NOTA OFICIAL DA FUNAI SOBRE A IDENTIFICAÇÃO DE TERRAS NO SUL DA BAHIA

Em atenção ao comentário publicado na Revista Época, edição nº 635, de 17.07.2010, na coluna “Vamos Combinar”, de responsabilidade do jornalista Paulo Moreira Leite, a Funai esclarece que dará continuidade ao procedimento administrativo de identificação e delimitação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença, situada nos municípios de Ilhéus, Buerarema e Una (sul da Bahia), conforme previsto no Decreto 1775/96. O relatório circunstanciado de identificação e delimitação da referida Terra Indígena, elaborado por Grupo Técnico formado por profissionais de qualificação reconhecida, condensa dados de natureza etno-histórica, ambiental, cartográfica e fundiária e foi aprovado pelo Presidente da Funai, por meio do Despacho nº 24, de 17.04.2009, publicado no Diário Oficial da União em 20.04.2009. Conforme previsto no Decreto 1775/96, os interessados apresentaram contestações que estão sendo analisadas no âmbito da Funai, para posterior encaminhamento do processo demarcatório ao Ministério da Justiça, com vista à declaração dos limites da Terra Indígena. Neste sentido, cumpre informar que não é prerrogativa da Funai criar ou decretar a extinção de Terra Indígenas, mas sim reconhecer, com base em estudos consistentes, os limites territoriais necessários e suficientes à reprodução física e cultural dos povos indígenas, nos termos do artigo 231 da Constituição Federal de 1998. De acordo com a Constituição Federal, a Terra Indígena é um bem da União que se destina a posse permanente e ao usufruto exclusivo dos povos indígenas.


A BRIGA DE ALDEMIR COM RABAT

Alguns médicos de Ilhéus, principalmente os que trabalham nos hospitais São José e na Clínica COCI, estão “tiririca” da vida com o secretário municipal de saúde Antônio Rabat.

Desde que assumiu a pasta, ele vem diminuindo os repasses aos hospitais. A sua diretriz é melhorar o atendimento nos postos de saúde, priorizando a medicina preventiva, ao invés da curativa.

Durante uma reunião na COCI, local onde o secretário atende há anos, o vereador e ortopedista Aldemir Almeida, um dos sócios da clínica, soltou “os cachorros” contra o secretário. Foi necessário que outros “homens de branco” interferissem para que o clima não esquentasse ainda mais.


LEITOR RECLAMA DE PROPAGANDA ELEITORAL

Segundo o leitor do blog do Gusmão, Matheus Braz, existem duas faixas de propaganda presas em postes, para o candidato à presidência José Serra, no bairro Pontal.

Ele afirma que de acordo com a nova legislação eleitoral, esse tipo de propaganda é ilegal – fixas e em locais públicos – sendo permitido divulgações, como faixas móveis apenas no horário de 6 às 22 horas.


COORDENADOR DE COMBATE À DENGUE FOI INTOXICADO

O coordenador de combate à dengue da secretaria de saúde de Ilhéus, Orlando Mendes, sofreu uma tentativa de assassinato durante uma confraternização entre os funcionários, ocorrida no dia 18 de junho.

Durante a festa, Orlando tomou três caipirinhas, e, depois de um curto tempo, passou a sentir tonturas. Decidiu se retirar para sua residência, mas a situação piorou. Seu familiares o conduziram para o hospital Regional, onde chegou quase desfalecido.

Decidiram transferi-lo para o hospital Calixto Midlej, em Itabuna, onde ele chegou enfartado. Orlando contou à sua esposa que havia tomado apenas 3 drinks, levantando a desconfiança de que provavelmente fora vítima de envenamento.

Um exame de urina detectou altas doses de anfetamina em seu organismo. Felizmente, ele conseguiu se recuperar, e o caso foi parar na delegacia, onde será investigado.

A nomeação de Orlando, em março deste ano, desagradou um grupo de agentes de endemias que detinha o controle do programa de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Antes de ser intoxicado, ele vinha combatendo o grande número de faltas e a apresentação “em massa” de atestados médicos. Antes dele, os números de infestação eram altíssimos.

Clique na imagem para conferir o resultado do exame.



TELEANÁLISE: OS BASTIDORES POLÍTICOS NÃO CABEM NA TV

Por Malu Fontes.

A campanha eleitoral há muito tempo está no ar, nas páginas, nas telas, embora a burocracia diga que ela só vai começar para valer após a estréia do Horário Eleitoral Gratuito no rádio e na TV. No entanto, os guapos e guapas candidatos à hospedagem, durante um mínimo de quatro anos no Palácio do Planalto e no Alvorada, não têm dado muita sorte em termos de mídia espontânea no telejornalismo, a cereja do bolo dos presidenciáveis. Afinal, uma matéria positiva a seu favor, ou uma negativa contra os adversário no horário nobre, em espaços como o Jornal da Band, da Record, o Nacional ou o Fantástico, literalmente não tem preço.

Mas, desde o início do ano, o desfile de tragédias, os casos escabrosos de violência, terremotos no exterior, alagamentos aqui, desabamentos e soterramentos ali, é bom combinar, têm, sim, roubado preciosas fatias de tempo midiático e de atenção do telespectador. Tempo e espaço que, uma vez perdidos, são como a perda de faturamento do comércio durante greves do sistema de transporte: da ordem do irrecuperável, quantitativamente. E isso sem falar que a cada um desses episódios, dependendo de onde e como eles aconteçam, sempre cai um estilhaço da responsabilidade pelo estrago no colo de um ou outro entre os candidatos com alguma chance de vitória. Sim, pois uma meia dúzia deles, os chamados nanicos, além de caricatos ou caducos, pode ser classificada, na novelinha eleitoral brasileira, como aquele que, na teledramaturgia, é chamado de apoio, figuração ou de núcleo pobre.

(mais…)


JOSIAS INAUGURA COMITÊ NA ORLA DE CAMAÇARI

Josias está cada vez mais forte e Camaçari.

Na última sexta-feira (16), o candidato a deputado federal Josias Gomes (PT) inaugurou um comitê na orla de Camaçari.

O evento foi prestigiado por Luiza Maia (candidata a deputada estadual também do PT) Ademar Delgado e Ademar Lopes (secretários de administração e relações institucionais de Camaçari), pelo prefeito da cidade, Luiz Caetano, e pelo vereador Zé Elisio

Os presidentes do PHS, PSL e do PT exaltaram o compromisso de Josias Gomes com o povo de Camaçari e da Bahia. Já o prefeito Caetano frisou o poder de articulação do candidato e sua influência em todo o Brasil.

Durante o evento, Josias afirmou que a comunidade, em especial o vereador Zé de Elísio, pediram atenção para a necessidade de investimento na agricultura familiar e no setor pesqueiro. “Atuarei com vigor em defesa de quem mais precisa e tenham certeza que os pescadores e agricultores da orla de Camaçari estão inseridos nesse projeto”, garantiu.


O FALECIMENTO DE GILBERTO RHEM

Faleceu na madrugada deste sábado (18), o corretor de imóveis Gilberto Rhem.

Este blog lamenta profundamente o falecimento de Gilberto, carinhosamente chamado por este blogueiro de “Senador”, nos bate-papos que costumávamos ter no Cafezinho de Conceição, em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus.

O velório acontece na Cidade Nova, próximo ao fórum Epaminondas Berbert de Castro.


O FALECIMENTO DE PADRE DÃO

Faleceu no início da noite deste sábado (17), o Padre João Borges, conhecido como Padre Dão.

Segundo informações preliminares, o falecimento ocorreu em Itabuna, no hospital Calixto Midlej Filho. Seu estado de saúde não era bom, e ele não  resistiu a uma cirurgia.

Ele foi pároco de várias igrejas na diocese de Ilhéus e diretor do seminário teológico.

Atualizado às 10:24 de domingo (18).

O corpo do Padre Dão está sendo velado na paróquia do Teotônio Vilela, sua última igreja.  Amanhã, por volta das 07:00 horas, o féretro irá para a Catedral de São Sebastião, para posteriormente ser sepultado no cemitério da Vitória.


MOBILIZA POVO

Por Marcos Pennha.

A hora é agora. Novas eleições para presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. Os eleitores terão a oportunidade de escolher os reais “fichas limpas”, visto que alguns dos ‘sujas’ conseguirão concorrer no pleito, graças a brechas oferecidas pela lei. Agora é o momento de decidir, sem essa de festa da democracia. O negócio é sério.

As eleições são apenas o começo do processo de democratização. O trabalho não acaba com o término das eleições. Nós, brasileiros, temos que nos manter vigilantes durante o mandato dos eleitos. Não devemos deixar de fiscalizar aqueles que gerenciam, temporariamente, nosso suado dinheiro gerado pela arrecadação de impostos. Para tal, faz-se necessário que saibamos como proceder.

A Casa dos Artistas de Ilhéus realiza o “Improviso Oxente”. O Improviso é uma programação na qual se discute um tema de importância, tendo a intervenção de apresentações teatrais e musicais. O (s) convidado (s) discorre (m) sobre o assunto da noite. Em seguida, abre-se espaço para perguntas e colocações das pessoas que compõem a plateia. (mais…)


QUEM PAGOU O ALUGUEL DO HELICÓPTERO?

Pessoa física ou pessoa jurídica? Quem pagou o aluguel do helicóptero para que um renomado fotógrafo (jornalista sem critérios) fizesse imagens aéreas da fazenda de Guilherme Leal, com o objetivo de montar a farsa já desmascarada pelo IBAMA?

Teria sido a BAMIN? Será que foi o petista e deputado federal Geraldo Simões? Ou teria sido o próprio fotógrafo?

Será que a poderosa BAMIN seria capaz de patrocinar uma central de factóides e mentiras disposta a enganar a opinião pública?

Aliás, quem estimulou (R$) a campanha difamatória contra os procuradores do ministério público federal?


A SAGA CONTINUA II

A comunidade do distrito de Santo Antônio, em Ilhéus, continua sofrendo com as péssimas condições da estrada que dá acesso ao local. De acordo com o presidente da Associação de Moradores do Santo Antônio, Jorge Anunciação, o DERBA realizou o patrolamento de qualquer jeito, sem colocar cascalho ou pó de brita, o que agrava a situação dos moradores nos períodos de chuva.

Um oficio foi enviado ao governador, Jaques Wagner, que solicitou providências a Secretaria de Infra-Estrutura do estado. O problema se encontra quando o pedido chega ao DERBA em Itabuna, já que, segundo Jorge, é grande a burocracia e lentidão para resolver o impasse.


A FARSA DAS FOTOGRAFIAS AÉREAS CAIU: IBAMA INOCENTA GUILHERME LEAL

O Blog do Gusmão, na última quinta-feira (15), afirmou que se tratava de uma farsa montada por profissionais simpáticos à causa da Bamin (clique aqui). Eis que agora surge a verdade divulgada pelo IBAMA.

Por Lauro Jardim, da Veja.

IBAMA: Guilherme Leal não cometeu crime ambiental

Guilherme Leal, o candidato a vice de Marina Silva, acusado na semana passada ter ter cometido crime ambiental nas obras que está fazendo em sua fazenda em Uruçuca, no sul da Bahia, é inocente.

Quem garante é o presidente do Ibama, Abelardo Bayma, para quem as obras têm a anuência do Conselho Gestor da APA Estadual Itacaré-Serra Grande (BA).

Bayma faz a afirmação baseado na conclusão da apuração da denúncia protocolada na sede do Ibama em Ilhéus. Segundo ele, os fiscais fizeram duas vistorias na fazenda e notificaram o empresário a apresentar a documentação sobre a situação do imóvel. Disse Bayma:

– O Ibama concluiu que o empreendimento está em conformidade com as autorizações concedidas pelas esferas estaduais e municipais.


TSE ALERTA PARA CASSAÇÕES APÓS ELEIÇÃO

Do Blog do Noblat.

O ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que com a Lei da Ficha Limpa, provavelmente a quantidade de políticos cassados depois de eleitos irá aumentar. Isso se deve ao número elevado de ações de impugnação de candidaturas.

Além de derrubar os eleitos em disputas majoritárias (presidente, governadores e senadores), as pendências podem mudar a composição de chapas vitoriosas para cargos proporcionais (deputados estaduais e federais), cujos votos teriam de ser recalculados.


COMO ALGUÉM LHE AMA!

Por: Gustavo Pestana.

Um dos sentimentos que mais influenciam nossa vida é o amor. Buscamos diariamente amar e ser amado. Nos lançamos como objeto amoroso, como explica a psicanálise, e buscamos a reciprocidade a tal ato. Pelo fato do ser humano, sempre faltar algo em sua vida, o amor se manifesta na pessoa amada, pois está expressa à falta que se busca.

Estamos acostumados, e isso é uma tendência carnal, a amar uma pessoa “se”, “quando” ou “porque”. Pergunte a um casal qual o motivo deles se amarem! A resposta será algo assim: Eu amo ela(e) porque…, Eu amo quando fulana faz… percebe-se que há um enredo condicional, ou seja, se não houver uma resposta adequada a oferta proposta por um dos pares, a sensação é falta ou um quase amor. Então podemos afirmar que condicionamos o nosso amor para podermos viver com uma pessoa, pois nem sempre ele nos responderá como esperamos.

(mais…)