhores cursos de Direito do Brasil, segundo a Ordem dos Advogados. Na Universidade é também conhecido pela coordenação de projetos de extensão como o SER-Mulher, o Núcleo Rondon e pela defesa das questões ambientais.

Conhecimento da UESC o pré-candidato tem de sobra, já que desde calouro até uma sólida carreira docente, passando por Mestrado e Doutorado e funções administrativas, já se vão quase 30 anos ligados à universidade.

Ministério da Defesa e UESC finalizam preparativos para o IV Congresso Nacional do Projeto Rondon

Congresso será realizado em setembro. (Foto: Jonildo Glória)

Representantes do Ministério da Defesa estiveram reunidos com o reitor Evandro Sena Freire, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus, para mais uma preparatória para o IV Congresso Nacional do Projeto Rondon, que terá como tema Cidadania e Responsabilidade.

Também participaram da reunião os coordenadores locais do IV Congresso Nacional do Projeto Rondon, que será realizado nos dias 25, 26,27 e 28 de setembro, pelo Ministério da Defesa, com o apoio da UESC. O Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, no bairro Salobrinho, deverá receber cerca de 500 participantes de todo Brasil.

O Congresso Nacional do Projeto Rondon tem por objetivo discutir as ações anteriores e pensar no futuro das atividades e operações que serão realizadas. A primeira edição foi realizada em Ribeirão Preto/SP, na Universidade de São Paulo (USP), em 2013, e a segunda na cidade de Florianópolis/SC, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em 2015.

O reitor da UESC, professor Evandro Sena Freire, mais uma vez reforçou o apoio da comunidade acadêmica. “O Projeto Rondon merece todo nosso respeito. Estamos apoiando este Congresso, bem como, com o apoio de toda sociedade regional”.

Estudantes de Ilhéus e Itabuna desenvolvem método para tratamento de água

Foto: Ascom/Secti.

O trabalho de pesquisa de estudantes de Ilhéus e Itabuna tem trazido resultados práticos quando o assunto é oferecer água de qualidade para a população. É o que revela o professor Franco Amado, da Uesc, responsável pelo Laboratório de Materiais e Meio Ambiente (Lamma), que conta com pesquisas, como o Projeto Água Limpa Sempre. O projeto tem conseguido eliminar impurezas das águas baianas, como em casos nos municípios de Bom Jesus da Lapa, Ilhéus e Itabuna.

Responsável por iniciar as pesquisas entre os anos de 2000 e 2001, o professor Franco Amado explica que a máquina utilizada na Uesc pode tratar até dois mil litros por hora. “Se pensarmos que uma família de quatro pessoas utiliza 500 litros por dia, então uma máquina consegue tratar por hora o que quatro famílias consomem durante o dia”. Ele ressalta que atualmente não consegue tratar água de uma cidade inteira, mas de comunidades com 20 a 30 famílias.

Para maximizar o processo de tratamento da água, auxiliando, inclusive, a resolver problemas de contaminação em cidades baianas, o pesquisador afirma que é possível acoplar várias máquinas ou produzir uma maior. “Já existe sistema similar operando para tratamento de efluente, que é para tratar a água que sai das indústrias, como a de celulose. Podemos aumentar a escala da máquina para resolver esse tipo de problema”.

Foto: Ascom/Secti.

As pesquisas realizadas pelos estudantes da Uesc já tiveram resultados práticos no tratamento de água de poço no município de Bom Jesus da Lapa e na própria cidade de Ilhéus. “Em Bom Jesus da Lapa havia problema com excesso de flúor. Pegamos essa água e conseguimos tratar e remover o flúor da água. Outro problema que a gente resolveu foi na época da seca aqui na região, quando a água do mar estava invadindo o rio e deixando salobra a água para consumo”, lembra.

(mais…)

UESC abre inscrições para o Mestrado Profissional em Enfermagem

As inscrições para a seleção de candidatos para o Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – PPGENF, nível Mestrado Profissional, da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) estão abertas até o dia 21 de maio de 2019.

Informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site da Uesc, no item editais.

O Programa de Pós-Graduação é destinado a enfermeiros em exercício na rede pública ou privada de Saúde ou docentes e demais funcionários do quadro efetivo da UESC. A linha um de pesquisa do Mestrado Profissional trata do “Cuidar em Enfermagem no processo de desenvolvimento humano”. O objetivo é promover conhecimento sobre o cuidado e educação em enfermagem no processo de desenvolvimento físico mental da pessoa em todas as fases da vida. Estuda as condições que interferem na saúde da criança, mulher, adolescente de pessoas adultas e idosas, considerando as múltiplas vulnerabilidades.

Já á linha dois foca “Gestão, Planejamento e Processos de organização do cuidado em Enfermagem e Saúde”. Abrange estudos dos sistemas, serviços, processos organizacionais e de educação para o cuidado em enfermagem e saúde, o desenvolvimento de políticas públicas, gestão, gerenciamento e governança para a melhoria  da qualidade da atenção e do processo de trabalho em saúde e enfermagem.

UESC entra em greve por tempo indeterminado

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira, 10, os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Na votação que decidiu pelo movimento, 96 docentes votaram a favor, 52 contra.

Os professores decidiram se juntar aos colegas das outras universidades estaduais da Bahia (UESB, UEFS e UNEB) que deflagraram greve na semana passada.

Os professores cobram promoções, recomposição salarial, contratação de novos docentes e mais investimentos nas universidades estaduais.

Com informações do Pimenta.