DPT identifica 3ª mulher encontrada morta na praia do Malhado

Fotomontagem: Blog Agravo.

Com informações do Blog Agravo

O Departamento de Polícia Técnica, por meio do trabalho de uma Perita Técnica (Papiloscopista), identificou a mulher encontrada morta na manhã do último sábado, 12, na praia do Malhado, zona norte de Ilhéus.

Segundo informações policiais, a vítima foi identificada como Débora Bispo Correia, 38 anos, natural de Ubaitaba.

A vítima apresentava sinais de violência no rosto e estava sem a parte de baixo do biquíni. Sinais iguais à segunda vítima ,Jamile dos Reis Gomes, encontrada no dia 28/09, em um córrego, também na praia do Malhado.

Vale lembrar que em março, outra mulher foi encontrada morta na praia do Malhado, mas o principal suspeito foi preso pela Polícia Civil.

O Núcleo de Homicídio da Polícia Civil investiga os dois casos.

Armas de agressor de violência doméstica terão que ser apreendidas

Imagem ilustrativa.

Fonte: Agência Brasil

Diário Oficial da União publica hoje (9) lei sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que altera a Lei Maria da Penha, para prever a “apreensão imediata de arma de fogo sob a posse de agressor em casos de violência doméstica”.

O texto sancionado manda verificar se o agressor possui registro de porte ou posse de arma de fogo e, na hipótese de existência, juntar aos autos do processo investigativo essa informação.

A lei determina também que a instituição responsável pela concessão do registro ou da emissão do porte, nos termos do Estatuto do Desarmamento, seja notificada da ocorrência.

Segundo o projeto Relógios da Violência do Instituto Maria da Penha (IMP), a cada 7,2 segundos uma mulher sofre agressão física no Brasil.

Sindpoc divulga vídeo com a morte do delegado Mastique

Foto extraída de vídeo de câmera de monitoramento

Fonte: O Tabuleiro

Um vídeo divulgado na manhã desta quinta-feira (03) pelo Sindicato de Policiais Civis na Bahia mostra os minutos que antecederam o assassinato do delegado José Carlos Mastique, em abril deste ano em Itabuna. As imagens de uma câmera de segurança revelam o momento exato em que o soldado da Polícia Militar Cleomário de Jesus Figueiredo atira em Mastique, mesmo após a vítima ter guardado a arma de fogo que possuía.

O vídeo é legendado e evidencia a versão apresentada pelo Sindpoc na mesma semana do caso. O delegado estava em um posto de gasolina e tentou proteger a namorada de um PM, que estava de folga, e embriagado queria agredir a companheira. O civil estava acompanhado do investigador José Jorge de Figueireido e de uma mulher que foram testemunhas do crime.

Durante a confusão mostrada no vídeo, o delegado parou para prestar ajuda na confusão em que estava o policial militar fora de serviço. O próprio Mastique ligou para a Central da PM para pedir reforço e, segundo o Sindpoc, avisou que havia policiais civis no local. Ao chegar, os policiais do 15º BPM abordaram o delegado e o investigador já na avenida em frente ao posto e mandaram que eles se deitassem no chão. O delegado se recusou a obedecer e mostrou sua identificação, porém foi atingido.

O Ministério Público já apresentou denúncia contra os policiais militares após as evidencias e provas do dia 28 de abril. Veja abaixo o vídeo completo:

MP lança campanha de combate à criminalidade

O Ministério Público estadual lança na próxima quarta-feira, dia 14, uma campanha publicitária de combate à criminalidade. Estarão presentes a procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado, procuradores e promotores de Justiça, além de servidores da Instituição.

Nas peças, que incluem folders, cartazes e divulgação de vídeos e cards nas redes sociais, serão abordados diversos tipos de crimes como homicídio, violência contra as mulheres, tráfico de drogas, corrupção, lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos, fraudes em licitações, organizações criminosas, feminicídio, violência policial, violência sexual contra crianças e adolescentes e lavagem de dinheiro. O lançamento ocorrerá a partir das 10h, na sede da Instituição no CAB.

Com o lema ‘Criminalidade. O MP Explica. O MP Combate’, a campanha visa alertar a população sobre temas como homicídio e o aumento da criminalidade. Segundo o ‘Atlas da Violência 2018’, houve um aumento significativo nas ocorrências de homicídios em todo o Estado, em percentual próximo do dobro ao longo de dez anos (de 2006 a 2016).

Diante desses dados, o MP tem atuado na repressão à criminalidade organizada, participando de discussões com outros órgãos para adoção de políticas de segurança pública no Estado.

A Instituição também desenvolve ações de combate à violência contra as mulheres. Para se ter ideia do crescimento desse tipo de violência, em 2018 houve um aumento de mais de 60% no número de mulheres que procuraram o MP para denunciar casos de agressão.

Prefeitura de Uruçuca realiza palestra sobre violência contra a mulher

Prefeito Moacyr Leite abriu o evento. Foto: Ascom-Uruçuca.

Em comemoração aos 13 anos da Lei Maria da Penha, a Prefeitura Uruçuca, por meio da Secretaria de Assistência Social e pelo CREAS, realizou na tarde de quarta-feira, 7, no Sindicato Rural de Uruçuca e na manhã de quinta-feira, 8, em Serra Grande, palestra e roda de conversa sobre a violência contra a mulher.

As palestras abordaram a temática da violência contra a mulher, notadamente a violência doméstica, seus tipos, a Lei Maria da Penha, a orientação operacional para as ocorrências especializadas de violência contra a mulher e ainda sobre o tratamento humanizado que deve ser dispensado às vitimas, pois se encontram em estado de vulnerabilidade.

As delegadas Camila França, de Uruçuca e  Andrea Tambone, de Ilhéus, palestraram sobre direitos e medidas protetivas da Lei. As assistentes sociais, coordenadoras e psicólogas debateram sobre o tema com as mulheres em uma dinâmica roda de conversa.

“Ao primeiro sinal de agressão, a mulher tem que dar um basta, precisa denunciar. É necessário acabar com essa cultura do homem pensar que as mulheres são propriedade deles, e que eles podem fazer o que bem entenderem”, disse o prefeito Moacyr Leite Jr, em seu discurso de boas vindas aos participantes.

Polícia elucida assassinato no Nossa Senhora da Vitória; homem foi morto a pauladas

Tatuador e Xaninha (autores do crime segundo a polícia) e Mário Sergio (a vítima). Fotos: Ascom-Polícia Civil e Agravo/reprodução.

Investigadores da 7ª Coorpin, de Ilhéus, prenderam em flagrante Dorisval da Silva Santos Junior (Junior Tatuador) e Mário Sérgio Santos Oliveira (Xaninha) na segunda-feira, 22. Segundo a Polícia Civil a dupla matou com golpes de madeira e de barras de ferro um homem no bairro Nossa Senhora da Vitória.

A vítima, Paulo Ferreira Matos, de 50 anos, foi agredida com pancadas seguidas até morrer. O delegado Thiago Almeida explicou que o crime foi motivado por uma discussão. O trio se desentendeu durante a divisão de pedras de crack. “Todos os envolvidos eram usuários de drogas”, afirmou o delegado.

Os pedaços de madeira e as barras ferro usados no crime foram apreendidos e encaminhados para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). A elucidação ocorreu em menos de 24 horas.

Aluno que feriu mão do colega na Escola Ceará foi transferido

O corte não foi grave, afirmou a vítima. Foto que circula no Whatsaap.

O aluno de 14 anos que feriu a mão do colega com um golpe de faca já não frequenta a Escola Estadual Estado do Ceará, de Ilhéus.

Ontem (segunda-feira, 03), no mesmo dia do fato, os pais do adolescente solicitaram transferência antes que a diretoria da escola adotasse providências.

Antes de perder a cabeça e agredir o colega, o jovem era reconhecido como aluno excelente.

A vítima publicou uma foto no Whatsaap com a explicação de que o corte não foi grave.

Diretor da Escola Ceará desmente esfaqueamento de alunos; apenas um saiu ferido

Muro do Colégio Estadual Estado do Ceará.

Em contato com o BG na tarde desta segunda-feira, 03, o professor Benedito Souza negou que alunos da Escola Estadual Estado do Ceará tenham sido esfaqueados por um colega.

Segundo Benedito (diretor da unidade de ensino), por volta das 10h20min., um aluno de 14 anos desferiu um golpe de faca contra um colega de 15 anos e gerou um ferimento superficial na mão da vítima. A briga teria começado na sala de aula, com brincadeiras de mau gosto, xingamentos e troca de tabefes. A atitude violenta do menor foi direcionada para uma só pessoa, diferente do que está sendo divulgado.

O porteiro e um segurança tomaram a faca e conseguiram acalmar a situação, afirma o diretor.

O jovem foi apreendido e levado à 7ª Coorpin para registro da ocorrência. A viatura da SAMU fotografada próxima à escola não tem relação com o fato. O serviço de urgência e emergência socorreu um homem que passou mal nas proximidades da escola, explicou Benedito Souza.

Polícia prende homem acusado de matar senhora canadense moradora do São Miguel

Zinho confessou a autoria do crime. Fotos: Polícia Civil e Whatsaap.

Uma reviravolta aconteceu nas investigações sobre a morte da senhora Ramona Louise Dawe, fato ocorrido no dia 11 de abril, no bairro São Miguel, em Ilhéus.

Quatro dias depois, o delegado Helder Carvalhal disse que não foram encontrados sinais de violência e agressões físicas na cabana em que faleceu a idosa, de nacionalidade canadense.

O resultado da necrópsia indicou “morte de causa a esclarecer” e, segundo a polícia, provavelmente Ramona faleceu devido a fatores naturais.

Contudo, investigações posteriores conduzidas pelo delegado Helder Carvalhal apontaram que a idosa foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte).

Uilliânathan de Oliveira Martins, apelidado como Zinho, de 27 anos, entrou no estabelecimento, furtou um aparelho de celular da vítima e a empurrou. Ramona, que havia acabado de almoçar, bateu a cabeça numa mesa e no chão. Com os impactos, parte do alimento que ela ingeriu entrou nas vias respiratórias e ela faleceu devido à broncoaspiração.

A polícia esteve na casa de parentes do acusado no bairro São Miguel e nas proximidades do loteamento Joia do Atlântico, com o objetivo de cumprir mandado de prisão, mas não o encontrou.

Ontem, sexta-feira, 26, acompanhado da mãe e do padastro, Zinho se apresentou à 7ªCoorpin/Ilhéus e foi preso imediatamente, após confessar a autoria do crime.

Assassinato do surfista Jackson: delegado afirma que a polícia já identificou suspeitos

Renato Fernandes anuncia: quadrilhas de Una estão com os dias contados. Foto: Una News/reprodução.

O delegado da Polícia Civil, Renato Fernandes, disse ao BG que a investigação já identificou os assassinos do surfista Jackson Nascimento dos Santos, de 24 anos, morto após uma tentativa de assalto ocorrida no último domingo, 14, na BA-001, trecho Ilhéus-Una.

Jackson recebeu um tiro nas costas e faleceu no Hospital Costa do Cacau, na mesa de cirurgia (detalhes aqui). No momento do crime, os bandidos estavam encapuzados.

Jackson foi surfar com um amigo e recebeu um tiro na garupa da moto quando voltava.

O delegado acusou as quadrilhas de Danilo e Fabiano, rivais no tráfico de drogas, de envolvimento no assassinato do surfista. Além de venderem entorpecentes, os dois grupos também cometem assaltos e roubam veículos na região de Una, Santa Luzia, Canavieiras e Belmonte.

O delegado mandou um aviso: “as quadrilhas de Danilo e Fabiano em Una estão com os dias contados. Nós vamos prender todo mundo e colocar na tranca. Se tiver reação vão tombar”.

Segundo Fernandes, na última semana a polícia militar prendeu em flagrante um homem chamado Jonatas, próximo ao distrito de Colônia, por envolvimento no tráfico de drogas. Logo após a prisão, a quadrilha de Danilo atirou numa viatura e quase matou um soldado. “Eles já disseram que vão enfrentar a polícia. O recado que eu dou é podem vir. Vamos cumprir a lei, mas quem atirar na polícia vai voltar deitado, na horizontal”.

Neste mês de abril, Renato Fernandes está responsável pelas delegacias de Una, Santa Luzia e Canavieiras.

Assaltantes matam surfista de Canavieiras na BA 001

Jackson faz a tradicional saudação “hang loose”, comum entre os surfistas. Foto: Whatsaap/reprodução.

A morte trágica de um surfista conhecido com Jackson repercute nas redes sociais.

Segundo relatos, ontem (domingo, 14), a vítima e um amigo conhecido como Maicon foram surfar no litoral sul de Ilhéus, próximo ao limite com o território de Una.

No retorno, por volta das 17 horas, a motocicleta que transportava a dupla foi interceptada na BA 001, trecho Ilhéus/Una, nas proximidades de uma propriedade conhecida como “fazenda de Fernando Gomes”. Paus e muitas pedras foram colocados na pista para impedir a passagem dos jovens. Maicon, que conduzia a moto, achou uma brecha e rompeu o cerco ao perceber que havia homens armados.

Jackson, na garupa do veículo, recebeu um tiro no abdômen e Maicon não sofreu dano. O condutor conseguiu levar Jackson até o Hospital Municipal Frei Silvério, de Una. Depois, uma ambulância o conduziu para o Hospital Costa do Cacau. Jackson entrou na emergência com vida, mas faleceu na mesa de cirurgia.

O BG busca mais informações sobre o latrocínio.

Atualizado às 13h28min.

Segundo informações do site Una News, Jackson tinha 24 anos, residia em Canavieiras e era sobrinho do vereador Nilton Nascimento, da mesma cidade.

Polícia prende em menos de 24h homem que assaltou deputada do partido de Bolsonaro

José Augusto usou um revólver no assalto contra a deputada. Fotos: Ascom/Civil e internet.

A Polícia Civil prendeu José Augusto da Silva Santos, na última sexta-feira, 12, acusado de roubar a deputada federal Dayane Pimentel (PSL), em Feira de Santana, no mesmo dia.

Dayane Pimentel andava na Avenida Getúlio Vargas acompanhada do arcebispo metropolitano Dom Zanoni e de assessores quando foi assaltada. A parlamentar e seus colaboradores perderam telefones celulares e uma máquina fotográfica. O bandido portava uma arma de fogo.

Em depoimento, José Augusto revelou os locais em que escondeu os aparelhos roubados e a arma utilizada no crime. O material foi apreendido no bairro Baraúnas, em Feira de Santana.

Acerto de contas por causa de um celular gera mais um assassinato em Itabuna

Ricardo Bastos, um dos acusados, segundo a polícia. Foto: Ascom/Polícia Civil.

A morte de um homem foi elucidada em menos de 24 horas em Itabuna. Uma operação que envolveu equipes da Delegacia de Homicídios (DH), Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) e da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (6ª Coorpin), identificou os autores, prendeu e apreendeu envolvidos na quarta-feira, 10.

O corpo de Fabrício Menezes da Silva foi encontrado em um matagal naquele município, no final da tarde de terça-feira, 9. No início da manhã de quarta-feira, 10, os policiais chegaram até Ricardo Bastos da Silva e um adolescente, que confessou a participação no homicídio. Ambos foram localizados em um conjunto residencial no bairro da Califórnia.

De acordo com o delegado André Aragão, o crime foi motivado por um acerto de contas. “Fabrício teria furtado um celular (smartphone) do adolescente apreendido e tentou vender naquele conjunto habitacional, quando os agressores reconheceram o aparelho e resolveram lhe dar um corretivo. A vítima não resistiu aos ferimentos”, explicou.

Ricardo Bastos ficou preso e foi colocado à disposição da Justiça. O adolescente será apresentado na Vara da Infância e da Juventude da região.

Polícia Civil identifica autores do atentado na Gráfica Docarmo

Imagem do momento do atentado. Fonte: Blog Agravo/reprodução.

De acordo com o delegado Helder Carvalhal, do núcleo de homicídios da 7ª Coorpin/Ilhéus, a Polícia Civil identificou os autores do atentado na Gráfica do Carmo, no dia 02 de abril (relembre aqui), nas proximidades do Terminal Urbano João Mangabeira. Os nomes não foram divulgados, pois a investigação não foi concluída.

Disparos de arma de fogo quase tiraram a vida de um homem conhecido como Deusdete, que prestou queixa e esclarecimentos numa delegacia de outra cidade, devido aos riscos que ainda corre.

Segundo Carvalhal, os advogados dos autores se comprometeram em apresentá-los nos próximos dias e o atentado tem relação com o submundo das drogas.

PM busca a identificação dos arruaceiros da Passarela do Álcool

Para evitar as cadeiradas, PM também vai intensificar as rondas. Imagem extraída de vídeo.

Em contato com o BG na manhã desta segunda-feira, 08, o major Pinheiro disse que a PM busca a identificação dos “arruaceiros” responsáveis pelas brigas na Passarela do Álcool, no bairro Pontal.

As confusões gravadas em vídeos foram divulgadas por este blog no último sábado, 06 (veja aqui).

Responsável pela 69ª CIPM, cuja atribuição é o policiamento na zona sul de Ilhéus, o major explicou que os causadores das confusões provavelmente são de outras cidades. Na visão dele, local é frequentado por muitas famílias, devido à diversidade de estabelecimentos com bebidas e comidas variadas, mas infelizmente, de uns tempos para cá o clima de tranquilidade diminuiu.

Segundo o comandante, o policiamento no Pontal será reforçado com rondas mais frequentes das viaturas. O major contou ao blog que nem sempre a PM toma conhecimento dos problemas, por não ser acionada.