WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Sábado, 18 de Agosto de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
master class cenoe faculdade madre thais

UBAITABA CRIA MAIS PONTOS DE VACINAÇÃO CONTRA PÓLIO E SARAMPO

A Secretaria de Saúde de Ubaitaba realiza neste sábado, 18, o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e o Sarampo. As Unidades de Saúde da Família dos bairros  Ruinha, Maria Olímpia e Armandão, do centro da cidade e do Distrito de Faisqueira vão funcionar das 8 às 17 horas. Os pais devem levar as crianças e o cartão de vacinação.

Para reforçar, a vacinação de crianças maiores de um ano e menores de cinco anos de idade, a Secretaria de Saúde instalou posto especial na Escola Municipal Dalila Vasconcelos, na Rua Edno Magalhães, bairro da Conceição.

A poliomielite e o sarampo são doenças de notificação compulsória e o Brasil tem compromissos internacionais para erradicar e eliminar estas duas doenças. Visando evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite, bem como a circulação do vírus do sarampo na Bahia, uma das estratégias é ampliar as coberturas vacinais contra essas doenças.

A meta é vacinar 98% das crianças de acordo com a enfermeira Érika Rejane Lopes Araújo, coordenadora da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Ubaitaba. Desde o início da semana que equipes volantes estão vacinando crianças na zona rural. Esta ação vai prosseguir até o dia 31, inclusive nas Unidades de Saúde da Família do município.

GOVERNO MARÃO SUSPENDE ENTREGA DE COLÍRIOS E IDOSOS PODEM FICAR CEGOS

Sem colírios, idosos não conseguem tratar o glaucoma. Imagem: Google.

Três idosos (as) que sofrem com glaucoma procuraram o Blog do Gusmão para reclamar do descaso do governo do Prefeito Mario Alexandre.

Os três dependem do SUS para tratar a doença que pode deixá-los sem a visão. Todos são aposentados, mas só recebem um salário mínimo do INSS.

Segundo relatos, as clínicas conveniadas à secretaria de saúde de Ilhéus suspenderam a entrega de colírios que são fundamentais para o tratamento. 

“A médica disse que todo dia eu tenho que usar os colírios. Faz cinco dias que não uso, pois o pessoal da clínica me disse que a prefeitura suspendeu o convênio. O colírio “Travatan” custa 120 reais, fora os outros. Não tenho condições de comprar. Estou com medo de perder a visão do olho direito”, afirma uma aposentada de 68 anos, que prefere não ser identificada.

Outro lado.

O secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, disse que o convênio com a clínica CENOE foi suspenso por ser alvo de investigação do Ministério Público Federal.

Alegou que o tratamento do glaucoma é de responsabilidade do Governo Estadual (prometeu checar melhor essa informação). Segundo Magela, a suspensão da entrega dos colírios aconteceu em outros municípios e esse problema será resolvido nesta semana.

84% DAS CRIANÇAS AINDA NÃO FORAM VACINADAS CONTRA PÓLIO E SARAMPO

Do Estadão.

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira que a campanha nacional de vacinação contra pólio e sarampo, que ocorre até o final do mês, teve pouca adesão até o momento.

Foram aplicadas até esta terça 3,6 milhões de doses das vacinas. Foram 1,808 milhão de crianças vacinadas contra a pólio (16,13% do público-alvo) e 1,801 milhão contra o sarampo (16,07%).

A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar mais de 11 milhões de crianças de um a menores de cinco anos. Estão sendo convocadas todas as crianças nessa faixa etária, independentemente da situação vacinal. No próximo sábado, 18, será realizado o D de mobilização nacional, quando mais de 36 mil postos estarão abertos. A campanha termina no dia 31.

Leia mais.

SESAB ABRE INSCRIÇÕES PARA CURSO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA

Estão abertas desde o dia 9 de agosto, as inscrições para a segunda turma do Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica da Escola de Saúde Pública da Bahia Professor Francisco Peixoto de Magalhães Netto (ESPB). O curso tem como objetivo qualificar enfermeiras (os) para o desenvolvimento de competências e habilidades que instrumentalizem a atenção à saúde da mulher nos processos de reprodução e no ciclo gravídico-puerperal e a atenção ao trinômio mãe-filho-família.

O curso é destinado aos profissionais enfermeiros graduados que atuam no âmbito do SUS na Bahia, nas esferas Federal, Estadual e Municipal, e que atendam os pré-requisitos constantes no item 3.2 do edital. As inscrições estarão abertas até o dia 8 de setembro.

Acesse o edital.

Faça a inscrição on-line.

MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDA AÇÕES PARA INTENSIFICAR A VACINAÇÃO DE CRIANÇAS EM ILHÉUS

O Ministério Público da Bahia, por meio dos promotores Pedro Coelho, Maria Amélia Góes e Frank Ferrari, recomendou uma série de ações para intensificar a vacinação de crianças em Ilhéus.

A recomendação assinada no dia 09 de agosto deste ano, foi encaminhada às secretarias municipais de saúde e educação, coordenação de imunização e ao Sindicato das Escolas Privadas.

Dentre as medidas indicadas pelo MP/BA destacam-se: divulgação da campanha de vacinação nas mídias (como instrumento de utilidade pública) para que os pais saibam da obrigatoriedade; realização de palestras de conscientização ministradas por equipes de saúde da família em seus territórios; vacinação de crianças e adolescentes em creches e escolas públicas e privadas; alimentar o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização; exigência da carteira de vacinação no ato de matrícula; a secretaria de educação deverá informar ao Conselho Tutelar os nomes dos pais negligentes; além de outras ações.

Os órgãos e o sindicato deverão provar a adoção das providências.

Segundo o documento, os promotores instauraram um inquérito civil para tratar sobre a vacinação das crianças em Ilhéus.

Leia a recomendação. 

CRIANÇAS DE UM A QUATRO ANOS SÃO AS MAIORES VÍTIMAS DE ENVENENAMENTO DOMÉSTICO

Imagem: Google.

Produtos de limpeza, principalmente  sabões, sabonetes, detergentes e as águas sanitárias, além das tintas e remédios, são os principais causadores de intoxicação e envenenamento em crianças de até nove anos de idade em ambientes domésticos. Segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), no ano de 2017, um total de 28 crianças foram atendidas em unidades de saúde da Bahia, vítimas de intoxicação e envenenamento, apenas no primeiro semestre deste ano, a Sesab contabilizou oito atendimentos.

O maior índice de contaminação é de crianças de um a quatro anos de idade, que são atraídas tanto pelo colorido, como pelo aroma dos materiais de limpeza e remédios. De acordo com o major BM, Ramon Dieggo, deixar os materiais em locais altos, de difícil acesso às crianças, é um dos cuidados preventivos para evitar acidentes.

“Outro cuidado importante é não reutilizar os vasilhames desses produtos, pois mesmo depois de lavados eles podem manter ainda uma carga do material, que pode causar intoxicação”, explica o major. Segundo o oficial, o ideal e descartar os vasilhames em locais adequados.

“Uso de produtos fora do prazo se validade ou que não tenham descrição os inscrição na Anvisa, também não deve acontecer”, alerta Ramon Doeggo, assim como latas amassadas, porque podem contaminar os produtos e consequentemente a saúde de quem os consome.

O que deve ser feito em caso de Intoxicação ou Envenenamento?

(mais…)

FABRICANTE DE AGROTÓXICOS É CONDENADA A PAGAR MAIS DE R$ 1 BILHÃO A AMERICANO QUE TEVE CÂNCER

Dewayne Johnson reage após veredito de tribunal na Califórnia, que condenou Monsanto a pagar R$ 1,1 bilhão (Foto: Josh Edelson/Pool Photo via AP).

Do G1.

A companhia Monsanto, gigante da indústria química e do agronegócio, foi condenada pela Justiça americana a pagar US$ 289 milhões (R$ 1,1 bilhão) a um homem com câncer.

O jardineiro Dewayne Johnson afirma que sua doença foi causado por herbicidas da empresa.

Em um caso emblemático, um tribunal do juri na Califórnia considerou que a Monsanto sabia que seus herbicidas “Roundup” e “RangerPro”, que contém glifosato, eram perigosos e falhou em alertar os consumidores.

O processo foi o primeiro alegando que agrotóxicos com glifosato causam câncer a ir a julgamento.

A Monsanto nega que a substância esteja ligada à doença e afirma que vai recorrer da decisão.

O processo é um de 5 mil casos similares em andamento nos EUA.

Johnson foi diagnosticado com um linfoma em 2014. Seus advogados dizem que ele usava o agrotóxico “Ranger Pro”, da Monsanto, em seu trabalho em uma escola na Califórnia.

A decisão na Estado possivelmente vai levar a outras centenas de processos contra a Monsanto, que foi recentemente comprada pela alemã Bayer AG.

Empresa estava mal intencionada, diz juri

Depois de um julgamento de oito semanas, os jurados decidiram na sexta que a empresa estava “mal intencionada” e que seus herbicidas contribuíram “substancialmente” para a doença de Johnson.

Leia mais.

SAÚDE: DÍVIDAS DO PERÍODO DE ELIZÂNGELA OLIVEIRA ULTRAPASSAM R$ 6 MILHÕES

Elizângela Oliveira. Imagem: Ascom/Ilhéus.

Fontes privilegiadas do Centro Administrativo da Conquista informam que a passagem de Elizângela Oliveira pela secretaria de saúde de Ilhéus deixou dívidas que somam mais de seis milhões de reais, relacionadas ao período de 02 de janeiro a 01 de agosto deste ano.

O montante devido diz respeito à compra de insumos e serviços contratados que não foram pagos. Clínicas e hospitais aguardam pagamentos atrasados, como por exemplo, a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus que está há quatro meses sem receber o repasse mensal de R$ 148 mil de um convênio firmado com o município.

Clínicas como a COCI e o Centro de Assistência Renal (CAR) também estão na lista de credores.

Outro lado.

Via Whatsaap, a ex-secretária Elizângela Oliveira afirmou que desconhece a dívida. Pediu que buscássemos informação com o superintendente do fundo municipal de saúde, Cadu Castro.

Comentário do blog.

A desorganização financeira na secretaria de saúde é de responsabilidade do prefeito Mario Alexandre, pois sabe-se que Elizângela não gozava de plena autonomia.

Na campanha eleitoral de 2016, por ser médico, Marão assumiu muitos compromissos com a área e boas expectativas foram geradas. 

No cargo, governa o município com indiferença. Por meio do  sistema “home office”, ou seja, de sua casa no condomínio Aldeia Atlântida e via whatsaap, dá ordens desencontradas e sem nexo.

Marão poucas vezes foi na secretaria de saúde e não criou uma rotina de reuniões com as pessoas que a gerenciam.

Transformou a pasta num comitê, instrumentalizada para “honrar” os seus compromissos eleitorais. A presença de Cadu Castro (liderança política de Coaraci) na secretaria prova essa afirmação.

Marão é um prefeito distante, sem capacidade técnica de gerenciamento e que não leva nada a sério. Dentro do governo, todos os secretários têm certeza disso, mas não podem admitir em público.

BEBÊ DE DOIS ANOS APRESENTOU SEIOS DESENVOLVIDOS. SAIBA POR QUÊ.

Imagem ilustrativa. Fonte: Thinkstock/Getty Images.

Não se trata de uma “fake news” ou noticia sensacionalista.

O caso impressionante foi contado por José Eli da Veiga, Professor do Instituto de Energia e Meio Ambiente da USP, que em sua coluna na Rádio USP faz alertas sobre os efeitos nocivos dos “desreguladores endócrinos”, componentes químicos presentes em alguns produtos, a exemplos de shampoos.

Segundo Eli da Veiga, uma bebê de 2 anos e 10 meses foi levada à médica endocrinologista Marilia Guimarães apresentando seios desenvolvidos, o que não era normal. “Não era só uma questão de passagem de hormônios da mãe durante o período de amamentação”, diz Eli da Veiga, lembrando que exames e conversas com a mãe não indicaram qualquer diagnóstico ligado à amamentação. Mas os seios continuaram crescendo.

Somente após um ano de acompanhamento foi descoberto que a mãe usava um shampoo na criança que continha parabenos (compostos químicos utilizados como conservantes). “Ao se cortar o uso do produto os seios diminuíram”, conta o colunista.

A médica relatou o caso numa reunião recente que juntou dezenas de endocrinologistas no hospital Samaritano, no Rio de Janeiro.

“O exemplo confirma o que venho alertando sobre tais produtos, que são comercializados livremente e a que estamos expostos”, alerta. Segundo o colunista, os produtos são vendidos sem qualquer tipo de aviso ou instrução nas prateleiras dos supermercados. “Nem o próprio comerciante sabe o que está vendendo”, considera o colunista. “Não é a mesma coisa em relação às indústrias químicas e farmacêuticas que sabem perfeitamente o que fazem. Por isso caracterizo o fenômeno como ‘venenosa ganância’.”

Ouça.

ILHÉUS EM ALERTA PARA A CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A PÓLIO E O SARAMPO

Imagem: Google.

Da Secom/Ilhéus.

O atleta Osvaldo Fernandes teve a paralisia infantil com apenas 1 ano e seis meses de idade. Hoje, aos 41 anos de idade faz um apelo para que os pais não deixem de vacinar os seus filhos. “Eu sei o que é a vida toda ter a deficiência. Hoje, o apelo que faço para os pais é que vejam a importância da vacinação. Que não deixem que seus filhos adquiram uma deficiência por não tomarem essas vacinas”.

A ilheense Ana Carolina da Silva relata que anos atrás teve seu filho Enzo, ainda um bebê de cinco meses internado num hospital de Salvador com suspeita de sarampo. Ela diz que a criança não foi vacinada e também faz um apelo aos pais para que não deixes de levar os filhos a um posto de saúde. “Preservem mais os seus filhos, seus bebês. Levem para vacinar, pois é muito importante”, alerta.

Para conter o Sarampo e impedir a volta da Poliomielite, a secretaria de saúde de Ilhéus intensifica a cobertura vacinal nos postos de saúde vinculados. É a Campanha Nacional de Vacinação. O público-alvo são crianças de 1 ano até menores de 5 anos de idade, independentemente da situação vacinal.

(mais…)

PRIMEIRO DESAFIO DE MAGELA É MEDIR O TAMANHO DAS ASAS DE CADU

Cadu Castro e Geraldo Magela. Imagens: Google.

Por Emilio Gusmão.

O próximo secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, vai assumir o cargo com as bençãos de Fábio Vilas Boas, secretário estadual da área no governo Rui Costa.

Magela veio para cumprir uma missão: fazer a atenção básica do município funcionar e diminuir a grande demanda que bate todo dia nas portas do Hospital Costa do Cacau.

Obra cara e vultosa, até agora o novo hospital não trouxe dividendos políticos para o governador que busca a reeleição. Pesquisas recentes feitas pelo Governo do Estado, em Ilhéus, acenderam o sinal amarelo. Rui Costa e Vilas Boas culpam a incompetência e o imobilismo do governo Marão.

Aparentemente, Magela chega com  “licença para matar”, ou seja, vai ter autonomia para fazer as mudanças que forem necessárias, principalmente na equipe.

O primeiro desafio está no superintendente do fundo municipal de saúde. Cadu Castro é personalidade de Coaraci. Almeja o comando da prefeitura local. Não tem compromisso com o povo de Ilhéus e lhe falta competência para gerir o setor. Trata-se de um alienígena na política ilheense. Foi alçado ao posto por ser cabo eleitoral do grupo do prefeito. Pode conseguir de 2000 a 3000 votos nas eleições deste ano, dizem.

Empresas de Coaraci venceram licitações em Ilhéus, a exemplo da Lenocar, que vendeu quarenta mil reais em pneus para a secretaria de saúde. O ambiente da pequena política não guarda espaço para simples coincidências. É bom ficar de olho e medir o tamanho das asas.

Se forem grandes, há quem duvide que Magela terá poder e coragem para cortá-las

Veja aqui o processo de pagamento da Lenocar referente à compra de pneus. No documento a controladoria geral do município constatou que não houve manifestação da fiscalização do contrato sobre o recebimento dos produtos (imagem abaixo).

 

CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO AVANÇA ENTRE JOVENS

De A Tarde.

O Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, celebrado nesta sexta-feira, 27, traz um alerta sobre o avanço da doença em todo o planeta, principalmente entre os jovens. A campanha Julho Verde chama a atenção da sociedade para o combate aos tumores que atingem as cavidades oral e nasal, além da faringe e laringe.

Segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para 2018, dois tipos de câncer nesta região do corpo estão entre as dez posições com maior incidência no público masculino. O câncer da cavidade oral, que aparece em quinto lugar, deve registrar 11.200 novos casos, o que equivale a 10,86 ocorrências para cada 100 mil homens. Já o câncer de laringe ocupa a 7ª posição na lista e deve registrar 6.390 novos casos este ano, com 6,17 casos para cada 100 mil homens.

Entre o público feminino, estima-se que o câncer da cavidade oral deva acometer 3.500 mulheres, ocupando a 12ª posição do ranking, com 3,28 casos para cada 100 mil mulheres. Já o câncer de laringe deve registrar 1.280 novos casos em 2018, com 1,20 caso para cada 100 mil mulheres. Este tipo está na 16ª colocação do ranking.

De acordo com o médico Bruno Protásio, do Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB), houve um aumento do número de jovens acometidos pelo câncer de cabeça e pescoço nos últimos anos. “Se a gente contabilizar historicamente, estes tumores acometem o paciente mais idoso, o tabagista e o etilista (que ingere bebidas alcoólicas em grandes quantidades). Mas, nos últimos 20 ou 30 anos, surgiu o terceiro fator de risco, que é o vírus HPV (Papilomavírus Humano), de transmissão sexual. Ele acomete uma área restrita, que é a língua e as amídalas. Então surgiu esse fator sexual de risco, que acomete os pacientes mais jovens, que não fumam e não bebem”, ressalta o oncologista.

Sintomas

(mais…)

BAHIA É O ESTADO DO NORDESTE QUE MAIS PERDEU LEITOS DO SUS, AFIRMA JOSÉ RONALDO

José Ronaldo denuncia a “fila da morte”. Imagens: Ascom/DEM e Google.

De acordo com a assessoria do partido Democratas, a Bahia é o estado nordestino que mais perdeu leitos do SUS. Em oito anos, houve uma queda de mais de 1,9 mil vagas. A situação tende a piorar com o corte de investimentos de R$ 4 milhões na Santa Casa de Misericórdia de Valença, anunciados pelo governo do estado. A unidade de saúde, referência em todo o país, atende cerca de 300 mil habitantes da região do Baixo Sul. O problema é reincidente e vem sendo reclamado ao pré-candidato ao governo do estado, José Ronaldo (DEM), em todas as cidades que visita. “De norte a sul da Bahia, a queixa é da falta de atendimento e até morte nas filas da regulação”.

José Ronaldo já assegurou diversas vezes que, assumindo o governo do estado, sua primeira missão seria zerar a fila da regulação. “Para isso, contrataríamos leitos particulares até que o déficit seja zerado e assim possamos gerir o sistema sem prejuízos para a população. A regulação é conhecida em todo o estado como ‘fila da morte’”. A redução dos investimentos na Santa Casa de Misericórdia de Valença foi denunciada pelo médico e ex-deputado, Heraldo Rocha. A crise ameaça a manutenção do atendimento e será levada ao Ministério Público, exigindo providências. “Trata-se da saúde. Estamos lidando com a vida das pessoas. O governo do PT não pode agir dessa forma”, salienta José Ronaldo.

O pré-candidato do Democratas reforça a denúncia feita por Heraldo Rocha de que o corte nos investimentos forçará o hospital a ter apenas um médico, ao invés de dois, nos plantões 24h, o que obrigará a Santa Casa a atender apenas aos pacientes em situação de urgência e emergência. Os demais pacientes serão encaminhados para consulta nos postos de saúde dos municípios. “O Conselho Federal de Medicina já havia denunciado que a Bahia foi o estado do nordeste que mais perdeu leitos do SUS em 8 anos, e o pior, a maioria na área de pediatria. O governo do PT está cuidando mal da população. Uma situação inaceitável”.

(mais…)

VACINA CONTRA RAIVA ESTÁ DISPONÍVEL NA REDE DE SAÚDE DE ILHÉUS

Imagem: Secom/Ilhéus.

A vacina contra raiva para cães e gatos está disponível nas unidades da rede municipal de saúde. Embora a Campanha Nacional siga até o dia 17 de agosto, a secretaria de Saúde trabalha para intensificar a vacinação e vai realizar no próximo sábado, 28, das 8 às 17hs, uma mobilização com o objetivo de alcançar a meta estabelecida pela Secretaria Estadual de Saúde.

O Centro Municipal de Controle de Zoonoses (CCZ) alerta que os animais, a partir dos três meses de vida, devem ser vacinados. Durante esta semana, três postos de vacinação estarão disponíveis: o CAE III (antigo SESP), na segunda, quarta e sexta-feira, pela manhã; Unidade de Saúde da Urbis, as terças e quintas-feiras, pela manhã; e no próprio CCZ, localizado na entrada do Teotônio Vilela, das 9 às 15 horas, de segunda a sexta-feira.

De acordo com a coordenadora de imunização, Walkiria Cardeal, até o momento foram vacinados 671 gatos e 3.212 cães. A expectativa é que cerca de 32 mil animais sejam vacinados em todo o município. A vacina antirrábica é a única forma de prevenção da doença. “A antirrábica é de extrema importância, todos precisam levar seu animal até um local de vacinação, pois ele é o transmissor do vírus. Vacinar é uma questão de segurança para todos” informa.

Mobilização – A vacina é gratuita e no dia da mobilização estará disponível nos seguintes locais: CAE III, (antigo SESP), Bar da Piqueira (Conquista), Centro Social Urbano (CSU), CS Iguape, na Igreja Assembleia de Deus (próximo ao Posto de Saúde do Sarah), PSF do Salobrinho, na Praça do Banco da Vitória, Praça da Mangueira (Nelson Costa), Posto de Saúde Herval Soledade (Pontal), PSF Nossa Senhora da Vitória, na Unidade Básica de Saúde do Hernani Sá, PSF Teotônio Vilela, Associação de Moradores do Teotônio Vilela, loja Serafértil (Malhado), na loja Dedal Cat Dog (Jardim Savóia) e na sede do Corpo de Bombeiros, localizado na Barra.

Informações da Secom/Ilhéus.

NA DESPEDIDA, SECRETÁRIA DE SAÚDE PEDE DESCULPAS POR ATOS INTRANSIGENTES

Elizângela Oliveira. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

O governo Marão decidiu exonerar a secretária de saúde de Ilhéus. Sai Elizângela Oliveira, entra o ex-secretário da área em Teixeira de Freitas e Itabuna, Geraldo Magela.

A própria Elizângela comunicou seu afastamento e o nome do substituto em grupos do Whatsaap.

Na mensagem postada nessa quinta-feira, 19, em tom emotivo ela fez agradecimentos e pediu desculpas por “qualquer ato intransigente”. Leia.

“Boa noite, filhotes!

Queria agradecer a cada um de vocês, [por] um ano de muito aprendizado, suor, brigas, amores, amizades, conquistas e principalmente trabalho.

Também queria me desculpar por qualquer ato intransigente, mas saibam que não tinha cunho pessoal. Aprendi a admirar cada um de vocês do jeito ímpar transferindo ao meu trabalho e pessoa.

Só tenho a agradecer e amar todos.

O mundo gira, e não pára, vamos nos encontrar muito com vcs, bem pertinho e com a saudade e com o coração!

Fico até o final do mês.

Já vou adicionar o novo secretário, Magela”.

Geraldo Magela não deixou boas lembranças em Itabuna. O ex-prefeito Capitão Azevedo (2009 a 2012) responde processo por usar recursos de um programa federal da saúde, para quitar a folha de pagamentos dos servidores. Magela era o secretário.

MÉDICO EXPLICA RELAÇÃO ENTRE O SONO RUIM E O GANHO DE PESO

Igor Salarini de Lucena. Imagem: Thiago Dias.

Há uma boa tendência entre os médicos atuais: facilitar a compreensão das pessoas sobre as práticas médicas. Esse é um esforço para transformar a relação com os pacientes. Nesse movimento, o profissional abre mão do rigor da linguagem técnica para tornar as informações de saúde acessíveis ao maior interessado: o paciente.

Os meios de comunicação, quando bem usados, são ferramentas importantes para alavancar esse movimento de aproximação entre médicos e pacientes. Tendo isso em vista, o Blog do Gusmão voltou a entrevistar o médico Igor Salarini de Lucena, com quem conversamos pela primeira vez em 2016, quando ele chegou da cidade do Rio de Janeiro para morar e trabalhar em Ilhéus, na Otoclin – lembre aqui.

Nesta segunda entrevista, realizada no último mês de junho, o otorrinolaringologista também se esforça para traduzir informações importantes da linguagem médica para atender a compreensão de quem não é da área. Um dos temas que Igor Salarini aborda é a relação entre um sono de baixa qualidade e o ganho de peso. Também trata dos procedimentos cirúrgicos que realiza em pacientes com problemas de audição, má-formação óssea facial ou lesões traumáticas. Confira.

Blog do Gusmão – O que mudou na Otoclin ao longo dos últimos dois anos, depois da sua chegada e de outros profissionais?

Igor Salarini de Lucena- Ao longo dos últimos anos, com o trabalho de toda a equipe da Otoclin, a gente implementou cirurgias de ouvido que antes só eram feitas em Salvador. Agora a clínica também realiza procedimentos cirúrgicos mais complexos na área da laringe, como a parte tumoral de alguns tipos de câncer. Também implementamos as cirurgias ósseas da face. Colaboramos também com a ampliação das plásticas de face na cidade e os tratamentos para a qualidade do sono.

BG – Como a pessoa pode avaliar a qualidade do próprio sono?

Igor Salarini de Lucena – Uma maneira é pedir que o companheiro preste atenção a isso, se a pessoa ronca ou demonstra dificuldade para respirar enquanto dorme. Esses são indicadores de problemas no sono. A gente faz uma distinção entre acordar e despertar. O paciente com apneia costuma acordar durante a noite, sem despertar. É como se permanecesse num estágio superficial do sono, o que é ruim, porque a pessoa não descansa.

BG – Existe uma relação entre a qualidade do sono e o ganho de peso?

Igor Salarini de Lucena – Sim. Muitas coisas estão relacionadas com a qualidade do sono. Nesse caso, se você dorme mal, seu metabolismo cai. Vamos pensar o seguinte: se nosso corpo não precisasse do sono, nós não dormiríamos. Se precisamos dormir, é por um bom motivo. Durante o sono, o corpo mantém o metabolismo basal. Quando desperta, você volta para o metabolismo mais elevado, por isso tem disposição. Mas, se você sofre com apneia e dorme mal, você não descansa. Assim, seu metabolismo não verticaliza essa variação entre o funcionamento basal e o elevado, ele se mantém mais linear. Com o metabolismo linear, o corpo tende a reter líquidos e a ganhar peso, porque fica lento, diminui a queima de calorias e aumenta o acumulo de gordura. A relação é essa: o sono ruim prejudica o metabolismo e isso repercute no ganho de peso. Tem gente que não descansa direito quando dorme e fica o dia todo sonolento.

Imagem: Thiago Dias.

BG – Você nota melhora na autoestima dos pacientes que realizam cirurgias faciais?

Igor Salarini de Lucena – Sim, melhora muito. O paciente que faz esse tipo de cirurgia plástica, normalmente, tem baixa autoestima por não se sentir belo. Quando um procedimento cirúrgico correto transforma essa relação com o corpo, você percebe o ganho de autoestima. Eu tenho o exemplo de pacientes que fizeram a rinoplastia, uma cirurgia que pode ser corretiva e estética ao mesmo tempo, e se transformaram depois da operação: o sorriso, o cabelo, a postura e o modo como se apresentam, tudo isso reflete os efeitos do nível de autoestima.

BG – Sim. Isso contraria a ideia de que a cirurgia plástica é algo fútil.

Igor  Salarini de Lucena – Mas existem também as doenças. Algumas pessoas se veem de uma forma distorcida. Quem sofre com esse tipo de distorção, independente do que o médico faça, vai se sentir feio. Aqui não é uma questão da aparência, há outra coisa por trás. Esse é um ponto importante que devemos compreender. O médico deve estabelecer critérios que o ajude a identificar isso. Às vezes, a pessoa diz que tem mudar tudo. Você olha e percebe que ela não precisa disso. Muitas vezes, a pessoa quer realizar uma cirurgia plástica para compensar outra coisa da vida. Por exemplo: “o relacionamento está ruim? Vou fazer uma cirurgia para melhorar.”

BG – Quais são as cirurgias de ouvido mais realizadas na Otoclin?

Igor Salarini de Lucena – Nós fazemos cirurgias de ouvido que ninguém faz na região. De certa forma, a Otoclin está se consolidando como referência regional nessa área.A gente faz a reconstituição do tímpano, a chamada timpanoplastia. Também realizamos as cirurgias de mastoide, indicadas para pessoas que sofrem com secreções nos ouvidos. É um procedimento mais complexo, porque envolve uma lesão interna que deve ser removida da parte óssea do ouvido. Também realizamos a cirurgia de otosclerose, que a gente pode comparar como uma artrose no ouvido. A pessoa começa a ter dificuldade para escutar, mas não ocorre uma perda neurológica da audição, é um problema ortopédico que afeta a sensibilidade. Isso pode ser resolvido com o implante de uma prótese.

BG – Você falou sobre a perspectiva de trazer outros serviços para a cidade. Qual é o mais próximo em vista?

Igor Salarini de Lucena – A gente está trabalhando na implementação do implante coclear. Com ele, crianças que nascem surdas podem passar a ouvir. Também é utilizado em adultos e idosos com perda auditiva.

BG – Por que esse tipo de implante é mais complexo?

Igor Salarini de Lucena – Porque é um procedimento profundo. Para dizer de uma forma mais clara e menos técnica, é como o implante de um transmissor dentro do ouvido. Aqui já estamos falando de uma zona neurológica.

Imagem: Thiago Dias.

BG – Muitos pacientes recorrem a cirurgias faciais para melhorar a aparência?

Igor Salarini de Lucena – No caso das cirurgias plásticas, sim, a maioria buscar melhorar a aparência. Já a cirurgia óssea facial, muitas vezes, é reconstrutiva e funcional, tem os esses dois aspectos associados. Há um ganho estético, mas o foco da cirurgia óssea é o tratamento.

BG – Em que circunstância o paciente pode ser submetido a uma cirurgia óssea na face?

Igor Salarini de Lucena – Vou dar o exemplo do Instituto do Sono da Otoclin. Os dois principais tratamentos para melhorar a qualidade do sono são: o cpap, aparelho que auxilia o paciente a respirar enquanto dorme, e alguns pacientes recebem a indicação para a ortognática, que é uma cirurgia óssea facial. Nela, o médico reposiciona os tecidos ósseos do paciente, mobilizando também os músculos faciais. Com isso, a pessoa para de roncar e tem um ganho significativo na qualidade do sono, sem o desconforto das apneias. Mas não são todos os pacientes que têm essa indicação. É bem restrito.

BG – Quais são os traumas que costumam trazer os pacientes para o Otoclin?

Igor Salarini de Lucena – A gente também está implementando essa parte de tratamento mais específico dos traumas na face, que também não existiam aqui. Por exemplo: o paciente que vai jogar futebol e toma uma cotovelada no nariz, sofre uma fratura, o nariz fica torto. Há outros tipos de fraturas e afundamentos faciais. Às vezes existe a lesão, mas o paciente não sente dor. Ainda assim, é bom que o médico seja consultado. Nós não fazemos o atendimento de emergência, aquele primeiro contato com a pessoa depois do trauma. Mas nós temos uma equipe capacitada para lidar com as etapas seguintes do tratamento. Por outro lado, existem os casos de objetos enfiados dentro do ouvido ou nariz. Nesse tipo de situação, recomendamos que o paciente seja levado direto para o otorrino, pois o hospital pode não ter instrumentos específicos para a remoção dos objetos. Nesses casos específicos, para remover objetos da região facial ou do ouvido, a gente atende situações de emergência.

Página 1 de 551...Última »
error: Content is protected !!