Faculdade Madre Thaís realiza treinamento de alta performance.

Faculdade Madre Thaís realiza treinamento de alta performance.

Nesse sábado (21), a Faculdade Madre Thaís (FMT) promove o treinamento de alta performance, com o objetivo de capacitar seus alunos a serem diferenciados no mercado de trabalho. A doutora Priscila Barreto vai ministrar as quatro aulas do curso, com 4 horas de duração cada.

Os temas abordados nessa primeira aula de sábado são: a identificação e verificação de 360° da vida e os processos de mudanças positivas e duradouras; influência do inconsciente em nossas escolhas e decisões, pressupostos básicos da PNL, como produzir bem-estar. No próximo sábado (28), mudança de paradigma, mudança de ideias fixas que nos impedem de mudar e progredir, reestruturação/reprogramação mental.

Já no dia 11 de novembro, a influência da mente no corpo e do corpo na mente: fabricação de bons neurotransmissores como Dopamina, Endorfina e Seronina. A última aula, acontece no dia 18, a influência da comunicação verbal e não verbal comunicação e sua influência nos pensamentos, sentimentos e comportamentos: influência no resultado final.

Para a apoiadora e coordenadora do curso de Administração e Recursos Humanos da FMT, Elba Karla o mundo atual e globalizado exige dos colaboradores múltiplas funções. “Pesquisas têm mostrado que antigamente o colaborador que mais se destacava era aquele cujo Curriculum vitae fosse extenso, com vários cursos representando um Alto índice de inteligência Cognitiva (QI)”.

Porém, em contrapartida, observou-se que muitas demissões ocorriam não por falta de conhecimento técnico, e sim, devido a um comportamento inadequado em ambiente de trabalho. Com isso, resolveu-se estudar a origem, e, descobriu-se que além do quociente de Inteligência cognitiva, existe também o quociente Emocional (QE). “Este está ligado às nossas emoções e ao nosso comportamento”.

Segundo a professora. “A inteligência emocional é a capacidade de conhecer nossos próprios sentimentos e o dos outros, de nos motivar e gerir nossas emoções que impactará diretamente na forma como iremos nos relacionar com os outros”.