WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

sebrae hospital sao jose


impacto cred

transporte ilegal
junho 2017
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

RETRATO DE UM TRABALHADOR DE ILHÉUS


Seu Antônio deu entrada no Hospital Regional com falta de ar, mas se recupera bem.

Seu Antônio deu entrada no Hospital Regional com falta de ar, mas se recupera bem.

Nos últimos meses, o estômago de Seu Antônio sentiu os efeitos dos longos intervalos entre as refeições, hábito que as circunstâncias da vida lhe impuseram. “Uma gastura, meu filho”, assim resumiu a sensação ruim que o fez trocar o café por Nescau no desjejum. Manteve o pão com manteiga. Ele demora de comer porque trabalha muito. Recolhe latas para reciclagem. O trabalho complementa a aposentadoria, e o coloca na ponta do esforço ecológico que reduz o consumo de matéria-prima original.

O Capitão Planeta, herói de um desenho animado, tem superpoderes para combater as ameaças à vida na Terra. A missão diária de Seu Antônio tem o mesmo sentido. No entanto, o heroísmo do homem de setenta anos não tem magia. O tempo cobra os limites do corpo. Na última sexta-feira (16), sentiu “uma falta de ar”, como explicou, e deu entrada no Hospital Geral Luiz Viana Filho. Recupera-se bem, mas continua internado.

Nosso herói vive com a sobrinha e as duas filhas dela. Pelo menos cinco vezes por semana, deixa o Teotônio Vilela, bairro onde mora, para catar latas no Centro de Ilhéus. Frequenta shows com a constância que faria inveja a qualquer boêmio. Mas não vai para se divertir. A presença de catadores em festas produz o seguinte raciocínio no público mais criativo. “Se uma pessoa vai catar, não é preciso jogar a lata na lixeira”. Não nos cabe julgar o mérito desse silogismo. Contentamo-nos com a imagem de um mar de latinhas num gramado qualquer em Ilhéus. Antônio está nele, curvado sob o próprio peso, que se soma aos dos dois sacos de lata com os quais nos acostumamos a vê-lo.

É necessário catar muitas latinhas para transformá-las em dinheiro. Aqui também não há magia. O preço do quilo tem variado entre três reais e três e vinte. Por isso Seu Antônio não gosta de perder festa nem debaixo de chuva. Foi assim num show recente de Bel Marques e Solange na Avenida Soares Lopes. Encontramo-nos na manhã seguinte. Ele estava resfriado.

Há uma tentação intuitiva em associar o resfriado, que se prolongou, à sua falta de ar. Mesmo porque ele já havia reclamado do desconforto no sistema respiratório. É do tipo que responde com sinceridade quando perguntam se está tudo bem. No hospital, ficou feliz ao saber que as pessoas com quem convive no Centro queriam informações sobre o seu estado de saúde. Talvez Antônio José Santana não goste de descobrir que esta reportagem do Blog do Gusmão informa o apelido que o desagrada – Sorriso -, citado aqui apenas porque pouca gente da cidade o conhece pelo nome.

Atualizado às 16h08min (22 de junho de 2017).

Seu Antônio faleceu ontem à noite, poucas horas depois da publicação da matéria acima – veja aqui.

18 respostas para “RETRATO DE UM TRABALHADOR DE ILHÉUS”

  • Cristiane disse:

    Que bom saber que ele esta bem, meu amigão trabalhador e guerreiro.

  • marco disse:

    Que Deus lhe dê a sua melhora,fico feliz em conhecer pessoas humildes e honestas e trabalhadoras iguais a você .

  • Victor disse:

    Certa vez tive a honra de bater um papo com seu Antônio (confesso não me lembrava o nome). Esse senhor que lembrou meu velho e guerreiro avô, tive pena e lembro que na época ele chamou minha atenção quando tentava engolir um pedaço de um lanche, a seco, logo ele com tantas latinhas em suas costas, pobre senhor, ofereci um refrigerante a ele e naquele instante descobri o porque do sorriso, sincero e contagiante… um abraço seu a Antônio

  • Maíra disse:

    Fico feliz em saber que o “Sorriso” esta passando bem.Que Deus te dê forças…

  • Gabrielli disse:

    Fico feliz em saber que ele está bem. Que o Senhor o recupere.

  • Alessandra disse:

    Meu amigo é muito bom saber que está bem.eu estarei sempre te colocando em minhas orações.homem guerreiro DEUS te abençoe.

  • Julio Gomes disse:

    Muito bem escrito o texto, o que resulta em uma belíssima matéria. Parabéns ao redator e melhoras para o Sr. Antonio, ou simplesmente Sorriso!

  • Suellen disse:

    Pessoa simples muito humilde
    Sempre passava na padaria que trabalho sempre tava pães á ele
    Mesmo na luta difícil lá está ele com seu sorriso
    Tiver medo de abri a matéria e saber que tinha acontecido o pior mais graças a Deus está bem e longo vai sai dessa
    Grande guerreiro vai a luta mesmo com sua idade

  • Aline disse:

    #VamosAjudarOSorriso
    Com q ele precisa ..
    Compartilhem.

  • Maria disse:

    Onde Sorriso mora, quero ajudá-lo

  • TELMAR disse:

    JAMAIS VOU ESQUECER, QUANDO CHEGAVA DE MANHÃ E ELE JA ESTAVA NA PORTA DO CINEMA ME ESPERANDO PARA CATAR SUAS LATINHAS, ELE SEMPRE DIZIA MEU FIO ESTAS LATINHAS ME AJUDA TANTO, HOMEM DIREITO E HONESTO CANSEI DE SAIR DO CINEMA PARA RESOVER AS COISAS E DEIXAVA ELE SOZINHO NO CINEMA NUNCA MEXEU EM NADA, PELO CONTRARIO QUANDO CATAVA AS LATINHAS SEMPRE ACHAVA MOEDAS NO CHÃO GUARDAVA E QUANDO EU CHEGAVA ELE VINHA ME ENTRGAR, E SEMPRE DIZIA OU MEU FIO MINHA MAE ME ENSINOU QUANDO ACHASSE ALGUMA COISA ERA PRA ENTRGAR PORQUE AQUILO TINHA DONO,INCLUSIVEL EU TINHA MARCADO PRA ELE UMA ENDOSCOPIA NA GASTROCLINICA PORQUE ULTIMAMENTE ELE SE QUEIXA DE DORES NO ESTOMAGO, COMO ELE NÃO TINHA CONDICOES DE PAGAR EU CONSEGUIR PAGAR UMA TAXA, SO ESTAVA ESPERANDO ELE SAIR DO HOSPITAL, O ÚNICO MEDO QUE ELE TINHA ERA DE MORRER, MAIS AGORA ELE FOI PRA UM LUGAR BOM ONDE NINGUEM SENTE DORES, E TAMBEM NÃO SENTE FOME. DESCANSE EM PAZ MEU AMIGO

  • Karol disse:

    Nenhuma homenagem é tão digna. Achei linda a matéria. Parabens ao blog. Ao Sr. António,que o Senhor o tenha. São essas pessoas que merecem ser lembradas.

  • Eduardo Oliveira disse:

    Que Deus o acolha nesta nova morada, sempre que o via era catando suas latinhas e as vezes na companhia de um cachorrinho. Era rubro-negro como eu, falava sempre do Flamengo. Os bons,com certeza estão ao lado do criador.

  • Jair Fontes disse:

    Grande Homem!

  • José Rocha Santos disse:

    Na minha infância eu tive a oportunidade de conviver com Antônio. Seu apelido era Budá, morávamos em Carobeira, distrito de Aritaguá. Filho de família humilde, moraram longo tempo nas terras do meu pai que os acolhera com amor. Depois eu vim para o RJ e pouco o via. Te no fotos dele no livro que escrevi sobre a história da minha família

  • Andrea disse:

    Seu Antônio vou sentir falta do senhor.. lembro quando ajudei ele a leva o saco de latas até o ponto de ônibus e ela falou q ia mi dar $ 1 real KKK falei q não precisa pessoa boa demais vai fazer falta Deus te coloque em um bom lugar

  • Leandro 98898-4965 disse:

    Eu me lembro quando ele chegava no restaurante Maria machadao pra catar suas latas e eu só lembro da minha infância. Seu Antonio descanse em paz Deus te coloque em um bom lugar deixou Sá saudades

  • Helio Rocha Santos disse:

    Sorriso, Irmão de André, de João de Jacinto e de Janete, filho de D. Miúda, neto de D. Maria Nazária. Éramos vizinhos na nossa infância, seguimos por caminhos diferentes na vida, mais a travessia é a mesma. Que Deus lhe conceda a paz e o descanso eterno.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia