WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

OPERAÇÃO CITRUS: MARÃO DECRETA ESTADO DE EMERGÊNCIA NA SDS

Imagem: Secom-Ilhéus.

Imagem: Secom-Ilhéus.

Em nota divulgada às 17 horas desta segunda-feira (27), a Prefeitura de Ilhéus informou que o prefeito Mário Alexandre decretou estado de emergência na Secretaria de Desenvolvimento Social. Uma resposta para as informações divulgadas pela Operação Citrus, a medida valerá até 8 de maio.

Segundo o prefeito, informações da investigação do Ministério Público do Estado da Bahia obrigaram o governo municipal a “adotar medidas que preservem o erário”.  O decreto também suspende contratos e pagamentos de todas as empresas investigadas.

Além disso, a secretaria “suspenderá o atendimento ao público, mas manterá o expediente interno e o encaminhamento de casos urgentes”, informa a nota. Leia a íntegra.

(mais…)

JORNADA DISCUTE SABERES DO CACAU E PRODUÇÃO DE CHOCOLATE

jornada cacauA I Jornada dos Saberes do Cacau e Chocolates vai começar no próximo dia 17, uma segunda-feira, e seguirá até 19 de abril. O evento ocorrerá no auditório do Centro de Inovação do Cacau, localizado na UESC. As inscrições devem ser feitas neste link.

Entre outras atividades, os participantes poderão acompanhar visita técnica numa fazenda produtora de cacau. A participação nessa atividade deve ser assinalada no momento da inscrição.

CONCURSO DA EMBASA: CONHEÇA TODAS AS VAGAS PARA ILHÉUS E ITABUNA

concurso-publicosCom inscrições abertas até o próximo dia 5, o concurso da Embasa oferece 31 vagas para as unidades de Ilhéus e de Itabuna.

As oportunidades de Ilhéus são para as seguintes funções: 3 vagas para agente administrativo (uma delas é reservada para candidato negro); 12 vagas para operador de processos de água e de esgoto (sendo quatro para negros) e uma vaga de ampla concorrência para agente operacional. Esses cargos exigem apenas o Ensino Médio completo. Os salários variam de R$ 1.122,84 a R$1.551,76, por jornada semanal de 40 horas.

Já Itabuna tem 9 vagas para agente administrativo (três reservadas para negros); uma para agente operacional; uma para técnico de edificações; duas para técnico em eletromecânica e uma para engenheiro sanitário ou ambiental. Os salários variam de R$1.551,76 a R$ 6.793,31, por jornada semanal de 40 horas.

A inscrição deve ser realizada no site do IBFC. Ela custa 60, 80 ou 120 reais, a depender do nível do cargo pretendido.

Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista vão sediar as provas marcadas para o próximo dia 7 de maio.

Acesse o edital aqui.

RECEITA ANUAL DE ITABUNA SUPERA A DE ILHÉUS EM R$ 139 MILHÕES

Boletim aponta conjuntura socioeconômica de Itabuna e Ilhéus.

Boletim aponta conjuntura socioeconômica de Itabuna e Ilhéus. Montagem: Bahia Hoje.

A informação é do sétimo Boletim de Conjuntura Econômica e Social e se refere ao ano de 2016.

Conforme o boletim (acesse aqui), em 2016, a receita de Itabuna foi de R$485,44 milhões. O valor engloba os repasses do Estado e da União, além dos tributos municipais. Considerando todas as receitas do mesmo ano, Ilhéus arrecadou R$343,84 milhões.

O Centro de Análise de Conjuntura Econômica e Social (CACES), projeto de extensão do Departamento de Economia da UESC, é responsável pela pesquisa.

USO EXCESSIVO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS PODE PREJUDICAR A VISÃO

uso exagerado de produtos eletronicosComputadores, celulares, tablets e jogos eletrônicos fazem parte da rotina de muita gente. A tecnologia facilita a vida  em muitos pontos, mas as pessoas precisam ter cuidados com os excessos. Por exemplo, nos consultórios, oftalmologistas recebem muitas queixas sobre olhos ressecados entre os adultos. Já os jovens reclamam muito dos erros de refração, quando os feixes de luz sofrem algum desvio provocado pelo formato do olho e não são focados na retina.

“Como estamos conectados o tempo todo, e a internet já faz parte do nosso cotidiano, seja no computador ou no celular, a atenção visual passou a ser mais exigida. Em consequência disso, involuntariamente é normal piscar menos, provocando assim, a sensação de olho seco”, explica o médico oftalmologista Antônio Nogueira, do CENOE Hospital de Olhos, rede com unidade em Ilhéus. 

O especialista recomenda a hidratação dos olhos nos intervalos de 5 a 10 minutos durante a jornada de trabalho e o uso de colírios lubrificantes. Também indica a realização de consulta oftalmológica para afastar algum vício de refração.

Algumas dicas importantes podem ser seguidas para amenizar prejuízos futuros. “É importante sempre regularizar a iluminação. O ideal é que não seja nem muito forte, nem muito fraca, pois nos dois casos é preciso forçar demais a visão para enxergar. Ao utilizar qualquer equipamento eletrônico, verifique se há uma luz de apoio no ambiente. Essa iluminação é necessária para que não que haja grande esforço da visão. Por isso, quem possui o hábito de usar o computador durante a noite e madrugada deve se atentar para deixar uma lâmpada acesa a fim de evitar qualquer complicação”, explica.

Longos períodos em frente aos monitores também são um risco. “É recomendado fazer pequenas pausas de meia em meia hora, para descansar os olhos. Durante esse período, foque em algum objeto que esteja mais distante do monitor por alguns segundos. Com isso, você não esforça tanto os olhos e voltará às atividades com mais leveza”, acrescenta o oftalmologista.

Outra dica importante, segundo o especialista, é colocar o monitor ou tela a uma distância de, no mínimo, 50 centímetros dos olhos.

DECISÃO DA SEPLANDES NÃO AMEAÇA A PERMANÊNCIA DO MAKRO

Makro. Imagem: Guia do Empreendedor.

Makro. Imagem: Guia do Empreendedor.

Na sexta-feira (24), o site Ilhéus.Net disse que o grupo Makro pode “encerrar suas atividades” em Ilhéus, por causa do indeferimento do licenciamento ambiental solicitado à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (SEPLANDES). Contudo, a secretaria informou ao Blog do Gusmão que o indeferimento não prejudica em nada a permanência do hipermercado no município.

De acordo com o superintendente de Meio Ambiente de Ilhéus, Emílio Gusmão, a secretaria indeferiu o licenciamento ambiental, não o alvará.  Além disso, “o mais importante é que a atividade do Makro (atacado e varejo) pode ser realizada sem licenciamento ambiental, conforme a resolução 4.420/2015 do CEPRAM (Conselho Estadual do Meio Ambiente). Portanto, a decisão da secretaria não inviabiliza nem atrapalha o empreendimento”.

Também explicou por que o licenciamento foi indeferido.  “No dia 21 de novembro de 2016, o Makro fez o pedido de renovação do licenciamento, mas não apresentou toda a documentação necessária. No dia 7 de dezembro, a antiga Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo notificou a empresa sobre as pendências do processo. A atual SEPLANDES reiterou a notificação no dia 21 de fevereiro de 2017, mas a documentação completa não foi apresentada até publicação do indeferimento na última sexta”, esclareceu o gestor.

Na manhã desta segunda-feira (27), o Blog do Gusmão entrou em contato com a gerência do Makro em Ilhéus. A direção da unidade informou que apenas a matriz da rede tem autorização para atender a imprensa. Não conseguimos manter contato com a matriz.

CACES LANÇA 7º BOLETIM SOBRE A ECONOMIA DE ILHÉUS E ITABUNA

Imagens de Itabuna e de Ilhéus/Blog Pimenta e José Nazal.

Imagens de Itabuna e de Ilhéus/Blog Pimenta e José Nazal.

Lançado na última sexta-feira (24), o sétimo Boletim de Conjuntura Econômica e Social apresenta dados importantes sobre a economia de Ilhéus e Itabuna no quarto trimestre de 2016. Pesquisadores do Departamento de Economia da UESC são responsáveis pelo trabalho produzido no âmbito do projeto de extensão Centro de Análise de Conjuntura Econômica e Social (CACES). O professor Sérgio Ricardo Ribeiro Lima é um dos docentes que coordenam a pesquisa.

Entre outros dados, o boletim revela que, ao contrário da expectativa geral, dezembro de 2016 não foi bom para quem procurava emprego em Ilhéus e Itabuna. Naquele mês, a cidade litorânea registrou saldo negativo de 49 postos de trabalho; enquanto o município vizinho perdeu 47 vagas. “Isso demonstra que as expectativas positivas para a economia no final do ano não se realizaram”, concluem os pesquisadores.

Como informamos no último sábado (25), considerando todo o ano de 2016, o mercado de trabalho de Ilhéus perdeu 1.143 empregos formais. Já o de Itabuna alcançou saldo positivo de 165 vagas.

Clique aqui para acessar o boletim.

O SENTIDO DA BAIXA DIVERSIFICAÇÃO

ricardo abramovayPor Ricardo Abramovay/publicado no site do autor

Os produtos exportados por um país constituem uma excelente expressão de seus padrões de crescimento econômico. A diversificação das atividades e a capacidade de inserção internacional com base em bens e serviços apoiados em conhecimento, inteligência e informação são sólidos indicadores a respeito da resiliência de uma economia. São estes os produtos que oferecem as melhores oportunidades de o país se beneficiar com os resultados das cadeias globais de valor.

O economista venezuelano Ricardo Haussman e o físico chileno César Hidalgo dirigem a equipe que criou, no Media Lab do MIT, o Atlas da Complexidade Econômica. O Atlas mede o desempenho das economias não por suas taxas de crescimento, pelo montante de suas exportações ou por outras variáveis convencionais da macroeconomia e sim pela venda de produtos e serviços de alta qualidade nos mercados mundiais. Complexidade econômica, mais que eficiência, é a multiplicidade de conhecimentos úteis incorporados aos produtos.

A China e a América Latina exportam montantes muito próximos: US$ 1,9 trilhão obtidos por nosso Continente, contra US$ 2,2 trilhões por parte da China, em 2013. Até 1970, China e Brasil eram basicamente exportadores de matérias-primas. Desde então, a China diversificou sua produção e tornou-se competitiva em um leque crescente de produtos cada vez mais sofisticados, como os eletrônicos, os componentes de computadores e vários tipos de máquinas. Brasil e América Latina seguem altamente dependentes de exportações agropecuárias e minerais.

(mais…)

TIRIRICA NA MIRA DA PÓS-VERDADE EM ILHÉUS

Deputado federal Francisco Everardo (Tiririca).

Deputado federal Francisco Everardo (Tiririca).

O Dicionário Oxford deu fama internacional ao termo pós-verdade, sinônimo contemporâneo do que sempre chamamos de mentira, escolhido como a palavra do ano de 2016.

Em Ilhéus, adeptos da difusão de pós-verdades compartilham mensagem mentirosa contra o deputado federal Francisco Everardo Oliveira (PR-SP), o palhaço Tiririca.

Segundo texto que circula nas redes sociais, Tiririca votou a favor do projeto que legaliza a terceirização irrestrita. Mentira! O deputado se posicionou contra.

A pós-verdade tem sido usada para estimular protestos no show que o artista fará no próximo dia 9 em Ilhéus. A informação foi muito compartilhada por pessoas que criticam o deputado por seu voto a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÕES NO PROGRAMA MAIS FUTURO

UESC. Imagem: Rede Sul Bahia.

UESC. Imagem: Rede Sul Bahia.

As inscrições para o Mais Futuro vão até a próxima sexta-feira (31). O programa oferece bolsas para facilitar a permanência dos estudantes nas quatro universidades estaduais da Bahia (UESC, UNEB, UESB e UEFS). A inscrição deve ser feita neste link.

Para participar, entre outros requisitos, o estudante deve ter: registro individual ou familiar no Cadastro Centralizado de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo e renda familiar total de até três salários mínimos por mês. Outro requisito é não ter vínculo empregatício.

Os beneficiados receberão o auxílio nos primeiros dois terços do período total do curso. Depois terão prioridade para ingressar na segunda parte do projeto, com estágios de nível superior no último terço da graduação. 

Os auxílios serão divididos em três tipos: Básico – valor mensal de R$ 300 para estudantes que residem no município sede do campus ou até 100 Km de distância; Moradia – valor mensal de R$ 600 para estudantes que residam a mais de 100 Km do município sede do campus e Complementar – valor mensal para estudante que já tenha benefício de outra bolsa, mas esteja abaixo do teto máximo estabelecido.