A operação Corcel Negro, realizada pela Secretaria de Segurança Pública, Ministério Público Estadual, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Polícia Rodoviária Federal e o IBAMA, está executando 29 mandados de prisão em todo o estado.

Os trabalhos foram iniciados ontem (sexta-feira, 22) após evidências de irregularidades na emissão de crédito de reposição florestal. Uma obrigação que as indústrias têm em manter um índice mínimo de preservação ambiental, exigido pelo governo.

Funcionários de órgãos públicos, produtores  e comerciantes de carvão foram presos. Existem também 34 mandados de busca e a apreensão de cerca de 50 veículos, documentos e computadores.

A operação foi deflagrada em doze cidades, entre elas Juazeiro, Jequié, Bom Jesus da Lapa, Vitória da Conquista e Salvador.