Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
bebeto galvao faculdade madre thais cenoe

CONTÁGIO DE CONJUNTIVITE AUMENTA NO VERÃO. SAIBA COMO SE PROTEGER

Imagem: Ascom Cenoe.

Com a chegada da estação mais aguardada do ano, o verão, mais casos de conjuntivite vão acontecer. A conjuntivite é a inflamação, que ocorre na conjuntiva (membrana que envolve o globo ocular e a parte interna das pálpebras). Olhos vermelhos, irritação e ardência são principais sintomas para a doença.

Segundo o médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor CENOE Hospital de Olhos, “com a chegada do verão as pessoas costumam ficar mais tempo ao ar livre, em contato com outras, e mergulhando em praias e piscinas contaminadas, que são formas importantes de transmissão”. O medico ainda ressalta que para ser infectado, é necessário o contato com o vírus, seja pela secreção ou por pertences pessoais de quem já está infectado, tais como óculos, maquiagem e toalhas.

O médico Antônio Nogueira informa que a prevenção deve ser feita com a adoção de higiene simples, como lavar as mãos e evitar coçar os olhos. Nogueira ainda ressalta que devemos evitar compartilhar objetos de uso pessoal como óculos e toalhas.

Segundo o médico, a infecção tem duração de aproximadamente duas semanas e normalmente acomete os dois olhos. Nesse período o médico aconselha sempre trocar roupas de cama e tolhas diariamente.

Vale lembrar que ao sinal dos primeiros sintomas um médico oftalmologista deverá ser consultado para diagnosticar o tipo de conjuntivite e conduzir o paciente ao melhor tratamento.

O SOFRIMENTO DAS MÃES DE CRIANÇAS NASCIDAS COM MICROCEFALIA

Da Agência Fiocruz.

Tão vulneráveis quanto as crianças nascidas com microcefalia em decorrência da zika nos últimos três anos, no Brasil, são suas mães e outras mulheres envolvidas em seus cuidados diários. Numa rotina sistemática de consultas médicas, atividades de estímulo e de recuperação de suas crianças, elas tiveram que largar o trabalho – o que impacta na renda da família -, abandonar projetos pessoais e enfrentar as dificuldades de um sistema de saúde despreparado para atender seus filhos. Esses dados são parte dos resultados da pesquisa Impactos Sociais e Econômicos da Infecção pelo Vírus Zika, que foram apresentados na última sexta-feira (30/11), no auditório da Fiocruz Pernambuco. Desenvolvido em conjunto pela Fiocruz Pernambuco, Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e London School of Hygiene and Tropical Medicine, o estudo mostra que avós, tias e irmãs adolescentes também são figuras importantes na rotina de atendimentos terapêuticos e nas atividades domésticas.

Os pais, quando presentes na vida cotidiana dessas crianças, são responsáveis por manter o sustento da família e ajudar em atividades domésticas que visam tornar mais leves os cuidados centrados nas mães. Com dados coletados de maio de 2017 a janeiro de 2018, nas cidades do Recife, Jaboatão dos Guararapes (PE) e Rio de Janeiro, a pesquisa, além de descrever o impacto da Síndrome Congênita da Zika (SCZ) nas famílias, estimou o custo da assistência à saúde das crianças com SCZ para o Sistema Único de Saúde (SUS) e para suas famílias – 50% tinham renda entre um e três salários mínimos – e identificou os impactos nas ações e serviços de saúde e na saúde reprodutiva.

Em relação às despesas, verificou-se que o custo médio com consultas em um ano foi 657% maior entre as crianças com microcefalia ou com atraso de desenvolvimento grave causado pela síndrome (grupo 1) do que com crianças sem nenhum comprometimento (grupo 3 – controle). A quantidade de consultas médicas e com outros profissionais de saúde foram superiores em 422% e 1.212%, respectivamente. Já os gastos das famílias com medicamentos, hospitalizações e óculos, entre outras coisas, ficaram entre 30% e 230% mais elevados quando comparados com as crianças sem microcefalia, mas com manifestações da SCZ e com atraso de desenvolvimento (grupo 2) e com as do grupo 3, respectivamente.

Entre as dificuldades do dia a dia, essas famílias também esbarraram numa assistência de saúde insuficiente e fragmentada, com problemas no cuidado, ausência de comunicação entre os diversos serviços especializados, assim como entre níveis de complexidade. Para os profissionais de saúde, a epidemia deu visibilidade às dificuldades de acesso de outras crianças com problemas semelhantes, determinados por outras patologias/síndromes congênitas. Revelou, ainda, que as ações governamentais continuam centradas no mosquito transmissor e na prevenção individual, sem atuação sobre os determinantes sociais.

(mais…)

CENOE FINALIZA CAMPANHA NOVEMBRO AZUL

Enfermeira Itana Sampaio palestra para o Grupo Cenoe Saúde.

Aconteceu na última quarta-feira, 28, no auditório do Centro de Olhos Especializado (CENOE) a ultima ação da Campanha Novembro Azul. Com a finalidade de chamar atenção para o controle e prevenção do diabetes, a enfermeira graduada pela UESC e coordenadora do núcleo de enfermagem, Itana Sampaio, palestrou para um grupo de aproximadamente 60 pessoas que fazem parte do projeto social CENOE SAÚDE.

A enfermeira falou sobre “diabetes na atualidade”, apresentando dados alarmantes sobre a doença e medidas alternativas para a diminuição dos casos, como incentivo às políticas de prevenção, campanhas para diagnóstico precoce, capacitação de equipes e oferta de tratamentos médicos mais eficazes e modernos.

Na ocasião, Itana alertou para os benefícios da pratica de atividades físicas e presenteou os participantes com um “squeezer” para que possam se hidratar durante as práticas de atividades do projeto.

O grupo CENOE SAÚDE tem o intuito de promover um estilo de vida mais saudável e assim, prevenir doenças e proporcionar mais disposição aos participantes.

Os treinos são gratuitos e acontecem sempre as segundas, quartas e sextas às 19 horas.  As atividades são realizadas perto do Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães na Avenida Soares Lopes. Os participantes têm direito a uma camisa e são orientados por profissional de educação física.

SECRETÁRIO DE SAÚDE PROPÕE ESTADUALIZAÇÃO DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Fábio Vilas-Boas.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, propôs a transferência da operacionalização do Programa Mais Médicos para os estados. A sugestão foi apresentada, nesta quarta-feira, 28, em Brasília, durante reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS).

“A União assumiria o papel de regulação, monitoração, com a responsabilidade exclusiva de registro profissional de médicos intercambistas. E os estados poderão fazer uma gestão mais próxima do problema”, explicou Vilas-Boas.

O repasse de recursos seria direto da União aos estados e os custos loco-regionais de articulação e gestão junto aos municípios seriam assumidos pelos próprios entes federados.

Os dados apresentados pelo Ministério da Saúde mostram que mais de mil médicos brasileiros se inscreveram no edital de chamamento, após a saída dos profissionais cubanos. Destes, 216 estão trabalhando. Contudo, o secretário afirmou que as baixas têm data prevista para acontecer.

“Nós não nos surpreendemos com o elevado número de brasileiros se inscrevendo no programa. Isso já vinha acontecendo ao longo dos últimos cinco anos. Só que um terço desses médicos passará nas provas de residência médica que ocorrem até janeiro próximo e vão sair do Mais Médicos e outro terço sairá até o final do ano, pelo mesmo motivo, Isso é fato”.

Ele também vislumbrou um cenário ainda mais delicado com o abandono de médicos que hoje atuam no programa de saúde da família para se inscreverem no Mais Médicos.

O Ministério da Saúde só vai abrir vagas do Mais Médicos para “intercambistas” (médicos formados em outros países) num próximo edital, sem data prevista para ser lançado.

A data de 14 de dezembro marca o prazo para que os profissionais brasileiros se apresentem nas unidades de saúde. Mas não há um arranjo jurídico que preveja a obrigatoriedade de continuidade, como acontecia com a cooperação com Cuba, conforme o secretário Fábio alertou.

De acordo com a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS), desde que Cuba decidiu encerrar o acordo, mais de 1,3 mil profissionais cubanos já deixaram seus postos de trabalho, retornando ao país de origem.

FACULDADE MADRE THAÍS FAZ CAMPANHA DE PREVENÇÃO AO CÂNCER DA PELE

Depois do Outubro Rosa e do Novembro Azul chegou à vez do Dezembro Laranja. É essa a cor escolhida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para representar a batalha contra o câncer de pele, que é o tipo mais comum da doença na população.

A Faculdade Madre Thaís (FMT) realiza neste sábado, 01, a Campanha Nacional de Prevenção ao Combate ao Câncer de Pele sob organização da professora Márcia Flávia, titular da disciplina Fisioterapia Oncológica, A ação será desenvolvida na Praia dos Milionários, em frente à Cabana Nariga’s a partir das 12 horas.

“É um dia de voluntariado. Queremos alertar que a identificação precoce do câncer da pele aumenta as chances de cura e evita danos ou mutilações mais profundas”, alerta a professora Karla Gresik, coordenadora do curso de Fisioterapia da FMT.

O câncer de pele pode se manifestar de diversas formas, como em uma ferida que não cicatriza, uma pinta ou mancha na pele (normalmente mais escuras) e é dividido em dois principais tipos. Mais agressivo e letal, o melanoma surge, geralmente, a partir de uma pinta escura. Já os não melanomas, divididos em carcinoma basocelular e espinocelular, costumam aparecer sob a forma de lesões que não cicatrizam.

O melanoma é o que rende mais preocupação porque tem mais chances de provocar metástase. Ele é responsável por apenas 5% dos casos de câncer de pele, mas corresponde por 46% das mortes.

ACORDO VAI REDUZIR AÇÚCAR EM ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS

Do G1.

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (26) que o Brasil assinou um acordo para a redução de 144 mil toneladas de açúcar de alimentos industrializados no país até 2022. São 68 empresas envolvidas no acordo e 1147 produtos precisam reduzir açúcares.

O país será um dos primeiros países do mundo a fazer um acordo do tipo com a indústria de alimentos e bebidas. Segundo o ministério, o acordo segue o mesmo modelo do feito para redução do Sódio, que diminuiu mais de 17 mil toneladas de sódio dos alimentos processados em quatro anos.

Segundo dados mostrados no evento, a Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere um consumo de açúcar de até 50g por dia, ou seja, 10% das calorias consumidas diariamente seria o ideal. O brasileiro consome 50% a mais que a meta da OMS: 80 gramas por dia, sendo que 36% são os açúcares já presentes nos alimentos industrializados.

A indústria terá algumas metas de redução, especialmente as que adicionam açúcar mais que a média. São 48% acima da média preconizada pela OMS. Por exemplo, a meta é uma redução de 62% dos açúcares presentes nos biscoitos.

O Ministério da Saúde divulgará tabelas específicas de redução de açúcares para cada seguimento alimentício.

Durante coletiva de imprensa, Gilberto Occhi, Ministro da Saúde, falou sobre o acordo: “Este acordo tem um prazo de validade, em uma busca permanente dos melhores indicadores, mas acredito que valerá sempre. Este é um grande segundo evento, o primeiro foi feito há alguns anos com a redução do sódio e temos tido muito sucesso com esta redução. Ela é gradual, como é com o açúcar e como será com teores de gordura. Avançaremos também com a questão da rotulagem dos alimentos processado para que o cidadão possa fazer sua escolha com um pouco mais de informação e consciência”.

Sobre a meta de reduzir em até 144 mil toneladas, Occhi declarou: “É um número significativo na busca da conscientização da nossa população. Para que tenhamos menos problemas de doenças que podem ser evitadas na nossa sociedade, como a diabetes e a hipertensão”.

Redução sem substituição

O Ministério da Saúde e a Anvisa, durante os debates para a formulação do acordo, assinalaram a importância de que não haja uma substituição do açúcar por adoçantes ou gordura nos alimentos. O acordo brasileiro prevê que a indústria siga esta regra.

(mais…)

POSTO DE SAÚDE DO PONTAL: SESAU DESMENTE RECLAMAÇÃO

Posto de Saúde Herval Soledade.

O secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, desmentiu reclamação de usuários do SUS sobre o horário de funcionamento do Posto de Saúde Herval Soledade, no Pontal. Os reclamantes afirmam que a unidade fecha no horário do almoço (veja aqui).

De acordo com o secretário, a informação não procede, uma vez que uma técnica de enfermagem “mora praticamente ao lado do posto” e ao meio dia costuma render o trabalho da colega que trabalha pela manhã.

PREFEITURA DE URUÇUCA INVESTE MAIS EM SAÚDE

Prefeito Moacyr Leite. Foto: Ascom Uruçuca,

Uma das maiores preocupações da atual gestão de Uruçuca é com a saúde da população. Reuniões têm sido feitas constantemente buscando soluções e melhorias para o setor, além de articulações políticas com parlamentares na busca por verbas e investimentos.

O prefeito Moacyr Leite garante que após a reforma geral do posto médico, finalizadas recentemente, as próximas ações serão a reforma completa do local onde vai funcionar o Centro de Fisioterapia que será iniciada logo após a reforma da casa de parto e a emergência. 

O prefeito adiantou que os equipamentos estão guardados para serem instalados imediatamente após a conclusão do serviço. “Estes equipamentos foram colocados na gestão anterior, sem nenhuma estrutura para funcionar, sem sequer uma tomada e jamais funcionaram”, disse o prefeito. Atualmente, a fisioterapia de Uruçuca funciona normalmente, com duas fisioterapeutas, inclusive utilizando novos equipamentos.

SARAMPO: NOTA PÚBLICA DA SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS

Nota Pública da Saúde

O chefe de Setor da Vigilância à Saúde, vinculado à Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau), Gleidson Santana Souza, informa que, nesta sexta-feira, dia 22 de novembro, a Diretoria de Vigilância à Saúde do Estado recebeu do Ministério da Saúde os resultados confirmatórios do sequenciamento genético para o vírus do sarampo (vírus selvagem) genótipo D8 de dois casos suspeitos de Ilhéus, que são contatos indiretos do caso importado vindo de Manaus no último dia 31 de agosto. Esses dois casos foram notificados pela Sesau no dia 12 de setembro deste ano. O vírus é do mesmo genótipo circulante no Estado do Amazonas e na Venezuela.

Diante desta confirmação, a Sesau continua em alerta para a ocorrência de casos suspeitos de sarampo e informa que a partir da notificação do caso importado, em 31 de agosto, todas as condutas foram adotadas para a interrupção da cadeia de transmissão da doença, entre elas a investigação epidemiológica de todos os casos notificados, com coleta de material biológico; bloqueio vacinal seletivo em tempo oportuno; varredura e intensificação vacinal nas áreas dos casos suspeitos e em áreas de maior circulação de pessoas, como aeroporto, rodoviária, bancos, comercio, sindicatos dos taxistas , rodoviários, porto, escolas, Sac e outros.

Também foram realizadas capacitação de profissionais de saúde no manejo clínico de pacientes com suspeita de sarampo; busca ativa de casos em ficha de atendimento nas unidades de saúde e hospitais; monitoramento dos contatos diretos e indiretos; elaboração de nota de esclarecimento e Informe Epidemiológico, além de reuniões diária – Sala de Situação com técnicos da Secretaria de Saúde e do Núcleo Sul para definições de estratégias e avaliações.

A Sesau contou com o apoio do Núcleo Sul, que disponibilizou equipes de vacinação e carro no apoio à coordenação de Imunização. Apesar de todas as ações desencadeadas desde o início de setembro, mantém-se o alerta epidemiológico para a ocorrência de possíveis casos novos. É essencial a manutenção de vigilância ativa para a detecção oportuna de casos suspeitos e adoção de respostas rápidas para a prevenção de surtos.

Segundo Gleidson Souza, essas providências foram fundamentais para quebrar a cadeia de transmissão do vírus e evitar um surto de sarampo em Ilhéus. Também enfatiza que o alerta se estende até dia 24 de dezembro próximo, quando termina o monitoramento para que o município possa garantir que ficou livre dessa contaminação.

Por fim, o Setor da Vigilância à Saúde recomenda a notificação imediata de todo caso suspeito de sarampo que se enquadre na seguinte definição: pessoa com febre e exantema acompanhada de tosse e, ou, coriza e, ou, conjuntivite, independentemente da idade e da situação vacinal anterior, ou pessoa que apresente esses sintomas e que tenha se deslocado para área de risco neste mesmo período.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, potencialmente grave, transmissível e extremamente contagiosa. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema e em até quatro dias após.

ALERTA: SESAB CONFIRMA DOIS CASOS DE SARAMPO EM ILHÉUS

Foto: IG/reprodução.

O site Correio informa que a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) confirmou dois casos de sarampo no Sul da Bahia, precisamente em Ilhéus. Os pacientes possuem o mesmo tipo selvagem da doença, compatível com o paciente que veio doente de Manaus (AM), em setembro.

Segundo a Sesab, a primeira suspeita era de que o vírus fosse vacinal, visto que os dois haviam sido vacinados há pouco tempo, mas um segundo exame realizado pela Fiocruz comprovou a compatibilidade com o vírus que circula no Amazonas e na Venezuela.

Por causa disso, a secretaria determinou que os municípios notifiquem imediatamente qualquer caso suspeito da doença em pacientes que apresentarem os sintomas: pessoa com febre e exantema (erupções na pele), acompanhada de tosse, coriza ou conjuntivite, independente da idade, situação vacinal anterior, deslocamento para áreas de risco nos últimos 30 dias ou contato com pessoas que tenham se deslocado para áreas de risco nesse período.

A Bahia não tinha casos autóctones da doença desde 1999. Em setembro de 2018, quando foi confirmado o caso importado de Manaus, a Sesab imediatamente orientou o município de Ilhéus a intensificar as ações de vacinação, vigilância, prevenção e controle.

Foram notificados em Ilhéus oito casos suspeitos e, destes, dois foram confirmados. Quatro ainda permanecem em investigação e outros dois foram descartados.

O caso registrado em setembro era de um homem, de 38 anos, que trabalhava na construção civil, em Ilhéus – mas que teria vindo doente de Manaus.

O homem, natural da capital amazonense, foi internado em Ilhéus, após apresentar sintomas da doença no dia 17 de agosto. O paciente foi atendido no dia 23 de agosto e medicado na Unidade do Pronto Atendimento (UPA) Zona Sul, em Ilhéus – recebeu alta por não apresentar mais risco de transmissão.

Segundo a Sesab, à época, mais de 400 pessoas que tiveram contato com o paciente foram vacinadas para evitar contaminação. O laudo que confirmou que o rapaz foi infectado pela doença saiu no dia 14 de setembro.

POSTO DE SAÚDE DO PONTAL FECHA NA HORA DO ALMOÇO

Posto de saúde Herval Soledade. Foto: Google/reprodução.

Usuários do SUS reclamam do horário de funcionamento do Posto de Saúde Herval Soledade, no bairro do Pontal, em Ilhéus.

A unidade fecha às 11h30 e reabre às 14  horas. Pessoas que necessitam de atendimentos simples nesse horário ficam impossibilitadas.

O intervalo para o almoço não é comum nos demais postos de saúde da zona urbana de Ilhéus.

Enviamos mensagens para o secretário de saúde, Geraldo Magela, mas não conseguimos resposta.

Atualizado às 12h38min., de 26 de novembro de 2018.

O secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, desmentiu a reclamação (veja aqui).

GOVERNO MARÃO ATRASA SALÁRIOS DE MÉDICOS

Em setembro deste ano, a secretaria de saúde de Ilhéus promoveu processo seletivo para a contratação de 14 médicos plantonistas de emergência.

A medida foi amplamente divulgada com o objetivo de passar a impressão de que o governo se esforçava para diminuir a demanda do Hospital Costa do Cacau.

Os médicos começaram a trabalho no início de outubro, mas infelizmente, oito profissionais não receberam o salário do primeiro mês.

Os médicos reclamam do descaso do superintendente do fundo municipal de saúde, Kadu Castro, que por repetidas vezes prometeu quitar o pagamento.

Kadu, segundos os reclamantes, pouco aparece na secretaria e até hoje não providenciou incluir todos os médicos emergencistas na folha de pessoal.

Outro lado.

O superintendente disse que os atrasos ocorreram devido a erros nos dados das contas bancárias.

As contas dos médicos estavam vinculadas ao CNPJ da Prefeitura de Ilhéus, quando o correto seria ao CNPJ do Fundo Municipal de Saúde. Kadu afirmou que todos os salários foram quitados nesta quarta-feira, 21.

Sobre o suposto não comparecimento na secretaria, Kadu disse que não trabalha na sede localizada no bairro Pontal. O setor financeiro, onde o superintendente atende, fica no bairro Cidade Nova, no prédio da Policlínica.

FACULDADE MADRE THAÍS REALIZA MUTIRÃO PARA DIAGNÓSTICO DA HANSENÍASE

O curso de Farmácia da Faculdade Madre Thais (FMT) junto com o setor de referência para hanseníase da Secretaria de Saúde de Ilhéus vai realizar nesta sexta-feira , 23, um mutirão para o diagnóstico da hanseníase. O evento terá lugar no pátio da faculdade, na Avenida Itabuna, das 13 às 17 horas, com o objetivo de alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce e identificar possíveis casos da doença. Para ser atendido, basta apresentar a carteira de identidade (RG) e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). O mutirão ocorrerá simultaneamente com a Conferência Cientifica que tem como tema “Hanseníase: avanços e desafios”.

A hanseníase é uma doença crônica, transmissível, tem preferência pela pele e nervos periféricos, o que lhe confere alto poder de causar incapacidades e deformidades físicas, principais responsáveis pelo estigma e preconceito que permeia a doença. A transmissão se dá de uma pessoa doente sem tratamento, para outra, após um contato próximo e prolongado.

O Ministério da Saúde (MS) promove em parceria aos estados e municípios, ações de vigilância e educação em saúde, com o objetivo de alertar a população sobre os sinais e sintomas da doença e incentivar a procura pelos serviços de saúde, além de mobilizar os profissionais de saúde à busca ativa de casos novos de hanseníase e exame dos contatos, especialmente os de convivência domiciliar (grupo com maior risco de adoecimento). As ações de busca ativa têm como foco o diagnóstico precoce da doença e a prevenção das incapacidades e deformidades físicas.

Os professores da Faculdade Madre Thaís, bem como as autoridades na área da saúde, recomendam “que as pessoas procurem o serviço de saúde ao aparecimento de manchas em qualquer parte do corpo, principalmente, se essa mancha apresentar alteração de sensibilidade ao calor e ao toque, configurando como um dos sinais e sintomas sugestivos da doença”.

BOLSONARO FOI CONTRA A ENTRADA DE FAMILIARES DOS MÉDICOS CUBANOS NO BRASIL

Bolsonaro. Imagem: Divulgação/Estadão.

Reportagem do site Catraca Livre revela que o discurso do presidente eleito, Jair Bolsonaro, em defesa dos familiares dos médicos cubanos é apenas um sensacionalismo de ocasião.

Em agosto de 2013, Bolsonaro foi contra a entrada dos dependentes, com a justificativa sem cabimento de que o então governo Dilma Rousseff queria implantar uma extensão da “ditadura castrista” no Brasil.

Veja o discurso de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados em 2013, contra o programa Mais Médicos.  Leia a reportagem neste link.

SECRETARIA DE SAÚDE DE ILHÉUS FAZ TRIAGEM PARA O MUTIRÃO DA CIRURGIA DE CATARATA

Foto: Internet/reprodução.

A Secretaria de Saúde de Ilhéus informa que, durante esta semana (dias 20, 21, 22 e 23 de novembro) será realizada a triagem de pacientes a partir dos 60 anos que deverão ser selecionados para o mutirão de cirurgia de catarata disponível para a população até o dia 15 de dezembro.

Os interessados devem comparecer à Faculdade Madre Thais, localizada na Avenida Itabuna, das 7 às 17 horas, munidos dos seguintes documentos: cópia do cartão SUS, RG e comprovante de residência.

A meta é atender 150 pessoas por dia. O mutirão é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), em parceria com a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ilhéus.

O prestador do serviço é o Day Horc – Hospital de Olhos e a avaliação para a necessidade da cirurgia será realizada por uma equipe de profissionais oftalmológicos no Hospital Costa do Cacau.

(mais…)

VIDEO: PACIENTES DE HEMODIÁLISE DANÇAM A “PISADINHA” EM ILHÉUS

Imagem extraída de vídeo no Youtube.

Na manhã desta quarta-feira, 14, pacientes que fazem hemodiálise no Centro de Assistência Renal (CAR), de Ilhéus, entraram na dança da “pisadinha”.

A brincadeira agradável que serve para aliviar a tensão do longo tratamento (4 horas) também teve a participação dos profissionais da clínica. A “pisadinha da hemodiálise” começou em Feira de Santana (BA). O vídeo viralizou na internet e já acumulou 20 mil visualizações. 

Ainda bem que a “pisadinha” chegou a Ilhéus. Este, sim, é um belo exemplo de humanização nos serviços públicos de saúde. 

Assista.

Página 1 de 581...Última »
error: Content is protected !!