JABES DE CARRO NOVO E PACIENTES DO SUS DE AMBULÂNCIA VELHA DELEGADA DÁ DETALHES SOBRE A PRISÃO DE FABIO BARRETO ELIANA CALMON EXPLICA POR QUE É CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL CASAMENTO EM CRISE PORTO SUL: MARINA E LÍDICE TÊM POSIÇÕES DISTINTAS


julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


ATENÇÃO MOTORISTAS: “PARDAL” NOVO NA PRINCESA ISABEL


Avenida Princesa Isabel. Foto: Gidelzo Silva.

Avenida Princesa Isabel. Foto: Gidelzo Silva.

Após o recapeamento asfáltico na Avenida Princesa Isabel, a Superintendência de Trânsito (Sutran) da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) está implantando um sistema de sinalização na via. A partir de agora, haverá fiscalização eletrônica na avenida, cujo limite de velocidade será de 30 km, em trechos próximos a postos de saúde e escolas.

Segundo o superintende de Trânsito da Sedur, capitão Eliezer Ribeiro, a implantação começou quarta-feira, 23. Ele informou que a velocidade controlada será exigida a partir do cruzamento da Avenida Itabuna até a metade da Princesa Isabel. Nos demais trechos, a velocidade média será de 40 km.

O governo também colocará nova sinalização vertical.  Não será permitido, por exemplo, tráfego de veículos de carga com mais de quatro mil quilos. “Mesmo os veículos de carga credenciados só poderão acessar a Avenida Princesa Isabel no sentido Avenida Itabuna-Centro”, alerta Eliezer Ribeiro.

NUDEZ NO WHATSAPP: MÃE DENUNCIA FARSA CONTRA FILHA


Carol e Natália. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Carol e Natália. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Reportagem: Thiago Dias

Ontem, 24, Carol Gemmal Tavolar procurou este blog para denunciar uma calúnia contra a sua filha de 16 anos, Natália Tavolar Gomes. Há oito dias, a adolescente descobriu que uma foto erótica de outra garota circula em grupos do WhatsApp com o nome dela ao lado.

Na quarta-feira, 23, em uma montagem também distribuída na rede social, a mesma imagem da garota nua foi colocada ao lado de uma foto de Natália. A mãe observa que a outra menina é um pouco parecida com a sua filha, mas, “tem seios maiores e não usa um piercing na boca”. 

Carol nos mostrou as imagens: são mulheres diferentes. Também conversamos com Natália. Elas não têm certeza sobre a origem da fraude. Suspeitam que uma colega de escola associou a foto da menina nua ao seu nome e depois espalhou a montagem. Hoje, 25, a família pretende registrar queixa na delegacia.

No dia 17 , quando descobriu a imagem de nudez com o seu nome, a menina chegou triste em casa, mas, não contou o que aconteceu. “A mãe é sempre a última a saber, amigos me mostraram as fotos”, lamentou Carol. Natália não estava deprimida, porém, deixou escorrer uma lágrima ao dizer o nome da garota que pode ter sido a autora da farsa. 

A jovem tem frequentado as aulas e conta que “poucas pessoas da escola viram as fotos”, a diretora do colégio está entre elas. Carol revela que o caso repercutiu mais na vizinhança, em Olivença. As imagens se espalharam pelo distrito. Mesmo ciente de que não é Natália que aparece nua, a família está irritada e nervosa  com o assédio.

Dona Carmem Gemmal, avó da adolescente, descreve a cena que se repetiu à sua porta, nos últimos dias. “Chegam de carro na padaria (em frente à casa) e olham, descem do carro e olham, fecham a porta e olham. Entram e saem da padaria olhando, uma agonia”, concluiu.

A mãe de Natália nos enviou a foto da garota desconhecida. Veja e confira que a imagem mostra outra pessoa. Clique em leia mais.

:: LEIA MAIS »

PERNAMBUCO E OS CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS


Porto de Suape, em Pernambuco. Imagem: Envolverde.

Porto de Suape, em Pernambuco. Imagem: Envolverde.

Por Heitor Scalambrini Costa

Em Pernambuco, o mais mesquinho dos egoísmos é como o governo tem tratado mal a questão ambiental e descuidado da qualidade de vida de sua população, pois não protege a natureza e nem respeita as pessoas. Aqui impera o racismo ambiental.

O crédito público associado às isenções e aos incentivos fiscais e financeiros são armas poderosas que poderiam ser usadas para induzir um novo tipo de comportamento, exigindo integral e verdadeira responsabilidade social das empresas que viessem a se instalar no Estado. Quase a metade do crédito, todo de longo prazo e módicos juros, vem de bancos públicos muitas vezes avalizados pelo governo estadual. Logo, se o governo quisesse, outra forma de desenvolvimento (humano e social) seria possível: bastava induzir boas práticas através de sua força econômica, mudando os incentivos.

Ao invés disso, o governo estadual é o maior promotor de conflitos socioambientais, como nas remoções forçadas dos moradores para as obras da Copa, provocando também degradação ambiental. Merece também destaque a violência praticada pela empresa pública Suape contra os moradores nativos do território abrangido pelo Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS), e o desmatamento local de Mata Atlântica, manguezais e restingas. Somente para citar dois exemplos.

Os primeiros quatro anos de gestão do ex-governador, agora candidato presidencial, foi uma verdadeira catástrofe ambiental, se caracterizando como um governo autoritário, com promessas ilusórias, sem diálogo com os setores da população (quem participou dos seminários do Todos por Pernambuco sabe bem como funcionou), desconsiderando completamente as argumentações daqueles que ousaram apontar as mazelas que estavam ocorrendo em função do crescimento econômico desordenado e predatório, particularmente com relação ao território do CIPS. O autoritarismo aliado à completa falta de dialogo distanciou a gestão estadual dos movimentos sociais.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS: CONFIRA AS 35 VAGAS DE EMPREGO DO SINEBAHIA


Confira abaixo as vagas disponíveis na próxima segunda-feira, 28, na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9h.

Cozinheiro

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Vendedor de Serviços

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Manicure

  • Formação: Ensino Fundamental Completo

  • 6 meses de experiência

  • 5 vagas

:: LEIA MAIS »

BARRA RECEBE SERVIÇOS DO “BOLSA FAMÍLIA ITINERANTE”


bolsa familiaA Secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus e o Centro de Referência da Assistência Social vão levar os serviços do “Bolsa Família Itinerante” aos moradores da Barra, bairro da zona norte da cidade. O atendimento será realizado na próxima semana, de segunda a sexta-feira, na Paróquia Santo Antônio.

O interessado deve agendar o atendimento no CRAS da Avenida Ubaitaba (telefone 73 3634-1566). O Bolsa Família Itinerante vai cadastrar novos usuários, recadastrar e desbloquear benefícios, além de outros serviços do programa.

“CAVALO DO GRILO” ESCREVE CARTA PARA SUASSUNA


Suassuna e João Grilo (na pele de Nachtergaele).

Suassuna e João Grilo (na pele de Nachtergaele).

Matheus Nachtergaele escreveu uma carta para Ariano Suassuana, antes da morte do escritor, na última quarta-feira, 23, quando o Diário de Pernambuco publicou o texto.

A carta é uma joia. O ator reflete sobre a importância do personagem João Grilo, a quem deu vida nas adaptações do “Auto da Compadecida”, obra de Ariano Suassuna.

Nachtergaele se apresenta como o Cavalo do Grilo, em referência ao termo usado em terreiros de Candomblé e Umbanda para designar as pessoas que incorporam entidades. Leia.

“Quem te escreve agora é o Cavalo do teu Grilo. Um dos cavalos do teu Grilo. Aquele que te sente todos os dias, nas ruas, nos bares, nas casas. Toda vez que alguém, homem, mulher, criança ou velho, me acena sorrindo e nos olhos contentes me salva da morte ao me ver Grilo. Esse que te escreve já foi cavalgado por loucos caubóis: Por Jó, cavaleiro sábio que insistia na pergunta primordial. Por Trepliev, infantil édipo de talento transbordante e melancólicas desculpas. Fui domado por cavaleiros de Shakespeare, de Nelson, de Tchekov. Fui duas vezes cavalgado por Dias Gomes. Adentrei perigosas veredas guiado por Carrière, por Büchner e Yeats. Mas de todos eles, meu favorito foi teu Grilo.

O Grilo colocou em mim rédeas de sisal, sem forçar com ferros minha boca cansada. Sentou-se sem cela e estribo, à pelo e sem chicote, no lombo dolorido de mim e nele descansou. Não corria em cavalgada. Buscava sem fim uma paragem de bom pasto, uma várzea verde entre a secura dos nossos caminhos. Me fazia sorrir tanto que eu, cavalo, não notava a aridez da caminhada. Eu era feliz e magro e desdentado e inteligente. Eu deixava o cavaleiro guiar a marcha e mal percebia a beleza da dor dele. O tamanho da dor dele. O amor que já sentia por ele, e por você, Ariano. Depois do Grilo de você, e que é você, virei cavalo mimado, que não aceita ser domado, que encontra saídas pelas cercas de arame farpado, e encontra sempre uma sombra, um riachinho, um capim bom. Você Ariano, e teu João Grilo, me levaram para onde há verde gramagem eterna.

Fui com vocês para a morada dos corações de toda gente daqui desse país bonito e duro. Depois do Grilo de você, que é você também, que sou eu, fui morar lá no rancho dos arquétipos, onde tem néctar de mel, água fresca e uma sombra brasileira, com rede de chita e tudo. De lá, vê-se a pedra do reino, uns cariris secos e coloridos, uns reis e uns santos. De lá, vejo você na cadeira de balanço de palhinha, contando, todo elegante, uma mesma linda estória pra nós. Um beijo, meu melhor cavaleiro.

Teu, Matheus Nachtergaele”

CACÁ “MORREU” QUANDO SE ALIOU A JABES, DIZ LÚ DO SINSEPI


Cacá e Jabes. Foto: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Cacá e Jabes. Foto: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Luis Machado (Lú do Sinsepi), presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos de Ilhéus, concedeu entrevista hoje (25) ao radialista Luk Rei, apresentador do programa “A Hora da Verdade”, da Rádio Bahiana.  O vice-prefeito Carlos Machado foi lembrado quando o tema eleições entrou na conversa.

Lú do Sinsepi.

Lú do Sinsepi.

Luk Rei e Lú falavam que Cacá Colchões, apelido do vice-prefeito, apoia Paulo Souto (DEM), como o seu partido, o PMDB; enquanto Jabes é da mesma sigla de João Leão (PP), postulante a vice-governador na chapa liderada por Rui Costa, candidato do PT ao Governo da Bahia.

O assunto voltou ao cenário da política ilheense e o presidente do Sinsepi disparou: “Eu disse a Cacá: – quando se aliou a Jabes você ‘morreu’”. 

Antes da eleição de 2012, Cacá se projetou com frases contundentes contra JR. “Jamais vou me aliar a Jabes Ribeiro. Eu entrei na política para combatê-lo”, dizia o vice-prefeito. Este blog não esquece o “assassinato” da palavra

JABES NOMEIA DINHO GÁS E NÃO DÁ EXEMPLO


"Dinho" cedeu aos atrativos do jabismo.

“Dinho” cedeu aos atrativos do jabismo.

A informação é do Blog Ilhéus 24H. A nomeação do ex-vereador Edivaldo Nascimento, mais conhecido como “Dinho Gás”, está no Diário Oficial da última quarta-feira, 23. O ex-presidente da Câmara de Vereadores trabalhará no gabinete do prefeito Jabes Ribeiro.

“Dinho” será o diretor da Divisão de Programas de Cidadania e receberá o generoso salário de R$ 3.800,00. 

Comentário do Blog.

De forma exaustiva e pouco convincente, o prefeito Jabes Ribeiro alega que o município enfrenta uma crise financeira e, por isso, não pode cumprir obrigações constitucionais, como reajustar os salários dos servidores. Ele argumenta também que a folha de pagamento da prefeitura ultrapassa em mais de 10% o limite instituído pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 54% da receita. 

Falta dinheiro para cumprir as leis trabalhistas, mas, Jabes não economiza com cargos de “confiança”. Enquanto contrata apaniguados, ameaça demitir “centenas” de servidores para ajustar as finanças do município.

DELEGADA ANDREA OLIVEIRA DÁ DETALHES SOBRE A PRISÃO DE FABIO BARRETO


Delegada Andrea Oliveira. Imagem: Emílio Gusmão.

Delegada Andrea Oliveira. Imagem: Emílio Gusmão.

A prisão de Fabio Barreto rendeu várias mensagens de agradecimento, afirmou a delegada Andrea Oliveira durante entrevista ao Blog do Gusmão, na tarde dessa quinta-feira, 24.

Titular da 1º delegacia territorial da 7ª Coorpin de Ilhéus, Andrea Oliveira explica os motivos que fundamentaram o pedido de prisão preventiva acatado pela justiça criminal. Fabio Barreto é acusado de tentar matar o estudante Igor do Carmo, no dia 29 de março, em frente à Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Fabio Barreto. Foto: Emílio Gusmão.

Fabio Barreto. Foto: Emílio Gusmão.

Principais destaques:

Delegada explica as provas e detalha o histórico de crimes do acusado;

Fabio Barreto também é acusado de tentativa de estupro contra um menor;

Andrea Oliveira explica por que grande parte da sociedade ilheense odeia Fabio Barreto;

A pressão dos estudantes pela apuração do crime contra Igor do Carmo;

Delegada pede que a sociedade acredite nas suas instituições e ressalta o bom trabalho da Polícia Civil;

Andrea Oliveira comenta o choro de Fabio Barreto ao ser preso.

Ouça a entrevista.

ILHÉUS: SINEBAHIA OFERECE 33 VAGAS DE EMPREGO NESSA SEXTA


Confira abaixo as vagas disponíveis nessa sexta-feira (25), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Três vagas são exclusivas para pessoas com deficiência. 

Auxiliar de Recepção

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Chapista de Lanchonete

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

:: LEIA MAIS »

A OUVIDORIA GERAL AGRADECE A SUA LIGAÇÃO


"El olvido que seremos".

“El olvido que seremos”.

Por Tristan Alzu

Quando alguém liga para a Ouvidoria Geral do Estado da Bahia tem a impressão de entrar num ambiente sério, decente. Não é o que acontece e sim exatamente o contrário. Você pode ser atendido em inglês, espanhol, francês e português. Uma voz adocicada de telemarketing já trai a seriedade da empreitada.

Ana Paula, a moça que me atendeu, termina a conversa dizendo: A Ouvidoria Geral do Estado agradece a sua ligação. Desligo o telefone e olho para algo insignificante na esperança de conter a angústia que sou tomado toda vez que tenho que falar com Ana, essa ouvidora terceirizada encravada na burocracia da existência.
.
Há dois anos transito entre ouvidorias. Existe uma ouvidoria para cada “repartição”. A primeira foi a da universidade, que era ocupada por gente de confiança do reitor. Depois as ouvidorias da Secretaria da Administração do Estado, a ouvidoria da Procuradoria Geral e a ouvidoria do Funprev, mas, mais inusitada foi a Ouvidoria da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia.
.
Os termos ouvidar ou olvidar motivam dúvidas. Olvidar, em português, é esquecer e ouvidar é dar ouvidos para que alguém conte suas mágoas e tentar resolvê-las. Aqui, ouvidorias parecem lugares do esquecimento, esquecimento crônico. O Estado da Bahia, tão bem definido pelo seu governador Octavio Mangabeira, é o lugar, por excelência, do surrealismo canalha, estúpido e desprezível. Quando distorcida pelo delírio dessa estupidez, nessa terra de todos os santos, a realidade alcança a própria expressão do inferno.
.
Em dois anos perambulando por esses lugares fétidos não consegui falar com nenhum funcionário (sem contar que nem mesmo são funcionários públicos concursados e sim terceirizados em geral) que soubesse o que quer que fosse. Parecem pobres autômatos, zumbis perdidos nos corredores de uma estranha penitenciária. Mesmo aqueles com cargos intermediários demonstram pouca ou nenhuma noção do que acontece.
.
E agora essa descoberta, essa joia da coroa, a Ouvidoria da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia. Ana, a jovem, disse: “vou estar informado ao supervisor que o seu pedido ‘ainda’ não foi atendido. Ah, isso é um procedimento interno”, informa com gosto e alegria. “Ligue amanhã… quem sabe não tem uma resposta?” Eu ligo sim, ligo amanhã. “A Ouvidoria Geral do Estado da Bahia agradece a sua ligação”.
.
Agora me diga, você sabe quem é o Olvidor Geral do Estado da Bahia?

JABES DE CARRO NOVO E PACIENTES DO SUS DE AMBULÂNCIA VELHA


SONY DSC

O prefeito desfruta de um carro novo, enquanto os pacientes do SUS correm risco de vida.

Prefeitura pode comprar carros novos para o uso de Jabes e dos secretários, mas não pode adquirir outra ambulância para atender os usuários do SUS. Imagens: Grand Siena novo do gabinete (SECOM), Jabes Ribeiro (google), ambulância velha e roda com três parafusos (Emílio Gusmão).

No dia 16 de julho, a secretaria de comunicação de Ilhéus informou que o erário municipal comprou sete carros novos para “atendimento à população”.

Segundo o texto oficial: “a Prefeitura de Ilhéus adquiriu três veículos Fiat – um Grand Siena 1.4 e dois Pálio 1.0 – destinados ao gabinete do prefeito e as Secretarias de Administração e de Educação, no valor total de R$ 121,4 mil, além de um Caminhão Espargidor, no valor de R$ 370 mil para integrar os equipamentos da usina de asfalto, cuja aquisição está em processo de licitação.

Nos próximos dias, conforme informa o secretário de Administração, será concluída a compra de mais três veículos – um Doblô 1.8 e duas Pick-ups cabine duplas – que serão entregues às Secretarias de Educação e de Meio Ambiente e Urbanismo, somando mais R$ 177,5 mil em investimentos na renovação da frota de veículos do município”.

Despertou nossa atenção a compra de um “Grand Siena 1.4″ para o gabinete do prefeito. Apesar da crise financeira tão propagada pelos discursos de Jabes, o mesmo não dispensa a “pompa” que o poder normalmente proporciona.

O conforto nos pareceu ainda mais supérfluo quando descobrimos que a secretaria municipal de saúde tem apenas uma ambulância para transportar usuários do SUS (da zona urbana e do interior) em viagens longas. Um único veículo desse tipo é insuficiente para atender a demanda de Ilhéus, cidade com mais de 180 mil habitantes. Vale lembrar que as viaturas do SAMU, doadas pelo governo federal, não podem sair dos limites do município.

A única ambulância já percorreu mais de 241 mil quilômetros, não tem boas condições de higiene (cheira mal) e não oferece segurança a motoristas e passageiros. Constatamos que três rodas estão afixadas por três parafusos, quando as normas de segurança exigem quatro.

Parentes de usuários contaram a este blog que os motoristas são acostumados a parar nas estradas para apertar as rodas.

O Blog do Gusmão conseguiu imagens da ambulância.

Fundo da ambulância.

A chaparia da única ambulância não está em condições ruins, mas é preciso olhar atentamente para identificar os problemas de segurança.

 

Roda dianteira esquerda. Apenas três parafusos.

Roda traseira esquerda. Apenas três parafusos.

Roda traseira esquerda. Três parafusos.

Roda dianteira esquerda. Três parafusos.

:: LEIA MAIS »

O CONSELHO DE TRANSPORTES DE ILHÉUS TEM AUTONOMIA?


A democracia participativa é sufocada pela vigilância dos poderosos.

“Vigília dos poderosos” sufoca a democracia participativa.

A última reunião do Conselho de Transportes de Ilhéus foi extraordinária e ocorreu no dia 30 de maio. Naquele encontro, o órgão aprovou o aumento da tarifa de ônibus concedido pelo prefeito Jabes Ribeiro, a pedido das empresas Viametro e São Miguel.

Ontem, 23, em denúncia encaminhada a este blog, Elizabeth Zorgetz, representante dos estudantes no conselho, afirmou que o reajuste foi aprovado “rapidamente”, “uma vez que grande parte dos conselheiros parece representar interesses próprios ou ligados aos da Prefeitura e das empresas de transporte”.

De acordo com o artigo 13 (inciso 1º) do estatuto, o conselho deve se reunir sempre na primeira terça-feira de cada mês. A falta de reuniões reforça a suspeita de que aquele encontro extraordinário, há quase dois meses, serviu apenas ao interesse de quem precisava da opinião “autônoma” do órgão para legitimar o reajuste da tarifa.

Na pressa para aprovar o reajuste, a maioria dos conselheiros não considerou que a auditoria realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas recomendou o aumento, desde que o serviço prestado pelas empresas fosse impecável. Denúncias frequentes sobre o transporte coletivo mostram que boa parte da população não aprova a qualidade do sistema. As reclamações são relacionadas, principalmente, ao estado de conservação dos veículos (lembre aqui).

Comentário do Blog.

Os conselhos são órgãos para o exercício do controle social sobre a administração pública. Compostos por representantes de diversos setores sociais, cumprem papel importante para o aprofundamento da democracia participativa. Ao mover-se contra a autonomia do Conselho de Transportes, o Governo Jabes ataca uma entidade democrática e reforça a reputação autoritária que cerca cada um dos seus passos. 

POLÍCIA PRENDE FABIO BARRETO NO CENTRO DE ILHÉUS


Fabio Barreto. Foto: Emílio Gusmão.

Fabio Barreto. Foto: Emílio Gusmão.

Conforme o Blog Agravo, a Polícia Civil cumpriu ontem (23) mandado de prisão contra Fabio Barreto. Ele é acusado de tentativa de homicídio contra o servidor municipal Igor do Carmo, que integrava o coletivo Reúne Ilhéus. A agressão teria ocorrido no último dia 29 de março, em frente à Câmara de Vereadores.

O Reúne Ilhéus protestava contra o aumento da tarifa de ônibus durante um evento do Partido Progressista, legenda do prefeito Jabes Ribeiro. Igor afirma que Barreto o esfaqueou pelas costas (“a mando de alguém”) e fugiu do local. 

Em entrevista concedida a este blog, Barreto negou a acusação. 

MORRE ARIANO SUASSUNA, O GRANDE DEFENSOR DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA


ariano-suassuna3

Nota do Blog do Gusmão.

Em 2013, Ariano Suassuna concedeu entrevista marcante ao jornalista Geneton Moraes Neto, da Globo News.

Aos oitenta e cinco anos, o grande escritor declarou estar disposto a perdoar os assassinos do pai.

Ele disse: ” se os assassinos de meu pai estiverem no inferno e se depender de mim para eles saírem, hoje, eu autorizo”.

João Suassuna foi executado a tiros nos anos 30 após ter sido acusado (injustamente) de ser o mandante do assassinato do ex-governador paraibano, João Pessoa.

No dia do crime, Ariano Suassuna tinha apenas 3 anos. Durante muito tempo ele carregou um forte desejo de vingança, mas conseguiu superá-lo. Esse fato marcou profundamente a vida do escritor.

Vale a pena ver essa entrevista que foi exibida em junho de 2013.

Da Agência Brasil

Morreu hoje (23), de parada cardíaca, o escritor, poeta e dramaturgo Ariano Suassuna. Ele estava internado, desde segunda-feira (21) no Real Hospital Português, após ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Suassuna, que tinha 87 anos, morreu às 17h15, de parada cardíaca, provocada pela hipertensão intracraniana. A família ainda não informou os detalhes do funeral.

Nascido em João Pessoa, quando a capital paraibana ainda se chamava Nossa Senhora das Neves, em 1927,  ainda adolescente, Ariano Vilar Suassuna foi morar no Recife, onde terminou os estudos secundários e deixou seu nome marcado na cultura literatura brasileira, especialmente no teatro e na literatura.

Em 1946, na capital pernambucana, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco, junto com o amigo Hermilo Borba Filho. No ano seguinte, escreveu sua primeira peça teatral, Uma Mulher Vestida de Sol, seguida de Cantam as Harpas de Sião e Os Homens de Barro. Em 1955, escreveu sua obra mais popular, Auto da Compadecida, que conta as aventuras de dois amigos, Chicó e João Grilo, no Nordeste brasileiro. A peça foi adaptada duas vezes para o cinema, em 1969 e 2000.

Morreu hoje (23), de parada cardíaca, o escritor, poeta e dramaturgo Ariano Suassuna. Ele estava internado, desde segunda-feira (21) no Real Hospital Português, após ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Suassuna, que tinha 87 anos, morreu às 17h15, de parada cardíaca, provocada pela hipertensão intracraniana. A família ainda não informou os detalhes do funeral.

Nascido em João Pessoa, quando a capital paraibana ainda se chamava Nossa Senhora das Neves, em 1927,  ainda adolescente, Ariano Vilar Suassuna foi morar no Recife, onde terminou os estudos secundários e deixou seu nome marcado na cultura literatura brasileira, especialmente no teatro e na literatura.

Em 1946, na capital pernambucana, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco, junto com o amigo Hermilo Borba Filho. No ano seguinte, escreveu sua primeira peça teatral, Uma Mulher Vestida de Sol, seguida de Cantam as Harpas de Sião e Os Homens de Barro. Em 1955, escreveu sua obra mais popular, Auto da Compadecida, que conta as aventuras de dois amigos, Chicó e João Grilo, no Nordeste brasileiro. A peça foi adaptada duas vezes para o cinema, em 1969 e 2000.

POLICIAIS MILITARES APERFEIÇOAM TÉCNICA DE TIRO EM ILHÉUS


Imagens dos treinos.

Imagens dos treinos.

Na segunda-feira, 21, a 69ª Companhia Independente da Polícia Militar iniciou a jornada de instrução de manutenção de armamento e teoria e prática do tiro policial. Realizado das 8h às 12h e das 13h às 18 horas, o treino seguirá até sexta-feira, 25, no Segundo Batalhão, com atividades diárias. 

100 agentes da unidade participam da jornada. Nos treinos, os militares recebem instruções sobre as armas utilizadas pela PM da Bahia, que são as pistolas e metralhadoras .40. O programa usará quase 4 mil cartuchos. O Capitão Viroli, comandante do CETO do CPRS, e o Soldado Renê, vice-presidente do clube de tiro “Dragão das águas”, ministram as aulas. 

TUPINAMBÁ DENUNCIA PROJETO LUXUOSO EM ÁREA DE CONFLITO


Cacique Valdenilson. Foto: Una na Mídia.

Cacique Valdenilson. Imagem: Una na Mídia.

Em 21 de fevereiro de 2014, a Prefeitura de Ilhéus divulgou um projeto da Primaver Empreendimentos Imobiliários Ltda. O texto afirmava que a empresa “italiana” iria construir o “Ecoresort Flor de Cacao” no Acuípe, distrito do litoral sul de Ilhéus. Intitulamos a publicação com a pergunta: “Um condomínio de luxo no campo de batalha?” – lembre aqui.

A pergunta partiu de uma dúvida: o empreendimento seria erguido na área disputada pelo Povo Tupinambá de Olivença e produtores rurais? A nota da prefeitura não tocou nesse assunto.

Três dias depois a assessoria de comunicação da Primaver informou que a empresa não é italiana, apesar de ter pessoas dessa nacionalidade entre seus investidores, e deu detalhes do projeto. “Não se trata de um condomínio ou de um Eco Resort especificamente, mas de um complexo de empreendimentos distintos que integram loteamento para construção de residências ecológicas, Hotel, Apart Hotel, Eco Resort e Bangalôs”, esclareceu. As obras abrangerão 50 dos 515 hectares do terreno. A assessoria também não mencionou o conflito.

Nessa terça-feira, 22, em nota encaminhada à imprensa, o Cacique Valdenilson Oliveira afirmou que o terreno onde a Primaver pretende construir seu complexo está dentro da área reconhecida pela FUNAI como território tradicional do Povo Tupinambá de Olivença. Segundo ele, é isso que “está por trás da repressão contra os tupinambás!”.

O líder indígena criticou o que classifica como “Estado de Exceção”, instaurado por meio da Garantia da Lei e da Ordem, com a atuação da Força Nacional de Segurança e do Exército, em Ilhéus, Una e Buerarema. Conforme o cacique, os setores da sociedade que atacam a identidade tupinambá realizam “enorme campanha” para dizer que a luta pela terra envolve apenas “pobres contra pobres e só existem pequenos agricultores na área”.

De acordo com Valdenilson, membros do governo federal e do Poder Legislativo apoiam essa campanha. “Fica evidente que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o deputado federal Geraldo Simões (PT) se colocam contra os tupinambás para defender interesses da especulação imobiliária de luxo. Fora os especuladores imobiliários da Terra Indígena Tupinambá de Olivença! Pelo fim do Estado de exceção contra os Tupinambás!”, concluiu.

BARBAS PARECIDAS


Isaac Albagli e Marcelo Nilo: barbas parecidas.

Isaac Albagli e Marcelo Nilo: barbas com o mesmo corte.

Fonte deste blog na capital baiana certa vez nos contou que o “supersecretário” Isaac Albagli foi confundido várias vezes com o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia.

Quando presidia a Bahia Pesca (entre dezembro de 2008 a dezembro de 2012), a presença de Isaac nos corredores do poder, em Salvador, gerava certa confusão na cabeça de assessores políticos desatentos.

Comentário do blog.

Ambos usam barbas parecidas, sendo a de Isaac mais alva, e usam óculos. A semelhança para por aí.

Marcelo Nilo é engenheiro civil e possui trajetória coerente na política. Tem seis mandatos como deputado estadual e sempre se notabilizou pelo “anticarlismo” (tendência contrária ao falecido “cacique baiano” Antônio Carlos Magalhães).

Isaac Albagli é engenheiro agrônomo e foi vereador de Ilhéus por um mandato (1993 a 1996). Atuou e atua em diversas áreas da gestão pública, tais como: implantação de ZPE (zona de processamento de exportação), administração, trânsito, transportes, obras, limpeza urbana e pesca. Tem um pouco de saber notório em geologia (especialista em pedras, dono de pedreira) e entende um pouquinho de direito e licitações. Fiel correligionário de Jabes Ribeiro, já esteve ao lado de Waldir Pires, ACM, Paulo Souto e Jaques Wagner.

Sendo assim e sem juízo de valor, a semelhança com Marcelo Nilo está restrita à aparência facial.

QUER UM TRABALHO? SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NESSA QUINTA-FEIRA


Confira  abaixo as vagas disponíveis nessa quinta-feira (24), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9.

Auxiliar de Recepção

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Chapista de Lanchonete

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

Confeiteiro

  • Formação: Ensino Médio Completo

  • 6 meses de experiência

  • 1 vaga

:: LEIA MAIS »

ELIANA CALMON EXPLICA POR QUE É CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL


Eliana Calmon. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Eliana Calmon. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Eliana Calmon, ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça e ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça, é a candidata do PSB-BA ao Senado. No último sábado, 19, em Ilhéus, ela participou do lançamento da candidatura  do correligionário Bebeto Galvão a deputado federal, ao lado da senadora Lídice da Mata, candidata socialista ao Governo da Bahia. 

O turismólogo Ariel Figueroa (Coluna de Turismo) questionou a opinião de Eliana Calmon sobre a redução da maioridade penal. O Blog do Gusmão transcreveu a resposta da candidata, que também é secretária-geral do Comitê Permanente da América Latina para Prevenção do Crime, órgão da ONU. Leia. 

Eliana Calmon – A sociedade brasileira está amedrontada e quer dar uma solução qualquer para o problema da insegurança pública. Hoje, segundo estatísticas, cerca de 80% da população pensa em diminuir a maioridade penal, como também aumentar as penas para, dessa forma, amenizar um pouco a insegurança pública. Eu sou absolutamente contra. Sou contra não “porque sou contra”, tenho razões técnicas para isso.

No mapeamento que fizemos no Comitê Permanente da ONU, em relação aos assassinatos na América Latina e no Brasil, principalmente aqui, os homicidas de 16 e 17 anos são de cor parda ou negra, de famílias desestruturadas e sem educação. Ou seja, são pessoas que nasceram sem o mínimo, que é a família, e mais adiante, não tiveram o “braço do Estado”. Muitos não têm sequer a certidão de nascimento. O Estado só os reconhece quando eles se tornam criminosos – a ficha policial é o primeiro documento que eles recebem. Pegar esse jovem, que não teve qualquer oportunidade, e colocá-lo num sistema carcerário perverso, como o brasileiro, onde 70% da população carcerária volta a delinquir, é certo?

Dou mais um dado: uma criança na escola custa R$ 224 [por mês] para o Estado. Sabe quanto custa um preso? R$ 1.840,00. Portanto, nós precisamos fazer alguma coisa com o intuito de resgatar esse jovem e não colocá-lo, de uma forma absolutamente irremediável, num sistema perverso, onde ele vai se “aperfeiçoar na universidade do crime”.

Há quem argumente que países mais adiantados têm uma maioridade penal diminuída. É verdade, pois na perspectiva internacional da meta de erradicação da violência, não se estabeleceu uma idade. Cada país resolve isso em razão das suas particularidades culturais, das condições familiares, até religiosas e etc. Nós vamos encontrar maioridade penal de 12 anos e, em alguns casos, até 8 anos, mas, as situações são absolutamente distintas da realidade brasileira. 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia