WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Domingo, 21 de Outubro de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
faculdade madre thais cenoe faculdade de ilheus

MORRE O EMPRESÁRIO HELENILSON CHAVES

Helenilson Chaves. Foto: Diário Bahia/Reprodução.

De acordo com o site Políticos do Sul da Bahia, o empresário Helenilson Chaves faleceu nesta sexta-feira, 12, em Salvador. A causa da morte não foi informada.

Helenilson enfrentava problemas de saúde e tinha 72 anos. Como empresário atuou em diversos segmentos econômicos: agropecuária; comércio de cacau; construção civil e telecomunicações. Foi um dos responsáveis pela criação da TV Santa Cruz e da instalação da primeira empresa processadora de soja, em Barreiras, no oeste baiano.

Helenilson Chaves construiu o Shopping Jequitibá, na década de 90, no auge da crise provocada pela vassoura-de-bruxa que quase dizimou a cacauicultura.

O corpo será cremado na tarde desse sábado, 13, no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.

MORRE O EX-DEPUTADO FEDERAL PELA BAHIA, JOSÉ LOURENÇO

Lourenço defendeu a causa dos dentistas brasileiros que residiam em Portugal. Foto: Câmara dos Deputados.

O ex-deputado federal José Lourenço, de 85 anos, faleceu nessa sexta-feira, 05.

Português de São Martinho, ele chegou a Bahia aos 16 anos. Estava internado há meses por sofrer de problemas cardíacos. O sepultamento será realizado neste sábado, às 16 horas, no Cemitério Jardim da Saudade em Salvador.

José Lourenço era economista, empresário e residia na Bahia desde 1949. Estreou na política em 1970 como deputado estadual filiado à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido da base de sustentação do regime militar.

Foi reeleito outras duas vezes e chegou a ser líder do governo Antônio Carlos Magalhães na Assembleia Legislativa da Bahia. Rompeu com o Carlismo em 1982 e elegeu-se deputado federal por quatro mandatos.

José Lourenço lutou para que os dentistas brasileiros residentes em Portugal tivessem a profissão reconhecida pelo governo português. Essa conquista veio em 1997, após negociação com a Assembléia da República e autoridades lusitanas.

Em 2002, deixou a política por não conseguir a reeleição para a Câmara dos Deputados.

error: Content is protected !!