WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Sábado, 18 de Agosto de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
master class cenoe faculdade madre thais

ENTREVISTA COM CÉLIA SACRAMENTO, CANDIDATA AO GOVERNO DO ESTADO PELA REDE DE SUSTENTABILIDADE

Célia Sacramento ao lado do empresário José Itamário, de Vitória da Conquista (candidato a vice-governador pela Rede Sustentabilidade). Imagem: REDE.

Célia Sacramento foi vice-prefeita de Salvador de 2013 a 2016. Filiada à Rede Sustentabilidade, ela é candidata a governadora da Bahia.

A entrevista, publicada na última segunda-feira, 06, foi concedida ao site Bahia Econômica

Bahia Econômica – Um dos maiores problemas que a Bahia tem hoje é a questão da saúde. O sistema de regulação imposta pelo governo do estado não tem sido eficiente e as pessoas estão sofrendo muito nas filas. Qual a sua proposta para melhorar a saúde do estado?

Célia Sacramento – A saúde na Bahia está um caos. O sistema único de saúde (SUS) não funciona. As Upa´s estão tendo que atender as demandas sérias, pois os hospitais não têm vagas e não tem estrutura. Nossa proposta é de valorizar os profissionais da saúde. Valorizar as pessoas que trabalham com a saúde preventiva, como os agentes de endemias. O principal ponto que nós estamos propondo para saúde no estado é trabalhar com a questão da saúde preventiva. Existe uma pesquisa que mostra que dois terços da população sofrem com doenças por causa de falta de higiene. Isso é falta de gestão do governo. Precisamos trabalhar com a saúde preventiva. A população comendo mais e melhor, a população tendo mais cultura e lazer.

BE- A oposição alega que nos quatro anos de governo,  Rui não inaugurou nenhuma escola nova. Além disso, existem equipamentos escolares que necessitam de reformas. Qual a sua proposta para melhorar a educação do estado?

CS- A educação da Bahia ainda é um problema serio que o governo do estado simplesmente não conseguiu resolver. Nenhuma nova escola em quatro anos de governo. Esse é o legado de Rui Costa na educação. Nós vamos valorizar o professor dando estrutura e melhores condições de trabalho para ele. Vamos colocar um assistente social dentro das escolas para que eles possam cuidar das nossas crianças, dando a elas o caminho correto na vida. Vamos também criar mais vagas nas universidades estaduais, com uma valorização do professor e uma valorização dos profissionais de educação. Além de melhorar a estrutura, vamos adotar a educação em tempo integral e vamos trabalhar para que a criança saia da escola com um direcionamento na vida.

(mais…)

GRUPO QUER NOVA ESTRADA PARA ÁREA AFETADA PELA BARRAGEM DO RIO COLÔNIA

Representantes das entidades civis de Itabuna apresentaram demanda em carta entregue ao governador.

No último sábado (28), em Itabuna, o governador Rui Costa (PT) realizou um encontro do Programa de Governo Participativo (PGP) da sua candidatura à reeleição. Na ocasião, representantes de diversas entidades civis entregaram ao petista uma carta sobre a situação de proprietários rurais afetados pela construção da Barragem do Rio Colônia.

Segundo a carta, após o término da obra, formou-se um lago que dificulta muito o acesso a propriedades rurais localizadas nas “Zonas do Paredão” e da “Água Preta”, em Itapé. O problema tem prejudicado o escoamento da produção rural e o trânsito cotidiano dos moradores da região, que enfrentam dificuldade para ir aos postos de saúde, às escolas e aos pontos comerciais.

Ainda de acordo com o texto, a necessidade da construção da estrada de aproximadamente 23 quilômetros foi tema das audiências públicas sobre os impactos da barragem.

O documento traz a assinatura dos presidentes de lojas maçônicas de Itabuna e dos clubes de serviço da cidade. Acesse a carta aqui.

REDE CONFIRMA CANDIDATURA DO CACIQUE RAMON A DEPUTADO FEDERAL

O Cacique Ramon durante seu pronunciamento na Convenção Estadual da Rede.

No último sábado (28), em Salvador, a Convenção Estadual da Rede Sustentabilidade confirmou a candidatura do Cacique Ramon a deputado federal nas eleições deste ano. Liderança do povo tupinambá de Olivença, o cacique vai representar a plataforma da Rede em Ilhéus e no Sul da Bahia.

Cacique Ramon é o líder da Aldeia Tucum, que fica perto do Cururupe, no litoral sul de Ilhéus. Ele vai ser o primeiro índio tupinambá a concorrer a uma cadeira no Congresso Nacional.

Em janeiro deste ano, quando o partido cogitou sua candidatura, Ramon começou a estudar a trajetória do líder xavante Mário Juruna (1943-2002). Eleito pelo PDT do Rio de Janeiro em 1983, Juruna foi o primeiro deputado federal indígena do Brasil. Depois dele, nenhum representante dos povos originários conseguiu a eleição para a Câmara dos Deputados.

Em 2016, o Blog do Gusmão visitou a Aldeia Tucum, onde fizemos uma entrevista com o Cacique Ramon Tupinambá. Recomendamos a leitura aos interessados em conhecer um pouco da sua trajetória e do seu pensamento – acesse aqui.

VALÉRIO BOMFIM DEFENDE CRIAÇÃO DA AUTARQUIA DE TRÂNSITO

Valério Bonfim. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Na segunda-feira (30), veiculamos a opinião do agente de trânsito Arnaldo Souza sobre a transformação da Sutran numa autarquia. A proposta é objetivo de um projeto de lei que tramita na Câmara de Vereadores de Ilhéus – veja aqui. Segundo Arnaldo, caso a mudança seja aprovada, a prefeitura vai quadruplicar as suas despesa com cargos comissionados na gestão do trânsito.

O agente de trânsito Valério Bomfim, por sua vez, encara a mudança como um avanço necessário para a manutenção da gestão municipal do setor. Ele defende a criação da autarquia no artigo abaixo. Leia.

SUTRAN TRARÁ EFICIÊNCIA E ECONOMIA PARA A ADMINISTRAÇÃO DO TRÂNSITO

Sindicato afirma que projeto da autarquia é da categoria de agentes de trânsito

Por Valério Bomfim.

Ao contrário do que tem sido ventilado por alguns poucos insatisfeitos com as mudanças promovidas pela Sutran, o órgão responsável pelo trânsito municipal, que completará 17 anos no dia 10 de outubro deste ano, vem transformando a forma de gerir o trânsito, os transportes e os recursos públicos sob sua responsabilidade. A nova forma de governança do trânsito, iniciada pelo agente de trânsito Rogério Buralho, que respondeu pelo órgão no início do governo Mário Alexandre, é mantida pelo atual diretor, Gilson Pedro Nascimento, que teve passagens profícuas pelo trânsito municipal de Itabuna, como diretor de trânsito, depois secretário de trânsito, secretário de administração e, por último, diretor da Ciretran-Itabuna. Em todos os órgãos deixou a sua marca de pioneirismo, seriedade e compromisso com a boa gestão da coisa pública.

Desde o início da gestão, as pessoas responsáveis pela Sutran têm se empenhado em buscar soluções para os problemas encontrados há mais de uma década e meia. Nesta gestão, pela primeira vez na história da cidade, em mais de vinte anos de concessão do transporte coletivo, se fez duas vistorias na frota. Ainda não é o que pretendemos, mas, estamos a cada dia buscando qualificação e meios legais para exercer o nosso mister com seriedade, responsabilidade e denodo.

(mais…)

PORTO SUL: BAMIN BUSCA INVESTIDORES FORA DA CHINA

O governo Rui Costa divulgou intensamente os movimentos que fez em busca de investidores chineses para salvar o projeto do Complexo Porto Sul e concluir a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL).

Apesar da propaganda oficial, as últimas jogadas da empresa Bahia Mineração (Bamin), principal interessada nesses empreendimentos no território baiano, indicam que esse não é necessariamente um negócio da China.

Representando a Bamin, o executivo José Carlos Martins tem apresentado os planos da empresa a possíveis investidores do Oriente Médio e da Europa, além dos chineses. Segundo o jornal Estado de S. Paulo, neste mês de agosto Martins vai estender seu périplo até a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Comentário do Blog do Gusmão.

A notícia reforça a impressão de que o governo Rui Costa esconde as dificuldades que enfrenta para tocar todas as obras prometidas. Exemplo disso está na ameaça que o governador fez à OAS, empresa responsável pela (lenta) construção da nova ponte Ilhéus-Pontal. Na semana passada, ciente da insatisfação dos eleitores sulbaianos com a lerdeza da obra, o petista ameaçou retirar a construtora da empreitada. Como sabe da fragilidade atual da empresa, abalada fortemente pelos efeitos da Operação Lava-Jato, Rui jogou para a torcida.

AS REGRAS PARA O USO DAS CONTAS BANCÁRIAS NAS ELEIÇÕES

A Resolução nº 23.546/2017 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estabelece as obrigações financeiras, contábeis e de prestação de contas dos partidos políticos e dos candidatos para as eleições 2018.

Mesmo que não movimentem recursos financeiros ou estimáveis monetariamente, as legendas e seus representantes são obrigados a abrir uma conta bancária exclusiva para a campanha eleitoral, com o nome “Doações para Campanha”.

Para os candidatos, o prazo para a abertura dessa conta é de até 10 dias a partir da emissão do CNPJ pela Receita Federal do Brasil.

Os partidos políticos que ainda não possuem essa conta específica e foram registrados há menos de dois anos devem abri-la até o próximo dia 15 de agosto. A sigla registrada antes de 15 de agosto de 2016 já deve ter feito o procedimento.

O candidato ou partido que receber valores do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) deve abrir contas bancárias específicas para cada fonte de recurso. Além disso, é proibida a movimentação de recursos entre essas contas.

Nenhum recurso financeiro pode ser utilizado na campanha sem que tenha passado por uma das modalidades de conta, sob pena de enquadramento como irregularidade grave, o que pode resultar na desaprovação das contas.

Os documentos necessários para a abertura das contas são:

a) Requerimento de Abertura de Conta Bancária, disponível na página do Tribunal Superior Eleitoral na internet;

b) comprovante da inscrição no CNPJ já existente, disponível na página da Secretaria da Receita Federal do Brasil na internet.

c) certidão de composição partidária, disponível na página.

OS EXCESSOS DE MARÃO

Prefeito Mário Alexandre. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Do Pimenta.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, Marão (PSD), deveria participar de um encontro com o presidente da Assembleia Legislativa e pré-candidato a senador, Angelo Coronel, e lideranças regionais. Chegou ao Palace Hotel, em Itabuna, mas foi aconselhado a deixar o ambiente.

Estava sem condições de participar do evento, deixando má-impressão a quem estava no local. Retornou para o bistrô do hotel, acompanhado de dois dos seus secretários. Impressionou, negativamente, autoridades regionais e a comitiva do pré-candidato ao Senado Federal, que é do mesmo partido do prefeito.

مع السلامة MA’A AS-SALAMAH

Por Mohammad Jamal.

Há algo de muito sério dentro do processo de seleção. As necessidades da empresa e/ou da instituição são os elementos primordiais perseguidos pelo selecionador de mão de obra. Ela deve ser conduzida por normas e procedimentos criados para a atração de pessoas e deve estar ligada às necessidades e à cultura de cada empresa. Nesses últimos anos, novas abordagens de seleção tomaram conta do mercado de trabalho; refiro-me à metodologia de Seleção por Competências. Essa, por sua vez, tem como foco principal a perspectiva de resultados no cargo e na função, deixando de lado os critérios tradicionais das atribuições e perfis generalistas de personalidades, além de tornar mais ágil e objetivo o processo de seleção com foco único no sucesso que se pretende obter para a empresa através o selecionado. É Regra? É, mas apenas na iniciativa privada e/ou, em raros casos excepcionais, quando ao “selecionar-se” assessor alterego funcional para exercer a parte laboral de gestão executiva para algum incompetente, mas esperto, analfabeto institucional com aspirações políticas futuras, nomeado para cargo público de alguma relevância.

A grande maioria dos profissionais da área de Gestão de pessoas está atenta ao programa que traz uma forma inovadora de seleção, que coloca em desafio os participantes com o objetivo de avaliar o perfil de cada concorrente frente da função que lhe for atribuída, sem concessões de escusas diante inabilidades, incompetência ou falta de talento. Repito, no âmbito da iniciativa privada.

(mais…)

REDE OFICIALIZA CANDIDATURA DE CÉLIA SACRAMENTO AO GOVERNO DA BAHIA

José Itamário e Célia Sacramento durante a convenção estadual da REDE. Imagem: Facebook/Reprodução.

No último sábado (28), durante sua convenção estadual, a Rede Sustentabilidade confirmou a candidatura da professora Célia Sacramento ao Governo da Bahia. Realizado no Centro Empresarial Iguatemi, em Salvador, o ato também apresentou o empresário José Itamário, de Vitória da Conquista, como o candidato a vice-governador da chapa “puro sangue”.

Em seu discurso, Célia enfatizou que a vida pública é o único caminho para transformar a sociedade. “Só através da política é que vamos conseguir fazer as transformações”.

Por outro lado, destacou que essa transformação somente será possível com mudanças no comando das instituições públicas, porque, atualmente, “quem está na política se preocupa mais com interesses pessoais do que com o interesse coletivo”. Por isso, “temos de um lado uma minoria com tudo e, de outro, uma maioria sem nada, totalmente excluída. Estamos falando da juventude, das pessoas com deficiência, das pessoas da terceira idade e, principalmente, das mulheres”, disse Sacramento.

Quando filiada ao PV e depois ao PPL, Célia foi vice-prefeita de Salvador, no primeiro mandato do prefeito ACM Neto (DEM), entre 2013 e 2016. Professora da UFBA e da UEFS, ela é a única mulher na disputa do comando do Palácio de Ondina. Além disso, sua candidatura vai abrir caminho na Bahia para a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, pré-candidata à Presidência da República pela REDE.

MUDANÇA NA SUTRAN PODE AUMENTAR GASTOS COM PESSOAL EM R$ 74 MIL

Para agente de trânsito, governo Marão quer transformar Sutran em “cabide de empregos” para “afilhados”

Arnaldo Souza critica proposta do governo Mário Alexandre.

O governo Mário Alexandre propôs a transformação da Superintendência de Trânsito de Ilhéus (Sutran) numa autarquia. Atualmente, a unidade é um órgão da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Trânsito. A proposta está no Projeto de Lei 42/2018.

Segundo o agente de trânsito Arnaldo Souza, conhecido em Ilhéus por dar publicidade aos atos da gestão municipal, “o verdadeiro interesse” do governo na mudança é “criar vários cargos em comissão” e “aumentar o gasto com pessoal de R$ 18.450,00 para R$ 93.275,00” por mês.

Ou seja, caso a proposta vire realidade, a população ilheense vai pagar mais R$ 74.825,00 por mês aos comissionados nomeados livremente pelo prefeito Mário Alexandre (PSD). “A cidade na situação vergonhosa em que se encontra e os caras pensando em criar cargos, com belos salários, para seus afilhados”, lamentou Arnaldo Souza, que publicou os quadros comparativos de despesa no Facebookveja aqui.

“Se é para a autarquia ser um cabide de emprego do governo Marão, então eu sou contra”, escreveu o agente de trânsito.

De acordo com Arnaldo, a mudança pode colocar a Sutran na terceira posição em gastos com cargos comissionados, atrás apenas das secretarias de Saúde (R$ 132.975,00) e de Governo (R$ 94.043,00).

Estranhamente, o projeto de lei não está disponível no site da Câmara de Vereadores de Ilhéus, diferente do que ocorre com outros projetos, inclusive os enviados depois dele – confira aqui.

TRF-4 MANDA SOLTAR LULA

Ex-presidente Lula. Imagem: Google.

Do G1.

Em decisão neste domingo (8), o desembargador federal Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede em Porto Alegre, decidiu conceder liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde 7 de abril deste ano em Curitiba. Lula foi condenado no processo do triplex, no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O despacho determina a suspensão da execução provisória da pena e a liberdade de Lula.

“Cumpra-se em regime de URGÊNCIA nesta data mediante apresentação do Alvará de Soltura ou desta ordem a qualquer autoridade policial presente na sede da carceragem da Superintendência da Policia Federal em Curitiba, onde se encontra recluso o paciente”, diz trecho da decisão.

JABES, O SENADOR DA PASSARELA

Jabes quer ser Catalão. Imagens: blogs Agravo e Rumas em Notícias.

Por Emilio Gusmão.

Nunca esteve nos planos da dupla Rui Costa e Jaques Wagner a indicação do ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, como candidato a suplente de senador.

O governador sabe que Jabes, discretamente, tentou fazer uma ponte do PP com ACM Neto. Rui também não esquece que em 2014, JR se esforçou pouco para elegê-lo.

Por outro lado, nos corredores do poder, o ex-prefeito – político ciumento – tem se queixado de que Rui não o ajudou com a saúde, da mesma forma que tenta ajudar o atual prefeito Marão.

O passado e esse “disse me disse” inviabilizam o nome do ex-prefeito.

No momento, Jabes atravessa o deserto da política. Deixou a prefeitura de Ilhéus com 90% de desaprovação. Se fosse tão forte politicamente, ele mesmo seria candidato. Trata-se de uma liderança de pouca expressão eleitoral, que necessita de tempo para se recuperar.

De sua resiliência poucos duvidam (é mestre nisso), mas no quadro atual dificilmente Jabes consegue transferir 6 mil votos a algum candidato, situação que o coloca, no máximo, como um bom cabo eleitoral.

Mas o secretário geral do PP é habilidoso. Trata os caciques do partido com carinho visando preencher alguns cargos no SAC de Ilhéus e outras repartições estaduais.

Quando prefeito cultivou boas relações com a imprensa de Salvador, principalmente com Samuel Celestino (a vedete do jornalismo soteropolitano), que foi agraciado com alguns títulos, honrarias e palestras em Ilhéus.

Dessa forma, Jabes espalha por meio do site Bahia Noticias, de Celestino, o factoide sobre sua candidatura, a suplente, e jabistas credores de favores pessoais disseminam a “informação”.

Para encerrar esse texto, cito a ironia de uma das fontes ouvidas: “Ilhéus já teve senador [Eduardo Catalão de 1963 a 1968] construtor e nome de viaduto. No máximo, Jabes fez apenas uma passarela que sequer leva o nome dele”.

Atualizado às 12h47min.

Em contato com o blog, o ex-prefeito Jabes Ribeiro escreveu:

“Você está completamente errado. Não sou candidato a nenhum cargo, já disse ao Governador e ao meu Partido. No mais, prefiro ser julgado pelos ilheenses que me elegeram quatro vezes prefeito”.

VACILO DE MARÃO NA VALEC TIROU R$ 22 MILHÕES DE ILHÉUS

Desdém do prefeito em reunião na Valec fez Ilhéus perder recursos de compensação ambiental. Imagem: Instituto Nossa Ilhéus.

A Valec estava disposta a destinar 22 milhões de reais para Ilhéus como compensação ambiental pelos impactos da construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, a FIOL. Havia a expectativa de que o município ficasse com a maior parte ou até todo o recurso.

Ouvidos pelo Blog do Gusmão, representantes da Valec disseram que um depósito de seis milhões de reais já estava garantido, em janeiro de 2018, na conta do município, mas, uma suposta irresponsabilidade do prefeito Mário Alexandre (PSD) tirou todo o recurso de Ilhéus.

Em janeiro, o prefeito foi convidado a participar de uma reunião em Brasília, na sede da Valec, com os diretores da empresa. Segundo os informantes, sem qualquer explicação aceitável, Marão teria chegado três horas atrasado no encontro.

Segundo as fontes, além do atraso, o prefeito não apresentava condições físicas de participar do diálogo, como se tivesse passado por uma noite de festa. O próprio teria dito que estava de “ressaca”.

O comportamento de Marão, que teria revelado desdém no encontro em Brasília, fez com que os diretores não quisessem mais nenhum tipo de contato com o prefeito.

Com isso, Ilhéus teria perdido recursos importantes. O valor da compensação ambiental cobriria diversos projetos, como: o mapa de áreas sensíveis da cidade, a revisão do plano diretor urbano, a estruturação das unidades municipais de conservação ambiental já existentes (a exemplo do Parque Marinho de Ilhéus e o Parque da Boa Esperança) e a criação de novas. 

Na manhã desta quarta-feira, às 8h54min., por meio do Secretário de Comunicação, Alcides Kruschewsky, tentamos ouvir a versão do prefeito. Até a publicação dessa postagem não conseguimos obter resposta.

PREFEITURA DE ILHÉUS RESPONDE ACUSAÇÃO DO PRESIDENTE DO SINSEPI

Ontem (4), veiculamos acusação do presidente do Sinsepi, Joaques Silva, contra o governo Mário Alexandre. O líder sindical levantou questionamentos sobre licitações realizadas pela prefeitura – lembre aqui.

Hoje (5), em nota enviada ao blog, o governo Marão afirmou que considera as declarações de Joaques “como fruto do calor do debate”.

No texto, a gestão também afirma que se mantém disposta a dialogar com os servidores. Leia a íntegra.

“Referindo-nos à vossa publicação sob o título “Presidente do Sinsepi acusa governo Marão de usurpar cofres públicos”, na edição de ontem deste blog, cabe-nos esclarecer:

Consideramos algumas das declarações atribuídas ao presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Joaques Silva, a esse informativo, como fruto do calor do debate, que neste momento envolve questões salariais da categoria na medida em que todos eles já tiveram respostas e considerações feitas anteriormente por seus responsáveis, quando questionados publicamente e/ou pela Câmara de Vereadores.

Assim ocorreu com referência à licitação para compra de materiais de construção e mobiliário, cujo esclarecimento foi dado público e pessoalmente pelo secretário de administração municipal, Bento Lima, quando atendeu  à convocação da Câmara de Vereadores de Ilhéus. Sobre a compra das urnas funerárias pela Secretaria de Desenvolvimento Social, a própria publicação cita a nota distribuída pelo órgão municipal com as devidas explicações, plenamente satisfatórias, embora nenhuma urna funerária tenha sido ainda adquirida. No entanto, em havendo necessidade, a Prefeitura poderá amparar pessoas de famílias em situação de vulnerabilidade, que desse benefício vierem a precisar, de forma transparente.

A Secretaria de Administração, que realiza os certames licitatórios da Prefeitura de Ilhéus, reitera que todos os procedimentos das concorrências para contratações pelo município obedecem à legislação e que todos os documentos sempre estarão à disposição para quaisquer averiguações necessárias.

As informações sobre as destinações dos recursos do município estão disponíveis e são fiscalizadas. Destacamos que a Prefeitura destina parte significativa desses recursos, 12 milhões e setecentos mil reais mensais, aproximadamente, à folha de pagamento dos servidores municipais com os devidos recolhimentos obrigatórios que sobre esta incidem, e que esta gestão mantém em dia, liquidada no mês trabalhado.

O atual governo não mediu esforços para, depois de 5 anos de entendimento interrompido entre governo e servidor, conceder a reposição salarial e reajuste do valor do ticket alimentação em até 80%, impactando o erário em mais de 1 milhão de reais mensais, a partir de 2017. A reposição salarial será efetivada  pelo segundo ano consecutivo, em 2018, dentro da política de valorização dos servidores municipais, que consideramos como o grande patrimônio da administração pública municipal.

O governo municipal acredita no diálogo e mantém a mesa de negociação com os representantes dos servidores municipais como um eficaz instrumento para um acordo, e releva eventuais excessos a fim de favorecer o entendimento.

São estas as explicações que se fazem necessárias para a sociedade”.

SALVADOR SEDIA ENCONTRO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO

O governador Rui Costa, a deputada Ângela Sousa e o secretário Walter Pinheiro prestigiaram abertura do “Virtual Educa”.

Ontem à noite, em Salvador, ao lado do governador Rui Costa (PT) e do secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) prestigiou a cerimônia de abertura do XIX Encontro Internacional Virtual Educa. O evento é um dos maiores do mundo na área de inovação e tecnologia aplicadas à educação. Essa é a primeira vez que o estado sedia o encontro.

Desta terça-feira (5) até sexta-feira (8), o encontro vai acontecer no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado (ICEIA). Com o tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”, o Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, do Caribe e da África.

“Esse é um encontro extremamente importante e enriquecedor para os profissionais ligados à área da educação, principalmente para o corpo docente da nossa na rede es­ta­dual de en­sino, que tem contado com grandes transformações implementadas pelo governador Rui Costa”, destacou a deputada Ângela Sousa.

ASSOCIAÇÃO REFORMA PISTA DE SKATE DE ILHÉUS

Gradativa, reforma avança com doações e trabalho voluntário. Imagem: Carlos Augusto.

A Associação Ilheense de Esportes Radicais (AIER) iniciou a restauração da pista de skate localizada na avenida Soares Lopes, em Ilhéus. O grupo decidiu meter a mão na massa porque cansou de esperar que uma das inúmeras solicitações feitas à prefeitura fosse atendida. Quando o trabalho for concluído, o espaço também vai beneficiar ciclistas e patinadores, além dos skatistas.

A reforma é gradativa. Avança dentro das possibilidades do seu financiamento coletivo. Os recursos provêm de “vaquinhas”, doações e eventos organizados pela associação. O dinheiro arrecadado paga as diárias de um pedreiro e os materiais. A mão de obra de apoio fica por conta de quem se dispõe a trabalhar voluntariamente em benefício da cidade.

Grupo se reúne aos domingos para “meter a mão na massa”

A fórmula do trabalho voluntário deu certo. Foi assim no último domingo (3). O próximo encontro está marcado para o domingo que vem, dia 10, a partir das 7 horas. Segundo a AIER, quem puder somar está convidado a comparecer.

Antes, nesse sábado (9), vai rolar o Ten Line #8, a partir das 14 horas, na quadra poliesportiva da Soares Lopes. O evento de skate também vai arrecadar recursos para a reforma.

Interessados em colaborar podem manter contato com Carlos Augusto  no Facebook.

Página 1 de 6261...Última »
error: Content is protected !!