WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



vog torres do sul


transporte ilegal
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

COORDENADORA EXPLICA AJUSTES DO PLANSERV


Mauro Adan, presidente ASHEB, Cristina Cardoso, Coordenadora Geral Planserv e Paulo Barbosa, Coordenador de Gestão de Rede Planserv.

Mauro Adan, presidente da ASHEB, Cristina Cardoso, coordenadora geral do Planserv, e Paulo Barbosa, coordenador de gestão de rede do plano.

O desafio de utilizar recursos finitos para atender a demandas crescentes em saúde foi o foco do encontro entre o Planserv e membros da Associação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde da Bahia (ASHEB), realizado na última quarta-feira (12), no Complexo Médico Delfin, em Lauro de Freitas. A convite da Asheb, a Coordenadora Geral da Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais, Cristina Cardoso, falou sobre a atual conjuntura da saúde e esclareceu dúvidas de prestadores de toda a Bahia a respeito do plano. Ao lado da gestora, estavam o presidente e a superintendente da ASHEB, Mauro Adan e Maísa Domenech, além do Presidente da Federação Baiana de Saúde (Febase), Marcelo Britto que, juntos, conduziram o evento.

Segundo Cristina Cardoso, não há falta de recursos. Contudo, considerando as despesas do último trimestre, que cresceram em proporções muito maiores do que o previsto, “se nenhuma atitude fosse tomada, diante das projeções até dezembro, teríamos um problema. Justamente para evitar desequilíbrios e zelar pela manutenção da sustentabilidade e credibilidade da Assistência, intensificamos as ações que já adotávamos relativas à racionalização das despesas. Neste sentido, estamos contando com um esforço conjunto de todo o sistema”, enfatizou.

Cristina frisou, ainda, que para garantir as contas em dia sem deixar de cumprir seu objetivo maior, que é manter o acesso aos serviços de saúde de qualidade oferecidos pelos prestadores do Planserv aos seus mais de 503 mil beneficiários em toda a Bahia, algumas medidas estão sendo adotadas. “Além de orientar a rede em relação ao orçamento mensal disponível, estamos trabalhando no sentido de melhorar o sistema Top Saúde; aumentar nossa capacidade operacional; ampliar as ações de prevenção em saúde e conscientizar o beneficiário sobre a importância de evitar desperdícios e o uso indevido do plano”, elencou.

O Planserv apura junto a alguns prestadores as razões do aumento desproporcional das despesas no último trimestre. “Precisamos saber com exatidão quanto temos que pagar ao final de cada mês porque, afinal de contas, ninguém contrata serviços com um cheque em branco. Este controle faz parte do zelo e responsabilidade que temos com os recursos do Planserv”, explicou Cristina Cardoso.

O controle também garante que o Planserv continue a honrar seus compromissos, algo que todos os prestadores salientaram no encontro, destacando como positivo o pagamento sempre em dia, um esforço da assistência que também garante a prestação de serviço aos usuários sem restrições.

Independentemente dos acontecimentos recentes, algumas mudanças citadas pela Coordenadora explicam a necessidade de ajustes no orçamento. Entre elas, destacam-se a incorporação de tecnologias nos serviços de saúde; o aumento da rede de prestadores para atender à importante demanda pela interiorização do plano e o aumento de uso do Planserv pelos beneficiários.

Para finalizar, a gestora afirmou que está buscando caminhos para manter e fortalecer o Planserv. “Para atingir esses objetivos, contamos com o empenho de todo o sistema e, em especial, de cada parceiro prestador de serviço. Desde que assumimos a gestão da Assistência, temos ampliado nossa relação com os prestadores e fazemos questão de manter canais de comunicação com a rede credenciada sempre abertos”, concluiu Cristina Cardoso, antes de agradecer aos representantes da ASHEB pelo convite e pela oportunidade dos esclarecimentos apresentados durante o encontro.

2 respostas para “COORDENADORA EXPLICA AJUSTES DO PLANSERV”

  • Denise da Silva disse:

    Eu sou usuária do planserv na minha última consulta com a minha nutricionista e a minha endocrinologista elas falaram que ñ ia mais atende pelo planserv porque eles tinham estipulado uma cota agora eu falo eu sou diabética preciso ir nelas de 3 e 3 meses e com plano de saúde tenho que paga eu acho isto uma falta de respeito com o associado que paga caro e quando precisa ñ tem vou deixa aqui meu recado vou entrar na justiça.

  • Anônimo disse:

    Rapaz esse plano é caríssimo e uma porcaria, os Sindicatos não fazem nada para barrar o absurdo que é cobrado aos Servidores.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia