WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



vog torres do sul


transporte ilegal
setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

:: ‘Notícias’

PESQUISADORA ANALISA ALTO ÍNDICE DE POLICIAIS MORTOS NO RIO

Carolina Taboada. Professora da FGV. Imagem: Rede Social.

Carolina Taboada. Professora da FGV. Imagem: Rede Social (Linkedin).

A vitimização de policiais militares no estado do Rio de Janeiro já tem índices alarmantes. Para a pesquisadora da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Faculdade Getúlio Vargas (FGV), Carolina Taboada, a crise financeira não é a única culpada pelo alto índice de PMs mortos. Segundo ela, a presença constante de membros do governo estadual em escândalos de corrupção gera uma percepção de abandono e desgoverno que é percebida pela população em geral e pelas facções do crime organizado, que estão aproveitando este momento para se reorganizar no território.

“A crise pela qual o projeto das UPPs passa também contribui para esse número na medida em que estamos vendo, neste ano, o retorno dos tiroteios e confrontos em regiões nas quais antes eles estavam controlados – ainda que o tráfico de drogas nunca tenha realmente deixado por completo as comunidades nas quais as UPPs foram instaladas. Aliado a isso, que reflete mais na situação da capital – onde se concentra a maior parte das UPPs –, é possível observar um grande espalhamento da mancha criminal para as outras áreas do estado, o que é uma dinâmica nova para o Rio de Janeiro: há poucos anos, a capital concentrava a maior parte dos crimes do estado, o que permitia uma atuação mais concentrada das forças policiais”, aponta Carolina Taboada.

A pesquisadora da FGV DAPP alerta que o crescimento dessa mancha é um desafio para a política de segurança pública, tanto para garantir a segurança da população quanto dos seus próprios agentes, que morrem muitas vezes fazendo “bicos”. Taboada ressalta que existe o fato de policiais correrem mais risco quando estão na rua pela possibilidade de serem reconhecidos como tal.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS SEDIA CONGRESSO SOBRE MOBILIDADE URBANA E SEGURANÇA PÚBLICA

II Congresso e Seminário Estadual de Formação dos Agentes e Profissionais de Trânsito do Estado. Imagem: Direito Constitucional.

II Congresso e Seminário Estadual de Formação dos Agentes e Profissionais de Trânsito do Estado. Imagem: Direito Constitucional.

Nos dias 15 e 16 de setembro, Ilhéus vai sediar o II Congresso e Seminário Estadual de Formação dos Agentes e Profissionais de Trânsito do Estado.

O evento vai reunir profissionais e agentes de trânsito de vários municípios. Servidores das polícias militar e federal, do Detran, do Dnit e do Derba também vão marcar presença.

O objetivo da atividade é analisar a mobilidade urbana como dinâmica importante para a segurança pública. Os participantes também vão discutir o alto índice de mortes e acidentes no trânsito, com ideias e soluções para superar os desafios encontrados.

A inscrição deve ser feita neste link,  até o dia 11 de setembro. O custo é de cem reais para o público em geral e de cinquenta reais para os membros do Sinditran Bahia.

O congresso vai ter carga horária de dezoito horas, com direito a todo o material do curso, incluindo certificado e uma miniatura do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) autografada pelo autor.

BAHIA PESCA ESTUDA MANEIRAS DE MELHORAR NAVEGAÇÃO NA BAÍA DO PONTAL

Baía do Pontal. Imagem: José Nazal.

Baía do Pontal. Imagem: José Nazal.

A Bahia Pesca analisa alternativas para melhorar a navegabilidade na enseada do Pontal, em Ilhéus. Pescadores reclamam das dificuldades que enfrentam para atravessar a barra, devido ao baixo calado do mar nas proximidades do Morro de Pernambuco.

Empresa vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, a Bahia Pesca criou um grupo de trabalho para discutir a situação desses pescadores. A Associação dos Produtores e Armadores de Camarão e Peixes Diversos (Acape) também colabora com o debate.

Segundo a direção da Bahia Pesca, o grupo avalia a possibilidade de dragar a entrada na barra ainda em mar aberto. Outra alternativa seria a construção de um quebra-mar para facilitar a navegação no canal. 

Ainda de acordo com a empresa, as melhorias vão ter impacto positivo para a economia da cidade, já que o Terminal Pesqueiro Público de Ilhéus recebe pescados de boa do sul da Bahia.

OPERAÇÃO APREENDE CARRO ROUBADO FAZENDO TRANSPORTE LOTAÇÃO EM ILHÉUS

HB20 recuperada pela polícia. Imagem: Ilhéus.

HB20 recuperada pela polícia. Imagem: Ilhéus.

Do Agravo

Por volta das 9 horas da manhã deste sábado (26), a Força Tarefa de Combate ao Transporte Clandestino (Sutran, 68ª CIPM, 13ª Ciretran) prendeu um indivíduo realizando transporte clandestino (referência de pessoas que fazem transporte irregular de passageiros) com veículo roubado em Ilhéus.

O veículo de placa PET-8384, modelo HB20, cor vermelha, depois de checado no sistema, deu restrição de roubo. O condutor foi autuado em flagrante na delegacia de Ilhéus.

O BRILHO DA BIODIVERSIDADE NAS FAZENDAS DO SUL DA BAHIA

Do Acorda Meu Povo

Os poucos remanescentes de mata íntegra no sul da Bahia são potes de ouro do conhecimento científico, cultural e da história da biodiversidade, além de ser um baú de novidades e inovação. Estudando os animais e plantas do mundo logo reconhecemos as fazendas dessa região, e suas excentricidades. Algumas logo se destacam com valiosas informações e grandes listagens de espécies, e plantas unicamente conhecidas dessas propriedades.

A Fazenda Almada (Uruçuca) tem pelo menos 602 registros de espécies, e alguns deles remontam a viagem de Carl Friedrich Philipp von Martius há 200 anos. Em Una, a Fazenda São Rafael elenca, ao menos, 247 espécies de 156 gêneros e 74 famílias registradas em 18 coleções botânicas. Doze destas já foram incluídas na lista vermelha de espécies ameaçadas do Brasil, incluindo dois tipos de Ingá (Ingá aptera e Ingá grazielae).

Já na Fazenda Pirataquissé (Ilhéus) repousa segredos da história das Piperaceae, família de plantas que inclui as diversas variedades de pimentas (Piper cearanum, P. cernuum, P. glabicaule. P divaricatum e P. amplum). São mais de 300 registros desse grupo no município, e uma delas leva o nome de Ilhéus, a Pipper ilheusense, que possui propriedades medicinais. A Fazenda Pirataquissé também está intimamente relacionada a pesquisas históricas do Museu Nacional, especialmente relacionadas ao acervo da fauna e flora recolhidos na década de 40, por memoráveis cientistas, e é citada em importantes estudos sobre vírus em macacos, incluindo um vírus (e doença) conhecido como Ilheus Encephalitis. Por essa e outras pesquisas a fazenda é citada internacionalmente na historia do famoso Callithrix kuhlii.

Callithrix kuhlii

O estudo do Callithrix Kuhlii e o vírus da febre amarela têm a Fazenda Piarataquisse, em Ilhéus, como referencia histórica.

Esse grande acervo do conhecimento se soma aos demais valores de nossas fazendas, e leva seus nomes como referencias obrigatórias em centenas de publicações científicas por todo o mundo. Apesar da notoriedade, historicamente, tem faltado posicionamento e incentivo dos governos para a proteção desse herbário vivo, considerado pela unanimidade dos botânicos, em declínio, e marcada por plantas e animais endêmicos e ameaçados, a maioria pouco conhecidos, ou completamente desconhecidos.

Restando apenas 2,8% de matas íntegras remanescentes na região cacaueira buscamos, em 1998, uma aliança entre o IBAMA e a CEPLAC para essa obrigatória missão constitucional. Dez anos depois, em matéria no Jornal Agora com apoio de Ronaldo Santana, fazendeiro que aderiu a causa das reservas de forma pioneira com a criação da RPPN Mãe da Mata, abordei a ideia do governo federal criar um mecanismo de reversão de dívidas em reservas particulares.

Numa região onde 98% das matas estão nas fazendas de cacau, apenas o modelo público dos Parques não garante a proteção da biodiversidade, e apesar de esse ser um item fundamental que as prefeituras precisam aderir em todos os seus empreendimentos, o sucesso da proteção depende de forma inevitável da agregação de milhares de pedaços de matas perpetuas, porém particulares, maiores ou menores, mas em toda escala, interligadas. É um projeto que depende de ampla participação social, e só alcançará sucesso se todos juntos, criarmos um mosaico de “espaços da mata” com seus nomes, identidades, histórias e peculiaridades, sendo bem cuidados, para assim garantirmos o corredor ecológico por onde a vida aconteça, os animais transitem e a polinização e dispersão sejam bem sucedidas, enfim, a evolução milenar não seja interrompida, ao menos, até onde saibamos e sejamos capazes de evitar.

Uma vez valorizadas, os benefícios dessa riqueza poderão vir a ser compartilhados por todos, e o caminho é a sensibilidade, que uma vez conquistada, resulte na prática da multiplicação das reservas íntegras, ao lado das fábricas de chocolate, cultivos de cacau e grande variedade de frutos e flores tropicais, dentre tantos outros produtos da floresta. História, ciência, cultura, inovação e tecnologia brilha através da biodiversidade ainda presente nas fazendas de cacau do sul da Bahia. Este é um valor indissociável da identidade e do desenvolvimento dessa região.

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ALERTA SOBRE E-MAILS FALSOS

MPF-BA

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) comunica que envia mensagens eletrônicas somente para aqueles que fornecem o e-mail no momento do registro de denúncia ou solicitação na Ouvidoria ou na Sala de Atendimento ao Cidadão (SAC).

O MPF não envia e-mails com pedido de dados pessoais e nem com indicação de links para acesso.

A Secretaria de Tecnologia da Informação do MPF orienta as pessoas que receberam tais mensagens que as deletem.

EX-MINISTRO DO STJ RECEBEU PROPINA DE R$ 5 MILHÕES, DIZ PALOCCI

O ex-presidente do STJ Cesar Asfor Rocha, citado por Palocci em negociação de delação premiada.

O ex-presidente do STJ Cesar Asfor Rocha, citado por Palocci em negociação de delação premiada.

Da Folha

Em negociação de delação premiada, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci afirmou que o ex-presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Cesar Asfor Rocha recebeu suborno no valor de pelo menos R$ 5 milhões da construtora Camargo Corrêa para barrar a Operação Castelo de Areia da Polícia Federal.

Além da Camargo Corrêa, a operação deflagrada em 2009 tinha como alvos outras empreiteiras e políticos posteriormente investigados na Operação Lava Jato.

Palocci disse que o acerto com Rocha foi comandado pelo advogado Márcio Thomaz Bastos, morto em 2014, e incluía também a promessa de apoio para que o então magistrado fosse indicado para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal) –o que acabou não acontecendo.

O repasse para Rocha foi depositado numa conta no exterior, segundo Palocci.

Asfor, a Camargo e a família de Bastos negam a acusação do ex-ministro.

Palocci está preso em Curitiba e negocia um acordo de delação premiada.

A Castelo de Areia foi interrompida por uma medida liminar concedida por Rocha, então presidente do STJ, em janeiro de 2010.

:: LEIA MAIS »

PREFEITURA DE ILHÉUS TRANSFORMA PONTOS DE ENTULHOS EM ESPAÇOS ESPORTIVOS

Áreas do município estão sendo reformas. Imagem:  Clodoaldo Ribeiro.

Áreas do município estão sendo reformas. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

A Prefeitura de Ilhéus realiza uma série de intervenções em áreas urbanas do município, tendo  o objetivo de transformar depósitos de entulhos e lixo doméstico em áreas esportivas.

A ação também visa melhorar as áreas esportivas já existentes, como nos bairros São Miguel, Malhado e Soares Lopes.

Segundo Danillo Rabat, diretor da divisão de esportes da prefeitura, alguns bairros já foram beneficiados com novas áreas esportivas e outros espaços já foram reformados. “O objetivo é melhorar ainda mais o aspecto visual da área urbana da cidade e evitar que uma pequena parcela da população faça de forma incorreta o descarte diário do lixo doméstico em vias públicas”, informou.

APOSENTADOS E PENSIONISTAS COMEÇAM A RECEBER 1ª PARCELA DO DÉCIMO TERCEIRO

Pagamentos seguem até 8 de setembro. Imagem de arquivo/Marcelo Camargo-Agência Brasil.

Pagamentos seguem até 8 de setembro. Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Da Agência Brasil

Mais de 29,2 milhões de aposentados e pensionistas do setor privado começam a receber hoje (25) a primeira parcela do décimo terceiro. O pagamento será feito na folha de agosto e segue até 8 de setembro, conforme o cronograma mensal de depósito dos benefícios.

O decreto presidencial que permitiu a antecipação de 50% do décimo terceiro para agosto foi publicado no fim de julho. Segundo o Ministério da Previdência Social, a medida injetará R$ 19,9 bilhões na economia em agosto e setembro.

O pagamento começará pelos benefícios de um salário mínimo com final 1. Para benefícios superiores a um salário mínimo, a primeira parcela do décimo terceiro só começará a ser depositada em 1º de setembro. O cronograma de liberação está disponível na página do Ministério da Previdência na internet.

Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela. O imposto sobre o décimo terceiro somente pode ser cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.

Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do décimo terceiro salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto. Somente em 2015, o pagamento foi adiado para setembro, por causa do ritmo fraco da economia e da queda da arrecadação.

SSP IDENTIFICA MORTOS DO NAUFRÁGIO EM MAR GRANDE

Imagem: Marina Silva/Correio.

Imagem: Marina Silva/Correio.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado da Bahia divulgou hoje (25) a identidade das dezoito vítimas fatais do naufrágio que aconteceu ontem em Mar Grande. Leia abaixo.

1. Antônio de Jesus Souza, 67 anos

2.Thiago Henrique de Melo Barreto, 35 anos

3. Ivanilde Gomes da Silva, 70 anos

4. Tais Medeiros Ramos de Sales, 32 anos

5. Lucas Medeiros Leão, 2 anos

:: LEIA MAIS »

UESC CONVOCA APROVADOS PARA TRANSFERÊNCIA EXTERNA

Convocados devem se matricular nos dias 21 e 22 de setembro. Imagem: Robson Duarte.

Convocados devem se matricular nos dias 21 e 22 de setembro. Imagem: Robson Duarte.

O reitor em exercício da UESC, Evandro Sena, homologou ontem (24) 0 resultado do processo seletivo de transferência externa para o segundo semestre deste ano. A maioria dos novos alunos vai ocupar as cadeiras do curso de direito. Acesse a lista de convocados aqui.

A matrícula deverá ser feita nos dias 21 e 22 de setembro, no colegiado do curso para o qual o estudante conquistou a transferência. O atendimento vai funcionar das oito às 12 horas e das 13h às 16h.

DPT ATUALIZA PARA 18 O NÚMERO DE MORTOS NO NAUFRÁGIO EM MAR GRANDE

Corpos foram resgatados para Mar Grande e Salvador (Foto: Marina Silva/CORREIO)

Multidão assiste regaste de vítimas em Mar Grande. Foto: Marina Silva/CORREIO.

Segundo o Departamento de Polícia Técnica (DPT), o número de mortes no naufrágio em Mar Grande foi atualizado para dezoito. Ontem, as informações inicias davam conta de 23 mortes.

As buscas continuam nesta sexta-feira (25). O coronel Francisco Luiz Telles, comandante geral do Corpo de Bombeiros, afirma que a corporação está totalmente empenhada. “Nós continuaremos durante todo o dia com todas as nossas equipes, inclusive as que estão se deslocando do interior do estado para fazer o máximo que puder ser feito”.

Com informações do Correios e G1.

ARGUMENTOS MENTIROSOS PARA PRIVATIZAR A ELETROBRAS

HeitorScalambrini

 Por Heitor Scalambrini Costa

A palavra privatizar é definida como: “realizar a aquisição ou incorporação de (empresa do setor público) por empresa privada”, “colocar sob o controle de empresa particular a gestão de (bem público)”.

Foi  anunciada  recentemente pelo atual governo golpista (sem voto, sem credibilidade popular) a aceleração do processo de depredação e entrega do patrimônio público com um amplo programa de privatizações, que pretende transferir áreas de mineração e exploração de petróleo e gás (incluindo o pré-sal), usinas e empresas de energia, portos, ferrovias e outros.

O que teria então demais que uma empresa pública (de todos) fosse adquirida por uma empresa privada (de alguns)?

:: LEIA MAIS »

INSTITUTO NOSSA ILHÉUS INTEGRA CONSELHO DO BID

Instituto Nossa Ilhéus entra pro BID. Imagem: INI
Maria do Socorro Mendonça. Presidente do instituto. Imagem: Divulgação.

O Instituto Nossa Ilhéus (INI) é uma das 10 instituições selecionadas para compor o novo Grupo Consultivo da Sociedade Civil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (ConSoc BID), uma instância de diálogo entre as organizações da sociedade civil e o banco, no Brasil.

Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento a longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe.

A seleção considerou a trajetória do instituto e o trabalho desenvolvido com o monitoramento social por meio do projeto “De olho na Câmara de Vereadores”, além das participações nos espaços de governança.

Nesse novo espaço, o INI vai representar a visão da sociedade civil brasileira, numa perspectiva participativa e transversal dos setores nos quais o BID atua.

A presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, falou sobre a perspectiva e da nova fase do instituto. “Participar deste espaço é, além de um motivo de honra pois legitima o trabalho desenvolvido pelo Instituto Nossa Ilhéus, a oportunidade de contribuir com a missão do BID, que é melhorar vidas, o que será feito junto com as demais organizações que compõem o Conselho Consultivo”.

CENOE ABRE VAGA PARA TÉCNICO DE ENFERMAGEM EM ILHÉUS

cenoeA unidade do CENOE Hospital de Olhos em Ilhéus abriu uma vaga para o cargo de técnico de enfermagem. A oportunidade é exclusiva para homens.

Interessados devem enviar currículo com foto e data de nascimento para: rh@cenoe.com.br, até a próxima segunda-feira (28). É importante que o objetivo do e-mail seja identificado no campo “assunto”.

ILHÉUS REGISTROU MAIS 406 DESEMPREGADOS NO 1º SEMESTRE DE 2017

Desemprego cresce mais entre os trabalhadores que recebem de um a dois salários mínimos. Imagem: Frederico Haikal.

Desemprego cresce mais entre os trabalhadores que recebem de um a dois salários mínimos. Imagem: Frederico Haikal.

Entre janeiro e junho deste ano, Ilhéus registrou saldo negativo de 406 postos de trabalho. No mesmo período, a vizinha Itabuna perdeu 136 empregos. Esses números negativos resultaram da diferença entre a quantidade de vagas abertas e fechadas nos dois municípios.

As informações são do IX Boletim de Conjuntura Econômica e Social de Ilhéus e Itabuna, documento elaborado pelo Centro de Análise de Conjuntura Econômica e Social (CACES), projeto de extensão do Departamento de Economia da UESC.

Ontem (24), o professor Sérgio Ricardo Ribeiro Lima, membro do CACES, enviou ao Blog do Gusmão uma análise sobre os dados do último boletim. Além do mercado de trabalho, o economista destacou o volume significativo dos recursos federais e estaduais para a arrecadação dos dois municípios. Essa transferência de receitas se baseou no Programa Bolsa Família, no Benefício de Prestação Continuada e na Renda Mensal Vitalícia.

Sérgio Ricardo também enfatizou a perda de renda média nas duas cidades. Como o desemprego cresceu principalmente entre os profissionais que recebem de um a dois salários mínimos, o impacto negativo afetou as pessoas mais pobres.

Isso “traz um impacto social muito forte para uma região estruturalmente marcada pelas condições sociais e econômicas precárias. Daí entendermos a importância da renda dos programas sociais nos dois municípios, em especial, o Bolsa Família. Vale ressaltar que essa realidade não é apenas em Ilhéus e Itabuna, mas em boa parte do interior do Brasil”, concluiu o pesquisador. Leia a íntegra abaixo.

Ilhéus e Itabuna: arrecadação, rendas e emprego no primeiro semestre de 2017

O professor Sérgio Ricardo analisa o cenário socioeconômico de Ilhéus e Itabuna.

O professor Sérgio Ricardo analisa o cenário socioeconômico de Ilhéus e Itabuna.

Por Sérgio Ricardo Ribeiro Lima

O objetivo desse texto é fazer um balanço resumido da economia dos municípios de Ilhéus e Itabuna no primeiro semestre de 2017 (janeiro a junho). Esse balanço diz respeito às variáveis: receita tributária, renda dos programas sociais (BPC, PBF, RMV), emprego e renda salarial do emprego. A análise e os dados foram baseados nos Boletins de Conjuntura Econômica dos municípios de Ilhéus e Itabuna, elaborado pelo Departamento de Economia da UESC, através do Projeto de Extensão CACES (Centro de Análise de Conjuntura Econômica e Social).[1]

O município de Ilhéus nesse semestre teve uma renda tributária[2] (que exclui os repasses do governo federal e estadual) de R$ 37.383.026,62, enquanto em Itabuna foi de R$ 25.646.314,09. Portanto, a receita tributária dos dois municípios no semestre foi de R$ 63.029.340,71.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia