Emílio Gusmão. Imagem: Blog do Chicó.

O ex-superintendente de meio ambiente de Ilhéus, Emilio Gusmão, decidiu publicar a carta de exoneração remetida ao Prefeito Mário Alexandre no dia 30 de abril.

Segundo Gusmão, “a mensagem tem conteúdo de interesse público e deve ser divulgada para que a sociedade de Ilhéus saiba como o atual prefeito trata a legislação e a política ambiental”.

Exmo. Sr. Prefeito de Ilhéus.

Mario Alexandre Correa de Sousa.

Carta de exoneração. 

Senhor Prefeito.

No exercício do cargo de Superintendente Municipal de Meio Ambiente tenho sido pressionado, por Vossa Excelência e por alguns de seus prepostos, a tomar decisões que ferem os princípios da responsabilidade socioambiental. Ressalto que em nenhum momento cedi a essas pressões.

Antes do início dessa curta jornada na Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável externei a Vossa Excelência, em vossa casa, que não estava disposto a conviver com a insensibilidade às causas ambientais e com o desrespeito à legislação. Apesar de ter lhe externado essa condição, várias vezes Vossa Excelência e alguns de seus prepostos tentaram me convencer do contrário. Não conseguiram.

No dia 20 de março de 2018, Vossa Excelência nomeou a senhora Sandra Regina Pimentel da Silva para o cargo de “Chefe de Setor de Unidades de Conservação e Coleta Seletiva de Resíduos”. Esse ato me surpreendeu, pois em conversa ocorrida no mesmo mês, no Centro Administrativo da Conquista, com o Vice-Prefeito e Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal, Vossa Excelência se comprometeu a dividir o cargo em dois, devido à impossibilidade de uma só pessoa assumir funções tão distintas e laboriosas. Apesar do compromisso assumido, Vossa Excelência nomeou uma pessoa que até a presente data não apareceu para trabalhar. Esse fato não é digno de uma gestão que se diz séria.

Desprovido das condições ideais de trabalho para o bem do interesse público e ciente da concepção desenvolvimentista/predatória que norteia sua “visão de mundo”, contrária à minha formação acadêmica e aos princípios da Rede Sustentabilidade, partido do qual sou filiado e que foi muito importante para a vitória do então candidato “Mario Alexandre” nas eleições municipais de 2016, solicito exoneração do cargo de Superintendente Municipal de Meio Ambiente. 

Atenciosamente.

Emilio José Santos Gusmão.

Comunicólogo, Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável (ESCAS/IPÊ- SP).