WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018
ubaitaba
master class cenoe faculdade madre thais

CAIXA AUMENTA COTA DE FINANCIAMENTO DE IMÓVEL USADO PARA SERVIDOR PÚBLICO

Medida busca estimular o mercado e oferecer melhores condições para seus clientes.

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta segunda-feira, 11, o aumento da cota de financiamento de imóveis usados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) de 70% para 80%.

Para o presidente da CAIXA, Nelson Antônio de Souza, o aumento da cota de financiamento do imóvel facilita o acesso do servidor público à casa própria e contribui para estimular o mercado imobiliário. “Antes reduzimos a taxa de juros dos imóveis, agora estamos oferecendo para os clientes que possuem a menor inadimplência da nossa carteira, o servidor público, condições ainda melhores para a compra do imóvel usado”, explica.

A alteração faz parte de uma estratégia que visa beneficiar um segmento de clientes que possui baixa inadimplência e relacionamento de longo prazo com o banco. A CAIXA possui cerca de R$ 43,2 bilhões em contratos com servidores públicos em todo país.

A mudança começa valer a partir de hoje(11) e para contratos novos.

Medidas Crédito Habitacional em 2018:
Em abril, a CAIXA reduziu em até 1,25 p.p. as taxas de juros do crédito imobiliário utilizando recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). As taxas mínimas passaram de 10,25% a.a para 9% a.a, no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e de 11,25% a.a para 10% a.a, para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI).

O banco também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. O limite de cota de financiamento do imóvel usado sobe de 50% para 70%. A CAIXA também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

CENOE PROMOVE AULA COM O TEMA “DESAFIOS NA RECONSTRUÇÃO ORBITAL”

Nos países desenvolvidos, a principal causa de trauma facial são acidentes de veículo, mas este mecanismo tem sido substituído por violência. Nos países em desenvolvimento, uma das principais causas desse traumatismo se encontra no ambiente de trabalho, onde não há formação técnica especializada e aparelhagens seguras.

Outras causas de trauma facial incluem quedas e lesões esportivas. Deformidades traumáticas na área ocular podem afetar o paciente em termos de função e estética. Reconstruções orbitais exigem um cirurgião com alto nível de precisão e experiência, para reduzir complicações e maximizar os resultados funcionais.

Para tratar desse assunto, os médicos Benevides França (cirurgião buco-maxilo- facial) e Victor Nassri (cirurgião plástico) farão uma aula especial sobre “Os desafios da reconstrução de órbita”. O evento é voltado para médicos, dentistas, profissionais da área da saúde e vai acontecer na próxima segunda-feira, 18 a partir das 19h na sede da CENOE, localizada na Avenida Soares Lopes, nº 1724, Ilhéus.

JABES QUER PERDER COM CACÁ E GANHAR COM EDUARDO SALLES

Cacá Colchões: candidato em segundo plano. Montagem: Blog do Gusmão.

Opinião do Blog.

No último sábado, 09, o grupo do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) lançou a candidatura do empresário Cacá Colchões à Assembleia Legislativa da Bahia.

O evento aconteceu na Câmara de Vereadores de Ilhéus e tratou o ex-prefeito como liderança principal do partido.

A exibição de um vídeo do deputado estadual Eduardo Salles (PP) no evento de Cacá despertou a atenção deste blog. Na gravação, Salles disse que Ilhéus pode ter dois deputados estaduais. Cacá dirá o mesmo em eventos de Salles?

Sabe-se que alguns jabistas lotados em cargos de confiança no Governo do Estado devem essa condição a Eduardo Salles. Ao projetar a imagem do parlamentar no evento de Cacá, Jabes jogou xadrez: “vou mover esse peão para proteger a minha rainha”.

Para nós ficou claro que os objetivos de Jabes são: ajudar Salles a se manter na ALBA, manter os jabistas nos cargos e tirar votos da deputada estadual Ângela Sousa (PSD), mãe do seu principal adversário, no momento, o prefeito Mário Alexandre.

Cacá é uma liderança em declínio por não conseguir se desprender do “jabismo”. Perdeu completamente a identidade ao permanecer calado durante os quatro anos do último governo de Jabes. Poderia ter rompido, como Nazal acabou de fazer, mas preferiu apostar num projeto com altos índices de desaprovação. Acumula em seu currículo três derrotas e apenas uma vitória como candidato a vice-prefeito na chapa de Jabes, em 2012. Se realmente for candidato, será bem votado, mas dificilmente vai conseguir uma vaga. Vale lembrar que o PP é um partido de fortes caciques.

Historicamente, quando fora do poder, Jabes sempre necessitou de oito anos de resiliência para recolocar seu nome no topo. Cacá é o nome para preencher esse espaço de tempo.

JR afirma não dispor de condições físicas para disputar eleições, por enfrentar sérios problemas de saúde. Fica outra pergunta: quantas lideranças políticas de expressão tiveram problemas desse tipo e, mesmo assim, após tratamento e recuperação num hospital de excelência, conseguiram disputar e vencer eleições? Lula, Dilma Roussef, José Sarney, Paulo Maluf e muitos outros passaram por sofrimento parecido e permaneceram na política.

Consta também que Cacá Colchões não tem a confiança dos principais jabistas. Nas eleições de 2016, Cacá sugeriu a Jabes que afastasse do governo figuras que rendiam desgaste. O então prefeito disse: “Faça você quando tiver a caneta na mão. Não vou afastar quem sempre comeu poeira comigo”.

PREFEITURA DE UBAITABA ENTREGA CERTIFICADOS A 25 CABELEIREIROS

Imagem: ASCOM/PMI Ubaitaba.

Um total de 25 pessoas recebeu hoje o certificado de conclusão da segunda etapa do curso de cabeleireiro oferecido pela Prefeitura de Ubaitaba, por meio da Secretaria da Assistência Social e Promoção e Trabalho (SEAST). O curso foi ministrado pelo cabeleireiro profissional e instrutor Cosme dos Santos, que atua há anos no mercado de beleza local.

A secretária Elied Soares destaca que o curso se encaixa no projeto da administração da prefeita Suka Carneiro de orientar e capacitar as pessoas para o mercado de trabalho. “A proposta é preparar as pessoas para atuar profissionalmente, elevando a autoestima e permitindo que sustentem suas famílias com a dignidade do trabalho”, pontuou, ao lado da prefeita que participou da solenidade no Salão de Beleza de Cosme.

As alunas que receberam certificados se inscreveram ano passado nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) dos bairros Armandão e Ruinha e no Distrito de Faisqueira. “Trabalhamos com o instrutor para que o curso fosse bem feito, diante das exigências da clientela. A ideia era de que tão logo concluíssem as aulas, houvesse a inserção no mercado de trabalho com segurança. Aqui temos jovens das três localidades. Certamente, a partir de agora vão melhorar as suas condições de vida”, disse Elied.

A formanda Jaiana Nascimento Pereira, residente na Travessa do Céu, na Ruinha, estava radiante com a entrega do certificado. “Quero muito agradecer a prefeita Suka, a secretária Elied, as profissionais do CRAS e a Cosme pela atenção que tiveram para que a gente se preparasse para o mercado de trabalho”, disse. Já Laisa também se disse feliz com o certificado que é reconhecimento  e oportunidade. “Tenho que agradecer muito”, afirmou.

NAZAL ACOMPANHA INSTALAÇÃO DE MARCOS TERRITORIAIS DE ILHÉUS

Seu Adalgisio, de 92 anos, agora sabe que mora bem próximo à linha limítrofe de Ilhéus e Uruçuca. Imagem: SECOM-Ilhéus.

 

Ilhéus é o primeiro município da Bahia a iniciar a instalação de marcos territoriais em consonância à Lei 12.057, aprovada pela Assembleia Legislativa, que baseou o trabalho de atualização dos limites municipais no estado. O trabalho prático já está sendo executado por técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) e acompanhado in loco pelo vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal.

Ilhéus possui 60 vértices que constituem o seu memorial descritivo e todos serão visitados e identificados. O município faz divisa com Una, Buerarema, Itabuna, Itajuípe, Coaraci, Itapitanga, Aurelino Leal e Uruçuca. Neste momento, estão sendo instaladas estacas provisórias nas áreas limítrofes mas, em seguida, a Prefeitura irá construir estruturas de concreto, instalar placas sinalizadoras e, através de um GPS Geodésico, o IBGE vai oficializar a certificação dos marcos.

Ilheenses – “A iniciativa facilita a vida do cidadão que passa a saber onde começa e onde termina o seu município”, destaca o vice-prefeito de Ilhéus. “Este trabalho estava previsto após a aprovação da lei e, como ele, evita-se a invasão de município pelo outro, que era uma prática generalizada na Bahia”, completa Manoel Lamartin, pesquisador do IBGE que participa da operação. Logo após às identificações dos limites entre as cidades, Ilhéus também vai realizar o trabalho nos limites dos seus distritos e povoados, informa Nazal.

Todo o trabalho realizado pelo IBGE e SEI tem o acompanhamento de representantes dos municípios limites, que testemunham toda a operação. Ilhéus já concluiu a identificação no limite com Aurelino Leal e está em fase final com Uruçuca.

Pioneirismo – Lamartin destaca ainda que a Bahia é o primeiro estado da federação que está completando o trabalho de atualização dos limites municipais. “É um trabalho pioneiro, com metodologia nossa mas que o IBGE pretende levar como referência para o restante do País”, destaca.

Na primeira fase de campo, logo no início destes debates, foi possível, por exemplo, identificar que cinco municípios baianos tinham suas sedes em territórios que não lhes pertenciam, em municípios vizinhos.

Modelo – O passo pioneiro que Ilhéus dá, neste momento, deverá ser estendido para todos os 417 municípios da Bahia. “Seu” Adalgiso, com 92 anos, agora sabe que mora bem na linha limítrofe de Ilhéus e Uruçuca. Ele foi um dos entrevistados em 2012, quando foi realizado o primeiro levantamento. Um diretor nacional de Estruturas Territoriais do IBGE estará chegando a Ilhéus nos próximos dias para conhecer de perto a metodologia usada e que será levada para todo o território nacional.

Texto da SECOM Ilhéus.

ÂNGELA SOUSA SE REÚNE COM LIDERANÇAS POLÍTICAS DE ITABELA

Deputada falou às lideranças de Itabela. Imagem: ASCOM.

A convite do vereador e presidente da Câmara Municipal de Itabela, Alex da Pax, a deputada estadual Ângela Sousa se reuniu, no último domingo (10), com lideranças políticas da cidade. O encontro foi realizado na Câmara de Vereadores e contou com a presença de professores, vereadores e representantes da guarda municipal, além de lideranças locais.

Na ocasião, a parlamentar ouviu atentamente às reivindicações dos líderes e reafirmou o seu compromisso com o município, uma vez que têm buscado trabalhar em prol de Itabela.

Ainda na oportunidade, Ângela Sousa destacou os esforços do seu mandato em buscar, junto ao Governo do Estado, viabilizar melhorias e obras essenciais para a cidade. A exemplo da entrega, por meio de emenda parlamentar, de uma ambulância e um trator no assentamento Márcio Santos, a ampliação do programa Luz para Todos no distrito de Monte Pascoal, além da recuperação asfáltica na BA 283, trecho que liga Itabela a Guaratinga.

TIROS NO MAR ABERTO: SOB PRESSÃO, PROPRIETÁRIO PODE TER APAGADO IMAGENS

Normalmente tranquila, a casa de shows Mar Aberto passou por momentos de tensão no último sábado.

No último sábado, o noticiário de Ilhéus foi surpreendido por um fato no mínimo inusitado.

Um desentendimento entre oficiais da PM e os agentes da Polícia Civil, Luciano Santos Cardoso e Joseval Santos Cupertino, acabou em tiros na casa de eventos Mar Aberto, na zona sul de Ilhéus. O tenente-coronel Delmo Barbosa de Santana foi atingido na perna e encaminhado para um hospital de Salvador. O quadro dele é estável.

Segundo a versão dos agentes, o tenente-coronel, sem se identificar, deu uma gravata em Joseval Cupertino com o objetivo de desarmá-lo. Como não tinha conhecimento de quem fazia a abordagem, Cupertino sacou uma arma de fogo e quase foi impedido pelos militares. Inadvertidamente, um tiro atingiu a perna do oficial Delmo Santana.

A versão da PM não é tão detalhada e diverge completamente: “Por volta das 2 horas do dia 09/06, em frente ao restaurante “Mar Aberto”, em Ilhéus, o tenente-coronel Delmo Barbosa de Santana, lotado no comando geral, foi vítima de disparo de arma de fogo, atingido na perna. Segundo informações, policiais civis estavam dentro do estabelecimento bebendo e após se desentenderem com um homem não identificado, efetuaram o disparo que atingiu o oficial que passava nas proximidades do restaurante”. Ainda de acordo com a versão dos militares, ao perceber a confusão que envolvia o colega, Luciano Cardoso sacou sua arma e deu tiros para cima.

Após renderem Joseval Cupertino, uma guarnição da PM o conduziu até a 7ª COORPIN.  O delegado plantonista, Luciano Lima de Medeiros, iniciou a investigação e ouviu três testemunhas: Wender Costa Nogueira (auxiliar de portaria  do “Mar Aberto”), Elenilson Santos da Hora (outro auxiliar de portaria) e Josileia da Silva Amaral (gerente da casa de shows).  Conforme registrado em despacho assinado pelo delegado, obtido com exclusividade pelo Blog do Gusmão, as testemunhas reforçaram a versão dos policiais civis e descartaram a possibilidade do agente Luciano ter feitos disparos para cima, uma vez que ” havia, no local, diversos policiais à paisana (oficiais da polícia militar, inclusive de outros estados), os quais também estariam armados e não foram relacionados na ocorrência policial nem se apresentaram para darem a versão deles sobre o fato”.

Para acabar com a dúvida, o delegado determinou que o proprietário do estabelecimento, conhecido como Átila, copiasse num pen drive as imagens das várias câmeras espalhadas pela casa de shows. Segundo a polícia civil, Átila disse que o aparelho (DVR) não fez a gravação. Luciano Medeiros determinou a apreensão do equipamento para perícia.

A Polícia Civil investiga a hipótese do proprietário ter sofrido algum tipo pressão para apagar as imagens.